Category Archives: Mórmons

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimos Dias e seu livro confuso

Para saber qual a opinião OFICIAL  das Testemunhas de Jeová a respeito dos Mórmons clique aqui: MORMONISMO- Restauração de todas as coisas?

Visto que a esta página defende a Bíblia Sagrada, tive por objetivo pesquisar mais detalhadamente o livro de Mórmon e a afirmação deles de que tal livro é uma revelação de Deus e consequentemente “inspirado por Deus”.

Para enfatizar isso, a liderança da Igreja Mórmon disse:

“Se Joseph Smith foi um impostor que tentou deliberadamente induzir o povo ao erro, ele deve ser desmascarado, refutadas as suas asseverações e provada a falsidade de suas doutrinas, pois é impossível fazer que as doutrinas de um impostor concordem em todos os pormenores com a verdade divina. Se suas afirmativas e declarações fossem baseada na fraude e na impostura, apareceriam muitos erros e contradições, fáceis de averiguar. As doutrinas dos falsos mestres não resistem à prova quando confrontadas com os padrões de medida comprovados, as Escrituras”. (Doutrinas de Salvação Vol. I, Joseph F. Smith, pág. 204)

Alguns tem mencionado sua descrença no livro de Mórmon. Podemos citar um exemplo claro do por que desta crescente descrença, o anacronismo dos relatos do livro de Mórmon. Um “anacronismo” é algo que não se encaixa no tempo para o qual é reivindicado. Por exemplo, um conto do Rei Henrique VIII assistindo televisão seria anacrônico (período de tempo errado).

Um exemplo é a citação no livro de Néfi onde se menciona o batismo sendo ensinado por Néfi cerca de 550 anos antes de Cristo. Algo que não se harmoniza com a Bíblia. De acordo com o “Novo Testamento” a primeira menção de “batismo” foi feita somente no tempo de João Batista. (Estudo Perspicaz das Escrituras Tópico Batismo)  O Livro de Mórmon diz que aqui nas América mais de 140  anos antes de Cristo todos que eram batizados passavam a pertencer a Igreja de Cristo: “[…]E aconteceu que todos os que eram batizados pelo poder e autoridade de Deus eram somados a sua Igreja.” (Mosiah 18:17)

Cavalos são mencionados 14 vezes no livro de Mórmon, e é mencionado como parte integral das culturas narradas no livro. ( Alma 18:9, Alma 18:12, Alma 20:6, 3 Nephi 3:22) Contudo, não há nenhuma evidência de que os cavalos existiam no continente americano durante os anos da história do Livro de Mórmon (2500 a.C-400 dC). Cavalos surgiram nas Américas somente quando os espanhóis os trouxeram da Europa. Eles foram levados para o Caribe por Cristóvão Colombo em 1493 e para o continente americano por Cortés em 1519. (FONTE)

Na tentativa de se defenderem destas incoerências, muitos estudiosos e membros da Igreja Mórmon recorreram ao argumento de que há evidências de “leões na palestina” muito embora críticos tenham argumentado durante muito tempo a ausência de prova de que existiram leões ali. Segundo eles, a Bíblia menciona que Sansão matou um leão naquele território, mas nem sempre se achou respaldo na ciência para se comprovar isso. De fato, recentemente em 1988 arqueólogos encontraram carcaças de leões na região conhecida hoje como “palestina”. O que estes apologistas mórmons não deviam fazer, é comparar a Bíblia com o livro de Mórmon, uma vez que a Bíblia sempre acaba derrubando as teorias dos críticos. O livro de Mórmon faz o oposto. Continua sem apresentar evidências de que é realmente autêntico em suas narrativas.

O Livro de Mórmon tem sido frequentemente acusado de conter numerosos anacronismos. As seis categorias são: (1) fauna (animais), (2) flora (plantas/vegetação) e têxtil (seda e linho), (3) guerra (4); metais; (5) o cristianismo pré-cristão, e (6) bússola, moedas e outros itens diversos. (Antonio Carlos Popinhaki em O LIVRO DE MÓRMON E A CAÇA AOS ELEFANTES – ANACRONISMOS)
A autenticidade do Livro de Mórmon é contestada pela quase totalidade dos arqueólogos, etnólogos, linguistas e historiadores. Não há evidências arqueológicas, tais como moedas nefitas, ossadas humanas, ossadas de cavalos, couraças, espadas, escudos, artefatos, etc.. também nenhuma prova arqueológica que comprovam a existência das grandes cidades citadas no Livro de Mórmon.

Se o problema do livro se limitasse apenas aos casos evidentes de anacronismos , mas a lista de incoerências não para. Gostaria de saber como é que os Mórmons lidam com isso. Nos ultimos 4 anos fui visitado por eles umas 4 vezes. Sempre andando aos pares, tive a oportunidade de fazer algumas perguntas. Em dois casos, houve uma irritação evidente por parte dos que lideravam a dupla, se é que existe isso, e lembro-me de ver dois deles me perguntando sobre minhas motivações ao fazer as indagações. Todavia, não deram respostas as indagações. Lamento muito que nunca mais voltaram para considerar os assuntos e a problematica colocada  diante deles. Eis algumas delas:

Anjos possuem “carne e  ossos” ? 

