Existe uma única religião verdadeira?


Existem milhares de religiões no mundo, cada uma afirmando ser a verdadeira. Se você perguntar a uma pessoa se a religião dela é verdadeira,  escutará um belo  “SIM”, afinal, quem em sã consciência diria andar no caminho largo que leva à destruição? (Mateus 7:13)

Adventistas, católicos, evangélicos em geral, judeus, mórmons, outras religiões e incluindo as Testemunhas de Jeová dizem ser a ÚNICA religião verdadeira que seguem e fazem corretamente o que Deus exige.

Ainda há outro grupo de opiniões, como aqueles que dizem que toda religião é boa, afinal o importante é que se está se achegando a Deus, não importa o caminho. Para esses, quem se diz o “dono da verdade” é egocêntrico, arrogante e “mente fechada”.

Mas, existe realmente uma única verdade? Existe realmente um único modo de se achegar a Deus? Se sim, que caminho é esse? Ou será que Deus aceita todas as religiões, não importando sua doutrina? (Clique na imagem para amplia-la)

denominações

Verdades Absolutas

Estamos certos que você leitor concorda que existem coisas que podemos ter certeza. Para exemplificar: se você jogar uma bola pro alto, ela vai cair novamente, devido à lei da gravidade. Se você parar de beber água, uma hora vai morrer, pois ficará desidratado. Você não fica se perguntando se essas leis são verdadeiras para uns, e para outros, não. Elas se aplicam a toda a humanidade e por isso são chamadas de leis universais.

Será que em sentido religioso, encontraremos também verdades absolutas que se aplicam a toda humanidade? Jesus Cristo, um grande instrutor do passado, citou algumas palavras falando a respeito de se encontrar a verdade. Vejamos algumas:

“Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida.” – João 14:6.

“Para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade.” – João 18:37.

“Se permanecerdes na minha palavra, sois realmente meus discípulos, e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” – João 8:31, 32.

“Deus é Espírito, e os que o adoram têm de adorá-lo com espírito e verdade.” – João 4:23, 24.

Jesus tinha certeza que a verdade existia. Em outra ocasião, ele disse essas palavras:

“Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”. – João 17:17

Não é o objetivo deste artigo considerar a veracidade e autenticidade da bíblia. Creio que todas as religiões que afirmam ser cristãs vêem na bíblia um guia, um mapa a ser seguido e que servem de orientação para suas práticas e principalmente doutrinas. Se alguém tem dúvidas sobre a origem e inspiração da bíblia, sinta-se a vontade para estudá-la e comprovar por si só que a bíblia é realmente um livro de Deus. Mas como já dito, não é o objetivo deste artigo, mas sim analisar se existe hoje alguma religião que realmente possua a verdade bíblica.

A lógica da bíblia

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram”. – Mateus 7:13-14

As palavras acima seguem uma lógica tão grande que é muito difícil acreditar como muitas pessoas, que dizem crer na bíblia, possam acreditar que existem vários caminhos que possam levar à Deus.

É matemático isso, por exemplo: se eu não creio que existe vida após a morte, mas outro grupo ensina totalmente o inverso, ou seja, que existe vida após a morte, como podem estar os dois grupos certos? É possível existir duas verdades a respeito desse assunto?

Alguém tem que estar errado nessa história, pessoal. Não é possível que todo mundo esteja dentro do caminho estreito que leva à vida. Se todo mundo possui a verdade, o caminho espaçoso está vazio! Mas se isso fosse verdade, faria de Nosso Senhor Jesus um mentiroso, o que segundo a bíblia é impossível. O que ele disse foi totalmente ao contrário: que apenas um pequeno grupo de pessoas, comparado com a população mundial, é que acharia o caminho da vida.

Novamente Jesus disse: “Como foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do homem”.Mateus 24:37

Jesus não estava se referindo apenas ao sono das pessoas em relação a sua presença, mas sim sobre quantidade de pessoas salvas. E isso se harmoniza com a frase dele de apenas poucas pessoas acharem o caminho da vida. Nos dias de Noé, apenas 8 pessoas foram salvas. Novamente agora no tempo do fim, apenas um grupo de pessoas é que possuiriam a verdade bíblica e obedeceriam corretamente os mandamentos de Deus.

denominaçõesreligiosas

Uma única Religião

JESUS deixou claro que algumas formas de adoração não são aceitáveis a Deus. Ele falou de “falsos profetas” e os comparou a uma árvore que produz frutos imprestáveis e “é cortada e lançada no fogo”. Ele também disse: “Nem todo o que me disser: ‘Senhor, Senhor’, entrará no reino dos céus.” — Mateus 7:15-22.

Jesus disse a respeito de alguns que afirmavam segui-lo: “Eu lhes confessarei então: Nunca vos conheci! Afastai-vos de mim, vós obreiros do que é contra a lei.” (Mateus 7:23) Além disso, citando as palavras que Deus havia dito ao Israel apóstata, Jesus disse aos líderes religiosos de seus dias: “É em vão que persistem em adorar-me, porque ensinam por doutrinas os mandados de homens.” — Marcos 7:6, 7.

Fica claro que nem todas as formas de adoração são aprovadas por Deus ou por seu Filho. Assim, nem todas elas são verdadeiras. Significa isso que só existe uma religião que ensina a verdade? Não poderia Deus estar usando algumas religiões, mas rejeitando outras? Ou será que Deus aceita, ou rejeita, a adoração praticada por indivíduos espalhados nas várias religiões, não importando o que elas ensinam?

O apóstolo Paulo foi inspirado por Deus a escrever: “Exorto-vos agora, irmãos, por intermédio do nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que todos faleis de acordo, e que não haja entre vós divisões, mas que estejais aptamente unidos na mesma mente e na mesma maneira de pensar.” (1 Coríntios 1:10) A Bíblia também incentiva os cristãos a ser ‘da mesma mentalidade e a ter o mesmo amor, conjuntados em alma, tendo um só pensamento na mente’. — Filipenses 2:2.

De fato, esse tipo de harmonia resulta em uma só religião. É por isso que a Bíblia diz que há “um só Senhor, uma só fé, um só batismo”. — Efésios 4:4, 5.

O registro histórico da bíblia apóia isso. Deus lidava com a humanidade por apenas um sistema de adoração. Foi assim com Noé, Abraão, Jacó. Mais tarde, através de Moisés, Deus deu leis à antiga nação de Israel, e somente eles eram considerados povo de Deus. Outros indivíduos de outras nações que quisessem adorar o Deus verdadeiro precisavam primeiro abandonar a adoração falsa e então se juntar a Israel na adoração de Jeová Deus.

