A Desassociação é uma provisão amorosa, ou algo desumano como acusam alguns?


desassociacao

 

A união como grupo cristão é mais uma coisa que identifica quem serve ao Deus único. Jesus disse que os verdadeiros cristãos seriam unidos, ao dizer que teriam amor entre si em João 13:34-35, e ao orar ao pai para que fossem um, em João 17:21. E para ser um grupo unido em toda a terra, e ordeiro, é lógico que é necessário haver regras de conduta, e disciplina. Até mesmo clubes impõem regras aos seus participantes, por exemplo. Eclesiastes 8:11 nos diz que quando crimes não são punidos, a mente do homem logo se enche para mais planos maus… Somos facilmente corruptíveis. Isso é fato. Portanto se faz necessário uma disciplina forte entre o povo de Deus. Disciplina essa aplicada entre as Testemunhas de Jeová, que é bíblica, e que tem sido vista com maus olhos pelo mundo, e difamada pelos opositores. Mas os “treinados pela justiça” sabem que a desassociação produz frutos. Vamos analisar isso agora.

Refletindo nisso cheguei a conclusão de que muitos dos religiosos que chamam a desassociação de “desumana”, na verdade são hipócritas. Por que?? Me refiro aos que dizem acreditar na Bíblia. Porque, veja bem… Como podem dizer que a desassociação é desumana, ou simplesmente rejeitá-la como algo absurdo, e aceitar o que vemos no antigo pacto ou como muitos chamam, “velho testamento”? Jeová é sempre justo, e nós, como suas testemunhas confiamos muito nisso, e sabemos que tudo o que foi registrado é digno de nossa confiança, mesmo quando algum relato nos é difícil de compreender. Sabemos que Jeová sempre age de forma justa e sábia. Mas então… O que quero dizer é que muitas pessoas que criticam a desassociação parecem não levar em conta como Jeová tratava transgressores no antigo pacto. Ou seja, a penalidade costumava ser a morte em alguns casos de transgressão. Hoje Jeová pede apenas que cortemos relações com transgressores não arrependidos, e repudiadores públicos do caminho da verdade. 1 Coríntios 5:9-11 e 2 João 9-11 descrevem bem o grau de tratamento a ser dado. Lembremo-nos também que tais pessoas um dia podem ser aceitas de volta, caso deem meia volta em sua conduta.

Mas agora, falando no velho pacto, um homem foi morto apedrejado, pelo simples ato de catar lenha no sábado, segundo nos relata Números 32:32-36. O que seria então mais brando? Você meu caro critico das testemunhas de Jeová, em qual das situações você se sentiria melhor, sendo, por exemplo, irmão (ou qualquer que seja um exemplo de parente próximo) desse homem que foi morto por catar lenha no sábado: Se sentiria melhor vendo-o ser apedrejado até a morte, ou se sentiria melhor vendo-o ser excluído do convívio social do grupo, mas até mesmo podendo frequentar os mesmos locais de adoração que você, dando passos para que, num futuro breve pudesse ser acolhido de novo, após ser disciplinado por causa do seu grave desrespeito com a lei do seu Deus? E então, qual das situações te parece melhor meu caro critico? Não está claro que Deus no novo pacto tem uma disciplina mais “fácil” de pôr em prática… usei a palavra “fácil” aqui, mas confesso que estou com dificuldades nesse ponto do raciocínio, pois esse é um assunto delicado, e não quero acabar proferindo palavras que desonrem a Jeová… A sua lei é sempre justa e perfeita. Eu não sou. Mas voltando ao ponto, não é claro e cristalino que no novo pacto, a forma de tratar os transgressores é muito mais branda?

Vejamos mais algumas comparações bíblicas, caso ainda não tenha ficado claro… Como se sentiriam os críticos da desassociação se…

1 – Se Deus lhes ordenasse que não derramassem uma lágrima por seus filhos recém mortos por fogo, porque esses filhos descumpriram ordens divinas e desonraram o serviço sagrado? Isso pode ser visto em Levítico 10:1-7.

2 – Se a sua esposa, uma boa mulher que estava pra ser livrada com você de algo terrível, fosse transformada em uma estátua de sal, simplesmente por olhar pra trás? Isso pode ser visto em Gênesis 19:26.

3 – E Se Deus lhe desse uma ordem, como a contida em Êxodo 32:27-28?
Esse texto diz: “Então ele lhes disse: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Cada um ponha a sua espada sobre a coxa; e passai e tornai pelo arraial de porta em porta, e mate cada um a seu irmão, e cada um a seu amigo, e cada um a seu vizinho.
E os filhos de Levi fizeram conforme a palavra de Moisés; e caíram do povo naquele dia cerca de três mil homens.” (Bíblia Almeida Revisada)
E então?
Como me responderia o caro crítico? Se disser que sim, que aceitaria tudo acima, que é tudo justo, então responda, a desassociação seria desumana pra você??? E o acima não?
Veja bem, que a comparação não necessita de que você acredite que a desassociação é bíblica para funcionar, pois para os críticos a desassociação é primariamente um “tratamento cruel e desumano”, independente de ser bíblica ou não. Ou será que se você decidisse de uma hora para outra que tal doutrina é bíblica, ela deixaria de ser desumana? Portanto, ou é desumana ou não é!

Eu aceito tudo isso acima, porque sei que Jeová é um Deus justo, e tudo o que faz é justo. Mas são textos como esses que os críticos da Bíblia usam para dizer que Deus é mau, porque são relatos difíceis de compreender. Mas nos mostram como Deus está acima de tudo e de todos. Jeová tem soberania universal e autonomia conferida por sua sabedoria infinita e visão além do alcance de qualquer ser humano. Ele é também o Deus de toda a criação, e questioná-lo quanto a suas atitudes justas, seria mais ou menos como se um aparelho de smarthphone tentasse dizer ao seu fabricante como montá-lo. Jeová sabe qual a melhor forma de agir em cada situação. Se ele tomou tais atitudes, é porque certamente era a coisa certa e justa a se fazer, e não sou eu que vou questionar. Agora, se tais críticos (os da desassociação) aceitam relatos como esses, e acreditam que Deus tem o direito de agir assim, como podem dizer que a desassociação é desumana?
Tudo bem que não acreditem que a desassociação tem origem divina, é direito deles, mas isso não anula a comparação. Porque eles julgam a desassociação primariamente como desumana, independente da origem dela. Então eu pergunto, como pode o ato de cessar de falar com alguém para que essa pessoa até mesmo caia em si e retorne ao caminho correto abandonando uma má conduta, e podendo assim viver pela eternidade, ser desumano para eles, e o mostrado acima na Bíblia não? Para mim nada disso mostrado acima é desumano, pois Jeová Deus é sábio, soberano juiz de toda a terra, e tem direito pleno de aplicar suas sanções ou punições. Os meios pelos quais Jeová escolhe lidar com transgressores, certamente são os mais justos. Na era cristã é a desassociação, ou “excomunhão”, ou “expulsão”.
O termo usado é o de menos importância… Até porque muitas das formas antigas como mostradas na Bíblia, seriam impossíveis de serem postas em prática na sociedade em que vivemos, embora eu não esteja dizendo que ainda seria assim, caso fosse possível, que isso fique claro. Então Teria de ser uma sociedade teocrática cristã. Mas os cristãos hoje estão espalhados por toda a terra. Por isso Jeová em sua infinita sabedoria instituiu a desassociação que, mesmo sendo mal vista e atacada em muitos lugares, é perfeitamente possível de ser colocada em prática pelo seu povo… É por isso que a desassociação dá frutos na nossa organização. Ela protege o nome santo de Deus do vitupério, os membros de más companhias, e ainda pode fazer com que o pecador abandone sua má conduta. Quem não tem coragem de aplicar perde uma chance de ter uma adoração realmente conduzida por Deus. “Nenhuma disciplina parece no momento ser motivo de alegria, mas sim de pesar; no entanto, depois dá fruto pacífico, a saber, a justiça, aos que têm sido treinados por ela.” Diz Hebreus 12:11. Nós temos visto isso se cumprir em nosso meio, graças a Jeová. O fato de milhares (a maioria dos expulsos) retornarem todos os anos, por si só é evidência de que a disciplina funciona, e refuta alguns que não conseguem retornar e passam a atacá-la.

 

A desassociação é uma das amostras de que colocamos Jeová acima de tudo, que nossa fé não é apenas da boca pra fora, e que não seguimos a Bíblia apenas quando nos é conveniente. Na verdade essa crença bíblica é uma das que sempre me convenceu desde que tomei conhecimento dela, de que a organização de Jeová é a única que realmente segue a Bíblia. Reflitam, porque ninguém mais tem a coragem de colocar isso em prática? Vejam bem… Essa orientação bíblica junto com a nossa recusa em aceitar doação de sangue, também baseada na Bíblia (Atos 15:29), são as que mais fazem as pessoas rejeitarem a Organização de Jeová quando tomam conhecimento delas, porque o mundo não compreende ou não quer aceitar tais condutas bíblicas, o que já era esperado, sabendo qual a condição e origem do pensamento coletivo do mundo. Como isso ajuda a provar sinceridade? Se nossa organização fosse liderada por homens ávidos por ter mais adeptos e mais contribuições bastaria, remover essas duas crenças, e assim teríamos muito mais adeptos, nosso número seria muito maior, e isso é questão de lógica. Mas por se manterem firmes nessas duas condutas bíblicas, dão uma evidência clara de que o objetivo da organização é fazer a vontade de Jeová em primeiro lugar, e não a vontade de homens. Jeová está sempre em primeiro lugar entre o seu povo, isso é claro.

