Dúvida de Leitores: Foi Revelação dada “em sinais” simbólicos?


bestadoapocalipse

Imagem acima JW.ORG

Certo leitor desta página fez a seguinte pergunta:

Recentemente me deparei com uma evangélica que acredita que o conteúdo do livro de revelação(apocalipse) é literal e não simbólico. Quando pedi para que ela lesse em sua bíblia Revelação 1:1, não aparece a informação de que a mensagem fora transmitida por João através de sinais ou símbolos. Verifiquei outras traduções que tenho disponível e apenas encontrei a informação que fora transmitida “em sinais” na versão Almeida Século 21 e na versão Católica(Edição Pastoral e Bíblia de Jerusalém). Poderia me informar mais detalhes sobre o conteúdo da passagem nos manuscritos mais antigos?
Obrigado

Pergunta feita por Fabiano.

Resposta :

Em Revelação 1:1 lemos na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas:

” Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu, para mostrar aos seus escravos as coisas que têm de ocorrer em breve. E ele enviou o seu anjo e [a] apresentou por intermédio dele em sinais ao seu escravo João,”

Versão: Português: João Ferreira de Almeida Atualizada

Apocalipse 1:1 Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e, enviando-as pelo seu anjo, as notificou a seu servo João;   

Versão: Português: Nova Versão Internacional

Apocalipse 1:1 Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos[1] o que em breve há de acontecer. Ele enviou o seu anjo para torná-la conhecida ao seu servo João,

A Nova Bíblia de Jerusalém em Inglês diz apenas: “Ele enviou o seu anjo para torná-la conhecida ao seu servo João”

A American Standard Version verteu: “e ele enviou e a apresentou por sinais por meio de seu anjo ao seu servo João”

Uma das poucas versões de língua inglesa a traduzirem do grego afirmando que Jesus “apresentou por meio de sinais” foi a Tradução Literal de Young. YLT

O apóstolo João escreve que Jesus apresentou Revelação “em sinais” ou símbolos . O que é algo simbólico?

“É um elemento representativo que está em lugar de algo”. Dicionário de Português *

De acordo com Revelação 1:1, Jesus queria revelar “aos seus escravos” (não ao mundo todo) as coisas que aconteceriam em breve. Para entender o livro de Revelação, os servos, ou seguidores, de Cristo precisam do espírito santo de Jeová Deus, que ele concede a quem faz sua vontade. Se o livro de Revelação devesse ser entendido literalmente, até as pessoas sem fé poderiam lê-lo e entendê-lo. Nesse caso, não haveria necessidade de os cristãos orarem, pedindo espírito santo para entendê-lo. – Mateus 13:10-15.

O que diz o texto grego ?

A texto grego produzido pelos peritos britânicos WestCott e Hort apresentam a seguinte leitura:

  καὶ  ἐσήμανεν  ἀποστείλας  διὰ  τοῦ  ἀγγέλου  αὐτοῦ,  τῷ  δούλῳ  αὐτοῦ  Ἰωάννῃ

E apresentou por sinais tendo enviado por intermédio de seu anjo ao seu escravo João.

A respeito da palavra grega σημαίνω empregada pelo apóstolo João, é definida pelo Léxico Grego de Thayer como significando “dar um sinal, indicar” provém de σῆμα “um sinal” ou “simbolo”. Da mesma forma que precisamos estudar linguagem de sinais para entender a comunicação entre os  mudos, devemos estudar Revelação a fim de entender os “sinais” ali apresentados. Isso exige esforço e por isso não é algo para os que gostam de cultos de barulho e nada de estudo. Explicando esta necessidade a organização de JEOVÁ fez a seguinte declaração:

