Atualizações Recentes Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Queruvim 22:17 em 28 Nov 2016 Link Permanente | Resposta
    Tags: , Jeová Deus, O Criador, O Todo Poderoso   

    Jeová O Todo Poderoso e a Hierarquia Celestial (PARTE II) 

    Podemos aprender muito sobre Jeová Deus, o  Soberano do Universo, por meio das coisas feitas por Ele. Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, afirmou em sua carta aos Romanos que “suas qualidades invisíveis — isto é, seu poder eterno e Divindade — são claramente vistas desde a criação do mundo, porque são percebidas por meio das coisas feitas…” (Rom. 1:20)

    slow-motion-lightning

    Um raio em câmara lenta

    Em nossa consideração a respeito do poder de Jeová, falaremos um pouco mais sobre Deus e a noção de tempo. (Veja a PARTE I deste artigo)

    Nossa observação de como o tempo flui apresenta um padrão de percepção que nos dá noção de segundos, minutos, horas, dias e anos. Quanto a Jeová, sua percepção de tempo possui uma abordagem diferente de nosso padrão. Ele pode focar-se, como que “sintonizando”, e ver eventos futuros como ninguém mais pode. Satanás invejou muito este poder inato na Divindade Suprema, de forma que até hoje tenta dar a impressão, por meio de cartomantes e médiuns espíritas, que também pode antever acontecimentos no futuro.  Mas isso não passa de mais uma mentira. Jeová Deus, porém, além de ver o presente, passado e futuro, pode fazer um escrutínio da linha de tempo, tornando o tempo mais lento no presente, passado e futuro, produzindo uma manipulação elástica do tempo. Jeová Deus pode escrutinar um segundo como se este fosse muito mais tempo, o que lhe permite criar milhares de reações químicas  no núcleo de uma célula ou criar complexas “máquinas biológicas”. Caso você discorde desta afirmação,  não conseguiria explicar como tantos eventos ocorrem no espaço de apenas um segundo dentro de uma única célula animal, nem a espantosa velocidade de alguns insetos. Observe o caso de alguns mosquitos, chamados em inglês midges, estes batem as suas asas até 1046 vezes por segundo! O pernilongo 300 a 600 vezes por segundo.

    A explosão abaixo na imagem está em slow motion. Jeová Deus pode claramente esticar esta linha de tempo com sua mente poderosa, se assim desejar, e ver um evento que ocorre em apenas um segundo em uma velocidade ainda mais lenta, quase que congelada!

    explosion-in-super-slow-motion-to-see-the-destructive-power-of-the-shockwave-in-action

    Ele pode não somente ver em super câmara lenta, um dado evento, como também prever todas as direções que uma minúscula partícula de pó se dispersaria. Mais do que isso, de maneira espantosa, Jeová Deus pode prever com antecedência, se assim desejar, como exatamente se dará a explosão e sua dispersão com seus efeitos destrutivos. Nem Jesus, nem os anjos, mas apenas Jeová Deus o Todo Poderoso, pode fazer isso.

    A relação entre a presciência de Jeová e seu amor

    O Criador do Universo, pode prever o futuro. Em Isaías 48:3-8 lemos:

    “Eu lhes anunciei há muito tempo as coisas que já aconteceram, Elas saíram da minha própria boca; Eu as divulguei. De repente eu agi, e elas se realizaram.”

    Isto significa que Jeová Deus não somente antevê acontecimentos, como também interfere a fim de realizar o que julga apropriado e dentro de seus propósitos. Veja o resultado disso nos textos abaixo:

      • Josué 21:45
      • De todas as boas promessas que Jeová havia feito à casa de Israel, nem uma única promessa falhou; todas elas se cumpriram.

      • Isaías 55:10, 11
      • Pois, assim como a chuva e a neve descem do céu

        E não voltam para lá sem antes saturar a terra e fazê-la produzir e brotar, Dando semente aos que semeiam e pão aos que comem,

        11 Assim será a palavra que sai da minha boca. Não voltará a mim sem resultados, Mas certamente realizará o que for do meu agrado,

        E sem falta cumprirá o objetivo para o qual a enviei.”

    O conceito de que Deus prevê tudo e que sabe de tudo o que o futuro trará, fazendo então uso infinito de sua presciência, não se harmoniza com a Bíblia. A obra Estudo Perspicaz das Escrituras,  falando sobre Presciência, diz:

    “Se o Criador da humanidade tivesse realmente exercido Seu poder para saber de antemão tudo o que a História presenciou desde a criação do homem, então o pleno peso de toda a iniquidade que disso resultou foi deliberadamente acionado por Deus, quando ele proferiu as palavras: “Façamos o homem.” (Gên 1:26) Estes fatos põem em dúvida a razoabilidade e a coerência do conceito predestinacionista; especialmente em vista de que o discípulo Tiago mostra que a desordem e outras coisas vis não se originam da presença celestial de Deus, mas são de origem “terrena, animalesca, demoníaca”. — Tg 3:14-18.”

    Portanto, Jeová Deus usa sua capacidade de prever o futuro de uma forma seletiva e em harmonia com seu critério baseado na justiça e no amor. Assim como Jeová Deus faz um uso controlado e seletivo de seu grandioso poder, o mesmo faz com sua capacidade de prever eventos na corrente do tempo. Existe um paralelo nisso com o que acontece com nossa visão. Podemos ver uma árvore como um todo numa distância de 10 metros, mas ao mesmo tempo podemos se focar apenas em algumas de suas folhas. Isso significa que podemos “escolher” como vemos um dado ponto ou evento. Com Jeová não é diferente em relação ao tempo. Ele pode se focar em detalhes e sua mente poderosa o faz ver, por exemplo, cada gota d’água em uma cachoeira! Visto que Ele pode ver o futuro, pode muito bem ver cada gota d’água descer lentamente como se estivesse parando. Uma vez que este acontecimento pode ser por ele visto de antemão, Ele pode muito bem “rever” lentamente a cena que ainda está para ocorrer. A mente de Jeová em nada se compara com a nossa mente limitada. A amplitude de avaliação do tempo por Ele é difícil de se contemplar. O homem não consegue sequer imaginar como Jeová prevê acontecimentos no tempo futuro. De maneira similar, não nos é possível entender como Jeová em apenas um segundo pode fazer tanta coisa.

    “‘Quem veio a conhecer a mente de Jeová para o instruir?’ 1 Cor. 2:16

    Por meio de seu profeta Isaías, Jeová disse aos israelitas: “Os vossos pensamentos não são os meus pensamentos, nem os meus caminhos, os vossos caminhos.” Daí, ilustrando esse fato, Jeová passou a dizer: “Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim os meus caminhos são mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, do que os vossos pensamentos.” — Isa. 55:8, 9.

    Assim seremos movidos a concordar com estas palavras do apóstolo Paulo: “Ó profundidade das riquezas, e da sabedoria, e do conhecimento de Deus! Quão inescrutáveis são os seus julgamentos e além de pesquisa são os seus caminhos! Pois, ‘quem veio a conhecer a mente de Jeová ou quem se tornou o seu conselheiro’? Ou: ‘Quem primeiro lhe deu, de modo que se lhe tenha de pagar de volta?’ Porque todas as coisas são dele, e por ele, e para ele. Glória a ele para sempre. Amém.” — Rom. 11:33-36.  Jesus afirmou em certa ocasião que aprender sobre o ‘Único Deus Verdadeiro, Jeová, e sobre Jesus Cristo’ pode resultar em vida eterna! (João 17:3) Portanto, procure agora mesmo este conhecimento. Achegue-se a Jeová!

    Jeová Deus, O Maior Artista do Universo

    Jeová não somente desenhou lindas criaturas terrestres e aves, como as pintou de forma como nenhum humano conseguiria. Uma verdadeira demonstração de sua incrível capacidade de criar e embelezar sua criação. O ateu diz que Deus não existe! Será?  A Bíblia diz que não há desculpa para negar a existência de Deus, “Pois as suas qualidades invisíveis — isto é, seu poder eterno e Divindade — são claramente vistas desde a criação do mundo, porque são percebidas por meio das coisas feitas, de modo que eles não têm desculpa.” Rom. 1:20  Leia mais sobre Jeová na página OFICIAL de seu povo.

    6b9d4bef01d6033185a0065b198398fe

    602daa1d8676fbff29cf629a747929ab

    4b685be142d69256c056077c97eb5e98

    114af6da289c53878814c87b25fa7e14

    cb892f0dd37f2d26d4a7abdfc3b920e2

    c02b802ffbdd8bddbc6fcd8ea3e2b77b

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    081f6abc3806d861aab9e72210a5ccc8

    1121d28ac5a57ea98b1faeb25b02e86468b695d98f9745a8d2f43c493f539732

    197ef738d1d37e9604fc77f0b4397471

     

     

     
    • TEDY 22:59 em 28 nov 2016 Link Permanente | Resposta

      Ficou lindo a imagem! Amei. Parabéns pelo trabalho.

      Curtir

    • Rafa 15:26 em 5 dez 2016 Link Permanente | Resposta

      Ficou bonito mesmo a imagem..rs

      A primeira está magnífica. retrata muito bem a grandiosidade do TODO PODEROSO DO UNIVERSO, o Deus e Pai de Jesus Cristo, o Senhor Jeová. Quem não leu, leia a primeira parte dessa matéria nesse blog.

      Curtir

    • Queruvim 22:11 em 10 dez 2016 Link Permanente | Resposta

      Este artigo ainda terá continuação, se Jeová permitir. A Primeira parte do Artigo pode ser lida aqui.

      Curtir

    • Iverson Cleithon 12:18 em 13 dez 2016 Link Permanente | Resposta

      òtimo texto como todas as matérias deste site, não pare com esse trabalho grande abraço…

      Curtir

    • Jones Kecio 16:25 em 13 dez 2016 Link Permanente | Resposta

      Gostei muitíssimo,Glória a Jeová nas alturas,continuem a exaltar o Soberano

      Curtir

    • Tomanel 20:43 em 14 dez 2016 Link Permanente | Resposta

      Realmente, Jeová é digno de toda a adoração e louvor!! Será um prazer adorar este maravilhoso Deus por toda a eternidade.

      Curtir

    • KL 0:40 em 20 dez 2016 Link Permanente | Resposta

      Queruvim você intenciona publicar algo relacionado com os tempos verbais como indicadores de ações ou processos em desenvolvimento?

      Curtir

    • Tiago Ribeiro - Negócios Online Master 5:15 em 6 abr 2017 Link Permanente | Resposta

      Artigo muito bom, belas imagens, já acompanho o blog a mais de 1 ano atrás antes de eu me batizar, no dia 11/04/2017 no dia da comemoração, faço 2 anos de batismo, Jeová é o nosso Deus supremo sem dúvidas!

      Curtir

    • Manuela Peixoto 8:39 em 7 abr 2017 Link Permanente | Resposta

      De facto dia a dia e quanto mais conheço ( a Sua Palavra as Suas Obras Criativas) do Soberano Universal Senhor Jeová Deus, mais sinto uma imensa vontade de toda a minha alma, de o Amar, Adorar e prestar Serviço Sagrado e devoção exclusiva. Vai ser um imenso prazer por toda a Eternidade e tenho muita Fé com os meus também…

      Curtir

    • Rinaldo Taroni 9:38 em 19 jun 2017 Link Permanente | Resposta

      A questão do espaço tempo e do poder de Jeová prever seletivamente o futuro nos dá uma pequena ideia de como Jeová prepara com muitos detalhes o programa e os locais para os nossos congressos., assembleias. etc. Também nos dá uma ideia de como Ele pode manipular e colocar situações para nos dar conselhos e nos apoiar. Só como uma sugestão, se pesquisarmos uma publicação antiga chamada “Espírito Santo – A força por detrás duma nova ordem mundial”, tal publicação de 1976, nos dá uma noção de como os anjos de Jeová estão profundamente envolvidos em situações como os preparativos para as nossas assembleias e Congressos por exemplo.

      Curtir

  • Queruvim 21:17 em 24 Sep 2016 Link Permanente | Resposta
    Tags: espaço-tempo, , relatividade do espaço-tempo   

    Jeová O Todo Poderoso e a Hierarquia Celestial 

     

     

    jeova-deus

    Imagem jw.org

     

     “Depois disso, imediatamente vim a estar sob o poder do espírito e vi um trono no céu, e alguém estava sentado no trono.  Aquele que estava sentado tinha a aparência de pedras de jaspe e de sárdio, e ao redor do trono havia um arco-íris de aparência semelhante à esmeralda.” Apocalipse 4:2

     

    trono-de-jeova

    Imagem jw.org

     

    Por Queruvim

    Ninguém pode ser comparado com Jeová.  Jeová é o único ser em todo o Universo que jamais teve princípio, Ele é o Rei da Eternidade. (Salmo 90:2) Jeová é atemorizante e sua sabedoria não pode ser plenamente avaliada por suas criaturas. Se Ele quiser pode até mesmo ver o que o futuro trará em termos de acontecimentos! (Isaías 44:7) Neste artigo examinaremos inúmeras coisas que Ele criou e também sua palavra escrita a fim de obtermos informações sobre Ele. Consideraremos o funcionamento da hierarquia no domínio celestial, categorias de anjos e suas atribuições, o comandante das hostes de anjos e líder do Governo na Câmara Celestial,  Jesus Cristo. Veremos também sobre a  posição  do Ser Supremo, o Deus Todo Poderoso, Jeová.

    anjos-de-jeova

    Imagem jw.org

     

     

    Jeová não pode pecar ou errar. Ele é incorruptível, ou seja, nada nele se deteriora ou desvanece. Ele é Santo em grau absoluto, de forma que “não pode ser tentado” ou “provado” a cometer mal algum. Jesus Cristo por outro lado, foi “tentado pelo Diabo”, e poderia ter sido desleal a Jeová, seu Deus e Pai. ( Mateus 4:1 ; Tiago 1:13;  Efésios 1:17) Jesus é o Porta Voz de Jeová, seu filho primogênito e a primeira de suas criaturas no domínio celestial. (Apoc. 3:14) É Jesus quem ocupa a segunda maior posição em todo o Universo. (João 14:28) Muito antes de vir à terra, Jesus viveu no domínio celestial e foi diversas vezes uma figura importante em proteger e conduzir o antigo Israel em direção à terra prometida. Jeová idealizou e projetou o mundo e tudo o que nele há, mas foi Cristo quem fez, seguindo o que lhe foi passado em um “pen drive” no domínio celestial.

     Todas as coisas vieram a existir por intermédio dele, e sem ele nem mesmo uma só coisa veio a existir. 
     E agora, Pai, glorifica-me ao teu lado com a glória que eu tive junto de ti antes de o mundo existir.
    15  Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; 16  pois por meio dele foram criadas todas as outras coisas nos céus e na terra, as coisas visíveis e as coisas invisíveis,quer sejam tronos, quer domínios, quer governos, quer autoridades. Todas as outras coisas foram criadas por meio dele e para ele.

    jesus-making-humans

    Todos no domínio celestial se curvam diante de Jeová, até mesmo Jesus Cristo.

     

    Jesus é “o caminho” mas o destino é Jeová Deus. Sempre que orarmos a Deus devemos fazê-lo por meio de Jesus Cristo. O site JW.ORG comentou sobre isso:

    Quem é o Salvador? Deus ou Jesus?

    A Bíblia ensina que Deus é o responsável principal pela nossa salvação. Por isso, muitas vezes ele é chamado de “Salvador”. (Isaías 43:11; Tito 2:10; Judas 25) Deus também usou vários homens para libertar os israelitas. A Bíblia chama esses homens de ‘salvadores’. (Neemias 9:27; Juízes 3:9, 15; 2 Reis 13:5) * Da mesma maneira, a Bíblia também se refere a Jesus como nosso “Salvador”. Isso porque Deus nos salva do pecado por meio do sacrifício de resgate de Jesus Cristo. — Atos 5:31; Tito 1:4. *

    Estas ações  de adoração de suas criaturas são uma espécie de apreço cheio de gratidão e respeito por tudo o que Jeová é e faz. O verbo “criar” é empregado na Bíblia Sagrada somente com referência a Jeová Deus. Nos textos acima, falando sobre Jesus, a Bíblia grega emprega uma preposição que diz que o mundo foi criado “por intermédio dele” e não “por ele” conforme erroneamente vertem algumas traduções da palavra de Deus. O verbo “fazer” é empregado nas Escrituras com referência a Jesus, visto que foi por meio dele que Jeová Deus fez tudo. (Veja este artigo sobre João 1:1-3) O poder e a presença de Jeová é tão impressionante e chocante, que para “fazer” a matéria ele lançou mão de seu filho Jesus, que leu os projetos idealizados por Deus e trabalhou arduamente na construção da matéria física.

     

    Jeová Deus e a pré-ciência

    jeova-e-o-tempo

    Quanto a Jeová, o Ser Supremo,  sua avaliação de acontecimentos é atemporal. Mil anos são como apenas um só dia para Jeová. (Salmo 90:4) Somente Jeová pode examinar uma linha de tempo e as minúcias de seus acontecimentos em sucessão. Jesus não tem esse poder. O que vou dizer aqui baseia-se não somente na Bíblia, mas no que observamos na natureza.  Para os anjos e também humanos, o tempo corre mais lentamente. Para Jeová, o tempo pode passar bem mais rápido ou simplesmente quase congelar. Ele desenha os que os cientistas chamam de  “máquinas biológicas” altamente complexas com velocidades altíssimas, mas que podem fazer muita coisa em apenas um segundo. Portanto, para Jeová Deus, mil anos é pouco tempo. Porém, Jeová pode criar uma quantidade enorme de eventos biológicos em apenas um segundo. O tempo que você leva para ver um ponto no final de uma frase, é o suficiente para Jeová criar milhares de eventos dentro de uma célula, por exemplo. Ele pode como que expandir a linha de tempo por ter um pensamento muito mais rápido que o nosso. Jeová projetou milhares de eventos químicos em apenas um piscar de olhos.  Idealizou insetos muito pequenos que se locomovem num piscar de olhos, em velocidade imperceptível ao olho humano, uma abordagem micro cronológica do tempo que é impossível para humanos. (vídeo) Ao mesmo tempo, Jeová faz com que Constelações ou até mesmo estrelas mil vezes maiores que nosso Sol se movam a velocidades muito maiores que os melhores aviões projetados pelo homem. (Para detalhes veja este artigo sobre Constelações) O mundo microscópico e  macroscópico estão repletos de suas obras maravilhosas. Fica claro que sua visão do tempo é muito mais ampla do que a nossa. Assim como um animal não pode falar, nós também não podemos entender como Deus antevê o futuro. Será que você pode treinar uma mosca para poder conversar? Isso é impossível. Ela é extremamente limitada e não pode fazer isso. Da mesma forma, os humanos não podem antever o futuro assim como Jeová pode. A presciência está além da capacidade humana. Nem mesmo os filhos espirituais de Deus, os anjos,  possuem tal poder.

    Santo em grau absoluto

    a-santidade-pertence-a-jeova

    Imagem jw.org

    O anel de sinete na testa do antigo Sumo Sacerdote de Israel, possuía uma inscrição em hebraico antigo que dizia: “A Santidade Pertence a Jeová“. Nem mesmo Jesus possui este epiteto como inerente, mas apenas Jeová. Recentemente ouvi uma música evangélica aplicando o termo “Santo, Santo, Santo” a Jesus Cristo. Isso é um erro grave, pois somente Jeová, o Ser Supremo e Deus Todo Poderoso é assim chamada nas Escrituras. (Isaías 6:3).

     

     Quem entre os deuses é semelhante a ti, ó Jeová? Quem se mostra supremo em santidade como tu?”
    Este texto se refere não somente aos “falsos deuses” mas também aos anjos e a Cristo que são todos deuses, por possuírem poder. O Salmo 8:5 chama os anjos de “deuses”. Nenhum deles jamais possuíram santidade em grau semelhante á de Jeová.

     

    Não estou sugerindo que Cristo não tenha santidade, até mesmo humanos fiéis são chamados de “santos” nas cartas de Paulo. (2 Cor. 1:1 ) O ponto é que somente Jeová sempre teve e sempre terá um grau de santidade absoluta. Ele não pode ser tentado, nem pode mentir. Veja o que Jó 34:10 diz: “Longe está do verdadeiro Deus agir ele iniquamente, e do Todo-poderoso agir injustamente!” De forma similar, Tiago 1:13 diz: “Quando posto à prova, ninguém diga: ‘Estou sendo provado por Deus.’ Pois, por coisas más, Deus não pode ser provado, nem prova ele a alguém.” Assim, se você tem passado por provações, esteja certo de que Deus não é o culpado disso. ( Hebreus 6:18; Tito 1:2 )

     

    O livro intitulado O que a Bíblia Realmente Ensina diz sobre Cristo:

     Jesus é o Filho mais precioso de Jeová — e por bons motivos. Ele é chamado de “primogênito de toda a criação”, pois foi a primeira criação de Deus. * (Colossenses 1:15) Há mais uma coisa que torna especial esse Filho. Ele é o “Filho unigênito”. (João 3:16) Isso significa que Jesus é o único criado diretamente por Deus. Ele é também o único por meio de quem Deus criou todas as outras coisas. (Colossenses 1:16)

     

    Jeová não é limitado no espaço tempo

    O Salmos 18:9,10 diz a respeito de Jeová:

    “Ele fez o céu se inclinar e desceu;

    Havia densas trevas debaixo dos seus pés.

    Ele veio voando, montado num querubim;

    Veio velozmente nas asas de um espírito”.

    O Salmo 144:5 diz que Jeová “inclina” o céus para descer, ao passo que Isaías 64:1 diz que ele pode “rasgar” o céus para descer. Fica implícito que Jeová Deus não é limitado pelo espaço da mesma forma que ele não é limitado pelo tempo. Aliás, o estudo do espaço tempo tem produzido muitos avanços na ciência desde os dias de Albert Einstein. Sabemos que há muita ficção e fantasia na mente até mesmo de cientistas que estudam este assunto. Isto é apenas um reflexo de quão limitados são os homens num assunto que está além da capacidade do homem de compreender plenamente, pelo menos por enquanto. Se o tempo passa mais rápido para um observador em relação a outro, como afirma Albert Einstein e se aquilo que ele ensinou sobre o espaço-tempo for correto, então mui obviamente somos influenciados por uma ilusão de tempo e de espaço. Isso não aconteceria com Jeová Deus. Assista atentamente ao vídeo abaixo e observe como fica claramente explicado que o tempo não é o que as vezes temos a impressão que seja.

    Não perca a continuação deste artigo onde falaremos mais a respeito de Jeová Deus e da Hierarquia Celestial, seus Serafins, Querubins e os anjos.

    Adoradores de Jeová cantando juntos!

    ===================================================================

    Jeová O todo Poderoso e a Hierarquia Celestial PARTE II

    Visões do invisível mundo espiritual

    Nas curvas do espaço-tempo

    Espaço-tempo _ Wikipédia, a enciclopédia livre.

    Por que Deus permite o sofrimento?

     

     
    • luiz 22:53 em 24 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Olá Queruvin

      Boa noite

      Entendo que pode existir um tempo supra espiritual na esfera da Eternidade acima da criação e até mesmo do céu espiritual pois tempo é uma sequência de eventos e Deus não é estático mas imutável logo há atividade em Deus na Eternidade e então há uma sequência de eventos supra espirituais nEle então Deus é atemporal em relação ao tempo material da criação e ao tempo espiritual que é o tempo do Céu onde está o trono de Deus. O tempo supra espiritual seria uma supra sequência de eventos em Deus não seria uma criação dEle pois já estaria na eternidade fazendo portanto parte dEle pois se há movimento nEle há sequência de eventos como existem pensamentos dEle.

      Um abraço

      Luiz

      Curtir

    • Tedyleo 1:00 em 25 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Ola Amei as informações sobre nosso maravilhoso Deus Jeová. Chega dar um friozinho na barriga só de pensar e meditar nesse Deus Maravilhoso e Santo em grau absoluto!
      Sabe algo incrível que acho sobre Jeová? É que não podemos saber o seu tamanho embora ele seja uma pessoa, ou seja, tenha um corpo espiritual. Por exemplo: um átomo e as partículas que formam o átomo é tão imensurávelmente pequeno que não conseguimos se quer imaginar. Não existe nenhuma máquina humana capaz de manipular um átomo como bem entender assim como acontece com uma célula, mas para Jeová esse átomo e partículas podem ser manuseadas e modificadas da mesma forma e tamanho que podemos mudar e mecher em uma casa. Por outro lado temos um universo que de tão imenso e vasto se torna impossível conseguirmos pensar no tamanho e se quer fazer um arranhão em tudo o que existe, mas mais uma vez, Jeova Deus põe esse universo nas próprias mãos e não tem peso algum! Em outras palavras, é como se Jeová fosso tão pequeno que pudesse montar um átomo e tão imenso que todo o universo cabe em suas mãos. É evidente que tudo isso ele faz com seu Espírito Santo, a força mais poderosa do universo.
      Sobre o tempo, vale a pena lembrar que ao contrário do que muitos pensam sobre Deus SEMPRE saber tudo o que vai acontecer daki a tempos infinitos (dando a entender um destino já escrito e inalterável). Jeová Deus embora tendo este poder pode ESCOLHER o que ele quer saber! Isso demonstra controle absoluto de seu poder, ao contrário seria se ele INEVITÁVELMENTE não pudesse controlar isso, seria como se ele estivesse constantemente sobre uma televisão e não pudesse nem mudar de canal e nem escolher desliga-la.

      Um forte abraço a todos!
      TEDYLEO

      Curtir

    • Alcides Filho 18:08 em 25 set 2016 Link Permanente | Resposta

      DEUS POR criar o tempo espaço ele tem um corpo espiritual?

      Curtir

    • Wander 22:26 em 25 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Olá Queruvim!
      Talvez você se interesse em postar essa notícia:

      http://www.portaldecamaqua.com.br/2016/09/rs-paciente-testemunha-de-jeova-sera.html?m=1

      Abraço fraterno.

      Curtir

    • Antonio Lima 14:14 em 26 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Muito bom! Tb leio muito sobre, Fisica etc… e vejo a maravilhas das obras de JEOVÁ

      Curtir

    • Jones Kecio 15:19 em 26 set 2016 Link Permanente | Resposta

      ESTE É O ASSUNTO QUE MAIS AMO:A SOBERANIA DE JEOVÁ.OBRIGADO.

      Curtir

    • Alcides Filho 19:17 em 26 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Deus não possui corpo, pois corpo implica em limitações e composição. Nenhum corpo existe sem composição, por exemplo: Os anjos existem, mas para existirem eles receberam um corpo espiritual no qual existem e são animados. Em Deus a essência e a existência não são coisas excludentes, mas é o próprio Deus, já nos anjos, a essência existe antes que a existência lhes fosse dada..Ademais, todo corpo ocupa espaço, e no espaço transcorre o tempo, logo se Deus fosse corpo, estaria preso no tempo e no espaço eternamente, mas o espaço-tempo tiveram um inicio, do contrário não teria havido um princípio, pois na eternidade não tem princípio.

      Curtir

      • Queruvim 0:28 em 27 set 2016 Link Permanente | Resposta

        Isso não se harmoniza com a Bíblia que diz que ele tem “um lugar estabelecido de morada”, está “sentado no trono” e que “assim como há corpo físico, há também espiritual”. Fala-se de Deus vir “montado nas asas de um querubim”, “as orlas de suas vestes enchiam o templo”,(não Ele mas suas orlas) entre outras passagens. Ou seja, é biblicamente evidente que Jeová Deus tem sim um corpo.

        Curtir

    • luiz 15:34 em 27 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Olá Alcides

      Boa tarde

      Se Deus na Eternidade pré-criação e no Santo Céu não pode ter um corpo então Deus seria limitado visto que Ele seria totalmente incapaz de gerar uma manifestação ou aparição e uma forma então o fato de Deus na Eternidade pré-criação e até mesmo no Santo Céu ser só espirito sem forma não indica que por causa disso Ele seja ilimitado assim como Ele em uma forma transcedental espiritual em um corpo não implica necessariamente que Ele seja limitado visto que são manifestações dEle estabelecidas por Ele nEle mesmo Ele pode pelo Poder DEle e assim sendo Ele assume uma forma sem mudar a sua essência pois Deus é Espirito mas isso não significa necessariamente que Deus não pode ter forma seja na Eternidade ou seja no Céu, aliás a Bíblia diz que no Céu tem um trono. Não se esqueça que o espaço-tempo material da criação é uma coisa e veja no Céu Espiritual tem espaço e tempo espirituais diferentes do espaço-tempo do Cosmos e na Eternidade tem o supra espaço e o supra tempo em Deus pois são manifestações dEle nEle, i. e. na Eternidade além do Santo Céu, Deus existe também e o Espaço é o Supra Espaço em que Ele existe e se manifesta e o tempo é o supra tempo pois a Eternidade não é estática mas há ação e atividade de Deus logo tem uma sequência de eventos espirituais logo tem tempo que é o supra tempo e a Eternidade não sendo estática tamém não é o Nada absoluto sem atividade e sem existência absoluta pois Deus existe na mesma , e se Deus existe na Eternidade logo Ele está Vivo nela com estruturas estabelecidas. Então um corpo não limita Deus muito pelo contrário só faz mostrar o poder dEle de supremo controle sobre as Suas manifestações.

      Um abraço

      Luiz

      Curtir

    • Adriano 21:37 em 27 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Excelente matéria.

      Curtir

    • Adriano 21:39 em 27 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Top

      Curtir

    • Gabi A. 9:35 em 28 set 2016 Link Permanente | Resposta

    • NOÉ 13:06 em 28 set 2016 Link Permanente | Resposta

      PRONTO. COMPARTILHADO NO FACE.

      Curtir

    • Josué Oliveira 10:13 em 29 set 2016 Link Permanente | Resposta

      Realmente esse assunto é Divino no verdadeiro sentido da palavra.Parabéns estou impressionado com tanta sabedoria estou aprendendo muito aqui nesse Site. 🤔😉👏😂👍

      Curtir

    • silvio sloba 17:09 em 5 out 2016 Link Permanente | Resposta

      O que me alegra saber é que: no caso adão e eva, ainda que Jeová tenha tido algum pressentimento sobre o mal que se avizinhava, ele preferiu esperar o desfecho, sem interferêcias agulma.

      Curtir

    • Almir Ferreira 9:22 em 9 out 2016 Link Permanente | Resposta

      Amei!

      Curtir

    • Rafael \o/ 16:13 em 25 out 2016 Link Permanente | Resposta

      “Chega dar um friozinho na barriga só de pensar e meditar nesse Deus Maravilhoso e Santo em grau absoluto!” – concordo em número, gênero e grau!!

      Wooooow! Que grandiosidade! Que absoluto!! Hoje eu tive uma visão de Jeová Deus como não tinha tido até então. Caramba, chega dar uma leve “tontura” mesmo tentar imaginar suas palavras, Queruvim! rsrs

      Aliás, conseguiu a edição da imagem? A imagem no artigo é a editada já?

      Curtir

    • KL 22:14 em 26 out 2016 Link Permanente | Resposta

      Não seria irrazoabilidade da nossa parte entender que Anjos não foram participantes do processo de criação e apenas observadores do que acontecia ? Pois se Jesus era o “Mestre de obras “quem foram os trabalhadores ?Se ele era apenas o” trabalhador perito” isso quer dizer que só ele e mais ninguém “fez” ou executou o projeto de Jeová?

      Curtir

    • OSVALDO 0:15 em 31 out 2016 Link Permanente | Resposta

      Paz, Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de YHWH, que faz todas as coisas. Eclesiastes 11:5…………………………………………………………………………………………………………( SALMOS 148;5 E O NOSSO CRIADOR O PAI ETERNO)…….Louvem o nome do YHWH, pois mandou, e logo foram criados. Salmos 148:5…………………………………………………………………………………………………….( COLOSSENSES 1;16 E O MESSIAS O FILHO DO ETERNO).Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. TUDO foi CRIADO POR ELE E PARA ELE. Colossenses 1:16………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..ESTUDE AS ESCRITURAS SAGRADAS E ENTENDA, POIS AS VEZES FALA DO PAI E AS VEZES DO FILHO……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….FIQUE NA PAZ.

      Curtir

      • Queruvim 12:06 em 31 out 2016 Link Permanente | Resposta

        Oswaldo, tanto Colossenses 1:16 quanto João 1:3 na Bíblia almeida foram vertidos de modo errado pelos tradutores ao traduzirem a preposição grega diá. O que muda o entendimento.

        Será que a frase “todas as coisas foram feitas por ele” carrega a intenção do autor inspirado? Observe a forma como verteu a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas:

        “Todas as coisas vieram à existência por intermédio dele, e à parte dele nem mesmo uma só coisa veio à existência”. João 1:3 πάντα δι’ αὐτοῦ ἐγένετο,

        Observe e estude isso aqui.

