O Texto Copta de João 1:1-14


KATA IѠϨANNHС

Traduzido por Queruvim
(2015)

Segundo o texto Copta em G. Horner, The Coptic Version of the New Testament in the Southern Dialect, vol. III (Oxford: Clarendon Press, 1911-1924) pp.2-4.


1:1  ϨΝ ΤЄϨΟΥЄΙΤЄ ΝЄϤϢΟΟΠ ΝϬΙΠϢΑϪЄ, ΑΥѠ ΠϢΑϪЄ ΝЄϤϢΟΟΠ ΝΝΑϨΡΜ ΠΝΟΥΤЄ. ΑΥѠ ΝЄΥΝΟΥΤЄ ΠЄ ΠϢΑϪЄ

No princípio existia a palavra, e a palavra existia com o Deus, e a palavra era um deus.

1:2  ΠΑΙ ϨΝ ΤЄϨΟΥЄΙΤЄ ΝЄϤϢΟΟΠ ϨΑΤΜ ΠΝΟΥΤЄ.

No princípio este existia com o Deus.

1:3  ΝΚΑ ΝΙΜ ΑΥϢѠΠЄ ЄΒΟλ ϨΙΤΟΟΤϤ. ΑΥѠ ΑϪΝΤϤ ΜΠЄ λΑΑΥ ϢѠΠЄ. ΠЄΝΤΑϤϢѠΠЄ

Tudo veio a ser por intermédio dele, e sem ele nada veio a ser. Aquilo que veio a ser

1:4  ϨΡΑΙ ΝϨΗΤϤ ΠЄ ΠѠΝϨ.  ΑΥѠ ΠѠΝϨ ΠЄ ΠΟΥΟЄΙΝ ΝΝΡѠΜЄ.

com ele foi a vida, e a vida era a luz da humanidade.

1:5  ΑΥѠ ΠΟΥΟЄΙΝ ЄϤΡΟΥOЄΙΝ ϨΜ ΠΚΑΚЄ.  ΑΥѠ ΜΠЄ ΠΚΑΚЄ ΤΑϨΟϤ.

E a luz brilhou na escuridão e a escuridão não a venceu.

1:6  ΑϤϢѠΠЄ ΝϬΙΟΥPѠΜЄ ЄΑΥΤΝΝΟΟΥϤ ЄΒΟλ ϨΙΤΜ ΠΝΟΥΤЄ.  ЄΠЄϤΡΑΝ ΠЄ ΙѠϨΑΝΝΗС.

Veio a haver um homem, enviado por Deus , e o nome dele era João.

1:7  ΠΑΙ ΑϤЄΙ ЄΥΜΝΤΜΝΤΡЄ.  ϪЄΚΑС ЄϤЄΡΜΝΤPЄ ЄΤΒЄ ΠΟΥOЄΙΝ.  ϪЄΚΑС ЄΡЄ ΟΥΟΝ ΝΙΜ ΠΙСΤЄΥЄ ЄΒΟλ ϨΙΤΟΟΤϤ.

Este veio como uma testemunha a fim de dar testemunho a respeito da luz, a fim de que todos pudessem crer por intermédio dele.

1:8  ΝЄ ΠЄΤΜΜΑΥ ΑΝ ΠΟΥΟЄΙΝ.  ΑλλΑ ϪЄΚΑС ΝΤΟϤ ЄϤЄΡΝΤΡЄ ЄΤΒЄ ΠΟΥΟЄΙΝ.

Aquele não era a luz, antes (ele veio) a fim de dar testemunho a respeito da luz.

1:9  ΠΟΥΟЄΙΝ ΜΜЄ ЄΤΡΟΥΟЄΙΝ ЄΡѠΜЄ ΝΙΜ ΠЄ ЄϤΝΗΥ ЄΠΚΟСΜΟС.

É a verdadeira luz que brilha para toda a humanidade, vindo ao mundo.

1:10  ΝЄϤϨΜ ΠΚΟСΜΟС ΠЄ.  ΑΥѠ ΝΤΑ ΠΚΟСΜΟС ϢѠΠЄ ЄΒΟλ ϨΙΤΟΟΤϤ.  ΑΥѠ ΜΠЄ ΠΚΟСΜΟС СΟΥѠΝϤ.

Ele (a luz) estava no mundo, e foi por meio dele que o mundo veio a existir. E o mundo não o conhecia.

1:11  ΑϤЄΙ ϢΑ ΝЄΤЄΝΟΥϤ ΝЄ.  ΑΥѠ ΜΠЄ ΝЄΤЄΝΟΥϤ ΝЄ ϪΙΤϤ.

Ele veio para aqueles que eram seus, e eles não o receberam.

1:12  ΝЄΝΤΑΥϪΙΤϤ ΔЄ ΑϤϮ ΝΑΥ ΝΤЄξΟΥСΙΑ ЄΤΡЄΥϢѠΠЄ ΝϢΗΡЄ ΝΤЄ ΠΝΟΥΤЄ.  ΝЄΤΠΙСΤЄΥЄ ЄΠЄϤΡΑΝ.

Mas para aqueles que o receberam ele deu o poder para se tornarem filhos de Deus, aqueles que acreditam em seu nome.