Alguns encaram o livro de Revelação como tão altamente simbólico que não pode ser entendido, ou como não sendo prático. Mas Jeová Deus deseja que os do seu povo o entendam, e fez com que a Bíblia fosse escrita para ser entendida e para lhes fornecer orientação. A chave para o entendimento de Revelação é a mesma para o entendimento de outras partes da Bíblia. O apóstolo Paulo indica esta chave. Depois de explicar que Deus revela, por meio de Seu espírito, a sabedoria oculta, Paulo diz: “Destas coisas também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com as ensinadas pelo espírito, ao combinarmos assuntos espirituais com palavras espirituais.” (1Co 2:8-13) Quando pesquisamos as Escrituras (e, às vezes, os costumes e as práticas daqueles dias), encontramos nelas muitas das coisas usadas como simbolismos em Revelação. Comparando esses textos das Escrituras, não raro podemos entender o que os símbolos de Revelação significam. Deve-se notar, porém, que um termo ou uma expressão pode referir-se a ou simbolizar diferentes coisas, segundo o contexto em que aparece”.

Falando sobre a palavra grega empregada pelo apóstolo o comentário em inglês Benson Commentary menciona que Jesus apresentou Revelação e “falou por meio de sinais ou emblemas…(que é o que a palavra grega significa corretamente)…”

Não são poucos os comentários de teólogos e eruditos que concordam com esta explicação de que Revelação foi apresentada por meio de sinais simbólicos. Por exemplo, podemos citar Pulpit Commentary:

Por sinais. Jesus Cristo apresentou por meio de sinais, i.e. tornou conhecida por meio de símbolos e figuras, as coisa que tem de ocorrer. “Por sinais” (σημαίνειν) é característico de São João, para quem as maravilhas são “sinais” (σημεῖα) de verdades divinas. “Dizia isso realmente para indicar (σημαίνων) de que sorte de morte estava para morrer” (João 12:33) ; comp. 18:32; 21:19).

σημαίνειν em textos não bíblicos

De fato σημαίνειν é empregado em texto antigos extra bíblicos em contexto de oráculos ou no sentido profético onde o significado da profecia ou oráculo não é completamente claro; Por exemplo no famoso ditado de Heraclitus a respeito do Oráculo de Delfo preservado em Plutarco De Pyth. orac. 404E: οὔτε λέγει, οὔτε κρύπτει, ἀλλὰ σημαίνει, “[Apollo] nem declare nem escondas mas simbolizes” (Diels-Kranz, FVS 1:172; frag. B93). Isto se refere ao fato de que o Oráculo de Delfo dava conselhos ambíguos usando imagens e enigmas e que tais conselhos exigiam interpretação (Veja Kahn, Heraclitus, 121–23). σημαίνειν é também empregado em outros contextos de revelações ou de oráculos.

Fica claro, portanto, que a Tradução do Novo Mundo verteu mais corretamente o sentido original pretendido pelo Apóstolo inspirado. Este é mais um exemplo de exatidão e superioridade da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas.

Anúncios
Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • Saga  On 30 de dezembro de 2014 at 5:17

    BJ – 1 Revelação de Jesus Cristo: Deus lha concedeu para que mostrasse aos seus servos as coisas que devem acontecer muito em breve. Ele a manifestou com sinais por meio de seu Anjo, enviado ao seu servo João

    PASTORAL: 1 Esta é a revelação de Jesus Cristo: Deus a concedeu a Jesus, para ele mostrar aos seus servos as coisas que devem acontecer muito em breve. Deus enviou ao seu servo João o Anjo, que lhe mostrou estas coisas através de sinais

    TRADUÇÃO BRASILEIRA – 1 A revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe concedeu para manifestar aos seus servos as coisas que cedo devem acontecer, as quais ele, enviando-as por intermédio do seu anjo, significou ao seu servo João

    KING JAMES: 1 The Revelation of Jesus Christ, which God gave unto him, to shew unto his servants things which must shortly come to pass; and he sent and signified [it] by his angel unto his servant John

    TEXTUS RECEPTUS – 1 αποκαλυψις ιησου χριστου ην εδωκεν αυτω ο θεος δειξαι τοις δουλοις αυτου α δει γενεσθαι εν ταχει και εσημανεν αποστειλας δια του αγγελου αυτου τω δουλω αυτου ιωαννη