 

Então sabendo tudo isso acima, sobre a desassociação como conduta bíblica, fica claro mais uma vez a diferença entre as Testemunhas cristãs de Jeová e o resto das religiões. É muito fácil jogar pedras quando não se tem coragem de aplicar o mesmo. Quando em outras religiões se peca à vontade sem ser incomodado. Raramente alguém é expulso, e quando o é, não é conforme a Bíblia manda. Quando infelizmente não se tem humildade pra aceitar a correção, é fácil se voltar contra a disciplina. Pra fechar esse assunto, embora a desassociação seja algo não tão fácil pra todos, o fato animador sobre isso é a verdade amorosa da Bíblia que ensina: “Filho meu, não rejeites a disciplina de Jeová, e não abomines a sua repreensão, porque Jeová repreende aquele a quem ama, assim como o pai faz com o filho em quem tem prazer.” (Provérbios 3:11, 12) Sim, nosso Pai celestial nos disciplina porque ele nos ama. Isso não é um privilégio? Que bom pai deixa o seu filho por conta própria, sem dar-lhe a disciplina necessária para que ele progrida na vida? Jeová é o melhor pai do universo, é lógico que ele não negligenciaria o nosso progresso na estrada para a vida eterna. Ele quer nos ajudar a nos manter nessa estrada.
Portanto, não tem base nos criticar pela desassociação, que sabemos ser bíblica. Podemos estar certos de que ela é necessária e produz frutos em nossa congregação cristã. Que Jeová cada vez mais nos dê humildade, coragem e sabedoria pra aplicar o que diz a sua palavra. E assim, possamos permanecer no amor de Deus.

 

Artigo escrito por Wander

Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • Defensor da Verdade!  On 9 de outubro de 2016 at 14:42

    Incrível é que existem muitas religiões na cristandade que possuem o mesmo sistema de punição que é a “excomunhão”, e ninguém contesta essas religiões, ninguém as perseguem por isso. Seria isso preconceito com as TJs ou má informação?

    Quanto a Bíblia, os textos mais claros pra mim a respeito da Desassociação(ou Excomunhão) são esses:

    [ACRF]:
    Romanos- 16:17,18: “E rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; DESVIAI-VOS DELES.”

    [ACRF]:
    1ª Coríntios- 5:13: “Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo.”

    Nesse último, alguns tentam argumentar que está dizendo para remover a pessoa má de dentro da própria pessoa e se tornar alguém melhor, (pessoa boa), no entanto, não é nada disso que o CONTEXTO mostra,o contexto mostra claramente que se trata de remover alguém mal do meio da associação cristã, do meio deles. Basta ler com atenção os verso 12 e o início do 13 que qualquer criança perceberá que se trata da Desassociação(ou Excomunhão)!

    Porque ninguém contesta os Apóstolos? Hein?

    Portanto, a decisão sábia de desassociar um transgressor que não se arrependeu dá bons resultados SIM! Por isso existe uma diferença GRITANTE entre a organização de Yehwáh e as denominações da cristandade apóstata.

    [Bíblia na Linguagem de Hoje]:
    “é pelos seus resultados que a sabedoria de Deus mostra que é verdadeira”. (Mateus- 11:19).

    Curtir

  • odirlei gimene santiago  On 9 de outubro de 2016 at 21:20

    como funciona o batismo entre as testemunhas de jeová? é bem diferente das igrejas evangélicas, onde na emoção do momento basta aceitar a Jesus como salvador, e nem querem saber se o “cabra” é fornicador, adúltero, alcoólatra, caloteiro, vive junto sem estar casado, etc..e já vai batizando. entre o povo de Jeová não. aqui a pessoa estuda a bíblia,muda procederes errados, faz progresso espiritual, participa da pregação que as essas alturas a vida já é exemplar,assiste as reuniões, pregador aprovado do reino e em SÃ consciência, faz uma dedicação a Deus e depois demonstra essa dedicação em batismo,um pouco antes faz um juramento solene aos olhares de milhares de testemunhas, jurando que vai obedecer certas regras e princípios e então é batizado. se com o tempo, essa pessoa resolve se rebelar contra esse juramento que ela fez de livre e espontânea vontade, o que seria justo fazer? não é expulsá-la? lembrando que o recurso da expulsão é o último proceder e que a recuperação é o principal objetivo. o que seria justo da parte do patrão fazer, se o seu empregado começa a se rebelar contra as regra aceitas no momento da admissão?

    Curtir

  • phanegomes  On 10 de outubro de 2016 at 9:06

    A desassociação pode ser dura, mas desumana jamais!

    Desumano é próprio pastor da igreja, fazer é acontecer, desanimando fiéis e inclusive fazendo alguns se voltarem contra Deus, como acontece aqui onde moro. Até um professor ateu já nos elogiou sobre nossa atitude com um pecador não arrependido. Se não fosse a desassociação, a org. de Jeová viraria baderna. Todos os desassociados que eu conheço, que voltaram,discordariam dessa afirmação!

    (Não sei o que aconteceu com meu primeiro comentário,se aparecer depois me desculpe)

    Curtir

  • Marcelo Jacobus  On 11 de outubro de 2016 at 14:33

    Excelente. Estava pensando nisto alguns dias atrás.

    Curtir

  • Teddy  On 13 de outubro de 2016 at 16:18

    Se existe a desassocação
    Visão dos opositores:
    “Vocês não tem amor! Que amor é esse excluir uma pessoa até mesmo do convívio de seus amigos?”

    Se não existisse desassociação
    Visão dos opositores:
    “Vocês não tem vergonha de vir pregar na minha casa? Vocês são um bando de hipócritas! Eu conheço um monte de ‘Tj’ que faz besteira e nem respeita a crença de vocês e mesmo assim continua tudo normal e ainda vem para cima de mim me dar lição de moral?!”

    Existe alguma dúvida do que esperar desse povo falso, mentiroso e apóstata?
    Por isso irmãos nunca tenha medo de defender a vontade de Jeová sobre a desassociação. Somente quem é servo de Jeova conhecer o grande amor que os anciãos tem pelas ovelhas e quanto trabalho e tempo leva para endireitar uma ovelha rebelde. O que o mundo permissivo do Diabo faz é apenas seguir seu governante.

    Curtir

  • Scott  On 18 de outubro de 2016 at 14:11

    Eu não sou religioso!!! e nem li tudo o que postou, pois o assunto deixou de me interessar quando vi que era ”peleja” entre religiões, mas uma coisa que achei interessante e gostaria de poder comentar é a seguinte:

    ”……..independente de ser bíblica ou não. Ou será que se você decidisse de uma hora para outra que tal doutrina é bíblica, ela deixaria de ser desumana? Portanto, ou é desumana ou não é!”

    A inúmeras passagens na bíblia que vc mesmo ”concorda” serem desumanas, apesar de não dizer isso diretamente, a pergunta que quero te fazer é similar á mesma que fizeste para seus oponentes religiosos.

    Se fosse um ser humano poderoso e influente como um Rei, que tivesse tomado ás atitudes que foram tomadas por Deus no que vc chama de ”velho pacto”, como o cara que foi morto por pegar graveto no dia de sábado, O filho de bate-seba, e muitas outras que não convém ficar citando, vc provavelmente concluiria que essas atitudes são desumanas, mesquinhas, cruéis e totalmente desproporcionais aos ”crimes” cometidos, não é? agora, só porque vc acha que a Bíblia é infalível e inspirada por Deus, então ás decisões tomadas, passam a ser Justas, normais, sadias, cheias de justiça e totalmente proporcionais ás ”transgressões” cometidas?

    E se fosse outro livro religioso que tivesse passagens similares, só que com um Deus de outra cultura , o que diria destas passagens? que são igualmente justas, já que em ambas ás visões é uma divindade que está atuando e elas estando acima dos humanos, todas ás decisões que tomarem devem ser corretas e inquestionáveis, ou concluiria que esse deus de outra cultura, é cruel, mesquinho, injusto e nem se compara ao seu, já que só o seu é o verdadeiro, justo e benevolente?

    Curtir

  • Wander  On 19 de outubro de 2016 at 9:32

    Olá, Caro Scott.

    “Se fosse um ser humano poderoso e influente como um Rei, que tivesse tomado ás atitudes que foram tomadas por Deus no que vc chama de ”velho pacto”, como o cara que foi morto por pegar graveto no dia de sábado,”

    Isso está préviamente explicado na minha argumentação, o por que não aceitaria isso de um rei, e vou reproduzir aqui:

    “Deus está acima de tudo e de todos. Jeová tem soberania universal e autonomia conferida por sua sabedoria infinita e visão além do alcance de qualquer ser humano. Ele é também o Deus de toda a criação, e questioná-lo quanto a suas atitudes justas, seria mais ou menos como se um aparelho de smarthphone tentasse dizer ao seu fabricante como montá-lo. Jeová sabe qual a melhor forma de agir em cada situação. ”

    Um rei humano tem alguma dessas caracterísiticas? Tem sabedoria avantajada, muito além de todos os demais dobre a terra, que vivem, e que já viveram, e ainda viverão? É ele o “juiz de toda a terra”? Ele nos criou, ou “fabricou”, a ponto de saber qualquer coisa sobre nós, melhor que nós mesmos?