        Curtir

    • fcarmo.com.br 4:00 em 24 jan 2017 Link Permanente | Resposta

      Uma das informações mais surpreendente da Bíblia entre muitos, que eu acho é está ” Cada casa é construída por alguém mas quem construiu todas as coisas foi Deus” Por exemplo um cidadão planeja construir uma casa, mas antes de tudo o Criador construiu esse cidadão. Isso é fundamental e ponto final..

      Curtir

  • Queruvim 21:25 em 8 Oct 2014 Link Permanente | Resposta  

    “Debate”: TESTEMUNHAS DE JEOVÁ versus BATISTAS 

    Este vídeo apresenta uma conversa respeitosa entre Testemunhas de Jeová e Batistas, que terminou de forma pacífica. Os argumentos e contra-argumentos apresentados de ambos os lados ajudam os sinceros a ver de que lado está a verdade.

     
    • Queruvim 22:22 em 8 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Ouve um erro básico quando os batistas disseram que o espírito santo é majoritariamente referido empregando-se um artigo definido. Eles citaram os demais textos que não se referem ao “espírito santo”, mas sim ao uso da palavra “espírito” (grego:pneuma) com referência a outros seres ou ainda ao uso deste substantivo sem ser com referência a Deus.

      O Estudo Perspicaz falando sobre o “espírito” diz:

      ” Mas, ao contrário, em grande número de casos, a expressão “espírito santo” aparece no grego original sem o artigo, indicando assim ausência de personalidade. — Veja At 6:3, 5; 7:55; 8:15, 17, 19; 9:17; 11:24; 13:9, 52; 19:2; Ro 9:1; 14:17; 15:13, 16, 19; 1Co 12:3; He 2:4; 6:4; 2Pe 1:21; Ju 20, Int e outras traduções interlineares”

      Não há NADA, ABSOLUTAMENTE NADA DE ERRADO NESTA DECLARAÇÃO!

      “O defensor da personalidade do espírito santo neste debate afirmou de modo desastrado e sem verificação correta:

      “verificando eu encontrei 73 vezes no original [pneuma] com o artigo `o ( ou HO)”

      Não é isso que constatamos ao verificar o texto grego com nossos próprios olhos!AQUI De fato o artigo neutro é usado de forma majoritária e não um artigo definido, em textos que se referem ao espírito santo.

      A afirmação destes batistas é totalmente enganosa! E o pior é provida com a aparência de suposto “conhecimento dos idiomas originais”. Fizeram um apanhado referindo-se a textos que sequer se referem EXCLUSIVAMENTE ao “espírito santo” mas ao uso da palavra “espírito” usado de modo genérico.São tão desinformados do assunto, que um deles pergunta a seu amigo:

      “Qual é o artigo mesmo?????”

      🙂 🙂 🙂

      E para piorar, o defensor trinitário contradiz um dos mais respeitados eruditos evangélicos de sua própria igreja!

      Daniel Wallace mostra que eles estão errados e estão deturpando a pneumatologia a partir de argumentos fracos.Ele mesmo diz:

      “Não há nenhum texto no N.T que claramente ou até provavelmente afirme a personalidade do espírito santo através da rota da gramática grega. A base desta doutrina deve estar em outros fundamentos.” Logo em seguida após declarar este fato, Daniel Wallace diz segundo sua opinião que não acredita que o espírito santo seja algo. Muito embora os fatos por ele apresentados demonstrem a seguinte conclusão:

      “Em suma, tenho procurado demonstrar neste jornal que falta a base gramatical para a personalidade do espírito santo no N.T, contudo esta é frequentemente, senão normalmente, a primeira linha de defesa de muitos escritores Evangelicos…”

      “Mas se a gramática não pode ser usada para apoiar a personalidade do espírito santo, talvez precisamos reavaliar o resto de nossa base para tal compromisso teológico.Não estou negando a doutrina da trindade, claro, mas estou argumentando que precisamos basear nossas crenças num fundamento mais sólido.”

      Ele afirma:

      “Defesas evangélicas para várias doutrinas são, ocasionalmente pobremente fundamentadas. As vezes afirmamos que certas coisas sejam verdade só porque desejamos que estas sejam verdade, sem fazermos o trabalho exaustivo necessário para apoiar nossas conclusões.”

      FONTE DESTA CITAÇÃO DE DANIEL WALLACE> ******

      Curtir

      • Saga 14:56 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Queruvim, em minha ignorância questiono sobre a diferença entre artigo neutro e artigo definido. Pode dar exemplos?

        Pois em inglês ou em português ambos ficam como “o” ou “the” na tradução, certo?

        Curtido por 1 pessoa

        • Queruvim 21:42 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Sabemos que substantivos neutros não estão associados quer ao gênero masculino ou feminino. Isto é um fato. Mas não parece que o uso do artigo em grego apresenta a mesma tendência.

          Substantivos Masculinos incluem seres masculinos, mas não estão restrito a eles.
          Exemplos: ἀνήρ (anḗr, “homem”), πατήρ (patḗr, “pai”), πούς (poús, “pé, perna”)
          Substantivos Femininos incluem seres femininos, mas não estão restrito a eles.
          Exemplos: γυνή (gunḗ, “mulher”), ὕλη (húlē, “madeira/pau/madeiro”), ἐνέργεια (enérgeia, “trabalho, atividade”)
          Substantivos neutros não estão associados quer com seres masculinos ou femininos.
          Exemplos: πνεῦμα (pneûma, “ar, fôlego, espírito”), δάκρυον (dákruon, “lágrima”)

          Tal fato tem ofuscado uma realidade interessante na pesquisa de alguns que estudam os idiomas originais. A palavra “espírito” é neutra, de forma que uma frase grega com um substantivo neutro é conjugada empregando-se o artigo neutro e pronomes neutros! Em contraste com o substantivo masculino THEÓS, aplicado a Jeová Deus e conjugado juntamente com pronomes masculinos (Ele, dele). O mesmo ocorre com a palavra “filho” um substantivo grego masculino seguido de uma conjugação pronominal masculina. Seria muito estranho se não fossem assim descritos, visto que tanto Jeová, o THEÓS como seu “filho” são pessoas reais e seres vivos no domínio celestial. Em harmonia com isso a versão revisada da NAB de 1991 passou a empregar “it” em inglês em João 14:17 ao invés de “Ele” com referência ao “espírito santo” de Deus. Um pronome concorda com seu antecedente em GÊNERO e número. Sendo assim, traduzir “Ele’, ‘Ela’, etc … para o masculino e feminino do pronome grego da terceira pessoa estão corretas somente quando os antecedentes denotam pessoas. Em outros casos, os pronomes serão neutros em idiomas como por exemplo o Inglês, mesmo quando eles são masculinos ou femininos no texto grego. Portanto, visto que se deve empregar pronomes pessoais relacionados, quando o idioma o permite, isto implica em uma alta probabilidade gramatical de que PNEUMA não seja uma “pessoa”. Que eu me lembro há apenas exceções onde se emprega pronomes neutros com relação criancinhas ou bebês ou com referência a animais, mesmo assim não se pode dizer que PAIDION (criança) está no mesmo status e madureza de uma pessoa no pleno sentido da palavra. O que jamais se diria da suposta “pessoa” do “Espírito Santo”.

          O Artigo masculino em grego Coine ocorre de forma majoritária nos textos bíblicos aplicados a seres masculinos e em descrições de indivíduos. Tal fato gramatical favorece a conclusão teológica defendida pelas Testemunhas de Jeová ao passo que vai de contra mão com a afirmação dos trinitários de que “O Espírito Santo” é alguém.

          Se observarmos com atenção a forma como o artigo neutro em grego (usado com referência ao PNEUMA HAGIOS ou espírito santo) é empregado nas Escrituras em suas 1714 ocorrências, ficará mais do que evidente que este não é alguém mas ALGO.

          τὸ βάπτισμα Mateus 3:7 “o batismo” é alguém ou algo?
          τὸ ὄνομα Mateus 1:21 ” o nome” é alguém ou algo?
          τὸ ἔνδυμα Mateus 3:4 “a vestimenta” é alguém ou algo?
          τὸ πτύον Mateus 3:12 “a pá de joeirar” é alguém ou algo?
          τὸ δὲ ἄχυρον 3:12 “a palha” é alguém ou algo?
          τὸ πνεῦμα Mateus 3:16 “o espírito” é alguém ou algo?
          τὸ πτερύγιον Mateus 4:5 “o parapeito” é alguém ou algo?
          τὸ πλοῖον Mateus 4:22 “o barco” é alguém ou algo?
          τὸ εὐαγγέλιον Mateus 4:23 “o evangelho” é alguém ou algo?
          τὸ ὄρος Mateus 5:1 “a montanha” é alguém ou algo?
          τὸ στόμα Mateus 5:2 “a boca” é alguém ou algo?
          τὸ ἅλας Mateus 5:13 ” o sal” é alguém ou algo?
          τὸ φῶς Mateus 5:14 ” a luz” é alguém ou algo?
          τὸ δῶρόν Mateus 5:23 ” a oferta” é alguém ou algo?
          τὸ θυσιαστήριον 5:23 “o altar” é alguém ou algo?
          τὸ ἐπιθυμῆσαι 5:28 “a paixão” é alguém ou algo?
          τὸ σῶμά 5:29 “o corpo” é alguém ou algo?
          τὸ ἱμάτιον 5:40 ” a roupa interior” é alguém ou algo?
          τὸ θέλημά 6:10 ” a vontade” é alguém ou algo?
          τὸ πρόσωπόν 6:17 “a face” é alguém ou algo?
          τὸ σκότος 6:23 ” a escuridão” é alguém ou algo?

          Sim, o espírito santo não é alguém, mas a irresistível e poderosa força ativa proveniente de Jeová Deus, o Ser Supremo.

          Curtir

        • Queruvim 1:54 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Respondendo sua pergunta de modo objetivo…Em Grego Antigo todos os substantivos, incluindo os substantivos próprios, são classificados segundo o gênero gramatical, como masculino, feminino ou neutro e apresentam formas em 5 casos morfológicos distintos, (nominativo, genitivo, dativo,acusativo e vocativo). O artigo definido concorda com o substantivo associado em número, gênero e caso. Como pode ver na imagem abaixo, temos em grego bíblico o artigo masculino, feminino e neutro. Na Bíblia sempre concordam com o substantivo e pronomes, de forma que PNEUMA é apresentado como sendo algo e não alguém. Não só observamos uma conclusão de que gramaticalmente o espírito de Deus ou PNEUMA é algo, como também JAMAIS encontramos sugestão gramatical alguma de que PNEUMA seja alguém. Entendemos que a gramática grega do Novo Testamento não é fator determinante ou absoluto para que se caracterize o gênero dos substantivos em alguns casos. Todavia, a proposição mais razoável aponta para a impessoalidade de PNEUMA.

          VEJA ESTA IMAGEM

          Curtir

      • Saga 20:58 em 14 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Eu acho que não foi assim. Embora eles usem exemplos de textos que não tem nada a ver, a conta dele envolvendo 73 e 21 deve ser restrita ao termo “espírito santo”, digo isso porque a pesquisa em cima da ACF traz 93 ocorrências de “Espírito Santo”. e teu site acima traz 160 ocorrências de πνεῦμα, sendo que ali indica ocorrências de outras palavras associadas: πνεύμασι, πνεύμασιν, πνεύματα, πνεύματι, πνευμάτων e πνεύματος.

        Resultando em:
        Strong’s Greek 4151
        (383 Occurrences)
        πνεῦμα — 160
        πνεύμασι — 2 .
        πνεύμασιν — 3.
        πνεύματα — 18.
        πνεύματι — 92 .
        πνευμάτων — 11.
        πνεύματος — 97

        Então no caso desta conta seriam 73 ocorrências usando um artigo e 20 ocorrências sem, resultando em 93 ocorrências no Novo Testamento de “Espírito Santo”.

        Espírito de Deus – 11 versículos
        Espírito do Senhor – 5 versículos

        Encontramos 5 versículos com a(s) palavra(s): “espírito do senhor”
        Versão: Português: João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel
        1- Lucas 4:18 “O espírito do senhor é sobre mim”
        2- Atos 5:9 “vos concertastes para tentar o espírito do senhor?”
        3- Atos 8:39 “o espírito do senhor arrebatou a Filipe”
        4- 2 Cor 3:17 “onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade”
        5- 2 Cor 3:18 “em glória na mesma imagem, como pelo espírito do Senhor”

        Encontramos 11 versículos com a(s) palavra(s): “espírito de deus”
        1- Mateus 3:16 “viu o espírito de deus descendo como pomba”
        2- Mateus 12:28 “se eu expulso os demónios pelo espírito de deus”
        3- Rom 8:9 “não estais na carne, mas no espírito, se é que o Espírito de deus habita em vós”
        4- Rom 8:14 “guiados pelo espírito de deus, esses são filhos de Deus”
        5- Rom 15:19 “Pelo poder dos sinais e prodígios, na virtude do espírito de deus”
        6- 1 Cor 2:11 “Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de deus, senão o Espírito de Deus”
        7- 1 Cor 2:14 “não compreende as coisas do espírito de deus”
        8- 1 Cor 3:16 “templo de deus e que o espírito de Deus habita em vós”
        9- 1 Cor 7:40 “também eu cuido que tenho o espírito de deus”
        10- 1 Cor 12:3 “ninguém que fala pelo espírito de deus diz: Jesus é anátema”
        11- 1 João 4:2 “Nisto conhecereis o espírito de deus”

        Encontramos 93 versículos com a(s) palavra(s): “espírito santo”
        -Mateus 1:18, Mateus 1:20, Mateus 3:11, Mateus 12:32 e Mateus 28:19
        -Marcos 1:8, Marcos 3:29. Marcos 12:36 e Marcos 13:11
        -Lucas 1:15, Lucas 1:35, Lucas 1:41, Lucas 1:67, Lucas 2:25, Lucas 2:26,Lucas 3:16, Lucas 3:22, Lucas 4:1, Lucas 10:21, Lucas 11:13, Lucas 12:10 e 2:12
        -João 1:33, João 7:39. João 14:26 e João 20:22
        -Atos 1:2. Atos 1:5. Atos 1:8. Atos 1:16, Atos 2:4, Atos 2:33, Atos 2:38, Atos 4:8, Atos 4:31, Atos 5:3, Atos 5:32, Atos 6:3, Atos 6:5, Atos 7:51, Atos 7:55, Atos 8:15, Atos 8:17, Atos 8:18, Atos 8:19, Atos 9:17, Atos 9:31. Atos 10:38. Atos 10:44, Atos 10:45. Atos 16:6. Atos 19:2. Atos 19:6. Atos 20:23. Atos 20:28, Atos 21:11 e Atos 28:25
        -Romanos 5:5. Romanos 9:1. Romanos 14:17. Romanos 15:13 e Romanos 15:16
        -1 Coríntios 2:13, 1 Coríntios 6:19, 1 Coríntios 12:3, 2 Coríntios 6:6 e 2 Coríntios 13:14
        -Efésios 1:13 e Efésios 4:30
        -1 Tessalonicenses 1:5. 1 Tessalonicenses 1:6 e 1 Tessalonicenses 4:8,
        -2 Timóteo 1:14 e Tito 3:5
        -Hebreus 2:4, Hebreus 3:7, Hebreus 6:4, Hebreus 9:8 e Hebreus 10:15
        -1 Pedro 1:12 e 2 Pedro 1:21
        -1 João 5:7 e Judas 1:20

        Alguns desses textos usam artigo PESSOAL?

        Curtir

        • Queruvim 1:58 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Mateus 1:18 ἐκ πνεύματος ἁγίου “de espírito santo”
          Mateus 1:20 ἐκ Πνεύματός ἐστιν Ἁγίου “de espírito santo é”
          Mateus 3:11 βαπτίσει ἐν Πνεύματι Ἁγίῳ,”Batizará em espírito santo”
          Mateus 12:32 κατὰ τοῦ Πνεύματος τοῦ Ἁγίου, “contra o espírito santo” (tou é um artigo neutro)
          Mateus 28:19 καὶ τοῦ Ἁγίου Πνεύματος “e do espírito santo” (artigo neutro: tõu)
          -Marcos 1:8, CONTINUAREI DEPOIS esta tradução palavra por palavra NAS PRÓXIMAS HORAS…

          Marcos 3:29. Marcos 12:36 e Marcos 13:11
          -Lucas 1:15, Lucas 1:35, Lucas 1:41, Lucas 1:67, Lucas 2:25, Lucas 2:26,Lucas 3:16, Lucas 3:22, Lucas 4:1, Lucas 10:21, Lucas 11:13, Lucas 12:10 e 2:12
          -João 1:33, João 7:39. João 14:26 e João 20:22
          -Atos 1:2. Atos 1:5. Atos 1:8. Atos 1:16, Atos 2:4, Atos 2:33, Atos 2:38, Atos 4:8, Atos 4:31, Atos 5:3, Atos 5:32, Atos 6:3, Atos 6:5, Atos 7:51, Atos 7:55, Atos 8:15, Atos 8:17, Atos 8:18, Atos 8:19, Atos 9:17, Atos 9:31. Atos 10:38. Atos 10:44, Atos 10:45. Atos 16:6. Atos 19:2. Atos 19:6. Atos 20:23. Atos 20:28, Atos 21:11 e Atos 28:25
          -Romanos 5:5. Romanos 9:1. Romanos 14:17. Romanos 15:13 e Romanos 15:16
          -1 Coríntios 2:13, 1 Coríntios 6:19, 1 Coríntios 12:3, 2 Coríntios 6:6 e 2 Coríntios 13:14
          -Efésios 1:13 e Efésios 4:30
          -1 Tessalonicenses 1:5. 1 Tessalonicenses 1:6 e 1 Tessalonicenses 4:8,
          -2 Timóteo 1:14 e Tito 3:5
          -Hebreus 2:4, Hebreus 3:7, Hebreus 6:4, Hebreus 9:8 e Hebreus 10:15
          -1 Pedro 1:12 e 2 Pedro 1:21
          -1 João 5:7 e Judas 1:20

          Curtir

    • Queruvim 22:51 em 8 out 2014 Link Permanente | Resposta

      “Nós estamos em ainda 6 minutos…eu achei que ia durar mais!” Apologista TJ (30 min)
      🙂 🙂 🙂 🙂 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Curtir

    • Queruvim 23:10 em 8 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Sobre a afirmação que pneuma “aparece sempre com letras minúsculas”, entendo o que o irmão Calvache quis dizer.Claro que no grego não existia essa diferenciação, o texto era UNCIAL. Mas se ele se refere a TNM ou ainda textos padrões, como o texto receptus ou WH, sim! Isto se dá visto que no grego “não existe base gramatical para personificar o espírito” (Dan Wallace). De forma que gramaticalmente deve ser usada a frase “espírito santo” com letras minúsculas (como faz a TNM) devido a forma em que “pneuma” foi articulada de modo neutro ou ainda empregada em diversas passagens de forma anartra.

      Curtir

    • Publicador do Reino 23:11 em 8 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Irmãos, e fiquem na expectativa que de onde veio esse, temos vários vídeos variados da mesma qualidade teocrática!

      Curtir

      • GIBE TJ 16:50 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

        E quando teremos acesso a eles, Publicador do Reino? Estou ansioso para vê-los !!!!

        Curtir

      • Apolo 2:23 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

        É bom saber que novos vídeos virão. De fato, o alcance que tais vídeos podem atingir – sejam de debates, palestras ou de discursos bem proferidos – é praticamente incalculável! Precisamos unidamente promover tais vídeos, para que a verdade brilhe cada vez mais, e muitos mais conheçam o Soberano Senhor Jeová, bem como a Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo, como a Bíblia os apresenta!

        Curtir

        • Queruvim 20:03 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Apolo, eu não estou tão certo da reação de muitos ao artigo de A W de 1971. Entendo que muitos não irão apoiar tal vídeo. Minha posição é que este tipo de debate deve ser evitado, mas CASO ACONTEÇA e DE FATO ACONTECEU COM CRISTO MUITAS VEZES, não percamos a oportunidade para defender a verdade. Se houver ouvidos e respeito para isso sem tumultos ou confusão.

          Curtir

    • Thales 10:45 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Só não enxerga que não quer, a diferença de conhecimento é grande demais.

      Curtir

      • Apolo 0:30 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

        De fato, alguns têm um conceito errado sobre debate, conceito esse que não é ensinado pela organização de Jeová. O próprio Presidente da Sociedade Torre de Vigia certa vez propôs um debate com autoridades de Cingapura para esclarecer possíveis dúvidas sobre as Testemunhas de Jeová, conforme mostrei em meu artigo sob o link http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2014/10/debate-testemunhas-de-jeova-versus.html
        O que caracteriza a aprovação ou desaprovação de um debate, a meu ver, é o objetivo dele: apenas discutir, ou esclarecer assuntos importantes para pessoas interessadas? Pelo que fiquei sabendo, esse debate filmado entre TJs e batistas ajudou pessoas a aprender a verdade.

        Curtir

        • Thales 19:06 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Eu agrado demais de debates respeitosos como esse, bem como entrevistas(como foi com Vijay de Barros em Cabo Verde). Isso da a possibilidade das Testemunhas de Jeová falarem por si mesmas. Corriqueiramente, escutamos que nós não acreditamos em Jesus, que nossas Bíblias são alteradas, que nossa crença depende da TNM e assim por diante.
          Debates assim, é uma boa oportunidade para estudantes ouvirem o outro lado da história. Evidente que em um debate, ambas as partes devem concordar com 1 Pedro 3:15.

          Curtir

    • Nick 12:23 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      muito bom! louvai a Já! que a verdade sempre prevaleça! há muito tempo queria ver esse tipo de debate agora não tenho dúvida que esse é o povo de Jeová será uma honra servir a Deus com vocês meus amigos TJS! יהוה שבחים

      SERÁ QUE FIZERAM MAIS VIDEOS? APRECIARIA MUITO PODER ASSISTIR MAIS.

      Curtir

    • Paulo 13:18 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      O cara vão em 04 e dizem que não queriam um debate?????????????há faça-me o favor, vai arrumar outra desculpa na igreja católica!

      Curtir

    • DREJAH 13:55 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      A impressão que este ‘batista’ me passou é que ele gostava de conversar com criancinhas, pois quando ele pegou uma pessoa experiente e viu que a situação ficou complicada pro lado dele, ele logo arrumou desculpas querendo ir embora o mais rápido possível. Ele não via a hora de sair daquela situação que, acima de tudo, estava sendo gravada e iria expô-lo ainda mais como alguém que não sabe manejar CORRETAMENTE a Palavra de Deus. 

      Curtir

    • Apolo 14:38 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Acredito que o irmão Calvache, ao mencionar que pneuma “aparece sempre com letras minúsculas”, estava tendo em vista os textos já compilados pelos eruditos, que, com exceção de nomes próprios, de início de frases e de alguns termos, invariavelmente colocam as palavras com iniciais minúsculas, inclusive o espírito santo. Pois esse era o contexto do momento do debate – a menção de textos já compilados pelos eruditos (como o posteriormente citado texto de Westcott e Hort).

      Curtir

    • Sonnyz 18:40 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Você conhece a palavra pneuma? Não? Pois graças a esse ‘irmão’ batista, vocês jamais vão esquecer essa palavra. Eu lhe garanto. kkkkkkkk

      Curtir

    • Sonnyz 19:05 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Embora não tenha muito a ver com o assunto, achei interessante avisar:
      O aplicativo JW Language é um excelente aplicativo para nos ajudar a pregar em outro idioma. Ele é incrível.

      http://www.jw.org/en/online-help/jw-language/

      http://www.jw.org/en/online-help/jw-language/app-video/

      https://play.google.com/store/apps/details?id=org.jw.jwlanguage

      Curtir

    • burt walker 19:24 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Calvache: Prazer em poder expressar o comentário feito na palestra acima, realmente o meu comentário a respeito da palavra espirito santo em grego aparecer com letras minusculas tinha a ver com contexto do momento, eu não quis dizer concernente aos manuscritos originais , pois como já citado todas as palavras são maiúsculas ,as traduções atuais inclusive as da cristandade, mesmo as trinitaristas colocam os nomes propios em letras maiúsculas, mas a palavra espirito santo em letras minusculas Um grande abraço à todos.

      Curtir

      • Jeosadá 23:43 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Olá galera, to dando uma passadinha aqui pra agradecer por esse video que me recomendaram.

        Caramba!
        Burt Walker, vc é o Calvache!
        Por isso que vc sabia tanto sobre os Tratamentos Alternativos e a (arcaica) Hemoterapia.
        Prazer em lhe conhecer!

        Eu recebi de um amigo da Colih a mais nova pasta Estratégias Clinicas Para Evitar Transfusões de Sangue (csa-E). Ficou bem moderna,o DVD agora vai junto… Mais de 2084 referências médicas…
        PERFEITO!
        E com a nova tecnologia de micro coletagem para hemogramas, nos beneficiaremos ainda mais!
        http://exame2.com.br/mobile/tecnologia/noticias/companhia-revoluciona-testes-sanguineos-com-nova-tecnologia

        Abraços!

        Curtir

    • Queruvim 19:27 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Por que os pneumas (anjos do diabo) ouvem escutam ??…” pergunta o trinitário. Simples… o PNEUMA que não faz nada disso e a que se refere o livro A VERDADE QUE CONDUZ A VIDA ETERNA não é a este tipo de pneuma. Não está falando de anjos. Mas refere-se a pneuma usado tanto com referência ao pneuma dos mortos, quanto ao pneuma de Deus.

      ATOS 1:8 O ARTIGO ?????? Sim, mas um artigo NEUTRO e não DEFINIDO. Gafe trinitária. Tentar recorrer ao grego para “provar” a personalidade do espírito santo.

      Curtir

      • Saga 1:45 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Como de praxe ,o que se nota como costume dos críticos das JW, como também dos apostatas é de distorcer e de tirar do contexto as palavras de nossas publicações, sim, isso revela uma grande desonestidade ou então uma incrível incapacidade de compreender o que está sendo dito no livrou, revista ou brochura citada.

        Logo de inicio se ve como O Estudo Perspicaz Das Escrituras e o A Verdade Que Conduz A Vida Eterna tiveram de ser descontextualizados/distorcidos em beneficio da montagem do falso argumento pretendido.

        O PERSPICAZ disse uma coisa, e a ele se tenta atribuir outra coisa.
        O VERDADE certamente estava falando sobre o espírito dos mortos…..

        Então houve uma mistureba entre espíritos diferentes, espírito humano, espírito demoníaco, espírito santo, etc etc, sendo que esses assuntos funcionam melhor quando analisados em separado, ponto a ponto, como o próprio Perspicaz fez, dentro da sessão “espírito” ele fez um separação por tópicos. Por que digo isso? Porque aí acontece distorção do que nossas publicações estão dizendo, um capitulo sobre vida após a morte aborda “espírito” de uma maneira, já se o tema for a Trindade, o espírito santo é abordado de outra maneira distinta.

        Sobre a mania de distorcer, exagerar e descontextualizar, por isso é sempre muito suspeito confiar nos quotes feitos pelos opositores e não ser que conheçamos a publicação e já tenhamos lido e analisado o capitulo em questão ou o assunto da matéria, se nós já conhecemos a matéria, a entendemos e assim estamos aptos a explica-la

        Curtir

    • Queruvim 20:24 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      A partir de 1:10 minutos de debate, os batistas pararam de falar sobre o tema “Espírito santo” ou ‘pneumatologia” e começaram a se queixar:

      1- Da “eloquência” do Apologista Testemunha de Jeová
      2- De supostas “ofensas” ou “ataques” que sequer foram contra eles mas aos ensinos deles.

      Este tipo de argumento de choro revela que não mais tinham argumentos para a primeira parte do debate.

      Quando perceberam que “deixar” as Testemunhas de Jeová falar durante 15 minutos seria suicídio teológico, optaram por renunciar o acordo inicial e começaram a “conversar” todos um ouvindo o outro. O que mostrou ser um deserviço, na minha opinião, que contribuiu somente para possível desordem, uma característica sempre presente em muitas igrejas em contraste com as orientações da palavra de Deus. (1 Cor 14:33,40)

      Curtir

      • GIBE TJ 21:33 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

        concordo plenamente, Queruvim. Acho que os irmãos não deveriam tê-los deixado fazer o téte a téte, pois ali dificultou o entendimento dos espectadores

        Curtir

        • Apolo 19:07 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Bem, Gibe TJ, se nos colocarmos por um instante naquele momento do debate no lugar daqueles irmãos, acho que podemos entender por que aceitaram a conversa direta sem marcação de tempo: se não aceitassem, os batistas e quem assistisse o vídeo poderiam ter achado que eles estavam com medo do confronto direto. Mas o ponto é que, mesmo no confronto direto, a atuação desses irmãos foi eficaz, e a derrota dos batistas ficou mais clara ainda!

          Curtir

      • Apolo 1:59 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Inclusive, o irmão Calvache trouxe à tona que o batista havia tirado o livro “A Verdade Que Conduz À Vida Eterna” do contexto, na definição que o livro fez de “espírito”, pois o assunto era o espírito do ser humano, e não o espírito santo.

        Curtir

      • i am jw 13:15 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Rapaz, os irmãos colocaram o pessoal no bolso! Fiquei até com pena sabiam?

        Curtir

        • Apolo 0:40 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Na verdade, os opositores, quando encontram irmãos com pouca experiência, não medem esforços para usar de distorções da Bíblia e das nossas publicações para tentar humilhá-los. Mas, os mesmos opositores, quando encontram irmãos experientes (como os desse debate), se fazem de “vítimas”. Mas não se enganem com eles. Eles têm por objetivo torcer as Escrituras!

          Curtir

    • Queruvim 20:45 em 9 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Um ponto a considerar também é a afirmação (1 hora e 34 min.) de que o texto básico usado para verter as Traduções[do N.T] da Cristandade. Foi afirmado que é o texto WH. Todavia, usa-se o RECEPTUS.

      Curtir

      • Apolo 2:18 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Bem, vejo a possibilidade de o irmão Valdir Camilo da Silva, ao falar sobre o texto de Westcott e Hort como o texto básico para as traduções, não tenha se expressado num sentido aplicativo – ou prágmático, isto é, de que esse texto tenha sido e esteja sendo usado extensivamente nesse sentido; mas sim tenha usado um sentido qualitativo, no sentido de que o texto de WH, por ser mais erudito, é, meritoriamente, o texto padrão para as traduções, embora isso não seja reconhecido pelas comissões de tradução da cristandade, o que resulta nas traduções pobres e falhas que eles usam.

        Curtir

      • kl 17:13 em 14 out 2014 Link Permanente | Resposta

        “Este texto(receptcus) é conhecido como Texto Tradicional, por ser o texto tradicionalmente aceito, e é também conhecido como o Texto Majoritário, por estar de acordo com mais de noventa e oito por cento (98%) de todos os manuscritos que existem!”
        Ai eu pergunto essa declaração da sociedade bíblica trinitariana do Brasil procede?
        O porque da sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil rejeita os textos de Wescott & Hort. e Nestlé-Aland, se deve ao fato de não favorecer suas doutrinas?!………È evidente que sim!

        Curtir

        • Saga 1:57 em 16 out 2014 Link Permanente | Resposta

          O texto é chamado de TRADICIONAL porque foi o texto usado como base das traduções tradicionais dos países protestantes por séculos, incluindo a nossa João Ferreira de Almeida. Por muito tempo não houve inovação neste respeito, as traduções protestantes se mantinham num fixismo quase que absoluto, com a Comma Joanina e a Perícope da Adúltera lá sendo universalmente aceita como palavra de Deus. Isso tudo de fato faz parte da chamada TRADIÇÃO eclesiástica, como faz parte da tradição das igrejas da Cristandade: o Natal, a Cruz, a crença no Inferno e a omissão ou ocultamento do nome de Jeová.

          Passou uma época que os textos da Bíblia em posse da Cristandade passaram a ser padronizados assim conforme foi passando o tempo eles eram cada vez mais uniformes por determinação das autoridades eclesiásticas. Bispos, papas e reis lançavam “bíblias oficiais”. Essa unidade maior na escrita das novas cópias se deve a maior controle sobre os textos, e eliminação dos discordantes.

