Denuncie Vídeos no YOUTUBE que induzem ou incite discriminação religiosa!


 A discriminação religiosa consiste em tratar um indivíduo de maneira diferente (em geral negativa ou pejorativa) por conta da escolha religiosa dele. Ou seja: se uma pessoa age de maneira diferente do usual com alguém apenas por esta ser de religião diferente (ou não ter uma, caso dos ateus), trata-se de discriminação. Uma loja que coloca em sua vitrine uma faixa “desconto para irmãos em cristo” está discriminando. Um evangélico que se refere às entidades de outras religiões como “imundas”, está discriminando. Assim, toda ação que for motivada unicamente pela escolha religiosa do outro, é um tipo de discriminação. Veja o que diz a Lei no Brasil.

 Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, 

Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.”

Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Pena: reclusão de um a três anos e multa.

Imagine que alguém fale a seguinte frase:  “Não converse com negros, eles não são de confiança”. Isso é crime de discriminação e racismo. Ontem, eu mesmo conversando com uma evangélica, esta me disse, “meu pastor falou para não atender as Testemunhas de Jeová”. Sei que tal decisão é um direito de cada pessoa. Mas pregar isso em púlpito é crime de discriminação! Claro que as Testemunhas de Jeová não irão “processar” a todos os que as discriminam. Isso não é sábio nem apropriado. Elas teriam que ir todos os dias para o FÓRUM!  Mas na internet há recursos que poderá usar para “punir” os criminosos que perseguem sua fé por meio da difamação e discriminação religiosa. 

Ao invés de criticar as Testemunhas de Jeová com raiva e inveja, religiosos deveriam pensar em seguir o exemplo de Cristo e de seus apóstolos. Ou agir como fez este evangélico no vídeo abaixo, ao ser abordado pelas Testemunhas de Jeová:

Se perceber que um vídeo fala mal de um grupo de pessoas apenas por serem de determinada religião, poderá usar a opção abaixo “mais” nos vídeos do YOUTUBE e denunciar. Este vídeo poderá ser removido do YOUTUBE!

Adicionar a                 Compartilhar                    Mais…  ou esta opção mais detalhada>> DENÚNCIA!
Evitem discutir com apóstatas. Não façam isso. Se um vídeo o incomoda, no máximo o denuncie! Se todos os irmãos fizerem isso, este poderá ser excluído do site do YOUTUBE. O mesmo vale para páginas que o incomodem. Descubra qual é o provedor de hospedagem daquela página e denuncie.
Anúncios
Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • L. Rodrigues  On 15 jun 2017 at 14:40

    Obrigada pela sugestão. Já me tinha ocorrido fazê-lo, mas fiquei na duvida é não denunciei. Na verdade, hoje a internet é um “mundo” sem travão! Enquanto um jornalista tem um código ético a respeitar, hoje qualquer um inventa, difama, e atira para a rede, apenas com o objetivo de disseminar o ódio e o preconceito. E infelizmente este tipo de vídeos tem por vezes mais visualizações do que qualquer meio de comunicação oficial, pois quanto mais sensação causa mais será visto pelas massas.

    Curtir

  • Edrych misteriosa  On 15 jun 2017 at 22:25

    Peço que algum irmão bem esclarecido , por gentileza, explique ou me indique um bom site que diga se procede algo que me disseram, de que houve um possivel erro de contagem de seis anos, durante a conversão do calendário juliano para o calendário gregoriano. Muito Obrigada e espero que desta vez , não me deixarem no vácuo.Abç

    Curtir

  • Rafa  On 16 jun 2017 at 13:13

    “A internet é uma casa sem portas…” Espera aí, não é bem assim não…rsrs

    A internet pode ser hoje o meio de comunicação mais “democrático” que existe, pois nele TODOS produzem informação e notícia, mas essa ideia que as coisas acontecem lá e fica por isso mesmo, não.

    Há tempos a internet tem sido cada vez mais monitorada e autoridades estão criando leis que nos protegem contra crimes virtuais. Portanto, usemos sim o que estiver ao nosso alcance.

    Curtir

  • Edrych misteriosa  On 16 jun 2017 at 21:56

    Se há alguma veracidade neste caso sobre diferença de anos , quando houve mudança de um calendário para outro, então , nesse caso, pode interferir na contagem dos sete tempos da profecia no livro de Daniel ou não?

    Curtir

  • L. Rodrigues  On 17 jun 2017 at 9:07

    Edrych misteriosa … Me desculpe, mas já reparou que a sua questão NADA tem a ver com este tópico…!? A bem da clareza da página, coloquemos os comentários nos sítios apropriados. Senão se torna uma cacofonia de assuntos misturados. na página há tópicos apropriados para colocar a questão.

    Curtir

  • Edrych misteriosa  On 17 jun 2017 at 21:19

    está certo, me desculpem minha falta de noção. Abraço

    Curtir

  • Mayumi  On 21 jun 2017 at 4:53

    Amigo, aqueles que são opositores a religião verdadeira não poderiam dizer que nós praticamos algo proibido por lei quando paramos de falar com alguém desassociado?

    Curtir

    • Queruvim  On 21 jun 2017 at 10:26

      Mayumi, 1 Coríntios 5 orienta para que não nos associemos com certas pessoas. “Não se associar” é o mesmo que “desassociar”.