1:13  ΝΑΙ ΝϨЄΝЄΒΟλ ΑΝ ΝЄ ϨΝ ΟΥѠϢ ΝСΝΟϤ ϨΙ СΑΡξ.  ΟΥΔЄ ЄΒΟλ ΑΝ ϨΜ ΠΟΥѠϢ ΝΡѠΜЄ.  ΑλλΑ ΝΤΑΥϪΠΟΟΥ ЄΒΟλ ϨΜ ΠΝΟΥΤЄ.

Estes não da vontade de sangue e carne, nem da vontade do homem, mas foi de Deus que eles nasceram.

1:14  ΑϤΡСΑΡξ.  ΑϤΟΥѠϨ ΝΜΜΑΝ.  ΑΥѠ ΑΝΝΑΥ ЄΠЄϤЄΟΟΥ.  ΝΘЄ ΜΠЄΟΟΥ ΝΟΥϢΗΡЄ ΝΟΥѠΤ ЄΒΟλ ϨΙΤΜ ΠЄϤЄΙѠΤ.  ЄϤϪΗΚ ЄΒΟλ ΝΧΑΡΙС ϨΙ ΜЄ.

Ele se tornou carne e residiu entre nós. E observamos sua glória, como a glória de um filho único de seu pai, cheio de bondade imerecida e verdade.

_____________________________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________________________

6de9e03ae7a0e2c7dcfbf110.L._SX300_

Um dos mais respeitados Dicionários, The Anchor Bible Dictionary, diz o seguinte a respeito das mais antigas traduções da Bíblia para o idioma Copta:

“Visto que a [Septuaginta]e as [Escrituras Gregas Cristãs] foram traduzidas para o Copta durante o 3º Século Era Comum, a Versão Copta é baseada nos [Manuscritos Gregos] que são significativamente mais velhos do que a vasta maioria das testemunhas existentes [ainda em existência]”

A Palavra era “Deus” ou “um deus”?

 

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Queruvim  On 15 set 2015 at 16:31

    Para quem quer aprender um pouco de COPTA>
    http://www.coptic.net/copticweb/contributions/copticlanguagelessons.pdf

    ESTA PÁGINA DEVE FOCAR QUALQUER DISCUSSÃO EM TORNO DO ASSUNTO DE João 1:1 e/ou O MS COPTA.

    FAVOR NÃO SE DESVIEM para outros temas.

    Curtir

  • Alexandre  On 15 set 2015 at 19:18

    O Copta era falado por quem ??

    Curtir

  • gerson lofhagen  On 15 set 2015 at 19:33

    O que os trinitários vao dizer agora? deixa eu advinhar…eles vao dizer que esse texto copta e falso.

    Curtir

  • Queruvim  On 15 set 2015 at 20:00

    O copta é uma língua que dominou por volta do século III no Egito Antigo.Como língua cotidiana teve seu apogeu entre o século III e o século VI. Ainda hoje permanece como língua litúrgica da Igreja Ortodoxa Copta e da Igreja Católica Copta. O copta é um estágio final da língua egípcia clássica, que passou por esta ordem: Hieróglifos,(ver imagem abaixo) demótico e Copta.Imagine que uns poucos anos depois do Apóstolo João o texto dos Evangelhos foram traduzidos para o Copta, inclusive o Evangelho de João! Neste… para a surpresa desagradável dos defensores da posterior doutrina da trindade, empregava-se o artigo indefinido. De acordo com o Dicionário citado no final do artigo acima, o texto Copta do Evangelho de João é mais antigo que a “vasta maioria” dos mss em grego que existem hoje nos museus ao redor do mundo!

    Hieróglifos

    Curtir

  • Isaque  On 15 set 2015 at 22:08

    Espetacular !

    Curtir

  • NOÉ  On 16 set 2015 at 0:52

    “gerson lofhagen On 15 de setembro de 2015 at 19:33:
    O que os trinitários vão dizer agora? deixa eu adivinhar…eles vão dizer que esse texto copta e falso.”

    EU CREIO QUE ELES VÃO DIZER:

    1) ESTA TRADUÇÃO DO MUNDO COPTA É UMA ABERRAÇÃO DAS REGRAS GRAMATICAIS GREGAS ESTABELECIDAS PELOS ESTUDIOSOS DOS SÉCULOS 18 ATÉ O 20 !

    2 ) ESTA TRADUÇÃO DO MUNDO COPTA É UMA ABERRAÇÃO GRAMATICAL PORQUE NÓS NÃO SABEMOS OS NOMES DOS TRADUTORES E, POR ISSO, NÃO PODEMOS SABER SE OS TRADUTORES ERAM ERUDITOS COM Phd EM GREGO. E ISSO É FUNDAMENTAL PARA PODERMOS APROVAR UMA TRADUÇÃO BÍBLICA DE QUALIDADE !

    OPS ! … PARECE QUE EU JÁ VI ESSE FILME….

    Curtir

  • Queruvim  On 16 set 2015 at 2:03

    Observem no texto Copta o emprego do artigo indefinido em João 1:6. Em Copta “ou” significa “um” e o substantivo “rwme” a saber “homem”. Vemos as duas palavras juntas ou ourwme “um homem”, que é simples de traduzir tanto quanto João 1:1c “um deus” ou “divino”. Alguns acham que atribuir um sentido qualitativo vertendo João 1:1c por “e a palavra era divina” muda tudo. Como assim? Divino ou um deus são sinônimos!
    Webster´s

    O que é uma divindade?

