Jeová – O Deus Desconhecido e Rejeitado pela Cristandade


Jesus não é Jeová

Jesus, o Porta Voz e Rei designado recebendo orientação de Jeová, O Ser Supremo

 

“Eu sou Jeová. Este é meu nome” Isaías 42:8

Raras vezes se usa o Nome de Deus, Jeová, em cultos das religiões que professam ser cristãs. Por um lado sabemos que isso não é tão ruim assim, afinal, muitas igrejas evangélicas são locais comandados por criminosos e extorsores que fazem teatro fingindo ser servos de Deus e de Cristo. O Nome de Deus é muito sagrado para estar na boca deste tipo de gente. Há igrejas mais comportadas e consideradas movimentos evangélicos tradicionais, ainda assim, estes também não empregam o Nome de Deus com frequência, assim como faziam os homens de Deus na antiguidade, bem como os escritores da Bíblia.

Eva, a primeira mulher, ao dar a luz seu primeiro filho Caim, disse: ““Tive um menino com a ajuda de Jeová.”(Gên. 4:1) Obviamente Adão havia informado Eva, sua esposa, que Jeová é Deus e o Criador de tudo que existe. Teólogos Evangélicos e Católicos, entre outros, removem o Nome de Deus desta e de outras milhares de passagens,  adulterando o texto que afirmam ser “Sagrado”.  Para os que fazem a leitura destas versões, foi um “Senhor” anônimo que criou o Universo. Davi ao matar Golias afirmou que lutava “em nome de Jeová dos Exércitos” ao passo que a maioria das versões da Bíblia rezam que ele veio “em nome do Senhor dos Exércitos”, frase esta inexistente na Bíblia Hebraica usada como base de tradução do texto da Bíblia. Como resultado destas adulterações meticulosas, milhares de pessoas não usam o Nome de Deus no dia a dia. Este não era de forma alguma o costume dos antigos israelitas. Usavam o Nome de Deus todo tempo. Ao removerem o Nome de Deus de suas versões da Bíblia, de seus cultos, da conversa diária, ao mesmo tempo que dão uma ênfase exclusiva na pessoa de Cristo, a Cristandade preparou o caminho para uma doutrina desconhecida pelos primitivos cristãos, a saber, a doutrina da trindade. 

Em contraste com isso, Jeová o Deus de Abraão, Isaque e Jacó foi adorado durante cerca de 4000 anos como sendo “o Deus Único”. Observando isso, Satanás não descansou tentando apagar a menção dos feitos gloriosos associados ao Nome de Jeová. Este inimigo astucioso promove o esquecimento e rejeição da pessoa de Jeová. Fez isso ao influenciar Jerônimo do 4º século a remover o Nome de Deus da Vulgata Latina. Esta versão da Bíblia traduzida para o Latim, passou a régua no Nome de Deus e o removeu totalmente. A Vulgata  foi posteriormente usada pela Cristandade como base para a produção da versão preferida deles na idade média, a Versão Rei Jaime (em Inglês King James Version).  Moḥammed, fundador do Islã e que nasceu por volta do ano 571 EC,  não usou o Nome de Deus e passou a aplicar o termo “Deus Único” a um outro deus que não é Jeová. No ano 1517, quando Martinho Lutero pregou 95 teses de protesto e fixou sua carta de protesto na porta da igreja do castelo de Wittenberg, não fez nenhuma questão de falar sobre o esquecimento do Nome de Deus por parte de seus anteriores mestres católicos.

Os judeus de nossos dias, ao se depararem com o Nome de Deus vocalizado para se ler Yehowáh, nos manuscritos da Bíblia hebraica, evitam pronunciar o que estão vendo e ao invés, dizem “Adonay”, que significa “Soberano Senhor”. É uma tradição judaica profundamente arraigada na mente dos judeus. Mas do ponto de vista objetivo não passa de algo fraudulento e sem precedentes ou orientação da Bíblia. Como é possível uma pessoa ler um nome e pronunciar outra coisa totalmente diferente? A Bíblia não apoia este costume de forma alguma. (Leia este artigo)

 

Jeová tem a solução para resolver os problemas deste mundo

Jesus Cristo em certa ocasião agradeceu a Jeová por ter-lhe concedido permissão para ressuscitar Lázaro, da cidade de Betânia. Ele disse:

“Pai, eu te agradeço porque me ouviste.  Na verdade, eu sei que sempre me ouves, mas falei por causa da multidão que está ao meu redor, para que acreditem que tu me enviaste.” João 11:42

