QÉBER em hebraico “sepultura” exclui SHEOL do significado de “sepultura”?


Alguns religiosos que não se dedicam ao estudo investigativo da Bíblia, mas a pesquisam apenas para  confirmar aquilo que já pregam, afirmam que as Testemunhas de Jeová estão erradas quando dizem que a palavra hebraica seol se refere à sepultura. Argumentam que “sepultura em hebraico é qéber e não seol”. O que estes críticos afirmam é fruto de uma pesquisa superficial, fruto de repetições, boatos e falta de estudo sério. Por que afirmo isso? A Bíblia ao se referir à sepultura de indivíduos emprega tanto qéber (o mesmo que qéver) no V.T quanto táfos no N.T em grego. Quando a Bíblia se refere a um lugar específico de sepultamento, ou túmulo, ela usa outras palavras hebraicas e gregas, não she′óhl e haí·des. (Gênesis 23:7-9; Mateus 28:1)  A Bíblia não usa a palavra “Seol” para se referir a um túmulo em que várias pessoas são sepultadas juntas, mas sim qéber, como no caso de um túmulo de família ou uma sepultura coletiva. — Gênesis 49:30, 31. Todavia isso não quer dizer que seol “não se refere à sepultura”. A palavra hebraica seol é definida corretamente na obra Estudo Perspicaz das Escrituras. Seol é a sepultura comum da humanidade, o domínio da sepultura; não um lugar de sepultamento ou sepulcro específico (hebr.: qé·ver, Jz 16:31; qevu·ráh, Gên 35:20), nem um túmulo individual (hebr.: ga·dhísh, Jó 21:32).Todas as ocorrências desta palavra hebraica podem ser consideradas aqui neste link. Poderá escutar o áudio e tirar a correta conclusão neste artigo.

Léxico Brown-Driver-Briggs

קֶ֫בֶר (qéber) Substantivo Masculino 1Kings 13:31 Sepultura, Sepulcro

Há casos em que várias palavras podem significar a mesma coisa, contudo, algumas palavras sendo mais específicas que outras. Por exemplo, em hebraico a palavra varão ou homem possui varias palavras: ish , géber , enosh , adam… todas estas palavras são vertidas por “homem” ou “varão” na maioria das Traduções da Bíblia.  Na TNM, enosh é corretamente vertida por “homem mortal” , géber por “varão vigoroso”, adam é traduzida “homem terreno” ou simplesmente Adão. Ou seja, temos várias palavras com um significado básico de “homem”. O mesmo ocorre com seol, qéber e gadhish. Todas se referem à sepultura, contudo, algumas são mais específicas que outras. Dizer que pelo fato de uma significar sepultura, outra não significa, é uma falácia da dicotomia. É uma falácia onde alguém apresenta algo como a única alternativa, quando há mais de uma alternativa envolvida. Isso é coisa de gente embusteira ou sem informação. Ainda que a pessoa defenda um equívoco por falta de informação, ela ainda assim está enganando outros. Vamos parar de cantarolar em Igrejas e templos e vamos estudar também não é gente? Muitas pessoas que fazem todo tipo de falcatrua e aprontam todo tipo de sujeira, depois viram evangélicos e em pouco tempo são designados até mesmo pastores, sem sequer estudar com afinco e amor a palavra de Deus. E os que estudam, as vezes estudam não por amor verdadeiro pela Bíblia, mas para tentar provar que aquilo que crê é a verdade. Jesus alertou contra este perigo e disse em certa ocasião “cuidado com o fermento dos fariseus” se referindo ao ensino errado. Aprender distorções e desvios sutis não requer nenhum esforço da parte da pessoa. Basta ouvir cultos evangélicos liderados por pastores irresponsáveis. As Testemunhas de Jeová ainda prosseguem em sua visita aos lares orientando amorosamente as pessoas a respeito da importância do estudo das Escrituras. Se dermos ouvidos aos verdadeiros mensageiros de Deus e de Cristo, não seremos enganados por ensinos equivocados. Em Eclesiastes 9:5 ocorre a palavra hebraica SHEOL e observe como esta é vertida na Versão Almeida Revista e Corrigida:

“Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma”. Eclesiastes 9:10

Precisamos dizer mais alguma coisa? LEITURA PRINCIPAL PARA OS QUE QUEREM ENTENDER ESTES ASSUNTOS, obs os links abaixo são da página OFICIAL da Organização de Deus:

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • S. Castro  On 1 fev 2015 at 18:18

    Boas.