    “E se fosse outro livro religioso que tivesse passagens similares, só que com um Deus de outra cultura , o que diria destas passagens?”

    Isso também já está préviamente explicado na própria argumentação, pois a lógica dos meus argumentos funciona com quem tem a Bíblia como livro sagrado, não com ateus, ou pessoas de outras religiões.

    “muitos dos religiosos que chamam a desassociação de “desumana”, na verdade são hipócritas. Por que?? Me refiro aos que dizem acreditar na Bíblia.”

    Portanto eu não diria nada, apesar de nesse caso considerar sim desumano, pois assim como o Deus dele poderia anular no conceito PESSOAL dele os meus argumentos, o deus dele para mim não anula aquilo que creio ser a verdade, e portanto o meu critério para aquilo que é desumano ou não.

    Abraço.

    Curtir

  • NOÉ  On 19 de outubro de 2016 at 11:02

    SCOTT, BOM, PARA ESSE SEU QUESTIONAMENTO NÃO EXISTE COMO DAR ‘VOLTAS” E SAIR PELA TANGENTE….A MINHA RESPOSTA, COMO TESTEMUNHA DE JEOVÁ, SÓ PODE SER UMA…MAS MESMO ASSIM A MINHA OPINIÃO NÃO PODE SER SEPARADA DO MEU CONHECIMENTO BASEADO NAS ESCRITURAS QUE EU CONSIDERO SAGRADAS E INFALÍVEIS. E A RESPOSTA ESTÁ NAS SUAS PRÓPRIAS PALAVRAS. AS QUAIS EU FAREI USO PARA TE RESPONDER:

    “esse deus de outra cultura, é cruel, mesquinho, injusto e nem se compara ao seu, já que só o seu é o verdadeiro, justo e benevolente”.

    NÃO BASTA SIMPLIFICAR A QUESTÃO A ESSE NÍVEL, DE APENAS FOCAR NO ATO DE JULGAMENTO EM SI. O QUE DEVE SER COLOCADO EM PRIMEIRO PLANO NA ANÁLISE É A PERSONALIDADE DO DEUS QUE DETERMINA TAIS EXECUÇÕES ACONTECEREM! SE VOCÊ CRÊ QUE AQUELE DEUS POSSUI TODO O ENTENDIMENTO E SABEDORIA DO UNIVERSO, UNIVERSO ESSE QUE ELE MESMO CRIOU E DIARIAMENTE JOGA “NA CARA” DA HUMANIDADE O TAMANHO GRANDIOSO DA SABEDORIA E INTELIGÊNCIA QUE ESSE DEUS TEM, A CONCLUSÃO É ÓBVIA E LÓGICA:
    QUALQUER DECISÃO JUDICIAL PROFERIDA POR ESSE DEUS É NATURALMENTE PERFEITA E JUSTA! NÃO HÁ O QUE SE QUESTIONAR, POR MAIS CHOCANTE QUE POSSA PARECER PARA UMA MENTE LIMITADA HUMANA. NÃO PODEMOS ESQUECER QUE, SE ESSE DEUS POSSUI A CAPACIDADE DE VIAJAR NO TEMPO E VER O QUE SERÁ DO FUTURO, SE ELE DETERMINA A MORTE DE UMA PESSOA QUE “PEGOU GRAVETOS” NO SÁBADO, PODEMOS ENTENDER QUE DEUS POSSA TER CHEGADO A ESSE EXTREMO POR JUSTAMENTE TER VISTO QUE NO FUTURO AQUELA PESSOA SE TORNARIA FONTE DE MUITOS ATOS PIORES, ELA OU A DESCENDÊNCIA DELA. ENTÃO ELE RESOLVE CORTAR O MAL PELA RAIZ.

    (EXEMPLO: SE VOCÊ TIVESSE UMA MÁQUINA DO TEMPO E VOLTASSE PARA 1910, NA ÁUSTRIA, E MATASSE UM JOVEM INOCENTE E COMUM, CHAMADO ADOLF HITLER, NO AUGE DE SUA ADOLESCÊNCIA….EU PODERIA TE ACUSAR DE ESTAR SENDO DESUMANO ??????)

    E ESSE DEUS, JEOVÁ, O CRIADOR DO UNIVERSO, É DESCRITO COMO SENDO SUPERIOR A TODOS OS DEUSES DAS NAÇÕES. OS DEUSES PAGÃOS SÃO DESCRITOS CHEIOS DE FALHAS E PAIXÕES E SENTIMENTOS ANIMALESCOS, HUMANOS. ENQUANTO JEOVÁ É PERFEITAMENTE EQUILIBRADO NAS SUAS EMOÇÕES, JUSTAMENTE POR TER CONTROLE DE TODOS OS DETALHES E VARIÁVEIS DE QUALQUER SITUAÇÃO. PORTANTO, AS DECISÕES JUDICIAIS DELE SÃO PERFEITAS E TEM OS MELHORES OBJETIVOS.

    O INTERESSANTE É QUE O LIVRO DE APOCALIPSE NOS MOSTRA UMA SITUAÇÃO SIMILAR, ONDE OS PRÓPRIOS FILHOS DE DEUS O QUESTIONAM POR UMA TOMADA DE ATITUDE POR PARTE DE DEUS! E ISSO MOSTRA COMO A MENTE DO CRIADOR SEMPRE SERÁ MAIS ELEVADA DO QUE A MENTALIDADE E PERCEPÇÃO DAS CRIATURAS. AS CRIATURAS FICAM INDIGNADAS COM A SUPOSTA FALTA DE AÇÃO DO JUIZ DO UNIVERSO.
    MAS O JUIZ DO UNIVERSO SE RECUSA A AGIR MOVIDO POR EMOÇÃO. ELE SABE QUE TUDO TEM UM TEMPO PARA AMADURECER. E SÓ AGE NA HORA EXATA. NEM MAIS NEM MENOS.
    EM SEGUIDA, APÓS O TEMPO CERTO DO PONTO DE VISTA DO JUIZ, ELE TOMA AÇÃO E EXECUTA O JULGAMENTO.
    AS MESMAS CRIATURAS QUE ANTES HAVIAM QUESTIONADO O CRIADOR, AGORA O ELOGIAM, POR ELE TER ENTRADO EM AÇÃO DE FORMA JUSTA.
    ENTÃO VEJA QUE ESSA PERCEPÇÃO É NATURAL NAS CRIATURAS, QUE NÃO POSSUEM A CAPACIDADE ACURADA DO CRIADOR DE ANALISAR TODOS OS DETALHES E POSSIBILIDADES DE UMA SITUAÇÃO.

    “Quando ele abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas daqueles que haviam sido mortos por causa da palavra de Deus e do testemunho que deram.
    Eles clamavam EM ALTA VOZ: “ATÉ QUANDO, ó Soberano santo e verdadeiro, ESPERARÁS PARA JULGAR OS HABITANTES DA TERRA E VINGAR O NOSSO SANGUE ? ”
    Então cada um deles recebeu uma veste branca, E FOI-LHES DITO QUE ESPERASSEM UM POUCO MAIS, até que se completasse o número dos seus conservos e irmãos, que deveriam ser mortos como eles.” Apocalipse 6:9-11

    “Então ouvi uma forte voz que vinha do santuário dizendo aos sete anjos: “Vão derramar sobre a terra as sete taças da ira de Deus”.Apocalipse 16:1

    “Então ouvi o anjo que tem autoridade sobre as águas dizer: “TU ÉS JUSTO, TU, O SANTO, QUE ÉS E QUE ERAS, PORQUE JULGASTE ESTAS COISAS;
    POIS ELES DERRAMARAM O SANGUE DOS TEUS SANTOS e dos teus profetas, E TU LHES DESTE SANGUE PARA BEBER, COMO ELES MERECEM”.
    E ouvi o altar responder: “SIM, JEOVÁ, Deus todo-poderoso, VERDADEIROS E JUSTOS SÃO OS TEUS JUÍZOS”.Apocalipse 16:5-7

    Curtir

  • Queruvim  On 20 de outubro de 2016 at 8:20

    Sem falar que na avaliação do “Scott” as ações de Jeová, na mente dele, estão sendo comparada com decisão como se fosse proveniente de um “Rei” humano ou outro humano qualquer. Ele perdeu noção do Ser que recebeu o povo no dia de um pacto juramentado. Se não acredita em Deus ou na Supremacia de Sua Majestade, deveria entrar ao menos na “literatura” bíblica e entender que ali se descreve atos do Ser Supremo e Criador dos bilhões de sóis. Não foi qualquer um que julgou aqueles rebeldes. Deut. 32:4 diz sobre Jeová Deus:

    “Perfeita é a sua atuação, pois todos os seus caminhos são justiça, justo e reto é Ele.”