As igrejas que se dizem “cristãs” não enaltecem a Jeová Deus e nem o conhecem. Trabalham para obscurecer a distinção ou diferença entre Jesus e o Criador do Universo, Jeová Deus. Deste ponto de vista, os evangélicos estão claramente desviando as pessoas de Deus e criando uma imagem distorcida da realidade. Jesus confirma isso quando diz:

 Justo Pai, o mundo realmente não te conhece, mas eu te conheço, e estes sabem que tu me enviaste. João 17:25

Portanto, quando vemos milhares de pessoas na Avenida Paulista em suas  “Marchas para Jesus”,  sabemos que não passam de pessoas sem conhecimento. Satanás os iludiu com uma visão deturpada sobre quem é Deus. Os hinos evangélicos, suas melodias e famosos cantores gospel criam um ambiente emocionante e confere a essas pessoas uma fé ou certeza totalmente ilusória sob o comando do mestre do engano Satanás o Diabo, que os ilude com obras poderosas e milagres mentirosos.

A Bíblia é tão certa que profetizou sobre este iludido povo evangélico:

 Mas a presença daquele que viola a lei se deve à atuação de Satanás,+ com toda obra poderosa, com sinais e milagres*mentirosos+ 10  e com todo engano injusto+ para os que estão a caminho da destruição,* em retribuição por não terem aceitado o amor à verdade para que fossem salvos. 11  É por isso que Deus deixa que uma influência enganadora os iluda de modo que acreditem na mentira,+ 12  a fim de que todos eles sejam julgados porque não acreditaram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça.” 2 Tess. 2:9

Essas pessoas não acreditam realmente na Bíblia. Em outros casos são iludidos ou enganados. Mas não é por falta de avisos. As Testemunhas do Verdadeiro Deus Jeová, as tem avisado por mais de 100 anos em sua pregação de casa em casa. O segredo é estudar o texto da Bíblia com dedicação e responsabilidade. Ao invés de se ofender com o que leu neste artigo, leia os textos citados diretamente da palavra de Deus. Dedique tempo toda semana para passar este assunto a limpo e entender o que está realmente acontecendo. A palavra de Deus aconselha:

“Persisti em examinar se estais na fé, persisti em provar o que vós mesmos sois.” — 2 CORÍNTIOS 13:5.

Se assim fizer, será contemplado com o conhecimento de Deus! Pois a profecia diz que “a terra há de encher-se do conhecimento de Jeová assim como as águas cobrem o próprio mar”. — Isaías 11:9.

paraíso na terra

No futuro, começo da grande tribulação ocorrerá algo que será um grande choque para a maioria das pessoas na Terra: a destruição de toda a religião falsa. Isto não chocará as Testemunhas de Jeová, porque elas aguardam isso já por muito tempo. (Revelação [Apocalipse] 17:1, 15-17; 18:1-24) A grande tribulação acaba no Armagedom, quando o Reino de Deus esmagar o inteiro sistema de Satanás. — Daniel 2:44; Revelação 16:14, 16.

Neste tempo que aproxima, até mesmo a morte de alguém querido talvez não seja um problema sem solução! Jeová Deus promete trazer de volta a vida aqui mesmo na terra seu amor, sua filha ou filho ou outra pessoa que perdeu de forma horrível.

Isso não é ensinado nas igrejas da Cristandade. Eles acham que Deus abandonou a terra e que todos os “bons”quando morrem irão automaticamente para o céus. Jeová Deus tem um propósito para a terra e para os humanos. Ele nos orienta e nos informa. Foi Jeová Deus quem enviou o Cristo e Ele é quem providenciou o meio de salvar a humanidade do sofrimento e da condição morredoura. Ele deu o seu filho para nos resgatar e o designou como Rei no domínio celestial. (João 3:16) A influência deste Rei poderoso será sentida em breve na terra. Jesus é a segunda maior pessoa do universo e o porta voz de Jeová Deus. Ninguém, nem mesmo Cristo Jesus pode ser comparado com Jeová. Isaías 40:13,18

 

Deus tem um nome?

O nome de Deus em hebraico

O nome Jeová deve aparecer no Novo Testamento?

O que os manuscritos mais antigos mostram?

O que está envolvido em conhecer o nome de Deus?

Descubra qual é o nome de Deus, o que ele significa e o que nos ensina sobre a personalidade dele.

Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • Paulo Alberto  On 24 de agosto de 2016 at 12:50

    Só acho que hoje em dia procura cada um defender seus ideais, julgando e difamando o próximo embasado em sua cega fé.

    Curtir

  • Queruvim  On 24 de agosto de 2016 at 13:10

    Remover o Nome de Deus da Bíblia ao traduzi-la é uma adulteração de documento. Isto não é direito de ninguém. Remover o nome de um texto antigo não é sequer assunto de religião. É crime e em arquivologia é coisa de gente que merece ser exposta sim senhor! Não julgo ninguém que faz isso, pois em Mateus 7:1 diz que não devemos “julgar para que não sejamos julgados”. Julgar é fazer juízo de condenação da pessoa. Estou fazendo acusações. Sou testemunha de acusação neste caso e não juiz. Não é questão de gosto pessoal ou “defender seus ideais”, mas é um crime contra o Autor da Bíblia, Jeová Deus. O embasamento do artigo não é feito em uma “fé cega” mas em textos bíblicos alegadamente inspirados pelas Igrejas chamadas evangélicas.

    Curtir

  • Rfl  On 24 de agosto de 2016 at 13:16

    “Por um lado sabemos que isso não é tão ruim assim [não usar o Nome de Deus, Jeová], afinal, muitas igrejas evangélicas são locais comandados por criminosos e extorsores que fazem teatro fingindo ser servos de Deus e de Cristo.” – Sim, é verdade. Tenho um colega de empresa que é evangélico pentecostal há 18 anos, de uma grande denominação religiosa fundada por um auto intitulado missionário que faleceu há poucos meses, inclusive. Esse colega, quando está na igreja (minha irmã frequenta essa mesma igreja), prega, grita, fala em “línguas estranhas”, etc; aqui na empresa ele fala palavrões quase o tempo inteiro!!! Não sai de sua boca palavras obscenas e assuntos relacionados ao homossexualismo. O TEMPO T-O-D-O!!!! E eu acho que é a igreja que deve ser o problema porque eu conheço outros dessa mesma grande denominação brasileira e são tudo iguais: falsos moralistas!!

    Mas, enfim, como disse bem certamente o artigo: “quando vemos milhares de pessoas na Avenida Paulista em suas “Marchas para Jesus”, sabemos que não passam de pessoas sem conhecimento. Satanás os iludiu com uma visão deturpada sobre quem é Deus. Os hinos evangélicos, suas melodias e famosos cantores gospel criam um ambiente emocionante e confere a essas pessoas uma fé ou certeza totalmente ilusória sob o comando do mestre do engano Satanás o Diabo, que os ilude com obras poderosas e milagres mentirosos.”

    Trágico, porém, realidade!! Infelizmente. Sinto muito pela minha irmã e por esse colega, mas aos poucos estou ajudando-os e uma hora, com a benção de Jeová, chegaremos lá.🙂

    Curtir

  • Davi  On 24 de agosto de 2016 at 15:57

    Boa tarde Paulo,

    O que é a Fé? A bíblia responde isso em Heb.11:1 que diz:”A fé é a firme confiança de que virá o que se espera, a demonstração clara* (Ou: “prova convincente”.) de realidades não vistas.”
    Percebeu que uma fé de verdade é baseada em “demostração clara” ou outra forma de tradução “prova convincente”?
    Não como as Igrejas da Cristandade que prega uma fé cega baseada em sentimentalismo.
    Temos que ter prova convincente para se ter fé solida, ou seja, estuda-lá para ter uma “demonstração clara”.
    O que o nosso irmão Queruvim colocou acima sobre a remoção do nome de Deus foi baseada em fatos históricos.
    Sobre o Paraíso terrestre foi baseado em textos da bíblia que provam isso.
    Procure fazer isso, estude a bíblia que você encontrará a verdade!

    Curtir

  • Solista S  On 24 de agosto de 2016 at 19:30

    Gostaria de deixar um raciocínio que antes da publicação deste post eu o tenho. No que estiver errado, me corrijam! Na bíblia, a palavra senhor está associada a baal. Certo? Assim, ao chamar o Deus verdadeiro apenas de senhor, acredito eu, seria pior do que usar o nome Jeová, pois, se o nome não está correto, pelo menos é uma tentativa mais digna de se direcionar ao verdadeiro Deus.

