Category Archives: sábado

Qual a diferença entre “Lei” e “Concerto” ?

Os não sabatistas dizem que não é mais obrigatória a guarda do sábado, pois não somos mais obrigados a obedecer ao antigo Concerto da Lei. Os sabatistas, por outro lado, dizem que somos obrigados sim a “guardar o sábado”, pois segundo eles, há uma diferença entre Lei e Concerto.

Diferenças entre Lei e Concerto

Um concerto é a mesma coisa que um contrato, um acordo, um pacto. Pode ser feito unilateralmente, bilateralmente ou entre várias pessoas. Já Lei é definida como “ um princípio, um preceito, uma norma, criada para estabelecer as regras que devem ser seguidas, é um ordenamento. Do Latim “lex” que significa “lei” – uma obrigação imposta”. Outra definição seria: “Qualquer regra escrita ou explícita, ou coleção de regras, prescritas sob a autoridade do estado ou da nação.” (The American College Dictionary [O Dicionário Universitário Americano], editado por C. L. Barnhart, 1966)

Para ficar mais fácil de entender a diferença entre os dois termos vamos fazer aqui uma ilustração bem fácil. Imagine caro leitor, que você trabalhe com manutenção residencial. Eu contrato você para vir fazer manutenções periódicas em minha casa. Para tal, nós fazemos um contrato por escrito. O que irá reger esse contrato?

São cláusulas contratuais que criam LEIS entre as partes. Suponhamos que fique acordado que você irá vir fazer manutenção em minha residência 01 (uma) vez ao mês, sempre no último sábado do mês. Para tal irei lhe pagar a quantia fixa de R$ 300,00 por mês. De acordo com esse contrato, você terá que vir todo mês em minha casa, uma única vez, para fazer a referida manutenção.

Mas suponhamos que agora eu quero que você venha em minha casa 02 (duas) vezes ao mês. Será que o contrato atual, com suas leis, obrigaria você vir em minha residência uma vez a mais no mês e receber a mesma quantia de R$ 300,00? É óbvio que não. Seria obrigado agora nós fazermos um novo contrato, um novo acordo, um novo concerto. Esse novo concerto seria regido por novas cláusulas, por novas leis, a saber, que a partir de agora você viria em minha residência trabalhar duas vezes ao mês, agora pela quantia de R$ 600,00.

Seria até possível nós mantermos o mesmo contrato, mas suas leis ou cláusulas teriam que ser alteradas. Seria um novo aditivo no contrato. Percebem que embora haja realmente uma diferença entre lei e concerto, os dois estão interligados intrinsecamente entre si?

Não existe contrato sem lei. Não existe Lei sem uma finalidade específica para ela. Os nossos amigos sabatistas estão certos ao afirmarem que há diferença entre pacto e lei. Mas estão errados ao afirmarem que existem duas leis. É como se fossem dois contratos, um contrato feito com as leis morais, e outro contrato feito com as leis cerimoniais, sendo somente este último contrato não mais obrigatório aos cristãos.

Não há diferença entre leis

Mas a bíblia não faz diferença entre esses contratos, dizer isso seria ir além das escrituras. Para Jeová, é apenas UM concerto, regido por UMA só lei. Os sabatistas, em especial os adventistas, costumam dizer que existiam várias leis, como por exemplo, lei civil, leis de saúde e assim por diante. Mas na verdade isso eram apenas subcategorias de apenas UMA SÓ LEI, leis essas que regiam o Concerto de Jeová com Israel.

Se vocês pegarem a bíblia e abrirem em Êxodo capítulo 20, verão que ali Jeová começa a dar os 10 mandamentos como leis iniciais, mas Ele não para por ali. As leis ditadas por Jeová se estendem até o final do capítulo 23. Notem que é Jeová que dita todas essas leis, ou seja, são leis Dele. Veja mais exemplos da NÃO DIVISÃO DE LEIS.

Honra o teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá. Êxodo 20:12

Marcos 7:9-10: E dizia-lhes(Jesus): Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra o teu pai e a tua mãe; e quem maldisser ou o pai ou a mãe, certamente morrerá.