          A Sociedade Trinitariana diz que esses textos existem em maior quantidade e são mais concordantes, óbvio, pois são mais tardios; (os manuscritos mais antigos existem em menor quantidade, muitas vezes são pequenos fragmentos, também estão meio danificados ou com partes ilegíveis, o tempo faz com eles se desgastem mais além de que a igreja não os preservou ou até mesmo tentou destrui-los….e…..se demonstram mais variações, é que existia menos controle estatal e eclesiástico sobre seus conteúdos visando uma padronização)

          A Sociedade Bíblica TRINITARIANA se preocupa muito com a Trindade, e não pode abrir mão da Comma Trinitária em 1 João 5:7, 8, assim como a leitura de várias outras leituras do Texto Receptus que consideram vantajosas a essa doutrina tradicional.

          Leituras de manuscritos, pergaminhos, rolos e códices bíblicos de antes dos Concílios que definiram os principais dogmas da Cristandade valem ouro, pois é o estudo deles que nos permite mapear onde interesses doutrinários influenciaram nos manuscritos mais recentes, da Vulgata Católica e do Receptus Protestante. O trabalho de Erasmo no Textus Receptus foi prejudicado pelo deficiência que existia na época dele na questão das datações e pelo acesso restrito a manuscritos, então ele usou o que tinha a mão, mesmo que o que tivesse a mão pecasse em antiguidade e variedade.

          Curtir

          • kl 17:44 em 16 out 2014 Link Permanente | Resposta

            Só para esclarecer a Comma Joanina que tu falas é a passagem de primeira carta de João 5:7,8?Certo?

            Curtir

    • Saga 0:45 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Arrumei fone, cabo e caixinhas de som, deixando mais possante meu áudio e agora dá pra ouvir.

      Curtir

      • Kl 22:18 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Meu Deus muito bom ……… espero que tenha o audio da melhor qualidade saga !!!!!

        Curtir

        • ces 9:34 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Alerta para vcs.: “Por exemplo, quem falar uma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado;+ mas quem falar contra o espírito santo,* não lhe será perdoado, não, nem neste sistema de coisas,* nem no que há de vir.+” TNM – Mateus 12.32. Para um bom entendedor uma palavra basta!

          Curtir

          • Queruvim 18:15 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

            Falar “contra o espírito santo” é rejeitar de modo teimoso e impenitente os conselhos e orientações providos por meio deste espírito. Te envio este texto inspirado pelo espírito:

            ““Até quando continuareis vós, inexperientes, a amar a falta de experiência, e [até quando] tendes de desejar vós, zombadores, a flagrante zombaria, e [até quando] continuareis vós, estúpidos, a odiar o conhecimento? 23 Retornai em vista da minha repreensão.+ Então vou fazer meu espírito borbulhar+ para vós; vou dar-vos a conhecer as minhas palavras”.

            Os estúpidos não verão o espírito borbulhar para eles. Para um mal entendedor e estúpido, mil palavras não bastam!É certo que não queremos estar entre estes, referidos de modo tão negativo no capítulo 1 de Provérbios.

            O estúpido reage da seguinte maneira… “Salomão deve ter errado neste texto ao dizer que o espírito santo borbulha”…”Salomão era um herege e Testemunha de Jeová”…”Ele cria que o espírito borbulha!”

            Curtir

          • Victor DB 19:25 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

            De fato, exatamente como disse o Gregorio Garcia no vídeo aos presentes. Mas, comparar o espirito santo a espiritos demoniacos para provar um “raciocínio” que exige verdadeiro escrutínio e honestidade intelectual é que acho grave. Lembra-se do que os farizeus disseram a Cristo? Eles diziam que Jesus ‘espulsa-va demônios por meio do governante dos demônios’, para provar aos presentes que Jesus não era o Messias enviado de Jeová. Pense nisso.

            Curtir

            • Saga 13:15 em 22 out 2014 Link Permanente | Resposta

              Victor tocou num ponto interessante, o contexto da passagem de Mateus 12:32 fala justamente de comparar o espírito de Deus com os espíritos impuros, e o que nossos crítico estão fazendo? Justamente comparando ambos para dizer que o espírito santo de Jeová é como os espíritos demoníacos.

              Curtir

              • Gledsondz7 22:41 em 26 out 2014 Link Permanente | Resposta

                Perfeito as explicações dos irmãos sobre o tema, a questão toda é que da pena no final das contas de ver quanta cegueiras ESPIRITUAL, claro que muitos colocam a própria venda nos olhos, porem sabemos que existem muitos sinceros dentro de Babilônia e é nestes que temos de focar. Que todos aqui me perdoem o que vou escrever agora, pois é minha primeira postagem aqui nesta página, mas acredito ser tão obvio estas verdades que até o CHAVES e o KIKO entenderiam e o DEBI E LOIDE PREGARIAM DO JEITO CERTO DEPOIS DAS EXPLICAÇÕES DESTES IRMÃOS DO VÍDEO! Tudo se resume na sinceridade de cada um, Jeová por fim conhece os seus e os atrai.

                Curtir

          • Saga 14:11 em 21 out 2014 Link Permanente | Resposta

            Mas pro mal entendedor não adianta dez miríades de palavras né. Tipo a aplicação que o Ces tentou fazer em seu alerta demonstra que ele não é um bom entendedor, ele queria fazer um uso pró-trindade para o texto.

            Curtir

    • Saga 3:29 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      *** it-2 p. 33 Espírito ***
      Não tem identificação como pessoa. Visto que o próprio Deus é Espírito e é santo, e visto que todos os seus fiéis filhos angélicos são espíritos e são santos, é evidente que, se o “espírito santo” fosse pessoa, as Escrituras deveriam razoavelmente fornecer alguns meios para diferenciar e identificar tal pessoa espiritual dentre todos esses outros ‘espíritos santos’. Seria de esperar que, pelo menos, se usasse o artigo definido para ele em todos os casos onde não é chamado de “espírito santo de Deus”, ou não é modificado por alguma expressão similar. Isto pelo menos o distinguiria como O Espírito Santo. Mas, ao contrário, em grande número de casos, a expressão “espírito santo” aparece no grego original sem o artigo, indicando assim ausência de personalidade. — Veja At 6:3, 5; 7:55; 8:15, 17, 19; 9:17; 11:24; 13:9, 52; 19:2; Ro 9:1; 14:17; 15:13, 16, 19; 1Co 12:3; He 2:4; 6:4; 2Pe 1:21; Ju 20, Int e outras traduções interlineares.

      Isso é o que diz o Ensino Perspicaz das Escrituras Volume 2 na página 33 sob a entrada “ESPÍRITO” num subtópico específico quanto ao espírito santo após falar de outros sentidos : Vento, Pessoas Espirituais, O Filho de Deus e Outras Criaturas Espirituais

      Na sequência o Perspicaz ainda completa falando de: Fôlego/Força de Vida, impelente inclinação mental e espírito de grupo

      (Ou seja, como que alguém ousa tentar depreciar o trabalho inigualável que o Perspicaz fez aqui? O Perspicaz fez uma abordagem muito mais completa do que qualquer outra obra de referência que eu conheça)

      Voltando ao que está escrito, falando sobre o anonimato do ES, ele dá uma colher de chá dizendo que embora anônimo, este deveria AO MENOS usar o artigo definido em TODOS OS CASOS, pois pelo menos desta forma o artigo definido serviria para diferencia-lo de todos os outros espíritos santos que existem.

      Então não foi dito que a Bíblia sempre omite o artigo definido e nem que na maioria dos casos ele está sem artigo, mas sim que a existência de textos que não usam o artigo definido não é um tratamento condizente a se dar a Terceira Pessoa de Deus.

      O mal exemplo do nome de “Jesus” não serve, justamente porque o mesmo é um nome próprio e pessoal, duh, como geralmente não tem qualquer risco de confundir ao Cristo com outros “Jesuses”, o uso ou não do artigo é opcional e não interfere na sua definição, muito menos na sua personalidade, justamente o fato dele ter um nome pessoal já demonstra que ele é uma pessoa! Ao contrário do ES, que é sem nome.

      Tanto o exemplo do nome de “Jesus”, quanto a continha dos 73x vs 21x é inútil e não afetam em nada a veracidade do que o Perspicaz disse. Os Perspicaz dá um monte de exemplos, comprovando que a expressão “espírito santo” é usada sem artigo definido. (E que eu saiba, a lista não teve intenção de ser exaustiva, teve? Existem mais textos referentes ao ES tem artigo definido)

      Curtir

    • Espectador 11:08 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Aaaaaaah faça-me o favor!!!!! Eles vão em várias pessoas, com argumentos totalmente preparados para atacar a nossa fé tentando usar nossas publicações contra nós mesmos e dizem que não sabiam o que ia ocorrer?
      Melhores cenas: 1:02:02 – 1:05:02, pois ao morder os lábios pra dentro após o relaxamento da boca ele já demonstra que a boca está seca demonstrando nervosismo seguido de um discreto decair da boca talvez podendo ser interpretado como mágoa de não saber o que mais falar, como se sua cabeça estivesse em jogo, e isso se confirma ao passar a mão no pescoço. kkkkkk

      Curtir

    • Victor DB 15:15 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Que interessante! No momento estou editando um vídeo que fala justamente sobre a quem Jeová escolhe ensinar suas verdades biblicas, aos de disposição sincera do coração. No momento em que o Paulo comenta que, se fosse “tete a tete” ele venceria, acaba por revelar sua verdadeira motivação. Ficam com o objetivo obistinado de “refutar os Tjs” e não se atentam para o verdadeiro escrutínio da palavra de Deus com humildade mental (Mateus 11:25). Mas enquanto assistia (com minha familia) eu fiquei triste, pois, assim como Jeová Deus e seu amado filho Jesus Cristo, eu tambem gostaria que eles ‘conhecessem a verdade e se libertassem’ do própio ‘engano’. – João 8:32/ Col 2:8

      Estou esperando ansiosamente por mais conteúdo como este. Obrigado.

      Curtir

    • Queruvim 19:24 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Certo leitor desta página fez a seguinte pergunta apropriada:

      Amigo, me tire uma duvida. A Associação não incentiva a debates públicos, eu sempre soube disso. Eu postei em meu facebook o vídeo do debate dos Tjs vs Batistas, de modo que meu irmão que é Batizado me disse pra eu corrigir o post, que eu estou dando a entender, uma vez que eu pareço ser Testemunha de Jeová pelas minhas postagens, que estou desobedecendo ao escravo e fazendo um desserviço ao Reino de Deus. Então meu irmão, eu não acho que estou errado, já que o conteúdo do vídeo num todo parece uma palestra comum. Em resumo, eu procurei no site JW.org e no CD-ROM e não achei nada que comentasse sobre o desincentivo a debates públicos, só achei informações sobre os debates de Charles T. Russel. Você tem alguma informação do escravo sobre o conceito de debates bíblicos? Fico no aguardo. Obrigado.

      <

      W 01/02 /1971

      ● Aceita a Sociedade Torre de Vigia desafios para debater publicamente a qualidade bíblica dos diversos ensinos religiosos? — J. P., E. U. A.

      Cristo Jesus é recomendado como tendo-nos ‘deixado uma norma para seguirmos de perto os seus passos’. Os métodos de pregação que ele usou não incluíam os debates. Quando acontecia que estava na presença dos líderes religiosos oponentes do seu tempo, mantinha palestras com eles, refutando as suas falsidades e defendendo e pregando a verdade da Palavra de Jeová. Mas ele nunca programava de antemão tais reuniões, nem se reunia com outros formalmente para tais. De fato, sobre como tratar os líderes religiosos falsos, ele disse aos seus discípulos: “Deixai-os. Guias cegos é o que eles são. Se, pois, um cego guiar outro cego, ambos cairão numa cova.” Jesus deu o exemplo de como se prega a grupos reunidos em lugares públicos, mas a instrução principal que deu aos seus discípulos se referia à pregação às portas das pessoas. Tomando isto por norma, as testemunhas de Jeová se concentram hoje neste método de pregação, usando ao mesmo tempo os outros métodos adicionais de Jesus e dos apóstolos. — 1 Ped. 2:21; Mat. 15:14; 10:5-15; Atos 5:42; 20:20.
      Usualmente, os que querem um debate estão mais interessados em granjear atenção e publicidade do que em apresentar a verdade. Não é necessariamente a verdade que é aclamada como vitoriosa pelos que ouvem o debate. As multidões nem sempre são racionais. Deixam-se levar pela oratória bombástica e pela eloqüência ostentosa, destinada a incitar mais as emoções do que a mente. Num debate, apresenta-se tanto erro como verdade, e por se estimularem as emoções e os preconceitos pessoais, as conclusões finais de muitos dos ouvintes podem amiúde favorecer o erro. No ambiente tenso do debate, desconsideram-se freqüentemente a razão e a lógica, exceto no caso de alguém que tem o espírito de Jeová. A mente que recebeu treinamento jurídico ou legal consegue separar a emoção e o fato, e avaliar este corretamente, mas os ouvintes, em geral, não discernem isso. Precisa-se de um ambiente mais calmo para se raciocinar sem preconceito. Cada lado costuma pensar que venceu, e muitas vezes aqueles que eram neutros ou indecisos verificam que estão ainda mais confusos depois do debate.
      Para determinar a qualidade bíblica dum ensino temos de recorrer à Bíblia e cotejar calmamente os textos que têm que ver com o assunto em consideração. O local ideal para se fazer isso é o lar, sentando-se os dois ou os poucos envolvidos ao redor duma mesa, com as Bíblias abertas, considerando desapaixonadamente a evidência para ‘certificar-se de todas as coisas; apegar-se ao que é excelente’. (1 Tes. 5:21) Quando alguém está em dúvida sobre uma doutrina, pode fazer que um ministro duma religião que crê nela venha à sua casa e a explique. Na noitinha seguinte, pode ouvir um ministro dum grupo que diz que ela é falsa. Ou ele pode até mesmo querer ter presentes um ministro de cada grupo, na mesma noitinha, e fazer perguntas e ouvir a palestra. Assim é mais provável que a verdade receba atenção calma e cuidadosa, e o mesmo se dará com a falsidade. Os sinceros que honestamente procuram a verdade compreenderão a vantagem deste método, ao passo que os mais interessados numa controvérsia agitada e em obter publicidade clamarão por um debate emocional e oratório.
      Os cristãos não debatem com os que discordam, na sua própria congregação, sabendo que isso pode deteriorar em disputas mesquinhas e em altercações: “Exorto-vos agora, irmãos, que fiqueis de olho nos que causam divisões e motivos para tropeço contra o ensino que aprendestes, e que os eviteis.” Aconselha-se também aos cristãos: “Outrossim, recusa questões tolas e ignorantes, sabendo que produzem lutas. Mas o escravo do Senhor não precisa lutar, porém, precisa ser meigo para com todos, qualificado para ensinar, restringindo-se sob o mal, instruindo com brandura os que não estiverem favoravelmente dispostos, visto que talvez Deus lhes dê arrependimento conduzindo a um conhecimento exato da verdade e eles voltem ao seu próprio juízo, saindo do laço do Diabo, visto que foram apanhados vivos por ele para a vontade deste.” (Rom. 16:17; 2 Tim. 2:23-26) Apesar das promessas anteriores em contrário, os debates podem perder o freio e os participantes que não têm o espírito de Jeová podem perder a brandura, podendo degenerar em altercações impróprias, em rixas e em emocionalismo da parte de tais.
      Por isso, a Sociedade Torre de Vigia não aceita agora o debate como meio da pregação das boas novas do Reino. Um de seus oradores pode ser convidado como orador para falar perante um grupo de outra seita e pode depois responder a perguntas; mas compreende-se de antemão que a sessão não é um debate e que não se permitirá que se torne tal. As gloriosas boas novas merecem uma apresentação condigna, sem clamores tumultuosos de oponentes: “Pois Deus não é Deus de desordem, mas de paz.” — 1 Cor. 14:26-33.

      Curtir

      • Victor DB 13:53 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Pode citar meu nome queruvim, não tem problema. rsrs. Vou ler a matéria do Apolologista da Verdade também e fazer uma reflexão mais apurada. Mesmo assim, para evitar conflito, se empenhar pela paz e não fazer ninguem tropeçar vou retirar de meu Facebook. Melhor ‘do que fazer tropeçar a um destes pequenos’ servos de Deus. Um deles que me repreendeu com humildade. Agora referente ao vídeo, na minha opinião o tema “debate” deveria ser retirado justamente para não parecer um desvio de conduta, a saber, aconselhada pelo escravo na W 01/02 /1971. Uma vez que este blog é aberto ao publico e não restrito, e muitos deste “pequenos” em conhecimento, por assim dizer, o frequentam assim como a mim. – Ro 14:13; Lu 17:1,2

        Curtir

        • Queruvim 14:20 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

          A lição que aprendemos desta discussão aqui nos posts é que não é bom promover debates. Mas se porventura surgir um e que seja entre pessoas que conseguem falar e ouvir, devemos defender a verdade com temperamento brando e profundo respeito.(1 Pedro 3:15) Sempre evitando criar situações premeditadas de debates. Pelos motivos ruins mencionados na Sentinela de 01 de Fev. de 1971. Lembra do incidente na Bulgária? A Organização enviou um representante muito preparado e o testemunho foi muito bom e esclarecedor. Se fosse um crítico desesperado debater com o representante das TJ, teríamos uma confrontação com efeitos negativos. Lembra também do vídeo onde uma TJ em Cabo Verde em uma ENTREVISTA previamente acordada deu em excelente testemunho? O resultado foi excelente.

          Curtir

          • Antonio 15:37 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

            Prezados irmãos,

            Acho que alguns têm um conceito errado sobre debates, como se todo debate fosse ruim e desaprovado. Mas o exemplo desse vídeo, e os exemplos citados nos comentários desta página, mostram que há um grande diferença entre debate sem objetivo e debate quando há pessoas interessadas. Respeito a opinião do Victor DB. Se a palavra “debate” incomoda alguns, tbm não vejo problema em se usar a palavra “palestra” ou “conversa”. Mas, como o Queruvim e o Apolo (Apologista da Verdade) mostraram, a organização de Jeová usa a palavra “debate” em nossas publicações, inclusive aludindo a debates programadas quando há motivo para isso, como o já citado vídeo sobre a TJ na Costa Rica e a proposta de debate feita pelo irmão Henschel (na época Presidente da Sociedade Torre de Vigia) citada na Sentinela de 1/10/95, p. 30.

            Curtir

            • Antonio 15:40 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

              Assim, não acho que é um desvio de conduta do que foi aconselhado pelo escravo na W 01/02 /1971. Entendo que essa Sentinela trata de um assunto mas não condena o debate nas circunstâncias corretas e necessárias. O artigo do Apologista mostra, através de várias Sentinelas, essa diferença entre debates impróprios e debates corretos.

              Curtir

              • Victor DB 14:35 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

                Antonio, eu falei “parecer desvio de conduta” para meus contatos TJ. Visto que eu costumo postar algumas matérias em meu facebook daqui e do site Apol. da Verdade (tenho os dois sites baixados no hd) quis evitar controversias. Apesar de ler o que o Queruvim disse e ler a Matéria do Apol. da verdade eu decidi retirar a postagem, pois, fui “repreendido” por um parente TJ. O Queruvim bem sabe disso, que ocorre isso mesmo entre o povo de Deus e eu não os recrimino por isso, pelo contrário, acho louvável esse ímpeto de querer protejer sua confiança nos conselhos de Jeová por meio do escravo. Alías, por vezes vi o Queruvim aconselhar alguem a fazer uso pessoal deste site. Deduso que um dos motivos seja por ele dominar o hebraico e grego e por isso tem acesso a informações mais profundas neste campo que a associação não libera em sua totalidade devido ao excesso de informação. Mas, como eu disse, assisti ao video aqui em casa com meu outro irmão e meu veterano Pai, ambos batizados (Pai mais de 40 anos) e, assim como eu, não viram nenhum problema no “debate”. É como o Jozeilton comentou mais abaixo, “há irmãos legalistas, com zelo mal orientado, sem conhecimento”, mas eu prefiro acatar o conselho do Apostolo Paulo, o de ‘recusar questões tolas e ignorantes, sabendo que produzem lutas. Mas… seja meigo para com todos.’ Portanto, para que ele, este irmão que reclamou comigo, não acabe pensando que EU seja uma causa para tropeço e para que ele não se ‘estribes na própria compreensão’ no que se refere ao conselho do Escravo sobre o tema “debates publicos”, eu decidi se empenhar pela paz e excluir de meu perfil o vídeo. No mais, assistirei novamente a palestra com minha familia aqui com a TNM, Almeida e Pespicaz na mão, ele (o irmão queixoso) é quem perde.

                Fiquem com Jeová Deus meus queridos. E bíblia pra frente que atrás vem crente. rsrs

                Curtir

    • Queruvim 19:56 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Qual a opinião dos leitores sobre este assunto?

      Eu entendo que programar debates escritos, onde regras bem claras devem ser obedecidas tem sido esclarecedor nesta página. No tempo de Cristo não havia internet, portanto não vejo porque não fazer uma confrontação regida nos textos que nos orientam com princípios a este respeito. ( 1 Cor 14:33,40) Quanto a debates ao vivo como os do vídeo acima, não aconselho que se programe. Contudo, caso aconteça, esteja preparado como os irmãos estiveram ali. O próprio Jesus não programava debates, mas debateu em diversas ocasiões. Não é incomum fazermos uma revisita e ao chegar lá encontrarmos pastores ou outros que procuram expor suas ideias com a Bíblia na mão. Iremos embora, deixando que acreditem que não temos conhecimento e respaldo nas escrituras em defesa daquilo que cremos? Sei que a maioria dos adoradores de Jeová são preparados, e esta ocasião, dependendo da atitude dos presentes, pode ser uma boa oportunidade para dar testemunho. É claro que se começarem a tumultuar, devemos ir embora. Quando lemos que o “escravo do Senhor não precisa lutar” entendo que se refere a uma disputa inútil ou teimosia do oponente resistindo para aceitar verdades claras proveniente de textos bíblicos claros. Neste caso é melhor ir embora mesmo.
      Mas se houver oportunidade para fazer uma defesa da parte de alguém que “reclama de nós” devemos fazê-la.

      Não devemos PROGRAMAR debates ao vivo e cair no laço de termos como debatedor APÓSTATAS e outros dedicados a denegrir as TJ, que só sabem falar mentiras, meias verdades, calúnia e difamação!

      Curtir

      • Apolo 0:57 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Queruvim, creio que o problema nem está no debate programado. Levemos em conta que o debate filmado neste vídeo foi programado porque envolvia um parente da irmã que aparece no vídeo. Recebi informações de que o debate teve um efeito positivo pelo menos em um dos visitantes não TJs. E também teve efeito positivo em muitos que assistiram a esse vídeo antes de ele ser colocado pelo Publicador do Reino na internet. Os irmãos não podem generalizar: existe o debate com bons propósitos e com bons frutos, como é o caso do filmado nesse vídeo, assim como existem debates infrutíferos, como vc mesmo mencionou. O artigo que postei junto com o vídeo sob o tema “Conceito correto sobre debates” pode ser de ajuda para os que têm dúvidas sobre o assunto, visto que cito vários números de A Sentinela. A citação da proposta de um debate feita pelo irmão Milton G. Henschel (na época Presidente da Sociedade Torre de Vigia) é da Sentinela de 1/10/95.
        O link é este: ARTIGO > CONCEITO CORRETO SOBRE DEBATES

        Curtir

      • Saga 1:49 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Eu pessoalmente não sou entusiasta de debates, se me viram participando aqui de dois ou três, foi fruto do momento, eu não saio de casa pensando “vou debater”, simplesmente vejo a mentira sendo dita em alta voz e reajo a ela instintivamente.

        “Usualmente, os que querem um debate estão mais interessados em granjear atenção e publicidade do que em apresentar a verdade”

        Verdade

        ” Não é necessariamente a verdade que é aclamada como vitoriosa pelos que ouvem o debate. As multidões nem sempre são racionais. Deixam-se levar pela oratória bombástica e pela eloqüência ostentosa, destinada a incitar mais as emoções do que a mente”

        Verdade, ou seja, uma pessoa pode estar certa, dizer a verdade e “perder o debate” como tantas vezes acontece na política, pois o grande alvo dos debates é o público. Se o público ficou a favor do mentiroso, é porque ele “venceu”.

        ” Num debate, apresenta-se tanto erro como verdade, e por se estimularem as emoções e os preconceitos pessoais, as conclusões finais de muitos dos ouvintes podem amiúde favorecer o erro. No ambiente tenso do debate, desconsideram-se freqüentemente a razão e a lógica, exceto no caso de alguém que tem o espírito de Jeová”

        Sim, um público preconceituoso sempre será parcial, fechando os ouvidos as verdades ditas pelo lado odiado. Por isso debater em território hostil é sempre perigoso.

        ” A mente que recebeu treinamento jurídico ou legal consegue separar a emoção e o fato, e avaliar este corretamente, mas os ouvintes, em geral, não discernem isso. Precisa-se de um ambiente mais calmo para se raciocinar sem preconceito”

        Sim, o povão costuma pender para o seu lado favorito, para o mais agressivo, o que mais falou a emoção, ou até mesmo para o que mentiu mais em maior quantidade, por que? Por que mentiu tanto que o outro debatente não conseguiu refutar tantas mentiras em ritmo suficiente…. ou….ficou tanto tempo na defensiva que não teve de dizer os seus argumentos, o tempo acabou, o lado mentiroso ficou atacando atacando…o lado sincero ficou perdendo tempo se justificando, defendendo e explicando e o debate se encerra com o público tendo um monte de acusações do lado desonesto, inclusive acusações que não foram devidamente replicadas..

        “Cada lado costuma pensar que venceu, e muitas vezes aqueles que eram neutros ou indecisos verificam que estão ainda mais confusos depois do debate”

        Também acontece isso.

        “Para determinar a qualidade bíblica dum ensino temos de recorrer à Bíblia e cotejar calmamente os textos que têm que ver com o assunto em consideração. O local ideal para se fazer isso é o lar, sentando-se os dois ou os poucos envolvidos ao redor duma mesa, com as Bíblias abertas, considerando desapaixonadamente a evidência para ‘certificar-se de todas as coisas; apegar-se ao que é excelente’. (1 Tes. 5:21) Quando alguém está em dúvida sobre uma doutrina, pode fazer que um ministro duma religião que crê nela venha à sua casa e a explique. Na noitinha seguinte, pode ouvir um ministro dum grupo que diz que ela é falsa. Ou ele pode até mesmo querer ter presentes um ministro de cada grupo, na mesma noitinha, e fazer perguntas e ouvir a palestra. Assim é mais provável que a verdade receba atenção calma e cuidadosa, e o mesmo se dará com a falsidade. Os sinceros que honestamente procuram a verdade compreenderão a vantagem deste método, ao passo que os mais interessados numa controvérsia agitada e em obter publicidade clamarão por um debate emocional e oratório”

        Sim, muitas vezes num debate não temos a oportunidade de analisar o assunto da forma devida, com a calma que o tema merece.

        “Apesar das promessas anteriores em contrário, os debates podem perder o freio e os participantes que não têm o espírito de Jeová podem perder a brandura, podendo degenerar em altercações impróprias, em rixas e em emocionalismo da parte de tais”

        Acontece direto, os nossos oponentes comprovam que não tem o espírito santo pois caem vitimas das emoções de ódio, raiva e agressividade, perdendo totalmente a esportiva.

        “Um de seus oradores pode ser convidado como orador para falar perante um grupo de outra seita e pode depois responder a perguntas; mas compreende-se de antemão que a sessão não é um debate e que não se permitirá que se torne tal. As gloriosas boas novas merecem uma apresentação condigna, sem clamores tumultuosos de oponentes: “Pois Deus não é Deus de desordem”

        Quando está virando um debate, a orientação é que se abandone o local, pois tumulto e confusão não é para os Servos de Jeová. As JW tem prazer em explicar suas crenças e responder a dúvidas bíblicas, mas não em disputar que late mais alto ou quem comove mais o publico pulando, rodopiando, gritando ou teatrizando como o Silas Malafaia.

        No trabalho de campo e nas nossas revisitas e estudos podemos dizer que até “debatemos” mas enquanto houver respeito e calma no ambiente, de fato nos respondemos perguntas, raciocinamos, argumentamos e rebatemos contra-argumentos.

        Curtir

        • Antonio 15:06 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Queridos irmãos Queruvim, Saga e outros: com todo o respeito que tenho por vosso conhecimento (que sei que é muito), acho que estamos perdendo o foco: creio que devemos concentrar nossos comentários na maravilhosa vitória que Jeová deu a nossos irmãos Calvache, Camilo e Ringo (Gregório Garcia), por ter usado o espírito santo para ajudá-los a manejar corretamente a Palavra de Deus, em vez de ficarmos analisando se debate é certo ou errado. A Sentinela de 01/02/1971, a meu ver, mostra que os representantes da STV foram não são mais enviados a debates programados porque os que os convidavam era intelectuais que não tinham por objetivo nada mais do que debater conhecimento, mas sem interesse na verdade. Já no caso do debate desse vídeo, havia pessoas interessadas, que foram o motivo de ter havido o debate.

          Curtir

    • Queruvim 20:50 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      A organização de Jeová sabiamente não mais promove debates. Já imaginou se participarem de um debate onde o tema seja algo que gira em torno de meia verdades, calúnia ou flagrante difamação sendo defendido por opositores como “verdades”?

      Curtir

      • Antonio 15:22 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Prezado irmão Queruvim, eu sou da região em que houve o debate desse vídeo acima. O debate que esses mesmos três irmãos (Calvache, Ringo e Camilo) tiveram com os representantes do ICP foi programado. Mas veja as circunstâncias envolvidas:
        Um irmão (parece que era um ancião) dirigia um estudo para o Elias e sua família (estes da Assembleia de Deus). Então, outros membros da Assembleia de Deus chamaram os membros do ICP para abalar a fé que estava sendo construída no coração daquela família nas verdades bíblicas, que chegaram a visitar Elias e a família e pelo que parece até conversaram com o instrutor deles. Nosso irmão dirigente do estudo sentiu a necessidade de ajuda, e por isso convidou nossos três irmãos experientes. O debate foi programado. Mas envolvia uma família interessada na verdade. Dois membros do ICP foram lá: Natanael Rinaldi e Esequias Soares. Inclusive, soube que a casa ficou cheia de assembleianos, que também receberam um maravilhoso testemunho. O resultado foi que, na seguinte assembleia das Testemunhas de Jeová, Elias e toda a família estavam presentes ao evento. Eles abandonaram a religião falsa.
        Por isso, acho que são as circunstâncias que determinam se um debate programado é viável ou não.

        Curtir

    • ricardomoveispj 21:20 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Irmãos eu achei simplesmente incrível, espetacular, parabéns a esse irmãos bem preparados, eu nunca tinha vista a verdade sendo tão bem defendida diante de membros de outra religião.

      Curtir

    • lais 21:50 em 10 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Oloko!Eu tenho um certo conceito sobre debates.Só assisti esse(pulei algumas partes)porque não ví gritaria,xingamentos,assassinatos,nada do tipo.Mas sei lá,vou ter que perguntar para algum irmão aqui pessoalmente sobre isso e sobre de eu visitar esse blog também.

      Curtir

    • Saga 15:14 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Sobre a tática dos batistas, até onde eu assisti o vídeo é muito longo, eles não estão atuando em demonstrar que o espírito santo é uma pessoa, sua estratégia é tentar invalidar aos argumentos utilizados pelas publicações das JWs.

      No caso suas reclamações em cima de: encher, derramar e a respeito da falta do artigo não demonstram que o mesmo é uma pessoa! No máximo mostrariam que estes argumentos não são conclusivos neste respeito. Seu argumento a respeito do batizar na morte de Jesus Cristo foi totalmente patético, pois não existe semelhança entre batizar COM espírito e batizar NA MORTE de Cristo. De resto ele faz comparações com os espíritos de demônios e possessões, perdendo tempo lendo e relendo textos já conhecidos. Ele tentou uma argumentação, que foi cima do “outro consolador”, com a palavra “houtos”, que supostamente seria outra pessoa do mesmo tipo, até onde acompanhei, foi sua melhor tentativa, pois não envolve uma defesa que tenta inviabilizar argumentos tj e sim uma afirmação.

      Existem vários argumentos que já vi a respeito da personalidade e divindade do ES que simplesmente não vi tais batistas usarem.

      Depois que acabou o esquema de 15 min para cada lado, ficou uma bagunça sem rumo, com os batistas tentando confundir o assunto.

      Sobre a questão dos irmãos humildes, quando esses “apologistas anti-tj” pegam um irmão mais inexperiente, menos alfabetizado ou mais ingênio que leva menos a sério os estudos bíblicos se contentando apenas com o leite e com o básico, eles aproveitam covardemente para humilhar o coitado e tentar usar o exemplo dele como troféu, sim pois o irmão inexperiente terá uma abordagem padrão básica e limitada que o “apologista anti-tj” já conhece bem por seus “estudos” em cima da literatura da torre de vigia ou do relato e da instrução que teve de “apostatas” .