Mais tarde, depois de Jesus vir à Terra, a adoração verdadeira foi estabelecida com base nos ensinamentos dele, e os propósitos de Deus foram esclarecidos de modo notável. Após algum tempo, os adoradores verdadeiros foram chamados de “cristãos”. (Atos 11:26) Portanto, os judeus que desejassem a aprovação de Deus teriam de deixar sua forma de adoração anterior. Não havia a opção de continuar no judaísmo nem a de adorar de modo individual. Como vimos na Palavra de Deus, os adoradores verdadeiros estavam unidos em “uma só fé”. — Efésios 4:4, 5.

Mas com tantas religiões entre as quais escolher, como identificar a única verdadeira?

Buscando a Verdade

No primeiro século, o apóstolo Paulo elogiou a reação que algumas pessoas da cidade de Beréia tiveram ao que ele ensinava. Elas não aceitaram logo como verdade o que Paulo dizia, mas ouviram de modo respeitoso. Podemos aprender algo do que os bereanos fizeram após terem ouvido a mensagem.

Veja o que a Bíblia diz a respeito deles: “Ora, [os bereanos] eram de mentalidade mais nobre do que os de Tessalônica, pois recebiam a palavra com o maior anelo mental, examinando cuidadosamente as Escrituras, cada dia, quanto a se estas coisas eram assim. Portanto, muitos deles tornaram-se crentes.” (Atos 17:10-12) Assim, a busca deles não era superficial. Não esperavam chegar a uma conclusão definitiva depois de apenas uma ou duas breves conversas com Paulo.

Além disso, observe que os bereanos “recebiam a palavra com o maior anelo mental”. Isso nos diz algo sobre seu modo de encarar o estudo das Escrituras. Não eram crédulos, aceitando tudo que era dito, mas também não eram céticos, rejeitando logo a mensagem. Não mostraram uma atitude crítica com relação às explicações de Paulo, um representante humano de Deus.

Outro ponto a considerar é que os bereanos estavam ouvindo sobre o cristianismo pela primeira vez. Parecia algo bom, talvez até bom demais para ser verdade. Mas em vez de descartar aquela mensagem, eles examinaram cuidadosamente as Escrituras para verificar ‘se as coisas que Paulo dizia eram assim’. Note também que, depois de ter feito essa busca cuidadosa, tanto bereanos como tessalonicenses se tornaram cristãos. (Atos 17:4, 12) Não desistiram de procurar a verdade, achando que era impossível encontrá-la. De fato, eles reconheceram a religião verdadeira.

Características da Religião Verdadeira

Está disposto a por a tal prova sua religião? Não há nada a temer, porque, se tiver a religião certa, pode apenas ficar mais seguro com tal exame. E, se aquilo em que crê não se harmonizar com a Bíblia, então deve acolher bem a verdade, porque leva à vida eterna. — João 17:3.

Para começar, considere alguns ensinos comuns das organizações religiosas. Ensina sua religião, por exemplo, a crença popular de que a alma humana é imortal, que não pode morrer? Note o que a Palavra da verdade de Deus diz sobre o assunto: “Derramou a sua alma na morte.” (Isa. 53:12, Al) “A alma que peca, perecerá.” (Eze. 18:4, 20, PIB) Não é óbvia a resposta da Bíblia? Ensina que as almas são mortais, que podem morrer e realmente morrem. Ensina isso a sua religião? Deveria ensinar, se for a religião certa. (Este debate deixou claro este assunto)

Outra idéia que muitas organizações religiosas têm ensinado há muito é que o inferno é um lugar para onde apenas os perversos vão, e que ninguém pode sair do inferno. Ensina isso a sua religião? A Bíblia, contudo, afirma que Jesus Cristo esteve no inferno três dias e foi ressuscitado de lá. Numa profecia bíblica a respeito dele, explica: “Não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.” — Sal. 16:10, Al; Atos 2:31.

O que, então, é o inferno? A Bíblia mostra que o inferno é a sepultura comum da humanidade. E observe o que a Bíblia afirma: “A morte e o inferno deram os mortos que neles havia.” (Rev. 20:13, Al) Sim, não só a Bíblia ensina que os bons bem como os injustos vão para o inferno, mas mostra que aqueles que estão no inferno serão ressuscitados! (Atos 24:15) Ensina isso a sua religião? Visto que a Bíblia o ensina, a religião certa o fará também.

O que dizer da crença comum de que Deus e seu Filho, Jesus Cristo, são iguais? As religiões que ensinam a doutrina da Trindade afirmam que são. No entanto, disse Jesus: “O Pai é maior do que eu.” (João 14:28, PIB) E a Bíblia, em Marcos 13:32, afirma que o Pai tem conhecimento de importante informação que nem os anjos e nem o Filho sabem. Obviamente, então, Jesus e o Pai não são iguais. Ensina isso a sua religião? Deveria, se estiver em plena harmonia com a Palavra de Deus.

Examine outra crença religiosa comum — a de que os mortos estão conscientes. São tantas as religiões que ensinam isto. Mas, sobre tal assunto, as Escrituras inspiradas dizem: “Os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem nada.” (Ecl. 9:5, PIB) Segundo a Bíblia, os mortos não estão conscientes. Entretanto, têm a grandiosa perspectiva de serem erguidos da inconsciência por meio da ressurreição dos mortos. — João 5:28, 29.

Pode ver como tal exame dos ensinos religiosos o pode ajudar a determinar se sua religião é a certa? Assim, ao estudar a Palavra de Deus, continue a fazer tal exame. Mas, ao mesmo tempo, examine as práticas de sua religião, pois a religião certa tem também de ser identificada pelo que realmente faz ou deixa de fazer.

Por exemplo, usa sua religião o nome de Deus e magnifica a sua importância? A Bíblia faz isso. Afirma: “Para que as pessoas saibam que tu, cujo nome é Jeová, somente tu és o Altíssimo sobre toda a terra.” (Sal. 83:18) Jesus tornou conhecido o nome de Deus, Jeová. Com efeito, ensinou seus seguidores a orar: “Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome.” (Mat. 6:9, PIB) E Jesus disse em oração a seu Pai: “Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste.” (João 17:6, CBO) Torna a sua religião conhecido o nome de Deus, Jeová?

Examine mais a sua religião. Ensina que os ministros devem pregar de casa em casa? Jesus visitou bem os lares das pessoas e instruiu seus discípulos a fazer o mesmo. (Mat. 10:12-14) O apóstolo Paulo disse sobre seu ministério: “Não me refreei de . . . vos ensinar publicamente e de casa em casa.” (Atos 20:20) Pregam e ensinam os seus ministros de casa em casa? Os ministros da religião certa o fazem. (Para uma consideração contundente sobre este assunto clique aqui)

É sua religião parte integrante deste mundo e de sua política? Incentiva-o a ser? Sobre seus seguidores, Jesus disse: “Não fazem parte do mundo, assim como eu não faço parte do mundo.” (João 17:16) E Tiago, discípulo de Jesus, escreveu: “A forma de adoração que é pura e imaculada do ponto de vista de nosso Deus e Pai é esta:  . . . manter-se sem mancha do mundo.” Mantêm-se sua religião sem mancha do mundo? — Tia. 1:27; 4:4.