    Tenho apreciado algumas defesas apresentadas aqui a favor da TNM.
    Gostaria apenas de alertar para o facto de que no link apresentado neste artigo sobre as “ocorrências desta palavra hebraica”, no 3º parágrafo, apontam para uma citação do apêndice da TNM alegando que o SHEOL é um lugar no solo da terra e que se refere ao domínio terrestre (não maritimo).

    Venho aqui defender que esse conceito específico foi abandonado, pois como apresentado no link que remete para o apêndice do livro Bíblia Ensina, publicado pelas Testemunhas de Jeová, o “Seol ou Hades não é um lugar literal… Em vez disso, é… o lugar figurativo onde se encontra a maioria dos humanos falecidos.”

    Os parágrafos seguintes a acrescentam que o Seol sempre está associado à condição dos mortos que aguardam uma ressurreição.

    Obrigado.

    Curtir

  • Queruvim  On 1 fev 2015 at 20:47

    Obrigado pela correção. Fiz alterações no parágrafo do link citado em vista do entendimento mais exato.

    Curtir

  • Fabio Moreira  On 15 ago 2017 at 13:29

    Falar dos cultos de evangélicos, como assim?
    Os testemunhas de jeova sequer usam a verdadeira palavra de Deus.
    Vem com o tal do novo mundo.
    Aí daquele que tirar ou acrescentar alguma palavra…

    Curtir

  • Silva Vagner  On 15 ago 2017 at 21:39

    Meu Deus! Denovo essa falsa acusação!! Esses evangélicos parecem disco riscado!!😱😱😱

    Curtir

  • Luciano  On 15 ago 2017 at 22:50

    Fábio, poderia nos mostrar qual palavra foi tirada ou inserida na Novo Mundo. Seja mais específico.

    Curtir

  • Silva Vagner  On 15 ago 2017 at 23:27

    Luciano, meu querido irmão, eu acho que o Fábio está falando das Almeidas, NVI e companhia que simplesmente retiraram 6800 vezes o NOME DO AUTOR DA BÍBLIA de todas as passagens onde ele aparece no original…. Isso sim é pecado!

    Curtir

  • Silva Vagner  On 15 ago 2017 at 23:40

    Fábio, essa frase sobre acrescentar ou retirar algo da Bíblia é mal entendida.
    Na verdade, o proibido por esse aviso é alguém causar uma mutilação da MENSAGEM QUE A BÍBLIA TRANSMITE!
    A verdade transmitida pela Bíblia não pode ser alterada e nem distorcida.

    Uma tradução da Bíblia SEMPRE VAI TER A NECESSIDADE DE USAR PALAVRAS AUXILIARES PARA DAR SENTIDO PARA O LEITOR. ISSO FAZ PARTE DO PROCESSO DE TRADUÇÃO DE QUALQUER IDIOMA.

    Agora o que você trouxe à tona falando sobre quem tira ou acrescenta palavras na Bíblia você tem que entender o seguinte:

    As igrejas fazem esse erro mesmo usando as Almeidas e outras Bíblias que você considera a verdadeira palavra de Deus.
    Essa adulteração não precisa ser feita na Bíblia.
    O que as igrejas fazem é acrescentar informações estranhas e erradas na própria doutrina que ensinam aos fiéis.
    Essas doutrinas erradas são todas feitas por se acrescentar e se retirar palavras verdadeiras que estão na Bíblia e, no lugar, os teólogos invalidam a palavra de Deus para ensinarem no lugar filosofias e tradições humanas.

    Curtir

  • Fernando Silva  On 16 ago 2017 at 12:29

    Boa tarde senhor “Fabio Moreira”, como vai?
    Com base na sua acusação, você pode nos responder o que os tradutores da sua versão da bíblia fizeram em 1ª João 5:7?
    Caso queira, consulte os “originais” (no caso, copias destes) primeiro, daí você pode postar a resposta aqui, ok? É só dica…

    Curtir

  • Pr. Ricardo Macedo  On 11 set 2017 at 21:24

    Seu desenvolvimento a cerca do assunto foi muito bom, as questões técnicas foram fiéis, porém foi lamentável sua aplicação é só consegui ver nela uma guerra velada contra os evangélicos em específico, colocando pastores em um mesmo saco, rotulando a toda classe pastoral. Quero lhe informar que o número de homens de Deus nessas igrejas que critica são inúmeros, em contra partida eu conheço vário Testemunhas de Jeová picaretas e que usam textos como protestos para defender o que creem. Teria aplaudido de pé seu discorrer científico do assunto, porém choro de pena por seu preconceito inegável e percebido de longe por qualquer leigo. Lamentável…lamentável…lamentável!!!

