Milhões de sunitas refugiados devem invadir a Europa


Por Queruvim

Não são poucos os governos de viés comunista em países europeus  cujos parlamentos trabalham no sentido de abrir as portas para refugiados intolerantes que matarão seus próprios filhos nas ruas da europa.  Tenho observado o ódio religioso que mais matou na década passada e o perigo que estes apresentam. Eu me refiro aos muçulmanos xiitas contra sunitas. ( Se já não bastasse o ISIS ou “Estado Islâmico”)

Os xiitas não perdoarão os sunitas no Iraque. O ditador sírio Bashar Al Assad está reconquistando força em sua posição depois de matar milhares de seu próprio povo somente para se manter no poder. Com o apoio do Iran, da Rússia de Vladmir Putin, do grupo Hezbollah e milícias do afeganistão e do Iraque, Assad  e todos estes aliados provavelmente irão oprimir ou expulsar os sunitas do Iraque. A religião islâmica não é somente conhecida por praticar carnificina contra os “infiéis”, sejam eles cristãos ou outros povos, mas são conhecidos também por matar impiedosamente seus próprios irmãos árabes. Xiitas matam Sunitas e vice versa.  Esta coalisão de açougueiros insensíveis que não possuem respeito algum pela vida humana, certamente unirão forças para se livrar de milhares de cidadaos sunitas. Na verdade o Irã é o verdadeiro governo que orquestra o comando no Iraque neste momento. A maioria dos cidadãos iraquianos são xiitas e isso cai bem para a imposição de uma hegemonia iraniana na região. O desejo dos xiitas no Iraque de se livrar da minoria sunita é motivado por vingança. Sabemos que Sadam Husseim tratou com crueldade os xiitas até 2003 naquele país. 

Depois de sua derrota na Primeira Guerra do Golfo, em fevereiro de 1991, Sadam usou artilharia para massacrar de forma genocida dezenas de milhares de xiitas que tentaram encontrar segurança no túmulo de Hussein ibn Ali na cidade de Najef.

Há uma disputa ainda mais antiga entre os iranianos e os sunitas iraquianos, que datam da guerra de 1980-1981 contra eles por Saddam Hussein. Essa guerra resultou na morte de mais de um milhão de pessoas, tanto cidadãos quanto soldados, de ambos os lados. É importante lembrar que ambos os lados usaram armas químicas uns contra os outros durante aquela guerra maldita que acabou com a derrota do Irã quando a guerra química travada contra Teerã matou milhares de civis.

O desejo iraquiano e iraniano xiita de se vingar de Saddam Hussein é agora dirigido contra todo o seu setor religioso, os sunitas, que estão desprotegidos e desarmados contra um mundo xiita crescente e fortalecido. O poder coletivo das forças sunitas – composto por organizações como o ISIS, a Al Qaeda, os rebeldes sírios e países como a Arábia Saudita, a Jordânia, os Emirados e o Egito – está se enfraquecendo rapidamente nos últimos meses diante da crescente força da coalizão xiita composta pelo Irã, o Hezbollah e as milícias iraquianas e afegã.

O xeque Walid el Azawi alega que, como resultado dessa enorme mudança no equilíbrio de poder, os xiitas farão tudo o que estiverem para expulsar os sunitas do Iraque para qualquer país disposto – ou não  – de aceitá-los. Se esse cenário acontecer, cerca de dez milhões de refugiados iraquianos logo se juntarão às ondas dos 15 a 20 milhões de refugiados já existentes. Essa onda de refugiados pode transformar a Europa, América do Norte e do Sul, Ásia e África em áreas de desastres econômicos, levando a agitação social e maus-tratos políticos.

Segundo alguns especialistas, somente um socorro de uma “solução de Emirados” pode impedir uma possível limpeza étnica por vir. O Sheikh El Azawi está se preparando para ir aos EUA em um momento de alerta para se encontrar com os responsáveis em tomar decisões importantes por lá e explicar a lógica por trás de seu plano de paz para o Iraque e os benefícios que sua implementação trará ao mundo e aos próprios iraquianos. Os americanos, no entanto, estão ocupados lidando com outras quatro questões: a Coréia do Norte, as relações entre a direita e a esquerda dentro da América, quem vai demitir-se ou ser demitido na equipe de Trump e desastres naturais como Harvey e as inundações em Houston nesta semana.

CONCLUSÃO:

Uma desordem e tribulação já começou a dar as caras na europa e está se desenvolvendo rapidamente. Não estou opinando sobre qual seria a melhor forma de governo, uma vez que acredito que somente o Reino de Deus, um governo real com sede nos céus, é a melhor forma de governo e a única esperança para a humanidade. Mas do jeito que as coisas estão andando e com a mudança constante da cena deste mundo, observamos que a instabilidade e o caos está se infiltrando na europa e no mundo graças a contribuição de ditadores, Assad, Putin, Maduro, Kim Jong Un e muitos outros, além do combustível altamente inflamável da religião falsa e sua hipocrisia descarada. 