    Curtir

  • Scott  On 20 de outubro de 2016 at 18:46

    Vou primeiramente responder ao Noé:

    ”………PODEMOS ENTENDER QUE DEUS POSSA TER CHEGADO A ESSE EXTREMO POR JUSTAMENTE TER VISTO QUE NO FUTURO AQUELA PESSOA SE TORNARIA FONTE DE MUITOS ATOS PIORES, ELA OU A DESCENDÊNCIA DELA. ENTÃO ELE RESOLVE CORTAR O MAL PELA RAIZ……..”

    não é por nada não, mas a sua ARGUMENTAÇÃO é ridícula!!!

    Se for da maneira como vc falou, não faz sentido Deus ter criado o anjo que virou o diabo, inventado de colocar árvores da vida para ficar testando os meros mortais, esperar o juízo final para ver quem será fiel até o fim, permitir o sofrimento só para provar algo para alguém, aliás pra que deixar o cara nascer então? se ele já sabia que no útero da mãe, ele se tornaria um Hitler da vida, era só não permitir que o espermatozoide do pai fecundasse a mãe, ponto!!! isso é melhor do que esperar o cara nascer, esperar ele pegar gravetos no dia de sábado, para depois matar ele!!!

    O resto é puro ”fanatismo” de convicções pessoais!!! o que vejo é uma fé cega no que vc acredita, aliás não só vc mas seus compatriotas também, todos demonstram isso em frases como:

    ”QUALQUER DECISÃO JUDICIAL PROFERIDA POR ESSE DEUS É NATURALMENTE PERFEITA E JUSTA! NÃO HÁ O QUE SE QUESTIONAR, POR MAIS CHOCANTE QUE POSSA PARECER PARA UMA MENTE LIMITADA HUMANA.”

    ”deveria entrar ao menos na “literatura” bíblica e entender que ali se descreve atos do Ser Supremo e Criador dos bilhões de sóis. Não foi qualquer um que julgou aqueles rebeldes .Deut. 32:4 diz sobre Jeová Deus:
    “Perfeita é a sua atuação, pois todos os seus caminhos são justiça, justo e reto é Ele.”

    ”O QUE DEVE SER COLOCADO EM PRIMEIRO PLANO NA ANÁLISE É A PERSONALIDADE DO DEUS QUE DETERMINA TAIS EXECUÇÕES ACONTECEREM! SE VOCÊ CRÊ QUE AQUELE DEUS POSSUI TODO O ENTENDIMENTO E SABEDORIA DO UNIVERSO, UNIVERSO ESSE QUE ELE MESMO CRIOU E DIARIAMENTE JOGA “NA CARA” DA HUMANIDADE O TAMANHO GRANDIOSO DA SABEDORIA E INTELIGÊNCIA QUE ESSE DEUS TEM, A CONCLUSÃO É ÓBVIA E LÓGICA:”

    “Deus está acima de tudo e de todos. Jeová tem soberania universal e autonomia conferida por sua sabedoria infinita e visão além do alcance de qualquer ser humano. Ele é também o Deus de toda a criação, e QUESTIONA-LO quanto a suas atitudes justas, seria mais ou menos como se um aparelho de smarthphone tentasse dizer ao seu fabricante como montá-lo. Jeová sabe qual a melhor forma de agir em cada situação. ”

    Wander, essa sua comparação com smarthphone também é bem ridícula, o smarthphone é um objeto inanimado que não tem vida, e não um ser humano capaz de entender a realidade do que acontece ao seu redor.

    Queruvim, gostaria de comentar a seguinte frase:

    ”Sem falar que na avaliação do “Scott” as ações de Jeová, na mente dele, estão sendo comparada com decisão como se fosse proveniente de um “Rei” humano ou outro humano qualquer”

    Bom, na verdade o que eu quis enfatizar foram ás atitude e não ás pessoas que ás tomaram,isso não importa o que importa são ás ações, se elas são justas ou não!!! se são características de alguém que se diz bom, sábio e justo ou se é o contrário!!! É óbvio que essas atitudes não são justas, mas muito pelo contrário, elas são consideravelmente desproporcionais aos ”crimes” cometidos, o que caracteriza injustiça.
    Mas só porque vc acham que a Bíblia é infalível, vcs preferem dar atenção á partes que dizem ”Perfeita é a sua atuação, pois todos os seus caminhos são justiça, justo e reto é Ele” e arranjar desculpas para casos como o do cara pegando graveto ou o filho de bate-seba.
    Afinal como poderia Deus sendo todo poderoso cometer alguma injustiça, a Bíblia diz que ele é justo e ela não pode estar errada? ela é a palavra de Deus, não pode estar errada!!! se estiver o que será de nós? então a resposta que nós inventamos porque não queremos aceitar a realidade é que ”QUALQUER DECISÃO JUDICIAL PROFERIDA POR ESSE DEUS É NATURALMENTE PERFEITA E JUSTA! NÃO HÁ O QUE SE QUESTIONAR, POR MAIS CHOCANTE QUE POSSA PARECER PARA UMA MENTE LIMITADA HUMANA.”

    Fala sério, vcs já viram esses militantes de partidos arranjando um monte de desculpa quando seus ”ídolos” ficam envolvidos em escanda-los de corrupção?Eles querem defender com unhas e dentes a fé e ás esperanças que depositaram no partido, mesmo havendo provas incontestáveis de que ás coisas não eram como eles imaginavam. Religiosos são da mesma forma, depositam uma fé cega em um sistema de crenças, e se recusam a ver á verdade e a questionar a ”realidade” em que vivem, se recusam a ser céticos para ver se ás coisas são realmente como pensam, ao invés disso preferem continuar com os olhos fechados, acreditando cegamente pois não querem viver na dúvida e na incerteza, gostam do conforto, de imaginar que tem alguém cuidando deles, de que vão viver para sempre caso façam tudo o mais correto possível, e é claro, adoram a arrogância de sentirem que são especiais, diferentes da maioria,o grupo escolhido, quando na verdade não passam de um bando de pessoas que tem a autoestima baixa procurando ser aceito em um grupo social!!! não é a toa que pessoas depressivas são mais propensas a serem dogmatizadas, por estarem mais vulneráveis, tanto emocionalmente quanto psicologicamente acabam aceitando idéias confortantes que aliviam á dor pela qual estão passando, independentemente de serem verdade ou não.

    O que tinha que dizer eu já disse, desejo que sejam felizes e que busquem ver ás coisas como são e não como gostariam que fossem!!!

    Curtir

  • Queruvim  On 21 de outubro de 2016 at 0:21

    Falando sobre a punição de morte para um violador do sétimo dia, uma lei que era obrigatória no antigo Israel, o leitor Scott afirmou que a punição e outras punições foram “desproporcionais aos ”crimes” cometidos,o que caracteriza injustiça.”

    Eu te respondo da seguinte maneira:

    “É a tolice do homem terreno que deturpa seu caminho, e por isso seu coração fica furioso com o próprio Jeová.” — PROVÉRBIOS 19:3.

    “Deuteronômio 32:4-6
    4 A Rocha — perfeito é tudo o que ele faz,
    Pois todos os seus caminhos são justos.
    Deus de fidelidade, que nunca é injusto;
    Justo e reto é ele.
    5 Eles é que se corromperam;
    Não são seus filhos, o defeito é deles.
    São uma geração pervertida e corrompida!
    6 É assim que devem tratar a Jeová,
    Ó povo tolo e insensato?”

    A própria Lei dada ao antigo Israel foi aplaudida pelos israelitas, que concordaram com tudo o que esta impunha sobre eles. Lemos em Deuteronômio 27:26:

    26 “‘Maldito aquele que não obedecer às palavras desta Lei, deixando de cumpri-las.’ (E todo o povo dirá: ‘Amém!’)

    Pegar gravetos após ter jurado diante do Criador que não iria fazer isso, resultou na morte daquele homem sem palavra. Jeová concluiu um pacto ou acordo juramentado com todos, que concordaram em seguir a Lei. Sob a Lei sabemos que Jesus até mesmo comentou “Novamente, ouvistes que se disse aos dos tempos antigos:

    ‘Não deves jurar sem cumprir, mas tens de pagar os teus votos a Jeová”( Mateus 5:33)

    Nos antigos tempos hebraicos, era considerado um assunto bem sério fazer um juramento. O juramento devia ser cumprido, mesmo em prejuízo de quem jurou. (Sal 15:4) A violação dum juramento podia ter por conseqüência a mais severa punição da parte de Deus.Um juramento, em certo sentido, era um ato religioso, que envolvia Deus. O uso do termo ʼa‧láh,( que é vertido em português em diversas traduções tanto por MALDIÇÃO ou JURAMENTO) por dedução, tornava Deus partícipe no juramento e professava a prontidão de incorrer no julgamento que ele se agradasse de infligir em caso de infidelidade de quem jurou. Este termo nunca é usado por Deus com relação aos seus próprios juramentos. Não foi por falta de informação que aquele violador morreu. De fato lemos em Deut 23:21:

    “Caso faças um voto a Jeová, teu Deus, não deves tardar em pagá-lo, porque Jeová, teu Deus, sem falta o exigirá de ti, e deveras se tornaria um pecado da tua parte. 22 Mas, caso deixes de fazer um voto, não se tornará pecado da tua parte. 23 Deves cumprir o que os teus lábios proferirem e tens de fazer exatamente como votaste a Jeová, teu Deus, como oferta voluntária de que falaste com a tua boca.”

