Arquivos da Categoria: Dúvidas de leitores

Existe na Bíblia a palavra ou conceito de “Essência”?

 

No sentido filosófico não existe. A Bíblia emprega a palavra οὐσίας (que se lê: ussías), que ocorre somente duas vezes no chamado N.T no relato do filho pródigo em Lucas 15:12,13 onde tem o sentido de “propriedade” ou “bens.” Contudo, a palavra não tem nem a acepção nem a conotação de “essência” conforme empregada na filosofia platônica, que deu origem ao conceito de díades e tríades de uma só “essência”. οὐσίας em literatura extra bíblica aparece com o sentido de “substância” ou “essência” mas não é assim empregada nas Escrituras do chamado Novo Testamento.#

A palavra específica que é empregada na mente de um trinitário e que tem seu equivalente exato na filosofia de Platão, é φύσις (fýsis)

φύσις

(filosofia)  φύσις (phúsis) ser estável, realidade imutável

  1. substância, essência 
  2. natureza daquilo que é membro de um tipo

 

A Bíblia emprega a palavra  φύσις no sentido de “natural” ou “natureza” e não apresenta ideia alguma de uma “essência” conforme entendida no paganismo filosófico.

1 Coríntios 11:14 Substantivo-NFS
GRK: οὐδὲ ἡ φύσις αὐτὴ διδάσκει “não ensina a própria natureza…”

Gálatas 2:15 Substantivo-DFS
GRK: Ἡμεῖς φύσει Ἰουδαῖοι   “Nós os que somos judeus por natureza…”  

A palavra essência está presente em quase todas as dissertações em favor da doutrina trinitária com o sentido de “substância partilhada”. Este conceito é encontrado apenas na filosofia grega. Platão defendia na “Teoria das formas” que as formas ou essências das coisas seriam independentes dos objetos comuns – cujo ser e cujas propriedades participariam das essências. Platão desenvolveu conceitos de díades e até mesmo tríades em “Conceito das Formas”.

A filosofia grega influenciou fortemente o conceito de quem é Deus. Ideias foram posteriormente adotadas e gradualmente adaptadas pela apostasia da Igreja. Passaram a adulterar textos da Bíblia colocando frases e até mesmo palavras inexistentes nos manuscritos gregos originais do chamado Novo Testamento. Isso é admitido até mesmo por evangélicos trinitários, como por exemplo, o erudito e fervoroso trinitário Dan Wallace neste vídeo. A pregação dominical durante séculos assegurou a implementação gradual destes conceitos alheios às Escrituras Sagradas. Leia com atenção o artigo que comprovam tais manipulações feitas por trinitários aqui.  A palavra “essência” no sentido platônico é uma terminologia antibíblica emprestada do paganismo e enxertada no cristianismo apostatado.

A Farsa da “união Hipostática” trinitariana