    Curtir

  • Queruvim  On 11 set 2017 at 22:57

    Ricardo, não é “preconceito”. Preconceito é um juízo preconcebido ou precipitado sobre alguém. Este não é o caso. Ou vai dizer que as Igrejas evangélicas como grupo são inegavelmente responsáveis e zelosas na pesquisa da palavra de Deus? CLARO QUE NÃO! Os cultos, não raro, são lugares de emoção e sem cuidado e atenção detidos ao texto da palavra de Deus. Ao falarmos de casa em casa percebemos quão desinformados e sem instrução são a maioria das pessoas que frequentam templos de arrecadação e outros ainda que sejam tradicionais. Você pode falar o que quiser, mas sua afirmação de que é “preconceito” não tem fundamento algum. Sei exatamente o que afirmo, conheço muito bem cada igreja principal no Brasil, as denominadas “evangélicas” e “neo pentecostais” entre outras…Não há nenhum conceito antecipado e precipitado. Isso acontece na verdade contigo. Sabe porquê? Veja esta declaração de um respeitado historiador:

    O livro History of Christianity, de Paul Johnson, diz:

    “Dentre 17.000 pastores evangélicos, nunca houve mais de cinqüenta que cumprissem longos termos de prisão [por não apoiarem o regime nazista] em qualquer época.”

    Contrastando tais pastores com as Testemunhas de Jeová, Johnson escreveu:

    “Os mais valentes eram as Testemunhas de Jeová, que proclamavam a sua inequívoca oposição doutrinal desde o início e sofreram em conseqüência disso. Recusaram qualquer cooperação com o Estado nazista.”

    É ISSO UMA DEMONSTRAÇÃO DE “PRECONCEITO” DO Historiador?

    A igreja Evangélica e o massacre em Ruanda

    A Igreja Batista e o Nazismo

    Curtir

  • Pragal tnm  On 12 set 2017 at 2:51

    Senhor Ricardo Machado esta sua frase é uma acusação ao vento.
    “em contra partida eu conheço vário Testemunhas de Jeová picaretas e que usam textos como protestos para defender o que creem”

    O senhor difícilmente irá encontrar “picaretagem” em nossos ensinamentos, digo isso porque falamos uma só língua, não estamos divididos e se degladiando ente nós. Bem diferente de vcs que se abraçam ecumenicamemte, mas quando viram as Costas destilam as maiores verborisadades contra seus ‘supostos irmãos”.
    Aponte ou mostre quem ou qual de nossos ensinamentos são supostas picaretagem.

    Estarei no aguardo

    Curtir

  • Luciano  On 12 set 2017 at 11:12

    Recentemente um evento de grande importância do segmento evangélico foi cancelado na cidade de São Paulo. Pragal, você precisa ver a justificativa e “união” deles no e-mail de cancelamento. (Se quiser mando no teu messenger)

    Nosso Senhor Jesus, para os líderes dessas igrejas sem direção, não passa de objeto de folclore para meios arrecadatórios. Uma plena vergonha. Sabemos que muitas pessoas amam e respeitam a palavra de Deus e tem muito amor e respeito pelo nosso Senhor, mas infelizmente a tarefa é árdua. Por isso temos de continuar pregando para encontrar aqueles que são sinceros.

    Curtir

  • Pragal TNM  On 12 set 2017 at 12:58

    Luciano, Pode me enviar no messenger. Gosto de guardar essas perolas..

    veja que matárias interessantes sobre as escolas que muitos desses supostos “pastores” adquiriram seu canudo.

    1 – http://g1.globo.com/pa/para/noticia/justica-federal-suspende-cursos-de-duas-faculdades-de-ensino-a-distancia-no-para.ghtml

    2 – http://gazetadetaubate.com.br/pelas-ruas-professor-com-pos-doutorado-na-usp-procura-emprego/

    Queruvim, isso não merecia uma matéria aqui??

    Curtir

  • Queruvim  On 12 set 2017 at 13:03

    Obrigado pela contribuição! Merecem ser expostos estes evangélicos enganadores!

    Curtir