Vejam que Jesus chama um dos 10 mandamentos de Lei de Moisés.

Não matarás. Êxodo 20:13

João 7:18-19: Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça. Não vos deu Moisés a lei? E nenhum de vós observa a lei. Por que procurais matar-me?

Novamente, Jesus chama um dos 10 mandamentos de Lei de Moisés.

A lei cerimonial é a lei de Jeová também. Veja:

1 Crônicas 16:40: para oferecerem holocaustos a Jeová continuamente de manhã e de tarde sobre o altar de holocaustos, segundo tudo o que está escrito na lei que Jeová ordenou a Israel;

Lucas 2:22-24: Quando se completaram os dias da purificação segundo a lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor (como está escrito na Lei do Senhor: Todo o primogênito será consagrado ao Senhor), e para oferecer um sacrifício segundo o que está dito na Lei do Senhor: Um par de rolas, ou dois pombinhos.

Vemos assim, que na bíblia, não há diferenças de leis. Para Jeová, tudo é apenas uma lei, leis essas que fazem parte de seu pacto.

Concerto (pacto) de Jeová com Israel

Esse Concerto (pacto) era regido por leis, ou termos, que se seguidos à risca resultariam em bênçãos para a nação de Israel.

Agora, se me obedecerem fielmente e guardarem a minha aliança, vocês serão o meu tesouro pessoal dentre todas as nações. Embora toda a terra seja minha, vocês serão para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa’. Essas são as palavras que você dirá aos israelitas”. Êxodo 19:5-6

Essa Lei, transmitida por Jeová ao mediador Moisés, entrou em vigor com o sacrifício de animais (no lugar de Moisés, o mediador, ou “pactuante”) no monte Sinai. Naquela oportunidade, Moisés aspergiu sobre o altar a metade do sangue dos animais sacrificados, daí, leu o livro do pacto para o povo, que concordou em ser obediente. Depois disso, ele aspergiu o sangue sobre o livro e sobre o povo. (Êxodo 24: 3-8)

Qual era o objetivo desse pacto ou concerto?

1 – tornar manifestas as transgressões (Gál 3:19)

2 – conduzir os judeus a Cristo (Gál 3:24)

3 – servir como sombra das boas coisas vindouras (He 10:1; Col 2:17);

4- proteger os judeus da religião falsa, pagã, e preservar a adoração verdadeira de Jeová;

5 – proteger a linhagem da semente prometida. Adicionado ao pacto feito com Abraão (Gál 3:17-19), organizava a nação-descendente natural de Abraão por meio de Isaque e Jacó.

Novamente frisamos, esse concerto era o concerto da Lei. Era um pacto feito entre Jeová e Israel, pacto esse FORMADO por LEIS dadas pelo próprio Jeová. Por não existir um pacto sem lei, pois um pacto depende de leis que o regem, às vezes a bíblia chama esse pacto de “Lei”. Os primeiros cinco livros da Bíblia (Gênesis a Deuteronômio) são muitas vezes mencionados como a Lei, mas todo mundo sabe que um livro é um livro, e lei é lei. Às vezes penso que quem faz confusão com esses termos são os próprios sabatistas.

O concerto da Lei não é mais obrigatório

Jeremias 31:31-33: Eis que vêm os dias, diz Jeová, em que farei uma nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá, não segundo a aliança que fiz com seus pais no dia em que os tomei pela mão para os tirar da terra do Egito (essa minha aliança, eles a invalidaram, ainda que me desposei com eles, diz Jeová). Mas esta é a aliança(nova) que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz Jeová: Imprimirei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo;

Notem prezados leitores, o novo concerto de Deus NÃO é o mesmo que Jeová fez com Israel no passado. Jeová iria fazer um NOVO CONCERTO, COM NOVAS LEIS e essas novas leis, desse novo concerto, seriam inscritas nas mentes e nos nossos corações. Não estamos sem lei, como afirmam os sabatistas, temos lei sim, mas nessa nova lei não se exige o sábado.

