Terrorista ‘radicalizado nos EUA’


O canal de TV Internacional, anti Trump e que ama fazer bullying quase que diariamente no presidente americano Donald Trump, acabou de noticiar que o terrorista que matou 8 pessoas em Manhattan é um “suspeito radicalizado nos Estados Unidos”. Parece brincadeira da parte destes despreparados da fake news CNN!  Chamar um ativista do islã que matou sem piedade 8 pessoas, atropelando-as com um caminhão, conforme fartamente visto em imagens de circuito de TV de “suspeito” é o cúmulo do absurdo! Veja a imagem para ninguém dizer que estou enganado ou inventando!

 

Entendo que a terminologia “suspeito” é apropriada quando não se tem provas ou evidências conclusivas contra um determinado acusado. Mas quando há confissão e até mesmo imagens inegáveis dos crimes cometidos,  tenho observado que os editores ou os responsáveis pela edição de jornalismo da CNN como também da Globo aqui no Brasil, erram feio!  Sem falar no medo mórbido que estes canais parecem ter de ativistas ou terroristas do islã. A Globo chegou a dar uma notícia certa vez que “um caminhão havia matado várias pessoas” sem sequer mencionar que foi um ataque com motivações religiosas. Achei interessante quando um leitor da Globo perguntou se o culpado era o caminhão! Veja esta notícia de hoje!

 

Caminhão atropela e mata 8 em Nova York; prefeito diz que foi ‘ato de terror’

https://g1.globo.com/mundo/noticia/policia-responde-a-chamado-por-tiros-em-nova-york.ghtml

 

Devemos prender os caminhões, processar os caminhões! E para piorar, prezados leitores desta página, a informação é que este atentado foi proveniente de alguém radicalizado em solo americano! Ou seja, as Mesquitas, Madrassas e células do Islã estão ensinando e disseminando este tipo de pregação de ódio.

Anúncios
Os comentários e os trackbacks estão atualmente desativados.

Comentários

  • Luciano  On 2 nov 2017 at 12:00

    Salmo 79:6
    Quando Jeová destruir nações inteiras nosso olho não deverá ter dó.

    Curtir