“Nem o Corpo governante apoia a pronúncia de Nehemia Gordon” – Será?


Recentemente o erudito Nehemia Gordon descobriu em um banco de dados restrito na Universidade Bar Ilam, em Israel, que o Nome de Deus era de fato pronunciado Yehováh pelos rabinos de diferentes séculos.# No vídeo abaixo, perceberá no 8 minutos e 9 segundos que Geoffrey Jackson, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, reconhece que alguns defendem tal pronúncia. 

Por meio desta página tenho demonstrado que a pronúncia original do Nome parece mesmo ter sido Yehováh. Os achados de Nehemia Gordon são documentos e não opinião pessoal dele, o que coloca um ponto final nesta discussão. Todavia, ao passo que fica evidente que a pronúncia original era esta, não há necessidade de mudar a forma que as Testemunhas de Jeová pronunciam o Nome. 

Alguns opositores das Testemunhas de Jeová, estão dizendo que o Corpo Governante “não apoia esta descoberta de Gordon”. Estão citando revistas anteriores à descoberta de Gordon em 2017 ou livros e outras publicações alegando que asseverar que a pronúncia original era Yehová é “discordar do Corpo Governante”. 

Neste vídeo note que Geoffrey Jackson não entra em debate sobre a exata pronúncia do Nome, tentando rebater essa ou aquela opinião, mas afirma que a forma Jehovah em inglês continuará a ser usada devido à familiaridade e universalidade de seu uso. Estamos de pleno acordo com isso! Eu Queruvim, autor desta página, estou em pleno acordo com isso! Até porque, dizer que a pronúncia original era Yehová não é o mesmo que dizer que temos que usar obrigatoriamente a mesma pronúncia! 

Yehová é em hebraico… e nós não falamos hebraico. 

Conclusão:

  • Geoffrey Jackson em momento algum discordou ou citou diretamente Nehemia Gordon.
  • Dizer que a pronúncia original era Yehováh ou “provavelmente Yehová” não contradiz o Corpo Governante, visto que os dirigentes da obra mundial de pregação não defendem pronúncias e sim o uso do Nome, em contraste com a omissão deste.
  • Citar revistas e livros que dizem que a pronúncia original é desconhecida é irrelevante, visto que a descoberta de Gordon veio depois de tais publicações. Ademais, a Organização ao se pronunciar, não falou quer contra quer a favor da pronúncia defendida por Gordon, pois ela defende o uso do Nome e não a exata pronúncia, algo impossível. (Pessoas de diferentes idiomas possuem diferentes sotaques e dialetos)
  • Opositores deveriam se preocupar com a remoção e eliminação do Nome de Deus de suas versões preferidas ao invés de se incomodarem com o que as Testemunhas de Jeová neste respeito.

 

Note como o usuário do Canal “Cristão Lendário” do Youtube, remove o Nome Yehová editando o vídeo abaixo!

Compare o 8 segundos deste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=fzHD5-Gq1g0  com o vídeo acima que eu postei aqui no 8 minutos de vídeo.

Anúncios
Os comentários estão desactivados, mas pode deixar um trackback: URL do Trackback.