São inúmeras as afirmações do Livro de Mórmon que contradizem a Bíblia sagrada. Por exemplo na lista de verbetes, no final do livro, no subtópico “anjos” (pág. 18) “Há anjos com corpo de carne e ossos”. Como pode ser , se na Bíblia Paulo escreveu sob inspiração que “carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus”? (1 cor. 15:50)

O Éden era nos Estados Unidos? 

No final do livro de Mórmon na Lista de verbetes na página 63 dos verbetes , vá em Éden e observe a afirmação que se faz ali. Lemos ali que o Éden “se localizava onde agora é o continente americano”. Como pode ser assim se em Gênesis o Éden é mencionado como estando perto do Rio Tigre e Eufrates na Mesopotâmia? Gênesis 2:10-14.

Declarações equivocadas no livro de Mórmon

O 4º livro de Néfi 1:18 diz que 110 anos após Cristo “não havia contendas em toda a Terra”. uma informação que entra em conflito com as palavras do historiador Judeu Flávio Josefo que nos conta que no ano 70  “cerca de 1.100.000 judeus foram mortos e 100 mil foram levados cativos” (Gerras Judaicas de Flávio Josefo) De fato, foram várias as revoltas e em nítido contraste com as declarações do Livro de Mórmon, que diz em 4º Néfi que “não havia nem disputas nem tumultos…em toda a terra” (veja  4º Néfi cap 1:15,16 e 18 )

E D&C 132:27 diz que o pecado contra o espírito santo é o assassinato. Isto contradiz a Bíblia que diz que Paulo, Davi, Moisés cometeram assassinato mas foram perdoados por Deus por terem se arrependido sinceramente. 

Doutrinas & Conventos 130:22 diz que “O Pai tem um corpo de carne e ossos tão tangível como o do homem”  

A Bíblia Sagrada diz que “Carne e Sangue não podem herdar o Reino de Deus” (1 Cor 15:50) diz também que “Deus é espírito” (João 4:24) Ademais em Lucas 24:39 lemos que “um espírito não tem carne e ossos

Porém Néfí, que de acordo com o livro de Mórmon viveu em Jerusalém cerca de 600 aC, quando os Judeus vivem sobre a lei,  já menciona a existência de uma igreja (esse termo “igreja”, apenas foi conhecido pelos Judeus e gentios durante o ministério de Cristo) Observe o que se diz : “E supondo ele que eu me referisse aos irmãos da igreja e que eu verdadeiramente fosse Labão, a quem eu havia matado, seguiu-me.” (1 Néfi 4:26)

A igreja Mórmon diz que aproximadamente 76 aC. (antes de Cristo), os povos aqui na América segundo o Livro de Mórmon, já eram chamados de Cristãos sem sequer Cristo ter nascido:  “…todos aqueles que eram verdadeiros crentes em Cristo tomaram sobre eles, de bom grado, o nome de Cristo, ou cristãos, como eram chamados, por causa de sua fé em Cristo que haveria de vir.”(Alma 46:15) Foi somente muitos anos depois da ascensão de Cristo que o termo “Cristãos” passou a ser usado. Lemos em Atos 11:26:

” e, depois de o achar, trouxe-o a Antioquia. Aconteceu assim que por um ano inteiro se ajuntaram com eles na congregação e ensinaram uma considerável multidão, e foi primeiro em Antioquia que os discípulos, por providência divina, foram chamados cristãos.”

 

  • O Livro de Mórmon fala de vastos povoamentos no continente norte-americano. Helamã 3:8 escreve: “E sucedeu que se multiplicaram e se espalharam de forma tal que começou a ser povoada toda a face da terra.” De acordo com Mórmon 1:7, a terra “se achava coberta com edifícios”. Questiona-se, então, onde estão os vestígios dessas civilizações florescentes, tais como os artefatos dos nefitas, suas moedas de ouro, espadas, escudos e armaduras. — Alma 11:4; 43:18-20. A Bíblia por exemplo, nos dá os locais exatos dos fatos relatadostanto nas Escrituras hebraicas como também nas Escrituras Gregas ou o chamado “Novo Testamento” e podemos encontrar provas arqueológicas evidentes.

Negros são amaldiçoados?

Segundo o Livro de Mórmon os negros diferentes dos brancos que são “agradáveis e formosos e atraentes” são “amaldiçoados” (2 Néfi 5:21) 

A Bíblia,  por outro lado revela que a 2000 anos atras Pedro sob inspiração disse que “Deus não é parcial, [em grego: literalmente “não toma faces” ] mas em cada nação aquele que o teme e pratica a justiça lhe é aceitável” (Atos10:34) 

 

Assista o vídeo que demonstra a verdade CLARA A RESPEITO DOS MÓRMONS

Este artigo será ampliado em breve!