    Salomão sob inspiração escreveu na mesma linha de raciocínio quando afirmou:

    “Sempre que fizeres um voto a Deus, não hesites em pagá-lo, pois não há agrado nos estúpidos. O que votares, paga. 5 Melhor é que não votes, do que votares e não pagares. 6 Não permitas que a tua boca faça a tua carne pecar, nem digas diante do anjo que foi um engano. Por que devia o [verdadeiro] Deus ficar indignado por causa da tua voz e ter de estragar o trabalho das tuas mãos?” Eclesiastes 5:4-6

    Você Scott, fica apontando seu dedo feito de pó e corruptível contra Jeová, que é mais real do que todos nós, visto que ele não se deteriora…tu não enxergas nenhum erro naquele violador! Parece até comunista tentando condenar o Juiz e absolver as “vítimas da sociedade”. Aquele violador era um tipo de gente que viola descaradamente aquilo que jurou seguir. Os judeus da antiguidade andavam pela vista e viam todos os dias uma coluna de nuvem de dia se transformar em uma coluna de fogo durante a noite. Jeová Deus os guiava por meio de um representante angélico ou celestial. A gravidade da transgressão era ainda maior. Você pelo menos não acredita em nada disso, e não vê nada de sobrenatural. Mas aquele homem sem palavra, via. Você ainda não entendeu o ponto. Jeová é, de acordo com o relato, o Ser Supremo. Não é um Rei humano ou alguém insignificante, cujo fôlego está em suas narinas. Foi contra o Deus Todo Poderoso que o violador cometeu um ato desaforado. E você se junta a ele no dia de hoje.

    Há muita coisa que você não sabe colega!

    Ser misericordioso com o iníquo é ser cruel com o justo

    A política de impunidade tem resultado em crimes horríveis em nosso país. Os bandidos adoram aquela retórica falida de que são “vítimas” e que precisam de gente supostamente dos “direitos humanos” para blindá-las de suas violações descaradas.

    Curtir

  • Queruvim  On 21 de outubro de 2016 at 0:42

    Pense Scott, no que Jeová fez pelos israelitas. Ele os libertou quando trouxe dez pragas contra o Egito e destruiu Faraó e seu exército no mar Vermelho. (Êxodo 12:29-32, 51; 14:29-31; Salmo 136:15) Depois de um tempo, o povo de Deus estava quase para entrar na Terra Prometida, quando aquele violador do acordo juramentado que ele mesmo fez( e disse amén no final do acordo) decide agir com total ingratidão e violação do acordo!

    Ezequiel 18:29
    29 “‘Mas a casa de Israel dirá: “O caminho de Jeová é injusto.” São realmente os meus caminhos que são injustos, ó casa de Israel? Não são os seus caminhos que são injustos?’

    https://assetsnffrgf-a.akamaihd.net/assets/m/402013603/univ/art/402013603_univ_cnt_2_xl.jpg

    Por não saberem todos os fatos sobre cada situação, os israelitas nos dias de Ezequiel tinham uma atitude errada, achando que o modo de Deus fazer as coisas ‘não era acertado’, ou seja, não era certo. (Ezequiel 18:29) É como se eles achassem que tinham o direito de julgar a Deus e decidir se ele estava fazendo as coisas da melhor maneira, apesar de não saberem tudo o que estava envolvido. Como poderíamos cometer o mesmo erro? Isso poderia acontecer, por exemplo, quando lemos um relato na Bíblia e não entendemos por que Jeová deixou certas coisas acontecerem. Ou então quando não entendemos por que certas coisas estão acontecendo na nossa vida. Isso poderia nos levar a pensar que o modo de Jeová agir não é justo. — Jó 35:2.

    Curtir

  • Wander  On 21 de outubro de 2016 at 8:59

    Caro Scott.

    Sua resposta veio bem menos argumentativa. Você simplesmente insiste num ponto de vista pessoal. A diferença entre um ser humano e um smartphone pouco influencia no resultado da comparação, dada a outra diferença maior, que é a do fabricante, único no universo, em grandeza, autoridade e sabedoria. Dessa forma o saber limitado que o homem tem, se torna irrelevante no teu argumento.

    Scott, não fica muito claro pelos seus comentários, se você se enquadra ou não no grupo principal, ao qual o texto dessa página é dirigido. Se comentar de novo, seria bom que se definisse um pouco.

    Sua tentativa de tentar classificar e justificar a nossa aceitação de doutrina, definindo pelo lado psicológico fez cair muito a qualidade do teu argumento. Isso não prova de forma alguma que estejamos errados. Melhor seria tu provar que tal doutrina discutida não produz bons frutos entre nós.

    Scott diz:
    “Fala sério, vcs já viram esses militantes de partidos arranjando um monte de desculpa quando seus ”ídolos” ficam envolvidos em escanda-los de corrupção?”

    Foi bom você ter falado nisso…
    O que você prefere… Que tais corruptos sejam punidos, ou que continuem escapando da punição, e livres pra aprontar como querem? Como o user Teddy já comentou por aqui, talvez pessoas como você nos atacassem pelo outro lado, se não tivéssemos a desassociação e deixássemos nossa instituição nadando em hipocrisia e corrupção. Aí seriamos hipócritas por bater de porta em porta, pregando tudo o que não fazemos.

    A nossa doutrina protege a congregação. Embora não sejamos perfeitos, isso deixa a congregação o mais seguro possível. O que não falta em outras religiões, são exemplos de líderes e membros que erram, alguns se demonstrando às claras como verdadeiros criminosos, e mesmo assim continuam com cargos de confiança dentro de suas instituições.

    E mesmo assim ainda somos apontados por corrigir isso, usando o que a Bíblia diz. Não se pode agradar a todos. Mas o nosso maior objetivo é agradar o nosso Criador.

    Nós não “imaginamos” que tem alguém cuidando de nós, nós temos plena certeza! Vemos isso na prática quando necessitamos. Agora mesmo, aqui no DF houve um vendaval no Samambaia, foram destruídas residências, etc… Ontem foi dado o anúncio aqui na nossa reunião, de que vamos mandar ajuda para os irmãos atingidos de lá, em termos de reconstrução e no que mais for necessário. Todas as congregações próximas irão mandar ajuda. Será que os irmãos de lá do samambaia apenas “imaginam” que tem alguém cuidando deles, ou eles nesse momento tem plena certeza?

    “Mas só porque vc acham que a Bíblia é infalível, vcs preferem dar atenção á partes que dizem ”Perfeita é a sua atuação”

    Nós também não achamos isso, nós temos plena convicção de que é verdade. As evidências que temos são reais. Vemos isso se cumprir em nossas vidas, em fatos observáveis, como a união fraternal fortíssima que temos no mundo todo, que venceu barreiras raciais, sociais, politicas e nacionalistas como nenhuma outra. Isso ficou provado de forma acentuada e distinta, em episódios como o Nazismo, e Ruanda. E continua sendo provado no mundo todo. foi a Bíblia quem nos ensinou a desenvolver essa união notável. Cada passo pra se chegar a ela, foi ensinado pela Bíblia.

    Se isso tudo não é suficiente para você admitir que temos motivos válidos pra acreditar, e fazer o que fazemos, eu não sei o que seria. Mas nem Jesus conseguiu agradar a todos. Não adianta explicar quando alguém não quer entender.

    Abraços.

    Curtir

  • Caique  On 21 de outubro de 2016 at 11:08

    Scott, com todo respeito, você parece aquele tipo de pessoa que por não compreender certas ações da parte de Deus logo as julga como injustas. Compreendo você até certo ponto. Nós, humanos, julgamos como injusta uma ação quando ela parece destoar de nosso padrão de justiça. Mas como foi frisado aqui em alguns comentários, quando falamos do Deus Jeová, precisamos ter cautela nos nossos julgamentos. Agora, se você não acredita que Jeová seja justo, sábio e amoroso, ou nem acredita na existência dele, é outra história. Mas ficar julgando uma punição de Deus por um pecado deliberado, que foi o caso do homem que ajuntou gravetos, e ainda comparar essa ação com defender um partido político, aí posso dizer que você fez uma comparação ridícula. Você está fechando a sua lente e focando em alguns pontos, mas você precisa abri-la para ver a cena inteira!

    Curtir

  • NOÉ  On 21 de outubro de 2016 at 13:15

    Scott, na sua resposta é visível que a sua mentalidade é pessimista, negativista, querendo colocar valor em personalidades otimistas, positivistas…E usando este par de lentes que você usa para enxergar os outros você nunca vai aceitar as fundamentações que o “outro” aceita para formar a opinião que tem. E isso se revela nas suas pesadas críticas simplesmente contra as convicções que nós temos. Você achou meu exemplo ridículo, as argumentações dos outros participantes falhas e isso com qual objetivo ? Só para ter uma forma de tentar colocar nossas opiniões como merecedoras de descrédito. Mas veja que a falha no seu pensamento se resume a um fato: O próprio assunto em si é um tema de FÉ! Por mais que haja argumentos contra e a favor, no fim das contas cada pessoa deve decidir no que acreditar usando a própria consciência treinada em cima das informações apresentadas. Não é a sua opinião negativa sobre a bíblia que invalida a nossa visão. Isso só mostra que você está impossibilitado de ver o assunto como nós vemos. E essa sua atitude se revela na forma que você rejeita o fundamento das nossas conclusões:
    QUE JEOVÁ DEUS É DIGNO DE TODA CONFIANÇA E ELE AGE SEMPRE DE FORMA PERFEITA E JUSTA!

