Ruinas, desolação, um baldio desolado


Alguns argumentam que quando Daniel disse  devastações de Jerusalém, “ele realmente não quis dizer isso, e que  na verdade  quis dizer algo diferente”.

 
 
A Bíblia diz que Jerusalém ficaria em ruínas por setenta anos. 

 
A palavra vertida na Tradução do Novo Mundo é um plural – devastações. Assim, alguns tentam argumentar que mais de uma devastação estava envolvida, uma série de “devastações” de diferentes tipos, com duração de 70 anos no total. Dessa forma, eles podem forçar a possibilidade de que Jerusalém poderia ter permanecido habitada por 20 anos (com um rei, sacerdócio, e um templo em funcionamento) e ainda estar passando por algum tipo de “devastação” nominal porque a terra em torno dela estaria supostamente devastada (muito embora, em vista do que vimos no artigo anterior, percebemos que não era assim).

A Bíblia diz que a zona rural circundante de Judá, não foi devastada na época. A idéia de que existem vários tipos de devastações não é encontrada em nenhuma das profecias de Jeremias, nem de qualquer outro profeta.

Podemos dizer ainda mais sobre isso, estão interpretando além do que o texto diz em uma simples palavra, devastações.

חָרְבוֹת

                                                      Devastações, ruínas
A palavra usada nos escritos hebraicos originais para devastações é chorbâh (por vezes escrito como horvot [plural]). Literalmente significa simplesmente “ruínas”, ou “estar em ruínas”. Se uma casa tem sido severamente danificada e abandonada, você poderia dizer que é chorbâh, ou que está “em ruínas” ou “devastada”. Por exemplo, observe alguns textos onde a palavra chorbâh é usada:
Isaías 52:9: “Jerusalém, surge das ruínas [chorbâh]! Junte-se a cantar. O Senhor deu conforto ao seu povo, ele vem em seu socorro “.

Isaías 58:12: “Reconstruirás as casas deixadas em ruínas [chorbâh] durante anos, serás conhecida como construtora  e reparadora de muros e ruas.”

Isaías 61:4: “Então, construirão as cidades que estão em ruínas [chorbâh] por muitas gerações.”

Jó 3:14:  “Com os reis e com os conselheiros da terra, que reconstruíram as ruínas [chorbâh] para si mesmos”.

Jeremias 27:17: “Não dai ouvidos a eles, servi ao rei de Babilônia, e vivei! Por que deveria se tornar em ruínas [chorbâh]  esta cidade ? ”

Jeremias 44:6: “Minha fúria  e minha ira foram derramadas e queimadas nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém, de modo que elas se tornaram uma ruína e uma desolação [chorbâh] como se vê neste dia.”

Malaquias 1:4: “. Os descendentes de Esaú podem dizer:” Embora nossa nação Edom está em ruínas  [chorbâh], vamos reconstruir ”

Esdras 9:9: “… levantai a casa do nosso Deus, para restaurar as suas ruínas [chorbâh], e para nos dar um abrigo em Judá e Jerusalém.”

Levítico 26:31: “Reduzirei as vossas cidades a ruínas  [chorbâh]…”

Como vimos acima, destacamos um punhado dos usos da palavra hebraica chorbâh nas escrituras, e todos os usos se referem a mesma coisa, a edifícios destruídos, e em ruínas. Esta não é a mera opinião de um lingüista ou perito, mas a forma clara em que a Bíblia consistentemente usa esta palavra em vários contextos. Ela nos mostra que o significado de chorbâh é mais do que algum tipo de conceito vago de devastação ou humilhação, pois não é nunca usada neste sentido em qualquer uma de suas  quarenta e duas ocorrências nas escrituras. Nem sequer uma vez. Em cada lugar onde é empregada, significa ruína total, abandono e desolação completa. Para mais informações sobre a palavra, consulte a concordância Bíblia usando o número de Strong 02721.

Chorbâh em Daniel 9:2

Por isso, vamos ver como várias traduções verteram chorbâh em Daniel 9:2:

The Bible in Basic English: “o  baldio desolado de Jerusalém sera completo, isto é, setenta anos.”

Young’s Literal Translation: “concernente ao cumprimento das  desolações  de Jerusalém – setenta anos”

God’s Word translation: “O  Senhor disse ao profeta Jeremias que Jerusalém  permaneceria em ruinas por setenta anos.”

The Good News Translation: “os setenta anos que Jerusalém estaria  em ruinas

New Century Version: “Jerusalem seria ruinas vazias por setenta anos.”

Contemporary English Version: “Jerusalem ficará em ruinas por setenta anos.”

