“Eu e o Pai somos um” – um ser, uma pessoa ou unidos?


   Por A Verdade é Lógica 

  

 

(João 10:30) “Eu e o Pai somos um.”

Alguns trinitários argumentam que Jesus, ao citar as palavras acima, quis dizer que ele e o Pai são um único Ser, apesar de serem duas pessoas. Já os unicistas argumentam que Jesus disse ser a mesma pessoa que o Pai. No entanto, não há nenhuma passagem na bíblia que, sendo de linguagem similar, expresse ou embase nem o conceito trinitário, nem o conceito unicista.

         Vejamos 3 versículos bíblicos que expressam linguagem similar quando Jesus falava da união de seus discípulos:

 

  • (João 17:11) “Não estou mais no mundo, mas eles [os discípulos] estão no mundo, e eu vou para ti. Santo Pai, vigia sobre eles por causa do teu nome, o nome que me deste, para que sejam umassim como nós somos um.”
  • (João 17:21) “… para que todos sejam umassim como tu, Pai, estás em união comigo e eu estou em união contigo, para que eles também estejam em união conosco […]”
  • (João 17:22) “Eu lhes dei a glória que tu me deste, a fim de que eles sejam um, assim como nós somos um.”

Dentre os textos mencionados, atente as expressões sublinhadas “assim como”. Jesus comparou o modo como ele e o Pai são “um”, com o modo como ele queria que os discípulos fossem “um”. Ou seja, Jesus falava de cooperação, harmonia, concordância, consentimento, conformidade, consenso, acordo e união, não de várias pessoas “em um só ser”. Assim, “eu e o Pai somos um” deve ser entendido como união de propósito, não unidade de Ser.

         Existe outras passagens que expressam exatamente o mesmo sentido, isto é, cooperação e harmonia. Vejamos algumas delas:

  • (Mateus 19:5, 6) “[…] ‘Por essa razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se apegará à sua esposa, e os dois serão uma só carne’? 6[…] não são mais dois, mas uma só carne. […]”
  • (Marcos 10:7, 8) “Por essa razão o homem deixará seu pai e sua mãe, e os dois serão uma só carne’, de modo que não são mais dois, mas uma só carne.”
  • (João 17:23) “Eu em união com eles, e tu em união comigo, a fim de que estejam perfeitamente unidos […]”
  • (1 Coríntios 3:6-8) “Eu plantei, Apolo regou, […] Quem planta e quem rega são um só,”
  • (Gálatas 3:28) “[…] pois todos vocês são um só em união com Cristo
  • (Efésios 5:31) Por essa razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se apegará à sua esposa, e os dois serão uma só carne.”;
  • (1 Coríntios 6:16) “[…] Pois ‘os dois’, diz ele, ‘serão uma só carne’”;

Não existe nenhuma passagem bíblica que ensine que as pessoas ditas como sendo “um só” sejam literalmente um , como se fossem pessoas em um único Ser, como se houvesse um único Ser com duas consciências. Em todos os casos, mesmo os que incluem Jesus e o Pai, sem exceções, fala-se em sentido figurado de cooperação e harmonia, não de unidade ontológica.

         E isso é reconhecido até mesmo por trinitários. Vejamos alguns comentários de trinitários nesse quesito:

 

João Calvino

“30. Eu e meu pai somos um. Ele queria refutar as zombarias dos ímpios; Pois eles poderiam alegar que o poder de Deus não pertence a ele para que ele pudesse prometer a seus discípulos que certamente os protegeria. Ele, portanto, testifica que seus assuntos estão tão estreitamente unidos aos do Pai, que a assistência do Pai nunca será retida de si mesmo e de suas ovelhas. Os antigos fizeram um uso errado desta passagem para provar que Cristo é (ὁμοούσιος) da mesma essência com o pai. Porque Cristo não discute sobre a unidade da substância, mas sobre o acordo que ele tem com o Pai, de modo que tudo o que for feito por Cristo será confirmado pelo poder de seu Pai.” (João Calvino, Commentary on John, Volume 1, página 340)

 

 Segundo a obra Comentário Bíblico ExpositivoNovo Testamento, Volume 1, de Warren W. Wiersbe, trinitário fervoroso, na página 420, Jesus teria realmente afirmado ser Deus. No entanto, o mais curioso – para não dizer risível – é que Wiersbe, ao citar uma referência similar, usa como exemplo algo totalmente oposto ao ponto que ele defende. Veja a imagem abaixo: (O texto transcrito segue a imagem para facilitar a leitura).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Sublinhado em vermelho está o que Wiersbe defende, e em azul está o exemplo que ele usa. (Tente não rir):

 

Warren W. Wiersbe

 

    “[…] Jesus não estava falando de identidade, mas sim de unidade (para o uso de termos semelhantes, ver Jo[ão] 17:21-24)” (página 420)

O que Wiersbe fez foi algo semelhante a alguém alegar é que “a Terra é quadrada” e logo em seguida citar uma maçã como exemplo de semelhança da Terra. Bem, mas isso não deveria nos surpreender, pois o raciocínio lógico não é uma virtude de trinitários.