Jesus Cristo descreveu como seus verdadeiros seguidores poderiam ser identificados em especial. Disse: “Por meio disso saberão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor entre vós.” (João 13:35) Traz sua religião esse sinal identificador do amor? Coloca em seus membros um amor que é tão forte que permanece verdadeiro até mesmo em tempos difíceis? Os frutos mostram que, quando as nações mundanas foram à guerra, os católicos de um lado mataram católicos do outro lado, e os protestantes e judeus fizeram o mesmo. Será isto mostrar amor uns pelos outros? Dificilmente. Todavia, lembre-se de que Jesus disse que o genuíno amor entre eles mesmos seria um sinal identificador dos que praticavam a religião certa. ( Veja o papel das igrejas no tempo da guerra)

O que você deve fazer

Gostou da consideração acima? Quer examinar mais? É a coisa sábia e correta a fazer. Deveria assegurar-se de que sua religião fale e aja segundo a Palavra de Deus. Por fazer isso, poderá chegar a adorar a Deus da forma correta e ter a Sua aprovação.

Quando alguém encontra a verdade, como aconteceu com os bereanos, ele se sente motivado a falar dela à outros com entusiasmo. Alguns talvez não gostem disso, achando que seria uma atitude mais humilde pensar que outras religiões também podem estar certas. Mas, ao reconhecer a verdade bíblica, a pessoa passa a ter convicção. Ela não tem dúvida sobre se é possível encontrar a verdade nem fica pensando se todas as religiões poderiam levar à salvação. No entanto, a pessoa mostra que realmente é humilde quando se dispõe a fazer uma busca sincera para encontrar a verdade.

As Testemunhas de Jeová fizeram isso. É por esse motivo que acreditam ter encontrado a religião verdadeira. E elas convidam você a pesquisar as Escrituras a fim de identificar quem pratica a religião verdadeira hoje em dia.

Por meio de um curso bíblico gratuito com as Testemunhas de Jeová, você poderá fazer uma pesquisa profunda do que a Bíblia realmente ensina. Esse conhecimento lhe dará condições de identificar a religião verdadeira.

Contribuído

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Celow-TJ  On 27 de fevereiro de 2014 at 11:56

    De fato, Jesus disse que seus discípulos deveriam pregar mundialmente e de casa em casa. (Mateus- 28: 19,20 de fato eles fizeram isso logo cedo naquele tempo. (Atos- 5: 42; 20: 20) E também acrescentou, que deveriam se juntar nas reuniões cristãs, para fortalecer o amor a fé e obras excelentes. (Hebreus- 10: 24) Jesus também profetizou, que isso aconteceria em tempos posteriores, até o tempo do fim, e que ele e seus anjos estariam juntos deles até o fim. (Mateus- 9: 37,38; 13: 24-30, 36-46; 24: 31, 45,46; Revelação[Apocalipse]- 14: 6.)

    Como isso poderia acontecer se não houvesse “uma organização” na terra, organizada e unida mundialmente no mesmo ensino de Deus para fazer tal obra? Aonde se ajuntariam, se não houvesse “uma organização” para local unido de adoração e reuniões? Para onde traria Jesus as suas ovelhas, se não houver “um local/organização” para junta-las e organiza-las a aprender e ensinar outros sobre Deus? … Óbviamente não teria como, a menos que realmente houvesse “uma organização de jeová terrestre unida mundialmente” para ele trazer-las para dentro, isso está de fato, na profecia do próprio cristo sobre os “Dias de Noé”, Noé representava seus servos hoje pregando a avisando o mundo sobre o Reino. sua familia representa as poucas ovelhas que encontrariam a verdade e salvação junto dos servos que estariam avisando-os. E a Arca, representa a organização, quem entra nela, é salva do Armagedon, que é respresentado pelo; Dilúvio.

    Curtir

  • SempreSimples  On 27 de fevereiro de 2014 at 11:57

    Excelente artigo.

    Se as religiões pregam coisas diferentes, de forma alguma todas elas podem ser verdadeiras ao mesmo tempo, isso é tão simples e tão lógico. Sendo assim, se olharmos Mateus 24:14 “Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada.” Logicamente Jesus estava falando da unica fé, da religião verdadeira.

    Quem faz esse trabalho de pregação mundial hoje? Veja você mesmo.

    http://www.jw.org/pt

    Curtir

  • Maílson  On 27 de fevereiro de 2014 at 20:34

    Queruvim,

    Já havia pensado nisso, agora que surgiu a oportunidade eu sugiro: que tal fazermos hangouts?

    Curtir

  • nicinho  On 27 de fevereiro de 2014 at 21:30

    O skype e uma boa opção

    Curtir

  • Hamilton Miguel Rodas  On 28 de fevereiro de 2014 at 17:12

    Optimo Artigo. E’ bom sempre examinar as Escrituras. Olha, parece mentira, hoje eu conversando com uma Colega minha, lhe pergunte: Quem e’ o Deus Verdadeiro a quem tu Adoras? Ela me respondeu: o Mesmo que voce Adora. Aii eu lhe indaguei com a mesma questao mas lhe dizendo: De acordo com as Palavras do nosso Senhor e Salvador Cristo Jesus, registradas em Joao 17:3, quem e’ o Deus Verdadeiro?.
    Imagina: Ela nao sabia nem o que estava escrito nesse verso. Disse-me pra eu lhe disser oque nele estava escrito, eu lhe disse e de seguida ela tirou seu fone do Bolso pra acessar a Biblia e confirmar.
    Continuando
    Ela me respondeu: E’ Jesus Cristo. Eu Lhe perguntei: E o ES? Ela disse: Eu adoro a Trindade Hamilton.
    De uma forma a ela me dar a sua base, para que eu creia tambem, eu lhe pedii os textos Biblicos em que Ela se apoia, ela me deu como resposta isso: Olha Hamilton, MEU PROBLEMA e’ so esse de nao saber se os TEXTOS SE ENCONTRAM AONDE… Eu rii “junto com ela” e lhe disse: Quando saberes venha me dar a conhecer isso para que eu Creia tambem. .. Fim.

    Eu vii que se continuasse a falar com ela, de nada teria proveito o que eu iria Raciocinar com ela, uma vez que ela parecia tao convicta no que falava. Por isso a despachei..

    Isso mostra ainda, porque e’ que muitos sao enganados e nao conhecem ainda a verdade, “devido sua ingenuidade” (). Tudo porque nao querem ler a Biblia nem estudar Ela, e sim ouvir dos pastores.