É fácil ver o que Daniel estava tentando dizer. De acordo com o que tinha lido em Jeremias, Jerusalém estaria desolada, em ruínas, um baldio, abandonada, por 70 anos completos. É realmente muito simples. Para descobrir por que a TNM usa a palavra devastações em vez de ruínas, consulte o Apendice C

A palavra shamem

Curiosamente, há uma palavra que a Tradução do Novo Mundo verte da mesma forma como “jazer desolada“, é shamem (ou, shama). Em 2 Crônicas 36:20-21 lemos que o rei Nabucodonosor…

levou cativos a Babilônia os que foram deixados pela espada, e eles vieram a ser servos dele e dos seus filhos até o começo do reinado da realeza da Pérsia; 21 para se cumprir a palavra de Jeová pela boca de Jeremias, até que a terra tivesse saldado os seus sábados. Todos os dias em que jazia desolada, [shamem]  guardava o sábado, para cumprir setenta anos.

 

Segundo o Theological Word Book of the Old Testament, a palavra shamem significa “ficar desolado, sem vegetação, se tornar ermo”.

Consultemos outras traduções novamente:

God´s Word Translation: “Quando estava em ruínas, a terra tinha seus 70 anos de descanso.”
Contemporary English translation: “Judá era um deserto vazio, e ficou assim durante setenta anos, para compensar todos os anos em que não era permitido descansar.”
New Life Version: “Para os anos setenta que a terra não estava sendo usada, o dia de descanso foi mantido.”
New International Reader’s Version: “Ela descansou. Que a terra deserta, não foi cultivada por um período completo de 70 anos.

 ”
New International Version (UK): “A terra teve seu sábados de descanso;
todo o tempo da sua desolação repousou, até que os setenta anos foram concluídos.”

Não há dúvida razoável sobre os versos que temos considerado até agora. Eles não poderiam ser mais simples e claros no que dizem. Toda a terra, especificamente incluindo a capital Jerusalém, seria uma ruína, uma terra deserta, um deserto vazio, descansando, não  sendo usado, desolada, um baldio desolado, um ermo.

Uma terra não habitada


E há provas adicionais, vamos voltar com a profecia de Jeremias sobre esta devastação de anos 70. Lá, ele disse: “
Um baldio desolado é o que se tornará a terra inteira, e não executarei eu uma exterminação cabal? Cada cidade está abandonada e não há homem morando nelas.” “(Jeremias 4:27, 29b)

” Sede corrigida, ó Jerusalém, que minha alma não se desvie nojo de você;. que eu não posso definir-la como um baldio desolado, uma terra não habitada. “E eu vou fazer de Jerusalém montões de pedras, guarida de chacais; e das cidades de Judá farei um baldio desolado, sem habitante. (Jeremias 9:11)

Assim, podemos ver que a terra, incluindo a”Jerusalém “, e “cada a cidade, deve ser deixada sem habitantes. Outra parte da Bíblia, 2 Crônicas, resume o período total de 70 anos. Lá diz:

“Ele [Nabucodonosor] passou a queimar a casa do [verdadeiro] Deus e a demolir a muralha de Jerusalém; e queimou com fogo todas as suas torres de habitação e também todos os seus objetos desejáveis, para causar a ruína.

“Além disso, ele levou cativos a Babilônia os que foram deixados pela espada, e eles vieram a ser servos dele e dos seus filhos até o começo do reinado da realeza da Pérsia; 21 para se cumprir a palavra de Jeová pela boca de Jeremias, até que a terra tivesse saldado os seus sábados. Todos os dias em que jazia desolada, guardava o sábado, para cumprir setenta anos.

E no primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia, para que se consumasse a palavra de Jeová pela boca de Jeremias, Jeová despertou o espírito de Ciro, rei da Pérsia, de modo que fez passar uma proclamação através de todo o seu reino, e também por escrito, dizendo: 23 “Assim disse Ciro, rei da Pérsia: ‘Jeová, o Deus dos céus, deu-me todos os reinos da terra, e ele mesmo me comissionou para lhe construir uma casa em Jerusalém, que está em Judá. Quem dentre vós for de todo o seu povo, esteja com ele Jeová, seu Deus. Portanto, que suba”– 2 Chronicles 36:20-23

Painting
Jerusalem permaneceu chorbâh por setenta anos.

Os versículos acima fluem de modo lógico e descomplicado. Fala-nos do início e  final dos 70 anos. Primeiro, mostra a cidade sendo destruída, e os ultimos exilios a serem tomados. Então, quando a “terra jaz desolada“(agora está estando realmente desolada após Jerusalém ser destruída),  cumpriu-se  seus 70 anos de sábado de descanso . Os 70 anos terminam depois que os judeus finalmente repovoam a terra.


Quando Daniel mencionou de antemão o número de anos, ele estava correto. A “desolação de Jerusalém iria durar setenta anos. “–
Daniel 9:2, New International Version

 

  • A palavra usada para  ‘devastações ‘, chorbâh significa estar ‘em ruinas’.
  • Daniel disse especificamente que a cidade de Jerusalém  estaria em  chorbâh por setenta anos.
  • A Bíblia diz que toda a terra seria um deserto vazio – incluindo Jerusalém.
  • A Bíblia diz que os setenta anos começaram quando Jerusalém foi destruída.

  Servidão ao Rei de Babilônia por 70 anos ?

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.