Exerce o vav (no tetragrama) função de vogal como holem-vav e ainda assim mantem o som de “v”?


“Com os sonhos que contam uns aos outros, eles querem fazer o meu povo se esquecer do meu nome, assim como os seus pais se esqueceram do meu nome por causa de Baal.”

 Jeremias 23:27

Em vista do princípio mencionado no texto acima, o que acha de estudarmos um pouco mais a fundo sobre o tetragrama? Antes de respondermos a pergunta deste artigo, primeiro vamos definir um holem simples no exemplo abaixo (em amarelo):

Note agora um exemplo de um holem-malê:

 

De acordo com as regras da Academia de Língua Hebraica, o holem malê é, em geral, a maneira mais comum de descrever o som de / o /  na ortografia moderna com niqqud (ou pontuações feitas pelos massoretas).Agora que percebeu duas formas como o holem (equivalente a nossa vogal “o” aparece no texto hebraico) então surge a interessante pergunta:

Como pode o vav, no tetragrama, ter a função de som de vogal “o” em Yehovah e ao mesmo tempo a função da consoante “v” de Yehovah? 

Você dissocia o holem do Vav. Não temos um vav-holem, mas um holem e um vav. Como fica então a função de mater lectionis, onde a consoante vav tem som de vogal? A imagem abaixo ajuda a entender este ponto. Observe que o holem está um pouco para a direita sobre o vav!

Nome divino em Gênesis 3:14.

O holem as vezes está numa posição diferente sobre o vav. Não é incomum que isto aconteça. Observe este exemplo:

Gadol ‘avoni é a leitura acima. O ponto acima da letra vav é o mesmo acima das duas palavras, contudo a sugestão de leitura é diferente devido a posição do holem! Isto quer dizer que os massoretas sugeriram que o holem está dissociado do vav em sua leitura de  ‘avoni!

Uma consideração paralela

 

Percebi a distinção entre o vav-holem e o holem com vav ao examinar mais de perto léxicos. Leio em hebraico a muito tempo e já estou certo de que é assim. Por exemplo, no caso da palavra עָווֹן ( ‘ă·wōn ) ou iniquidade/impiedade. Há uma distinção tipográfica entre a forma plena e forma imperfeita na BHS impressa, entre avown e avon.

Por exemplo em 2 Reis 7:9 o holem está escrito no topo direito do 2º vav em “Avown” O primeiro vav é um vav consonantal e o segundo um vav-holem e se lê ayin-qamets-vav-holem-mudo ou silencioso -nun. É um vav pleno.

עָו֑וֹן  “Avown”

 

Um vav imperfeito pode ser encontrado em Números 14:18. O holem está escrito no topo esquerdo do vav em “avon” e se soletra ayin-qamets-vav-holem-nun

עֲוֹ֤ן    “avon

 

Nestes dois exemplos, portanto, temos um vav consonantal pleno e outro exemplo com vav imperfeito ou defectivo. (Num. 14:18 significando “punição”).

 

Isto se torna plausível no caso do tetragrama visto que temos um Qadma‘ que sugere uma leitura do vav como sendo a leitura “para frente”.  Ou seja, isto é uma indicação de que o tetragrama deve ser lido Yeho-váh. Fica explícito em vista do uso de um Qadma.

 

É claro que ainda que a leitura fosse um vav-holem o som permanece o mesmo Yehoah. Mas não é o Nome de Deus um uso clássico de holem-malê?  Pode ser que a mater lectionis não ocorra no vav devido a sugestão de posição do holem pontuado pelos massoretas, no exemplo em Gênesis 3:14:

Holem malê ocorre em mater lectionis sobre a hê:

Símbolo Nome  formação de Vogal Qualidade da Vogal Exemplo
Bíblico Moderno Hebraico Transliteração
א Alef ê, ệ, ậ, â, ô maioria ā פארן Paran
ה He ê, ệ, ậ, â, ô maioria ā ou e לאה Leah
משה Moshe
ו Waw Vav ô, û ō ou ū יואל Yo’el
ברוך Baruch
י Yod Yud î, ê, ệ ī, ē ou ǣ אמיר Amir

