1 Coríntios 15:47 “O Senhor Jeová” Aramaico “Maryah”? EXPLICAÇÃO


Olá Queruvim, eu me chamo Cleber e gostei muito desta matéria! sanou algumas duvidas que eu tinha. Porem gostaria de lhe Fazer algumas Perguntas!

1) Porque algumas traduções vertem 1 cor.15:47 incluindo o tetragrama do nome divino (YHWH) e outras omitem?

2) Qual documento mais antigo ou mais confiável onde consta a passagem de 1Cor 15:47?

3) Alguns usam este texto para ensinar o “unicismo”, que a pessoa de (YHWH) desceu a terra, sendo Ele o próprio o Messias, Jesus! Isso porque algumas traduções que traduz “MarYa” por “Senhor Jeová” ou faz referencia à Ele neste texto,de corintos! É correto usar este texto para provar YHWH é o próprio Jesus o messias?

segue 3 versões que traduz um pouco diferente:

  1. 47 O primeiro homem era pó do chão; O segundo homem, o SENHOR JEOVÁ do céu. 1 cor 15:47 ( Bíblia aramaica em inglês simples) https://biblehub.com/aramaic-plain-english/1_corinthians/15.htm

2) O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.
1Coríntios 15:47 ARC
https://bible.com/bible/212/1co.15.47.ARC

3) O primeiro homem, formado da terra, é terreno; o segundo homem é do céu.
1Coríntios 15:47 ARA
https://bible.com/bible/1608/1co.15.47.ARA

Desde já, quero expressar meu agradecimento pela matéria, e se possível sua respostas às minhas perguntas!

 

Resposta do site Tradução do Novo Mundo Defendida:

Prezado Cleber, existem basicamente duas famílias de textos gregos usados para se traduzir a Bíblia para outros idiomas. Há o texto RECEPTUS e o TEXTO CRÍTICO. Texto Crítico é o texto do chamado “Novo Testamento” também conhecido como Texto Minoritário por ser mais fortemente baseado na minoria dos manuscritos do Novo Testamento atualmente existentes, porém sendo alguns deles consideravelmente antigos, até do segundo século depois de Cristo. O texto de WHT e o da NA28 são padrões para se verter o Novo Testamento Grego e são gemas da crítica textual onde na  referida passagem, de 1 coríntios 15:47,  não se emprega a frase “O Senhor”. Esta frase aparece em textos da família do texto “RECEPTUS”. O Textus Receptus apresenta similaridades com o Texto Bizantino (ou Texto Majoritário). Muitos deste último apresentam a frase “O Senhor” em 1 Coríntios 15:47. O chamado Textus Receptus e o Majoritário, não  possui a chancela de aprovação dos pesquisadores de crítica textual tal como os manuscritos de categoria I, os melhores, e que fazem parte do chamado Texto Crítico.

 

 ὁ πρῶτος ἄνθρωπος ἐκ γῆς χοϊκός

 ὁ δεύτερος ἄνθρωπος ἐξ οὐρανοῦ (WHT, NA 28 estas são versões “padrões” do texto crítico)

Tradução:

O primeiro homem da terra feito do pó

O segundo homem do céu

 

“ὁ πρῶτος ἄνθρωπος ἐκ γῆς χοϊκός

ὁ δεύτερος ἄνθρωπος ὁ Κύριος ἐξ οὐρανοῦ.” (Scrivener’s Textus Receptus 1894; este parte do texto RECEPTUS)

 

Tradução:

O primeiro homem da terra feito do pó

O segundo homem, O Senhor, do céu


“O primeiro homem era pó do solo; O segundo homem O SENHOR JEOVÁ do céu.”

Aramaic Bible in Plain English ( A Bíblia Aramaica em Inglês Claro) 

 

Em suma, os mais antigos e melhores textos do NT não apresentam a leitura “O Senhor”. Foi evidentemente um embelezamento tardio, não inspirado. Um acréscimo à palavra de Deus. Em cima deste acréscimo, versões posteriores ao 4º Século em aramaico, verteram a frase “O Senhor”, proveniente dos textos RECEPTUS, para a frase aramaica “Marya“. Para muitos, esta frase é o equivalente de “O Senhor Jeová”. Conclui-se então, que esta opção de tradução é apenas uma interpretação e não se baseia nos textos mais antigos e nos melhores textos gregos do NT.

