“…honrem o Filho, assim como honram o Pai. ” João 5:23 – O que significa?


Certo leitor postou a seguinte pergunta:

Gostaria de tirar uma duvida contigo, é sobre o texto que diz:

“afim de que todos honrem o Filho, assim como honram o Pai. ” João 5:23

No grego a expressão “assim como” indica igualdade? Como se indicasse que a honra teria que ser a mesma? Ou poderia ter o sentido de: “também”,  como se ele estivesse dizendo: Honrem o filho e também o pai sem necessariamente indicar o mesmo grau de honra?

O problema básico na leitura deste texto, feita por alguns que procuram encontrar apoio para a doutrina que ensina que Jesus é o próprio Deus, encontra-se na palavra “honra”. Jesus não disse “adorem o Filho assim como adoram o Pai”, (que é o que se passa na cabeça de um trinitário). Antes, Jesus respondendo a seus opositores religiosos, disse que estes deveriam “honrar” o filho. A palavra grega καθώς  kathós vertida “assim como” tem o mesmo sentido em português. Jesus empregou a mesma expressão “assim como” em diversos textos do N.T, por exemplo em Lucas 6:36:

“Continuai a tornar-vos misericordiosos, assim como (grego καθώς ) o vosso Pai é misericordioso.” Neste texto emprega-se a mesma palavra grega e esta não implica que somos iguais a Deus, mas que devemos mostrar misericórdia assim como ele também demonstra.

João 13:15 nos diz: “Pois estabeleci o modelo para vós, a fim de que, assim como eu vos fiz, vós também façais.” Temos o mesmo poder que Cristo e somos iguais a ele somente porque se emprega a palavra “assim como” neste texto?

Jesus disse em oração a Jeová Deus, seu Pai:

Assim como tu me enviaste ao mundo, eu também os enviei ao mundo”(João 17:18)

Se usarmos do mesmo raciocínio trinitário de que “assim como” representa uma igualdade, então Jesus foi enviado por ele mesmo, e portanto, era seu Pai. Um modalismo na interpretação, além de que nós somos Jesus, em vista da símile feita por ele no texto. Este entendimento é um confusão total, uma babel de interpretação trinitária. Antes, o texto mostra que assim como Jesus foi enviado por alguém maior que ele, ele por sua vez, nos enviou, sim , a nós que somos menores do que ele assim como ele é menor que seu Pai. (Compare com João 14:28)

O que diz o contexto?

Em João 5:23,24 lemos:

” a fim de que todos honrem o Filho, assim como honram o Pai. Quem não honrar o Filho, não honra o Pai que o enviou. 24 Digo-vos em toda a verdade: Quem ouve a minha palavra e acredita naquele que me enviou tem vida eterna, e ele não entra em julgamento, mas tem passado da morte para a vida!”

O texto em sua simplicidade demonstra que há outra pessoa, um ser distinto e indivisível, que “enviou” a Cristo qual seu representante. É neste sentido que um desrespeito a Cristo seria o mesmo que um desrespeito a o próprio Deus. Tais declarações estão em harmonia com Lucas 10:16 onde lemos:

““Quem vos escuta, escuta [também] a mim. E quem vos desconsidera, desconsidera [também] a mim. Ademais, quem me desconsidera, desconsidera [também] aquele que me enviou.”

Para entendermos corretamente o texto de João 5 devemos observar com atenção o próprio capítulo 5 nos versículos 31,32,37 (CONTEXTO IMEDIATO) descarta a inferência que os trinitários fazem, pois lemos alí:

” “Se eu sozinho der testemunho de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro. 32 Há outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro…Também, o próprio Pai que me enviou tem dado testemunho de mim. Vós nem ouvistes jamais a sua voz, nem vistes a sua figura; 38 e não tendes a sua palavra remanescente em vós, porque não acreditais naquele mesmo a quem ele mandou”.

Desconsiderar o filho é o mesmo que desconsiderar Aquele que o enviou. É neste sentido que Jesus deve ser honrado. Sugerir que são ambos a mesma pessoa é uma distorção da simplicidade das declarações de Cristo. Observe o que Cristo falou em João 13:

“Digo-vos em toda a verdade: O escravo não é maior do que o seu amo,nem é o enviado maior do que aquele que o enviou. 17 Se sabeis estas coisas, felizes sois se as fizerdes. 18 Não estou falando a respeito de todos vós; conheço os que tenho escolhido. Mas, é para que se cumpra a escritura: ‘Aquele que costumava alimentar-se do meu pão ergueu o seu calcanhar contra mim.’ 19 Deste momento em diante, digo-vos antes que ocorra, para que, quando ocorrer, acrediteis que sou eu. 20 Digo-vos em toda a verdade: Quem receber a qualquer que eu enviar, recebe [também] a mim. Por sua vez, quem me receber, recebe [também] aquele que me enviou.”