    Um argumento que alguns utilizam, que quase fui levado por ele, é dizer que Jesus usava a palavra Pai para se relacionar com Jeová. Isso é verdade. Porém, “uma coisa é diferente da outra”. Jesus se dirigia a seu pai, assim como nós humanos nos dirigimos a nosso pai, sem necessariamente chama-lo pelo nome. Porém, isso não muda o fato de que o Deus verdadeiro tem um nome. Aí o pessoal vem dizendo: se Jesus usou “pai”, por que nós devemos usar “Jeová”? Minha resposta: se Jesus usou “pai”, por que nós devemos usar “senhor”?

    Senhor, sem saber quem ele é, fica estranho. Igual a baal, não?

    obs.: não estou julgando ou acusando pessoas sinceras que chamam a Deus de senhor, dizendo que servem a baal, por exemplo, mas apenas estou expondo que é melhor usar o nome de Deus do que a palavra senhor, pois ela não define um ser pessoal e está relacionada a baal. Alguém discorda?

    Curtir

  • Alef Felipe  On 24 de agosto de 2016 at 19:46

    Muito Bom Queruvim! A Cristandade nega usar e adorar o Pai de Jesus nosso Criador de Jeová tiram o nome dele da biblia e ainda acusa as TJ por “Negarem a divindade de cristo” vai entender não é ?

    Curtir

  • Queruvim  On 24 de agosto de 2016 at 21:15

    Jesus cantou os Salmos de Hillel na noite anterior a sua morte. Nestes o Nome de Deus é mencionado todo tempo. Jesus falou o Nome ao dizer a Satanás: “E a Jeová que se deve adorar e somente a ele”. Jesus em Mateus 4 e Lucas 4 citando Deut. 6:10. Não devemos achar que Jesus não mencionava o Nome somente porque este é ausente nas traduções modernas da Cristandade. Ele o usava todo tempo como era costume dos judeus da antiguidade. Não é porque Jesus nunca falou o nome de seu pai adotivo José nos textos da Bíblia que isso significa que Jesus não o tenha mencionado! Este é apenas um exemplo de como devemos entender este assunto.

    Curtir

  • NOÉ  On 25 de agosto de 2016 at 0:48

    Este artigo me abriu a mente no seguinte trecho:

    “Os judeus de nossos dias, ao se depararem com o Nome de Deus vocalizado para se ler Yehowáh, nos manuscritos da Bíblia hebraica, evitam pronunciar o que estão vendo e ao invés, dizem “Adonay”, que significa “Soberano Senhor””

    A ABSURDA TRADIÇÃO JUDAICA É ESCONDER A PRONÚNCIA DO NOME DE DEUS. USAM SUBSTITUTOS PARA O NOME QUANDO SE DEPARAM COM ELE NA LEITURA. LOGO, SE Yehoá (JEOVÁ) NÃO É A PRONÚNCIA CORRETA, ENTÃO SERIA UMA PALAVRA VÁLIDA PARA USAR COMO SUBSTITUTA DO NOME, ASSIM COMO ADONAI, RRASHEM, ELORRIM ETC, QUE SUBSTITUEM A REAL PRONÚNCIA.
    MAS O DETALHE INTERESSANTE É QUE MESMO TENDO A OPINIÃO DE QUE JEOVÁ NÃO SERIA A PRONÚNCIA CORRETA, OS INIMIGOS DO NOME DE DEUS NÃO SE SENTEM À VONTADE PARA USAR NEM ESSA FORMA NEM OUTRA! SE ELES ESTÃO TÃO CERTOS DE QUE A PRONÚNCIA “JEOVÁ” NÃO QUER DIZER NADA, ELES DEVERIAM SER OS PRIMEIROS A INCENTIVAR O USO DESTE NOME, COM O REAL OBJETIVO DE “ESCONDER” A PRONÚNCIA ORIGINAL.
    MAS COMO ELES EVITAM LER O QUE ESTÁ ESCRITO NO TEXTO HEBRAICO, “IERROÁ”, “YERROVÁ”, ISSO NOS PERMITE CONCLUIR QUE AS VOGAIS PRESERVADAS PELOS MASSORETAS SÃO AS REAIS VOGAIS DO NOME! POR ISSO QUE OS INIMIGOS DO NOME DE DEUS INVENTARAM ESSA “LENDA URBANA” DE DIZER QUE “JEOVÁ” SERIA UMA MISTURA DE “ADONAI” COM “JHVH”. ISSO NÃO PASSA DE UMA “CORTINA DE FUMAÇA” PARA TENTAR REALMENTE APAGAR A REAL IDENTIDADE DE DEUS, CONCENTRADA NESTE BELO NOME.
    É POR ISSO QUE AS “FILHAS DE BABILÔNIA”, TODAS AS FALSAS RELIGIÕES, EVITAM ATÉ MESMO O USO DO NOME “JEOVÁ”, JUSTAMENTE PORQUE ESTE NOME FAZ TREMER E CAUSA DOR NOS DEMÔNIOS QUE HABITAM EM BABILÔNIA:

    Depois disso, vi descer do céu outro anjo que tinha grande poder, e a terra foi iluminada por sua glória.
    Clamou em alta voz, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, a Grande. Tornou-se morada dos demônios, prisão dos espíritos imundos e das aves impuras e abomináveis,
    Apocalipse 18:1,2_ https://www.bibliaonline.com.br/vc/ap/18

    Curtir

  • Queruvim  On 25 de agosto de 2016 at 1:59

    Uns 700 anos depois de Cristo na região de Tiberias, os massoretas criaram a vocalização e em quase todo o texto empregaram YehWÁH. Nunca Yawéh. O texto produzido e chamado de HaMassoráh em meio a guerras dos judeus e árabes, foi enviado para a distante Rússia, ao meu ver sob providência divina. Uma vez lá, passou a ser chamado de Codice Leningrado (Codex Leningradensis). Posteriormente B19A. Este vocaliza o Nome para se ler YehWáh.

    Curtir

  • NOÉ  On 25 de agosto de 2016 at 12:24

    MUITO INTERESSANTE E DE SIGNIFICADO ESPECIAL ESSA INFORMAÇÃO QUERUVIM, SOBRE O ENVIO DO TEXTO PADRÃO PARA UM LOCAL DISTANTE. REALMENTE, PROVIDÊNCIA DIVINA PARA A PRESERVAÇÃO!
    E SOBRE A PRONÚNCIA ESTABELECIDA NO TEXTO MASSORÉTICO PARA YeHwÁ, É SÓ DAR AO w O SOM QUE ELE TEM NO INGLÊS, POR EXEMPLO, QUE TEM SOM DE U. E AO H DO MEIO, QUE TEM UM LEVE SOM DE R, QUE TEREMOS : ” YERRUÁ”. VALE LEMBRAR QUE EM GÊNESIS 1, EM HEBRAICO, O VERBO QUE JEOVÁ USA PARA DAR EXISTÊNCIA À CRIAÇÃO, EM POTUGUÊS “HAJA” ISSO, “HAJA” AQUILO, EM HEBRAICO É LIDO “YERRÍ”. PORTANTO, JÁ QUE O NOME DE DEUS É UMA FORMA DO VERBO “EXISTIR”, A PRONÚNCIA “YERRÚ-A” LEMBRA CLARAMENTE O VERBO “YERRÍ”, HAJA, VENHA À EXISTÊNCIA. ALGO QUE A FORMA “YAVÉ” NEM CHEGA PERTO.
    POR ISSO, SE É PRA ESCOLHER UMA PRONÚNCIA DO NOME DE DEUS QUE FAÇA REFERÊNCIA A DEUS COMO O CRIADOR QUE EM GÊNESIS TROUXE TUDO À EXISTÊNCIA COM A ORDEM : ” iERRÍ !, ENTÃO O NOME “JEOVÁ” ( EM HEBRAICO YERROÁ ) É A FORMA CORRETA DO NOME DE DEUS!
    É POR ISSO QUE A CRISTANDADE E O JUDAÍSMO PREFEREM IGNORÁ-LO, POIS ESTE NOME IDENTIFICA O ÚNICO SOBERANO DEUS DA ETERNIDADE, O DEUS E PAI DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO!
    FELIZES SOMOS NÓS, TESTEMUNHAS DE JEOVÁ, QUE TEMOS A LIBERDADE DADA POR ELE DE USARMOS O NOME PARA NOS DESTACARMOS DE TODOS OS OUTROS GRUPOS NO MUNDO! SOMOS O “POVO CHAMADO POR SEU NOME”:

    14 Simeão+ relatou em detalhes como Deus, pela primeira vez, voltou sua atenção para as nações, a fim de tirar delas um povo para o Seu nome.+ 15 E com isso concordam as palavras dos Profetas, como está escrito: 16 ‘Depois disso voltarei e levantarei novamente a tenda* de Davi, que está caída; eu reconstruirei as suas ruínas e a restaurarei, 17 a fim de que o restante dos homens busque diligentemente a Jeová,* junto com pessoas de todas as nações, pessoas que são chamadas por meu nome, diz Jeová,* aquele que está fazendo essas coisas,+_ http://wol.jw.org/pt/wol/b/r5/lp-t/nwt/T/2015/44/15#h=108:256-108:798