    O Dicionário de Webster define “divindade” da seguinte maneira:

    “A qualidade ou estado de ser divino, um ser divino, DEUS, DEUSA” ( on line)

    O mesmo dicionário define “divino” como :

    “algo de Deus, relacionado a Deus ou procedendo diretamente de Deus, ou um deus“

    Curtir

  • Davi  On 16 set 2015 at 8:18

    Puxa, que artigo bom.
    Queria ver a cara dos trinitaristas agora, que defende algo que o homem criou.
    Não tem como refutar algo que é muito mais antigo que os mss que conhecemos.
    Muito Bom!

    Curtir

  • Rafa  On 16 set 2015 at 9:29

    Isso é BEM sério, MUITO sério. Derruba completamente uma crença: a confusa e deturpada crença da TRINDADE.

    Olha, como disse certa vez uma pessoa: “SE A VERDADE NÃO ESTIVER COM AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ, CORRAM PARA AS COLINAS”

    Curtir

  • Fernando Otavio  On 16 set 2015 at 11:44

    Analisando o texto copta, o protestante Marcelo Berti disse: “Supõe-se com razão que as versões em outros idiomas foram feitas para suprir a lacuna de informação apostólica para uma região onde o idioma original não poderia ser lido com facilidade. Possivelmente, missionários realizavam preocupados com o desenvolvimento e propagação da fé.” Que dificuldade era esta?

    O grego Koiné não tinha o artigo indefinido “um”. Por este motivo, o protestante Marcelo Berti admite que este texto copta foi possivelmente feito por missionários “preocupados com o desenvolvimento e propagação da fé”. Não é esta a preocupação das Testemunhas de Jeová? Não é esta a religião que cumpre o mandamento bíblico de pregar de “casa em casa”? (Atos 20:20) Ao mesmo tempo em que alguns trinitaristas concordam com a pesquisa e o apoio dado no texto copta sobre João 1:1c (“um deus”), eles demonstram uma certa LETARGIA em ter que mudar de fé para o texto sagrado como faz a NM!

    Curtir

  • PG Almeida  On 16 set 2015 at 17:36

    O que eu posso dizer sobre esse assunto que o Querubim, Saga e outros irmãos com conhecimento linguístico bem profundo trouxe pra nós é um assunto mais profundo que o escravo fiel e prudente nao teria no Momento. Eles tem que se preocupar é procurar levar a mensagem com simplicidade pra atingir os merecedores que ainda não conhecem.
    Eu tenho comigo que os que acessam aqui são pessoas com um grau de conhecimento bíblico que são pra poucos. Com certeza temos derrubado raciocínios e dogmas de pessoas que dificilmente consegueria-se raciocinar em nossas visitas de casa em casa.
    Se os irmãos prestaram atenção nos últimos vídeos da TV.JW está se trazendo muito atenção para os grupos de RTOs que estão se formando em várias partes do mundo pra atingir as pessoas em sua língua nativa.
    Em um dos vídeos que mostra a dedicação de um desses RTOs o irmão do Corpo Governante fala que nem eles em Brooklyn tinha idéia da eficácia desse novo arranjo.
    Eu já vejo isso lá na frente quando iniciar a ressurreição, e a pessoa sendo levantada, ouvindo sobre Jeová e Jesus no seu idioma materno.

    Mas, venhamos e convenhamos, essa matéria como foi explanada aqui, é ‘Um tapa com luva de pelica` na cara dos opositores e anti-TJs. Rsrsrs

    Curtir

  • Kl  On 16 set 2015 at 17:49

    Esse texto com essa leitura é utilizado na liturgia atual da Igreja copta?Se sim isso afeta como o conceito deles sobre a divindade de cristo?Isto é se afeta.

    Curtir

  • Marcelo  On 17 set 2015 at 2:54

    Kl

    nao deve afetar nada. Afinal quantos textos falam de “Deus E DE Jesus”? Quando isto acontece eles apenas entendem que NESTES casos “Deus” significa “Pai” e nao 3 pessoas.

    Curtir

  • Felipels  On 17 set 2015 at 3:09

    Acho muito interessante a tradução copta pois a crença na Trindade Cristã não era conhecida naquele tempo. Outro detalhe interessante é que o dialeto saídico do copta é mais próximo do Inglês e do Português do que o siríaco e o Latim.

    As primeiras traduções das Escrituras Gregas Cristãs foram para os idiomas siríaco, latim e copta. O siríaco e o latim, assim como o grego daqueles dias, não têm artigo indefinido, mas o copta tem.

    A organização citou o texto Copta na revista (w08 1/11 páginas 24-25).

    Artigo muito instrutivo… Parabéns Queruvim

    Curtir

  • Alexei  On 17 set 2015 at 9:24

    Já posso ver algum “estudioso” tentar provar que o artigo indefinido “um” não quer dizer necessariamente um, mas uma unidade “composta”. Aí seria demais!!! Já devem estar tentando argumentar com teorias que trazem expressões tipo “econômica”, “funcional” ou algum outro sofisma parecido. Dá para acreditar?