      Ou seja, o crítico das TJ em questão já conhece os argumentos, ilustrações e textos bíblicos mais comuns que usamos, e já tem preparada algumas réplicas para cada um deles, então caberia ao irmão humilde conseguir treplica-lo com sucesso, o que nem sempre será o caso.

      Um exemplo, é aquele irmão humilde que baseia um argumento em cima de Deus com D em contraste com deus com d, aí não sabe responder a respeito de Isaías 9:6. Ou que ao usar João 17:3 se deixa cair naquele falso dilema onde o crítico questiona se cremos que Jesus é um deus falso! O irmão precisa estar preparado para não se deixar ser pego por essas táticas falaciosas.

      Curtir

      • Patcharro Espanhol 23:50 em 13 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Concordo Saga. Seria muito bom todos os irmãos estarem bem preparados. Por exemplo, pode surgir uma conversa sobre a trindade e daí mencione Isaías 9:6. Aqui se refere a Jesus como Deus Poderoso (hebr. El Gib•bóhr), mas só Jeová é chamado de Todo-Poderoso, como em Genesis 17:1. Bem, essa é uma argumentação até que relativamente simples e que conhecemos bem.

        Mas e se a pessoa que estivermos conversando levar o texto de Isaías 9:6 para Isaías 10:21 que diz : “Um mero restante retornará, o restante de Jacó, ao Deus Poderoso.” Aqui Jeová é chamado de Deus Poderoso e usa a mesma palavra de Isaías 9:6 que se aplica a Jesus. Os dois são chamados de “Deus Poderoso”.
        Aí a pessoa poderia dizer: “Tá vendo, Isaías confirma que Jeová e Jesus são a mesma pessoa e que Jesus é o Deus dos hebreus de fato, etc.”

        Bem, tenho certeza de que os que acompanham esse site e pelos comentários que eu já vi, os irmãos sabem sair de uma situação assim pois estudam e GOSTAM de pesquisar assuntos profundos e se preparam para situações assim. Elogiável!

        Contudo, infelizmente, muitos de nossos queridos irmãos tem como único estudo pessoal a preparação do estudo semanal de A Sentinela e depois não pesquisam mais nada durante a semana. Esses aí quando confrontados por pessoas como os do vídeo, terão um pouco mais de dificuldade em se expressar e nisso os opositores poderão encontrar alguma brecha e explorar isso. Quando encontram pessoas bem preparadas a história é outra!

        Mas sabemos que nem todos são entusiastas em se fazer pesquisas e até se preparar bem para as reuniões já é um grande desafio. Por isso contamos com os outros irmãos para ajudar nessas horas!

        Curtir

        • Saga 2:47 em 20 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Patcharro, o uso que se faz de Isaías 10:21 é até algo fora do alvo, pois nossas publicações NÃO ARGUMENTAM QUE: Jesus é chamado de o Deus Poderoso enquanto que Jeová é chamado de Deus Todo Poderoso, pois Jesus é poderoso mas Jeová é mais do que isso é todo poderoso

          O que é dito e que de fato é verdade, é que na Bíblia toda, o termo “Todo Poderoso” é utilizado APENAS E EXCLUSIVAMENTE para Jeová, nunca para seu Filho ou qualquer outro, então o sentido da argumentação torrevigiana não envolve que o Pai não seja chamado de El (Deus), de Gibbohr (Forte/Poderoso) ou de El + Gibbohr (Deus Poderoso) e sim que Cristo não é chamado de Pantokrator ou Shaday (Todo Poderoso). O Pai pode ser chamado de “El Gibbóhr” a vontade sem que isso afeta sua Soberania, mas o fato é que no mesmo contexto em que os textos bíblicos chamam o Pai de Jeová Deus Todo Poderoso, o seu Filho Cristo Jesus é mencionado, o que distingue a pessoa do Todo Poderoso e a pessoa de Jesus, o Todo Poderoso é apenas um, e este por sinal não é Jesus.

          No Apocalipse, o Todo Poderoso Jeová Que É-Que Era-Que Vem e Jesus Testemunha Fiel já são distinguidos como seres diferentes nos capítulos 1, 4 e 5. No capitulo 1, os versos 1:4,5,8 já fazem uma separação, aí temos o capitulo 4 onde se fala que o Todo Poderoso Jeová está sentado no trono (4:8), enquanto que no 5 vemos que o Cordeiro Jesus se aproxima do Todo Poderoso Jeová para pegar o livro. E no final do livro se diz claramente
          – APOCALIPSE 21:22 E não vi templo nela, pois Jeová Deus, o Todo-poderoso, é o seu templo, também o Cordeiro o é –

          Leiam e releiam o texto acima e vejam como é claro:
          Jesus NÂO É o “Deus Todo Poderoso” da mesma forma que Jeová NÃO É o “Cordeiro de Deus”, qualquer criança semialfabetizada consegue entender isso com facilidade sem mistério algum.

          Mas porque João 1:1,18 a TNM usa d minusculo enquanto que Isaías 9:6 usa D maiúsculo? Simplesmente porque a profecia de Isaías envolve títulos proféticos que caberiam ao Messias e na língua portuguesa tais títulos devem se escrever inicial em letra maiúscula, simplesmente isso, igual “Paulo” usa P maiúsculo e não” paulo”, não tem qualquer relevância doutrinal aí, é só uma questão envolvendo a norma culta do nosso idioma. Agora por que os escritores bíblicos usam “Todo Poderoso” para a pessoa do Pai mas não para as pessoas de Cristo e do Espírito Santo, é um mistério que o trinitário vai se negar a te responder, eles adoram pedir que respondamos as coisas mas odeiam dar explicações, até porque dificilmente tem alguma, eles gostam de perguntar e não de responder e de confundir e não de explicar.

          OBS: É curioso notar um detalhe, sobre o Messias receber um nome como “Deus Poderoso” (Elgibbohr), Eliabe recebeu o nome de “Deus Pai”, Abias recebeu o nome de “Pai Jeová”, “Elias de “Deus Jeová” e Joel de “Jeová Deus”!!! Sim podem estudar esses termos: Eli + Ab, Abi + Yah, El + Yah e Yeho + El, esses termos dos nomes citados envolvem palavras hebraicas para Pai, Deus, Jeová ou Jah…ou seja, o fato do nome de algum judeu ENVOLVER a palavra “Deus” ou algo equivalente não é determinante em dizer que o judeu em questão de fato SEJA o próprio Deus. Então assim como entendem Elias como significando “[Meu] Deus é Jeová” ou Eliabe como “Deus [é] Pai” o nome do menino descrito em Isaías 96: poderia ser entendido como significando “Deus [é] Poderoso”, disso resulta que de qualquer angulo que se olhe Isaías 9:6 não é determinante para a questão da viabilidade da Trindade como um ensino bíblico.

          Curtir

          • Patcharro Espanhol 3:18 em 21 out 2014 Link Permanente | Resposta

            Saga, vejo que você realmente gosta de se aprofundar em assuntos “sólidos” (Heb 5:14). Espero que continue sempre na mesma “rotina”(Fil.3:16.)
            Realmente, nós como Testemunhas de Jeová somos eternos aprendizes e devemos sim estudar a Bíblia a fundo.

            Como disse anteriormente, ALGUMAS pessoas tendem a fazer certos raciocínios referente a trindade e juntam o Texto de Isaías 9:6 com Isaías 10:21 na tentativa de dizer que visto que Jesus é chamado de Deus Poderoso na TNM ou Deus Forte (como a Almeida faz) e o Deus dos Hebreus, Jeová, também ser chamado de Deus Poderoso ou Deus Forte, eles alegam que se trata da mesma pessoa.

            Veja que isso realmente acontece, a Sentinela 15/1 1992 p. 22 diz : ” Isaías referiu-se profeticamente a Jesus, o Messias, como “Deus Poderoso”. (Isaías 9:6) Em Isaías 10:21, o mesmo profeta falou de Jeová como “Deus Poderoso”. HÁ QUEM USE esta similaridade de fraseologia para provar que Jesus é Deus.”

            Os trinitaristas estabelecem uma regra: Se uma expressão faz referência ao Filho, Jesus, e a mesma expressão também faz referência ao Pai, Jeová, então, ambas se referem a mesma pessoa, dando-se a entender que O Pai e o Filho são um só.

            Veja nesse link um estudo de um curso de teologia que faz justamente isso com os textos de Isaías.
            http://minhateca.com.br/Joao.Muniz/Teologia/50+Livros+Teolc3b3gicos/Pretensiosas+Testemunhas+de+Jeovc3a1*2c+As/07+A+Divindade+ou+Deidade+de+Jesus,94354413.doc

            Mas sabemos que essa regra deles é furada!

            A revista A Sentinela que citei acima, conclui: “Mas precisamos usar de cautela no que diz respeito a deduzir desses versículos o que estes não dizem. A expressão hebraica traduzida “Deus Poderoso” não se limita a Jeová, como acontece no caso da expressão “Deus Todo-poderoso”. (Gênesis 17:1) É reconhecido que existe uma diferença entre ser poderoso e ser todo-poderoso, isto é, não ter superior.”
            O Mesmo argumento que você usou e que em geral também eu, e, acredito que a maioria dos irmãos usam.

            Se fossemos seguir esse raciocínio dos trinitaristas, então Jesus e Nabucodonosor são um só, pois ambos são chamados de “Rei dos Reis” – Daniel 2:37(ave-maria), Revelação 17:14. Claro que um trinitarista não chegaria a essa conclusão, mas a mesma regra deles foi aplicada.

            Outro exemplo: Quem é o “Senhor dos senhores”?
            Deuteronômio 10:17 diz que é Jeová, assim faz o Salmo 136:3. Mas em Revelação 17:14 e 19:16 diz que é Jesus. Muitos poderiam então dizer que já que Jeová e Jesus são chamados de “Senhor dos senhores” ambos na realidade são a mesma pessoa, um só.

            Mas se fizessem isso não estariam levando em conta o sentido e a forma que Jesus é chamado de “Senhor dos senhores”.
            Atos 2:36 diz: ” Portanto, que toda a casa de Israel saiba com certeza que DEUS O FEZ tanto SENHOR como Cristo, a este Jesus, a quem pregastes numa estaca.”.
            Jeová o fez senhor, lhe deu esta autoridade.
            Isso está em harmonia com Efésios 1:20,21 que diz :”.. no caso do Cristo, quando o [i.e Deus] levantou dentre os mortos e o assentou à sua direita nos lugares celestiais, MUITO ACIMA DE TODO GOVERNO, E AUTORIDADE, E PODER, E SENHORIO, E TODO NOME DADO, não só neste sistema de coisas, mas também no que há de vir.”
            Jeová colocou Jesus em uma posição muito acima do que qualquer governante ou senhor deste mundo.

            1 Timóteo 6:15 também menciona que Jesus é “senhor dos que dominam”. Em relação aos governantes da Terra, e pela posição elevada de Jesus ele é chamado de “Senhor dos senhores” nesse sentido.
            Isso está em harmonia com Mateus 28:18 sobre o fato de ele ter recebido “toda autoridade (e não poder como algumas traduções dizem) no céu e na terra”.

            Revelação 17:14 e depois em 19:16 relaciona Jesus como “Senhor dos senhores” em relação aos “reis” ou “nações” da terra.
            Filipenses 2:9-11 menciona que “Deus enalteceu Jesus a uma posição superior e que toda língua reconheça que Jesus Cristo é Senhor, PARA A GLÓRIA DE DEUS, o Pai.” Aqui novamente, Jesus foi enaltecido e é de fato Senhor, mas não para sua Glória e sim para a Glória do Pai, Jeová.

            Então Jesus é “Senhor dos senhores” em relação aos governantes humanos. Ele é o Rei do Reino de Deus.
            Só que o “Senhor dos senhores” absoluto é Jeová. Como sabemos disso?

            Para finalizar o argumento, é só voltar em Deuteronômio 10:17. Jeová é descrito como além de “Senhor dos senhores” o “Deus dos deuses” e essa expressão também em toda a Bíblia só se aplica a Jeová.

            Os sinceros conseguem ver isso e aceitar a verdade. Por isso que temos que ir atrás desses, né Saga? Um abraço!

            Curtir

    • Lucas 15:39 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Realmente, gostei mto do vídeo! assisti ele na manhã do dia 09/10,
      porém a minha conclusão é: vi claramente em como os nossos irmãos estavam bem preparados diferentemente dos batistas, os nossos irmãos consultavam bastante as Escrituras, sempre em prol da Verdade, também os irmãos mantiveram um espírito brando e calmo todo o tempo, como verdadeiros e legítimos “servos do Senhor”… mto bom, e pude perceber também que quando ele (o batista) chamou pro chamado ‘téte a téte’, é por que ele viu que não conseguiria e perderia feio, também demonstrou um espírito de querer aparecer e não em procurar a verdade contida na palavra de Deus, e depois ele quis sair o mais rápido possível, por que não tinha mais argumentos, daí o outro que ficou por último disse que ‘não estava bem munido de material bíblico’… faça me o favor né? esse foi o primeiro vídeo de debates que vi, e gostei mto, espero que coloquem mais assim como esse…pois fico cada dia mais convencido de que estou no caminho certo, no caminho do Senhor!

      “Deveras fico admirado e cada vez mais assombrado com o ensino do Senhor…”

      Toda Honra, Glória, e Louvor ao Nosso Deus, JEHOVAH!

      Curtir

    • Patcharro Espanhol 16:44 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Boa tarde a todos. Também já tinha assistido esse “debate”. É sempre bom ver irmãos preparados em defender a verdade. Agora quanto a seé correto ou não programar palestras como essas que vimos no vídeo, tem que se levar em conta o objetivo: É para apenas mostrar que sabemos mais do que os membros da cristandade ou de fato para ajudar pessoas interessadas? Eu inclusive conheço os irmãos do Vídeo, sempre tive bom contato com eles e sempre converso com um deles sobre assuntos diversos. Até já fui com eles em outras palestras. Sempre foi programado pois havia pessoas que estavam estudando e que os membros de outras religiões estavam atrapalhando o progresso delas.
      Se for para um objetivo nobre e se for feito em ordem, na minha opinião, não vejo
      problema nenhum, desde que seja filmado. Inclusive, depois se dava também uma cópia aos outros participantes também. É claro que eles não iriam mostrar para seus irmãos e ver o quão despreparados eles estavam, não é mesmo? Rsss.

      Curtir

    • Patcharro Espanhol 16:57 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

      É interessante notar que em 1993, foi realizado um debate como desse do vídeo entre esses mesmos irmãos e algumas pessoas ligadas ao ICP que na época era IPC. Instituto Cristão de Pesquisa. Ligada a Assembleia de Deus de Jundiaí. Eles eram maldosos pois procuravam os irmãos e faziam reuniões com eles e de uso de meias verdades e com perguntas que lançavam dúvidas, faziam com que os irmãos não tivessem meios de dar uma resposta a altura. Até que se encontraram com esses irmãos do vídeo. O irmão Burt Walker pode dar mais detalhes, mas pelo que ele já me contou, foi muito bom em ver como a verdade prevalece e como foi realmente animador ajudar estudantes a se estabilizarem na fé e decidirem continuar a estudar a Bíblia com as Testemunhas de Jeová. Esse debate foi muito proveitoso. Claro, que não vamos “caçar debates” no ministério de campo, mas e se aparecer uma situação de um estudante dizer que os pastores de sua igreja podem provar que as Testemunhas de Jeová estão erradas e que não seguem a Bíblia? Uma forma de o estudante se decidir é ele ver por si mesmo quem defende a Bíblia e quem não. Mas como disse, tem que ter um objetivo e se de fato iria ajudar as pessoas. Infelizmente em 1993 não foi filmado, mas foi gravado em áudio, assim é uma forma de que os opositores não falem mentiras posteriormente, pois há um meio de comprovar o que foi dito. Ah claro, debate, conversas, ou algo do tipo com Apóstatas, pessoas que já foram TJ, não devemos nem cogitar a possibilidade de entrar em contato com tais.! Um abraço a todos.

      Curtir

      • Jozeilton 15:20 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Caro Patcharro, já que vc está em contato com os irmãos desse vídeo, por que vc não procura coletar mais material filmado da parte deles ou de outros irmãos que os possuam, para colocar na internet? Isso beneficiará milhares – milhões! Precisamos entender que a pregação não se restringe a ficar rodando quadras domingo de manhã para tentar falar com alguns. Jesus disse “Ide”, o que significa fazer tudo ao nosso alcance para atingir pessoas com a mensagem da Bíblia. E a internet é um meio fantástico para isso. Por isso, não podemos nos acomodar achando que já fazemos o bastante indo de casa em casa. Inclusive, aproveito este momento para parabenizar o Queruvim, o Apologista da Verdade, o Publicador do Reino, e outros, que estão usando a internet de forma sábia para divulgar a mensagem do Reino de Deus!

        Curtir

      • Sabrina Venceslau 19:21 em 13 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Olá, amigo. Você por acaso teria esse áudio do debate realizado em 1993? Se sim, por favor, queira enviar para Estudantedbiblia@yahoo.com
        Um grande abraço!

        Curtir

        • Patcharro Espanhol 3:27 em 21 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Cara Sabrina, eu tenho metade dele. Mas o audio está muito ruim. Imagine, esse debate foi gravado em fita k7 e depois sendo regravadas várias vezes! Eu estou procurando quem tenha para me emprestar também. Assim que conseguir eu te aviso!

          Curtido por 1 pessoa

    • Vini 20:01 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Sabe o que é mais irônico? Os batistas não precisaram pagar por essa excelente aula. 😀

      Curtir

    • Jozeilton 21:39 em 11 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Irmãos, os comentários sobre o vídeo acima começou muito bem, enfocando as “coisas magníficas de Deus” (Atos 2:11) feitas através desses três irmãos que defenderam habilmente a verdade no vídeo. Mas aí apareceu alguém (não sei quem e não quero saber) que desfocou do assunto, questionando se TJ pode participar de “debate”. Dai os irmãos tiveram de deixar de lado seus comentários sobre as riquezas de argumentação expostas no vídeo para fazer um “debate” infrutífero sobre a palavra “debate”. Deixaram de lado as maravilhosas argumentações do vídeo que enalteceram a Jeová para fazer um “debate” sobre “debates”!
      Quero dizer uma coisa, não me levem a mal: mas há irmãos legalistas, com zelo mal orientado, sem conhecimento, que Satanás usa para tentar estragar as “coisas magníficas de Deus”. No caso desses irmãos, parece que mesmo que ocorresse uma ressurreição dos mortos, mas se isso acontecesse num debate, tal milagre não valeria nada!!!
      Que esses irmãos tomem cuidado: quem agia assim eram os fariseus. Não se importavam com os maravilhosos milagres feitos por Jesus, mas criticavam porque ele fazia isso no sábado, indo contra, não a Bíblia, mas os conceitos distorcidos deles sobre o sábado.
      Se alguém disser: “A organização não aprova debates”, esse alguém não está falando a verdade, mesmo que seja um ancião, servo ministerial, superintendente de circuito, etc. Porque há Sentinelas que mostram isso. Inclusive o Apologista da Verdade as citou em seu artigo. A verdade é: “A organização não aprova debates inúteis”. Isso sim é verdade.
      Acho que alguns irmãos tem zelo mal orientado. Outros tem é inveja, não querendo aceitar que haja irmãos habilidosos como os irmãos que argumentam no vídeo.
      Por isso, amados, não deixem que o Diabo tire o foco que estavam tendo. Continuem a comentar sobre a vitória maravilhosa da verdade sobre a mentira que o vídeo mostra.
      Desculpem se ofendi alguém. Não foi minha intenção. Mas eu tinha que expor o que penso.
      Abraço a todos.

      Curtir

      • Antonio 2:31 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Conselhos muito sábios, Jozeilton! Também quero dar uma sugestão: que o Queruvim, o Apologista, o Publicador do Reino (que publicou o vídeo), o Saga etc. façam uma relação das falhas de argumentação dos batistas, das contradições em que caíram etc. Além de um artigo, ou comentários, sobre isso, alguém poderia pegar o vídeo do debate e fazer um novo vídeo colocando somente essas falhas e contradições. O que acham??

        Curtir

        • Queruvim 12:46 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Ja pensei foi em traduzi-lo par o inglês e repostar com Título em inglês. Mas precisamos de tempo e muito trabalho pra isso.

          Curtir

    • karmo2010 9:27 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

      A palestra foi muito instrutiva, haja visto a preparação e a boa conduta dos irmãos durante todo o debate.

      Sobre a questão de ser ou não ser um método bíblico, creio que o texto de Atos 28:17-31 pode tirar essa dúvida.

      O apóstolo Paulo combinou com certos judeus se encontrarem em sua casa alugada para expor suas crenças em Jesus Cristo. O resultado não foi 100 % satisfatório, como se pode notar da leitura do relato em Atos, mas atingiu o objetivo, que foi divulgar as boas novas.

      Portanto, acho muito interessante esse método, pois além de bíblico, mostra um alcance muito maior do que nos dias de Paulo, pois temos hoje tecnologia suficiente para reproduzir tais palestras e compartilhar com os interessados.

      Essa palestra, em especial, rendeu bons frutos. Deu um testemunho muito bom do nome de Jeová Deus.

      Curtir

      • Antonio 14:42 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Excelente argumento, Karmo! Acho que isso esclarece a questão do debate, ou conversa, programado, pois o apóstolo Paulo programou esse encontro.

        Curtir

    • Antonio 15:01 em 12 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Inclusive, o irmão Valdir Camilo, que participou do debate, é o mesmo que proferiu o famoso discurso sobre depressão, que ajudou e tem ajudado muitos a entender e combater essa doença. O link do primeiro vídeo do discurso é este: https://www.youtube.com/watch?v=wxiR-DOixkU

      Curtir

    • Patcharro Espanhol 0:45 em 13 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Em Resposta ao Jozeilton: Prezado, eu até tenho outras filmagens de outras palestras. Mas como sou novo aqui, não sei se é permitido publicar os videos na hora em que eu bem entenda.Assim, Queruvim, como funciona? Se eu tiver algo que pudesse ser publicado, devo passar para vc antes?

      Aqui onde moro, a região onde foi feito o debate que assistimos, não aparece mais ocasiões assim. É que os membros da Cristandade, os pastores já conhecem os irmãos do vídeo. Então vai ser raro termos outros videos assim. Só nos resta recordar os vídeos que já foram feitos, rsss. Inclusive me lembro de uma ocasião em que estava na casa de um irmão onde iria ocorrer um debate e quando o opositor chegou na casa e viu que o irmão Valdir Camilo estava lá ele disse assim: “Com ele eu não falo, com ele eu não falo!” Por que será? rsss. Foi o debate mais rápido que assisti, nem teve! Rsss!

      Curtir

    • Alexei 16:05 em 13 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Quando comecei a estudar a Bíblia, fui perseguido no trabalho por uns evangélicos raivosos que queriam a todo custo me fazer desistir. O bom de tudo é que eu já tinha discernimento necessário para notar que a conduta dos cidadãos era muito reprovável. Então, um deles me deu de presente a Almeida Revista e Corrigida. Foi ótimo!!! Lá no prefácio dizia que o Nome de Deus era Jeová e confirmava que onde o leitor encontrasse o termo ‘SENHOR’, deveria-se entender Jeová!!!! Dali em diante passei a pesquisar várias traduções da Bíblia e a compará-las. Tudo apenas confirmava o que eu estava aprendendo.

      Quando vi o debate, lembrei imediatamente do meu começo como servo de Jeová. Notei que a atuação maliciosa dos opositores não tinha nada de busca da verdade, apenas buscavam “vencer” debates. Eles nunca estão dispostos a reconhecer nada. Somente visam arrebatar aqueles que querem sinceramente conhecer a Deus. O cidadão do vídeo se apegava unicamente à pagina 39 do livro, entretanto, não ia à página 61, que dava a outra definição de Pneuma. Maldoso e malicioso. Acostumado a ludibriar irmãos menos preparados, o iníquo quebrou a cara.

      Já encontrei muitos sujeitos assim aqui em Alagoas. Hoje faço questão de manter um assunto por vez. Quando tentam pular para outro assunto, faço-os voltar. Na última vez o arrogante fugiu e me deixou no meio da rua.

      Obrigado por postarem o vídeo. Veio em uma boa hora.

      Curtir

      • Jeosadá 20:52 em 14 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Oxe Alexei, tambem sou de Alagoas!

        Feliz coincidência…

        Curtir

        • Alexei 7:39 em 16 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Puxa vida Jeosadá. Fico ainda mais feliz em encontrá-lo aqui!!! Trabalho numa Usina de cana de açúcar e fico o dia ocupado sem poder me envolver mais em assuntos espirituais. Estou estudando Letras para lecionar e então ter mais tempo para dar apoio à obra por aqui. A congregação está crescendo mas precisa de mais apoio para dissipar as mentiras que a Babilônia tem espalhado por aqui.

          Curtir

    • oTESTEMUNHAdeJAH 21:15 em 13 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Na verdade entendo com relação aos debates que cada caso deva ser avaliado. Existem debates que surgem de repente e que são produtivos e existem debates que surgem de repente e que devemos evitar. Assim como existem debates programados produtivos e debates programados que devemos evitar, por exemplo:

      1- DEBATES QUE SURGEM DE REPENTE
      PRODUTIVOS:
      No campo, no nosso serviço secular, na família, pode surgir um assunto que uma ou mais pessoas tenham forte conhecimento de causa e resolvam colocar-se numa posição de oposição por assim dizer ao nosso ensino. Nesse caso é bom que estejamos bem preparados para demolir raciocínios errados bem como devemos ser perspicazes para identificar se o argumento usado contra nós é válido ou se trata apenas de mentira repetida ou ignorância dos fatos por parte da outra pessoa. Esclarecer esses pontos é muito útil tanto para a pessoa, quanto para quem ouve.

      QUE DEVEMOS EVITAR:
      Quando uma pessoa “arma uma cilada” para nós. Isso pode acontecer no caso de por exemplo alguém que seja contra determinado tema como a desassociação ou a questão do sangue e percebemos que os argumentos usados pela pessoa não são bíblicos e sim sentimentais. Apelam para legislação do país, casos hipotéticos e exagerados. pessoas assim não querem saber sinceramente o que pensamos, mas antes querem “protestar” contra o que “ELAS ACHAM” ser o mais certo.

      2- DEBATES PROGRAMADOS
      PRODUTIVOS
      Quando programamos um “debate” de ideias com nossos estudantes por exemplo. As vezes eles trazem matérias de seus atuais líderes religiosos com pesquisas sobre temas controversos. nesse caso o estudante quer saber se ele deve ou não continuar estudando pois se o Pastor ou Padre estiver certo ele não mais precisará se esforçar em estudar conosco. As vezes o próprio Lider religioso da pessoa decide ir ao estudo. e.se estivermos bem preparados e formos respeitosos conseguindo fazer uma defesa da verdade isso poderá trazer bom testemunho ao estudante e ao líder da pessoa mesmo que o tema seja preparado e combinado de antemão.

      QUE DEVEMOS EVITAR:
      Disputar para ver quem está certo. Fazer como se houvesse uma disputa com soma de pontos e sem nenhuma edificação. nesse caso o objetivo não é instruir.Levar “torcida” ou algo desse tipo não levará a nada. o debate acabará e ninguém terá tirado proveito pois um lado sairá avaliando o debate e não os ensinos apresentados. não raro se gabarão cada um de determinada resposta e da cara que o oponente fez quando recebeu a resposta “irrefutável”.

      Posso estar errado em minhas colocações e se assim for gostaria de ser reorientado pelos irmãos, mas no momento entendo dessa forma.

      Um abraço e fiquem com Jeová

      Curtir

      • Saga 3:22 em 14 out 2014 Link Permanente | Resposta

        “Quando programamos um “debate” de ideias com nossos estudantes por exemplo. As vezes eles trazem matérias de seus atuais líderes religiosos com pesquisas sobre temas controversos. nesse caso o estudante quer saber se ele deve ou não continuar estudando pois se o Pastor ou Padre estiver certo ele não mais precisará se esforçar em estudar conosco. As vezes o próprio Lider religioso da pessoa decide ir ao estudo. e.se estivermos bem preparados e formos respeitosos conseguindo fazer uma defesa da verdade isso poderá trazer bom testemunho ao estudante”

        Tem várias experiencias desse tipo nas publicações, tais como nos anuários não é? Muitos estudantes foram ganhos assim ao ver a diferença entre o que o clérigo diz e o que o nosso irmão diz.

        Curtir

    • wagner 22:10 em 13 out 2014 Link Permanente | Resposta

      PREZADOS IRMÃOS PAZ A TODOS. Gostei muito desse vídeo e gostaria de ver mais desse tipo de material porque expõe a fragilidade dos argumentos da cristandade . Parabéns ao queruvim e a todos irmãos que defendem a verdade na Internet. Que o soberano senhor Jeová continue a abençoar todos vós

      Curtir

    • Freitas 9:48 em 14 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Que bom observar aqui um conceito equilibrado da parte da maioria. Vejo irmãos usarem o raciocínio e cavarem um pouco “além”. Isto mostra que existe sim liberdade para se “pensar ” entre nós e que ousamos “examinar” nossas crenças e buscar novas maneiras de estabelece-las. Seja a palavra “debate” usada de um modo geral, como foi o caso do irmão Henschel, ou discussão como ajustada por queruwim , eu vejo irmãos amadurecidos entendendo que somos escravos de nosso senhor Jesus cristo e de Jeová, mas pertencemos também uns aos outros, como disse o apóstolo. Penso que isso mostra o fracasso daqueles que escolheram um ruptura cujos argumentos já não tem tanta força . Apenas jamais devemos nos esquecer de não termos mérito algum, andar em espírito também significa desfazer-se dos nossos “castelos”.

      Curtir

    • Gabi 0:27 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Acho que os irmãos devem fazer alguns vídeos que esclarecessem e falassem a verdade sobre alguns assuntos ‘polêmicos(por exemplo refutando as meias verdade de apòstatas). Acho que a Web é um campo a ser trabalhado, tanto que ja temos um site pra issso o Jw.org mas como o jw è voltada sò para pregação, deveriamos ter um canal no youtube pra isso… Vìdeos mais elaborados. Confiando sempre em Lucas 21:15 Porque eu vos darei uma boca e sabedoria, à qual todos os vossos opositores juntos não poderão resistir, nem [a] disputar.”

      Curtir

      • Saga 15:41 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Como já foi dito, não parece interessante pois cada vídeo que se faz a favor das JWs, surgem 10 denegrindo, além de que facilmente uma busca de uma pessoa sincera, estudante ou irmão quanto a algo das JWs começa a ter vários videos apóstatas de relateds. Um dia desses meu pai tava vendo videos de construções de salões do reino e eis que surge um vídeo apostata dublando acusações da fundadora do silent lambs sobre “pedofilia no salão do reino”.

        Para a situação não ser tão negativa teria sido necessário que as JW se engajassem na internet desdeeee oooo ínicioooo, de forma que hoje existisse bem mais matéria positiva do que negativa

        A Google agrega videos sobre TJs, mas não faz a distinção de se é neutro, a favor ou contra.

        Mas eu acho possível fazer videos edificantes a favor de Deus e de Cristo, mas desde que se evite títulos e termos que remetam diretamente as JW, assim os relateds simplesmente indicarão outros videos de teor religioso, bíblico ou evangélico e não simplesmente propaganda de apóstatas ou opositores.

        Vejam esses títulos:
        – Seres vivos: Evoluíram ou foram Criados?
        – Gênesis: Cópia de mitos sumérios?
        – O Antigo Testamento é historicamente viável ?
        – O Messias: Quem era ele?
        – Evidências extra-bíblicas da existência de Jesus Cristo
        – A Vida de Cristo: É mero plágio de deuses pagãos?
        – A historicidade dos Evangelhos
        – O Dogma da Santíssima Trindade: Teologia ou Palavra de Deus?
        – O Inferno: Saiba a verdade
        – Culto aos Santos: Adoração ou Veneração?
        – Apócrifos: Falta alguma coisa em sua Bíblia?
        – A Lei ou a Graça? O que salva é a fé ou as obras?

        O canal não se identifica como TJ, seu autor não se descreve como TJ e os títulos dos videos usem termos religiosamente neutros, que não citem nominalmente “Jeová”, “Torre de Vigia”, “Corpo Governante”, “Salão do Reino”, “Organização de Jeová”, “Russel”, “Tradução do Novo Mundo”, “A Palavra era um deus”, “Estaca de Tortura”, “Benignidade Imerecida” e seja lá mais quais forem termos que serão relacionados especificamente as JWs.