    Muitas denominacoes nao incentivam os crentes a lerem a Biblia “nem em casa, nem tampouco nos seus cultos” porque sabe que o crente vaii se decepcionar ao ver que eles (pastores) nao ensinam o que a Palavra de Jeova’ quer na realidade transmitir pra a Humanidade.

    Abracos pra tii Sr Queruvim.

    Curtir

  • Queruvim  On 28 de fevereiro de 2014 at 20:23

    Seu comentário é um resumo de tudo. As pessoas acham que religião é igual time de futebol. Se apegam e defendem com garra uma fantasia. Os verdadeiros adoradores adoram a Deus em “espírito” e “verdade”. Ou seja, tem força de vontade e desejo de aprender além de saber o que é o certo. Não são aderente de um relativismo onde o bom e o mal não pode ser diferenciado e onde tanto faz ser batizado em uma igreja como em outra. Acho uma pretensão sem tamanho criticarem as Testemunhas de Jeová e ao mesmo tempo se congratularem entre sí no meio de várias igrejas doutrinalmente divididas. A resposta de muitos tem sido, “eu sigo a Jesus”. Mas lá nos dias de Paulo e ele já alertara que existiam vários “Jesus”. Ou seja, satanás o diabo é muito esperto e rumou para templos religiosos a fim de confundir e está usando sim o nome de Jesus. Temos que estudar a palavra de Deus com oração e dedicação a fim de não sermos enganados. Cantoria barulhenta e cultos de emoção são uma enganação.

    Curtir

  • Queruvim  On 28 de fevereiro de 2014 at 20:33

    Bom link …obrigado por partilhar. Após olhar este link podemos ter uma idéia do tipo de pessoa que persegue as Testemunhas de Jeová…são agentes do Diabo! Isso sem falar que estes que são opositores e só sabem perseguir, criticar e ridicularizar as TJ JAMAIS terão um grupo tão organizado e que demonstram amor e respeito uns pelos outros como vemos nestes exemplos do link que repito aqui. LOUVADO SEJA JEOVÁ E A SUA BENÇÃO ESTÁ SOBRE O SEU POVO.

    Curtir

  • Francimar  On 28 de fevereiro de 2014 at 22:17

    Esta declaração é verídica, porque Deus vê alguma bondade de coração em todo aquele que sinceramente pesquisa a sua Palavra. Em resultado disso, abre-lhe a mente para entender. Jesus disse: “Ninguém pode vir a mim, a menos que o Pai, que me enviou, o atraia.” (João 6:44) Não poderá entender os propósitos de Deus sem a ajuda do espírito de Deus, sua invisível força ativa, que pode influenciar e dirigir sua mente.
    O apóstolo Paulo escreveu: “Ninguém veio a saber as coisas de Deus, exceto o espírito de Deus. [Quer dizer, o espírito de Deus é essencial para nos transmitir os pensamentos e os propósitos de Deus.] Ora, não recebemos o espírito do mundo, mas o espírito que é de Deus, para que soubéssemos as coisas que nos foram dadas bondosamente por Deus.” (1 Coríntios 2:11, 12; veja Atos 16:14.) Sem está ajuda, a confusão deste mundo, sua falta de fé e seu espírito, o que está em oposição a Deus, venceriam você, leitor, porque “a fé não é propriedade de todos”. — 1 Coríntios 2:14; 2 Tessalonicenses 3:2.
    Podemos ilustrar como uma panela de pressão sera se a gente pega a tampa deixa ela parada e pega a panela pesada pra ajustar na tampa? Não né porque a panela é o ponto de maior peso, então é a tampa que vem no encaixe da panela e fica fechado.Então nesse ponto a panela é a orientação do espirito santo, a panela fica fixar e o espirito santo é fixo é constante ele não muda, nos somos a tampa não adianta pedir para o espirito santo se ajustar a nos.Somos nos como a tampa que precisa procurar o encaixe direito para que possamos falar agora eu estou encaixado no espirito santo e não o espirito santo está encaixado em mim.Eu faço o que Jeová quer e não Jeová faz o que eu quero. Nesse processo a força externa do espirito santo mistura a orientação da bíblia com a nossa inclinação pessoal intima e faz com que a gente conheça a verdade sobre Jeová e seu espirito santo, coisa que a cristandade não tem o espirito de Jeová.

    Curtir

  • I am Jw  On 28 de fevereiro de 2014 at 23:18

    Irmão, estou acompanhando atentamente os últimos acontecimentos na Ucrânia. Parece que a Rússia tomou o controle dos aeroportos da região da Criméia e enviou um grande contingente de soldados pra lá. Os EUA estão ameaçando alguma reação, juntamente com a OTAN. O fim está às portas, meus irmãos!

    Curtir

  • Queruvim  On 1 de março de 2014 at 12:28

    Meu amigo, o que está acontecendo lá na Russia ao meu ver é algo que não oferece tanto perigo quanto a ameaça de uma guerra contra o Iran. Para se ter uma idéia, a dois dias o Secretário de Estado Americano disse que “Não iremos para a guerra contra o Iran antes de termos esgotado todas as chances de resolver o impasse de uma forma diplomática”. Israel está ameaçando destruir as Usinas nucleares do Iran. Isto ao meu ver é até compreensível. Dá para entender o porque. O Iran financia o hezbollah e o Hamas. O hezbollah está ajudando Bashar Al Assad a massacrar milhares de pessoas na Síria. O Iran está sempre enviando armas e mísseis para o Hamas que tem lançado mísseis todas as semanas e as vezes todos os dias contra Israel (no sul do país). O Iran tem repetidas vezes ameaçado “eliminar os sionistas” ou “limpar Israel do mapa”. Mas a frase específica que sempre repetem é “Morte a Israel”. Embora afirmem que sua busca de energia nuclear tenha fins pacíficos, as promessas de eliminar Israel e sua teimosia em não permitir a mais de décadas a inspeção da IAEE nas usinas nucleares, especialmente a de Parshim, ao meu ver indicam claramente a intenção de fabricar a bomba nuclear. Até porque o Iran não precisa de energia nuclear em vista da quantidade infindável de petróleo que produzem. A história está muito mal contada. Ao meu ver os governantes do Iran são criminosos amaldiçoados. Isso porque tenho visto atrocidades todos os dias cometidas por eles. Um exemplo é que recentemente eles sequestraram um americano e só se ofereceram para liberta-lo caso fossem afrouxadas sanções contra eles. O mesmo fizeram com um cidadão francês a algum tempo. E eles inventam acusações mentirosas contra estas pessoas. Quando questionados sobre o Holocausto eles negam, sabe por que? Eles estavam do lado de Hitler na segunda guerra! Eu acredito que uma das coisas que influenciou o Nazismo foi o Islam proveniente da boca dos líderes Islâmicos que se reuniam com frequência com o Furer Nazista.