    Você classificou a ideia acima como ” ”fanatismo” de convicções pessoais!!! o que vejo é uma fé cega no que vc acredita, aliás não só vc mas seus compatriotas também, todos demonstram isso…”

    Mas perceba que a SUA visão pessimista e negativa também pode ser perfeitamente classificada usando o seu próprio critério! A sua rejeição a Deus ser JUSTO SEMPRE só se sustenta com base numa fé cega e fanática que defende que Deus não seria justo.

    Porém, com uma simples análise sobre o universo eu posso te mostrar que a sua visão sobre Deus é falha:
    Veja a grandiosidade do Universo e as forças espetaculares envolvidas na existência da matéria. Veja por exemplo a potência do Sol, que existe a bilhões de anos e é capaz de manter o sistema solar em perfeita sincronia. Veja a complexidade das células e a variedade enorme de tipos de vida que enchem a Terra. Partindo do princípio que tudo isso teve um Criador dono de uma inteligência sem fim, a qual se revela em tudo o que ele fez, eu te pergunto:

    DIANTE DE TANTA INTELIGÊNCIA MANIFESTADA NA CRIAÇÃO, BASEADO EM QUE VOCÊ ALEGA QUE ESSE DEUS NÃO FOI INTELIGENTE AO CONDENAR O HOMEM QUE PEGOU GRAVETOS NO SÁBADO ?? VOCÊ CLASSIFICA QUE A SUA VISÃO DE “JUSTIÇA” É MELHOR DO QUE A VISÃO DAQUELE QUE CRIOU O UNIVERSO E INCLUSIVE VOCÊ ??

    UM DETALHE QUE EU PERCEBI NA SUA RESPOSTA E QUE EU ENTENDI QUE FOI A BASE DO SEU ERRO DE ENTENDIMENTO FOI A SEGUINTE:

    VOCÊ CONFUNDE A INFORMAÇÃO DE QUE DEUS TEM A CAPACIDADE DE VER O FUTURO COM A NOÇÃO DE QUE ELE SAIBA DE TUDO SEMPRE…
    VOCÊ NÃO PERCEBE QUE APESAR DE DEUS TER O PODER DE SABER QUALQUER COISA FUTURA QUE ELE QUEIRA, ELE USA ESSE PODER QUANDO ELE QUER.

    POR ISSO, ELE NUNCA AGE DE FORMA PRÉVIA A UMA AÇÃO INFELIZ DE ALGUÉM. ELE SEMPRE ESPERA QUE UMA AÇÃO SEJA TOMADA PARA APÓS ISSO AGIR DE ACORDO. ELE PERMITE QUE A LIBERDADE DE ESCOLHA SEJA PLENAMENTE EXERCIDA PELA SUA CRIAÇÃO INTELIGENTE.

    É POR ISSO QUE A SUA ARGUMENTAÇÃO NÃO TEM BASE, QUANDO VOCÊ DIZ QUE NÃO TERIA SENTIDO “Deus ter criado o anjo que virou o diabo, inventado de colocar árvores da vida para ficar testando os meros mortais, esperar o juízo final para ver quem será fiel até o fim, permitir o sofrimento só para provar algo para alguém, aliás pra que deixar o cara nascer então? se ele já sabia que no útero da mãe, ele se tornaria um Hitler da vida, era só não permitir que o espermatozoide do pai fecundasse a mãe, ponto!!! isso é melhor do que esperar o cara nascer, esperar ele pegar gravetos no dia de sábado, para depois matar ele!!!”

    VOCÊ ERRA AQUI POIS VOCÊ NÃO PERCEBE O SEGUINTE:
    DEUS, COMO CRIADOR, FEZ A PARTE DELE EM CRIAR. O QUE AS SUAS CRIATURAS RESOLVERAM PRATICAR JÁ NÃO É DE RESPONSABILIDADE DELE! ELE NÃO PODERIA DEIXAR DE CRIAR POR CAUSA DE UM FUTURO ERRO DE SUAS CRIATURAS. A PUNIÇÃO SÓ É DEVIDA A PARTIR DO MOMENTO QUE O CRIME É COMETIDO! SE ELE DEIXASSE DE CRIAR UM SER QUE ERRARIA NO FUTURO ELE ESTARIA PUNINDO ALGUÉM QUE NEM TERIA ERRADO AINDA.

    POR ISSO ELE CRIA E PERMITE QUE A HISTÓRIA SIGA O SEU CURSO E DEIXE EVIDENTE AS AÇÕES QUE SUAS CRIATURAS ESCOLHERAM REALIZAR POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE!
    SÓ AÍ É QUE É DADA A DEIXA PARA QUE DEUS ENTRE EM AÇÃO, EM CIMA DA AÇÃO TOMADA PELA CRIATURA. E NÃO ANTES DISSO. POR ISSO É QUE DEUS NÃO PODE SER ACUSADO DE SER INJUSTO, PORQUE ELE AGE EM REAÇÃO ÀS ATITUDES TOMADAS POR TERCEIROS. MAS APÓS O PECADO TOMAR EXISTÊNCIA, O JUIZ DO UNIVERSO USA O SEU PODER INFINITO DE ANALISAR TODAS AS VARIÁVEIS DE UM CASO PARA EM SEGUIDA TOMAR A MELHOR DECISÃO.

    E ISSO É O QUE VEMOS REGISTRADO NA BÍBLIA E NA CRIAÇÃO QUE JEOVÁ DEUS PRODUZIU. A CRIAÇÃO REVELA QUE QUALQUER MUDANÇA QUE HOUVESSE NAS LEIS DO UNIVERSO CAUSARIA A RUÍNA DA MATÉRIA E NADA EXISTIRIA. SE O UNIVERSO EXISTE COMO O CONHECEMOS, É PORQUE O CRIADOR FOI CAPAZ DE ANALISAR TODAS AS PROBABILIDADES MATEMÁTICAS PARA CONSTRUIR A MATÉRIA E CHEGOU À CONCLUSÃO QUE A FORMA ATUAL SERIA A ÚNICA POSSÍVEL. E CÁ ESTAMOS!!!

    COMO VOCÊ É CAPAZ DE ACUSAR UM DEUS COMO ESSE DE SER FALHO NOS SEUS JULGAMENTOS ???

    A CRIAÇÃO MARAVILHOSA QUE ELE FEZ NOS PROVA SEM SOMBRA DE DÚVIDAS QUE

    “”QUALQUER DECISÃO JUDICIAL PROFERIDA POR ESSE DEUS É NATURALMENTE PERFEITA E JUSTA! NÃO HÁ O QUE SE QUESTIONAR, POR MAIS CHOCANTE QUE POSSA PARECER PARA UMA MENTE LIMITADA HUMANA.”

    OU EU FICO COM ESSA IDEIA, OU FICO COM A SUA LIMITADA E PESSIMISTA VISÃO! EU ESCOLHO ACEITAR O FATO DE QUE DEUS É JUSTO EM TODAS AS SUAS DECISÕES. A CRIAÇÃO ATESTA ESSE FATO. E A SUA ARGUMENTAÇÃO? É SUSTENTADA COM O QUÊ ? PELO SEU ”fanatismo” de convicções pessoais!!! o que vejo é uma fé cega no que vc acredita, aliás não só vc mas seus compatriotas também”

    Curtir

  • odirlei gimene santiago  On 21 de outubro de 2016 at 13:53

    Scott,
    Muitos ateus e agnósticos desafiam a mostrar Deus, para passar a acreditarem. Querem ver Deus para saber que ele existe. Como se isso fosse garantia de que teriam fé e obediência pela palavra de Deus. Nesse relato aí do graveto ficou registrado para a nossa instrução. Romanos 15 : 4. Fica evidente que Deus usa o fator ver, ter visto, como base para um julgamento mais pesado. Mesmo o ateu vendo não seria garantia de que exerceria fé e temor de Deus . Deus não perdoava a rebeldia insistente de quem saiu do egito, pq eles ” viram” Deus nas pragas do egito, na travessia do mar vermelho e na peregrinação no deserto, no congresso aos pés do monte sinai com uma demonstração sobrenatural da presença de Deus. Já os filhos destes, tinham um julgamento mais brando, pq não viram ou não estavam assim tão cientes do que acontecia. Então em vez de tropeçar por alguma passagem bíblica, tire grandes lições. Se não acredita em Deus, passe a acreditar. E se acredita exerça fé nas palavras e atitudes do Criador do universo, que está longe de agir iniquamente. A lei do sábado tinha acabado de ser passada aos israelitas, se na primeira infração já fosse abrandada a pena que já havia sido estabelecida, daria a impressão que a lei não era séria e pq qualquer motivo poderia contorná la.. Não é o que ocorre nos dias de hoje? E quem sabe aquele primeiro infrator não seja ressuscitado?

    Curtir

  • Scott  On 22 de outubro de 2016 at 18:37

    Meu ”Deus” quantas respostas!!!! vou ir por partes, se não der para responder todo mundo Hoje, responderei um por um durante a semana.

    Antes de tudo percebo que isso provavelmente irá virar um debate, caso vire, gostaria de pedir que vcs se organizassem para que somente um responda, pq se não fica meio complicado para mim responder a todos. Se o dono do site quiser ir por regras que ele por favor me diga quais são!!!