        Em harmonia com a opinião de Calvino sobre João 10:30, William Barclay, que foi professor de divindade e crítica bíblica na Universidade de Glasgow, simplesmente tira qualquer sombra de dúvidas com respeito a esse texto. As imagens originais serão postadas e seguidas imediatamente pelo texto transcrito para facilitar a leitura:

 

 

 

William Barclay

“Se nos remetermos à própria Bíblia para interpretar esta passagem descobriremos que é tão simples que até a mente mais simples o pode compreender. O que Jesus quis dizer ao afirmar que ele e o Pai são um? Nos adiantemos um pouco e leiamos João capítulo 17. Aí João nos fala sobre a oração que Jesus ensinou aos seus antes de ir rumo à morte. Orou assim: ‘Pai santo, guarda-os em teu nome, que me deste, para que eles sejam um, assim como nós’ (João 17:11). Aí fica claro que Jesus concebia a unidade entre os cristãos como algo idêntico à unidade entre Ele e seu Pai. Ele o expressa com a maior clareza. Na mesma passagem continua: ‘Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado,  para que sejam um, como nós o somos’ (João 17:20-22). Aí Jesus diz com simplicidade e clareza que ninguém pode duvidar que a meta final da vida cristã é que os cristãos devem ser um como o são Ele e seu Pai. Agora, qual é essa unidade que deve existir entre os cristãos? O que é o que faz que um cristão seja um com seu próximo? O segredo dessa unidade é o amor. ‘Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros’ (João 13:34). Os cristãos são um porque se amam uns aos outros. Do mesmo modo, Jesus é um com Deus por seu amor para com Deus. Quando Jesus disse: ‘Eu e o Pai somos um’, não se estava movendo no mundo da filosofia, da metafísica e das abstrações; movia-se no âmbito das relações pessoais. Ninguém pode entender com clareza o que significa a frase ‘unidade de essência’, mas qualquer um compreende o que significa a unidade de corações. A unidade de Jesus com Deus surgia de duas coisas: o amor perfeito e a obediência perfeita. Era um com Deus porque o amava e o obedecia à perfeição. E veio a este mundo para nos fazer igual a Ele.” (páginas 356, 357)

 

Existe uma gama expressiva de comentaristas bíblicos que apoiam a mesma ideia das Testemunhas de Jeová: Jesus é “um com o Pai” no mesmo sentido em que nós temos que ser “um” com nossos irmãos. Ou seja, no sentido de cooperação e harmonia de propósitos.

        Duas sequências de perguntas pungentes deveriam surgir na mente daqueles que apoiam a Trindade com esse versículo:

  1. Se Jesus é ‘um com o Pai’ no sentido de serem o mesmo Ser (i.e., o mesmo Deus), os trinitários não deveriam sentir pena do espírito santo, visto que ele não é um com o Pai e o Filho? Ou o espírito santo não se importa de ficar de fora da Trindade? A trindade não se tornou uma bindade? Ou o espírito santo pode ficar de fora da Trindade de vez em quando?

  2. Se esse Jesus que é literalmente ‘um com o Pai’ é o Jesus humano, isso não faz com que todos os argumentos das Testemunhas de Jeová, usando o Jesus humano, se tornem irrefutáveis? Afinal, o Jesus de João 10:30 que é ‘um com o Pai’, não é o mesmo Jesus de João 20:17, que tem um Deus acima dele? Se Jesus é literalmente ‘um com o Pai’ enquanto humano, não passa a ser impossível que Jesus tenha um Deus acima dele? E se Jesus tem um Deus acima dele somente porque era humano, não faria isso com que Jesus deixasse de ‘ser um com o Pai’? Afinal, aquele que é literalmente ‘um com o Pai’ tem que ser plenamente Deus. E pode alguém que é plenamente Deus ter um Deus acima de si?

Essas perguntas deveriam fritar os neurônios de alguém que usa esse argumento. É uma pena que nem todos que usam esse argumento que acabamos de refutar se preocupam com as implicações de suas crenças.