    “και εσημανεν αποστειλας δια του αγγελου αυτου τω δουλω αυτου ιωαννη”
    “καὶ ἐσήμανεν ἀποστείλας διὰ τοῦ ἀγγέλου αὐτοῦ τῷ δούλῳ αὐτοῦ Ἰωάννῃ”

    No grego, não vejo diferença entre o Texto RECEPTUS e o Texto W.H neste caso, é que as traduções simplesmente ignoram que a mensagem não apenas foram comunicadas ou notificadas a João, mas notificas EM SINAIS. Esse e um ponto forte a favor da TNM, já mesmo depois de tantas “revisões” e “correções” a Almeida ainda ignora este fato, e pior um número considerável de traduções MODERNAS “esquece” de traduzir de forma este versículo. Como visto no caso citado pelo Fabiano, ainda achamos pessoas que se negam a admitir que o Apocalipse esteja em linguagem simbólica, ou seja, este versículo bem traduzido é espiritualmente significativo para várias pessoas religiosas mesmo hoje.

    Curtir

  • Alexei  On 30 de dezembro de 2014 at 9:18

    Seria bom perguntar a senhora sobre o que ela acha de Apocalipse 5:6. Lá faz uma apresentação de Jesus como um animal com sete olhos e sete chifres.

    Como explicar isso se não for como sinal ou como simbolismo?

    Se essas pessoas levarem o livro de João como todo literal, aí vai dar problemas…

    Curtir

  • Victor DB  On 30 de dezembro de 2014 at 14:58

    A claro, então segundo essa evangelica devemos entender que um dragão imenso de sete cabeças arrastava um terço das estrelas do universo em direção à terra. Somente o Sol não bastaria? rsrs

    Curtir

  • Alexandre  On 30 de dezembro de 2014 at 22:37

    Gostaria de aproveitar o tema e pedir que vocês me ajudassem com uma dúvida sobre os 144 mil. Os que criticam as Testemunhas de Jeová costumam ter isso como um paradoxo sem explicação.
    Se as 12 tribos de Israel é simbólico, como que os 144 mil é literal?

    Curtir

  • Jonatan Almeida  On 31 de dezembro de 2014 at 9:36

    Se o livro de Revelação é literal talvez essa evangélica possa explicar Revelaçao 14:4 onde se diz que os que seguem o cordeiro são virgens, visto que a não muito raro se vê esses evangélicos tendo filho antes do casamento.

    Curtir

  • Queruvim  On 31 de dezembro de 2014 at 13:40

    O DREJAH me enviou um vídeo que mostra uma “mulher” temente a Deus em uma igreja Evangélica. Ela é tão cheia de espírito,…um culto maravilhoso como o do vídeo abaixo, cheio de louvores para jésuis. E depois são as testemunhas de Jeová que são “hereges”! Observem os gritos de “Aleluia” e os aplausos de aprovação! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Desculpem mas não me contive de tanto rir aqui.

    Curtir

  • oTESTEMUNHAdeJAH  On 31 de dezembro de 2014 at 16:52

    Essa questão sempre surge, eu costumo responder assim:

    Para a organização de Jeová o número 12 sempre teve uma importância significativa, mas não ligada a numerologia.

    Podemos perceber isso ao ver que Jeová dividiu seu povo em 12 Tribos, depois escolheu 12 apóstolos. De certa forma isso deixava evidente que aquela nação ou grupo havia sido designada por Jeová.

    A importância disso pode ser notada ao lermos o que os discípulos fizeram quando Judas deixou de ser contato entre os 12. Eles tiveram que escolher outra pessoa que tivesse presenciado todo o ministério de Jesus e que tivesse ido testemunha de sua ressurreição para ocupar o lugar entre os 12, e assim Matias foi escolhido por Jeová. – Atos 1:15-26; observe João 6:70.

    Mas vamos ao que interessa: Como pode 12 mil x 12 mil de cada uma das 12 tribos simbólicas somarem 144 mil literais?