    O objetivo sempre será o mesmo: Negar completamente o inegável, não importa o que seja necessário fazer.

    Curtir

  • Bastos  On 17 set 2015 at 15:20

    Este achado tem mais textos ou você separou só estes com a tradução que você pôde fazer no momento?
    Essa matéria é muito interessante!

    Curtir

  • Queruvim  On 17 set 2015 at 17:22

    Bastos, há muitos outros textos e trechos inteiros do NT bem como as cartas de Paulo.

    Curtir

  • NOÉ  On 22 set 2015 at 14:37

    Eu sempre tive comigo o seguinte pensamento para resolver esta polêmica em torno de João 1:1:
    Eu creio que tudo isso é originado porque a palavra Deus(deus) é usada assim em nossos idiomas ocidentais, sem tradução. Por isso acaba parecendo um NOME Próprio exclusivo quando nos referimos a Deus.
    Mas a palavra deus ( elohim/theo ) pode muito bem ser TRADUZIDA, pois ela tem um significado próprio, aliás, vários significados: Poderoso, autoridade, juíz, etc.
    Portanto, traduzindo o texto de João 1:1 de acordo, fica fácil de entender o que o escritor quis dizer, sem margem para pensamentos dúbios, e de acordo com a tão aclamada gramática grega:

    “NO PRINCÍPIO EXISTIA A PALAVRA, E A PALAVRA ESTAVA COM “O PODEROSO”. E PODEROSA ERA A PALAVRA.”

    Assim fica fácil de ver que o segundo theos que se refere à Palavra é uma qualidade. Enquanto o primeiro Theon, que TEM o artigo Definido em grego, se refere a uma pessoa específica, O DEUS [VERDADEIRO], O DEUS [ÚNICO], que era o entendimento que o escritor e os leitores da época tinham,baseados em todo o conhecimento transmitido através da história de Israel.

    Curtir

  • NOÉ  On 22 set 2015 at 15:10

    Sem dizer que toda esta crítica dos opositores mostra que eles estão desconsiderando todo o resto do texto, pois a própria continuação do capítulo mostra o que o escritor queria ensinar. Os opositores gostam de dizer que traduzir “um” deus as TJ acreditam que existe mais de um Deus.
    Mas É isso mesmo o que o próprio capitulo 1 diz, e não é invenção das TJ.
    Só um pouquinho mais pra frente, no versículo 18:

    “18 Ninguém jamais viu a Deus, mas o Deus Unigênito, que está junto do Pai, o tornou conhecido.”
    Viu ? A própria bíblia classifica jesus como Deus. Mas o tradutor da versão acima preferiu usar deus com D maiúsculo, pois entende que Deus só pode ser escrito assim.
    Portanto, a palavra Deus/deus é mal aplicada pela cristandade. Existem SIM vários deuses no céu. Mas são chamados de deus porque todos os ESPÍRITOS são PODEROSOS! É natural deles serem poderosos. Mas não é por isso que nós devemos adorar estes espíritos, estes deuses, porque a Bíblia nos ensina que de todos os deuses que existem, apenas UM é digno de toda adoração, pois este UM é o Criador de tudo e de todos. Inclusive foi Ele quem criou os outros deuses, que mais conhecemos como Anjos.
    E este deus Supremo, que a cristandade conhece como Deus, com D maiúsculo, é diferente de deus, os filhos-deuses que ele criou, antes de criar o universo material. E pra nós, TJ, é fácil identificá-lo, pois nós não temos medo de usar o nome pessoal Dele, JEOVÁ, que o identifica claramente entre todos os outros deuses. Nenhum outro deus deve substituir o Deus Jeová.

    Curtir

  • NOÉ  On 22 set 2015 at 15:16

    E para finalizar:
    O próprio João deu o exemplo de que existem deuses no mundo espiritual. E a experiência dele nos mostra como é errado adorar qualquer um que não seja o Deus Jeová. E isso foi ensinado diretamente por um destes deuses, um anjo:

                                              Apocalipse 19
    

    “…9 Então, o anjo me ordenou: “Escreve: Bem-aventurados os que são chamados ao banquete das núpcias do Cordeiro!” E disse-me mais: “Estas são as exatas palavras de Deus!” 10 Diante disso, lancei-me aos seus pés num gesto de adoração, mas ele, imediatamente, me orientou: “Olha, não faças isso; sou conservo teu e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus,…”

    Curtir

  • NOÉ  On 22 set 2015 at 19:33

    JOÃO 1:18 APOCALIPSE 19

    Curtir

  • SemQI - 17  On 23 set 2015 at 14:17

    “NO PRINCÍPIO EXISTIA A PALAVRA, E A PALAVRA ESTAVA COM “O PODEROSO”. E PODEROSA ERA A PALAVRA.”