LINKS RELACIONADOS:

 

<a class=”jp-relatedposts-post-a” title=”João 10:30 "Eu e o Pai somos um"

Por Queruvim O que Jesus queria dizer , ao falar conforme registrado  em João 10:30,  "Eu e o Pai somos um" ? (Para uma explicação mais simples e objetiva sem recursos dos idiomas originais clique aqui) A frase tem sido usada por muitos a fim de provarem que Jesus e…” href=”https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2011/10/25/joao-1030-eu-e-o-pai-somos-um/&#8221; rel=”nofollow”>João 10:30 “Eu e o Pai somos um”

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Queruvim  On 31 ago 2017 at 18:40

    Meus parabéns por mostrar a total incoerência da fantasiosa doutrina de satanás chamada “trindade” que sequer aparece nas Escrituras. Ou seja, é uma tradição oral repetida à exaustão pela Igreja tradicional e adotada pelas seitas evangélicas por ocasião da Tentativa da “Reforma”. Da boca deles mesmos vemos explicações sequer conhecidas pelos membros destas inumeráveis seitas evangélicas. O Autor do canal A VERDADE É LÓGICA tem criado um desespero nos apóstatas e outros que estão perdendo membros da apostasia para a lógica da verdade. kkkkkkkkk

    Alguns dizem, no desespero que Testemunhas de Jeová “desobedientes ao Corpo Governante” estão pregando na internet…”Socorro!!!!” kkkkkk

    Certo site diz que “é proibido”! kkkkkkkkk

    Onde é que diz que é proibido escrever ou falar em público ou na internet? LIBERDADE DE EXPRESSÃO é o desespero dos caluniadores!

    Os dirigentes da obra não proíbem coisa nenhuma. Eles não apoiam nem incentivam…até mesmo desencorajam que membros do povo de Jeová escreva em defesa da organização. E isso é compreensível. Há muitos perigos para aqueles que assim o fazem. Um deles é o de ser processado por uma uma galinha desesperada, ou seja um apóstata. Se você sem querer chamar um mentiroso de mentiroso ele pode entrar numa briga judicial e ir até o Supremo Tribunal pedir ajuda para o Gilmar Mendes! kkkkkkkkkk

    Curtir

  • Hegiberto  On 1 set 2017 at 11:32

    Sem comentar que a competência em defender a verdade é inquestionável.

    Curtir

  • Luciano  On 1 set 2017 at 16:54

    Queruvim, eu tenho essa obra completa do ‘caríssimo’ William Barclay. Você precisa ver as peripécias gramaticais (enrolação mesmo) quando este começa a delinear com as palavras primogênito, princípio, filho e etc…. É um show de horrores. Praticamente joga goela abaixo: “Pessoal, nada na bíblia sobre Jesus Cristo é o que parece”…. onde filho não é filho, princípio não é princípio, deus não é deus, bem não é bem e etc etc etc….. Esforços descomunais para encaixar a doutrina destruidora de vidas da trindade no contexto bíblico.

    Nunca serão.

    Curtir

  • Louvado seja YehowaH!  On 2 set 2017 at 10:55

    A trindade sempre foi e sempre será uma piada desesperadora. O próprio contexto imediato no capítulo mostra em que sentido eles são “um”. Verso 38 refuta qualquer dúvida:

    “Continueis a saber que o Pai está em união comigo e eu em união com o Pai.”

    FINISH!!!!

    (Alguns dizem, no desespero que Testemunhas de Jeová “desobedientes ao Corpo Governante” estão pregando na internet…)

    Esse é o medo, recentemente um desses opositores desafiou qualquer irmão para um debate, quando um certo irmão aceitou o desafio o sujeito simplesmente desapareceu e voltou depois com essa desculpa ai. Ou seja, era tudo uma tática para nos incriminar. Já pode rir?

    A página do LÓGICA está de parabéns, tem feito muitos correrem e outros passarem vergonha. Como no caso do Francisco Bovino e sua turminha. Kkkkkkk!

    Curtir

  • Silva Vagner  On 2 set 2017 at 15:35

    Kkkkkk😄😄😄!
    Meu prezado irmão Luciano e sua capacidade inconfundível de dizer tudo o que é preciso em poucas e boas palavras!!!

    Curtir

  • Silva Vagner  On 2 set 2017 at 15:58

    Irmão que seja dita a verdade:

    Esse trabalho tão abençoado que estamos vendo ser realizado hoje pela internet brasileira se deve a nosso Rei Jesus estar usando irmãos tão abençoados quanto o Lógica.

    O Queruvim, o Apologista da Verdade, o A Verdade é Logica, o Publicador do Reino no Youtube e tantos outros servos de Jeová formam esse exército de Guardiões da Verdade Bíblica!

    Curtir

  • Luciano  On 2 set 2017 at 16:23

    Esse apologistas são ‘viciantes’.

    Curtir