      Curtir

  • Pragal TNM  On 21 jun 2017 at 11:15

    Mayuni,

    Veja a traduçao dessa passagem de Corintios 5:11 em algumas Biblias

    11 Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais. – ACRF

    11 Mas agora vos escrevo que não vos comuniqueis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal nem sequer comais. ARIB

    11 Mas agora estou lhes escrevendo que não devem associar-se com qualquer que, dizendo-se irmão, seja imoral, avarento, idólatra, caluniador, alcoólatra ou ladrão. Com tais pessoas vocês nem devem comer. NVI

    11 Deus julgará os que estão de fora; mas as Escrituras dizem: Expulsem a pessoa de má conduta do vosso meio. OL

    11 Mas sendo assim, vos escrevi que não comuniqueis com alguém que se chama vosso irmão se for ele fornicário, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou bêbedo, ou roubador; com esse tal nem sequer comais. SBB

    11 Mas eu simplesmente quis dizer-vos que não tenhais comunicação com aquele que, chamando-se irmão, é impuro, avarento, idólatra, difamador, beberrão, ladrão. Com tais indivíduos nem sequer deveis comer. VC

    11 but as it is, I wrote unto you not to keep company, if any man that is named a brother be a fornicator, or covetous, or an idolater, or a reviler, or a drunkard, or an extortioner; with such a one no, not to eat. ASV

    11 Mas ahora os he escrito, que no os envolváis, es a saber , que si alguno llamándose hermano fuere fornicario, o avaro, o idólatra, o maldiciente, o borracho, o ladrón, con el tal ni aun comáis. SE

    11 Mas ahora os he escrito, que no os envolváis, es á saber, que si alguno llamándose hermano fuere fornicario, ó avaro, ó idólatra, ó maldiciente, ó borracho, ó ladrón, con el tal ni aun comáis. RV

    Curtir

  • Mayumi  On 21 jun 2017 at 15:27

    O que queria encontrar uma resposta era, por exemplo, caso alguém falasse. Voces TJ discriminam religiosamente alguém quando praticam a desassociação de acordo com a lei tal, tal, tal.. ai queria saber como refutar.

    Curtir

    • Queruvim  On 21 jun 2017 at 16:12

      Mesmo dentro da Lei humana fica claro que se uma pessoa faz um juramento na frente de muitas testemunhas, depois de uma consideração cabal de diversos assuntos, (entre eles o da desassociação), e ainda assim com o tempo decide violar aquilo que ele jurou seguir, há a palavra da própria pessoa contra ela. É uma espécie de acordo premeditado. A decisão de batismo e as exigências para os que entram nesta espécie de “associação” não é algo feito da noite para o dia. A pessoa fica meses estudando ou até mesmo anos. Participa na pregação e até mesmo defende os ensinos que jurou seguir. Quando chega o tempo de decidir ser batizada ela ainda passa por uma “sabatina”. Portanto, não há desculpa para uma rebelião contra aquilo que a própria pessoa prometeu seguir depois de prolongado escrutínio e decisão voluntária. A Bíblia diz que é melhor não prometer do que prometer e não cumprir. Por isso, os apóstatas e outros que foram eles mesmos ex irmãos e que se revoltam se vitimizando são a personificação da estupidez.

      “Sempre que fizeres um voto a Deus”, disse o Rei Salomão do antigo Israel, “não hesites em pagá-lo”. Ele acrescentou: “O que votares, paga. Melhor é que não votes, do que votares e não pagares.” (Eclesiastes 5:4, 5)

      Sob a Lei, quem fazia tal voto impensado era culpado diante de Deus e tinha de apresentar uma oferta pela culpa por seu pecado. (Le 5:4-6).
      Os votos eram inteiramente voluntários. Todavia, uma vez feito o voto por um homem, pela lei divina, o cumprimento era obrigatório. As Testemunhas de Jeová defendem que o homem seja uma pessoa de palavra e não de língua enganosa. Desde as coisas pequenas até as maiores, se você promete algo deve cumprir. Tanto o Supremo Tribunal Americano quanto a Corte Européia de Direitos Humanos já legislaram a favor das Testemunhas de Jeová em casos envolvendo a desassociação. É uma decisão dentro da esfera “eclesiástica” ou dentro da “Igreja” e o Estado não pode de maneira lícita se interferir neste assunto. Caso o faça, estaria rompendo com o direito de liberdade de religião. Querer punir os dirigentes da obra é uma das tentativas mais frustradas que já vi da parte de opositores no que concerne à desassociação. Sempre perdem nas instâncias superiores. A não ser, é claro, que o país seja dominado por regimes totalitários onde não se respeitam direitos humanos de verdade. A desassociação não possui um caráter “perverso” ou “do mal” como afirmam alguns opositores, muitos deles expulsos por conduta imoral ou apostasia, entre outros motivos, o caráter das decisões em prol de uma desassociação visam o bem da pessoa.

      Curtir

  • Vagner  On 21 jun 2017 at 17:28

    Mayumi, você está deixando escapar o detalhe principal que você está buscando: a desassociação não é um caso de discriminação! Pelo contrário: é um ato de Liberdade Religiosa! Sabe por quê? É que quando alguém é desassociado isso significa que o grupo religioso reconhece o direito daquela pessoa em ser livre para discordar e se rebelar contra algum aspecto da religião que até então estava seguindo. Sendo assim, a partir do momento que uma pessoa é desassociada está sendo dado a ela o direito de se apegar a suas novas ideias, mas que vá fazer isso seguindo o próprio caminho, seja o caminho que for. Da mesma forma que o Grupo religioso tem o direito de manter suas doutrinas e práticas intocadas, a pessoa tem o direito de discordar e se retirar do grupo ou então ser desligada para a proteção da unidade de quem escolheu ser fiel ao que aceitou como sendo verdade. Portanto, é cada um na sua e Liberdade de Religião para todos. Isso é a desassociação.

    Curtir

  • Mayumi  On 21 jun 2017 at 18:14

    Entendi amigos.. muito obrigada e fiquem com Jeová. Beijos.

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos. https://www.instagram.com/queruvimdefogo/

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s