    OBSERVE UM LÍDER OU MUFTI do Islam em seu conluio com Hitler.

    Islam

    Observem o envolvimento DO ISLAM com o Nazismo, como é fartamente documentado. UMA IMAGEM FALA MAIS QUE MIL PALAVRAS E DENUNCIA OS MUÇULMANOS, infelizmente.

    MAIS IMAGENS AQUI

    Curtir

  • Saga  On 1 de março de 2014 at 13:15

    Protestantismo na Alemanha durante a Segunda Guerra:
    http://juliosevero.blogspot.com.br/2014/03/luteranos-reconhecem-culpa-com-relacao.html

    O historiador Stephan Linck investigou a relação da Igreja Evangélica com o seu passado nazista e com o judaísmo.

    Linck diz que no início do regime, o apoio protestante a Hitler era enorme, a propaganda que os nazistas fizeram de um tal de “cristianismo positivo”, voltado negativamente apenas contra os judeus, encontrou o favor dos luteranos.

    Também relaciona que as profundas raízes do antissemitismo da Igreja Evangélica estavam afundadas no nacionalismo alemão, além da influência dos escritos do próprio Lutero, sim, muitos protestantes se referiam aos escritos de Lutero contra, no fundo, Lutero já havia começado a incitação de se perseguir os judeus e incendiar suas sinagogas.

    Ele considera amarga a constatação de como as pesquisas sobre história eclesiástica em âmbito universitário se ocuparam muito pouco das responsabilidades da Igreja Evangélica durante o nazismo.

    Curtir

  • Queruvim  On 2 de março de 2014 at 1:18

    A coisa ta ficando muito tensa na Ucrânia. Já existe 15.000 do exército Russo em território alheio, a saber, da Ucrânia. Interessante em tudo isso é que os Estados Unidos e Inglaterra assinaram um acordo (Acordo ou Tratado Budapeste) no qual se comprometeram em PROTEGER A UCRÂNIA!

    Curtir

  • SempreSimples  On 2 de março de 2014 at 12:25

    Esses opositores ignoram as evidências de que as Testemunhas de Jeová são o povo que mais se interessa pelo próximo, vai de casa em casa ensinar verdades Bíblicas, assim, elas aprendem boa conduta moral, não se misturam na politica, nem em guerras, nem se misturam com o paganismo entre vários outros males da sociedade.

    Eles preferem pegar erros de 100 anos atrás, para espalhar discórdia. Aos pastores que ficam distribuindo enganos na internet sobre as TJ, com medo de perder seus fiéis(clientes), se esquecem do que Jeová disse em Jeremias 23.

    Curtir

  • oTESTEMUNHAdeJAH  On 3 de março de 2014 at 18:40

    A religião verdadeira deve imitar a Cristo correto?
    Então para saber qual é a verdadeira religião basta você perguntar a alguém:

    1- Que homem no passado, pregava as multidões e de cidade em cidade sobre o Reino de Deus?

    2- Se nos dias atuais você visse alguém falando sobre o REINO DE DEUS com outra pessoa, a que religião você entenderia que essa pessoa pertence?

    A resposta a Primeira pergunta certamente será: JESUS.
    A resposta a Segunda pergunta resolverá a questão!

    Curtir

  • Ex do Reino  On 6 de março de 2014 at 13:14

    Só resta saber se o que estão pregando está em sintonia com o que vivem!!!

    Curtir

  • Queruvim  On 7 de março de 2014 at 14:12

    Obrigada pela observação que me dá a oportunidade de responder citando fontes que não são “religiosos” ( o que seria altamente suspeitos!E desculpe por eu ter deletado as fontes que citou, visto que são de pessoas que odeiam as Testemunhas de Jeová…posso te apresentar fontes mais “imparciais” mais “justas” e mais “sóbrias” e não a de obcecados ANTI TJ como as fontes que são citadas regularmente por opositores das TJ :))
    O que dizem fontes seculares neutras a respeito das Testemunhas de Jeová?

    O livro History of Christianity, de Paul Johnson, diz:

    “Dentre 17.000 pastores evangélicos, nunca houve mais de cinqüenta que cumprissem longos termos de prisão [por não apoiarem o regime nazista] em qualquer época.” Contrastando tais pastores com as Testemunhas de Jeová, Johnson escreveu: “Os mais valentes eram as Testemunhas de Jeová, que proclamavam a sua inequívoca oposição doutrinal desde o início e sofreram em conseqüência disso. Recusaram qualquer cooperação com o Estado nazista.”

    Itália

    “Trinta mil pessoas em silêncio no Estádio Olímpico. . . Nada de lixo no chão, barulho e gritaria. Foi isso o que se viu ontem no Estádio Olímpico . . . Nenhum gesto indecente, nenhum cigarro, nenhuma latinha [de bebida]. Apenas Bíblias abertas, pessoas fazendo anotações e crianças sentadas em silêncio.” — L’Unità, descrevendo um congresso das Testemunhas de Jeová em Roma.

    Brasil

    Um jornal comentou: “Realmente é impressionante a organização das Testemunhas de Jeová. Os locais onde se reúnem estão sempre limpos. Tudo é muito bem organizado . . . Quando seus eventos terminam, os locais que ocupam ficam mais limpos do que [quando os] encontraram. Durante as palestras o silêncio é de arrepiar. Ninguém fica se esbarrando ou empurrando. A educação prevalece. . . . É, realmente, uma religião ordeira. Sabem o que [é] adoração a Deus.” — Comércio da Franca.

    França

    “As Testemunhas de Jeová são cidadãos que respeitam as leis da República. . . . Não representam nenhuma ameaça à ordem pública. Elas trabalham, pagam os impostos, participam no desenvolvimento econômico do nosso país e fazem doações a instituições de caridade. Dá gosto ver pessoas de todas as raças e origens reunidas em paz. . . . Se todo mundo fosse Testemunha de Jeová, nós, policiais, perderíamos o emprego.” — Porta-voz de um sindicato da polícia francesa.

    Assim, quando são elogiadas por sua conduta, as Testemunhas de Jeová dão a Deus todo o crédito. Jesus disse: “Deixai brilhar a vossa luz perante os homens, para que vejam as vossas obras excelentes e deem glória ao vosso Pai, que está nos céus.” — Mateus 5:16.