    TRIBOS SIMBÓLICAS
    Primeiro temos que ter em mente que “a escritura não pode ser anulada” (João 10:35) Também sabemos que os 144 mil reinarão como reis e sacerdotes e que eles são comprados da terra e escolhidos dentre toda nação e povo e não apenas dentre os judeus literais (Revelação 5:9, 10; 14:1-4) Isso tem a ver com o “novo-pacto” que se tornou necessário quando a “nação de Israel” descumpriu a cláusula de Êxodo 19:5, 6. (Veja Jeremias 31:31-33). Isso indica que o povo que formaria uma “nação de reis e sacerdotes” não mais dependeria de sua linhagem de Abraão. – Hebreus 8:6-13; Gálatas 3:26-29.

    Portanto essas tribos só podem simbolizar algo, mas o quê? Com tudo isso em mente podemos concluir que essas tribos simbolizam o Israel Celestial, o Israel de Deus. – Gálatas 6:16.

    CONCLUSÃO: As 12 tribos literais não formariam o Reino de “reis e sacerdotes” portanto não podem ser encaradas como literais em Revelação, por que senão estaríamos “ANULANDO” tudo o que foi exposto acima.

    PORQUE ENTÃO MENCIONAR 12 MIL DE CADA TRIBO?
    O Livro “Revelação, seu Grandioso Clímax está Próximo” pg 19; Quadro: “Números simbólicos em Revelação” mostra que “12 – Indica uma organização divinamente constituída, quer nos céus, quer na terra. (Revelação 7:5-8; 12:1; 21:12, 16; 22:2)”

    Em outras palavras mencionar 12 mil de cada tribo mostra a origem divina do arranjo organizacional celestial do Reino de Jeová. – Note Revelação 21;15-17.

    OUTRO USO SIMBÓLICO PARA AS 12 TRIBOS
    “Julgando as Doze Tribos de Israel.” Jesus disse aos apóstolos que na “recriação” eles ‘estariam sentados em doze tronos, julgando as doze tribos de Israel’. (Mt 19:28;. . .) E expressou um pensamento similar ao fazer um pacto para um Reino com seus fiéis apóstolos. (Lu 22:28-30) Não é razoável que Jesus quisesse dizer que eles julgariam as 12 tribos do Israel espiritual, mais tarde mencionadas em Revelação, pois os apóstolos deviam fazer parte desse grupo. (Ef 2:19-22; Re 3:21) Diz-se que os “chamados para ser santos” julgam, não a eles mesmos, mas “o mundo”. (1Co 1:1, 2; 6:2) Os que reinam com Cristo formam um reino de sacerdotes. (1Pe 2:9; Re 5:10) Por conseguinte, “as doze tribos de Israel”, mencionadas em Mateus 19:28 e em Lucas 22:30, referem-se evidentemente ao “mundo” da humanidade, que não faz parte da classe régia e sacerdotal, e a quem os que estão sentados em tronos celestiais julgarão. — Re 20:4. – Estudo Perspicaz das Escrituras, Vol 3, pg 737.

    E O QUE DIZER DOS 144 MIL? SÃO LITERAIS?
    Não há problema nenhum em concluir isso!

    Evidências de ser um número literal:
    (1) Ao contrastar 144 mil com uma “grande multidão” (Revelação 7:4, 9)
    Caso o número fosse simbólico, também se usaria outro número simbólico para o grupo da “grande multidão” ou então não se citaria numero para os 144 mil, dizendo apenas por exemplo: “um pequeno grupo” e uma “grande multidão” assim como Cristo fez ao não ser específico sobre o “pequeno rebanho” e “outras ovelhas” (Lucas 12:32; João 10:16) ou ainda quando fez a comparação ao reino dos céus em Mateus 22:14.

    (2) A importância da literalidade para o arranjo organizacional de Jeová.
    Jeová usou 12 tribos literais no passado e não permitiu que os discípulos permanecessem com apenas 11 apóstolos. Portanto seria de se esperar que o numero do arranjo celestial também fosse literal.