Movimentos unicistas, que acreditam que Jeová, Jesus e o espírito santo sejam “um único ser” que se manifesta de três formas, promovem em suas versões, este tipo de maquiagem herética e desvio do texto original a favor de doutrinas particulares. Alguns até mesmo apregoam que o aramaico é a língua original do NT e sequer sabem que a Peshitta e outras versões em aramaico são posteriores aos textos em grego do Novo testamento. Defendem que o NT foi escrito originalmente em aramaico. Isso não é aceito pela maioria dos eruditos do NT. (leia o que dizem escritores do século Ie II)É um tese que não possui base sólida. Não é aceita por pesquisadores sérios. Brock, Sebastian P (2006), A Bíblia na Tradição Siríaca (em Inglês), p. 58. Veja também Raymond Brown”The Jerome Biblical Commentary” (London, 1970).

 

1) Porque algumas traduções vertem 1 cor.15:47 incluindo o tetragrama do nome divino (YHWH) e outras omitem?

Não existe o tetragrama nos melhores textos em grego nesta passagem ou base para se usar o Nome de Deus ali. Isso é pura teologia e não provém dos manuscritos. Isso fica claro ao ver o texto da NA28 que é base para as modernas traduções do NT da Bíblia.

 

2) Qual documento mais antigo ou mais confiável onde consta a passagem de 1Cor. 15:47?

O Sinaítico omite a frase “O Senhor”. O Sinaítico é datado c. 330–360. Alguns mss muito antigos apresentam a leitura “O Senhor” mas não foram considerados por pesquisadores como possível parte dos autógrafos. Ainda que a frase “O senhor” aparecesse no texto, isto não é o mesmo que dizer “Jeová”.

Jamieson-Fausset-Brown Bible Commentary um comentário da Bíblia fala sobre a frase “O Senhor” e diz:

“…omitida nas versões e manuscritos mais antigos”.

Pulpit Commentary

As palavras “o Senhor” são uma gloss[nota], não encontradas em א, B, C, D, E, F, G.”

א (Álefe) Códice Sinaítico, gr., quarto séc. EC, Museu Britânico, E.H., E.G.

B Ms. Vaticano 1209, gr., quarto séc. EC, Cidade do Vaticano, Roma, E.H., E.G.

C Códice Ephraemi rescriptus, gr., quinto séc. EC, Paris, E.H., E.G.

 