    Curtir

  • DOM CASMURRO  On 8 de março de 2014 at 0:05

    Cristo pregava uma mensagem de paz e amor. Noto, porém, que o autor desses artigos ventila um ódio mortal contra aqueles que discordam de seu modo de pensar. Queruvim, ataque as ideias e não a reputação de seus críticos. Isso é típico de quem não tem argumentos convincentes, desvia a atenção da crítica levantada e tenta lançar descrédito sobre quem levantou a crítica. Nem todos os que saíram da organização se tornaram estes indivíduos maléficos que você demoniza, da mesma forma que nem todos os que lá permanecem são os santos do bem que você diviniza. Deus é quem é o juiz, não você!

    Curtir

  • Queruvim  On 8 de março de 2014 at 0:58

    O que o Sr afirma é errado. Eu tenho um ódio mortal contra ensinos de OPOSITORES e não dos críticos. Tenho um ódio mortal da mentira religiosa propagada por pastores e outros, principalmente os que decaíram da verdadeira adoração e vivem atacando os verdadeiros cristãos com meias verdades, calúnia e difamação. Há inúmeros comments aprovados aqui nesta página de pessoas que são críticas das TJ ou que delas discordam. Contudo, comentários de OPOSITORES ou pessoas cuja agenda é a de ridicularizar as TJ e perseguí-las de modo obcecado é que não são bem vindos aqui. Não há ataques a pessoas de minha parte, mas sim a idéias. Mas como afirmei acima, quando a agenda da pessoa é a de ferir a própria legislação brasileira, por criarem páginas com o objetivo solo de difamar ou ridicularizar as TJ, é óbvio que eu as denuncio. Nem todos que saíram da organização se tornaram indivíduos maléficos. Isto é correto. E em parte alguma eu afirmei isso. Tu inventas isso por que? Por que mente a meu respeito? O fato de repetidas vezes eu destacar que comentários daqueles cuja agenda é a de “se opor” ou mesmo os “apóstatas” não são bem vindos já indica uma consideração seletiva, mas não tão evidente assim para alguns iguais a ti. Sugiro que leia o que postei aqui no terceiro parágrafo. Em momento algum generalizei, mas fiz uma distinção clara entre “críticos” e “opositores” que não são tudo a mesma coisa, como achas que penso. Seus comentários a meu respeito estão equivocados. Se por acaso encontrar um comentário que postei que tenha ofendido alguém, me notifique para que eu o delete. Ademais, entendo que sua visão sobre misericórdia ao meu ver parece fora de sintonia com as escrituras. Jesus foi o responsável pela morte de 185.000 homens em apenas uma noite no acampamento dos Assírios. Foi também o responsável pelo julgamento que resultou na morte de mais de 1 milhão de pessoas em Jerusalém no ano 70, sim, aqueles que o mataram receberam a recompensa por seus graves pecados contra ele. Isso sem falar no Dilúvio e Sodoma e Gommorra.

    Curtir

  • Jeosadá  On 8 de março de 2014 at 14:21

    A Clássica falácia da generalização apressada…
    ‘Nem tudo o que a TV diz é verdade… Logo tudo que ela disser está errado ou duvidoso.’

    “Nem todos que permanecem lá são santos do bem…”

    (Logo ninguem é santo do Bem? Um ato individual condena o todo? Cadê as provas? Quem são os ‘malvados’?)

    “Nem todos que sairam de lá são individuos maleficos…”

    Nem todo desassociado é um Apostata (opositor).
    Porém isso não ameniza o que diz 2 João 10 e Romanos 16:17…

    Não basta ser “bom” para agradar a Deus.
    Marcos 10:17-25.

    Se tais ex-TJ decidiram desertar, então sigam eles o seu caminho.
    Mas o que vc acha de gente que fica toda hora mentindo e usando de expressões bombasticas e de linguagem ultrajante?
    Acha que mesmo que tal tipo de gente é uma boa pessoa?
    Jesus disse que ‘é da abundancia do coração que a boca fala’. – Lucas 6:45
    O que vc acha que tem no coração de quem profere falsidades e meias verdades?

    É como você disse, o Juiz é Deus, não esses opositores…

    E sinceramente, se nós odiassemos desassociados (como vc sugere) eles jamais poderiam receber a visita de anciãos, receber publicações e entrar em salões do reino… A desassociação é um ato amoroso. Hebreus 12:11

    Leia 2 Pedro 2:18,19:
    “Porque proferem EXPRESSÕES BOMBASTICAS de nenhum proveito, e, pelos desejos da carne e pelos hábitos desenfreados, ENGODAM OS QUE ACABAM DE ESCAPAR DOS QUE SE COMPORTAM COM ERRO. Embora lhes PROMETAM LIBERDADE, ELES MESMOS EXISTEM COMO ESCRAVOS DA CORRUPÇÃO. Pois todo aquele que é vencido por outro é escravizado por este.”

    Curtir

  • Saga  On 8 de março de 2014 at 17:05

    “DOM CASMURRO On 8 de março de 2014 at 0:05
    [1] Cristo pregava uma mensagem de paz e amor”

    Não era tão amoroso assim em suas palavras contra os fariseus e escribas hipócritas, víboras, filhos da Geena, filhos do Diabo,nem será com os cabritos preparados para o fogo eterno e os exércitos da Fera né…

    [2] “Noto, porém, que o autor desses artigos ventila um ódio mortal contra aqueles que discordam de seu modo de pensar”

    [3] “ataque as ideias e não a reputação de seus críticos. Isso é típico de quem não tem argumentos convincentes”

    [4] “Nem todos os que saíram da organização se tornaram estes indivíduos maléficos que você demoniza”

    Hahahahaha, foi engraçado.

    Curtir

  • Valéria Melo Caldas Aguiar  On 10 de março de 2014 at 0:47

    PERFEITO ESTOU CONVENCIDA DE QUE ESTOU NO CAMINHO CERTO.
    MAS PERSISTIR,BUSQUEI,BATI A PORTA,CLAMEI E FUI OUVIDA.

    Curtir

  • Marcelo  On 10 de março de 2014 at 12:56

    Sorteio de fuzil em igreja. Leia aqui.

    Curtir

  • Queruvim  On 11 de março de 2014 at 0:30

    Foi na Igreja Batista. E depois são as Testemunhas de Jeová que são “seita”! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Para mim esta é uma das provas de que estas igrejas estão todas desorganizadas fazendo o que bem entendem.(Rejeitando 1 Cor. 14:33,40) Quando criticam as TJ eles acabam dando testemunho de que estas são unidas doutrinalmente e dá um baile neles no quesito apresentad por Paulo em sua primeira carta aos coríntios. (Sobre unidade na fé e o alerta para se evitar divisões sectárias). Nos Estados Unidos há Igreja Batista para todo gosto. Até gays podem escolher qual Batista seguir. Aqui no Brasil a coisa corre para o mesmo rumo.