    é NOÉ….

    oque eu acho interessante, é como o texto fica se lermos do modo trinitário:

    joão 1:1,2 modo trinitys >>>
    ‘”” NO PRINCPIO ERA DEUS, E DEUS ESTAVA COM DEUS, E DEUS ERA DEUS…ELE ESTAVA COM DEUS”””

    sabe o porquê disso?? porque a PALVRA pros trinitarios, é o DEUS mencionado.. então, não tem mal nem um em ler o texto como citei.. ficou até coerente.. rsrs
    nem essencia ou substancia caberia no texto…

    se for SUBSTANCIA ou ESSENCIA como eles alegam, então, oque o texto quer nos dizer ??

    joão1:1,2 >>
    “”NO PRINCIPIO ERA A PALAVRA, E A PALAVRA ESTAVA COM A SUBSTANCIA, E A PALAVRA ERA A SUBSTANCIA.. ESTAVA NO PRINCIPIO COM A SUBSTANCIA””
    — VARIANTE >>

    JOÃO1;1,2
    “”no principio era DEUS[ou substancia], e DEUS[ou substancia] estava com DEUS[só existe uma substancia], e DEUS era DEUS[era possivelmente sua própria substancia]””

    como alegam os trinitarios, a PALAVRA era DEUS NO sentido de essencia.. mas se o texto faz menção ao PAI como DEUS, então JESUS NÃO ERA ESSE DEUS!.. digo mais..
    porém, se o DEUS ali é de fato o PAI, ENTÃO NÃO CABE ALI, UMA esencia, porquê é o PAI…
    PORÉM, se o DEUS ali for o (DEUS TRINO){SUBSTANCIALMENTE FALANDO}.. então JESUS ESTAVA COM ele{deus duplo??}, e que não era ele, JESUS esta excluido ai.., mas, ao mesmo tempo ja era ele.. como só existe uma ESSENCIA que treis seres faz parte, então JESUS ESTVA COM ESTA SUBSTANCIA e ao mesmo tempo era ELA.. OQUE JA FOGE DE QUALQUER REGRA!

    resumindooo… uma verdadeira BABEL…

    Curtir

  • A Serviço do Reino  On 23 set 2015 at 14:40

    Esse texto de João 1:1, segundo interpretado pelos trinitários, serve muito mais pra provar o unicismo do que a trindade.

    Vejamos o entendimento desse texto quando um trinitário lê:

    No princípio era o Verbo (Jesus), e o Verbo (Jesus) estava com Deus (Jeová), e o Verbo (Jesus) era Deus (Jeová).

    Em outras palavras, o trinitário lê assim:

    No princípio era Jesus, e Jesus estava com Jeová e Jesus era Jeová.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Desculpem o riso, mas isso é unicismo, não Trindade.

    Curtir

  • NOÉ  On 23 set 2015 at 17:04

    SemQI + A Serviço do Reino:

    😆 😆 😆 😆 😆

    Curtir

  • NOÉ  On 23 set 2015 at 17:41

    SemQI + A Serviço do Reino:
    👏 👏 👏 👏 👏 👏

    Curtir

  • Vinicius  On 23 set 2015 at 22:12

    João 1:1-3 é o que eu chamo de ‘perfeito encapsulado’, que é quando um texto é tão perfeito que não há mais de uma maneira de escrevê-lo ou, se preferir, traduzi-lo. O verso chave desse texto é o 3º onde diz: ‘Todas as coisas foram feitas através dele, e, sem Ele, nada do que existe teria sido feito.’, Ora, se sem Jesus (O Logos) NADA do que existe veio a ser, então logicamente nem mesmo Ele (Jesus) poderia ter vido a ser sem Ele próprio, ou seja, O Filho que se revelou a nós na pessoa de Jesus Cristo não poderia ter sido criado sem que Ele mesmo existisse. Jesus é o ‘Verbo’ ou ‘Comando’ Divino. Ele é A Palavra (Autoridade) de Deus, de modo que se em uma época Jesus não existiu, então logo houve uma época em que Deus não tinha a ‘Palavra’ para criar as coisas.

    Com tudo isso em vista, a única forma correta de verter João 1:1 é: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus.”

    Além do mais, se Jesus é ‘um deus’, então logo caímos no politeísmo grego onde havia o ‘Deusão’ e o ‘deusinho(s)’. A situação se agrava no verso 18 do mesmo capítulo onde Jesus (O Filho) é chamado novamente de ‘Deus’ (Ho Theos) com artigo definido.

    Gostaria de ter terminado meu comentário no parágrafo anterior, mas noto que há uma certa dificuldade por parte de alguns aqui em entender o que é a Santíssima Trindade. Pois bem, a Santíssima Trindade não é composta de 3 deuses, mas sim 3 pessoas, Pai, Filho e Espírito Santo, de modo que o Pai é O Deus, o Filho é O Deus e o Espírito Santo é O Deus.

    Espero ter sido de ajuda.
    Graça e paz a todos.

    Curtir

  • Felipels  On 24 set 2015 at 0:43

    Vinicius Obrigado pelo seu comentário… Só queria fazer algumas observações ao que você disse. Você mencionou: “se Jesus é ‘um deus’, então logo caímos no politeísmo grego onde havia o ‘Deusão’ e o ‘deusinho(s)’.”

    Analise por favor esses versículos:

    Deus disse a Moisés: “Ele falará por você ao povo; ele será seu porta-voz (Falando de Arão), e você lhe servirá de Deus.” (Êxodo 4:16)

    Sobre Satanás (2 coríntios 4:4) diz: “O deus deste mundo cegou a mente dos descrentes.”

