Mulher fica Tetraplégica após Pastor arremessá-la ao chão em Carauari, no AM


A Bíblia Sagrada diz que a mulher é “o vaso mais fraco, o feminino” (1 Pedro 3:7) e que se deve atribuir a ela “honra”. Mas isso eu aprendi no Salão do Reino das Testemunhas de Jeová e não em templos evangélicos.

 

Tem circulado na internet a seguinte notícia:

“O pastor José Raimundo da Silveira, 42 anos, foi indiciado por lesão corporal pela polícia do município de Carauari (a 702 quilômetros de Manaus) após atirar uma mulher contra o chão durante culto. O pastor, de acordo com fiéis, pegou Juliana Martins Costa, de 28 anos, ergueu sobre a cabeça e a jogou no chão da igreja com o intuito de curá-la depois que ela reclamou de dores nas costas.

Ainda de acordo com os fiéis que testemunharam a cena, o pastor se prontificou a ajudar a jovem e disse que acreditava no poder da fé para melhorar seu desconforto na coluna vertebral, mas utilizou de força física para lançá-la contra o chão.

A fiel ficou tetraplégica (perdeu o movimento das pernas) e a família entrou contra ação processando o pastor.”

 

Não sei se esta notícia está correta, visto que uma pessoa tetraplégica perde o movimento não somente das pernas, mas dos braços também. Mas se isto for confirmado com acontecimento real, fica comprovado que muitas Igrejas Evangélicas são tudo, menos um lugar de homens de Deus. Tenho alertado nesta página quase todos os meses a respeito do grande perigo que são muitas destas chamadas Igrejas Evangélicas.

Anúncios
Os comentários e os trackbacks estão atualmente desativados.