    Curtir

  • SempreSimples  On 11 de março de 2014 at 8:43

    Essa foi a gota d’água..kkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  • Queruvim  On 11 de março de 2014 at 11:34

    Será que alguma igreja Batista no Brasil está fazendo este tipo de sorteio também? Olhem só:

    Igreja nos EUA causa polêmica ao anunciar sorteio de fuzil entre fiéis
    Great Baptist Church realizará sorteio em 23 de março.
    Arma seria ‘bênção a atacados pela imprensa, políticos e anticristãos’.

    Igreja batista de Nova York causou polêmica ao anunciar sorteio de fuzil AR-15 entre os fiéis (Foto: Reprodução/Great Baptist Church – Troy, New York)
    Igreja batista de Nova York causou polêmica ao
    anunciar sorteio de fuzil AR-15 entre os fiéis
    (Foto: Reprodução/Great Baptist Church,Troy,
    New York)
    Uma igreja batista da cidade de Troy, no estado de Nova York, voltou a acender o debate sobre as armas nos Estados Unidos graças a seu plano de sortear um fuzil entre os fiéis.
    A entrega da arma – um AR-15 – vai acontecer no dia 23 de março entre os presentes no culto de domingo, anuncia a igreja em seu site oficial.
    “O único objetivo é ser uma ajuda, uma bênção e um apoio a todos os proprietários de armas e caçadores que foram atacados com fúria pela imprensa e por políticos socialistas e anticristãos”, alega o pastor John Koletas em carta publicada na página.
    A iniciativa rapidamente passou da imprensa local para veículos nacionais e foi duramente criticada por representantes de outras igrejas da região.
    Koletas, em uma segunda mensagem publicada no site da igreja, acusa os críticos de serem uma “fraude” pede que leiam a Bíblia e a história da revolução americana para ver como homens armados defenderam a liberdade.
    O polêmico sorteio conta com o apoio do deputado republicano Steve McLaughlin, que deve falar durante o serviço do próximo dia 23.
    “É uma arma segura, legal, a que está sendo sorteada. Não vejo controvérsia e não me parece surpreendente em absoluto que se rife um fuzil em uma igreja”, disse McLaughlin em declarações ao jornal local “Times Union”.

    O fuzil em questão custa aproximadamente US$ 700 (cerca de R$ 1.600) e está adaptado para cumprir a legislação de Nova York, já que os AR-15 comuns são proibidos no Estado.
    Uma arma desse tipo foi utilizada em 2012 no massacre da escola Sandy Hook de Newtown, Connecticut (EUA), quando foram mortas 20 crianças de entre 6 e 7 anos de idade e de seis adultos.
    Para ficar com o fuzil, o ganhador do sorteio deverá ter pelo menos 18 anos, cumprir com todas as normas de posse de armas e passar por uma verificação de antecedentes criminais.
    FONTE http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/igreja-nos-eua-causa-polemica-ao-anunciar-sorteio-de-fuzil-entre-fieis.html

    Curtir

  • NEUZA MADEIRA  On 12 de março de 2014 at 23:12

    depois são as testemunhas de JEOVÁ chamada de seita

    Curtir

  • Joseph Antunes  On 13 de março de 2014 at 10:28

    Excelente!

    Curtir

  • A SERVIÇO DO REINO  On 20 de março de 2014 at 15:41

    pergunta off topic…. um irmão que me fez, possivelmente um apóstata, pelo teor da pergunta…

    Na A Sentinela de Maio de 2014, no artigo “Quem pode prever o futuro?”, no subtítulo SEU FUTURO diz:
    
    “Você pode perguntar a uma Testemunha de Jeová o que a Bíblia diz sobre o futuro. As Testemunhas de Jeová não são videntes, não afirmam receber informações de espíritos nem têm poderes sobrenaturais. Elas estudam a Bíblia e podem lhe mostrar o futuro maravilhoso que Deus reserva para você e sua família.”
    
    no cd room, debaixo do tópico CANAL DE COMUNICAÇÃO, dois artigos falando que possivelmente os ungidos ressuscitados na atualidade façam parte do canal de comunicação de Jeová….
    
    segue abaixo os dois textos do cd room….
    
    1- w07 01/01 páginas 27 e 28, parágrafos 9-11 ( artigo de estudo: a primeira ressurreição já está em andamento )
    
    09 Quando ocorre a primeira ressurreição? Há fortes indícios de que ela já está em andamento. Por exemplo, faça uma comparação entre dois capítulos do livro de Revelação. Primeiro, dê uma olhada no capítulo 12. Lemos ali que o recém-entronizado Jesus Cristo, com seus santos anjos, travaria guerra com Satanás e seus demônios. (Revelação 12:7-9) Conforme esta revista já mostrou muitas vezes, essa batalha começou em 1914. Note, porém, que não se menciona nenhum dos seguidores ungidos de Cristo participando com ele naquela guerra celestial. Agora veja o capítulo 17. Ali lemos que, depois da destruição de “Babilônia, a Grande”, o Cordeiro vencerá as nações. Daí acrescenta: “Também o farão com ele os chamados, e escolhidos, e fiéis.” (Revelação 17:5, 14) Se “os chamados, e escolhidos, e fiéis” estarão com Jesus para a derrota final do mundo de Satanás, é porque já terão sido ressuscitados. É então razoável concluir que os ungidos que morrem antes do Armagedom são ressuscitados entre 1914 e o Armagedom.
    
    10 Podemos dizer com mais exatidão quando começa a primeira ressurreição? Encontramos um indício interessante em Revelação 7:9-15, onde o apóstolo João descreve a visão que teve de “uma grande multidão, que nenhum homem podia contar”. A identidade dessa grande multidão é revelada a João por um dos 24 anciãos, e estes representam os 144.000 co-herdeiros de Cristo após receberem sua glória celestial. (Lucas 22:28-30; Revelação 4:4) O próprio João tinha esperança celestial; mas visto que ainda era homem na Terra quando o ancião falou com ele, nessa visão João deve representar os ungidos na Terra que ainda não receberam sua recompensa celestial.
    
    11 Então, o que podemos concluir do fato de que um dos 24 anciãos revelou a João quem são os da grande multidão? Parece que os do grupo dos 24 anciãos que já foram ressuscitados estão envolvidos em transmitir verdades divinas hoje. Por que isso é significativo? Porque em 1935, a identidade correta da grande multidão foi revelada aos servos ungidos de Deus que estavam na Terra. Se um dos 24 anciãos foi usado para transmitir essa verdade importante, ele teria de ter sido ressuscitado para a vida no céu no mais tardar por volta de 1935. Isso indicaria que a primeira ressurreição começou em algum tempo entre 1914 e 1935. Podemos ser ainda mais exatos?
    