# Símbolo Nome Data Conteúdo Paginas Instituição Cidade País Imagens[12]
01 א Sinaítico 4th Novo Testamento 148 British Library, Add. 43725 London United Kingdom CS,[13] INTF
BL[14]
CSNTM
02 A Alexandrinus 5th Novo Testamento† 144 British Library, Royal 1 D. VIII London United Kingdom BL[15]
CSNTM, INTF
03 B Vaticanus 4th Evangelhos, Atos, General Epistles, Cartas de Paulo† 142 Vatican Library, Gr. 1209, p. 1235-1518 Vatican City Vatican City DVL,[16]INTF
CSNTM
04 C Ephraemi Rescriptus 5th Novo Testamento† 145 National Library, Gr. 9 Paris France BnF,[17]INTF, CSNTM
05 Dea Bezae 5th Evangelhos†, Atos† 415 University Library, Nn. 2. 41 Cambridge United Kingdom CUL,[18]INTF, CSNTM
06 Dp Claromontanus 6th Cartas de Paulo† 533 National Library, Gr. 107 AB Paris France BnF,[19]INTF, CSNTM
07 Ee Basilensis 8th Evangelhos† 318 University of Basel, AN III 12 (fol. 97v, 248r: 2087) Basel Switzerland INTF
CSNTM
08 Ea Laudianus 6th Atos† 227 Bodleian Library, Laud. Gr. 35 Oxford United Kingdom DB[20]
CSNTM, INTF
09 Fe Boreelianus 9th Evangelhos† 204 Utrecht University, Ms. 1 Utrecht Netherlands UU,[21] INTF, CSNTM
010 Fp Augiensis 9th Cartas de Paulo† 136 Trinity College, B.17.1 Cambridge United Kingdom TC[22]
CSNTM, INTF
011 Ge Seidelianus I 9th Evangelhos† 251 British Library, Harley 5684 London United Kingdom BL[23]
CSNTM, INTF
012 Gp Boernerianus 9th Cartas de Paulo† 99 Saxon State Library, A 145b Dresden Germany SSL[24]
CSNTM, INTF
013 He Seidelianus II 9th Evangelhos† 193 State and University Library, Codex 91 Hamburg Germany INTF
1 Trinity College, B.17.20, 21 Cambridge United Kingdom TC[25]
014 Ha Mutinensis 9th Acts 43 Biblioteca Estense, G. 196, a.V.6.3 (II G 3) Modena Italy CSNTM, INTF
015 Hp Coislinianus 6th Galatians 4:30-5:5; Colossians 1:26-2:8, 2:20-3:4; Hebrews 12:10-15, 13:24-25; 1 Timothy 1:7-2:13 10 National Library, Supplément grec 1074 Paris France BnF,[26]INTF, CSNTM
1 Corinthians 10:22-29, 11:9-16; Hebrews 2:11-16, 3:13-18, 4:12-15; 1 Timothy 3:7-13; Titus 1:1-3, 1:15-2:5, 3;13-15 12 National Library, Coislin 202 Paris France BnF,[27]INTF, CSNTM
2 Corinthians 10:8-12 ,10:18-11:6, 11:12-12:2; Galatians 1:1-4, 2:14-17 8 Great Lavra Monastery Mount Athos Greece INTFCSNTM
1 Timothy 6:9-13; 2 Timothy 2:1-9 2 Turin National University Library, A.1 Turin Italy INTFCSNTM
Hebrews 1:3-8 1 Russian State Library, F.270. 1a.70.1 (Gr. 166,1) Moscow Russia INTF
Hebrews 10:1-7, 10:32-38 2 State Historical Museum, 563 Moscow Russia INTF
Galatians 1:4-9, 2:9-14; Colossians 3:4-11 3 National Library of Russia, Gr. 14 Saint Petersburg Russia INTFCSNTM
2 Corinthians 4:2-7; 1 Thessalonians 2:9-13, 4:5-11 3 Vernadsky National Library of Ukraine, F. 301 (KDA), 26p Kiev Ukraine INTF
016 I Freerianus 5th Cartas de Paulo† 84 Smithsonian InstitutionFreer Gallery of Art, 06. 275 Washington, D.C. United States FGOA[28]
017 Ke Cyprius 9th Evangelhos 267 National Library, Gr. 63 Paris France BnF,[29]INTF, CSNTM
018 Kap Mosquensis 9th Pauline EpistlesK†, General EpistlesK 288 State Historical Museum, V. 93, S. 97 Moscow Russia CSNTM, INTF
019 Le Regius 8th Evangelhos† 257 National Library, Gr. 62 Paris France BnF,[30]INTF, CSNTM
020 Lap Angelicus 9th Acts† 8:10-28:31, General Epistles, Romans – Hebrews 12:28† 189 Biblioteca Angelica, Ang. gr. 39 Rome Italy BA [31]
CSNTM, INTF
021 M Campianus 9th Evangelhos 257 National Library, Gr. 48 Paris France BnF,[32]INTF, CSNTM
022 N Petropolitanus Purp. 6th Evangelhos† 182 National Library of Russia, Gr. 537 Saint Petersburg Russia INTF
Matthew 19:6-13, 20:6-22, 20:29-21:17 6 Vatican Library, Vat. gr. 2305 Vatican City Vatican City DVL[33]
Mark 6:53-15:23 33 Monastery of Saint John the Theologian, 67 Patmos Greece INTF
