O Nome de Deus “Jeová” em textos gregos e semíticos primitivos


Pistis Sophia

Idioma original GREGO

Os gnósticos e praticantes de magia do segundo século visando seus objetivos espancionistas tinham o hábito de citar deuses pagãos e até mesmo o Nome de Deus em seus escritos. Podemos ver um exemplo claro no uso que fizeram do tetragrama na forma IAO, uma forma grega do Nome, usada por diversos escritores antes e depois de Cristo, no mundo grego. (Por exemplo, por Alexandre , o Polimata, Diodoro Sículo, Celsus  que ligaram o Nome com a pessoa de Moisés e muitos outros) 

[Papiro Grego CXXI ” PISTIS SOPHIA”  (do 3º séc.), Biblioteca do Museu Britânico.] 

Datado como sendo de 200-255 E.C

pap_greek_iewa

O Nome de Deus,  amplamente usado hoje e pronunciado JEOVÁ, certamente era usado pelos primitivos cristãos. Assim como hoje pronunciamos o nome “Antonio”  de diferentes maneiras em diferentes países, por exemplo,  “Antony” nos Estados Unidos, o mesmo ocorreu com o Nome de Deus. Dependendo do local geográfico, este era pronunciado de modo diferente. Por exemplo,  os judeus que falavam grego pronunciavam IAO, outros no passado o pronunciavam de acordo com a facilidade fonética pertinente a seu próprio idioma. O que importa não é a exata pronúncia, (veja isto aqui)  mas usar o Nome que identifica o Verdadeiro Deus. Em 1952,  fragmentos de um rolo dos 12 profetas, em grego,   foram encontrados em uma caverna em Nahal Hever no deserto da Judéia.  Père D. Barthelemy em 1953 anunciou a descoberta que foi publicada anos depois e datada como sendo do início do primeiro século. Este padrão indica que o Nome de Deus não era substituído pela palavra “Senhor” nos mais antigos mss tanto da LXX e  evidentemente nos autógrafos do “Novo Testamento”. Apesar destes fortes  indícios , os teólogos e críticos da TNM persistem em afirmar de modo teimoso que os escritores do N.T não usaram o Nome de Deus. Isto está na contra mão de claros indícios, devido a  hostilidade religiosa e interpretação tendenciosa. Abandonam o bom senso e  atribuem contra as Testemunhas de Jeová a acusação de tendencia ou bias, algo que eles mesmos praticam. O método científico de investigação é simplesmente abandonado a favor de “religião”. São tão descuidados, que se juntam aos apóstatas, ou ex Testemunhas de Jeová e acabam se esquecendo que há centenas de versões do N.T que sequer são das “Testemunhas de Jeová”, que também decidiram com base no bom senso e nas evidências sugeridas pela pesquisa do acervo textual, que o Nome de Deus deve constar no N.T principalmente em passagens do N.T onde se fazem citações de textos do V.T onde ocorre O Nome.  

Lxx_minor_prophets

Charles William King escreveu em 1887 falando sobre um escrito antigo intitulado “Sobre Interpretações”, escritos estes produzidos no segundo século, menciona o Nome de Deus, o “Ser Supremo”, como sendo pronunciado pelos egipcios pelas sete vogais gregas IEEOOYA. Como pode ver na página 319 de sua obra na figura abaixo .^ Charles William King, The Gnostics and their remains: Ancient and Mediaeval (1887), pp. 199-200.

O vídeo abaixo, do Discovery Channel, apresenta a partir dos 35 min. e 40 seg. UMA INSCRIÇÃO que parece apresentar claramente o Nome de Deus. Apesar disso cada dia aparece mais um “entendido” tentando de todas as maneiras, confundir o assunto e sepultar novamente qualquer menção desta possibilidade. 