    2 – Livro Revelação capítulo 20, página 125, parágrafo 17
    
    Desde o tempo do apóstolo João, e até o dia do Senhor, cristãos ungidos ficaram curiosos quanto à identidade da grande multidão. Portanto, é apropriado que um dos 24 anciãos, representando os ungidos já no céu, estimule o raciocínio de João por fazer uma pergunta pertinente: “E, em resposta, um dos anciãos me disse: ‘Quem são estes que trajam compridas vestes brancas e donde vieram?’ Eu lhe disse assim imediatamente: ‘Meu senhor, és tu quem sabes.’” (Revelação 7:13, 14a) Sim, este ancião podia achar a resposta e dá-la a João. Isto sugere que os ressuscitados do grupo dos 24 anciãos talvez estejam envolvidos em transmitir verdades divinas hoje em dia. Os da classe de João, na Terra, da sua parte, ficaram sabendo da identidade da grande multidão por observarem de perto o que Jeová realizava no meio dela. Chegaram a reconhecer prontamente os brilhantes lampejos de luz divina, que adornaram com cores brilhantes o firmamento teocrático em 1935, no tempo devido de Jeová.
    

    realmente, não somos espíritas, não recebemos revelações como se afirmam as igrejas evangélicas, o escravo fiel e discreto apenas é guiado pelo espírito santo de Jeová, não inspirado, mas como explicar esses dois artigos acima citados que mostram que os ungidos estão envolvidos em transmitir mensagens divinas?

    Curtir

  • Queruvim  On 20 de março de 2014 at 21:16

    Os artigos são especulativos e dizem “parece” e “talvez” antes de fazer as afirmações que faz. E ainda que isto esteja certo, não vejo nada de “espiritismo” até porque quando Moisés ouvia a voz acima da tampa falando com ele e declarando justamente o que ele escreveu nos livros de Levítico, Números e Deuteronômio, não era uma prática espírita.

    Curtir

  • A SERVIÇO DO REINO  On 20 de março de 2014 at 22:07

    acho que me expressei mal na pergunta…., não tem nada a ver com espiritismo…..a dúvida era se isso seria considerado evidências de inspiração ou não……..até porque o próprio corpo governante admite que não tem revelações especiais, mas antes busca a orientação de Jeová por meio da pesquisa bíblica…agora se se presume que os ungidos lá no céu podem transmitir mensagens divinas, como seria essa transmissão? poderia se dizer que o corpo é inspirado assim como no passado? essa era a dúvida desse “irmão” e minha agora tb….

    Curtir

  • Marcelo  On 21 de março de 2014 at 13:10

    1 cor 13:8 – quer haja dons de profetizar, serão eliminados.

    Se o CG fosse inspirado, professariam isto do mesmo modo que professam abertamente ser ungidos. Pelo que lembro de ter lido, estes cristãos ungidos procuram decidir as coisas por pedir orientação em orações, estudo da palavra de Jevoá. Procuram assim ser barro macio, se moldando aos princípios da plavra inspirada por Jeová, e desta maneira sendo inspirados, ou modelados, pelo espirito santo.

    Agora, quanto aos ungidos no céu serem usados para transmitir conhecimento, isto pode ser possível, visto que Jeová usa anjos em para cumprirem os seus propósitos.

    Curtir

  • Paulo Roberto  On 2 de junho de 2014 at 10:59

    Breve analise de um dos muitos casos no meio evangélico só para contribuir com o tema:

    Mateus: 7:19,20:19 Toda árvore que não produz fruto excelente é cortada e lançada no fogo.Realmente, pois, pelos seus frutos reconhecereis estes [homens].

    Palavras de Jesus Cristo sobre como identificar seus verdadeiros seguidores.

    Agora vejam que frutos um dos rebentos do meio ‘evangélico’ produziu a alguns anos:

    O site fuxico gospel trouxe a reportagem de dois pastores evangélicos(sim um casal).
    Seu casamento ocorreu em 20/11/2009 e sua igreja foi fundada em 2006.

    O pastor em questão (sim o mesmo é devidamente reconhecido pelo conselho federal de teólogos do Brasil) e seu companheiro se cansaram de esperar a aceitação de suas denominações e vejam o fruto resultante desta ‘impaciência’:

    http://www.ofuxicogospel.com/2013/03/pastor-de-igreja-gay-diz-que-toma-jesus.html#ixzz33UEnQJN3

    Evangélico e homossexual, Marcos Gladstone cansou de esperar pela acolhida da igreja que frequentava e decidiu fundar a própria instituição religiosa. Em 2006, junto com o atual companheiro, o pastor Fabio Inácio , criou a Igreja Cristã Contemporânea, que hoje conta com nove sedes (no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo) e mais de 1.800 membros, sendo 90% deles gays.

    Segundo Gladstone, que também é pastor, os cultos recebem abertamente os casais do mesmo sexo, além de realizar 2009 – e batizados. “Defendemos uma teologia inclusiva, de acolhimento ao homoafetivo. Tomamos como exemplo Jesus, que sempre cuidou das minorias, acolhendo os que a sociedade excluía”, diz.

    Na visão do pastor Gladstone, a bíblia não condena a homossexualidade, mas, sim, os rituais pagãos.
    Ele defende que algumas traduções do livro sagrado dos cristãos foram feitas de forma “maliciosa” e cita como exemplo o texto de 1 Coríntios, capítulo 6, versículo 9. “Versões preconceituosas traduziram o trecho como ‘Efeminados e sodomitas não herdarão o Reino dos Céus’, porém, o escrito original do grego diz ‘Depravados e pessoas de costumes infames não herdarão o Reino dos Céus’”.

    O que me chamou a atenção foi o fato do “pastor” ter cansado de esperar a acolhida da igreja, é bem razoável crer que se ele esperasse mais um pouquinho teria a acolhida de sua denominação pois é para este fim que caminha a maioria da conjuntura evangélica, aceitar o que é biblicamente incorreto.

    Uma vez que sou limitado quanto a definição do grego para esta palavra, trago a definição da palavra depravado no dicionario Priberam da Língua Portuguesa, dentro do contexto utilizado pelo ‘pastor’ gay.

    Depravado:de·pra·va·do
    adjetivo e substantivo masculino
    1. Corrupto, estragado.
    2. Licencioso; pervertido.

    Será que se enquadra enquadra nesta definição uma pessoa que troca o uso natural de seus órgãos para obter satisfação sexual?

    É fato que nem todos os evangélicos aceitam esta postura, no entanto o que chama a atenção é essa característica de que se eu não concordo com um ensino,doutrina ou principio… dane-se, basta eu fundar minha própria igreja e tá tudo certo o Senhor Jesus vai me aceitar, independente dos frutos que eu produza”

    Sim existe uma religião verdadeira, está lá esta escrito em Mateus: 7:19,20:19:

    Toda árvore que não produz fruto excelente é cortada e lançada no fogo.Realmente, pois, pelos seus frutos reconhecereis estes [homens].

    Curtir