        Para despistar é útil usar ou se valer da linguagem da Almeida (e termos teológicos: Pnematologia, angeologia, demonologia, escatologia, cristologia, dispendicionalismo, coisa que nossas publicações não usam) . Quanto a citações a TNM, o nome de Deus, a esperança terrestre e aos últimos dias? Podem estar dentro do conteúdo do próprio vídeo. . .

        Assim se podem fazer videos a favor de Jeová Deus, de seu Filho, de Sua Palavra, combatendo ensinos falsos de religiosos e ateus sem em indiretamente promover conteúdo de apostatas no processo.

        Curtir

        • Queruvim 18:07 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Apesar de tudo isso que o Saga mencionou acertadamente, o YOUTUBE está cada dia mais contaminado com a mentalidade dos demônios. Anjos que se rebelaram contra Deus e que agora estão restritos nas vizinhanças da terra, corrompendo a todos os que podem com os seus “ismos”. Por este motivo a Organização sempre nos lembra da exortação “separai-vos e cessai de tocar em coisa impura”.

          “‘Saí do meio deles e separai-vos’, diz Jeová, ‘e cessai de tocar em coisa impura.’” — 2 CORÍNTIOS 6:17

          . ARTIGO RELACIONADO

          Curtir

        • Nick 18:44 em 15 out 2014 Link Permanente | Resposta

          Então existe alguma possibilidade de vocês fazerem videos defendendo a verdade? mesmo que seje com titulos indiretos as Testemunhas de Jeová

          Curtir

    • PG Almeida 11:09 em 16 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Queruvim, este capítulo de Provérbios é um dos que mais gosto de ler e raciocinar, uma das referencias dele é Lucas 9:40-46, bem interessante: 40 Mas ele disse, em resposta: “Eu vos digo: Se estes permanecessem calados, as pedras+ clamariam.”
      41 E quando chegou perto, contemplou a cidade e chorou sobre ela,+ 42 dizendo: “Se tu, sim tu, tivesses discernido+ neste dia as coisas que têm que ver com a paz — mas agora foram escondidas de teus olhos.+ 43 Porque virão sobre ti os dias em que os teus inimigos construirão em volta de ti uma fortificação+ de estacas pontiagudas+ e te cercarão,+ e te afligirão+ de todos os lados, 44 e despedaçarão contra o chão a ti e a teus filhos+ dentro de ti, e não deixarão em ti pedra sobre pedra,+ porque não discerniste o tempo de seres inspecionada.”+
      45 E entrou no templo e principiou a lançar fora os que vendiam,+ 46 dizendo-lhes: “Está escrito: ‘E a minha casa será casa de oração’,+ mas vós fizestes dela covil de salteadores.”+

      Curtir

    • Pacheco 13:00 em 17 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Conforme já comentado o vídeo é muito esclarecedor. No entanto eu ainda fiquei curioso com a argumentação dos Batistas com respeito Marcos 5: 9. Como podemos refutar esse argumento? O irmão Gregorio não explicou muito bem esse assunto.

      Curtir

      • Queruvim 23:01 em 17 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Simples, PNEUMA que as publicações das TJ dizem que “não falam, não possuem personalidade” se refere a PNEUMA em casos específicos. Não de modo geral. A publicação não estava falando sobre os anjos decaídos, que como sabemos são eles mesmos pessoas espirituais. Pegue os melhores léxicos onde se define a palava PNEUMA. De fato isto é prontamente reconhecido no The Anchor Bible, Genesis, A New Translation with Introduction and Commentary produzido por F.A.Speiser que observa sobre RUACH aqui em Genesis 1:2 :

        “um fantástico vento. Heb[raico] ruahh significa primeiramente “vento, briza,” e de modo secundário “fôlego,” e por fim “espirito.”- veja H.M.Orlinsky, JQR 47(1957), 174-82.

        Eu escrevi extensamente sobre este assunto aqui.

        Se sua indagação estiver relacionada com a discussão (em 17:00 mínuto do vídeo), onde se diz que “várias pessoas (anjos demoníacos) entraram em uma pessoa” portanto, segundo tal raciocínio, o espírito santo de maneira similar “poderia entrar em diversas pessoas e enchê-las”…tenhamos em mente que o argumento apresentado pelas Testemunhas de Jeová não se alicerça somente na premissa de que “o espírito santo não é alguém visto que enche pessoas(Atos 2)”. As TJ não se limitam a apenas este entendimento. É todo um contexto geral das Escrituras e avaliações de todos eles JUNTOS além de um estudo gramatical que pesam claramente em desacordo com a interpretação trinitariana. Se eu disser que o espírito santo enche pessoas assim como os demônios habitaram em um homem e o possuíram. Como ficariam os diversos textos que indicam que o espírito santo “borbulha” Provérbios 1:23 que este foi retirado de Moisés e distribuído sobre 70 homens ? (Números 11:17 ) Será que eu diria que “alguém (i.e a Pessoa do Espírito Santo) foi retirado de Moisés, e distribuído para 70 homens e não estava mais em Moisés? Ou foi retirado APENAS UM POUCO desta suposta “pessoa” ficando parte em Moisés e parte distribuída entre 70 homens? Este texto é um desafio intransponível para os fantasiosos trinitários. Ademais, borbulhar este espírito(Prov. 1:23) “Derramar” a este (Atos 2) não são expressões empregadas com referência a pessoas, mas a coisas impessoais.

        Lembre-se também como este é associado com coisas impessoais(Isaías 11:1) nenhum dos espíritos ali tampouco são “pessoas”:

        11 E do toco* de Jessé+ terá de sair um renovo;+ e das suas raízes frutificará*+ um rebentão.*+ 2 E sobre ele terá de pousar o espírito* de Jeová,+ o espírito de sabedoria+ e de compreensão,+ o espírito de conselho e de potência,+ o espírito de conhecimento+ e do temor de Jeová;+

        Além disso, Satanás não “enche” pessoas. A Bíblia diz que ele “entrou em Judas” Iscariotes, não que ele “encheu” Judas.

        Mas cá entre nós, visto que a Bíblia associa os frutos deste espírito santo com qualidades desejáveis, tais como o amor, alegria, paz, paciência, fé …e autocontrole ou autodomínio, vemos de uma forma ampla, confrontando todos os ângulos de avaliação, que os defensores da doutrina da trindade não somente não possuem estes frutos evidentes a quem tem verdadeiramente o espírito, como perseguem os que demonstram ter este espírito. Quer prova maior do que isso? Veja esta igreja chamada Batista… enviou milhares de jovens recentemente na guerra do Iraque em 1990. Jesus disse em Mateus 26:52 algo que condena estes mentirosos. Ao avaliar os números que estes trinitários usaram para defender a “pessoa” do espírito santo, verá que mentiram de modo desavergonhado. Foi uma mentira descarada, visto que pesquisaram na ânsia de refutar tudo o que uma TJ diz! Não foi um estudo sério e responsável. Citaram o uso do artigo de maneira equivocada focando textos que sequer se referem ESPECIFICAMENTE AO ESPÍRITO SANTO. Malandragem de gente sem compromisso com exatidão!

        Curtir

    • kl 14:45 em 20 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Sei que não diz respeito ao assunto , mas eu notei um particularidade em Gêneses. Quando os irmãos de José vão ao Egito e José os reconhece acusa-os de serem espiões. Notei algo especial na resposta deles a José eles dizem:“Teus servos são doze irmãos. Somos os filhos de apenas um só homem na terra de Canaã; e eis que o mais moço está hoje com o nosso pai; quanto ao outro, JÁ NÃO EXISTE(Gêneses42:13).”[me corrijam se eu estiver equivocado] Acredito que essa declaração em destaque seja significativa para revelar o conceito que eles tinham sobre a morte [como sendo a condição de não existência ] em contraste com a cultura egípcia e sua religião que davam ênfase a vida pós-morte.Isso por extensão revelaria muito sobre sua família e educação!

      Curtir

    • Rogério 12:48 em 21 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Olá boa tarde estou fazendo um estudo da bíblia em casa mesmo, não falo bem e escrevo bem como vocês, mais… estou com algumas dúvidas.. e estou admirado com com grau de conhecimentos de todos. e estou tentando usar minha faculdade de raciocínio. de modo simples quero tirar algumas duvidas sobre a questão do nome de DEUS, e sobre DISMO.
      os assuntos e debates apresentados pelas testemunha de jeová faz muito sentindo…embora algumas coisas não me entra na cabeça…preciso de uma ajuda sincera e honesta!!

      Curtir

    • Daniel 15:54 em 23 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Pacheco, sua dúvida foi a mesma minha….se Satanás é espírito e “enche” pessoas, porque não o espírito santo de Deus não poderia encher também e ser uma pessoa?

      Primeiro lugar como Queruvim já respondeu, existem outras formas de saber que o espírito santo não é pessoa, e isso sabemos muito bem.

      Mas veja a resposta que eu obtive…

      “O irmão Ringo não entrou nessa dos batistas por esse ser um argumento falacioso. Na verdade, Satanás não “enche” pessoas. A Bíblia diz que ele “entrou em Judas” Iscariotes, não que ele “encheu” Judas. Afinal, sendo pessoa espiritual, o Diabo tem um corpo espiritual definido (1Co 15:44b), e não pode ser partilhado, como é o caso do espírito santo. (Núm 11:17, 25) Além do mais, o caso de um espírito pessoa entrar em alguém é possessão demoníaca.”

      Curtir

    • Daniel 15:56 em 23 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Para o Rogério, qual é sua dúvida sobre o nome de Jeová? Quer saber se é Jeová mesmo, ou outra coisa?

      E não entendi o que você quis dizer com DISMO….o que é isso? kk

      Curtir

      • Saga 22:40 em 23 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Qual questão que existe em cima do nome de Deus? Nem existe mais polêmica sobre isso, é um assunto superado, que dúvida pode existir? Esse tal de “DISMO” é engraçado mesmo ein….

        Sobre o blog, é só fazer as perguntas quanto as suas dúvidas

        Curtir

      • GIBE TJ 11:12 em 24 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Eu acho que ele quis dizer “DÍZIMO”, pois ele mesmo admite não escrever tão bem como nós. Se não for isso pode me retificar.

        Curtir

      • Rogério 14:30 em 24 out 2014 Link Permanente | Resposta

        Daniel o Dismo que me refiro é decima parte constatado no texto de Malaquias, o nome de DEUS é jeová mesmo?
        por que tiram das outras bíblias então, estou me interessado muito pela religião de vocês,embora tenho algumas duvidas!! obrigado.

        Curtir

        • Saga 0:28 em 26 out 2014 Link Permanente | Resposta

          O dízimo eram as décima partes dos produtos que os israelitas traziam a Jerusalém para manter o Templo de Jeová bem provido de alimentação, assim aqueles que trabalhavam no serviço do Templo tiravam proveito dessas décimas partes. Qual a dúvida sobre isso?

          Deus é Jeová e Jeová é Deus. Quem conhecer algum outro nome para o Criador, por favor nos avise. As igrejas historicamente tiram das Bíblias por motivos de antissemitismo contra elementos judaicos da fé e obviamente para favorecer a teologia da Trindade por meio da confusão entre o Senhor Deus e o Senhor Jesus; a substituição de Jeová por “Senhor” (palavra que não é um nome pessoal) resulta que o nome de pessoa que o Deus da Cristandade tem acaba sendo: Jesus! O que é muito interessante para os trinitários, assim eles adoram uma anônima Deidade abstrata definida em termos de essência, natureza e substância, e que enquanto uma verdadeira pessoa apenas pode ser conhecida como Jesus, que seria o nome da Divindade que se tornou pessoa humana.

          Sem o uso do nome de Jeová, termina que…….Deus fica com muitos títulos (Criador, Senhor, Salvador, Pastor, Deus, Rei, Pai, Eu Sou, Ancião de Dias, Espírito, Santo, Todo Poderoso, Alfa, Omega) mas pessoalmente ficaria com apenas um NOME: J-E-S-U-S . E é isso que eles querem, podem notar que entre os maiores inimigos do nome de Jeová, estão justamente os trinitários mais fanáticos, ou os unicistas, que dá na mesma.

          Curtir

          • ROGÉRIO 10:35 em 27 out 2014 Link Permanente | Resposta

            Obrigado por me responder, por que a religião de vocês não combrão o DIZIMO.. a respeito do nome de jeová ainda..eles tiraram por achar que DEUS e jesus são as mesmas pessoa é isso?
            muito confuso…mais obrigado pelas explicações. confesso que estou admirando a forma que vocês colocam as doutrinas de vocês e estou gostando e fazendo algumas pesquisas sobre a a trindade… pela internet mesmo e vejo que tem muito sentindo com a religião de vocês!!

            obrigado a todos e desculpe pela minhas perguntas simples, mais eu quero ouvir a os dois lados!!

            Curtir

            • Saga 23:00 em 27 out 2014 Link Permanente | Resposta

              Rogério

              • O SENHOR: Deus ou Jesus ? –
                As igrejas tem um Deus, a quem chamam de O Senhor, nisso elas dizem que o Senhor isso, o Senhor aquilo, o Senhor esteja convosco, tenha fé no Senhor, os servos do Senhor, em nome do Senhor, a assembleia do Senhor, a igreja do Senhor, a palavra do Senhor, o espírito do Senhor, o Senhor te abençoe, o Senhor é o meu pastor, o Senhor é paz, a mãe do Senhor, os eleitos do Senhor, o marido que o Senhor me escolheu, o Senhor proverá, e quando você pergunta quem é esse Senhor eles dizem que é Jesus….Jesus Cristo é o Senhor!

              O raciocínio é o seguinte:
              1 – O Senhor é o nosso Deus
              2 – Jesus é o nosso Senhor
              3- Então Jesus é o Senhor, nosso Deus!

              E os membros de tais igrejas costumam ser bastante hostis a Jeová, aos adoradores de Jeová e a Tradução que usa mais de 7000 o nome de Jeová nas Escrituras. Inclusive chegam ao ponto de dizer que o nome que deve ser invocado é o nome de Jesus e que devemos ser Testemunhas de Jesus e não de Jeová, a coisa é de um jeito que mesmo quando por acaso vemos alguém usando o nome de Jeová, num hino, numa exclamação, louvor ou etc, acontece que no fundo essa pessoa faz isso achando que ao falar de “Jeová” está se referindo Jesus! É que esse seria como ele era chamado lá no “Antigo Testamento”!!!

              • O DÍZIMO: Devemos pagar a décima parte do nosso dinheiro? –
                Se as milhares de congregações de Testemunhas de Jeová em mais de 236 países não cobram dízimos de seus membros, é porque não acharam na Bíblia nenhum mandamento impondo que os cristãos devam pagar dízimos. Se alguém demonstrar que o ato de dar a décima parte de sua renda ao pastor de uma igreja faz parte dos ensinamentos do Cristianismo por favor nos dê a referência bíblica do capítulo e versículo para que assim possamos inaugurar esse costume na nossa Comunidade Cristã Internacional.

              Curtir

            • PG Almeida 7:25 em 28 out 2014 Link Permanente | Resposta

              ROGÉRIO Nós é agradecemos a sua disposição em visitar essa pagina.
              Leia e medite neste texto – Atos 17:11 – Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, porquanto, receberam a mensagem com vívido interesse, e dedicaram-se ao estudo diário das Escrituras, com o propósito de avaliar se tudo correspondia à verdade).
              Minha sugestão é que você só que tenha o cuidado com o que lê na Internet.
              Quando uma Testemunha de Jeová bater em sua porta peça pra ela o livro “O homem em busca de Deus”.
              Ali tem uma pesquisa minuciosa das principais religiões. Acredito que isso poderá simplificar bastante a sua procura.

              “obrigado a todos e desculpe pela minhas perguntas simples, mais eu quero ouvir a os dois lados!!”
              Não se esqueça que Jesus aos escolher os primeiros discípulos eram “homens indoutos e comuns”.

              Curtir

    • PG Almeida 8:41 em 27 out 2014 Link Permanente | Resposta

      Gledsondz7. Seja bem vindo, os assuntos comentado e discutidos aqui são muito bem mediados, o responsável filtra muito bem assuntos de apostasia.
      Quanto ao que você colocou sobre esses personagens do entretenimento, é simples. Babilônia é 100% cega.
      João Batista disse isso aos lideres religiosos daqueles dias:
      Quando viu os muitos fariseus e saduceus+ que vinham ao batismo, disse-lhes: “Descendência de víboras,+ quem vos insinuou fugir do vindouro furor?+ 8 Produzi, pois, fruto próprio do arrependimento;+ 9 e não presumais dizer a vós mesmos: ‘Temos por pai a Abraão.’+ Pois eu vos digo que Deus é capaz de suscitar destas pedras filhos a Abraão.+ 10 O machado+ já está posto à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produzir fruto excelente, há de ser cortada+ e lançada no fogo.+ 11 Eu, da minha parte, batizo-vos com água,+ por causa do vosso arrependimento;+ mas o que vem+ depois de mim é mais forte do que eu, não sendo eu nem apto para tirar-lhe as sandálias.+ Este vos batizará com espírito santo*+ e com fogo.+ 12 Tem na mão a sua pá de joeirar, e limpará completamente a sua eira, ajuntando seu trigo no celeiro,+ mas a palha ele queimará+ em fogo inextinguível.” Mat 2: 3-7
      E isso se cumpriu no ministério de Jesus.
      Se aqueles estudiosos da lei mosaica não compreenderam quem era o messias, imagine hoje quase 2 mil depois da morte de Jesus Cristo.
      Por isso é que somos o único povo que tem como marca registrada, digo o Espírito Santo de Jeová para cumprir Lucas cap 10: 1-3.
      Muitas ramificações de babilônia a grande já tentaram, mas é fútil tentarem cumprir esse texto profético.
      Desde quando aprendi a Verdade lá no inicio dos anos de 1990 ouço, que membros da cristandade (influenciado pelos seus pastores) deveriam se reunir nas suas igrejas pra montarem estrategias para se defenderem quando vamos as sua portas e tirarem nós do caminho da verdade.

      Curtir

    • Alexei 9:28 em 27 out 2014 Link Permanente | Resposta

      A cegueira dependerá em muito da condição do coração da pessoa. Lembro-me de certa pessoa que visitava o blog fingindo-se ser uma menina quando na realidade era um lobo selvagem envenenado pelo próprio ódio. Deve, com certeza ter sido expulso da congregação por modo impróprio de comportamento.
      Já vi no Google+ alguém que usa o mesmo modus operandi fingindo-se ser uma jovem bonita que se diz estudante da Bíblia que na realidade deve ser outro senhor de coração repleto de ódio.
      Devemos ter bastante cuidado com o uso internet como bem já fomos avisados.

      Curtir

    • Harison Pitta 16:45 em 20 jul 2015 Link Permanente | Resposta

      Muito interessante tudo lido até aqui. Agradeço a Jeová por servir ombro a ombro com irmãos tao habilitados. Gostaria que se caso fosse possível, mais materias desses “debates”, áudio, vídeos etc.

      Grato

      Curtir

    • Harison Pitta 16:49 em 20 jul 2015 Link Permanente | Resposta

      Aeria possível me enviar? Ou algum modo de visualiza-los? No vídeo falabde outros…queria acesso 🙂

      Curtir

  • Queruvim 18:22 em 6 Apr 2011 Link Permanente  

    O uso e significado da palavra “Deus” (Elohim) nas Escrituras Sagradas 

    Há um assunto que achei necessário postar em vista da desinformação causada por muitos chamados apologistas e teólogos que tem mais confundido do que ajudado na pesquisa da palavra de Deus.

    O uso e significado da palavra “Deus” conforme usada nas Escrituras Sagradas. Gostaria de repetir o que postei na página sobre o MONOTEÍSMO JUDAICO a fim de exclarecer alguns pontos importantes.

    Esta matéria explica de modo claro e sem rodeios que ELOHIM não é como dizem muitos , um dos “nomes de Deus”. Nada disso! Na verdade como verá abaixo ELOHIM (em Hebraico) é equivalente a palavra Deus ou deus, em português. E não se refere apenas ao Ser Supremo. Ou seja, não é especifica mas assume um caráter de um substantivo comum na Bíblia.

    (Obs.: Elohim em hebraico é o equivalente de THEÓS em grego. Tenha em mente que o V.T foi escrito em hebraico e o N.T foi escrito em grego.)

    Os Judeus acreditavam que existiam vários deuses legítimos

    Os Judeus ou Israelitas  foram o povo pactuado de Jeová (IHVH) e como tal reconheciam que o termo “Deus/ deus” não era uma palavra específica para designar o Deus Todo Poderoso. Por exemplo, Moises foi chamado de “Deus/deus” em Exodo 7:1. (Clique para ler em outra janela)

    moisés_arão

    Quem chamou Moisés de “Elohim” (Deus) ???

    Como podemos ver no texto, foi o próprio Jeová Deus que considerou Moisés um deus. Não foi do ponto de vista de  Faraó ou outros, mas o próprio Deus Todo Poderoso o tornou “poderoso” em ações e palavras, o que fez dele “um deus”.

    Devido a posição e poderes a ele delegados pelo Deus Todo Poderoso, Moisés foi considerado um “Deus/deus”. É bom relembrar que este detalhe de mencionarmos a palavra “Deus” com letras maiúsculas ou minúsculas é irrelevante para a nossa avaliação do ponto de vista filológico visto que em hebraico antigo e grego coiné não se fazia diferenciação entre letras maiúsculas ou minúsculas. Portanto, se Moisés foi chamado de “Deus” em hebraico em Êxodo 7:1 isso implicava que ele possuía poderes ao seu dispor que o colocava em posição elevada em relação a seus contemporâneos.

    Deus disse a Moisés neste verso: “Vê, eu te fiz Deus (Elohim: אֱלֹהִים) para Faraó, ao passo que Arão teu irmão te servirá de profeta

    A Tradução New American Standard Bible verteu essa passagem da seguinte maneira:

    Vede, eu te faço Deus para Faraó, e teu irmão Arão será teu profeta

    Por receber poder Divino e autoridade de Jeová (IHVH), Moisés foi chamado de “Deus” (hebraico: Elohim).”

    Muitos teólogos e apologistas modernos negam a existência de outros chamados “deuses”. Observe outro erro grave dos pastores e teólogos neste artigo!

    deuses

    Ou dizem que tais “deuses” só podem ser “deuses falsos” uma vez que a Bíblia diz que existe apenas um “único Deus Verdadeiro”. Contudo, os primitivos judeus usavam a palavra “Deus” (Hebraico: Elohim ; Grego : THEÓS) para se referirem a  tudo o que possui poder ou exerce poder sobre outros ou alguma criatura com poderes concedidos por Jeová, o Ser Supremo, identificado nas Escrituras pelo tetragrama (IHVH). Os Judeus não viam nisso uma contradição. As passagens que cito aqui neste artigo possuem declarações explícitas, onde certos deuses são considerados deuses legítimos devido ao poder concedido pelo Deus Todo Poderoso.

    Jesus ao chamar seu pai de “o Único Deus verdadeiro” não estava  excluindo totalmente outros de serem considerados “deuses” legítimos. Temos que tomar cuidado e evitar formar teologia a partir de uma declaração que não seja globalmente bíblica. Ou seja que não seja baseada em “Toda a Escritura”. Por exemplo, os Fariseus disseram, numa discussão com Cristo, que “temos um só pai, Deus” (João 8:41). Pouco antes haviam falado que  “Nosso pai é Abraão.”( João 8:39). Significa que declarações exclusivas nem sempre são literalmente assim. Se considerarmos as palavras ao pé da letra chegaremos a conclusão de que Abraão era Deus e que Deus era Abraão, visto que os Fariseus chamaram a ambos de “pai”. E pior ainda, disseram que não tinham nenhum outro pai a não ser Deus. De modo similar, Jesus ao dizer que seu pai é o ” Único Deus Verdadeiro” não estava dizendo que todos os outros eram deuses falsos e sim enfatizando que seu pai é o Deus Supremo em relação a outros que podem ser assim chamados. De fato observe que 1 Coríntions 8:5,6 afirma que “há muitos deuses”, daí o texto diz: “quer no ceús quer na terra”… Em harmonia com isso o Salmo 8:5 chama os anjos poderosos de “Deuses” ao usar a palavra hebraica ELOHIM. (Obs.: muitas versões usam a palavra “Deus” ou “deuses”, no hebraico ocorre a palavra ELOHIM , se alguma versão optou por verter “anjos” ela está parafraseando igual fez a LXX citada por Paulo)

    Elohim (deus, deuses) é definido como sendo :

    I. Deus, deus, deuses
    II. governantes, juizes, anjos
    III. Pl. intensivodeus, deusa

    http://www.biblicalheritage.org/Linguistic/HL/1-A/-elohiym.htm

    Palavra: ELOHIM Segundo a definição do respeitado Brown Driver Briggs Léxico HebraicoInglês :

    • a. governantes, juizes, quer como representantes divinos em lugares sagrados ou como refletindo majestade divina e poder.
    • b. divinos, seres humanos  poderosos, incluindo Deus e anjos.
    • c. anjos;

    O Salmo 82:1 se refere a Juízes humanos e os chama de “deuses”. Lemos que o Deus Todo Poderoso

    “preside na grande assembléia e julga entre os deuses…”

    Salmo 82:6 prossegue na mesma linha…

    “Vós sois deuses e todos vós sois filhos do Altíssimo”

    Estes e outros inúmeros textos evidenciam que a palavra hebraica “Elohim” “Deus” ou “deuses” é aplicada pelos Judeus primitivos tanto em escritos da Bíblia Sagrada como também em escritos extra bíblicos como se referindo a deidades secundárias sem que isso comprometesse o monoteísmo judaico.

    A Concordância Analítica de Young da Bíblia, Eerdmans , 1978 Reprint , ” Dicas e ajuda a Interpretação da Bíblia”  explica sobre a palavra Deus:

    “65 Deus – . É  usado referente a  qualquer um ( professadamente ) PODEROSO , sendo verdadeiro ou não , e é aplicada não somente ao verdadeiro Deus , mas aos falsos deuses , magistrados , juízes , anjos , profetas, etc , por exemplo – Ex. . 7:1 , 15:11 , 21:6 , 22:08 , 9; … Sal 8:5 ; . 45:6 , 82:1 , 6; 97:7 , 9 … João 1:1 , 10:33 , 34, 35 ; 20:28 …. “

    A Bíblia trinitária de Estudo NIV Study Bible , Zondervan , 1985 diz-nos :

    ” Na linguagem do AT … governantes e juízes, como agentes do Rei celestial ,podem receber o título honorífico de” Deus ” … ou ser chamado de ‘ filho de Deus ‘ . “ – Nota de Sal. 82:1 E , na nota de Salmo. 45:6 , o mesmo estudo da Bíblia nos diz : “Neste salmo, que elogia o Rei[ israelita ] … , não é impensável que ele seja chamado de ” deus ” como um título de honra (cf. Is 9. : 6) “.

    O Novo Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento , Zondervan , 1986 , diz-nos :

    ” A razão pela qual os juízes são chamados de ” deuses “no  Salmo 82 . É que eles têm o cargo de administração do juízo de Deus como ” filhos do Altíssimo . ” No contexto do Salmo. Os homens em questão não conseguiram fazer isso .. .. por outro lado , Jesus cumpriu o papel de um verdadeiro juiz como um “deus” e ” filho do Altíssimo . “ – Vol . 3 , p . 187.

    O uso da palavra Theós em grego sendo o equivalente de Elohim por parte dos escritores do chamado Novo Testamento reflete o mesmo conceito judaico.

    Em João 1:1; 20:28 e hebreus 1:8

    Ao lermos o Salmo 8:5 na LXX (Septuaginta, uma versão do V.T traduzida para o Grego) veremos que esta verteu a palavra hebraica ELOHIM (Deus,deuses) por ANGELOS ou anjos.

    ἠλάττωσας αὐτὸν βραχύ τι παρ’ ἀγγέλους δόξῃ καὶ τιμῇ ἐστεφάνωσας αὐτόν (siga o link se desejar!)

    Poderá consultar a Concordânica Exaustiva de Strong e ver por sí mesmo que a palavra ELOHIM que aparece neste versículo é aplicada a magistrados, anjos, e outros além do Deus Todo Poderoso Jeová. De fato, o nome Jeová identifica o ser Supremo e Aquele que é chamado de “O Único Deus Verdadeiro” em João 17:3.

    É evidente que visto que Jesus usou a expressão “Único Deus Verdadeiro” não exclue outros de serem chamados de Elohim ou deus. Temos que tomar cuidado com isolar textos bíblicos a fim de formar opinião teológica. Ademais há na bíblia declarações que indicam que exclusões nem sempre devem ser tomadas ao pé da letra.

    Como vimos acima na discussão com os  Fariseus registrada em João 8: 39 Jesus ouviu os líderes religiosos dizerem:

    Nosso pai é Abraão.”

    Poucos versículos depois ( v.41)  os mesmos Fariseus disseram:

    “Não nascemos de fornicação; temos um só Pai, Deus.”

    Portanto eles disseram que tinham somente um pai. Isso excluía Abraão de ser chamado de “Pai” por estes ? Não! De modo similar, Jesus chama seu Pai de “O Único Deus Verdadeiro”, contudo isso não exclui outros de serem chamados de “deuses” sem que estes sejam deuses falsos.

     

    Elohim contrastado com o plural numérico em hebraico

    Em Gênesis 35:2,4 ; Êxodo 12:12 vemos a ocorrência do plural numérico de Elohim, a saber, Elohê , que significa deuses. Esta é a palavra hebraica específica para indicar uma pluralidade numérica a ser distinguida de Elohim. Gramática Hebraica de Gesenius pag. 399.

     

     

    Conceito equivocado perpetuado por “doutores” e “pastores” modernos

    Hoje em dia homens como Robert Bowman que só sabe publicar livros contra as Testemunhas de Jeová e dedica sua vida a persegui-las em suas palestras, afirma que “só existe um Deus” e que todos os outros são “deuses falsos”. Isso não é de forma alguma o que as Escrituras Sagradas revelam e nem mesmo léxicos respeitados como os que citei acima aqui neste artigo. Ocorre que estes religiosos modernos sutilmente e de maneira enganosa enxertam suas idéias e tradições religiosas em seus cultos religiosos. Muitos destes quando eram garotos ouviram pais católicos repetirem a frase “Deus é um só”. Embora saibamos que tal frase quer dizer que o Verdadeiro Deus é apenas um e que o Ser Supremo é apenas um, na verdade acaba passando outra idéia. A de que não existem outros deuses legítimos e que são assim chamados sem que estes sejam “falsos deuses”.

    Observe o que afirmou Lord Saga um versátil apologista das Testemunhas de Jeová:

     “Seria Jesus um “Deus” falso? Visto que na Bíblia só há um Verdadeiro (Isaías 43:10)?

    Que pensamento bobo.
    Isaías 43:11 diz que apenas Deus é salvador.
    Então o os Juízes bíblicos que salvaram o povo de Israel das mãos dos filisteus eram “FALSOS salvadores” ? (Juízes 2:16 ; 3:9,15; 1 Samuel 10:19)

    A Bíblia diz que Jesus é o Filho Único de Deus. (Jo 3:16)
    Os anjos são “FALSOS filhos” de Deus? (Jó 1:6 ; 38:7)

    A Bíblia diz que apenas Deus é Pai. (Mateus 23:9)
    Então o pai do Luiz é um “FALSO pai”?

    Mateus 23:9 – > Além disso, não chameis a ninguém na terra de vosso pai, pois UM SÓ É VOSSO PAI, o Celestial

    — Questão dos Superlativos Divinos do Senhor Jeová Deus Pai—

    Quando a Bíblia diz que o Pai é o único Deus. (Jo 17:3, 1 Cor 8:5,6)
    Não impede que outros sejam chamados de “Deus”, mas significa que ele é Deus em certo sentido ou num patamar superlativo em que Só Ele É.

    Também é assim com termos como Pai, Salvador, Bom, Santo, Sábio. Outros também são pais, salvadores, bons, santos ou sábios, mas em sentido diferente do que (somente) Deus é.

    Como vimos a pergunta cima revela um equivoco teológico enraizado na mente dos que se deixaram moldar pela tradição religiosa e não por exatidão na adoração de Deus. De fato, a palavra Deus/deus é usada nas escrituras como um substantivo comum.

    Observe o que diz a Obra Estudo Perspicaz das Escrituras citando Dicionários respeitados:

    O título “Deus” não é nem pessoal, nem distintivo (alguém pode até mesmo fazer de seu ventre um deus; Fil 3:19). Nas Escrituras Hebraicas, a mesma palavra (’Elo·hím) é aplicada a Jeová, o verdadeiro Deus, e também a deuses falsos, tais como Dagom, o deus filisteu (Jz 16:23, 24; 1Sa 5:7) e Nisroque, deus assírio. (2Rs 19:37) Caso um hebreu dissesse a um filisteu ou a um assírio que ele adorava a “Deus [’Elo·hím]” isso obviamente não bastaria para identificar a Pessoa à qual se dirigia sua adoração.”