Matthew 14:22-31 1 Byzantine Museum, Frg 21 Athens Greece CSNTM
John 6:31-39 1 Byzantine Museum, Byz. Ms. 1 Thessaloniki Greece INTF
Matthew 26:57-65, 27:26-34; John 14:2-10, 15:15-22 4 British Library, Cotton. Tit. C.XV London United Kingdom BL[34]
John 3:14-21 1 Castello, Marchese A. Spinola Lerma Italy INTF
Luke 24:13-21, 24:39-49 2 National Library of Austria, Theol. gr. 31 Vienna Austria INTF
Matthew 15:38-16:7 1 Morgan Library & Museum, 874 New York, NY United States INTF
023 O Sinopensis 6th Gospel of Matthew 44 National Library, Suppl. Gr. 1286 Paris France BnF,[35]INTF
024 Pe Guelferbytanus A 6th Evangelhos† 44 Herzog August Bibliothek, codices Weißenburg 64 Wolfenbüttel Germany INTF
025 Papr Porphyrianus 9th Acts†, Pauline Epistles†, General Epistles†, Revelation 327 National Library of Russia, Gr. 225 Saint Petersburg Russia
026 Q Guelferbytanus B 5th Luke†, John 13 Herzog August Bibliothek, codices Weißenburg 64 Wolfenbüttel Germany INTF
027 R Nitriensis 6th Gospel of Luke 48 British Library, Add. 17211 London United Kingdom BL[36]
INTF
028 S Vaticanus 354 949 Evangelhos 235 Vatican Library, Vat. Gr. 354 Vatican City Vatican City DVL[37]
INTF
029 =
[0113]
[0125]
[0139]
T Borgianus 5th John 8 Vatican Library, Borg. copt. 109 (Cass 18, 65) Vatican City Vatican City DVL[38]
John 13 Vatican Library, Borg. copt. 109 (Cass 7, 65,2) Vatican City Vatican City INTF
Luke 18:10-16, 18:32-41 2 Morgan Library & Museum, M 664A New York, NY United States INTF
Luke 6:18-26, 18:2-9, 18:42-19-8, 21:33-22:3, 22:20-23:20, 24:25-27, 24:29-31 5 National Library, Copt. 129,7, fol. 35.; 129,8, fol. 121-122, 140-157 Paris France INTF
Luke 21:36, 22:1-22; John 1:24-32, 3:10-17 3 National Library, Copt. 129,9, fol. 49.65; 129,10, fol. 209 Paris France INTF
John 4:52-5:7 1 National Library,Copt. 129,9, fol. 76 Paris France INTF
030 U Nanianus 9th Evangelhos 380 Biblioteca Marciana, Gr. 1,8 (1397) Venice Italy INTF
031 V Mosquensis II 9th Evangelhos† 220 State Historical Museum, V. 9, S. 399 Moscow Russia INTF
032 W Washingtonianus 5th Evangelhos† 187 Smithsonian InstitutionFreer Gallery of Art 06. 274 Washington, D.C. United States INTFCSNTM
FGOA[39]
033 X Monacensis 10th EvangelhosK 160 Munich University Library, 2° codex manuscript 30 Munich Germany INTFCSNTM
034 Y Macedoniensis 9th Gospels† 309 Cambridge University Library, MS Add. 6594 Cambridge United Kingdom CUL[40]
INTFCSNTM
035 Z Dublinensis 6th Matthew 32 Trinity College, Ms. 32 Dublin Ireland TCD[41]
INTFCSNTM
036 Γ Tischendorfianus IV 10th Evangelhos† 158 Bodleian Library, Auct. T. inf. 2.2 Oxford United Kingdom INTF
BL[42]
99 National Library of Russia, Gr 33 Saint Petersburg Russia INTF
037 Δ Sangallensis 9th Evangelhos 198 Abbey library of Saint Gall 48 St. Gallen Switzerland e-codices,[43]CSNTM, INTF
038 Θ Coridethianus 9th Evangelhos 248 Georgian National Center of Manuscripts, Gr. 28 Tbilisi Georgia INTFCSNTM
039 Λ Tischendorfianus III 9th LukeJohn 157 Bodleian Library, Auct. T. inf. 1.1 Oxford United Kingdom INTF
BL[44]
040 Ξ Zacynthius 6th LukeK 89 Cambridge University Library Cambridge United Kingdom INTFCSNTM
041 Π Petropolitanus 9th Evangelhos† 350 National Library of Russia, Gr. 34 Saint Petersburg Russia INTF
042 Σ Rossanensis 6th MatthewMark 188 Diocesian Museum, Cathedral Rossano Italy INTF
043 Φ Beratinus 6th MatthewMark 197 National Archives of Albania, Nr. 1 Tirana Albania CSNTM, INTF
044 Ψ Athous Lavrensis 9th/10th Evangelhos†, ActsPauline Epistles†, General Epistles 261 Great Lavra Monastery, B΄ 52 Mount Athos Greece INTFCSNTM
045 Ω Athous Dionysiou 9th Evangelhos 259 Dionysiou Monastery, 10 Mount Athos Greece INTFCSNTM