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • L. Rodrigues  On 31 ago 2017 at 20:31

    Tudo isto é um puzzle cujo desfecho nós já sabemos porque temos conhecimento bíblico.
    Acontece que a democratização da instrução universitária na Europa – com as suas vantagens, claro – generalizou subtilmente na sociedade europeia valores marxistas oriundos da “Escola de Frankfurt”. De forma muito “subterrânea” está em marcha um marxismo cultural sem precedentes. Este consiste basicamente numa luta feroz contra os valores judaico-cristãos que são os pilares do nível de bem estar atingindo pela civilização ocidental no século XX. Na opinião deles os valores cristãos são um entrave à liberdade do indivíduo…
    Políticos, comentadores, etc, atacam na mídia ferozmente a quem ouse opinar contra as artimanhas da ideologia de gênero (a pseudô-liberdade feminina, etc.), quem ouse dizer a verdade acerca das minorias parasitárias da sociedade, mas são INCAPAZES de abordar a realidade deste ódio religioso radical cada vez mais latente e frequentemente mortífero. NADA dizem sobre a forma como estes muçulmanos tratam as mulheres… Sob a utopia do multiculturalismo descontrolado São incapazes de defender o provérbio secular “em Roma ser romano” e exigir respeito pelos valores dos países que acolhem refugiados!

    Quando o resultado desta estratégia subtil e permissiva se intensificar, através da generalização de atentados mortíferos, aí sim, virá à tona o ódio religioso, de tal forma que as populações exigirão ação da parte dos governos sob pena de os deporem nas eleições [ na terra, angústia de nações, que não saberão o que fazer por causa do rugido do mar e da sua agitação” Lucas 21:25]. A situação será de tal modo grave que a decisão de destruir as religiões será tomada.

    Isto seria difícil de ver como sucederia ainda há poucos anos, mas agora está a tomar forma bem na frente dos nossos olhos!! Por isso, Lucas 21:36 é mais do que nunca oportuno para quem quiser ver com vida estes momentos históricos que hão-de vir!

    Curtir

  • Silva Vagner  On 31 ago 2017 at 23:26

    Queruvim, boa noite.
    Eu não entendi a seguinte afirmação:

    “Segundo alguns especialistas, somente um socorro dos Emirados Arabes Unidos pode impedir uma possível limpeza etnica por vir”

    O que poderia o minúsculo EAU fazer diante da situação ?

    Curtir

  • Queruvim  On 1 set 2017 at 0:00

    Eu me refiro a uma solução de emirados. Na pressa digitei Emirados Arabes…mas me refiro a um principado dominado por Emirs. Seria uma divisão semelhante a que existe na Suíça onde cada um dos emiratos teria uma autonomia interna. O Iraque teria uma Federação com Governo Central de poder limitado. As regiões dominadas pelos Emirs teria sua própria forma de administrar seu emirato ou província. Cada emirado seria governado por um Sheikh local. Este seria um membro de destaque dentro das fronteiras de cada emirato. Segundo alguns isso criaria relações pacíficas, harmonia e estabilidade com os emirados vizinhos para o bem da cidadania coletiva. os Curdos teriam seu próprio território no norte do Iraque, tornando desnecessário um estado curdo independente. Este povo soma 25 milhões de curdos, povo que habita a região que inclui partes do Irã, Iraque, Síria e Turquia.

    Curtir

  • L. Rodrigues  On 1 set 2017 at 19:45

    “Uma desordem e tribulação já começou a dar caras na Europa” … Isso mesmo irmão Queruvim. Aqui está uma (mais uma) evidência!
    https://youtu.be/eZ793IXs9yk

    O jornalista publicou no seu Facebook uma foto. Foi sentenciado a 3 anos e meio (condicional) porque a foto revela uma verdade histórica – que “pode” incomodar as sensibilidades islâmicas. Na Alemanha!
    Pós-verdade, branqueamento dos factos, agora a “justiça” pós-moderna na Europa dos “direitos individuais”…
    Realmente, a cena deste mundo está mudando e bem depressa!

    Curtir

  • João Carlos  On 12 set 2017 at 14:54

    Queruvim por favor poderia me dar uma explicação? Porque nas publicações da Organização pouco se fala sobre o Islamismo e menos ainda de forma contundente ao contrário do que ocorre com a cristandade por exemplo?

    Curtir

  • Queruvim  On 12 set 2017 at 15:07

    O canal OFICIAL da organização não fala dessa forma pois a repercussão poderia resultar em uma caçada implacável da parte do Islã contra os desta “religião americana”. Já odeiam os Estados Unidos de forma natural em vista da lavagem cerebral promovida em suas Madrassas e Mesquitas, se lessem algo que fala mal da religião deles, isso seria um convite ao ataque impiedoso e generalizado contra as Testemunhas de Jeová. Por isso são “inocentes como a pombas” neste assunto. Eu escrevi muita coisa que tive que apagar! E sei que ainda há alguma coisa que devo apagar. De fato, os apóstatas fizeram cópias de minhas palavras e levaram até o Supremo Tribunal da Rússia. Tudo isso no intuito de banir as TJ naquele país. Por isso escrever é um assunto tão perigoso e delicado.

    No final esta página eu menciono claramente que este site ou página não é o OFICIAL das Testemunhas de Jeová, justamente para eximir a Organização de qualquer declaração da parte destes eventuais inimigos.

    Curtir

  • Ismael Rocha  On 12 set 2017 at 16:05

    “os apóstatas fizeram cópias de minhas palavras e levaram até o Supremo Tribunal da Rússia.”
    Sério mesmo mano? Que esses caras querem???

    Curtir

  • João Carlos  On 13 set 2017 at 14:41

    Correto e coerente Queruvim. Era o que eu pensava.Obrigado.

    Curtir