    Vou começar pelo Noé novamente.

    ”Mas perceba que a SUA visão pessimista e negativa também pode ser perfeitamente classificada usando o seu próprio critério! A sua rejeição a Deus ser JUSTO SEMPRE só se sustenta com base numa fé cega e fanática que defende que Deus não seria justo.”

    Primeiro que eu não tenho uma visão pessimista e nem negativa, eu procuro ser realista. Uma pessoa Pessimista procura ter uma ”tendência para ver e julgar as coisas pelo lado mais desfavorável; disposição de quem sempre espera pelo pior.” A pessoa realista é uma pessoa que tem a ” atitude de quem se dá conta da realidade e a avalia com justeza e objetividade.” Eu avalio o seu Deus da Bíblia de uma ótica imparcial, vejo se ele age de acordo com o que ele ”diz”, enquanto vc, faz muito pelo contrário, apenas dando corda para o lado das coisas bonitas sobre ele, e ignora ou inventa justificativas ridículas para o motivo de ele ter feito coisas que qualquer ser humano normal concluiria que são desumanas e mais um monte de adjetivos que não convém ficar falando aqui!!!
    Eu não preciso ter Fé para saber que ás atitudes tomadas por Deus no que vcs chamam de ”velho pacto” são desumanas, completamente desproporcionais e cheias de barbaridades, agora vc meu ”amigo”, precisa de muita fé para acreditar que ele é justo, bonzinho, benevolente, e que “Perfeita é a sua atuação, pois todos os seus caminhos são justiça, justo e reto é Ele.”
    Vc demonstra ter uma fé cega por dizer ”QUALQUER DECISÃO JUDICIAL PROFERIDA POR ESSE DEUS É NATURALMENTE PERFEITA E JUSTA! NÃO HÁ O QUE SE QUESTIONAR, POR MAIS CHOCANTE QUE POSSA PARECER PARA UMA MENTE LIMITADA HUMANA.”
    Esse seu ”argumento” simplesmente diz que não se deve questionar, não importa o que aconteça, pois ele é Deus e somente ele sabe o que é certo, e nós humanos não. Isso se encaixa perfeitamente no significado de fanatismo, ”adesão cega a um sistema ou doutrina; dedicação excessiva a alguém ou algo” vc tem uma adesão cega a um sistemas de doutrina porque se recusa a questionar, e uma dedicação excessiva a alguém que nem mesmo sabe se existe!!!

    ”Porém, com uma simples análise sobre o universo eu posso te mostrar que a sua visão sobre Deus é falha:
    Veja a grandiosidade do Universo e as forças espetaculares envolvidas na existência da matéria. Veja por exemplo a potência do Sol, que existe a bilhões de anos e é capaz de manter o sistema solar em perfeita sincronia. Veja a complexidade das células e a variedade enorme de tipos de vida que enchem a Terra.
    DIANTE DE TANTA INTELIGÊNCIA MANIFESTADA NA CRIAÇÃO, BASEADO EM QUE VOCÊ ALEGA QUE ESSE DEUS NÃO FOI INTELIGENTE AO CONDENAR O HOMEM QUE PEGOU GRAVETOS NO SÁBADO ?? VOCÊ CLASSIFICA QUE A SUA VISÃO DE “JUSTIÇA” É MELHOR DO QUE A VISÃO DAQUELE QUE CRIOU O UNIVERSO E INCLUSIVE VOCÊ ??”

    Partindo da sua visão
    O fato de o universo ser grande, a matéria ser complexa, o sol ser poderoso, existir tipos diferentes de vida na terra, não prova que Deus é justo, talvez inteligente mas não justo e nem perfeito!!! Prova disso é que a matéria se deteriora e animais se matam para poderem sobreviver. Eu se tivesse o poder que vcs religiosos dizem que Deus tem, iria fazer um universo bem melhor e muito mais organizado, onde a matéria não se deteriora, a criação não iria poder se matar, não haveria possibilidade de o mal existir, não colocaria árvores do bem e do mal para ficar testando ninguém, para depois condenar eles e o seus descendentes a morte e o sofrimento, só porque eu fiquei magoadinho porque não fizeram o que eu mandei, aliás todo mundo iria ser imortal, haveria um limite de indivíduos de cada espécie e nenhum desses poderiam ser substituídos, todos viveriam para sempre, em perfeita harmonia e eterna felicidade!!! acho que meu universo seria melhor do que o do seu Deus, em qual vc gostaria de morar?

    Compare o que vc disse:

    ”DEUS, COMO CRIADOR, FEZ A PARTE DELE EM CRIAR. O QUE AS SUAS CRIATURAS RESOLVERAM PRATICAR JÁ NÃO É DE RESPONSABILIDADE DELE! ELE NÃO PODERIA DEIXAR DE CRIAR POR CAUSA DE UM FUTURO ERRO DE SUAS CRIATURAS. A PUNIÇÃO SÓ É DEVIDA A PARTIR DO MOMENTO QUE O CRIME É COMETIDO! SE ELE DEIXASSE DE CRIAR UM SER QUE ERRARIA NO FUTURO ELE ESTARIA PUNINDO ALGUÉM QUE NEM TERIA ERRADO AINDA.
    POR ISSO ELE CRIA E PERMITE QUE A HISTÓRIA SIGA O SEU CURSO E DEIXE EVIDENTE AS AÇÕES QUE SUAS CRIATURAS ESCOLHERAM REALIZAR POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE!
    SÓ AÍ É QUE É DADA A DEIXA PARA QUE DEUS ENTRE EM AÇÃO, EM CIMA DA AÇÃO TOMADA PELA CRIATURA. E NÃO ANTES DISSO. POR ISSO É QUE DEUS NÃO PODE SER ACUSADO DE SER INJUSTO, PORQUE ELE AGE EM REAÇÃO ÀS ATITUDES TOMADAS POR TERCEIROS. MAS APÓS O PECADO TOMAR EXISTÊNCIA, O JUIZ DO UNIVERSO USA O SEU PODER INFINITO DE ANALISAR TODAS AS VARIÁVEIS DE UM CASO PARA EM SEGUIDA TOMAR A MELHOR DECISÃO.”

    ”NÃO PODEMOS ESQUECER QUE, SE ESSE DEUS POSSUI A CAPACIDADE DE VIAJAR NO TEMPO E VER O QUE SERÁ DO FUTURO, SE ELE DETERMINA A MORTE DE UMA PESSOA QUE “PEGOU GRAVETOS” NO SÁBADO, PODEMOS ENTENDER QUE DEUS POSSA TER CHEGADO A ESSE EXTREMO POR JUSTAMENTE TER VISTO QUE NO FUTURO AQUELA PESSOA SE TORNARIA FONTE DE MUITOS ATOS PIORES, ELA OU A DESCENDÊNCIA DELA. ENTÃO ELE RESOLVE CORTAR O MAL PELA RAIZ.”

    Primeiro vc fala que Deus poderia ter matado o cara porque no futuro ele poderia se tornar uma fonte de muitos atos piores, usou até Hitler como exemplo!!!, e depois vc fala que ” A PUNIÇÃO SÓ É DEVIDA A PARTIR DO MOMENTO QUE O CRIME É COMETIDO! SE ELE DEIXASSE DE CRIAR UM SER QUE ERRARIA NO FUTURO ELE ESTARIA PUNINDO ALGUÉM QUE NEM TERIA ERRADO AINDA.” Ou seja ele aproveitou a oportunidade para punir o cara por um erro que ele não tinha cometido ainda!!! Não é por nada não, mas Aqui vc se contradizeu bonito!!!

    ”POR ISSO É QUE DEUS NÃO PODE SER ACUSADO DE SER INJUSTO” Ás atitudes de Deus já citadas, são injustas sim , por serem diretamente desproporcionais aos ”erros” cometido!!! E ponto.

    O que eu acho da Bíblia é que ela foi criada como instrumento de poder para controlar, somente isso!!! Assistam esse vídeo que faço das palavras dele meus argumentos, porque se for escrever aqui vai ficar muito extenso.

    Curtir

  • Scott  On 22 de outubro de 2016 at 22:30

    Agora irei responder ao Caique

    ”Mas ficar julgando uma punição de Deus por um pecado deliberado, que foi o caso do homem que ajuntou gravetos, e ainda comparar essa ação com defender um partido político, aí posso dizer que você fez uma comparação ridícula.”

    Caique, não é por nada não, mas Ridícula está a sua compreensão e interpretação de texto!!! Eu comparei a Fé que Religiosos tem no seus sistema de crenças, com a fé cega que alguns militantes tem, em seus partidos políticos e consequentemente nos membros que fazem parte deles, e não o que vc disse!!!!

