João 20:28 nominativo por vocativo?


Alguns tem afirmado o seguinte a respeito de João 20:28:

“AQUI O NOMINATIVO É USADO NO LUGAR DO CASO VOCATIVO.(FUNÇÃO VOCATIVA) EM INVOCAÇÃO DIRETA PARA DESIGNAR O DESTINATÁRIO. EXEMPLO : ROMANOS 1:3 MARCOS 9:19 JOÃO 17:29(29?????) ETC.”

Que o nominativo pode ter função vocativa eu já havia escrito sobre isso há muito tempo. Alguns opositores tem afirmado como se eu não soubesse disso, sendo que já postei sobre isso ha muito tempo!#

A própria Bíblia porém, não apoia a ideia de que temos um “nominativo por vocativo” em João 20:28. No Evangelho de João, em cada declaração direta, dirigida a Cristo usando a palavra “Senhor” (ky’rie), falada direta e sobre Jesus, João usa sempre o vocativoNão existe nenhuma exceção!

A totalidade dos textos no Novo Testamento, de uma sentença endereçada diretamente usando a palavra “Senhor”, é de 113 ocorrências. Em cada ocorrência no Novo Testamento, onde a palavra “Senhor” é usada de forma direta, num discurso direto, é sempresem exceção, usado o vocativo. Não é empregado o nominativo. Ademais, cabe a quem faz a afirmação apresentar um caso vocativo para reforçar sua afirmação. Por que?

O ônus da prova parte do principio que toda a alegação ou afirmação necessita ser sustentada, pois quando não se sustenta uma afirmação ela perde seu valor. No direito romano aplicava-se a regra semper onus probandi ei incumbit qui dicit, ou seja, incumbe o ônus da prova a quem diz, ou afirma algo. Pelo exposto acima, fica claro que não é o choro de um trinitário que fará um nominativo virar vocativo. Então, em suma, é perfeitamente correto afirmar como fiz em meu vídeo onde saliento que não temos um vocativo em João 20:28!

Já mesmo no 4º século, Teodoro, Bispo de Mopsuestia (350-428 A.D) disse que João 20:28 foi “uma exclamação de espanto dirigida a Deus.” (p. 535, Vol. 3, Meyer’s Commentary on the New Testament (John), 1983, Hendrickson Publ).

Daniel Wallace disse:  “Robertson destaca que isto é “um tipo de  nominativo de interjeição,” algo relacionado a um momento de emoção. A chave para se identificar um nominativo de exclamação é: (1) a ausência de um verbo (muito embora possa ser empregado um), (2) a emoção evidente do autor, e (3) a necessidade de um sinal de exclamação na tradução . As vezes o  [omega] é usado com o nominativo.” (Greek Grammar Beyond the Basics, p. 60, Zondervan, 1996.)

“E não é certeza que até mesmo as palavras  que Tomé usou ao se dirigir a Jesus (João 20:28) significa o que sugerem versões inglesas.” (artigo escrito pelo Rev. Charles Anderson Scott, M.A., D.D. Professor do Novo Testamento, Theological College of the Presbyterian Church of England, Cambridge.)

 

Estava Tomé referindo-se a Jesus como “Deus” em João 20:28?

Os comentários e os trackbacks estão atualmente desativados.

Comentários