 

Abaixo temos a forma como o Nome de Deus aparece na Bíblia Hebraica Stuttgartensia na internet (BHS). A BHS impressa apresenta o holem acima do vav e não sobre o. São detalhes que complicam na hora de estudar o assunto, mas parecem ser ignorados pelos que publicam estas imagens. Talvez devido a dificuldade que existe em representar no windows estes sinais e cantilações em hebraico. Prefiro então ficar com a imagem proposta no papel mesmo, na Bíblia Hebraica Stuttgartensia.

יְהֹוָ֨ה  

Imagem abaixo na Bíblia BHS (Gênesis 3:14) impressa:

Qadma

Surge a pergunta: seria um Qadma ou um Pashta o sinal massorético acima do vav? Pashta ocorre somente no final de uma palavra na última sílaba ao passo que Qadma, uma cantilação conjuntiva, ocorre na sílaba acentuada. Portanto temos um קַדְמָ֨א Qadma ou ” seguir em frente” em hebraico. (Conjuntivos em 5.3.3.1.2 ) A forma como o holem está mais para o lado direito sugere que este seja lido separadamente do vav.

 

 

 

mater lectionis usualmente empregada como um holem é o vav. Quando usado com uma mater lectionis o holem é chamado holem malê.

אֱלוֹהַּ

E sem uma mater lectionis o holem é chamado holem haser, como pode ver nos exemplos abaixo

אֱלֹהִים

  • קֹטֶר‎ (‘diâmetro’) /ˈkoter/
  • זֹהַר‎ (‘resplandecer’, Zohar), /ˈzohar/
  • נֹגַהּ‎ (‘brilho’, Nogah), /noˈɡahh/
  • דֹּאַר‎ (‘mail’), /ˈdo.ar/ or /ˈdoar/.

 

 

 O holem costuma aparecer acima de letras hebraicas que não são mater lectionis. Por exemplo em לֹא‎.

Em לֹא‎ o álef não é uma mater lectionis. Quando o vav não é uma mater lectionis, o holem costuma ser colocado acima da letra anterior. Se uma palavra tem holem malê na ortografia com niqqud, a letra vav sendo ela mesma uma mater lectionis  é sem qualquer exceção retida na ortografia sem niqqud. 

Espero que este artigo tenha esclarecido alguns pontos.

 



 

The True Pronunciation of the Sacred Name – By John D. Keyser

Anúncios
Os comentários e os trackbacks estão atualmente desativados.

Comentários

  • Silva Vagner  On 5 nov 2017 at 22:48

    Um detalhe importante que deve ser lembrado sempre quando se trata das vogais no hebraico bíblico:
    O livro de Isaías achado entre os manuscritos do Mar Morto é um registro de como era escrito o hebraico uns 1000 anos antes do manuscrito hebraico que tem os pontos de vogais.
    Os manuscritos do mar morto NÃO TEM OS PONTOS DE VOGAIS no texto. E justamente esse detalhe nos ajuda a descobrir como os hebreus indicavam as vogais num texto sem pontos.
    No artigo acima o Queruvim nos informa que a palavra “não” em hebraico “moderno” do texto Massorético se escreve indicando a vogal “o” com apenas um ponto, como segue: לֹא‎(Lo)

    Mas sabem como essa palavra “Lo” era escrita antes de Cristo ?
    O manuscrito do mar morto mostra claramente que eles usavam a letra “Vav” onde hoje se usa apenas um ponto! Assim:
    ➡לֹוא‎⬅
    Isso mesmo!
    A vogal “o” era indicada pela letra “vau”! Uma das letras “Mãe da Leitura”!
    Até mesmo a palavra “deus”, ELOHIM, QUE HOJE só tem um ponto no lugar do “o” tinha a letra Vau como vogal “o” antigamente!