    Dizer que ajuntar gravetos no dia de sábado, é um pecado deliberado, é bem ridículo também. O pecado de Davi não foi deliberado Também? por algum acaso ele não sabia que não podia ter relações com a mulher de outro cara, e muito menos dar um jeito pra ele ser morto para tentar ocultar isso? o que ele fez foi bem pior do que pegar gravetos no dia de sábado!!! o fato de ele tentar ocultar o que fez, mostra que ele sabia que era errado, e se arrepender depois que é descoberto é fácil, não acha? E seguindo a lógica do ”NOÉ”, Deus devia ter aproveitado a oportunidade para matar ele também, já que os descendentes dele só trariam desgraça para Israel, se eu não estiver errado, Depois de Davi, a maioria dos Reis de Israel, foram péssimos em seus reinados, e só levaram Israel a decadência (salomão foi bem por um tempo, mas caiu também), a maioria, cometeram o que vcs chamam de ”adultério” ou ”prostituição” espiritual, se envolveram com mulheres que não deveriam, sacrificavam seus filhos para outros deuses, não é? Então, por que Deus deixou Davi vivo? porque se arrependeu? aposto que o cara do graveto também se arrependeu quando ficou sabendo o motivo pelo qual iria morrer, ou o cara que foi morto por um Leão, só porque achou que Deus tivesse permitido ele comer pão e beber água (ou vinho não me lembro ao certo) quando não permitiu!!! nesse último caso nem deliberado foi, pois ele se enganou, ou melhor, enganaram ele!!! não houve maldade na intenção dele, ele não quis desobedecer de propósito, mas Deus em sua justiça mandou um Leão para matar ele!!! (Vai vê ele ia ser um Hitler da vida, não é Noé?) Isso com certeza são exemplos claros de justiça!!!

    Então se tem alguém com a mente fechada aqui é vc Caique, pois vc vê todas essas barbaridade como se fosse algo justo, só porque está no livro que te persuadiram a acreditar, que é inspirado por alguém que, ” Perfeita é a sua atuação, pois todos os seus caminhos são justiça, justo e reto é Ele”.

    Curtir

  • Queruvim  On 22 de outubro de 2016 at 23:49

    O leitor Scott redarguiu alguns com o seguinte comentário:

    “O pecado de Davi não foi deliberado Também? por algum acaso ele não sabia que não podia ter relações com a mulher de outro cara, e muito menos dar um jeito pra ele ser morto para tentar ocultar isso? o que ele fez foi bem pior do que pegar gravetos no dia de sábado!!!”

    Davi ao pecar já havia escrito muitos Salmos e sempre fora um homem de bom coração e uma pessoa que amava a Jeová e o louvava dia após dia. Não era um homem egoísta que pouco se importava com o Criador. O violador do sábado via dia após dia milagres, tal como a provisão do maná, a travessia do mar vermelho, a provisão de um rio de água em pleno deserto, algo que Jeová Deus fez para saciar a sede do povo, o envio de codornizes, a coluna de nuvem durante o dia e de fogo durante a noite. Davi não via nada disso, mas tinha muito mais fé e devoção e vivia uma vida de integridade a Jeová Deus, por isso, ainda que tivesse cometido uma transgressão muito grave, sua disposição de mudar de proceder foi percebida por Jeová, que o perdoou. Eu mesmo, perdoaria muito mais uma Testemunha de Jeová com uma ficha de anos de fidelidade e boa conduta,que cometesse um erro grave e se arrependesse, do que um ateu egoísta com uma ficha imunda de longa data, que fingisse ser um servo de Deus,como são muitos pastores psicopatas e outros apóstatas impenitentes. Mesmo depois de explicar a vc Scott, que o violador do sábado não estava somente violando o sábado e cometendo o erro de “pegar gravetos”, mas violava também seu próprio acordo juramentado, TU AINDA CONTINUA teimando e insistindo em minimizar o erro de um homem sem palavra, um mentiroso apático à adoração do Atemorizante Deus Jeová. Não entende também que a questão não é o tamanho/gravidade do pecado! O problema é a condição do coração do pecador, se ele está arrependido ou não. E isso, só Aquele que lê a mente pode dizer. Por isso é perfeitamente razoável tudo o que a Bíblia diz. Já vou avisar, não vamos tolerar gente nesta página, que está interessado apenas em promover motivos para tropeço.(Rom. 16:17) Como assim? Pessoas que de modo desesperado tentam minar a fé de outros em Deus e na Bíblia apenas para satisfazer seu ego com bulverismos. De modo sutil e se fazendo de surdo, ignora o que refuta suas idéias mas se apega ao que parece apoiar sua visão cética. Só me falta dizer que se agachar e pegar gravetos não é pecado! Ou seja, você minimiza e simplifica de modo falacioso algo muito maior. Esbanja da simplificação a fim de atacar a Jeová Deus em Sua decisão de eliminar um violador da Lei. Parece os ateus que acham um absurdo que um simples ato de comer o fruto de uma árvore tenha sido algo tão abominável! A propósito, segundo a ignorância profana destes seus irmãos de fé ateísta, o fruto foi uma maçã! lol🙂

    Curtir

  • Queruvim  On 22 de outubro de 2016 at 23:58

    Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17.

    “Eu os exorto agora, irmãos, a ficar atentos àqueles que causam divisões e dão motivos para tropeço contrariando os ensinamentos que vocês aprenderam; afastem-se deles. Porque homens como esses não são escravos de Cristo, nosso Senhor, mas dos seus próprios desejos…”

    Ler apostasia ou choro de alguns desassociados é um erro grave que pode contaminar a qualquer um por mais forte que seja em sua convicção. Não há como fazer isso e ser fiel ao que lemos em Provérbios 11:9 e Romanos 16:17. Esta página é um resposta aos críticos e eruditos evangélicos, católicos e outros que são claramente excessivamente otimistas com aquilo que acreditam. A aparência de conhecimento de alguns e seus debates não deve nos enganar, até porque Satanás usou textos bíblicos para tentar a Cristo. Jesus não perdeu tempo com o inimigo da vida eterna e deixou um modelo para nós. Não devemos perder tempo com pessoas que apesar de verem falhas em suas proposições, querem simplesmente tentar a outros e levá-los à desaprovação de Jeová Deus. Não queremos debates com este tipo de gente. Estes opositores quase não enxergam os furos e contradições em suas postulações. Nem estão interessados em ver se estão falando abobrinhas. Estão mais interessados em minar a fé de outros.

    Att.

    Queruvim

    Curtir

  • Ivan Oliveira  On 23 de outubro de 2016 at 10:30

    Tem cérebros que se acham superiores ao Superior, se julgam no direito de questionar o Dador e Sustentador do universo. Meros mortais se “achando” legisladores, reis e juízes. Pode a coisa moldada, dizer ao artista, ah não, você fez assim mas devia ser assim?

    Curtir

  • NOÉ  On 23 de outubro de 2016 at 16:26

    RESUMINDO, PALAVRAS DO PRÓPRIO CRIADOR:

    “Ai do homem que luta contra o seu Criador! Será que o vaso de barro se põe a argumentar contra o oleiro que o fabricou? Já alguma vez se viu o barro a disputar com aquele entre cujas mãos está a ser moldado, e dizer: Eh! Pára aí! Isso não é assim que se faz!
    E se a bilha se pusesse a exclamar desta maneira: Mas que desajeitado que és! Infeliz da criança que dissesse para os pais: Porque é que me geraram?
    Jeová, o santo de Israel, o criador de Israel, diz: Que direito têm vocês de contestar aquilo que faço? Quem são vocês para me dar ordens ou indicações quanto ao trabalho das minhas mãos?
    Fiz a Terra e criei o homem para viver nela. Com as minhas próprias mãos criei o firmamento e comando todo o universo das estrelas.”
    Isaías 45:9-12

    “Haverá então injustiça da parte de Deus? Claro que não. Porque Deus tinha dito a Moisés: Terei compaixão de quem eu quiser, e serei misericordioso para com quem eu entender. Assim pois as bênçãos de Deus não são dadas só porque alguém decide recebê-las, ou porque tenha feito muitas obras para as conseguir. Elas dependem de Deus, que tem misericórdia de quem quiser.
    Faraó, o rei do Egipto, é um exemplo desse facto. Deus disse: Para isto te levantei como rei do Egipto, para por ti mostrar o meu poder, a fim de que em toda a Terra seja honrado o meu nome.
    Como vêem, Deus é benigno para com uns, mas endurece o coração de outros, conforme a sua vontade.
    Bem, podem perguntar: Porque razão Deus culpa as pessoas por não ouvirem? Não estão elas a fazer, simplesmente, o que ele manda?
    Não, não digam isso. Quem é o homem, um pobre mortal, para criticar Deus? Um objecto fabricado dirá àquele que o fabricou: Porque me fizeste desta forma?
    Quando um oleiro faz um jarro de barro, não terá ele o direito de usar o mesmo barro para fazer um belo objecto de ornamentação e um outro de uso corrente?
    Então não teria Deus o direito de manifestar a sua justa cólera e o seu poder de justiça contra aqueles que se iam encaminhando para a perdição e cuja maldade ele tem suportado com paciência todo este tempo?
    E ele tem igualmente o direito de tomar outros, tais como nós próprios, que fomos feitos como que recipientes contendo as riquezas da sua glória, sejamos nós judeus ou gentios, e ter misericórdia para connosco, a fim de que toda a gente possa constatar a sua glória.
    Pois então que diremos nós a estas coisas? Só isto: que Deus deu aos gentios a oportunidade de serem aceites por Deus pela fé, ainda que não tivessem tido antes a preocupação de o buscar. E os judeus, que tinham tentado observar os regulamentos de Deus, não conseguiram tal coisa.”
    Romanos 9:8-16

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s