    Até mesmo o inimigo da vida eterna é chamado de “Deus” (grego THEÓS) em 2 Coríntios 4:4 (clique aqui para ler)

    Nos artigos sobre Jeová, The Imperial Bible-Dictionary (O Dicionário Bíblico Imperial) ilustra belamente a diferença entre ’Elo·hím (Deus) e Jeová. A respeito do nome Jeová, diz:

    É, em toda a parte, um nome próprio, indicando o Deus pessoal, e somente ele; ao passo que Elohim assume mais o caráter de um substantivo comum, indicando, em geral, deveras, o Supremo, mas não necessária ou uniformemente. . . . O hebreu talvez diga o Elohim, o verdadeiro Deus, contrapondo-o a todos os deuses falsos; mas ele jamais diz o Jeová, pois Jeová é unicamente o nome do verdadeiro Deus. Ele diz, vez após vez, meu Deus . . .; mas jamais meu Jeová, pois quando ele diz meu Deus, quer dizer Jeová. Ele fala do Deus de Israel, mas jamais do Jeová de Israel, pois não existe nenhum outro Jeová. Ele fala do Deus vivo, mais jamais do Jeová vivo, pois só pode conceber Jeová como estando vivo.” Editado por P. Fairbairn, Londres, 1874, Vol. I, p. 856.” (O GRIFO É MEU)


    Fica claro então após tal analise cuidadosa, que a palavra “Deus” em hebraico ELOHIM e em Grego THEÓS não é o que dizem muitos dos chamados Cristãos ou teólogos em sua maioria. Eles estão distanciando as pessoas do “conhecimento exato” (epignosis) que Paulo tanto alertou que é necessário para todos nós alcançarmos a salvação de Deus por intermédio de Jesus Cristo. 1 Timóteo 2:4 Col. 1:9 Fil 1:9. As muitas desculpas para se evitar usar o Nome de Deus por removê-lo de suas traduções da palavra de Deus não convence. (clique aqui para ver um dos motivos apresentados por Teólogos e eruditos de renome para não usar o Nome de Deus, muito embora este apareça milhares de vezes nos mais antigos manuscritos da Bíblia.) Espero que ao ler este artigo tenha entendido que o Ser Supremo tem um Nome que o identifica dentre todos os outros deuses. Daví e outros servos de Deus usavam o Nome dele todo tempo não somente na conversa diária, como também ao escreverem a Bíblia sob inspiração divina.

    Leiam o artigo :

    “Elohim” por ser plural, indica que Deus é uma trindade de pessoas?

    Duas regras – uma falsa e uma verdadeira

    NOVA KING JAMES RESTAURA O NOME DIVINO NOVO!

    Visite a página principal TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DEFENDIDA!

    Possui Deus vários nomes ou apenas um só nome? (Observará que alguns repetem o conceito errado de que “Deus tem vários nomes” e chegam a dizer que ELOHIM é um dos nomes, sendo que como vimos claramente acima a partir de léxicos respeitados, ELOHIM é como se diz “Deus/deus” em hebraico e não é nome coisa nenhuma, mas um substantivo de uso comum)

    Negam as TJ a divindade de Jesus?

    QUEM VAI PAR O CÉU E PORQUE?

    Acesse a BIBLIOTECA DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ ON LINE

    QUERO RECEBER UMA VISITA GRATUITA EM MINHA RESIDENCIA A FIM DE ESTUDAR A BÍBLIA UMA VEZ POR SEMANA

    DESCUBRA ONDE FICA O LOCAL DE REUNIÃO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ PERTO DE SUA RESIDÊNCIA!

    RETORNE A PÁGINA PRINCIPAL DO AUTOR DESTE WEBBLOG


    contador de visitas
    contador de visitas


    Lecionamos Inglês também!

     
    • queruvim 16:41 em 26 maio 2011 Link Permanente

      Francisco,

      Dizer que Jesus não é o “Deus vivo” mas sim o filho do Deus vivo, não é rebaixar Jesus.
      Dizer que Jesus é o Cristo (que significa Ungido) não é rebaixar Jesus. Rebaixa a Deus chama-lo de “Cristo” visto que Deus não é ungido por ninguém, ele é quem ungi com seu espírito. VC não reconhece Jesus como o Ungido ou Cristo. Acha em sua cabeça que Jesus é o próprio Deus Todo Poderoso em forma humana.
      Vc é que está na condição mencionada por vc mesmo. Pois todo aquele que não aceita Jesus como sendo o “ungido” ou “escolhido” de Deus está enganando a muitos. De fato em nome de Jesus pessoas estão desencaminhando a muitos.

      As religiões que professam serem “cristãs” ou os chamados “Evangélicos” jamais poderiam representar a Cristo se o que o historiador abaixo menciona for verdade.

      O livro History of Christianity, de Paul Johnson, diz:

      “Dentre 17.000 pastores evangélicos, nunca houve mais de cinqüenta que cumprissem longos termos de prisão [por não apoiarem o regime nazista] em qualquer época.” Contrastando tais pastores com as Testemunhas de Jeová, Johnson escreveu: “Os mais valentes eram as Testemunhas de Jeová, que proclamavam a sua inequívoca oposição doutrinal desde o início e sofreram em conseqüência disso. Recusaram qualquer cooperação com o Estado nazista.”

      Por isso, na prática Francisco, os Evangélicos COMO GRUPO E EM SUA VASTA MAIORIA, não tem Jesus no coração. Por que afirmo isso? Olhe denovo o que o historiador diz acima. Preste atenção no comportamento da comunidade Evangélica como GRUPO no incidente mencionado acima pelo historiador. Isso não é um julgamento individual, como vc deu a entender num e-mail que enviou Francisco. Estou falando da Igreja Evangélica na hora da prova. Amarelam e rejeitam os mandamentos de Cristo. Apenas falam o que falam, mas da boca pra fora. Jesus disse: “Sois meus amigos se fizerdes o que vos mando.”
      De fato ele ordenou que evitássemos pegar em arma a fim de matar correligionários. Jesus disse : “Quem tomar a espada perecerá por ela” …em Mat 26:52.

      Sobre quem é Jesus. os Evangelhos que tú mesmo lê , mas não percebe, não prega a teologia que tú defendes.

      Em João 6:38 Jesus disse: “Desci do céu não para fazer a minha vontade , mas a vontade daquele que me enviou”
      Em contraste com isso Deus é mencionado em Daniel o Profeta no capitulo 4:35 como Aquele que ” age segundo sua própria vontade ENTRE O EXERCITO DOS CÉUS E S HABITANTES DA TERRA”
      Ao lermos hebreus 9:24 Paulo escreveu sob inspiração que Jesus entrou no céu para comparecer “PERANTE a face de Deus” por nós .
      Como pode Jesus comparecer PERANTE Deus e ao mesmo tempo ser o Deus Todo Poderoso diante de quem comparece ?
      E Atos 9:20 Paulo após a conversão passou a pregar imediatamente que Jesus é “O Filho de Deus” e não o próprio Deus, como ensinam a realmente distorcida teologia trinitáriana.
      João na conclusão de seu Evangelho escreveu que “Estas coisas foram escritas para que creiais que Jesus é o Cristo , o FILHO DE DEUS…” João 20:31 Temos que crer nisso!
      EFÉSIOS 1:17 fala do” Pai E DEUS de nosso Sr Jesus Cristo.”
      Paulo o Apostolo para as nações escreveu que Deus sujeitou a Jesus todas as coisas mas é claro que “se EXCETUA Aquele que lhe sujeitou todas as coisas ” (1 Cor 15:27)
      Por que Jesus teve de receber autoridade do Pai e depois entregar o reino ao seu Pai? Faz sentido se ele fosse o Todo Poderoso Deus? 1 Coríntios 15:24,27,28
      Jesus foi criado diz Apoc 3:14.”O principio DA CRIAÇÃO de Deus” (Portanto, segundo este verso inspirado, Jesus é parte “da criação”)
      Em harmonia com isso Colossenses 1:15 diz que ele foi o “primogênito de toda a criação”.
      Isso explica por que Jesus foi tentado.Ao passo que “Deus não pode ser tentado” diz Tiago. (capitulo 1:13)
      Não se deve estudar a palavra de Deus para tentar rebater ela mesma, mas deve se estudar ela para harmonizá-la e em seguida fazer com que nossos pensamentos se harmonizem com ela. E NÃO QUE ELA SE HARMONIZE COM os nossos pensamentos.

      Att

      Rubens

      Curtir

    • romilson ferreira da silva 2:52 em 26 jul 2011 Link Permanente

      A quem devemos adorar?

      Infelizmente muitos tradutores por pensar que Jesus era o próprio Deus, traduziram erroneamente alguns trechos da Bíblia, estes versículos em muitas traduções afirmam que Jesus era adorado por homens (Mateus8.2 2;9.13; 14.33;15.25;20.20;28.9,17; Marcos 5.6;15.19; Lucas 24.52). Mas todas estas passagens contêm erros de tradução, confira isto na Bíblia Jerusalém, uma das melhores traduções do original, e o leitor verá que todos os versículos que se diz que Jesus era adorado, no original está dizendo que as pessoas se prostavam diante dele, ou que elas o homenageavam, mas homenagear ou prostar não e o mesmo que adorar.
      As pessoas podem prostar diante de governadores (Gênesis 42.6) e reis (1° Reis 1.16), e elas podem homenageá-los (1° Crônica 29.24), mas a adoração pertence somente a Deus, ( Lc 4,7 ). Em lugar algum da Bíblia lemas que se deve prestar um culto a Jesus, mas há diversas passagens dizendo que devemos prestar um culto a Deus o Pai, (Lc4,7; Romanos 12.1). Com respeito á adoração nós vemos em apocalipse que o apóstolo João se prostou aos pés de um anjo para adorá-lo, mas o anjo imediatamente o repreendeu dizendo que os verdadeiros cristãos deveriam se manter firme no testemunho de Jesus, que era adorar a Deus. (Apocalipse 19.10).
      Este foi o testemunho dado por Jesus no NOVO Testamento Lc 4,7 a tradução interlinear traduz o texto de Ap 19.10 da seguinte forma: “Aí eu me ajoelhei aos pés do anjo para adorá-lo, mas ele me disse: não faça isto! Pois eu sou servo de Deus, assim como você e os seus irmãos que continuam fiéis a verdade revelado por Jesus, adore a Deus.” Portanto os fiéis de Jesus vão adorar a Deus o Pai e não a Jesus, mas isto eles farão por meio de Jesus (Hebreus 13.,15; 1″ Pedro 2).
      mas infelizmente vemos que os erros nas traduções levam os cristãos a cometerem erros, por exemplo, Hebreus 1.6 diz que os anjos devem adorar a Jesus, mas no original não é adorar e sim prostar-se diante dele.
      Para tirarmos esta dúvida basta nós olharmos a mesma referência de Hebreus 1.6 a qual é o Salmo 97.7, quando nós olhamos a referência de Hebreus a qual é o Salmo 97.7 ali não se diz que os deuses (anjos) adoraram Jesus. E sim que eles se prostarão diante dele, ou seja, todos os anjos e os homens terão que se prostar diante de Jesus em sinal de reverência, (respeito) Ele não era Senhor más se tornou Senhor Atos 2,36 (Filipenses 2.10,11),a referencia de hebreus na bíblia Almeida veio da septuaginta esta tradução esta errada a referência do Sl97,7 vem do hebraico esta é a tradução correta Por tanto, assim fica claro que somente o Pai pode ser adorado pelos homens e pelos anjos,O apóstolo Paulo disse que nós os cristãos somos a verdadeira circuncisão, nós que adoramos a Deus (o Pai ) no Espírito. (Filipenses 3.3)
      Em Apocalipse nós podemos observar que os santos adorarão somente aquele, pois o texto não diz que os santos adorarão aqueles e sim (aquele),ou seja, não serão duas e nem três pessoas que serão adoradas, ou do contrário o versículo diria aqueles, e não (aquele) Apocalipse 4.10; 7.11; 7.15.14.7 Todos os textos são claros em afirmar que Deus é quem será adorado e não Jesus Apocalipse 19.10 ; 22.8,9

      Somente o criador pode ser adorado

      As escrituras nos deixa claro que somente Deus o Pai é o criador Mc10,6 Efésios 3,9 e que não se deve adorar uma criatura Romanos 1.25, portanto este é um dos motivos pelos quais Jesus não pode ser adorado, pois ele não é o Criador, e sim uma criatura, infelizmente muitos cristãos tem recebido ensinamentos errados de que Jesus é o Criador e não uma criatura, foi o próprio Jesus que afirmou ser uma criatura ao dizer, eu sou o princípio da criação de Deus (AP 3.14), o apóstolo Paulo também disse que Jesus é o primogênito (o primeiro) de toda criatura. (Colossenses 1.15) Prestemos bastante atenção neste versículo, aqui se diz que Jesus é o primeiro de toda criatura (criação) de Deus, Jesus só pode ser o primeiro de toda criatura de Deus, porque ele também é uma criatura. Mas já com respeito ao Pai, não se pode dizer que ele é o primeiro de toda criação ou criatura, pois ele não é o primeiro de toda criação, ele é o criador de toda criação, inclusive de Jesus. “Em uma tradução mais fiel de provérbios 8.22 o próprio Jesus disse; o Senhor me (criou) como princípio de sua obra” (Bíblia de Jerusalém), portanto Jesus não foi somente gerado como alguns pensam, ele foi criado e gerado por Deus (CL 1.15; SL 2,7), muitos pensam que Jesus é eterno, ou seja; que ele sempre existiu, mas isto é um grande engano, pois quem tem origem (Miquéias 5.1,2) não se pode dizer que sempre existiu. Com respeito a Jesus se diz que ele nasceu e foi gerado provérbios 8.22,24 criado (CL 1,15 <AP 3.15) e que sua (origem) é desde a eternidade (Miquéias 5.1,2,) algumas traduções traz a sua origem é deste os tempos antigos, mas com respeito a Deus o pai, se diz que ele é eterno (Romanos 16.24,25) ou seja; que ele não tem (origem), pelo contrario, ele é a origem de tudo, portanto assim fica claro, Jesus é a primeira criatura de Deus, e por isso não pode ser adorado, ou nós estaremos trocando a verdade de Deus pela mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do criador (Romanos 1.25) as escrituras também nos mostram que somente os 144.000 seguiram o cordeiro a onde quer que ele vá, e isto porque eles não se macularam com mulheres Ap. 14.4,5 ou seja; não cometeram idolatria, mulheres aqui se reverem a igrejas idolatras, adorar a Jesus ou a Trindade é idolatria, a Trindade são três deuses criados pela mente dos homens, e as escrituras não nos permite adorar outro Deus além de Deus o pai Apocalipse 14.7 Lc4.8, e além do mais os idólatras não herdarão o reino de Deus. Gálatas 5.19,21

      O que significa adorar?

      Adorar significa amar a Deus (o pai) com todo o coração, com toda a nossa alma, com todo o nosso entendimento, e com toda a nossa força Mc 12,30 ou seja. adoração significa reconhecer a Deus o pai como sendo o único, Mc12,29, o único Deus Ef 4,6 1 Cor 8,6, adoração significa não colocar ninguém de igualdade com Deus o pai, nem mesmo o próprio Jesus, adoração significa entender que Deus o pai está acima de todos e de tudo Ef 4,6, até mesmo do próprio Jesus. Isto sim é uma verdadeira adoração, por isso o salmista disse que acima das nuvens não há ninguém semelhante a IHWH.
      No livro do apocalipse nós vemos os cristãos vencedores adorando a Deus o pai, e eles diziam a Deus tu és digno senhor e Deus nosso, de receber a gloria, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, AP 4,11, e no mesmo livro nós vemos os cristãos dizendo as mesmas palavras para Jesus Ap 5,12 mas estas palavras foram interpretadas diferentes para cada uma das duas pessoas,por exemplo, com respeito a Deus o pai, se diz que eles o estavam adorando, Já com Jesus se diz que eles o estavam louvando! Mas porque isso? É simplesmente aquilo que nós afirmamos, a verdadeira adoração está em conhecer que Deus o pai é o único Deus, e que Jesus e o senhor Fl 2,10,11 e homem! 1 Tm 2,4,5 por isso quando eles prostam diante de Jesus e o glorificam, isto se torna em louvor, e não em adoração Ap 5,8,13, mas quando eles se prostam diante de Deus o pai, e o glorificam, isto se torna em adoração,e não apenas um louvor Ap 4,10, e isto acontece simplesmente porque eles endentem que eles estando diante do pai, eles estão diante do único Deus, a verdadeira tradução de Ap5,14 termina assim; e eles adoraram aquele que vive pelos séculos do séculos. (ou seja o pai)

      Idolatria significa colocar qualquer coisa de igualdade com Deus o pai, ou acima dele. Deus o pai, tem que está em primeiro lugar em tudo na nossa vida, nós demos que ama-lo acima de tudo Mc 12,30 Deus fez Abraão provar para ele que ele o amava mais do que o seu próprio filho, para isso ele teria que sacrifica-lo há Deus, Gn 22 más infelizmente muitos cristãos estão hoje debaixo de idolatria, eles colocam muitas coisas em sua vida em igualdade com Deus ,por exemplo eles colocam Jesus em igualdade com Deus o pai,estes são os trinitariânos, eles dizem que os três da trindade são iguais em poder, são todos eternos e etc.Já os cristãos unicistas são ainda piores, pois eles dizem que Jesus é o próprio Deus, e que não existe outro Deus alem dele. isto sim! é uma verdadeira idolatria. Pois as escrituras perguntam quem sobre a nuvem é semelhante ao altíssimo, quem dentre os filhos de Deus é igual ao senhor? Sl 89,6, mas o mais interessante é que na tradução original não aparece a palavra senhor, e sim o nome do próprio Deus pai,YHWH. (VER bíblia de Jerusalém) assim fica claro, que se nós colocarmos Jesus em igualdade com Deus o pai, estamos em idolatria, pois no céu não existe ninguém igual a ele. Pois somente Deus o pai é o eterno.

      Curtir

    • antonio jobson de cerqueira. 19:14 em 31 jul 2011 Link Permanente

      jesus é a primeira criaçao de DEUS ,SAIDA DO SEU INTIMO COM ILIMITADA PERFEIÇAO,mas se DEUS O PRINCIPIO E O PRIMORDIO DE TUDO QUE EXISTE,, SUPONHAMOS QUE ESTIVESSE AUSENTE, NOS ESTARIAMOS AQUI OU, ATÉ MESMO JESUS E SEUS ANJOS IMACULADOS, ESTARIAM NO CEUS TI DANDO GLÓRIA A SUA MAJESTADE, LHE DADA PELO O PAI CRIADOR E FORMADOR DE TUDO QUER EXISTE, E SEMPRE MOSTROU- SE INDEPENDENTE, EM SUA EXISTENCIA.DEUS JEOVÁ É ALTISSIMO, E ESTÁ ACIMA DE TODAS AS SUAS OBRAS ,EM PERFEIÇAO E PODER.JESUS CRISTO É SEU FILHO AMADO, QUE TEVE ORIGEM EM SEU PAI.E ESTE PAI CELESTIAL, NAO TEVE ORIGEM ,NEM PRINCIPIO E SEMPRE EXISTIU NESTE MISTÉRIO INDECIFRÁVEL.

      Curtir

    • Francisco 18:34 em 3 ago 2011 Link Permanente

      Interiçante que vcs sempre colocam uma tradução da bíblia que é igual a de vcs, porque será que entre tantas traduções hoje, porque será que a mais alteradas são a de vcs, meu amigo, peguemos uma tradução de vcs a poucos anos, e olhemos agora as alterações, nossa é quase uma piada, o desespero de vcs mudando os erros que antes deixaram, sem falar que hora vcs dizem que pode adorar a Jesus hora não pode, será que com tanta confusão Deus está na direção des vcs, eu tenho a plena certeza que não, pois Deus não é Deus de confusão. Que o Pai, o Filho e o Espírito Santo vos abençoe.AMÈM

      Curtir

      • Rivo 18:02 em 5 set 2011 Link Permanente

        Francisco todas as opções de tradução usadas na TNM tem embasamento erudito. Podem não ser a opção preferida de muitos trinitários, mas tem encontra-se sempre embasamento de outras traduções, algumas inclusive trinitaristas.

        A confusão é feita por alguns em traduzir a palavra proskuneo por adorar quando se aplica a Jesus e traduzi-la por se prostar, prestar homenagem quando se aplica a homens. Sabendo que só Deus pode ser adorado alguns tentam identificar Jesus como sendo Deus ao dar a entender que Jesus foi adorado. Mas muitos trinitaristas reconhecem a verdade sobre esse esse assunto:

        Sobre Mat.2:2 por exemplo veja os comentários abaixo:

        Adorá-lo – Isso não quer dizer que eles tinham vindo para lhe prestar homenagem religiosa, ou para adorá-lo Eles o viam como o Rei dos judeus, mas não há evidência de que eles supunham que ele era divino. Eles vieram para homenageá-lo como um príncipe ou um rei, não como Deus. A palavra original não implica mais do que isso. Que significa prostrar-se diante de outro; a cair e prestar homenagem a outro. Este foi o modo em que a homenagem foi pago aos reis da terra, e isso eles desejavam pagar ao Rei recém-nascido dos judeus. Notas sobre a Bíblia de Barnes.

        Adorá-lo – ou, para fazer-lhe homenagem; προσκυνησαι αυτω. O προσκυνεω é uma palavra, que é composta de προς, para e κυων, um cão, significa inclinar-se, rastejar-se como um cão aos pés do seu mestre. Isso significa, prostrar-se perante outro, de acordo com o costume oriental, que ainda está em uso. Neste ato, a pessoa se ajoelha e coloca a cabeça entre os joelhos, com a testa ao mesmo tempo tocando o chão. Foi utilizado para expressar tanto a reverência civil e religiosa.Comentário de Clark sobre a Bíblia.

        Não obstante os comentários acima muitos fazem questão de traduzir a palavra em questão em Mat.2:2 por adorar para passar uma falsa impressão de que Jesus é o próprio Deus.

        Quero encerrar dizendo a você que nós amamos a Jesus mas não podemos coloca-lo numa posição que só pertence a Deus seu Pai. isso desagradaria o próprio Jesus.

        Curtir

    • Davi 7:21 em 22 set 2011 Link Permanente

      Acho que o francisco tem como saber por si mesmo .Já que tem preconceito das testemunhas de Jeová basta fazer uma pesquisa profunda na net que ele vai descobrir.Só que vc,Francisco,deveria falar dos argumentos com argumentos bíblicos mas,como não os tem,ataca pessoas.Será que vc deseja o mal para as tjs ou é impressão minha?

      Curtir

      • Alves 15:41 em 31 maio 2013 Link Permanente

        Boa tarde amigo irmão, Davi. As escrituras dizem que não HÁ nada oculto que não seja descoberto. Porque desta afirmação?
        Paz
        Alves

        Curtir

    • Marcelo 1:14 em 21 out 2011 Link Permanente

      Os seguidores mais antigos de Jesus, todos eles, pareciam estar convencidos de que Jesus era realmente Deus em forma humana. Paulo disse: “Ele é a imagem do Deus invisível… Nele a Sua totalidade teve o prazer em residir”. João disse que Jesus criou o mundo. Pedro disse: “todo aquele que acredita NEle tem os seus pecados perdoados através de Seu nome”.

      Mas o que Jesus disse sobre si mesmo? Alguma vez ele se apresentou como Deus? De acordo com a Bíblia, com certeza! Abaixo estão algumas de suas declarações feitas no tempo que estava na terra, e seus contextos.

      Jesus É Deus? Como Ele Disse Que Era Deus:

      Disseram-lhe os judeus: “Você ainda não tem cinqüenta anos e viu Abraão?” Respondeu Jesus: “Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou!”Então eles apanharam pedras para apedrejá-lo, mas Jesus escondeu-se e saiu do templo. (João 8:57-59)

      “Eu e o Pai somos um”. Novamente os judeus pegaram pedras para apedrejá-lo, mas Jesus lhes disse: “Eu lhes mostrei muitas boas obras da parte do Pai. Por qual delas vocês querem me apedrejar?” Responderam os judeus: “Não vamos apedrejá-lo por nenhuma boa obra, mas pela blasfêmia, porque você é um simples homem e se apresenta como Deus”.(João 10:30-33)

      Então Jesus disse em alta voz: “Quem crê em mim, não crê apenas em mim, mas naquele que me enviou. Quem me vê, vê aquele que me enviou. Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas”. (João 12:44-46)

      Quando terminou de lavar-lhes os pés, Jesus tornou a vestir sua capa e voltou ao seu lugar. Então lhes perguntou: “Vocês entendem o que lhes fiz?Vocês me chamam Mestre e Senhor, e com razão, pois eu o sou. Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros”. (João 13:12-14)

      Respondeu Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto”. Disse Filipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta”. Jesus respondeu: “Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai. Como você pode dizer: ‘Mostra-nos o Pai’?”. (João 14:6-9)

      Jesus É Deus? Como Ele Se Descreve?

      Jesus lhes disse: “Digo-lhes a verdade: Não foi Moisés quem lhes deu pão do céu, mas é meu Pai quem lhes dá o verdadeiro pão do céu. Pois o pão de Deus é aquele que desceu do céu e dá vida ao mundo”. Disseram eles: “Senhor, dá-nos sempre desse pão!”. Então Jesus declarou: “Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede”. (João 6:32-35)

      Falando novamente ao povo, Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida”. Os fariseus lhe disseram: “Você está testemunhando a respeito de si próprio. O seu testemunho não é válido!”. Respondeu Jesus: “Ainda que eu mesmo testemunhe em meu favor, o meu testemunho é válido, pois sei de onde vim e para onde vou. Mas vocês não sabem de onde vim nem para onde vou”. (João 8:12-14)

      Então Jesus afirmou de novo: “Digo-lhes a verdade: Eu sou a porta das ovelhas. Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. Entrará e sairá, e encontrará pastagem. O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas”. (João 10:7-11)

      Disse Marta a Jesus: “Senhor, se estivesses aqui meu irmão não teria morrido. Mas sei que, mesmo agora, Deus te dará tudo o que pedires”. Disse-lhe Jesus: “O seu irmão vai ressuscitar”. Marta respondeu: “Eu sei que ele vai ressuscitar na ressurreição, no último dia”. Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?” Ela lhe respondeu: “Sim, Senhor, eu tenho crido que tu és o Cristo, o Filho de Deus que devia vir ao mundo”. (João 11:21-27)

      Jesus É Deus? Ele Disse Que Foi Enviado Aqui Para Fazer O Quê?

      Jesus os chamou e disse: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo, como o Filho do homem que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. (Mateus 20:25-28)

      “Porque estava ensinando os seus discípulos. E lhes dizia: “O Filho do homem está para ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, e depois de três dias ele ressuscitará”. Mas eles não entendiam o que ele queria dizer e tinham receio de perguntar-lhe”.(Marcos 9:31-32)

      “Pois Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus”. (João 3:16-18)

      “Todo aquele que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei. Pois desci do céu não para fazer a minha vontade, mas para fazer a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. Porque a vontade de meu Pai é que todo aquele que olhar para o Filho e nele crer tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia”. (João 6:37-40)

      Ainda querendo saber se Jesus é Deus? Para ler mais sobre o que Jesus disse e para compreender porque Ele veio, leia João.

      Curtir

      • queruvim 15:47 em 24 out 2011 Link Permanente

        Marcelo, vamos avaliar com atenção o que postou em sua página a respeito de Jesus? Seus comentários presentes na página “Sua escolha.com” e que foram repetidos aqui na minha página serão considerados aqui na integra a fim de que os leitores tirem suas conclusões:

        Os seguidores mais antigos de Jesus, todos eles, pareciam estar convencidos de que Jesus era realmente Deus em forma humana. Paulo disse: “Ele é a imagem do Deus invisível… Nele a Sua totalidade teve o prazer em residir”. João disse que Jesus criou o mundo. Pedro disse: “todo aquele que acredita NEle tem os seus pecados perdoados através de Seu nome”.

        Não é isso que Pedro disse quando Jesus lhe perguntou especificamente sobre quem pensavam os apóstolos que ele era, conforme lemos em Mateus 16:16.
        Pedro responde sobre QUEM é Jesus dizendo.. “Tú és o Cristo, o Filho do Deus Vivo!”
        Tenha em mente que Cristo significa UNGIDO. Deus não é Ungido por ninguém. Ele é quem dá a unção. Além do mais Pedro disse que Jesus é o Filho de Deus. Não o próprio Deus. Deus deu a Cristo o poder de perdoar pecados e de ressucitar os mortos e até mesmo julgar, contudo, isso não é prova de que Jesus é Deus e Deus é Jesus. Tenha em mente que quem disse a frase: “somente Deus pode perdoar pecados” não foram os seguidores de Jesus, mas sim seus opositores.
        O que revela o contexto dos Evangelhos?

        Em João 6:38, Jesus disse: “Desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.”

        Em contraste com isso, Deus é mencionado em Daniel 4:35 como Aquele que “age segundo sua própria vontade ENTRE O EXERCITO DOS CÉUS E OS HABITANTES DA TERRA”.
        Em Hebreus 9:24, Paulo escreveu sob inspiração que Jesus entrou no céu para comparecer “PERANTE a face de Deus” por nós.
        Como pôde Jesus comparecer PERANTE Deus e ao mesmo tempo SER o Deus Todo Poderoso, diante de quem comparece?
        E Atos 9:20 declara que Paulo, após sua conversão, passou a pregar imediatamente que Jesus é “o Filho de Deus” e não o próprio Deus, como ensina a realmente distorcida teologia trinitariana. João, na conclusão de seu Evangelho, escreveu que “estas coisas foram escritas para que creiais que Jesus é o Cristo , o FILHO DE DEUS.” (João 20:31) Temos que crer nisso
        !

        Efésios 1:17 fala do Pai como sendo “DEUS de nosso Senhor Jesus Cristo”.

        Paulo, o apóstolo para as nações, escreveu que Deus sujeitou a Jesus todas as coisas; mas, como ele tornou claro, “se EXCETUA Aquele que lhe sujeitou todas as coisas”. – 1 Cor. 15:27. Por que Jesus teve de receber autoridade do Pai e depois entregar o reino ao seu Pai? Faz sentido se ele fosse o Todo Poderoso Deus? – 1 Cor. 15:24, 27, 28.
        Jesus foi criado, conforme diz Apocalipse 3:14: “O principio DA CRIAÇÃO de Deus”. (Portanto, segundo este verso inspirado, Jesus é parte “da criação”.)
        Em harmonia com isso, Colossenses 1:15 diz que ele foi o “primogênito de toda a criação”.

        Isso explica por que Jesus foi tentado. Por outro lado, “Deus não pode ser tentado”, diz Tiago 1:13.

        Não se deve estudar a palavra de Deus para tentar rebater ela mesma, mas se deve estuda-la para harmonizá-la consiga mesma, e em seguida fazer com que nossos pensamentos se harmonizem com ela. MAS NÃO PODEMOS QUERER QUE ELA SE HARMONIZE COM NOSSOS PENSAMENTOS.

        Mas o que Jesus disse sobre si mesmo? Alguma vez ele se apresentou como Deus? De acordo com a Bíblia, com certeza! Abaixo estão algumas de suas declarações feitas no tempo que estava na terra, e seus contextos.
        Jesus É Deus? Como Ele Disse Que Era Deus:
        Disseram-lhe os judeus: “Você ainda não tem cinqüenta anos e viu Abraão?” Respondeu Jesus: “Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou!”Então eles apanharam pedras para apedrejá-lo, mas Jesus escondeu-se e saiu do templo. (João 8:57-59)

        Em exodo 3:13-15 não aparece a frase Eu Sou. Em hebraico “Eu Sou” se escreve de outra forma, e se lê ANY HU. Ao lermos o texto hebraico não vemos a frase “Eu Sou”. Leciono hebraico a muitos anos e infelizmente sei que a maioria está apenas repetindo o que ouviram de seus mestres. “E Deus disse a Moisés, Tornar-me –ei o que eu quiser. E ele disse –Assim dirás aos filhos de Israel, tornar-me-ei enviou-me a vos.” Emphasised Bible, J.B.Rotherham.