    Ou seja:
    Pode-se perceber que em 1000 anos o hebraico foi sendo “enxugado”, abreviado, no que se refere às vogais.
    No hebraico antigo eles usavam as letras-vogais-consoantes. Mas 1000 anos depois essas letras vogais foram retiradas e substituídas pelos pontos.

    Com isso quero dizer que:
    O hebraico moderno tem o som de “va” no nome de Deus : “IERROVÁ”.
    Mas pelo padrão antigo pode ser possível que o nome de Deus não tivesse esse som de V, sendo que o nome de Deus poderia ter sido pronunciado como: IERROÁ, da mesma forma que a palavra “deus”ELOÁ é pronunciada assim ao invés de “ELOVÁ”, POIS O “VAU” TERIA APENAS O SOM DE “O” AO INVÉS DE SOM DE “V” E “O” AO MESMO TEMPO.
    Sendo assim, o ponto que aparece no V de Jeová indicaria que essa letra é apenas a vogal “o”, o que daria “Ierroá” como a antiga pronúncia do Nome ao invés de “IerroVá”.

    Curtir

  • Queruvim  On 5 nov 2017 at 23:47

    Acho perfeitamente possível. Inclusive em consonância com tudo o que você disse, eu tenho lido hebraico de um tempo para cá diferente dos judeus modernos. Estou lendo com a pronúncia do aramaico. Pois sinto que eles usavam esta pronúncia ao ver os únicos grupos que sabem e até falam aramaico sírio usarem o som de W no lugar do V. Interessante que ao falar dos mss do Mar Morto, que antecedem em cerca de 1000 anos ao códice de Alepo,
    percebi que você tem conhecimento e sabe o que está falando. Seus comentários são bastante oportunos e elucidativos.

    Curtir

  • Silva Vagner  On 7 nov 2017 at 16:48

    Muito obrigado pelo elogio e por publicar e manter esse valioso site no ar!
    Mas toda a Glória pertence a Jeová!
    Ele é quem nos dá as palavras certas no momento oportuno para contribuirmos com o fortalecimento da fé dos irmãos!

    Sobre o Vav eu tenho uma dúvida:
    O que determina se ele tem o som de O ou som de U em uma palavra ?
    É questão de origem de cada palavra ??
    Ou usar O no lugar de U e vice-versa não altera o sentido ??

    Digo isso porque eu sempre me pergunto o motivo de o Nome ser ocalizado como YEHO, com O, mas em outros ele aparece com U….
    Seria a vogal O própria de nomes enquanto que o U é reservado para conjugações de verbos etc ??
    Eu sei que em Ecle 11 o verbo Ser aparece como “YEHU”, “ESTARÁ”….
    E como o Nome é derivado do verbo Se e esse verbo aparece como Yehu., como conciliar isso com o nome YehO ??
    O nome do rei Jeú, Yehu’, indicaria que o Nome seria exclusivamente com O ??
    Pois um homem jamais seria chamado pelo nome de Deus!
    Por isso o rei Jeú tem U como vogal no lugar da “divina” letra O ?

    Curtir

  • Queruvim  On 7 nov 2017 at 19:46

    Ye-hu é a abreviação de JEOVÁ (prefixo Ye) com o pronome sufixado hu ou “ele”. Quanto ao vav, o vav costuma ser mater lectionis, pode então assumir o som de “o” ou de “u” como pode ver na tabela azul. No texto massorético quando o holem está na letra anterior temos um holem haser e não um vav holem, isso ajuda a distinguir a pronúncia do vav que o segue. Mas antigamente quando o texto era abjad acredito que era uma questão de memória saber o que era um shuruk.Por observar um texto vocalizado sabemos que o som é de “u” ou um shuruk quando a letra anterior não tem vogal.

    Curtir