    Curtir

  • João Carlos  On 3 de setembro de 2016 at 21:19

    Conheci uma pessoa que em seus textos nem mesmo a palavra Deus ele digitava e sim “D-us” é algo até hilário.
    Também lembrei-me de uma questão onde surgiu um argumento onde o próprio Jesus geralmente não mencionava o nome “Jeová” usando apenas a palavra “Pai” e isso é perfeitamente coerente pois ele é o unigênito e primogênito de Jeová e como é também comum a todo filho humano não chamar seu pai pelo nome, mas simplesmente dizer carinhosamente “pai”. Isso faz com que alguns argumentem que o próprio Jesus não pronunciasse Jeová. Grande engano. Para um cego defensor da trindade, enxergar algumas coisas tão fáceis de entender até a uma criança, significa implodir a principal coluna de sustentação dessa falsa crença, que sustenta praticamente todas as igrejas que se auto denominam ‘cristãs’.

    Curtir

  • tarsso Lairton da Silva  On 4 de setembro de 2016 at 19:50

    Acho até interessante, se dizer cristão e não cuidar desse fermento, q é a Hipocrisia, hj n podemos apontar o dedo p ninguém, pq o mal está a solta por tudo, dentro da igreja de Cristo ele tenta se infiltrar, e n é de se imaginar que no protestantismo ele queira se infiltrar, pq a Doutrina é verdadeira, por isso é q ele persegue a igreja, ele não quer os que estão fora, por isso n é a religião que é falsa, e sim o problema é o mal moral, independente de religião, a pessoa é quem deve vigiar, seja pastor, seja ancião, seja padre, ninguém está livre do mal moral ou do pecado, é uma luta constante, agora se ele consegue tirar e corromper esses líderes ae a responsabilidade recai sobra cada um, Rm 14.12 diz que cada um terá que dar conta de si no dia do juízo.

    Curtido por 1 pessoa

  • Queruvim  On 5 de setembro de 2016 at 2:04

    A responsabilidade é individual e também coletiva. Por isso que Apoc. 18:4 diz que devemos “sair” da Babilônia, que representa a confusão das religiões que professam ser cristãs. Por exemplo, como acha que uma pessoa pode ser salva se está em uma igreja que prega vários ensinos diferentes da Bíblia? Jesus afirmou:

    “Não é toda pessoa que me chama de ‘Senhor, Senhor’ que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu.” (Mateus 7:21, Bíblia na Linguagem de Hoje)

    Se alguém é chamado de profeta ou diz que Jesus é seu “Senhor”, faz sentido dizer que se trata de uma pessoa religiosa, e não de alguém que não crê em Deus. Então, fica claro que Jesus estava avisando que nem todas as religiões são boas e que nem todos os instrutores religiosos são de confiança.

    Curtir

  • Fabiano  On 7 de setembro de 2016 at 17:04

    Interessante uma coisa ,Jesus Cristo previu que iam chamar ele de senhor,e é isso que acontece,hj muitos chamam Jesus de senhor e ao mesmo tempo removendo o nome de seu DEUS e PAI JEOVÁ po senhor,eles acabaram criando essa confusão que é a trindade,e usam textos isolados ou parte de textos para tentar ensinar esse ensino errado,mais lembre se satanás nunca usou o nome divino,mais sim de DEUS, e então tido isso foi arquitetado por satanás, o Pai da mentira,lembre se que muitos no passado achavam que baal era o verdadeiro DEUS e uma tradução de baal é senhor,então vejam só como satanás conseguiu e consegue desencaminhar a humanidade com esses ENSINOS falsos

    Curtir

  • Eunice Sylvestre  On 29 de setembro de 2016 at 3:41

    maravilhoso estes esclarecimentos embora tenha que lelos denovo!nunca tinha lido tao fascinante!obrigado associaçao.

    Curtir

  • sonia santana  On 30 de setembro de 2016 at 23:12

    É COM IMENSA TRISTEZA QUE VEJO O DESPREZO DA HUMANIDADE PELO NOME DIVINO … ENTRE A TRIADE QUE CREEM SO TEM LUGAR PARA DOIS . SEGUNDO ELES PARA MIM NÃO É TRIADES É DUO POIS EVITAM FALAR O NOME DIVINO

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s