Dê uma olhada no vídeo abaixo no 38:20 min. ONDE OCORRE O NOME DE DEUS (ainda em discussão pelos eruditos)

No vídeo o narrador chega ao absurdo de dizer que “O Nome Jeová não deveria estar ali” . Existe uma clara HOSTILIDADE CONTRA  O NOME. Contudo, se os críticos   estiverem equivocados quanto a inscrição do tetragrama no túmulo de talpiot, e espero que estejam, então, esta inscrição seria uma prova de que os primitivos cristãos de fato usavam o Nome de Deus como  já era costume entre os judeus a milênios. (São convincentes os motivos apresentados para não se usar o Nome de Deus? )

Dioscorides que viveu entre os anos 40-90 E.C, implora a Deus da seguinte maneira: “Onde quer que eu esteja  no cosmos, que é assunto para mim, sê comigo, Senhor Deus IAO, IAO  ‘(edn. Zuretti 1934, 166).

4 Regn. (2 Kings) xxiii. 21—24.

LXX. (Cod. B94). Aquila.

21καὶ ἐνετείλατο ὁ βασηλεὺς παντὶ τῷ λαῷ λέγων Ποιήσατε πάσχα τῷ κυρίῳ θεῷ ἡμῶν, καθὼς γέγραπται ἐπὶ βιβλίου τῆς διαθήκης ταύτης. 22ὅτι οὐκ ἐγενήθη τὸ πάσχα τοῦτο ἀφ᾿ ἡμερῶν τῶν κριτῶν οἳ ἔκρινον τὸν Ἰσραήλ, καὶ πάσας τὰ͟ς ἡμέρας βασιλέων Ἰσραὴλ καὶ βασιλέων Ἰούδα· 23ὅτι ἀλλ᾿ ἢ τῷ ὀκτωκαιδεκάτῳ ἔτει τοῦ βασιλέως Ἰωσεία ἐγενήθη τὸ πάσχα τῷ κυρίῳ ἐν Ἰερουσαλήμ. 24καί γε τοὺς θελητὰς καὶ τοὺς γνωριστὰς καὶ τὰ θεραφεὶν καὶ τὰ εἴδωλα καὶ πάντα τὰ προσοχθίσματα τὰ γεγονότα ἐν γῇ Ἰούδα καὶ ἐν Ἰερουσαλὴμ ἐξῆρεν Ἰωσείας, ἵνα στήσῃ τοὺς λόγους τοῦ νόμου τοὺς γεγραμμένους ἐπὶ τῷ βιβλίῳ οὗ εὗρεν Χελκείας ὁ ἱερεὺς ἐν οἴκῳ Κυρίου.

21καὶ ἐνετείλαπο ὁ βασιλεὺς σὺν παντὶ τῷ λαῷ τῷ λέγειν Ποιήσατε φέσα τῷ  θεῷ ὑμῶν κατὰ τὸ γεγραμμένον ἐπὶ βιβλίου τῆς συνθήκης ταύτης. 22ὅτι οὐκ ἐποιήθη κατὰ τὸ φέσα τοῦτο ἀπὸ ἡμερῶν τῶν κριτῶν οἳ ἔκριναν τὸν Ἰσραὴλ καὶ πασῶν ἡμερῶν βασιλέων Ἰσραὴλ καὶ βασιλέων Ἰούδα· 23ὅτι ἀλλὰ ἐν ὀκτωκαιδεκάτῳ ἔτει τοῦ βασιλέως Ἰωσιαοὺ ἐποιήθη τὸ φέσα τοῦτο τῷ  ἐν Ἰερουσαλήμ. 24καὶ καί γε σὺν τοὺς μάγους καὶ σὺν τοὺς γνωριστὰς καὶ σὺν τὰ μορφώματα καὶ σὺν τὰ καθάρματα καὶ σὺν πάντα προσοχθίσματα ἃ ὡράθησαν ἐν γῇ Ἰούδα καὶ ἐν Ἰερουσαλὴμ ἐπέλεξεν Ἰωσιαού, ὅπως ἀναστήσῃ τὰ ῥήματα τοῦ νόμου τὰ γεγραμμένα ἐπὶ τοῦ βιβλίου [οὗ εὗρεν] Ἑλκιαοὺ ὁ ἱερεὺς οἴκῳ Κυρίου95

 http://www.ccel.org/ccel/swete/greekot.iii.ii.html

ESTE ARTIGO ESTÁ SENDO ATUALIZADO COM REGULARIDADE, VOLTE MAIS VEZES AQUI NESTA PÁGINA! 

Anúncios