    A palavra Deus na bíblia ou Divino pode ser usada para alguém que tem poder.. Até mesmo os fiéis que forem salvos são descritos como tendo “Natureza Divina” em (2 Pedro 1:4).

    Mais existe uma diferença entre Deus e o Deus Todo-Poderoso.. Apenas Jeová é descrito como “Todo-Poderoso” Como mostra por exemplo o (Salmo 91:1, 2).

    E quanto a Jesus ser criado é a bíblia quem nos diz isso:

    Em (Apocalipse 3:14) Jesus é descrito como o “Princípio da criação de Deus.” – Portanto Jesus faz parte da criação de Deus…

    Ele é o princípio pois foi o primeiro a ser criado:

    “Ele [Jesus] é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação.” – (Colossenses 1:15).

    Jesus é o primogênito – ele foi gerado. Em nenhuma parte da bíblia fala de Jeová ser Gerado, na verdade a bíblia diz que Deus sempre existiu. (Salmo 90:2).

    (Provérbios 8:22-25) diz: “O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos. Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra. Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d’água. Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci.” – Almeida Atualizada

    Os teólogos das principais igrejas evangélicas do Brasil e do Mundo aceitam que Provérbios 8 fala sobre Jesus em sua existência pré-terrena.

    Jesus mesmo no céu é sujeito ao pai. Portanto eles não tem a mesma autoridade e poder. (Leia João 14:28 e 1 Coríntios 15:24-28).

    Nós conhecemos sim a doutrina na Trindade… e Muito Bem.. Mas nós acreditamos em Jesus..
    Em (João 17:3) Ele disse em oração ao Pai: “Isto significa vida eterna: que conheçam a ti, o ÚNICO DEUS VERDADEIRO, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo.”

    Será Jesus mentiu quando disse que o único Deus verdadeiro era o Pai?

    Curtir

  • Queruvim  On 24 set 2015 at 1:24

    Vinicius…olha o que o Sr escreveu:

    “Ora, se sem Jesus (O Logos) NADA do que existe veio a ser…”

    Quando João escreveu que “fora dele” ou “sem ele ” …”nada veio a existir” ou “nem uma só coisa veio a existir” claro que se excetua Àquele que o Criou. Nesta mesma linha de raciocínio, Paulo escreveu em 1 Cor. 15:27 que “Deus lhe sujeitou todas as coisas debaixo de seus pés”…e concluiu dizendo “Claro está que se excetua Àquele que lhe sujeitou todas as coisas”. Quando lemos as palavras de João em João 1:3 que diz “todas as coisas vieram a existir Por INTERMÉDIO DELE”, isso significa que ele foi o agente intermediário na criação de todas as coisas. Alguém POR MEIO DELE estava criando tudo. Esta explicação está em conformidade com o próprio João em João 1:1 quando diz que ele estava “COM DEUS”. Como pode Jesus estar COM Deus e ser ao mesmo tempo Áquele com quem estava? Você ignorou isso também. Prefere diluir o significado básico das declarações ( por intermédio de…e COM DEUS) e enxertar ideias que contradizem o texto e que são confusas para todos. Contradiz também as palavras de Paulo que entendia de modo CLARO que ele, JESUS, está subordinado a Deus. Noto que há uma certa dificuldade e teimosia de sua parte em entender que “Jeová nosso Deus é um só”. Nem entende que monoteísmo é a adoração de UM SÓ Deus. As Testemunhas de Jeová adoram a UM SÓ Deus. Há uma dificuldade em entender que POLITEÍSMO é a adoração de POLI deuses ou seja, MUITOS deuses. As TJ não adoram vários deuses. Sugiro que pegue os Dicionários citados neste link que partilho aqui e verá que politeísmo é a crença E A ADORAÇÃO DE VÁRIOS DEUSES. Ainda assim, obrigado por sua participação nesta página. Serviu para os que estudam com atenção verem a confusão desta doutrina emprestada dos pagãos, juntamente com um otimismo sem base adquirido em cultos de emoção dos terreiros de umbanda modernos, a saber, os templos da Cristandade. E outra coisa…fico muito feliz de não estar na pele de um trinitário e ter que ver um texto como o COPTA acima, o qual ignoraste em seu otimismo sem base. Muitos de seus irmãos de fé, afirmaram durante mais de 50 anos, que a tradução de João 1:1 conforme apresentada na Tradução do Novo Mundo, é uma “deturpação” e muitos destes ainda dizem isso. Hoje, com um pouco mais de estudo, algo que os templos evangélicos fazem com relutância, sabe-se que esta não somente é uma alternativa de tradução, como também é “a forma mais provável de tradução”*. Observe o que dizem muitos eruditos neste vídeo que preparei>>>>>>>>

    Eu perdi a conta de tantos que colocaram a Tradução do Novo Mundo como sendo a ÚNICA que apresenta tal leitura de João 1:1. Que frustração quando estes falastrões souberam que a 1800 anos, antes mesmo dos textos gregos mais antigos e mais completos que temos hoje, já havia uma versão (o texto COPTA acima) optara pela mesmo leitura!