Neste capítulo 13 fica claramente inferido que Jesus ( o enviado) não é maior do que Aquele que o enviou, Jeová Deus.

Por isso lemos em João 6:38:

” porque desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou”

Assim como um representante Oficial ou um embaixador de um Rei deve ser tratado com a devida honra por ser representante do Rei, também deve ser tratado pelos subordinados do Rei com a mesma honra que é dada ao próprio Rei visto que por meio de tal representante o Rei é dignificado. Isto é algo sempre presente num regime de monarquia. Além de desconhecer este fato, a doutrina apoiada por trinitários se conflita com todo o contexto apresentado no próprio capítulo 5 de João e com o restante da Bíblia Sagrada.

VÍDEO RELACIONADO COM A TRINDADE!

 

Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • Daniel Oliveira  On 2 de fevereiro de 2015 at 14:27

    O texto de João 5:23 diz para HONRAR Jesus assim como se honra o Pai Jeová.

    A explicação já foi dada pelo SAGA em outro tópico, que o sentido não é de igualdade, mas sim de dar a devida honra pras duas pessoas.

    Mas mesmo que fosse dar a mesma honra, ainda não seria ADORAÇÃO. Honra é uma coisa, adoração é outra.

    A bíblia manda HONRAR pai e mãe, claro que todos entendem que que não se ordena adorar pai e mãe. A bíblia mandar honrar o rei, e não adorar o Rei.

    Somente na cabeça do trinitário é que honra=adoração, isso somente no caso de Jesus, porque ele entende perfeitamente que quando se fala em honrar pai e mãe o significado não é adoração. É triste vermos essas confusões nas cabeças das pessoas, mas infelizmente o inimigo da verdade é que faz isso.

    É por isso que na Nova Tradução na Linguagem de Hoje se traduz assim esse verso: “Quem não respeita o Filho também não respeita o Pai, que o enviou.”

    Podemos fazer a conexão também com o texto de Marcos 9:37: “…todo aquele que me receber, recebe não [só] a mim, mas [também] aquele que me enviou.”

    Enfim, que os trinitários orem e meditem e passem adorar somente quem merece a adoração de toda a criatura, Jeová.

    Curtir

  • ...  On 2 de fevereiro de 2015 at 15:52

    Algo tão simples, e belo!! E os trinitários insistem em bagunçar a própria cabeça.

    Vai entender, não é mesmo?

    :/

    Curtir

  • Nilson Rocha  On 2 de fevereiro de 2015 at 19:13

    Muito boa explicação,só uma observação, a frase usada no texto:”O texto em sua simplicidade demonstra que há outra PESSOA que “enviou” a Cristo qual seu representante.”tem sofrido críticas dos trinitáristas,pois eles afirmam que nós desconhecemos o conceito deles sobre a trindade,pois segundo eles de fato são trés “pessoas distintas” inclusive citam inúmeras referencias das publicações da torre de vigia que usam a expressão: “Portanto fica claro que não são as mesmas pessoas..ou algo parecido!

    Curtir

  • Queruvim  On 3 de fevereiro de 2015 at 0:07

    Bem lembrado, fiz uma alteração no texto. Mas ai você deixa eles sem ter o que dizer ? 🙂

    Curtir

  • Saga  On 3 de fevereiro de 2015 at 1:51

    Nilson Rocha e Queruvim, isso não é tão relevante quanto eles querem fazer crer, pois nós combatemos também o unicismo e todo tipo de variantes desses pensamentos que destroem ou distorcem a identidade de Jeová Deus como Todo Poderoso e único Deus verdadeiro, e também porque -pensem bem e relembrem- muitos membros das igrejas da Cristandade chegam até nós dizendo o que? Pois é, eles discordam entre si em seus conceitos e explicações do que chamam de “Trindade”, é a confusão que as pessoas demostram ter durante nossos trabalhos de pregação, estudos bíblicos, visitas as lares e testemunhos informais que nos fazem ter de ficar explicando, reexplicando frisando e refrisando algo tão óbvio quanto a distinção das pessoas de Jesus e de Jeová.

    Nilson Rocha: “O texto em sua simplicidade demonstra que há outra PESSOA que “enviou” a Cristo qual seu representante.” tem sofrido críticas dos trinitáristas,pois eles afirmam que nós desconhecemos o conceito deles sobre a trindade…inclusive citam inúmeras referencias das publicações da torre de vigia que usam a expressão: “Portanto fica claro que não são as mesmas pessoas”

    Nós não combatemos apenas um tipo de Trindade, mas todos os tipos, tudo aquilo que negar a Soberania e a Unicidade de Jeová como o Todo Poderoso e o único Deus verdadeiro, a sua posição dominante sobre seu Filho Primogênito e como a fonte do seu espírito santo será contrariado em nossas postagens pessoais ou oficiais. Se a trindade for católica, pentecostal, modalista ou mórmon não interessa, todas são antibíblicas.

