Polícia Israelense falando a única língua que os muçulmanos selvagens da palestina entendem


As autoridades de Israel decidiram nesta semana limitar o acesso de fiéis à Mesquita de Al-Aqsa, o terceiro local sagrado mais importante para o Islã. Esfaquear pessoas, atirar pedras para matar parece ser a única profissão que muitos jovens palestinos aprendem nas mesquitas e madrassas do islã. De acordo com a determinação que entrou em vigor hoje, só se permitirá a entrada de homens maiores de 40 anos e mulheres de qualquer idade na Esplanada das Mesquitas, que abriga, além disso, a Cúpula da Rocha, informou a Polícia local.

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.