Possui o Tetragrama um som de V ou de W ?


A forma Yahweh usada de modo meio que tímida por muitos teólogos como sendo a pronúncia do Nome de Deus deve deixar de ser usada com o passar do tempo devido a novas pesquisas.

Por causa da influência árabe no hebraico, alguns pronunciam a letra vav como W e pronunciam waw. É por isso que vemos a palavra Yahweh em vez de Yahveh e a transliteração YHWH em vez de YHVH.

A pesquisa recente de Nehemiah Gordon (2016-2017) prova que “é um Vav!”, justamente o título de uma de suas páginas na internet. Ele compartilha provas dos pergaminhos de Jeremiah, 1 Reis e Neemias onde afirma que vet tem sempre um som de V e vav são equivalentes porque a palavra “costas” (gav) é escrita alternadamente com qualquer dessas letras. Confira o Aleppo Codex em  Ezequiel 23:35 (“costas” / gav escrito com vav) versus Ezequiel 43:13 (“gostas” / gav coma forma branda da letra bet / vet) e 1 Reis  14: 9 (“costas” gav escrito com vet). Neemias 9:26 (“costas” / gav com vav).

O erudito destaca também a influência árabe ou Asquenazi / Yiddish levou a que o vav fosse pronunciado como um W universalmente. Ele lista seis comunidades judaicas (sem influência européia) que pronunciaram sem dúvida o vav como V: judeus curdos, judeus sírios, judeus egípcios, judeus persas, judeus marroquinos, judeus argelinos. Isso está em contradição com cinco comunidades que a pronunciam como W devido à influência árabe: judeus iemenitas, judeus Baghdadi, judeus líbios, judeus tunisianos, judeus da montanha Atlas.

 

No vídeo abaixo Nehemia Gordon cita um judeu que viveu no século 16 que escreveu  rimas onde a palavra Levi e Navi (profeta) são usadas numa rima. Certo troll de internet se comunicou com Nehemia e disse que estava admirado que ele “não sabia que em hebraico não há o som de V”.   kkkkk

Anúncios
Os comentários e os trackbacks estão atualmente desativados.