Hebreus 8:13: Chamando “nova” esta aliança, ele tornou antiquada a primeira; e o que se torna antiquado e envelhecido, está a ponto de desaparecer.

Vejam amigos, que a bíblia fala que o que se tornou antiquado foi o concerto. Voltemos ao exemplo do início do artigo. Se eu ou você quiséssemos encerrar o nosso acordo, ou seja, encerrar a prestação de serviços da sua parte a mim, aquele contrato não teria mais validade. Todas as LEIS que regiam aquele CONTRATO não iriam mais valer. Eu não seria obrigado a pagá-lo, nem você seria obrigado a ir à minha casa fazer manutenção. Igualmente, se Jeová fez um novo contrato ou concerto, as LEIS do concerto antigo não são mais obrigatórias. Só não enxerga isso quem não ver ou não quer entender.

Aliás, ficam aqui algumas perguntas pros sabatistas meditarem: Se a lei cerimonial foi abolida, porque então vocês dizem ser obrigatório o pagamento de dízimos, visto que esse não é lei moral?

A lei sobre a abstinência de sangue, lei essa repetida em Atos 15, faz parte de qual lei, cerimonial ou moral?

Se a resposta for é que essa é lei cerimonial, então vocês estão em grande contradição, pois seriamos obrigados a guardar as duas leis. Se a resposta for moral, porque foi ditada por Deus a Noé, quer dizer que as leis de propriedade, de custódia e escravidão, leis que já existiam nos dias de Abraão e Jacó, também são leis morais?

O Novo Concerto e a lei dos Cristãos

Assim como Moisés foi o mediador do Concerto da Lei, Jesus Cristo é o Mediador do novo Concerto. A diferença é que Moisés escreveu a Lei em forma de código, mas Jesus não redigiu pessoalmente uma lei. Jesus falou e colocou a sua lei na mente e no coração de seus discípulos. Seus discípulos NÃO formularam leis em forma dum código para os cristãos, classificando as leis em categorias e subtítulos. No entanto, as Escrituras Gregas Cristãs estão repletas de leis, mandamentos e decretos que o cristão tem por obrigação observar.

Medite caro leitor, nos seguintes textos abaixo e veja como a bíblia diz que temos sim lei, mas não de acordo com a lei antiga.

Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo. Gálatas 6:2

Para os que estão sem lei, tornei-me como sem lei (embora não esteja livre da lei de Deus, mas sim sob a lei de Cristo), a fim de ganhar os que não têm a lei.

1 Coríntios 9:21

Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer. Tiago 1:25

Falem e ajam como quem vai ser julgado pela lei da liberdade; Tiago 2:12

Onde está logo a jactância? Foi excluída. Por que lei? Das obras? Não; mas pela lei da fé. Romanos 3:27

Jeová não muda seus padrões. Ele apenas faz pequenos ajustes. Assim como um pai ajusta as regras que estabelece para seus filhos, levando em conta a idade e as circunstâncias deles, Jeová tem ajustado as leis que seu povo precisa cumprir. O apóstolo Paulo explica o assunto da seguinte forma: “Antes de chegar a fé, estávamos sendo guardados debaixo de lei, entregues juntos à detenção, aguardando a fé que estava destinada a ser revelada. A Lei, por conseguinte, tornou-se o nosso tutor, conduzindo a Cristo, para que fôssemos declarados justos devido à fé. Mas agora que chegou a fé, não estamos mais debaixo dum tutor.” — Gálatas 3:23-25.

Jeová não espera mais de nós a guarda dum sábado semanal. Isso está indicado na bíblia e também no artigo que estão lendo. Na verdade, nós cristãos obedecemos a Jeová e a Jesus por amor, não porque temos um código de leis a seguir. Assim, em face de tudo que vimos, fica claro que Jeová não exige mais a guarda do sábado, pois nós fazemos parte do povo que tem como lei, a lei dum povo livre. (Tiago 1:25)

Aliás, Jesus deu uma lei pros seus seguidores: Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. Mateus 28:19-20

Tem você seguido tal ordem?