 

Os trackbacks estão desactivados, mas pode publicar um comentário.

Comentários

  • Anônimo  On 24 mar 2019 at 23:19

    Olá Queruvim! Muito Agradecido por sanar novamente minhas duvidas, e principalmente por tirar um pouco do seu tempo para compartilhar do seu conhecimento para com o próximo…. Que o Soberano Senhor Jeová continue lhe abençoando cada vez mais, e principalmente lhe concedendo ricas benção espirituais. Grato!

    Curtir

  • henrique  On 1 abr 2019 at 5:42

    Olá! penso que dizer q todo o novo testamento é somente em grego não é afirmação segura. Bart Erman é acadêmico em teologia e bem conceituado e afirma q Mateus foi escrito em aramaico, motivo de aparecer lá a expressão “que traduzido quer dizer”. Isso é indicativo de tradução para o grego. E toda a teologia dos judeus messiânicos apoiam essa ideia. Achei diferente vc usar a expressão “depois de cristo”, já que o ancião João do salão de Venda Nova me ensinou q o correto é dizer “era comum”. Valeu!

    Curtir

    • Queruvim  On 1 abr 2019 at 19:37

      Entendo, o erudito que você cita deve estar falando de um tipo de hebraico com empréstimos do idioma aramaico. Mas acredito que fosse Hebraico mesmo e não um idioma arameu. Há boas evidências históricas de que o Evangelho de Mateus foi escrito pela primeira vez em hebraico. Por volta de 130 E.C, o pai da Igreja, Papias (ex-aluno do apóstolo João) explicou:

      “Então, Mateus escreveu os oráculos na língua hebraica, e todos os interpretaram como era capaz.” (Registrado por Eusébio em História da Igreja, 3:39)


      Policarpo, Bispo de Esmirna nasceu no ano 69 E.C e foi contemporâneo do apóstolo João. Ele foi o instrutor de Irineu. Por volta de 170 d.C., Irineu confirma e concorda com o registro de Papias:

      “Mateus também publicou um evangelho escrito entre os hebreus em seu próprio dialeto, enquanto Pedro e Paulo estavam pregando em Roma e estabelecendo os alicerces da Igreja. Depois da partida deles, Marcos, o discípulo e intérprete de Pedro, também nos entregou por escrito o que havia sido pregado por Pedro. Lucas também, o companheiro de Paulo, registrou em um livro o Evangelho pregado por ele. Depois, João, o discípulo do Senhor, que também se apoiara no peito, publicou um Evangelho durante a sua residência em Éfeso, na Ásia.”(Contra as heresias, 3: 1)

      Orígenes também escreveu:

      “Entre os quatro Evangelhos, que são os únicos indiscutíveis na Igreja de Deus debaixo do céu, aprendi por tradição que o primeiro foi escrito por Mateus, que já foi um publicano, mas depois apóstolo de Jesus Cristo, e foi preparado para os convertidos do judaísmo e publicado no idioma hebraico.” (Registrado por Eusébio em História da Igreja, 6:25)

      Orígenes, na oração 17 escreveu:

      “Vamos agora considerar o que a palavra ‘epiousion’, ‘necessário para este dia’ significa. Antes de mais nada, deve-se saber que a palavra “epiousion” não é encontrada em nenhum escritor grego, seja na filosofia ou no uso comum, mas parece ter sido formada pelos evangelistas. Pelo menos Mateus e Lucas, ao darem-na ao mundo, concordam em usá-la de forma idêntica. A mesma coisa foi feita por tradutores do hebraico em outras instâncias também.”

      Fica claro neste comentário de Orígenes que ele ‘traduziu’ para o grego uma palavra evidentemente escrita em hebraico. Mateus é citado, portanto, como tendo escrito em hebraico e depois em grego. 

      LEIA ESTE ARTIGO:
      https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2019/04/01/o-apostolo-mateus-escreveu-seu-evangelho-em-hebraico-e-depois-em-grego-evidencias/

      Curtir

  • Fernando O Cézar  On 1 abr 2019 at 18:19

    E é fato curioso que os defensores da ideia de que Jesus é Yehovah Elohim pela associação dele com a palavra “marya” costumam citar Mt. 22.43 e o verso 45, onde aparece Jesus sendo chamado de Marya, mas não citam o verso do meio, Mt. 22.44, justamente onde mostra Jesus sendo chamado de Mari, mostrando a distinção dele com Yehovah referenciado no Salmo 110:1. Ou seja, ainda que no verso 43 e 45 ele seja chamado de Marya, quando ele é colocado ao lado de Quem, pelo contexto do Salmo representa seu Pai, ele é reconhecido como “mari”, não como “marya”. Isto prova que quando aplicado a Jesus, “Marya”, tem o mesmo valor de Mari ou Maran e significa assim como “Kyrios”, “Senhor”, e, não é associado estritamente com caráter de identidade pela forma substitua aramaica do nome “Yehovah”.

    Curtir

COMENTÁRIOS sob moderação aberto temporariamente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s