    *Dr. Jason BeDuhn (of Northern Arizona University) in regard to the Kingdom Interlinear’s appendix that gives the reason why the NWT favoured a translation of John 1:1 as saying the Word was not “God” but “a god” said: “In fact the KIT [Appendix 2A, p.1139] explanation is perfectly correct according to the best scholarship done on this subject..”

    Murray J. Harris has written: “Accordingly, from the point of view of grammar alone, [QEOS HN hO LOGOS] could be rendered “the Word was a god,….” -Jesus As God, 1992, p. 60.

    C. H. Dodd says: “If a translation were a matter of substituting words, a possible translation of [QEOS EN hO LOGOS]; would be, “The Word was a god”. As a word-for-word translation it cannot be faulted.”

    Curtir

  • NOÉ  On 24 set 2015 at 2:00

    Vinicius On, diante de sua cordialidade manifestada no seu comentário eu peço desculpas se eu me exceder em alguma crítica na minha resposta,
    Maaaassssss…
    Como eu nunca ouvi falar neste “perfeito encapsulado”, fui verificar a expressão no google. E só achei isto:
    1. Encapsulado
    Encapsular,
    Ato ou efeito de ENCAPSULAR.
    Acondicionar em CÁPSULA
    Isolamento de um corpo
    Revestimento, proteção, escudo, bloqueio… de um determinado evento, isolando-o do meio circunvizinho.
    Apesar de você querer defender a Trindade, o seu próprio comentário anula a sua defesa. Pra começar, esta noção de um texto ser “perfeito encapsulado” é absurda! Não existe isso quando tratamos de tradução! Esta sua ideia só explica claramente o motivo de existirem ensinos anti-bíblicos: as pessoas que teimam com a verdade “encapsulam” a própria mente em torno de uma teoria que fica quase impossível que se veja o assunto de outros ângulos. O seu argumento é prova disso.
    A raiz do problema em quem crê na trindade é que estas pessoas realmente “encapsulam” o Texto de João 1:1, pois de acordo com a definição do dicionário, Encapsular é “isolar um corpo do meio circunvizinho”. Ao isolar o texto dos textos vizinhos, você não é capaz de ver o que o contexto,os vizinhos, esclarecem sobre o assunto. Na verdade, para acreditar na trindade a pessoa é obrigada a isolar a BÍBLIA INTEIRA para poder criar um raciocínio que apóie aquilo que A PESSOA QUER acreditar!
    O texto pode SIM ser muito bem traduzido de outras formas. Afinal, se a tradução da Bíblia fosse possível só de uma forma, NÃO EXISTIRIAM TANTAS TRADUÇÕES DIFERENTES PELO MUNDO. HAVERIA UMA TRADUÇÃO SÓ.
    E a principal crítica contra a TNM é que ela violaria a gramática grega ao traduzir “[um] deus”.
    Ao exemplificar com a versão que eu postei, eu fiz questão de deixar claro o que o texto quer dizer:
    En archē ēn ho Logos kai ho Logos ēn pros
    “NO PRINCÍPIO EXISTIA O VERBO, E O VERBO ESTAVA COM

    ton Theon kai Theos ēn ho Logos
    “O PODEROSO”. E PODEROSO ERA O VERBO.”

    O original só quer dizer isso! Você pode muito bem traduzir o texto grego seguindo a gramática corretamente e dependendo da sua intensão, tornar mais claro ou menos claro o sentido, dependendo apenas da escolha de palavras.
    Traduzindo ao pé da letra, sem colocar [um] deus, mas dando significado ao que quer dizer “deus”, poderoso, você percebe que João estava falando de duas pessoas diferentes convivendo lado a lado, sendo um O deus que Israel sempre adorou, Jeová, e o outro era “deus” no sentido de que também tinha poder e autoridade, já que ele, a palavra, era um ser ESPIRITUAL, dotado de poder e autoridade sobre a matéria e sobre outros anjos. Mas não é possível dizer que O deus e a palavra sejam a mesma pessoa!
    O próprio v.18 confirma que no mundo espiritual existem…ESPÍRITOS!…. ou seja, seres de outro tipo de vida e corpo, pois o texto diz que o Verbo era o deus único gerado pelo Pai.
    Então aqui você tem que dar liberdade para que o contexto de toda a bíblia te ensine a verdade! A verdade de que Jesus tem uma história de vida TOTALMENTE ÚNICA, diferente de qualquer outro filho do Deus Jeová. O v.18 confirma que NINGUÉM JAMAIS VIU A DEUS! Porém Jesus nos explicou com perfeição quem é Deus pois Jesus, mais do que ninguém, conviveu de perto com Jeová desde o começo do Tempo. E o texto, ao classificá-lo como deus unigênito revela que por ser unigênito, Jesus é único pois:
    Ele foi a primeira obra de Jeová. Jeová criou Jesus diretamente com “as próprias mãos”, sem usar intermediário.
    Depois disso, todos os anjos que vieram na sequência e o universo físico, tudo Jeová criou usando Jesus como mestre da obra!
    Por isso, só Jesus tem o privilégio de ser o único filho que nasceu diretamente das mãos de Deus. O primeiro a quem Jeová deu a vida. E por meio de quem criou tudo o mais.
    Antes de Jesus, Jeová estava só. Jeová sim, SEMPRE EXISITU:

    SALMO 90:2″ Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus.”