    Aos que acusam nossas publicações, lhes farei o favor de mostrar o seguinte…a doutrina da Trindade é descrita tanto na nossa tão criticada brochura “DEVE CRER NA TRINDADE?” quanto no tão lembrado livro “Raciocínio A Base das Escrituras”

    Na brochura “..TRINDADE…” se diz na página 01:
    “As pessoas não raro dizem que crêem na Trindade, mas têm conceitos divergentes sobre ela. […] Existem vários conceitos trinitaristas. Mas, em geral, o ensino da Trindade é que na Divindade há três pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo; todavia, juntos eles constituem um só Deus. A doutrina diz que os três são coiguais, todo-poderosos e que não foram criados, tendo existido eternamente como Divindade”

    E no livro Raciocínios se explica logo de cara:
    “Definição: A doutrina fundamental das religiões da cristandade. Segundo o Credo de Atanásio, há três pessoas divinas (o Pai, o Filho e o Espírito Santo), sendo cada um destes, alegadamente, eterno, todo-poderoso, não sendo nenhum maior ou menor do que o outro, sendo cada um deles, alegadamente, Deus, e, não obstante, juntos um só Deus. Outras afirmações sobre esse dogma sublinham que estas três “Pessoas” não são entes separados e distintos, mas três formas nas quais existe a essência divina.”

    Como vocês podem conferir acima, a Torre de Vigia sabe muito bem qual o conceito de Trindade do Credo Atanasiano, e ela citou claramente a diferença desse conceito para o unicismo, mas os dois são agrupados para serem NEGADOS JUNTOS DE UMA VEZ através dos argumentos bíblicos utilizados em nossas publicações. Quando se fala em “outros conceitos” e “outras afirmações” está incluída a ideia que os três não são pessoas separadas e distintas mas sim três formas de Deus (que é o que o evangélicos hoje chamam de unicismo).

    O Raciocínios ainda continua mais a frente: “Concorda a Bíblia com os que ensinam que o Pai e o Filho não são pessoas separadas e distintas?” (ou seja, outra referência ao chamado unicismo).

    É importante lembrar o subtitulo da brochura,o nome completo da brochura é “Deve-se crer na Trindade? É Jesus Cristo o Deus todo-poderoso?”, é objetivo dela a demonstração de que Cristo não é o Todo Poderoso Deus, e isso inclui a negação do conceto unicista, afinal, muitos que se convenceram de que a Trindade Atanasiana não é bíblica, acabaram tentando salvar a ideia de que Jesus é Deus por outra via e assim recaíram em unicismo, o que dá na mesma. O foco dos nossos rivais em no mínimo 90% dos casos é na chamada Divindade de Jesus (e não na personalidade do espírito santo), ou seja, o mais importante para os frequentadores de igrejas que nos odeiam é provar de alguma forma que Jesus é Deus, e como já foi visto inúmeras vezes, na prática não se importam tanto se provarão isso por um meio atanasiano ou unicista, o que interessa é os fins e não os meios.

    Quero dizer que existe um minoria que estão interessados nessas minucias de palavras e de vocabulário teológico, acredito que para a maioria das pessoas religiosas interessa mais o tema de se Jesus é ou não é Deus, e não se são hipostáses únicas de diferentes ousias ou prosopons separadas de maneira homousiana, ou ainda de como a pericorese afeta o comunatio idiomatum dentro da relação das ousias hipostásicas definidas calcedoniamente….

    Não bastasse tudo isso, mesmo a pessoa negando que seja unicista, direto direto o suposto trinitariano usa de argumentos de viés unicista e aplica textos nesse sentido (aqui mesmos no espaço dos comentários sempre aparece alguém), ou seja, eles que deveriam primeiro resolver sua confusão. Entre pregadores trinitarianos antiTJs tem aqueles que dizem que Jesus e Jeová são pessoas distintas dentro da Trindade e tem aqueles que dizem o oposto, que Jesus é Jeová! Tem quem diz que Jeová o nome do Pai e Jesus é o nome do Filho e tem quem diz o oposto, Jeová é “um dos nomes” de Jesus!! POH! Se eles mesmos não se entendem entre si…. e…mesmo sendo da mesma igreja acontece isso….

    Curtir

  • JBastos  On 3 de fevereiro de 2015 at 11:56

    Muito boa a sua matéria, claríssima e ampla, parabéns.

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s