    (3) Revelação 6:11 fala que deveria se “completar o numero” e Romanos 11:12, 25, 26, fala especificamente de um “PLENO NÚMERO” de escolhidos. – Compare com Revelação 7:3.

    (4) Apesar de Revelação 7 se referir aos 144 mil como procedentes das 12 tribos Revelação 14:1-4 mostra que os 144 mil são pessoas da “terra” e que foram “compradas dentre a humanidade”, também esses estão “seguindo o cordeiro”, portanto não são mais judeus, são “cristãos”. – Romanos 2:28, 29; 9:6

    CONCLUINDO ENTÃO:
    1- As tribos são simbólicas e indicam o Israel de Deus. – Gálatas 3:29; 6:16
    2- 12 mil de cada tribo são simbólicos mas indicam arranjo organizacional divino. – Revelação 7:5-8; 12:1; 21:12, 16; 22;2.
    3- 144 mil são literais e procederem eles de 12 tribos simbólicas indica que eles fazem parte do arranjo de Jeová ao lado de Cristo. – Revelação 7:4-8; 14:1.

    Explicar é mais fácil que escrever. Acho que ficou um pouco confuso mas ler os textos pode ajudar.

    Abraço e fique com Jeová.

    Curtir

  • Marcelo  On 31 de dezembro de 2014 at 20:12

    Alexandre

    Sem fazer uma pesquisa profunda, EU chego a seguinte conclusāo:

    As 12 tribos representam pessoas de toda a parte do Israel de Deus, ou seja de todas ad parted da terra – vide rev 5:9,10

    Depois que os 144 mil sao apresentados, João viu “uma grande multidao que nenhum homem podia contar”. 144 mil sao então um numero contavel, em oposicao a o numero incontavel da grande multidao.

    Alem disto, como sabemos eles vao governar sobre a terra. 144 mil me parece se um numero razoavel de governantes celestiais para humanos. Logo parece razoavel concluir que é um numero literal.

    Mas isto é minha conclusão sem analise profunda. Acredito que o Perspicaz tenha muitos detalhes a respeito.

    Curtir

  • Queruvim  On 1 de janeiro de 2015 at 13:37

    O entendimento deles não depende de explicação. São em sua maioria, opositores e inimigos do bom senso e da verdade. Acham que verdade é o que lhes agrada ou ainda o que aborrece alguém que não pensa como eles. Não possuem noção de equidade. São inimigos de Cristo achando que a luz que está neles é luz, quando observamos que são agentes da escuridão.(Mat. 6:23)É mais fácil estudarem para rebater os que se dedicam de fato ao texto inspirado. As Testemunhas de JEOVÁ prezam e respeitam a palavra de Deus.Eu tive uma discussão recentemente com uma advogada evangélica. Pareceu até um julgamento em um tribunal. Se alguém tivesse gravado ficaria muito bom. Uma coisa eu percebo, toda vez que ela argumentava, eu citava textos bíblicos e ela tentava REFUTAR TEXTOS BÍBLICOS! Nem sequer apresentava textos. Quando eu lhe havia explicado Exodo 7:1, que demonstra que “Deus” é uma palavra que não é exclusiva para o Ser Supremo, ela alguns minutos depois, tentou citar João 1:1 de modo atrapalhado mesclado com 1:14 como se fossem um só versículo. E afirmou que “o verbo era Deus”. Respirou aliviada depois de 30 minutos sem citar um texto sequer, achando que havia “refutado” só pq havia citado João 1:1 e ainda de modo atrapalhado!(Evidenciando que conhece vagamento o texto) Foi quando eu a lembrei de Exodo 7:1 amplamente considerado em nossa conversa inicial. Sabe qual foi o resultado dali em diante? Ela começou a levantar a voz e com olhos vidrados, como que hipnotizada, começou a apelar a emoção. Acabou o diálogo naquele momento. Notei que os cultos de emoção da igreja evangélica, é um treinamento do Diabo para cegar estes não ensinados. Por não terem amor pela Bíblia e não a pesquisarem com dedicação e apreço, são vítimas de espíritos enganadores que enche a mente deles com um vazio enorme preenchido pela emoção e um sentimento exagerado de otimismo.