    Salmos 93:2
    Desde a antiguidade, o teu trono está firme: tu existes desde a eternidade!

    Salmos 102:27
    Tu, porém, és o que és, e teus anos não têm fim.

    Jó 36:26
    Eis que Deus é grandioso, e não o conseguiremos compreender; nem mesmo podemos calcular os anos da sua existência.

    Mas Jesus teve um começo. E ele foi na verdade o princípio, o começo, da criação de Deus: “Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus_”Apocalipse 3:14
    Simples assim!!

    OBS: No original não existe o artigo ” O ” com Deus unigênito. “monogenēs Theos, ho ōn eis ton kolpon tou Patros”

    Curtir

  • Fabiano  On 17 jun 2016 at 21:35

    Muito interessante esse texto copta,já ouvir essa matéria numa revista ,mas não lembro qual,mas é muito muito interessante 🙂

    Curtir

  • Neuzamaria Madeira  On 23 jun 2016 at 5:29

    Sou muito grata ao irmão por este site, que tira muitas dúvidas e amplia nosso conhecimento, sem com isto, é claro , deixar de priorizar o nosso site oficial. Aprecio, também ler os comentários dos demais irmãos e fico triste quando o irmão fecha esta parte. Um abraço Irmão QUERUVIM.

    Curtir

  • Alex  On 30 dez 2016 at 18:04

    Recentemente no ano de 2014 foi lançado uma revisão de um livro da Editora Vida Nova (Editora do segmento evangélico) com o seguinte título: Noções do Grego Bíblico, Gramática Fundamental, 3ª edição.
    Os autores são Lourenço Stelio Rega e Johannes Bergman. Ambos com formação acadêmica em Teologia e Pós Graduados. O último ainda professor de Grego e Exegese do Novo Testamento.
    Na lição 33 ao explicarem o uso de Numerais, Artigo e Advérbios de negação nos deparamos com a seguinte explicação na página 342:
    “Em geral, o artigo torna definido, identifica um certo substantivo, enquanto que a sua ausência enfatiza mais a essência, qualidade ou natureza do mesmo”.
    “O uso do artigo em associação com θεόν, Theós, ilustra muito bem este detalhe:”
    “Ex.: ὁ λόγος ἦν πρὸς τὸν θεόν, καὶ θεὸς ἦν ὁ λόγος. (Jo 1.1)”
    “A palavra estava com Deus (i.e com a pessoa de Deus), e a palavra era Deus (i.e. de natureza ou essência divina).”
    A que conclusão chegamos: Quando o autor menciona que a “Palavra era Deus” ele destaca que ali se refere a natureza divina. Um texto na Bíblia, 2Pedro 1:4, menciona os cristãos que vão participar da natureza divina no céu e nem por isso eles são Deus, o Todo-Poderoso. Note:
    “Dessa maneira, ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas vocês se tornassem participantes da natureza divina e fugissem da corrupção que há no mundo, causada pela cobiça”. (2Pedro 1:4, NVI)

    Curtir

  • Luciano  On 13 maio 2017 at 20:28

    Na Grécia de hoje, algum líder religioso usa João 1:1c para ‘afirmar’ que Jesus é Deus?

    Curtir

  • Marcelo  On 14 maio 2017 at 15:33

    Luciano

    Fiz esta pergunta para um irmão grego, e ele diz que as controvérsias e teimosia existem também entre os gregos.

    Curtir

  • Marcelo  On 8 jun 2017 at 14:45

    Ha! Minha professora de alemão é grega. Ela estudou na escola o grego antigo e disse que “a palavra era Divina” está correto, pois a falta fo artigo definido da ideia de algo que não pode ser contado, ou seja, uma “idéia”, ou qualidade.

    Curtir

  • Vagner  On 8 jun 2017 at 17:18

    Valeu, Marcelo! Muito interessante essa informação sobre a sua professora ! O ideal seria se ela fizesse um documento por escrito afirmando isso, já que nossos opositores são rápidos em desmerecer informações que derrubam os argumentos deles…

    Curtir

  • Marcelo  On 9 jun 2017 at 3:35

    Não precisamos provar. Não acreditaram em Jesus, vão acreditar na gente? Mt 12:38,39

    Curtir

  • Fernando Silva  On 9 jun 2017 at 9:31

    Parabéns pela matéria! Muito esclarecedora. Eu fiquei com um pouco de pena, digamos, do “Vinicius On” pois imagino que ele esperava refutar TUDO com aquelas palavras. tentei até entender o ponto onde ele diz: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus”. Mas quando colocamos este texto com TODA a bíblia, a ideia se desfaz… (que pena…)

    Curtir

  • Luciano  On 9 jun 2017 at 13:26

    Marcelo on…

    Exato…. Eles queriam matar a Jesus, por se dizer o filho de Deus.
    Querem nos ‘matar’ porque dizemos que Jesus é o filho de Deus.

    São iguais, são hipócritas.

    Curtir

  • Vagner  On 9 jun 2017 at 14:28

    Muito bom Luciano! Nós dizemos o mesmo que Jesus dizia, por isso a oposição existe. Eles agem mesmo como os fariseus…

    Curtir