Arquivos da Categoria: Holocausto

Enorme “Pulsar da Morte” no Holocausto foi pior do que o temido, descobriram os pesquisadores

A erradicação dos judeus europeus pela Alemanha nazista durante o Holocausto, uma das mais desprezíveis campanhas de violência da humanidade, apresentou uma taxa de mortalidade muito mais impiedosamente eficiente do que se entendia anteriormente – de acordo com uma nova pesquisa.

Durante o Holocausto, milhões de judeus, juntamente com membros de diferentes grupos étnicos, gays, Testemunhas de Jeová, prisioneiros de guerra soviéticos e outros, foram sistematicamente assassinados em campos de concentração, incluindo Auschwitz, Treblinka e Belzec. Eles chegaram aos campos da morte principalmente de trem e inúmeras pessoas morreram dentro dos vagões apertados. “Mesmo que o Holocausto seja um dos genocídios mais bem documentados em um sentido histórico, há surpreendentemente poucos dados quantitativos disponíveis”, explica o biomatemático Lewi Stone, da Universidade de Tel Aviv, em Israel.

“Como os nazistas destruíram quase todos os registros do massacre, é importante tentar descobrir o que realmente aconteceu na época”. A operação Reinhard é conhecida como uma das fases mais mortais do Holocausto. Stone estudou o que ele reconhece ser um “conjunto de dados incomum”: registros de transporte ferroviário que detalham as idas e vindas de “trens especiais” na Ferrovia Nacional da Alemanha.

Stone descreve essa rede como um “componente crítico do projeto de genocídio e destruição dos nazistas”. No espaço de cerca de três meses – aproximadamente de agosto a outubro de 1942 – os registros do trem revelam o que Stone chama de “pulso da morte”: uma fase extrema de “matança hiper intensa” na qual a taxa de abate aumentou por cerca de 100 dias. Durante esse horrível período de tempo, os dados sugerem que mais de 1,47 milhão de judeus – mais de um quarto de todos os judeus mortos durante os seis anos da Segunda Guerra Mundial – foram mortos por um aumento de transportes coordenados de trens e execuções de câmaras de gás.

A pesquisa sugere que os nazistas mataram suas vítimas durante esta janela de tempo a taxas incrivelmente altas – cerca de 15.000 pessoas por dia.

outros pesquisadores disseram que as estimativas da taxa de mortalidade do estudo são muito altas. “O Holocausto se destaca como uma demonstração de como a máquina eficiente do governo foi voltada para as pessoas de uma maneira inigualável”, escreve Stone em The Conversation. “Esta é a lição chave do Holocausto que eu acredito que não deve ser esquecida.”

Veja vídeo adicional apresentado na FOX NEWS!