        “…Serei o que serei…”- James Moffatt
        ”…Serei o que eu serei “-S.T.Byington.
        “…Serei o que eu for.”- I.Leeser.
        ”Serei o que eu sempre tenho sido.”- J.Washington Watts.
        ”Serei o que serei.” Revised Standard Version/New Revised Standard Version- tradução alternativa dada.
        ”Serei o que serei.”- New International Version.Tradução Alternativa dada
        “Serei o que eu serei.”- The Revised English Bible(1989)tradução alternativa dada.
        ”Me tornarei o que for que eu me tornar.”- The Five Books of Moses-A New Translation with Introductions, Commentary and Notes by Everett Fox, 1995
        Portanto não há como ligar a expressão usada por Deus em Exodo 3:14 com a usada por Jesus em João 8:58.

        “Eu e o Pai somos um”. Novamente os judeus pegaram pedras para apedrejá-lo, mas Jesus lhes disse: “Eu lhes mostrei muitas boas obras da parte do Pai. Por qual delas vocês querem me apedrejar?” Responderam os judeus: “Não vamos apedrejá-lo por nenhuma boa obra, mas pela blasfêmia, porque você é um simples homem e se apresenta como Deus”.(João 10:30-33)

        Muitos usam com frequencia esse texto para tentar provar a trindade. O que Jesus quis dizer? O CONTEXTO É CLARO:
        “Que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em união comigo e eu estou em união contigo, para que eles também estejam em união conosco, . . . a fim de que sejam um, assim como nós somos um.” Jão 17:21

        Jesus está falando aqui de união de propósito ,o contexto é claro.

        A respeito de João 10:30, João Calvino (que era trinitarista) disse no livro Commentary on the Gospel According to John (Comentário do Evangelho Segundo João): “Os antigos usaram mal essa passagem para provar que Cristo é . . . da mesma essência que o Pai. Pois Cristo não argumenta a respeito da unidade em substância, mas sim a respeito do estado de concordância dele com o Pai.”

        A Bíblia de estudo Pentecostal, que traz comentários de rodapé, sequer comenta este texto, não faz nenhuma citação quando aborda a trindade.

        Então, João 10:30 prova a trindade? Claro que não até porque o escritor inspirado usa a palavra “um” (em grego HEN) que é neutra ou seja aplicada a coisas impessoais. Obviamente seriam “um” em propósito e não como pessoa.
        Quando Paulo falou de Apolo ele se referiu a ambos como sendo “um só” e disse : “Quem planta e quem rega é um só” E usou a palavra HEN. Será que Paulo e Apolo eram uma só pessoa ? Aplicar João 10:30 da forma como fazem alguns trinitários é não somente gramaticalmente errado como também ignora as declarações claras da Bíblia onde Cristo e seu Pai são diferenciados. Em João 5:32,37 Jesus disse claramente : “Há outro que dá testemunho de mim…o próprio Pai que me enviou dá testemunho de mim.Vós nem ouvistes jamais a sua voz , nem vistes a sua figura”.

        Então Jesus disse em alta voz: “Quem crê em mim, não crê apenas em mim, mas naquele que me enviou. Quem me vê, vê aquele que me enviou. Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas”. (João 12:44-46)

        Este texto mostra que Jesus foi enviado. Em João 13:16 diz que “o enviado” não é “maior do que Aquele que o enviou”.

        Respondeu Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto”. Disse Filipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta”. Jesus respondeu: “Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai. Como você pode dizer: ‘Mostra-nos o Pai’?”. (João 14:6-9)

        Jesus imitava perfeitamente seu Pai. Por isso ele disse o acima. Ele havia convivido com seu Deus e Pai por incontaveis eras antes de ter sua vida transferida para o ventre da virgem judia Maria.

        Jesus É Deus? Como Ele Se Descreve?
        Jesus lhes disse: “Digo-lhes a verdade: Não foi Moisés quem lhes deu pão do céu, mas é meu Pai quem lhes dá o verdadeiro pão do céu. Pois o pão de Deus é aquele que desceu do céu e dá vida ao mundo”. Disseram eles: “Senhor, dá-nos sempre desse pão!”. Então Jesus declarou: “Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede”. (João 6:32-35)

        Este texto mostra que foi “Deus [que] amou tanto o mundo que deu o seu filho” a fim de que todos fossem salvos. Não há nada neste texto que indique que Jesus e seu Pai sejam o mesmo Deus e o mesmo ser numa triunidade. A doutrina da trindade deveria ser deduzida a partir da Bíblia e não de fora dela. Não há um texto bíblico sequer que fale de 3 pessoas coiguais.

        Falando novamente ao povo, Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida”. Os fariseus lhe disseram: “Você está testemunhando a respeito de si próprio. O seu testemunho não é válido!”. Respondeu Jesus: “Ainda que eu mesmo testemunhe em meu favor, o meu testemunho é válido, pois sei de onde vim e para onde vou. Mas vocês não sabem de onde vim nem para onde vou”. (João 8:12-14)

        Jesus é o meio de salvação provido por Deus, portanto, essas palavras são muito apropriadas. Não há indicação de que Jesus é o próprio Deus todo Poderoso nessas declarações. Temos que tomar cuidado em não “ir além daquilo que está escrito” como disse Paulo em 1 cor. 4:6

        Então Jesus afirmou de novo: “Digo-lhes a verdade: Eu sou a porta das ovelhas. Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. Entrará e sairá, e encontrará pastagem. O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas”. (João 10:7-11)

        Se vc está tentando fazer uma ligação com o Salmo 23:1onde muitas versões da Bíblia rezam: “O SEnhor é meu Pastor” , que como sabemos é aplicada a o Deus Todo Poderoso, saiba que este texto de Salmos não diz “O SEnhor é meu Pastor” mas sim, “Jeová é meu Pastor” usando o Nome que identifica o Pai de Cristo. Portanto isso anula a ligação que tenta fazer de modo subliminar.

        Disse Marta a Jesus: “Senhor, se estivesses aqui meu irmão não teria morrido. Mas sei que, mesmo agora, Deus te dará tudo o que pedires”. Disse-lhe Jesus: “O seu irmão vai ressuscitar”. Marta respondeu: “Eu sei que ele vai ressuscitar na ressurreição, no último dia”. Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?” Ela lhe respondeu: “Sim, Senhor, eu tenho crido que tu és o Cristo, o Filho de Deus que devia vir ao mundo”. (João 11:21-27)

        Este texto é mal aplicado por vc Marcelo pois nada nele indica que Jesus é o Ser Supremo em forma humana ou seja , o própri Deus. Ademais se ler com atenção o relato do capitulo 11 de João verá Jesus dizendo antes de ressucitar Lázaro:

        “Portanto, retiraram a pedra. Jesus levantou então os olhos para o céu e disse: “Pai, eu te agradeço que me ouviste. 42 Deveras, eu sabia que sempre me ouves; mas falei por causa da multidão parada aqui, a fim de que creiam que tu me enviaste.” Fica claro que Jesus estava orando a seu Deus e Pai. Você está fazendo uso seletivo de textos da Bíblia a fim de distorcer a palavra de Deus e enganar os que assim como você estão equivocados sobre quem REALMENTE É DEUS.
        Não é de admirar que Jesus disse em João 17:25 : “Justo Pai, o mundo, deveras, não veio a conhecer-te” Sim! Esta multidão de evangélicos NÃO CONHECEM A DEUS DA MESMA FORMA QUE UMA MULTIDÃO QUE PREENCHE A PAULISTA NUMA PARADA GAY TAMBÉM NÃO O CONHECEM.

        Os textos que vc mesmo postou aqui desarticulam sua doutrina antibíblica da trindade…

        “Pois Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus”. (João 3:16-18

        “Todo aquele que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei. Pois desci do céu não para fazer a minha vontade, mas para fazer a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. Porque a vontade de meu Pai é que todo aquele que olhar para o Filho e nele crer tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia”. (João 6:37-40)

        De fato, no final do Evangelho de João o apostolo diz: ” Mas, estes foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e que, por crerdes, tenhais vida por meio do seu nome. “(João 20:31) Portanto devemos concluir que Cristo é o Filho de Deus, enviado por Ele e não o que a religião confusa (Babel) tem expalhado nas Igrejas da Cristandade e em páginas enganosas da Internet

        Curtir

    • Alexsandra 23:43 em 13 nov 2011 Link Permanente

      Seus argumentos e explanações bíblicas são excelentes, gostaria muito de me comunicar com pessoas assim. Pessoas que realmente estudam a bíblia de uma forma contextualizada. Se você perguntar a muitos que professam religiões trinitárias se Jesus é o pai ou filho, elas repondem prontamente que é o filho. Ou seja a grande multidão não sabe em crêr, infelizmente.E os que defendem a trindade são insensíveis a textos que para mim dizem tudo como 1 Coríntios 15: 24 ao 28.

      Curtir

    • Rosmário Santa Cruz 9:18 em 3 jan 2012 Link Permanente

      Olá … lendo tudo a respeito de Cristo, Deus e Espírito Santo, surge uma pergunta:
      a.) Por que em Revelação o texto diz … “e o espírito diz vem ..”
      b.) Por que devemos ser batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo?

      SE o espírito é a força ativa, como pode dizer vem …e como devemos ser batizados em seu nome?

      Entendo que existe união, mas o conceito Deus é coletivo; não significando especificamente que se trata de três em um.

      Jesus fala ‘vou para o Pai’ … está explícito que voltaria ao domínio espiritual ,,, ‘Eu e o Pai somos um’ … claro que são ‘um’ em entendimento, união de propósitos …’vira o Consolador’ ..,. trata-se do Espírito Santo de Deus … mas mesmo assim, vemos menções de três entes espirituais, porque fora apenas uma força ativa, a Bíblia não explicitaria que a ‘blasfêmia contra o Espírito Santo’ e inaceitável …

      Não creio na trindade … é fato, mas a Bíblia no Novo Testamento, refere-se a três entes espirituais, sendo Jeová o Todo Poderoso; Jesus um Deus Poderoso e o Espírito Santo como ente controlador das ações de Deus; revelador, consolador e orientador …

      Como pode me responder a isto?

      Curtir

      • queruvim 0:13 em 4 jan 2012 Link Permanente

        Rosmário,

        “E o espírito e a noiva estão dizendo: “Vem!” Revelação 22:17. Se tomar literalmente o “espírito” como sendo “alguém” o que o impede de interpretar que a “Noiva” mencionada também não seja alguém? Portanto, como sabemos, nem a “Noiva” é alguém nem o espírito mencionado no texto. Lembre-se que o Apocalipse foi escrito por meio de simbolismos. Ademais mesmo que isole este texto sua interpretação deve ser biblicamente global. Ou seja confronte a Bíblia e ela se harmonizará. Também se eu te disse: “Em nome da Lei” eu faço isso ou aquilo. Concluiria que a Lei é alguém ?
        Em Mateus 28:19, mencionam-se “o nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo”. Um “nome” pode significar algo diferente de um nome pessoal. Em português, quando dizemos “em nome da lei”, ou “em nome do bom senso”, não nos referimos a uma pessoa como tal. Por “nome”, em tais expressões, queremos dizer ‘aquilo que a lei representa, ou sua autoridade’, e ‘aquilo que o bom senso representa ou exige’. O termo grego para “nome” (ó·no·ma) também pode ter este sentido. Assim, ao passo que algumas traduções (KJ; AS; Tr) seguem literalmente o texto grego, em Mateus 10:41, e dizem que aquele que “receber um profeta no nome dum profeta receberá a recompensa dum profeta; e aquele que receber um homem justo no nome dum homem justo receberá a recompensa dum homem justo”, traduções mais modernas dizem: “Quem recebe um profeta na qualidade de profeta”, e: “Quem recebe um justo na qualidade de justo”, ou algo similar. (BJ, BMD, BV, NM) Neste respeito, Word Pictures in the New Testament (Quadros Verbais no Novo Testamento; 1930, Vol. I, p. 245), de Robertson, diz sobre Mateus 28:19: “O uso de nome (onoma) aqui é um uso comum na Septuaginta e nos papiros para simbolizar poder ou autoridade.” Portanto, o batismo ‘em o nome do espírito santo’ subentende o reconhecimento deste espírito como tendo por fonte a Deus e como exercendo sua função segundo a vontade divina.

        Curtir

    • ezequiel 11:09 em 21 mar 2012 Link Permanente

      Eu acho que Jesus cristo foi e é sim um Deus,mas não O Deus todo poderoso,pois que sentido teria a oração dele… “Pai nosso que estais nos céus santificado seja o teu nome”,então Jesus cristo se referia a ele mesmo ? Não faz sentido, Jesus cristo estava preocupado em santificar a o nome de seu Pai; e infelizmente algumas pessoas preferem trocar [O Nome] pela palavra senhor, vc que esta lendo gostaria de ser chamado de “senhor” o tempo todo sendo que vc tem o seu nome? Certamente que não! Então, por que não pronunciar o Nome de Deus que esta na Bíblia que é JEOVÁ DEUS, o Deus de ISRAEL . muito obrigado pela atenção .

      Curtir

    • Sirleide da Rocha 12:38 em 23 mar 2012 Link Permanente

      No texto, usam a citação de Jesus afirmando que seu pai é o ÚNICO DEUS VERDADEIRO, ora se é o ÚNICO verdadeiro o resto é falso. Ou Jesus é mentiroso? Se outros são chamados deuses, o são por convensão e não por legitimidade existencial. Sirleide da Rocha.

      Curtir

      • queruvim 1:08 em 24 mar 2012 Link Permanente

        Sua declaração ignora textos tais como 1 cor 8:5,6. “Pois, embora haja os que se chamem “deuses”, quer no céu, quer na terra, assim como há muitos “deuses” e muitos “senhores”

        Além disso no texto acima postei o seguinte comentário:

        “Jesus ao chamar seu pai de “o Único Deus verdadeiro” não estava excluindo totalmente outros de serem considerados “deuses” legítimos. Temos que tomar cuidado e evitar formar teologia a partir de uma declaração que não seja globalmente bíblica. Ou seja que não seja baseada em “Toda a Escritura”. Por exemplo, os Fariseus disseram, numa discussão com Cristo, que “temos um só pai, Deus”(João 8:41). Pouco antes haviam falado que “Nosso pai é Abraão.”( João 8:39). Significa que declarações exclusivas nem sempre são literalmente assim. Se considerarmos as palavras ao pé da letra chegaremos a conclusão de que Abraão era Deus e que Deus era Abraão, visto que os Fariseus chamaram a ambos de “pai”.

        Mais estuda da palavra de Deus e menos cantoria barulhenta faria muitos entenderem melhor a verdade sobre o significado da palavra “Deus” usada nas Escrituras Sagradas.
        O Próprio Jesus ao ser questionado e criticado por estar se fazendo “Deus” por ter afirmado ser filho de Deus ( os judeus disseram que ele se fazia Deus visto q esta palavra significava “poderoso” na mente deles ver êxodo 7:1) Ele, Jesus, usou o Salmo 82:6 onde a palavra deuses (hebraico ELOHIM) é aplicada a deidades secundárias.
        Vamos estudar Sra Rocha.

        Curtir

    • ezequiel 13:01 em 24 mar 2012 Link Permanente

      bom dia amigo leitor ,em joão 14 JESUS fala assim, não se aflijam os vossos corações ,exercei fé em DEUS,exercei fé também em mim,na casa de meu pai há muitas moradas,ai JESUS deixa bem claro que só a um DEUS que devemos adorar que é o seu pai ,e em joão 14:12 JESUS diz, digo vos em toda a verdade quem exercer fé em mim,esse fará também as obras que eu faço:e ele fara obras maiores do que estas,porque eu vou embora para o pai.e em joão 13:16 JESUS diz,digo vos em toda a verdade:o escravo não é maior do que o seu amo,nem é o enviado maior do que aquele que o enviou,aqui JESUS deixa bem claro que nenhum que venha a terra enviado por DEUS pode ser maior do que aquele que o enviou.e em isaías 43:10 diz,vós sois as minhas testemunhas;é a pronunciação de JEOVÁ sim ,meu servo a quem escolhi, para que saibais e tenhais fé em mim ,e para que entendais que eu sou o mesmo.antes de mim não foi formado nenhum DEUS e depois de mim continuou a não haver nenhum .eu é que sou JEOVÁ ,e além de mim não há salvador.tenham um bom dia e muito obrigado pela sua atenção.

      Curtir

    • JOSEPH LUZ 17:56 em 30 maio 2012 Link Permanente

      correção da primeira postagem
      Primeiramente parabenizo o autor desse espaço aberto às discussões, de modo respeitoso e acadêmico.

      Com a descoberta dos manuscritos Sinaíticus e Vaticano foi evidenciado que João 21:25 foi uma inserção dentre outras que ocorreram.

      O fato de se supor haver batismo em nome do Pai, Filho e Espírito Santo não é respaldado por estes manuscritos, que são os mais antigos e próximos da época dos apóstolos. Tanto assim é que, em Atos, inúmeras vezes os apóstolos batizavam somente em nome de Jesus (estariam eles desobedecendo Jesus ou realmente o mandamento foi acrescentado?), além do que, Jesus não batizava (seus discípulos, sim).

      Logo este versículo é duvidoso para se apoiar a tese da trindade. Aliás a trindade era comum aos deuses gregos e hindus, e foi inserida após o concílio do séc. IV quando o estado procurou apaziguar as religiões do império. Antes disso, as obras da cristandade não mencionavam a trindade.

      Quanto à divindade de Jesus, é complexo discutir, embora não seja proibida (nem deva) a discussão. É fato que o Filho é o Logus (não só a “palavra” como traduzimos, pois logus, no grego, é “essência-pensamento” e não só “fala” ou “verbo”) de Deus, e é muito difícil para nós, finitos que somos, separarmos a essência de um Ser do próprio Ser.

      Curtir

    • Ezequiel 14:02 em 2 jun 2012 Link Permanente

      Bom dia, em joão 14:23,24,Jesus disse-lhe:se alguém me amar,observará a minha palavra,e meu pai o amará ,e nós iremos a ele e faremos a nossa residência com ele.quem não me ama ,não observa as minhas palavras;e a palavra que estais ouvindo não é minha,mas pertence ao pai que me enviou.e em joão 14:28 diz,ouviste que vos disse:vou embora e venho de volta a vós.se me amásseis ,alegrar-vos-íeis de que vou embora para o pai,porque o pai é maior do que eu. temos que acreditar na palavra de Jesus cristo,e no que a Bíblia nos ensina,para fazer a vontade de seu pai, nosso soberano senhor Jeová Deus. muito bom dia a todos.

      Curtir

    • queruvim 3:59 em 11 jul 2012 Link Permanente

      Menos cantoria barulhenta nas igrejas e mais estudo da palavra de Deus ajuda a todos a sair da confusão.

      Curtir

    • Ezequiel 12:38 em 14 jul 2012 Link Permanente

      Bom dia amigos,realmente é muito confuso definir Deus quando não se tem conhecimento Bíblico,a partir do momento que passamos a estudar a Bíblia,as nossas duvidas começão a ter respostas,em Tiago 4:8 Deus mostra como fazer isso vejamos o que la diz, chegai vos a Deus,e ele se chegara a vós.quando nós estamos juntos de Deus é muito fácil definir Deus, o criador do céu da terra,das estrelas,e do universo inteiro.estes são alguns exemplos de como definir Deus,entre outras maravilhosas qualidades do nosso amoroso Deus. a respeito da fé é muito bom termos mas a Bíblia ensina em Tiago 2:26 isto ,deveras assim como o corpo sem espírito esta morto,assim também a fé sem obras está morta. Bom dia a todos.

      Curtir

    • Lord Saga 19:06 em 28 ago 2012 Link Permanente

      “Em Apocalipse nós podemos observar que os santos adorarão somente aquele, pois o texto não diz que os santos adorarão aqueles e sim (aquele),ou seja, não serão duas e nem três pessoas que serão adoradas, ou do contrário o versículo diria aqueles, e não (aquele) Apocalipse 4.10; 7.11; 7.15.14.7 Todos os textos são claros em afirmar que Deus é quem será adorado e não Jesus Apocalipse 19.10 ; 22.8,9”

      Em Apocalipse 5:14
      Que muitos tentam dizer que Jesus está sendo adorado (Ou que o Cordeiro e o Pai sentado no trono estão sendo adorados juntos).

      A ACF diz que adorarão ao sentado no trono que é “Aquele que Vive Para Todo O Sempre”

      Podem conferir. Não dois, nem três, mas um e justamente o mesmo um do resto do contexto dos capítulos 4 e 5.

      Curtir

    • luis 18:01 em 12 out 2012 Link Permanente

      Meu caro, concordo que os textos citados sao biblicos, mas voce deixa de fora todo o contexto que dá ênfase, ou seja, significado ao enunciado, por favor necessário é ler e entender todo o texto e contexto, para depois o falarmos. etc

      Curtir

    • queruvim 20:46 em 15 out 2012 Link Permanente

      Não vejo força alguma em sua acusação de descontextualização. Peço a todos que postarem aqui nesta página que no mínimo apoiem seus argumentos com exemplos e abalize e reforce suas observações. Quanto a acusações sem sentido com aparência de estudo não é bem vindo aqui. Nesta pagina não fazemos acusações vazias.Procure apoiar seus argumentos com exemplos. Seja mais responsável em suas colocações. Procure ler com calma. E na hora de postar evite ataques sem base. Muitos tem postado aqui nesta página e tem seus argumentos deletados por este motivo. Mais estudo da palavra de Deus e menos cantoria barulhenta ajuda bastante. Não deletarei comentários críticos do artigo a não ser que estes sejam flagrantemente desrespeitosos. Não é o caso deste comentário, contudo ele é sem base. Acredito que poderia tentar postar algo explicando o que quer dizer. Procure raciocinar com os leitores desta página.

      O que o Sr, Luis não entende é que parece tão otimista que nem sequer prova a tí mesmo o que quer fazer outros acreditar!

      O uso da palavra ELOHIM em Exodo 7:1 é logo no início da capítulo o que exclue sua afirmação de que foi “fora do contexto”. Na verdade não conheço um evangélico sequer que entenda o que este verso diz. Sei que deve haver, mas não conheço. Tente provar pra tí mesmo que a afirmação feita a respeito do uso da palavra ELOHIM neste artigo é errada. Caso consiga, dai sim procure partilhar o que entende. Mas sem escrever água aqui nesta pagina não é Luis?

      Eu ficaria feliz em ver você pesquisando e partilhando o que sabe com todos nós! Sei que tem bastante para partilhar. E sei também que podemos aprender um com o outro.

      Curtir

    • ezequielgloria@hotmail.com 23:31 em 25 out 2012 Link Permanente

      Boa noite amigos,em joão 4:23 ,Jesus diz, não obstante,vem a hora,e agora é,quando os verdadeiros adoradores adorarão o pai com espirito e verdade,pois,deveras,o pai esta procurando a tais para o adorarem.e não podemos esquecer que o pai tem nome,não é Deus nem senhor,por que estes são termos indefinidos,a Bíblia mostra em Isaías 42:8, eu sou Jeová este é meu nome:e a minha própria gloria não darei a outrem, nem o meu louvor a imagens entalhadas.e em Isaías 44:6, assim disse Jeová,o rei de Israel e seu resgatador,Jeová dos exércitos: sou o primeiro e sou o último,e além de mim não há Deus. muito boa noite a todos.

      Curtir

    • Luciel 1:54 em 10 jan 2013 Link Permanente

      Olá, concordo que o nome de Deus deva ser usado em toda a Bíblia e no dia a dia. Mas qual é o VERDADEIRO nome de Deus?
      Veja que no livro Raciocínios à Base das Escrituras, de autoria da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, na página 206, há uma pergunta: QUAL É A FORMA CORRETA DO NOME DIVINO – JEOVÁ, IAHWEH ou JAVÉ?
      O começo da resposta já diz tudo: “Ninguém hoje pode saber com certeza como era pronunciado originalmente em hebraico. Por que não? O hebraico bíblico era escrito apenas com consoantes, sem vogais……. Assim perdeu-se a pronúncia original do nome divino.”
      O nome Jeová é usado porque dizem ser o que mais se aproxima do tetagrama e é o mais aceito em todo o mundo.
      Mas vejam que NINGUEM SABE COM CERTEZA e o próprio Criador, não quiz revelar sua pronuncia, pois se Deus preserveu sua Palavra, a Bíblia, até os dias de hoje, com certeza preservaria também a pronuncia e a escrita correta de seu nome, se assim o julgasse ser relevante.
      Logo, quando eu oro a Deus e o chamo de MEU CRIADOR, DEUS TODO-PODEROSO e outros adjetivos, ELE sabe que é para ELE. Deus é sábio. Ele conhece meu coração, meus pensamentos, minhas palavras antes mesmo de sairem de minha boca. Salmo 139:4
      É claro que por isso mesmo, eu também uso o nome de JEOVÁ em minhas orações e pregações. DEUS PAI, JEOVÁ, EU SOU, SENHOR DOS EXÉRCITOS, JAVÉ e etc… sabe que sou seu servo e é a ELE que adoro.
      Fiquem com Deus e parabéns pelo Blog, é bom ver que os irmãos estão empenhados em EXAMINAR AS ESCRITURAS SAGRADAS, seguindo a ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo.
      Abraços Luciel.

      Curtir

      • queruvim 17:28 em 10 jan 2013 Link Permanente

        Luciel,

        Não existe em parte alguma das Escrituras Sagradas a frase “Senhor dos Exércitos” que em hebraico se diz Adohn Tseva´Oth.

        Antes, lemos a mais de 1000 anos no texto massorético a frase ” Iehwah Tseva ´Oth “Jeová dos Exércitos”. Também em Exôdo 3:13-15 não existe a frase EU SOU. O povo só repete isso e até mesmo eruditos repetem isso. Mas em hebraico a frase é “mostrarei ser o que eu mostrar ser”. A versão septuaginta apenas parafraseou Exodo 3:13 , não o traduziu literalmente.(Para uma consideração detalhada deste assunto: clique aqui)

        Qual foi um dos motivos de Deus não ter eliminado o perverso Faraó do antigo Egito imediatamente, mas te-lo deixado viver por um tempo? O próprio Deus mandou dizer a este governante ditatorial:

        “Mas, de fato, por esta razão te deixei em existência: para mostrar-te meu poder e para que meu nome seja declarado em toda a terra” Êxodo 9:16

        . Considere com atenção também Luciel que após ter revelado o significado de seu nome a Moisés, Deus lhe fez saber mais, conforme lemos em Exôdo 3:15:

        “Isto é o que deves dizer aos filhos de Israel: ‘Jeová, o Deus de vossos antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó enviou-me a vós.’ Este é o meu nome por tempo indefinido e esta é a recordação de mim por geração após geração“.

        É a palavra “Senhor” que é a “recordação” mencionada? claro que não!

        Logo após mencionar não um título, mas seu nome pessoal, Ele afirmou que seria recordado de “geração após geração”. Isto indica que seu nome não seria abandonado. Observe o que a Ogranização de Jeová publicou a este respeito e nos dá o que pensar:

        “Visto que, atualmente, não se pode ter certeza absoluta da pronúncia, parece não haver nenhum motivo para abandonar, em português, a forma bem conhecida, “Jeová”, em favor de outra pronúncia sugerida. Se tal mudança fosse feita, então, a bem da coerência, deviam ser feitas alterações na grafia e na pronúncia de uma infinidade de outros nomes encontrados nas Escrituras: Jeremias seria mudado para Yir·meyáh, Isaías se tornaria Yeshaʽ·yá·hu, e Jesus seria ou Yehoh·shú·aʽ (como no hebraico), ou I·e·soús (como no grego). O objetivo das palavras é transmitir idéias; em português, o nome Jeová identifica o verdadeiro Deus, transmitindo esta idéia mais satisfatoriamente, hoje em dia, do que qualquer dos substitutos sugeridos”. iT 2 página 493.

        “Nossos Leitores Perguntam

        Por que devemos usar o nome de Deus se não temos certeza de sua pronúncia?

        Hoje em dia, ninguém sabe exatamente como o nome de Deus era pronunciado no hebraico antigo. Mas é digno de nota que o nome divino aparece na Bíblia cerca de 7 mil vezes. Jesus divulgou o nome de Deus quando esteve na Terra e instruiu seus discípulos a orar pela santificação desse nome. (Mateus 6:9; João 17:6) Portanto, uma coisa é certa — o uso do nome de Deus é de máxima importância para a fé cristã. Então, por que hoje não temos certeza de como esse nome era pronunciado originalmente? Existem dois motivos principais.
        Primeiro, há cerca de dois mil anos surgiu entre os judeus uma superstição de que era errado pronunciar o nome de Deus. Quando um leitor encontrava o nome no texto bíblico, ele o substituía por “Senhor”. Assim, depois de muitos séculos sem se usar o nome de Deus, sua pronúncia foi esquecida.
        Segundo, o hebraico antigo era escrito sem vogais, bem parecido a algumas abreviações em português e em outras línguas. Quando o leitor lia o texto, ele supria de memória as vogais que faltavam. Com o tempo, criou-se um sistema para evitar que a pronúncia das palavras em hebraico fosse completamente esquecida. Acrescentaram-se sinais vocálicos a cada palavra que aparecia na Bíblia Hebraica. Mas, no caso do nome divino, colocaram-se sinais vocálicos para lembrar o leitor de pronunciar a palavra substituta, ou seja, “Senhor”, ou então não se colocou nenhum sinal.
        Em resultado disso, o que sobreviveu foram as quatro consoantes chamadas de Tetragrama, que um dicionário define como “as quatro letras hebraicas, em geral transliteradas IHVH ou JHVH, que formam o nome próprio, bíblico, de Deus”. Em português, a forma mais conhecida e amplamente aceita desse nome é “Jeová”.
        Alguns eruditos, porém, recomendam o uso da pronúncia “Iavé”. Será que essa forma se aproxima mais da pronúncia original? Ninguém pode ter certeza disso. Na verdade, outros eruditos dão várias razões para não se usar essa pronúncia. É provável que os nomes bíblicos, quando falados em uma língua moderna, não soem nada parecido com a pronúncia do hebraico original, mas poucos dão importância a esse fato. Isso se dá porque esses nomes se tornaram parte de nossa língua e são facilmente reconhecidos. O mesmo acontece com o nome Jeová.
        Os cristãos do primeiro século eram chamados de povo para o nome de Deus. Eles divulgavam o nome divino a outros e os incentivavam a invocá-lo. (Atos 2:21; 15:14; Romanos 10:13-15) Sem dúvida, não importa nosso idioma, para Deus é importante que usemos o seu nome, conheçamos o seu significado e vivamos em harmonia com o que ele representa.” W 08 1/09

        O ensino do nome de Deus é um dos principais e mais básicos ensinos da Bíblia.
        Aparece mais de 7.000 vezes na Bíblia – nenhum outro nome ou titulo referindo-se a ele aparece tantas vezes -, será então que Deus teria colocado tantas vezes o seu nome na Bíblia se não fosse para ser usado e para que as pessoas o conhecessem? Salmo 83:18 nos diz: ” ‘Para que as pessoas saibam‘ que tu, cujo nome é Jeová, Somente tu és o Altíssimo…”

        É um fato de que o nome de Deus, Jeová, é o nome mais importante que existe – é sem igual.
        E ele quer que usemos este nome (Romanos 10:13) assim como Jesus fazia (João 17:6).

        O interessante também Luciel é que Revelação(Apocalipse) diz claramente:

        “Estou dando testemunho a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste rolo: Se alguém fizer um acréscimo a essas coisas, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste rolo; e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do rolo desta profecia, Deus lhe tirará o seu quinhão das árvores da vida e da cidade santa, coisas das quais se escreve neste rolo”.

        Ai raciocinamos: Se foi Deus quem inspirou a Bíblia, se foi ele mesmo que alertou sobre mudar algo que estava escrito, como foi que tais religiões chegaram ao ponto de se achar no direito de tirar o nome de Deus da Bíblia e trocar por ‘Deus”, “Senhor” e ainda outras palavras a bel prazer?

        De fato, seria o mesmo que a Presidente do Brasil escrever uma carta contendo assuntos vitais para os brasileiros, e envia-la para ser lida em publico a todo o povo. Mas no meio do caminho, alguém se acha no direito de trocar completamente as palavras que estavam escritas na carta.
        Assim os lideres religiosos se acharam no direito de ocultar algumas informações da Bíblia e ainda acrescentar outras.

        De fato, a sentença de tais organizações religiosas já foi dada. E o seu julgamento foi decretado pelo próprio Jeová Deus (Rev. 18:4,8 – 19:20).

        Observe também o que eu publiquei nesta página “TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DEFENDIDA” sendo este, porém , um estudo mais avançado:

        https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2010/11/09/sobre-a-pronuncia-do-nome-de-deus-jeova-ou-jave/

        Curtir

    • O Sentinela em Vigia 20:00 em 9 mar 2013 Link Permanente

      Eu estou amando este site, porque as heresias não sobrevivem aqui, são desmontadas com facilidade, por mais enroladas que pareçam. Vou ajudar a divulgar seu site ainda mais. Conte com o meu apoio.

