Estão vivos os mortos?


Contrário ao que muitos pensam, a Palavra de Deus, a Bíblia, ensina que não é possível que humanos se comuniquem com parentes falecidos. Por que não? Ora, para que alguém fale com um morto, o morto na verdade tem de estar vivo. Tem de haver uma parte dele que sobreviva à morte. Muitos afirmam que a alma sobrevive à morte do corpo. É verdade isso?

O relato bíblico da criação do homem reza: “Jeová Deus passou a formar o homem do pó do solo e a soprar nas suas narinas o fôlego de vida, e o homem veio a ser uma alma vivente.” (Gênesis 2:7) Não revela isso que a pessoa é uma alma e não que tem uma alma imortal que sobrevive à morte do corpo? De fato, as Escrituras dizem: “A alma que pecar — ela é que morrerá.” (Ezequiel 18:4) “Os viventes estão cônscios de que morrerão; os mortos, porém, não estão cônscios de absolutamente nada . . . Não há trabalho, nem planejamento, nem conhecimento, nem sabedoria no Seol”, a sepultura comum da humanidade. — Eclesiastes 9:5, 10.

Continue lendo este assunto aqui

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Paulo  On 18 out 2016 at 7:18

    Ezequiel, um profeta de Deus do 6º século a.C., entendeu bem o problema do pecado. A missão dele foi ajudar o povo a entender a gravidade dos seus erros e as consequências de suas iniquidades. Para este propósito, Deus escolheu alguém que já estava sofrendo com os exilados que foram levados ao cativeiro na Babilônia por causa do pecado de Judá. E Deus deixou que Ezequiel sofresse ainda mais para compreender e poder comunicar melhor sobre o problema do pecado. A mensagem dele faz parte do “aio” ou tutor que nos ajuda a compreendermos o problema do pecado e a necessidade do Salvador (cf. Gálatas 3:22-26). No caso do texto biblico DE Ezequiel, trata se da Alma UM corpo fisico.

    Se eu nao estou errado.

    Curtir