    Curtir

  • GIBE  On 1 de janeiro de 2015 at 15:03

    Apenas para acrescentar: O texto de Revelação (ou Apocalipse) diz: (Re 7:4) . . .selados de toda tribo dos filhos de Israel: No entanto, na listagem que aparece não consta a tribo de Dã nem a tribo de Efraim, porém consta a tribo de Levi e uma tribo inexistente “tribo de José”. O total das tribos de Israel eram 13 e não 12. Fala-se apenas de 12 porque não se contava a tribo de Levi. Sabemos que 144.000 não é múltiplo de 13. Portanto a relação de tribos conforme já explanado pelo “TESTEMUNHAdeJAH”.

    Curtir

  • Alexandre  On 1 de janeiro de 2015 at 22:31

    Obrigado pela explicação, oTESTEMUNHAdeJAH e Marcelo, pode até ser um pouco confuso ler assim, mas não é um bicho de 7 cabeças, aliás o “bicho” de 7 cabeças em Revelação 13: 1 também é simbólico kkk.

    Queruvim você falou tudo, é mais fácil os anti-Testemunhas de Jeová estudarem só para rebater, muitos se dedicam fervorosamente a estudarem a Torre de Vigia ao invés da bíblia.

    Curtir

  • Saga  On 2 de janeiro de 2015 at 4:05

    Advogada evangélica é uma forma de dizer que ela estava defendendo as igrejas evangélicas, ou realmente se tratava de uma mulher protestante formada em direito?

    Curtir

  • oTESTEMUNHAdeJAH  On 2 de janeiro de 2015 at 15:51

    Irmão, essa experiência me lembrou da entrevista de Cabo Verde quando o irmão foi questionado concernente ao Natal a repórter mesmo explicou a origem pagã do Natal e perguntou se nós não levávamos em conta a suposta “boa intenção” em se cristianizar uma data pagã e o irmão respondeu:

    “- Ora, se a data tem uma origem pagã, como pode uma religião cristã celebrá-la?”

    Nesse momento a reação da repórter lembra muito a reação dessa advogada, pois ela muda o tom da voz, e nitidamente incomodada e irritada por ter sido refutada instantaneamente solta uma pergunta que mostra o quão ela desconhece as escrituras ao dizer:

    ” – Não celebram o nascimento mas preferem celebrar a morte de Jesus então!?”

    Com maestria e educação o irmão responde:

    ” – Não é uma questão de preferir. É aquilo que a Bíblia diz!”

    Como é comum vermos irmãos serem convidados para uma entrevista e durante a conversa o entrevistador se colocar em posição ao que dizem as escrituras por tentarem debater com os irmãos entrevistados, isso ocorreu também numa entrevista na Bulgária onde mesmo tendo sido vítima de uma covardia a repórter insinuava que eramos provocadores daquela desordem!

    Lamentável. . ..

    Curtir

  • Queruvim  On 2 de janeiro de 2015 at 22:32

    Formada em Direito.

    Curtir

  • sandeidiaz  On 18 de janeiro de 2015 at 20:45

    MUDARÃO OS ESCRITOS, MAS A VERDADE PERMANECERA.

    Curtir

  • sandeidiaz  On 18 de janeiro de 2015 at 20:49

    REVELACAO de Jesu-Christo, a
    qual Deos lhe deo, para a seus
    servos mostrar as cousas que brevemente
    devem acontecer: e por seu
    Anjo as enviou, e as notificou a Joâo
    seu servo.

    Curtir

  • Queruvim  On 19 de janeiro de 2015 at 0:18

    Foi demonstrado como ocorre no texto grego e o significado do termo usado originalmente pelo Apóstolo inspirado. Se alguém mudou foram as religiões chamadas tradicionais. O Sr entendeu Sr Sandeidiaz? Peço que leia com mais atenção o artigo acima.

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s