      Curtir

    • Milton Marques 13:25 em 5 jun 2013 Link Permanente

      meu caro poderia me informar em que momento Deus refere a moises de Elohim ou aleim??

      Curtir

      • queruvim 22:08 em 5 jun 2013 Link Permanente

        Prezado leitor, Em exodo 7:1, conforme claramente explicado no artigo. Sobre “aleim” nunca ouvi falar.

        Curtir

    • Orlando Santos 15:19 em 19 jul 2013 Link Permanente

      Este site apologético sobre as crenças das Testemunhas de Jeová é muito bom!(3 João 3) Porém, eu gostaria de dizer ao moderador deste, que eu não conheço, mas gostaria muito de conhecer, que não deixe de defender o nome de Jeová e sua organização de casa em casa, que priorize dar testemunho assim como Cristo estabeleceu modelo para todos nós Cristãos Verdadeiros.(Luc 4:43, Atos 5:42)
      Acredito que comentários como estes não viriam de um apóstata (Luc 11:23) mas de uma pessoa sincera e que tem firme desejo de defender a soberania de Jeová; Portanto, procure pesquisar também, as orientações do Escravo Fiel e Discreto sobre isso. NOTE: (km 9/02 8; km 11/99 3-4).
      Sabemos que eles são o canal usado por Jeová hoje para dar a Sua orientação e encorajamento ao povo que leva o nome Dele. Òtima iniciativa! O felicito por isso, mas continue a pesquisar,OK?
      Jeová seja contigo!!! (Sal 149:4)

      Curtir

    • Queruvim 15:11 em 28 jul 2013 Link Permanente

      Há alguma Testemunha de Jeová nesta lista de “benfeitores”?

      Curtir

    • Saga 4:13 em 29 jul 2013 Link Permanente

      TEMA: Quem é realmente monoteísta e quem é politeísta?

      Subtitulo – Deus, Deuses, Elohim, Theos

      1
      –Deus é uma das palavras que servem como título da pessoa de Jeová–
      Elohim e Theos são termos usados pelos do povo de Deus em grego e hebraico para louvar e descrever a Jeová. Jeová é uma pessoa e tem muitos títulos, títulos esses que servem para descrevem suas qualidades, sua natureza, suas perfeições. A palavra “Deus” dá um sentido de autoridade e poder, sendo muito própria para ser usada com referência a pessoa chamada Jeová, assim como o são termos como Todo Poderoso, Altíssimo, Criador, Soberano Senhor, etc.

      2
      — As palavras bíblicas pra descrever deidade —
      As palavras hebraicas para “deus” remetem a força e poder, sendo Jeová poderoso ele é descrito como “Deus”, sendo ele Todo Poderoso é chamado de o “único Deus” ou seja o “Único Poderoso”, mas existem outros também chamados de poderosos ou de “deuses”. Quando se destaca a sua unidade, indica que ninguém tem o Poder no mesmo grau que Jeová tem, ele tem o poder absoluto sendo a FONTE de todo o poder, todo poder que existe vem Dele, não existindo outra fonte independente de poder, por isso o único poderoso, ou único Deus, qualquer outro poderoso ou deus, no fim das contas deve seu poderio ou deidade a Jeová.

      3
      -Descrição filosofo teológica do que é SER DEUS monoteísticamente falando-

      Voltando ao ponto que eu estava dizendo, a filosofia e os manuais de teologia descrevem o conceito de “Deus” como significando o seguinte: A Causa Primária, o Ser Eterno, o Supremo Intelecto, o Absoluto, Alto Existente, por fim vem a seguinte descrição simplista; Deus é um ser Onisciente, Onipotente e Onipresente. Com essa descrição em mente, vemos que não é qualquer um que pode ser considerado D-E-U-S, muitos dos que são chamados “deuses” não demonstram esses atributos, então não afetam em nada a unicidade de Deus, ora se existisse Zeus, Osiris, Thor, Odin, nada mudaria, DEUS CONTINUARIA SENDO UM, pois pela definição proposta ali em cima, esses seres não são eternos, onipotentes, oniscientes. Aí está a diferença entre Deus e deuses, aí está o que significa Monoteísmo, monoteísmo é crer que exista Uma Causa Primária, Um Ser Eterno, Um Ser Supremo, Um Onipotente.

      O que faz alguém ser ou não ser Deus são esses atributos…de Eternidade, Onipotência, Onisciência, Auto-Suficiência…não é ser chamado pela palavrinha deus,dei, deo, theos, el, eloah, elohim. Deus é O Ser Mais Poderoso, Mais Antigo e Mais Sábio do Universo, se alguém não for alguma dessas coisas, automaticamente já não é Deus. Por isso se diz que o indiano Indra é um deus, a grega Persefone é uma deusa e o árabe Alá é Deus! A descrição religiosa de Alá confere ao Deus Islâmico o status de ser Deus neste sentido e não meramente ser uma deidade em outro sentido.

      3
      –Descrição simplista de alguns dicionários–
      Outra descrição comum e mais geral de “deus” aquilo que se considera maior do que a si mesmo -sobrehumano- e se presta culto de adoração. Se você considera algo como maior do que você mesmo e lhe presta adoração, então você tá fazendo daquela pessoa ou coisa seu deus. Pode ser uma entidade, uma pessoa ou um objeto.

      4
      — Trindade e a comparação com os 3 itens anteriores–

      Agora quem é que sugere a existência de mais uma pessoa que sejam poderosas a este ponto? Que sejam onipotentes, oniscientes, onipresentes? Três que eram eternas, três que criaram o mundo, três alto suficientes? Três que possam ser adoradas?

      Sentiram a ironia???
      O que poderia quebrar essa situação, ironicamente seria a próprio ídeia de Trindade, embora “ela” insistaaaaaa serrrr monoteístaa, monolátrica, é justamente com ela podemos cair numa situação onde temos TRÊS FONTES DE PODER, cada qual sendo infinita e onipotente por si mesma, sem depender da outra, sem nenhuma precedendo a outra, aí sim teríamos Três Poderosos, temos Três Pessoas Poderosas, TRÊS DEUSES.

      (Embora a Trindade se diga monoteísta, ela tenta colocar Deus como sendo uma abstração, existe um Deus impessoal [a GODHEAD], já concretamente como pessoa, o que temos são três pessoas divinas, que poderiam muito bem ser chamados individualmente de Deuses, enquanto que a abstração, a GODHEAD continua sendo uma só. No Hinduísmo existe a Trimurti, ora, o que é a Trimurti senão três pessoas divinas -deuses- que formam a Bhramane que é um conceito abstrato de GODHEAD??? Deus como pessoa está nos três membros da Trimurti -Shiva, Vishnu e Bhrama- já Deus como conceito abstrato é o Bhramâne, os três são pessoas, são poderosos são deuses, já o Bhramane não se diz direito o que é, tá mais para um conceito abstrato, poucos tomam como um Deus pessoal a se prestar culto, já acham que estão prestando culto a essa GODHEAD quando adoram os deuses da Trindade Hindu)

      OBS: Numa busca pela internet, se ve gente -trinitarista claro- falando em JEOVÀS [sim no PLURAL], é ou não politeísmo, POLILATRIA ?

      *Esclarecimento => É uma reclamação constante, que pretensos apologistas digam as TJs adoram dois deuses, um maior -Jeová- e um menor -Jesus- , então elas estão em idolatria ou politeísmo ou ao menos henoteísmo. Mas de fato conforme as descrições acima as TJ só reconhecem a existência de um Deus e só adoram [latria] a ele. Só tem um ser como Supremo, só creem em um Criador, um Eterno, uma Causa, um Todo Poderoso e sendo assim somente ele digno de toda a adoração, assim sendo não encaixa de forma alguma o termo politeístas para tais. (Um estudo profundo em cima das palavras bíblicas para Deus e das palavras costumeiramente vertidas como adoração nas Escrituras responde todas as dúvidas a este respeito, sem sofismas e sem falácias de falsa dicotomia. O objetivo de um sofista é ganhar um debate de qualquer jeito nem que seja no grito, na enganação e na deturpação, assim ele não se preocupa de usar falácias ou sofismas no processo, ele usa de táticas que sabe serem desonestas e de dados que sabe serem inexatos, mas ele não liga, advogados e políticos gostam muito de tais táticas sofistas. )

      Curtir

    • Saga 0:12 em 23 ago 2013 Link Permanente

      Li um artigo que sugere que os anjos são chamados de deuses em outras passagens além do Salmo 8:5; por exemplo no Salmo 138:1, 95:3 e 97:7

      Aí dizia o seguinte, que eruditos dizem que a expressão filho de Deus, seria um hebraísmo que quer dizer deuses, um filho dos homens, é um homem, uma filha dos homens é uma mulher humana, um filho de Deus, é um deus. Assim se equaciona as passagens que chamam os anjos de elohim com as que os chamam de filhos de elohim.

      Mas antes que algum Trinitário -ou Unicista- se assanhe, isso não serveria para dizer que “Jesus, por ser Filho de Deus é Deus”, pois embora a regra talvez servisse para incluir dentro de uma CLASSE geral, não serve para determinar uma IDENTIDADE, quer dizer, identificar uma pessoa. Usarei o exemplo de Adão.

      Classe é muuutio diferente de Identidade

      A palavra adão significa homem, então falemos de Adão e dos filhos de Adão e as filhas de Adão. Quem é filho de Adão, é adão ou “um adão” (um homem ou ser humano), mas não é O ADÃO, quer dizer, ele não pode ser seu próprio pai Adão! Ele faz parte da família adâmica (Classe), mas não é o próprio Adão (Identidade). Além disso, pense no homem chamado Adão, ele era um filho do homem (ou filho de Adão)? Obvio que não! O termo filho de adão/filho do homem NÂO SE APLICA A ADÃO. Ele não pode ser FILHO DE SI MESMO, nem existe qualquer outro homem antes dele que lhe possa ser pai!

      Pela mesma lógica, um “filho de Deus”, não poderia nunca ser Jeová Deus, Jeová não é filho de ninguém, nem tem pai. Jeová não é uma classe de seres, ele é uma pessoa. As pessoas podem ser do mesmo gênero que outras, serem da mesma família, terem o mesmo clã, fazerem parte da mesma natureza, terem qualidade em comum (serem da mesma classe), mas nunca podem SER OUTRA PESSOA (terem a mesma Identidade), a identidade é intransferível, eu sou eu, você é você e o Queruvim é o Queruvim. Deus não é Filho de Deus, embora um filho de Deus poderia ser um deus assim como Adão não é filho do homem embora um filho do homem possa ser um homem,

      Embora existam vários “adões”, Adão, o primeiro homem feito do pó da terra, só existiu um. Vejam a diferença entre um substantivo próprio e um substantivo comum. O substantivo comum expressa algo genérico -vários podem ser aquilo-, o substantivo próprio especifica uma identidade única.

      Curtir

    • messias josé gonçalves 19:25 em 1 set 2013 Link Permanente

      Eu perguntei qual o significado da palavra Deus em si. O
      que contém esta palavra para um deus, entre aspa, ser chamado.Qual o seu conteúdo verdadeiro se ela já existia a milhares de anos antes dos judeus terem deduzido um Deus, se já existia milhares deles, – Na verdade acompanha outra pergunta: quem é Deus em si – como hoje. Esta palavra casa com o Deus dos judeus, ou seja sincroniza com ele?
      Porque um deus chama Deus e não outro nome?

      Curtir

    • Nilson Rocha 19:03 em 19 out 2013 Link Permanente

      É interessante que o conceito das Testemunhas de jeová no passado era esse:A Bíblia demonstra que o nome de Quem exerce poder
      supremo na criação e em todas as coisas, é Deus .
      Êle tem tambem outros nomes que se encontram na
      Bíblia, todos os quais teem um significado profundo
      acêrca do seu propósito para com as suas criaturas. Um
      estudo criterioso da Bíblia prova que ela é absolutamente
      verdadeira . Ao passo que se vai avançando no exame
      das paginas sagradas, ficareis maravilhado .( Livro criação pag 10 ) Isso mostra o quanto o entedimento delas progrediu.

      Curtir

    • Apostolo TDS 16:39 em 7 nov 2013 Link Permanente

      O irmão só pecou numa única coisa – o verdadeiro significado da palavra ‘ELOHIM não é “Deus” como o irmão disse. O termo é plural e, por isso, deveria ser traduzido sempre como “Deuses”. Quando aparece o mesmo termo no singular, é o hebraico ‘El. Este sim, é o verdadeiro equivalente de “Deus” em português. Em que isso tudo implica?

      Que devemos evitar inserir na Bíblia nossas crenças, por mais fundamentadas que estas sejam e por mais comum o termo ficou conhecido devido a má tradução – leia-se deturpação mesmo – nos últimos séculos.

      A Tradução dos Deuses Santos das Testemunhas de Jeová/Testemunhas dos Deuses Santos, será a única tradução que se apegará fielmente ao texto original hebraico, aramaico e grego das Escrituras Sagradas. Vale apena o irmão entender isso.

      Apóstolo TDS

      Curtir

      • Queruvim 19:57 em 7 nov 2013 Link Permanente

        Prezado Apóstolo, eu, o autor desta página escrevi extensamente sobre o significado da palavra hebraica Elohim neste artigo. Além disso, no artigo acima, deve ter despercebido, que citei um dicionário onde lemos:

        Elohim (deus, deuses) é definido como sendo :

        I. Deus, deus, deuses
        II. governantes, juizes, anjos
        III. Pl. intensivo – deus, deusa

        O que o faz pensar que “pequei” e que algo tão básico não seja do meu conhecimento? O Sr é que peca em dizer que El é a forma singular de Elohim. El é a forma abreviada de Elohim, ao passo que a forma singular de Elohim é Eloah (אלוהּ), sendo ´Eloah singular feminino de Elohim. Muito embora sejam usadas intercambiavelmente, estes são os significados específicos. Escrevi um artigo falando sobre O PLURAL MAJESTÁTICO HEBRAICO, onde poderá encontrar citações falando sobre o substantivo Elohim onde afirmei que:

        Tenho estudado o “plural majestático” e notado como este é documentado nas cartas de Tell el Amarna…”

        Sua afirmação de que “Elohim é plural e deve ser sempre traduzido Deuses” nos revela muito sobre seu conhecimento do assunto. Até porque das 2598 vezes que Elohim aparece no texto massorético da Bíblia Hebraica, 99% é traduzido “Deus” em todas as versões da Palavra de Deus.

        Provérbios 15:2

        Agradeço pelo seu comentário e lhe desejo felicidades e boas pesquisas!

        Curtir

      • Saga 21:36 em 7 nov 2013 Link Permanente

        “Apostolo” ? Tá bão ein.

        Não sei qual da ironia, quem insiste na questão do plural de elohim são os trinitários, então são estes que deviam passar a utilizar “Deuses” em vez de “Pessoas Divinas”, adorar Três Deuses em Um.

        Curtir

      • Cefas 9:49 em 13 nov 2013 Link Permanente

        ………………..,-~*’`¯lllllll`*~, 
        …………..,-~*`lllllllllllllllllllllllllll… 
        ………,-~*lllllllllllllllllllllllllllllll… 
        ……,-*lllllllllllllllllllllllllllllllll… 
        ….;*`lllllllllllllllllllllllllll,-~*~-… 
        …..\lllllllllllllllllllllllllll/………\;;… 
        ……\lllllllllllllllllllll,-*………..`~-~… 
        …….\llllllllllll,-~*…………………)_-\..*`*;.… 
        ……..\,-*`¯,*`)…………,-~*`~.……………/ 
        ………|/…/…/~,……-~*,-~*`;……………./.\ 
        ……../…/…/…/..,-,..*~,.`*~*…………….*…… 
        …….|…/…/…/.*`…\………………………)….)¯`~, 
        …….|./…/…./…….)……,.)`*~-,…………/….|..)… 
        ……/./…/…,*`-,…..`-,…*`….,—……\…./… 
        ……(……….)`*~-,….`*`.,-~*.,-*……|…/.…/…… 
        …….*-,…….`*-,…`~,..“.,,,-*……….|.,*.… 
        ……….*,………`-,…)-,…………..,-*`…,-*….(`-,… 
        …………..f`-,………`-,/…*-,___,,-~*…… 

        Curtir

    • waldemar teofilo 10:01 em 12 nov 2013 Link Permanente

      vc não sabe de nada estuda mais e vc vai ver que elohim vem de elloí o mesmo que lodo ou barro vc tem que ir na raiz da palavra e deus é o mesmo que dia ou zeus

      Curtir

      • Queruvim 0:15 em 13 nov 2013 Link Permanente

        What??????????

        Puxa! Agradeço muito pela ajuda e “esclarecimento”. Poderia me dizer mais sobre esta palavra “elloí” e “dia”? Estamos ansiosos para aprender com os que sabem! O Sr com todo este conhecimento deve ser Pastor. E provavelmente pastor alemão. Vejo falar que na alemanha tem muitos pastores também. Fiquei muito contente com seu comment foi muito proveitoso. Conheço um cara que tem uma página ou Instituto apologético e ele sabe tanto quanto o Sr!

        Curtir

    • Marcelo 15:35 em 11 dez 2013 Link Permanente

      Queruvim

      Interessante que Jeová disse que Moisés seria Elohim para os egícios. Elohim, não El.

      Será que era plural magestático ou plural literal?

      Tornou-se Moisés uma trindade?

      Curtir

      • Queruvim 18:23 em 11 dez 2013 Link Permanente

        Claramente um plural abstrato não numérico com caraterística de um plural intensivo. Mais especificamente um plural majestático.

        Curtir

    • André 1:48 em 14 dez 2013 Link Permanente

      Estou mais do que achando, estou tendo a certeza do seu interesse em dividir as verdades bíblicas com todos! Parabéns Queruvim! Veja a última pérola que ouvi a poucos dias:

      “Jesus realmente era menor do que Jeová antes de sua morte e ressurreição, mas quando recebeu toda autoridade no céu e na terra ele se igualou ao Pai.”

      Só que a pessoa esqueceu de um fato, revelado em 1 Reis 8: 27 que deixa claro a respeito da pessoa de Jeová: “…que os próprios céus, sim, o céu dos céus, não te podem conter,…” Ou seja o Universo físico (o céus dos céus) não pode conter ou suportar a presença da pessoa de Jeová. No entanto quando Jesus Cristo afirmou ter recebido toda autoridade no céu e na terra em Mateus 28: 18 ele ainda estava pessoalmente aqui na terra. Pergunto eu: “Se Jesus se igualou a Jeová, como o nosso minúsculo planeta o conteve enquanto dizia essas palavras?”

      Curtir

    • oTESTEMUNHAdeJAH 20:44 em 26 jan 2014 Link Permanente

      Se ELOHIM está no plural e se segundo os TRINITÁRIOS significa a pluralidade de Deus, por que nenhuma tradução TRINITÁRIA aceita traduzir ELOHIM por Deuses por exemplo em Genesis 1:1? Claro, por que se fizerem isso teriam que se render ao fato de que tal tradução indicaria um POLITEISMO, já que não dá pra resolver na tradução eles procuram forçar a barra na argumentação.

      Dizem que Deus são 3 pessoas distintas mas uma única Deidade, afirmando que existe o PAI, existe o FILHO e existe o ESPIRITO SANTO e que contudo o PAI não é o FILHO que não é o ESPIRITO SANTO e que não é o PAI e assim por diante.

      Mas se segundo os Trinitários o Pai não é o Filho por que eles usam e abusam de Joao 10:30; 14:6, 9 para afirmar que o Pai e o Filho são os mesmos? Alguém consegue entender essa linha de argumentos trinitários?

      Curtir

      • foxhound 21:04 em 26 jan 2014 Link Permanente

        é difícil não é mesmo?
        Muita complicação.

        Curtir

    • Saga 4:10 em 9 mar 2014 Link Permanente

      “Seria Jesus um “Deus” falso? Visto que na Bíblia só há um Verdadeiro (Isaías 43:10)?
      Que pensamento bobo. Isaías 43:11 diz que apenas Deus é salvador.
      Então o os Juízes bíblicos que salvaram o povo de Israel das mãos dos filisteus eram “FALSOS salvadores” ? (Juízes 2:16 ; 3:9,15; 1 Samuel 10:19)”

      A minha pergunta é muito pertinente até porque é a mesma passagem bíblica: Isaías 43:10, 11. O verso 10 fala sobre Jeová ser um Deus único e verso 11 sobre ser um Salvador único, então a analogia que compara a interpretação do versículo 10 com o versículo 11 se chama CONTEXTO,

      Jeová é o Salvador, e outros também são salvadores, mas não foram falsos salvadores, salvaram Israel embora não fosse Deus, pois foram instrumentos de Deus para a salvação de Israel, sim Deus salvou seu povo por meio deles, os seus agentes de salvação. É por isso que Josué tinha este nome que significa “Jeová é a salvação”, para lembrar que embora o vissem agindo contra os cananeus, no fim das contas a salvação deles partia de Jeová que foi quem o capacitou e incumbiu desta missão.

      “A Bíblia diz que Jesus é o Filho Único de Deus. (Jo 3:16)
      Os anjos são “FALSOS filhos” de Deus? (Jó 1:6 ; 38:7)”

      Pertinente, quem ousa negar que existam outros filhos de Deus? Aí dirão “ah mas não vale, Jesus é um tipo diferente de filho de Deus” e Jeová é um tipo diferente de Salvador, Deus e Pai.

      “A Bíblia diz que apenas Deus é Pai. (Mateus 23:9). Então o pai do Luiz é um “FALSO pai”?” Mateus 23:9 – > Além disso, não chameis a ninguém na terra de vosso pai, pois UM SÓ É VOSSO PAI”

      Este é ainda mais simples, pois temos nossos pais terrestres e soa até derespeito ou desonroso se nos negarmos a chama-los de “pai”, ora até Deus os chamam de nossos pais! Mas o bobo pensamento trinitário contido neste argumento deles segue este tipo de lógica. Mas então, Deus é Pai, porém existem muitos pais, o que acontece é que não são pais no mesmo sentido que Deus é. Inclusive por ser a causa primária, Jeová se torna o Pai dos pais ou o Pai de todos os país que existiram ou virão a existir.

      “Quando a Bíblia diz que o Pai é o único Deus. (Jo 17:3, 1 Cor 8:5,6) Não impede que outros sejam chamados de “Deus”, mas significa que ele é Deus em certo sentido […] em que Só Ele É.”
      Olhem 1 Cor 8:4-6, ela usa o termo “theos” em dois sentidos, uma no sentido geral, em que existem vários “deuses”, e por fim no sentido absoluto, onde só existe o Pai; como disse Cristo quando falava sobre o mesmo assunto, a Escritura não pode ser anulada, nesta passagem Paulo não inclui Cristo como fazendo parte do sentido absoluto, assim como no dialogo de Jesus em Jo 10:31-36 ele também não se inclui no sentido absoluto, mas a conversa se concentra em “deuses” no sentido subordinado, como os do Salmo 82.

      Inclusive gostaria de lembrar a todos os leitores trinitários, de que na passagem em questão os fariseus não o acusaram de se fazer divino no sentido absoluto, senão a resposta de Jesus seria sem relação e eles teria rechaçado seu argumento do Salmo 82. Eles imediatamente diriam que esses deuses não tinham nada a ver com o assunto, pois eles o estavam acusando era de se fazer o próprio Adonay Elohim Ek Shaday Elyon de Israel! A defesa de Jesus foi eficaz porque foi concorde ao ponto que os fariseus trouxeram. Por isso a Almeida e outras traduções estão erradas ao usar “te fazes Deus” assim com “D” maiúsculo induzindo os leitores ao erro. “te fazes um deus” como a TNM colocou está gramatical e contextualmente correto, theos nem tem artigo aqui, de como que eles não o acusaram assim…”te fazes O Deus” mas de se fazer “deus” em um sentido indefinido, por isso o artigo indefinido é bem vindo em português.

      “Também é assim com termos como Pai, Salvador, Bom, Santo, Sábio. Outros também são pais, salvadores, bons, santos ou sábios, mas em sentido diferente do que (somente) Deus é.“

      Jesus disse que só Deus é bom.
      `(Marcos 10:18) Jesus disse-lhe: “Por que me chamas de bom? Ninguém é bom, exceto UM SÓ, DEUS.

      (Mateus 12:35) O HOMEM BOM, do seu bom tesouro, envia coisas boas(Gálatas 5:22) Por outro lado, o frutos do espírito é […] BONDADE´
      ´(Lucas 8:15) Estes são os … com um coração excelente e BOM.´
      ´(Lucas 19:17) ‘Muito bem, escravo BOM!´
      ´(Lucas 23:50) E eis um homem de nome José, que era membro do Conselho, homem BOM e justo ´

      Paulo chama Deus de o único sábio,
      (Romanos 16:27) "a Deus, ÚNICO SÁBIO

      Só que:
      (Gênesis 41:33)Portanto, procure agora Faraó um homem discreto e sábio
      (Êxodo 35:25)
      E todas as mulheres de coração sábio(Deuteronômio 4:6) ‘Esta grande nação é indubitavelmente um povo sábio
      (2 Samuel 13:3) E Jonadabe era um homem MUITO SÁBIO
      (2 Crônicas 2:12) Bendito seja Jeová, o Deus de Israel, que fez os céus e a terra, porque deu a Davi, o rei, um filho sábio
      (Provérbios 1:5) O sábio escutará e absorverá mais instrução
      (2 Timóteo 3:15) Os escritos sagrados, que te podem fazer sábio

      Percebem?

      Que tal em Apocalipse lermos isto: Apocalipse 15:4 - Porque SÓ TU ÉS SANTO

          Será que os outros santos seriam falsos santos? 
      

      E antes que alguém venha falar, os textos acima se referem ao Pai, em Marcos 10:18, Jesus não está se gabando, mas redarguindo alguém que tinha o chamado de bom, Apocalipse 15:4 está falando do Ser Que Está Sentado No Trono e não do Cordeiro (também não está falando dos Sete Espírito, o que causaria um problema sério no Trinitarismo), e em Romanos 16:27 o sábio Deus em questão não é Jesus Cristo, leiam direitinho

      (Romanos 16:27) A Deus, único sábio, seja a glória por intermédio de Jesus Cristo, para sempre. Amém.

      É ao Pai, que é Deus, o único sábio, por meio de Jesus Cristo, seu Filho. Este termos de singularidade quando dirigidos ao Pai não impedem que outros, inclusive Cristo, sejam chamados de bom, santos, sábio mas o colocam em supremacia única, o que com certeza QUEBRA a Trindade, pois teríamos uma pessoa só que teria tais atributos em níveis absolutos, quando o “correto” segundo a doutrina de Trindade, seriam existir três.

      Se o Pai for o único sábio e o único santo em nível absoluto, o que dizer das outras supostas pessoas da tal da Trindade? Pois é. é que a Bíblia fala do Pai como absoluto e de tudo e todos os mais como sujeitos a ele, sem excessão, é isso que nega que a Trindade seja uma doutrina bíblica, o fato do Pai ser descrito nestes termos, pois aí, cadê a coigualdade????????

      Curtido por 2 pessoas

  • Queruvim 12:43 em 25 Jul 2017 Link Permanente | Resposta
    Tags: Comissão iReal Australiana   

    O Péssimo trabalho da Comissão Real Australiana em relação as Testemunhas de Jeová 

    Assim como o Supremo Tribunal da Rússia considerou as Testemunhas de Jeová “extremistas” e muitas delas já estão indo para prisões e celas em comum com assassinos perigosos como os do Estado Islâmico,  observamos agora a Comissão iReal Australiana fazer um trabalho ao meu ver, péssimo, tendencioso, valendo-se de uma abordagem antagonista e totalmente parcial. A Comissão Real é um quasi-judicial body, ou seja não se diz que os que ali estavam foram “intimados” como se fosse um julgamento, mas no caso das Testemunhas de Jeová houve um clima bastante diferente do ambiente descontraído da Comissão Real feita com a Igreja Evangélica. O clima era de um julgamento cujo veredito já era por demais previsível e antecipado assim como o da Rússia.  Se pesquisar no YouTube a procura da Comissão Real envolvendo a “Igreja Cristã” ou a “Pentecostal” não encontrará facilmente, se é que encontrará algo falando sobre a Igreja Evangélica! Mas se deparará com milhares de vídeos falando sobre as Testemunhas de Jeová nesta Comissão.

    Por que este silêncio envolvendo o comparecimento da Igreja Evangélica e Pentecostal na comissão Real Australiana?

    Talvez a resposta esteja neste link

    Por que podemos afirmar que a Comissão Real Australiana não é tão “real” assim?

    O fato é que o resultado da pesquisa e ouvidoria da Comissão revelou ( Caso em Estudo nº 55) que a Igreja Evangélica na Austrália “priorizou a proteção dos pastores …ao invés da proteção das crianças” e  “Não possuem nenhum processo que providencie apoio pastoral ou comunicação de informação de um processo disciplinar de um ministro”. “Não se exige uma credencial para chamar alguém de “pastor”.”  

    A Igreja evangélica foi orientada pela Comissão Real Australiana a relatar a partir de agora casos envolvendo abuso de menores. Ou seja, não foi relatado em números um caso sequer de pedofilia na Igreja Evangélica Australiana! Repito:

    Não houve relatórios em números de  casos de pedofilia na Igreja Evangélica Australiana!

    Conta outra! Conta outra por favor!

    Eles não fizeram a lição básica de casa. Os motivos são claros! A Igreja Evangélica possui, de acordo com pesquisas, infelizmente um número bem maior do que a Igreja Católica de predadores sexuais em suas fileiras.  (fonte: #)

    Se a Igreja “Cristã” Pentecostal na Austrália seguir de perto e se comprometer a relatar detalhadamente inclusive às autoridades casos de abuso contra menores ficará mais do que claro a realidade da situação e não o teatro fingido que foi a Comissão na abordagem envolvendo as Testemunhas de Jeová.  Estavam simulando propositalmente que as TJ são um grande problema, enquanto outras instituições sequer registros fazem!  Isso é o mesmo que ir jogar futebol sem regras. Vale tudo…pode chutar a bola , jogador pode defender o Gol como se fosse goleiro. Agora, se for as Testemunhas de Jeová…não!   Elas tem que ser cobradas porque precisa melhorar nas regras que eles mesmos sequer observam! Quanta hipocrisia da Comissão iReal e de seus coadjuvantes!

    Enquanto as Testemunhas de Jeová apresentaram 15 casos por ano, acho que essas igrejas negligentes e desorganizadas apresentariam uns 15 casos por semana se nos basearmos neste link!

    Em outras palavras, a Igreja Evangélica é totalmente negligente em relatar qualquer assunto sobre pedofilia. Diferente das Testemunhas de Jeová, que possuem tudo relatado e devidamente arquivado para consulta. É o sujo falando do lavado e dizendo:

    “Vocês não lavaram o calcanhar!” Quando nem ele sequer tomou banho! Hipócritas!

    Já receberam as Testemunhas de Jeová com um pré julgamento. Ao invés de consultarem a política interna da Organização de Jeová, vieram com esta pérola de pergunta: ” “Será que a confidencialidade  é mais importante do que proteger a criança em perigo?”

    É obvio que deveriam saber que há sim regras claras nas diretrizes dadas aos Anciãos das TJ, exigindo a notificação às autoridades quando necessário. Avalie as conclusões equivocadas e cheia de malícia maldosa no relatório desta comissão imprudente. (Com letras azuis)

    Sendo escrito … … …

     

     

     

     
    • Fred Silva 6:26 em 26 jul 2017 Link Permanente | Resposta

      Desde à longos anos que tem vindo a haver uma tentativa de denegrir as Testemunhas de Jeová, isso já não é novo, visto que satanás é o pai da mentira, ele tenta por intermédio dos seus acólitos atacar o povo de Jeová. Novo é o facto de orquestrarem este tipo de teatrinho fazendo declarações bombásticas sem qualquer embasamento, isto é grave no sentido de que recentemente alguns por estarem desinformados tem sido enlaçados por estas mentiras e posto em causa a seriedade com que a organização trata de assuntos desta natureza.

      Jesus disse:
      Vocês são filhos do vosso pai, o Diabo, e querem satisfazer os desejos do vosso pai.+ Ele foi um assassino quando começou,*+ e não permaneceu na verdade, porque não há nele verdade. Quando ele mente, faz o que lhe é próprio, porque é um mentiroso e o pai da mentira.

      Dar ouvidos a homens como estes é dar ouvidos ao diabo, temos exemplos de sobra que isso nunca dá bom resultado.

      Curtir

c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: