Pergunta para os trinitários – Escolha um número e responda!


1. Se a crença na Trindade é tão importante para a nossa salvação, porque é que a palavra Trindade ou o seu conceito de três seres num só (Deus), não existe em nenhuma passagem da Bíblia ?

2. Porque é que os apóstolos e os primeiros cristãos não acreditavam na Trindade? (Se você disser que sim, prove isso pelas Escrituras ou por citações dos Pais da Igreja antes de 200 AD).

3. Visto que a Trindade era tão contrária à crença religiosa judaica em Deus, porque é que Jesus e os seus apóstolos não dedicaram tempo suficiente ensinando e explicando a doutrina da Trindade, de forma a convencer os judeus dessa verdade, assim como fizeram com outros ensinos cristãos?

4. Se a doutrina da Trindade era uma verdade sólida, porque é que Jesus e os seus discípulos não contrariaram o Shema do Antigo Testamento: “Ouve ó Israel: Jeová, nosso Deus é um só Jeová”. (Deut. 6:4) Porque é que ao invés disso, Jesus citou essa mesma escritura em Marcos 12:29?

5. Porque é que Deus disse ao seu povo para não ter nada a ver com as nações pagãs, se essas mesmas nações já tinham o conceito de deuses trinos ou trindades divinas enquanto que o Povo que recebeu a própria revelação dos céus tinha um conceito de unidade estrita e abominava e até hoje abomina a ideia de pluralidade de personalidades em YHWH ?

6. Se Jesus é Deus, quem é o Deus de Deus? Jesus fala do “meu Deus” até mesmo já no céu. Porque é que Jesus afirma que tem um Deus, se de fato ele é o Deus? (Jo 20:17; Apo 3:12; 1:6; 1 Pe 1:3; 2 Cor. 1:3; Ef. 1:17; Sal 89:26; Mar 15:34; Col 1:3; Heb 1:9; Sal 45:7) Porque a Bíblia nunca se refere ao Pai referindo-se ao Filho como “meu Deus”, nem o Pai e o Filho referindo-se ao espírito santo como “meu Deus”?

7. Porque é que o espírito santo na Trindade desempenha um papel não tão expressivo? Visto que as escrituras nos dizem que Maria ficou grávida pelo espírito santo, isso faria do espírito santo o Pai. Então quem é o Pai do Pai?

8. De quem foi a voz que se ouviu desde os céus quando Jesus foi baptizado? (Da sua metade divina ou do Deus Triúno?) Para quem Jesus orava? (Para a Trindade? Ou para duas partes da divindade idênticas ou a metade divina do seu ser que forma umas das duas partes da sua pessoa humano-divina composta?)

9. A quem Jesus orava? Pra ele próprio?

10. Se Jesus era Deus, porque Satanás iria perder o seu tempo tentando-o? Será que Deus é vulnerável?

11. Quem tem a imortalidade? Deus? Jesus morreu (impossível para quem tem a imortalidade) e esteve morto por quase 3 dias. Como pode Deus morrer? Quem o ressuscitou? (Heb 5:7; Apo 2:8)

12. Com quem Jesus falou quando estava na estaca de tortura, conforme Mateus 27:46: “Por volta da nona hora, Jesus exclamou com voz alta…”Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?”

13. Visto que a doutrina da Trindade afirma que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são coexistentes e coiguais; estava Jesus mentindo em João 14:28 quando disse: “O Pai é maior do que eu”? Se Jesus quisesse afirmar que ele, como um terço da Trindade, estava naquele momento numa posição inferior, porque não afirmou antes que ‘Deus é maior do que eu’? Como poderia Jesus afirmar que uma pessoa da Trindade era maior que a outra pessoa da Trindade? Se o Filho era inferior a si mesmo enquanto na terra, então onde estava a parte dele que era coigual e coexistente com o Pai?

14. Se João 10:30 mostra que Jesus e Deus são a mesma pessoa quando diz: “Eu e o Pai somos um”, explique João 17:20-26, “a fim de que sejam um, assim como nós somos um”. Com quem Jesus estava falando? Significa isso que os verdadeiros discípulos de Jesus são o mesmo que Deus e Jesus e desta forma são uma parte da Trindade (Múltipla entidade)?

15. Se Jesus era verdadeiramente Deus na terra, como poderia ser um resgate correspondente? Isso faria de Jesus um perfeito Deus/homem, enquanto Adão era apenas um homem perfeito.

16. A quem está o Filho sujeitando-se em 1 Coríntios 15:28?

17. Será que Mateus 3:11 indica que o espírito santo é uma pessoa? (Água e fogo não são pessoas).

18. Como poderia o espírito santo ser uma pessoa, quando encheu cerca de 120 discípulos ao mesmo tempo? (At 2:4) Como você pode ficar cheio de uma pessoa?

19. Se Jesus era o Deus Todo-Poderoso, porque Jesus não corrigiu Simão Pedro quando perguntou quem pensavam que ele era, e Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivente.”? (Mat 16:15-17)

20. Se Jesus é Deus, explique a escritura em João 1:18, que diz: “Nenhum homem jamais viu a Deus.”

21. Explique Revelação 1:1. Se Jesus era  parte da divindade, então porque teve de lhe ser dada a revelação por outra parte da divindade, Deus? Certamente que ele também a saberia, pois Deus sabia.

22. Se Jesus é Deus, porque chamá-lo Jesus Cristo? É Cristo seu último nome? Deus é conhecido como Jeová Deus. Visto que “Cristo” é apenas um título assim como “Deus” é um título, não deveria ser chamado Jesus Deus? Ou será que o título “Cristo” dá-nos entendimento sobre a sua posição em relação ao Pai?

23. Explique com que estava o apóstolo Paulo preocupado em 2 Coríntios 11:3, 4, Gálatas 1:6-9 e Atos 20:29. Será que estava avisando sobre doutrinas tais como a Trindade? A Doutrina da Trindade tem origem pagã. Isso é um fato histórico. E só foi aceito pela Congregação Cristã centenas de anos após a morte dos apóstolos. Em 325 EC, foi um Rei pagão, que assassinou o seu filho, a sua segunda mulher e vários outros familiares, que foi o responsável em trazer para a Congregação cristã este dogma. A Trindade ensina um Cristo diferente daquele que Paulo ensinou. (1 Cor 11:3; 8:5, 6)

24. Se a tradução correta de João 1:1 é Deus e não “um deus”, simplesmente porque não existe “um” no texto grego antes do substantivo anartro (substantivo sem artigo), então o mesmo é verdade em Atos 28:6. Porque é que todas as traduções acrescentam “um” nesta passagem que mostra Paulo como “um deus” em vez de Deus, quando o artigo “um” não existe no texto grego? Será porque o contexto indica que essa é a tradução mais correta? Leia atentamente todo o contexto de João 1:1.

25. João 5:19 diz-nos que o “O Filho não pode fazer nem uma única coisa de sua própria iniciativa”. Porque ele não pode?

26. Filipenses 2:9-11 diz-nos que o Filho foi “enaltecido”. Quando isto aconteceu e como é isto possível se ele próprio é o Ser Supremo?

27. Como é que o Filho está sujeito a Deus junto com todas as outras coisas, se o Filho é coigual com o Pai, ou também o Pai está sujeito ao Filho? (1 Cor. 15:27, 28)

28. Com quem estava Jesus falando, e o nome de quem ele deu a conhecer? Foi o seu próprio? (Jo 17:6, 26)

29. Porque razão Jesus não podia fazer nada da sua própria iniciativa, se ele era o Deus Todo-Poderoso? (Jo 5:30) Se Jesus era Deus, será que ele não poderia ter enviado a si próprio? (Jo 6:38)

30. Quem fez Jesus vir à terra e morrer por nós? Foi sua ideia? Hebreus 2:9 diz: “mas observamos a Jesus, que havia sido feito um pouco menor que os anjos, coroado de glória e de honra por ter sofrido a morte, para que, pela benignidade imerecida de Deus, provasse a morte por todo [homem]”. Foi Deus quem o enviou. Se Jesus era Deus, porque ainda fazer distinção aqui como é feito no resto das Escrituras?

31. Em vista de Hebreus 2:9, poderia Deus em qualquer circunstância ser inferior aos anjos? Ele é o Deus Todo-Poderoso para toda a eternidade.

32. Se Jesus era Deus, como poderia aparecer perante a pessoa ou a presença de si próprio? Hebreus 9:24 declara: “Porque Cristo entrou, não num lugar santo feito por mãos, que é uma cópia da realidade, mas no próprio céu, para aparecer agora por nós perante a pessoa de Deus”. (presença KJB)

33. É possível que o Deus Todo-Poderoso e Criador do universo estivesse no ventre de Maria por nove meses ? Se assim é, porque Satanás e os demônios não se apossaram dos céus na sua ausência e conquistaram a posição de adoração que tanto desejava desde o principio? 

34. Visto que os anjos são também chamados Filhos de Deus (Gen 6:2), o que significa Jesus ser o Filho unigênito de Deus? (Jo 1:14; Jo 3:16; 1 Jo 4:9) Jesus foi o único criado diretamente por Deus. Todas as outras coisas foram criadas através de Jesus. Dicionário Strong: διά – diá : Uma preposição primária significando o instrumento ou o meio pelo qual um ato é realizado. Col 1:16-18. Gênesis 1:26 nos diz: “Façamos o homem à nossa imagem.” Jesus foi o Mestre de Obras de seu Pai (Pro 8:22)

35. Se Jesus era Deus, desde a eternidade, de tempo indefinido a tempo indefinido, o Alfa e o Ômega, sem princípio, etc… Como pode ele ser chamado de Primogênito de toda a criação, ou o Princípio da criação? (Col 1:15; Rev 3:14)

36. O que é um filho? Se Jesus era o próprio Deus, porque ele é chamado de Filho de Deus, cerca de 85 vezes no Novo Testamento? Está a Bíblia fazendo uma declaração inexata em cada caso? Porque descrevê-lo como Filho de Deus, e confundir-nos, se ele era de fato o Deus Todo-Poderoso? Porque não dizer simplesmente que Deus veio à terra, que o Altíssimo nasceu de uma virgem, etc… ? 

37. Se Jesus Cristo irá reinar no Reino por mil anos, (Rev 20:4) quem governará a seguir? 1 Coríntios 15:24 mostra que Jesus entregará o reino de volta a seu Deus e Pai. Porque seria isto necessário se eles são o mesmo? Significa isto que Jesus devolve o reino a si mesmo?

38. Marcos 13:32 diz-nos: “Acerca daquele dia e daquela hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai” Como poderia o Pai saber alguma coisa e o Filho não, se eles são coiguais na mesma divindade? E se, como alguns argumentam, o Filho estava limitado pela sua natureza humana, porque o espírito santo não saberia?

39. “A mãe dos filhos de Zebedeu …disse-lhe: “Manda que estes dois filhos meus se assentem, no teu reino, um à tua direita e outro à tua esquerda.” Jesus disse: “Bebereis, de fato, o meu copo, mas, assentar-se à minha direita e à minha esquerda não é meu para dar, mas pertence àqueles para quem tem sido preparado por meu Pai.” (Mateus 20:20-23) Porque Jesus disse estas palavras se ele era Deus? Estava Jesus apenas respondendo segundo a sua “natureza humana”? Se, como afirmam os trinitaristas, Jesus era verdadeiro “Deus-homem”, quer Deus quer homem, nem apenas um ou outro, seria verdadeiramente consistente a explicação que ele deu? Será que Mateus 20:23 não revela antes que o Filho não é igual ao Pai, e que apenas ao Pai estão reservadas algumas prerrogativas?

40. Mateus 26:39 diz: “E, indo um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto [em terra], orando e dizendo: “Pai meu, se for possível, deixa que este copo se afaste de mim. Contudo, não como eu quero, mas como tu queres.” Se o Pai e o Filho eram de apenas uma substância e não indivíduos distintos, não seria esta oração sem sentido? Jesus estaria orando a si próprio, e a sua vontade seria necessariamente a vontade do Pai.

41. Mateus 12:31, 32 diz-nos: “Por esta razão, eu vos digo: Toda sorte de pecado e blasfêmia será perdoada aos homens, mas a blasfêmia contra o espírito não será perdoada. Por exemplo, quem falar uma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas quem falar contra o espírito santo, não lhe será perdoado, não, nem neste sistema de coisas, nem no que há de vir”. Visto que os pecados contra o Filho seriam perdoados, mas os pecados contra o espírito santo não, indica isto que o espírito santo é de alguma forma maior que o Filho? Isso contraria abertamente a Trindade.

42. A palavra hebraica Shaddaí e a palavra grega Pantokrator são ambas traduzidas por “Todo-Poderoso”. Ambas as palavras nas suas línguas originais são aplicadas a Jeová, o Pai. (Êx 6:3; Rev 19:6) Porque esta expressão nunca é aplicada ao Filho ou ao espírito santo?

43. Visto que 1 Coríntios 11:3 diz: “Mas, quero que saibais que a cabeça de todo homem é o Cristo; por sua vez, a cabeça da mulher é o homem; por sua vez, a cabeça do Cristo é Deus”, não revela isto que Deus está numa posição superior a Cristo? Alguns acreditam que é assim apenas enquanto Jesus estava na terra. Mas é de notar que isto foi escrito por volta de 55 E.C, cerca de 22 anos após Jesus retornar ao céu. Então a verdade aqui se aplica à relação existente entre Deus e Cristo nos céus.

44. Porque é que Jesus não é o único Deus a quem os cristãos têm de adorar? 1 Coríntios 8:5, 6 diz: “Pois, embora haja os que se chamem “deuses”, quer no céu, quer na terra, assim como há muitos “deuses” e muitos “senhores”, para nós há realmente um só Deus, o Pai, de quem procedem todas as coisas, e nós para ele; e há um só Senhor, Jesus Cristo, por intermédio de quem são todas as coisas, e nós por intermédio dele”. Este texto apresenta o Pai como o “único Deus” dos cristãos e como estando numa classe distinta de Jesus Cristo.

45. Através das escrituras Jesus é apresentado como sendo inferior ao Pai, em várias situações, como em João 14:28 (“O Pai é maior do que eu”). Visto que estas escrituras são explicadas por dizer que só era assim porque o Filho estava limitado pela sua condição humana enquanto na terra, quer dizer que durante 33 anos não houve trindade? Significa que por 33 anos o Filho não foi coigual, coexistente e coeterno com o seu Pai?

46. Como se pode usar João 8:58: “Antes de Abraão existir, EU SOU” e ligar à declaração de Jeová em Êxodo 3:14 ” EU SOU enviou-me a vós”? Fazendo isso faria da declaração de Jesus “EU SOU” um título, um nome, fazendo desta frase um frase incorreta, uma sentença incompleta, não fazendo qualquer sentido. [Exemplo: Substitua qualquer nome por “EU SOU”: “Antes de Abraão existir, casa.” etc…]

47. Porque é Jesus apresentado como “o único mediador entre Deus e o homem”? Visto que por definição um mediador é alguém separado daqueles que precisam de mediação, seria uma contradição ele ser uma entidade com que uma das partes estava tentando ser reconciliada. Ilustração: Quando patrões e sindicatos estão negociando, um mediador do Estado é convidado pra mediar a duas partes. Ele é imparcial. Ele não seria justo como mediador, se ele fosse o patrão ou um dos empregados? Da mesma forma, Jesus é um mediador entre Deus e os homens. Ele não é nem Deus nem homem. Quando se está negociando com uma das partes não se está negociando através de um mediador. Como Gálatas 3:20 declara: “Ora, não há mediador onde apenas uma pessoa está envolvida, mas Deus é apenas um”.

48. O que significa Jesus ser chamado de Jesus Cristo?  Cristo significa “ungido”. Se Jesus é Deus, como pode ele ser ungido? E por quem? Ser Ungido é ele receber autoridade ou comissão de alguém superior, a quem não tem essa autoridade. Jesus diz: “O espírito de Jeová está sobre mim, porque me ungiu para declarar boas novas aos pobres.” (Lu 4:18) Aqui Deus é evidentemente o seu superior, pois ele ungiu Jesus e deu-lhe autoridade que antes ele não tinha.

49. Como Jesus teria que aprender a obediência? Hebreus 5:8 diz-nos que Jesus “aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu.” Podemos imaginar Deus ter que aprender alguma coisa? Não, mas Jesus tinha, pois ele não sabia o mesmo que Deus sabia. E ele teve que aprender aquilo que Deus nunca terá que aprender ´A OBEDIÊNCIA`. Deus nunca tem que obedecer a ninguém.

50. Se Jesus é Deus, porque é que Estevão viu duas pessoas no céu? Estevão “fitou os olhos no céu e avistou a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus.” (At 7:55) Claramente viu duas pessoas distintas. E se Jesus é parte de uma divindade trinitária, porque é que Estevão não viu também o espírito santo ou três pessoas?

51. Se alguma das questões anteriores foi respondida com a declaração “É UM MISTÉRIO”, então explique as seguintes passagens: 1 Coríntios 2:10; 1 João 5:20; 2 Timóteo 2:7; Efésios 3:5; 1 Pedro 1:12; e Lucas 24:45.

 

 

 

Observação:  As respostas que não forem respostas referente à pergunta proposta não serão postadas. Ou seja, se não se dirigir à pergunta que escolheu nem será publicado. Estude com oração e seriedade e poste seu comentário aqui que será muito bem vindo. Espero por enquanto respostas somente de trinitários!

 

 

 

Veja também:

 

A Personificação que a Bíblia faz do espírito santo prova personalidade?

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Queruvim  On 6 set 2015 at 18:41

    Até agora ninguém postou nenhuma resposta aqui. Quero ver apenas comentários de trinitários aqui. Em seguida veremos o que postaram e faremos uma consideração.

    Curtido por 2 pessoas

  • Queruvim  On 8 set 2015 at 10:20

    RECEBI INFORMAÇÃO DE QUE ALGUÉM reclama que eu “não publiquei suas respostas às perguntas acima”. NÃO RECEBI NADA AQUI….não recebi nenhuma “resposta” a cada pergunta acima. PODE TER ACONTECIDO da pessoa ser um IP banido. Quando isso acontece, por ela usar vários NICKS ou por ser o IP de algum doente anti TJ, este é AUTOMATICAMENTE enviado para a CAIXA de SPAMS ou lixeira e deletado em poucas horas. Em outros casos, faço questão de deletar mensagens de opositores (não estou dizendo críticos, mas inimigos declarados da adoração praticada pelas Testemunhas de Jeová) Hoje por exemplo, recebí um e-mail que mais parece um jornal, que ao invés de se dirigir ao tema proposto aqui, faz uma série de acusações e cospe fogo contra as Testemunhas de Jeová. Quase todos os dias recebo e-mails de gente desesperada em ver uma Testemunha de Jeová fraquejar em suas convicções.Estes dias um opositor ameaçou: “Se não postar meu comentário vou denunciá-lo, já sei onde trabalha e posso muito bem acabar com você se eu quiser…” Não damos atenção a este tipo de gente, nem devemos ler nada em suas páginas ou ainda dar atenção a este tipo de gente.

    Curtir

  • coloquio  On 8 set 2015 at 11:43

    Pergunta nº 2. O apóstolo Paulo cria na Trindade, conforme está na tradução do novo mundo: “A bondade imerecida do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a participação no espírito santo estejam com todos vocês.” TNM 2 Cor. 13.14. Lembrando que nessa época os judeus só criam em um único deus.

    Curtir

  • Mário Silva.  On 13 set 2015 at 0:35

    Mário Silva.

    Meu amigo TJ não vejo razão para não TENTAR novamente postar sobre o tema TRINDADE, mesmo porque dias a traz eu entrei em discussão sobre o tema, sei que deveria escolher uma pergunta, mas já que temos uma em consideração, e tbm porque lhe devo um resposta lembra!

    Bom se não quiser postar vou entender, desde já obrigado
    

    Bom mas vc tinha colocado a sim:” Mário disse: “E tente explica de onde veio cada um dEles, se não são da mesma essência, da mesma natureza, só podem ser mesmo “único” no JEOVÁ O DEUS TODO-PODEROSO.”

    Resposta: Se assim fosse, os anjos também fazem parte de Jeová, pois são pessoas que também tem natureza divina (divindade) e são chamados de Deuses nos manuscritos e versões hebraicas. (Salmos 8:5)
    
    Se assim for também, os eleitos salvos que vão pro céu também fazem parte de Jeová, visto que vão ter a mesma plenitude da divindade de Jesus e vão possuir a mesma natureza divina. Confirme isso lendo por favor 2 Pedro 1: 2-4 e Colossenses 2:9,10.
    
    É nisto que acredita? Que ter natureza divina é ser Jeová? Se acredita nisto, terá que admitir que anjos e os humanos salvos também são Jeová.
    
    (Toquei neste assunto na resposta passada e você não respondeu. Estou voltando a repeti-la e aguardo uma resposta).
    

    Bom meu amigo TJ minha resposta, quando te sugeri para explicar as três essências desse PODER infinito, era somente no campo SUPREMO do PAI.

    Veja BEM, na ESSÊNCIA da sua NATUREZA que se dividem em TRÊS, e vc até defendeu bem á existência dEles na sua resposta passada, mas é claro que não tem como explicar isso, pois está fora de nosso alcance em nossa finita sabedoria.

    Sabemos que não á outro PODER SUPREMO, cremos nisto certo! Mas querer igualar nossa natureza divina que iremos herdar na quele dia, de criaturas como é o nosso caso “um pouco menores do que os anjos”, mas que eles tbm na ocasião são “criaturas” é acho mínimo irrelevante no momento, e que em nada tem a ver.

    Bom mas vc citou a passagem de Colossenses 2:9,10, Em que está escrito que “NEle habita corporalmente TODA a plenitude da divindade”, Bom, TODA plenitude, TODA divindade de quem, dos anjos?, é só eu pensar um pouco, é claro que se refere só mente á TODA DIVINDADE do PAI, logo o PAI tbm é divino, e porque nos não seremos um dia.

    Mas fim não foi nesse sentido que me referi, mas sim em sua ESSÊNCIA e NATUREZA, e nisso, NUNCA ó seremos iguais! por isso que eu disse “se é que pode explicar”.

    O PAI está em três forças, separado de tudo, PAI – FILHO – ESPÍRITO SANTO, e Eles não são criaturas, mas são UM em PODER em grau e gênero.

    Então meu amigo TJ, respondendo, não creio que ser DIVINO e querer ser igual a JEOVÁ.

    Abrç.

    Curtir

  • Queruvim  On 13 set 2015 at 1:16

    Mario e quanto a proposta desta página, por que os trinitários correram de responder às perguntas acima?

    Mario silva “toda plenitude da divindade” não pode ser entendido como atribuindo a Jesus uma condição de sobre humano e de Todo Poderoso, visto que Paulo fala sobre Jesus e diz que ele foi feito “um pouco menor que os anjos”.( Hebreus 2:7) Jesus enquanto na terra tinha muita autoridade que lhe foi dada, por isso se diz que ele era “divino”. Uma divindade é alguém que tem ou exerce poder sobre outros. Mas Cristo não era um ser nem imortal nem indestrutivo ou Todo Poderoso. Caso fosse assim, seu corpo oferecido em resgate não teria sido um “segundo Adão” nem tampouco um sacrifício “correspondente” conforme falado por Paulo em 1 Timóteo 2:6 onde Paulo emprega a palavra an‧tí‧ly‧tron. A obra Greek and English Lexicon to the New Testament (Léxico Grego e Inglês do Novo Testamento), de Parkhurst, diz que esta palavra significa: “um resgate, preço de redenção, ou, antes, um resgate correspondente”. Fica claro que o valor oferecido por Cristo não foi de um “Ser sobre-humano” como querem nos fazer crer os trinitários com suas abordagens filosóficas emprestada de fontes platônicas.

    Para um entendimento de como Jesus era de fato um sacrifício correspondente escrevi este artigo.

    Curtir

  • Marcelo  On 13 set 2015 at 5:52

    Respostas que é bom, nunca… só as mesmas perguntas que ja fizeram e ja foram respondidas. Assim fica fácil acreditar em qualquer coisa.

    Curtir

  • Mário Silva.  On 13 set 2015 at 16:23

    Amigo Tj, simplesmente tenho a certeza que eles tem medo e receios e porque não até preguiça de defender um tema que na minha opinião e uns dos assuntos mais importante e discutido em tantos debates.

    Mas que pra mim e algo que tem ser esclarecido a luz da escritura sagradas, tão somente interpretar corretamente os contextos.

    E te fato pra mim algo que defendo piamente.

    Bom TJ, Paulo sob inspiração fala sobre Cristo em Hebreus 2:9 e diz que Jesus “havia sido feito um pouco menor que os anjos” .

    TJ, vc está equivocado, o contexto não está diretamente se referindo ao Messias, mas sim aos homens carnais, eu leio ACF e comparo tbm com a do NOVO MUNDO, e se pegarmos um pouco a cima vamos ver o seguinte;

    trad.novo mundo: Hebreus 2:5, em diante diz :

    Pois não foi a anjos que ele sujeitou a futura terra habitada,+ da qual estamos falando.

    6 Mas em certa passagem uma testemunha disse:

    (O que é o homem), para que te lembres dele, ou o (filho do homem), para que cuides dele?+

    7 (Tu o fizeste um pouco menor que os anjos;) – quem os homens!

    tu o coroaste de glória e honra, e deste-lhe domínio sobre as obras das tuas mãos. 8 Tu lhe sujeitaste todas as coisas debaixo dos pés.”+ Ao lhe sujeitar todas as coisas,+ Deus não deixou nada que não ficasse sujeito a
    (ele)

    quem novamente? o homem!

    .+
    (Agora, porém, ainda não vemos todas as coisas sujeitas a ele).

    de quem? dos homem! – que no caso, nós descendente de “Adão” que por causa de nosso pecado não podíamos continuar á ter td as coisas de baixo de nossos pés.
    9 (Mas vemos a Jesus), (que havia sido feito um pouco menor que os anjos) –

    Note que eles VEEM AGORA O MESSIAS QUE EM FORMA DE “HOMEM” POR ISSO Ó VEM, FOI FEITO MENOR QUE OS ANJOS.

    ,+ (coroado “agora” de glória e honra por ter sofrido a morte) –

    VEJA QUE POR CAUSA DE SEU SACRIFÍCIO NO MADEIRO ELE É “AGORA” COROADO DE “GLÓRIA e HONRA”

    ,+ para que, pela bondade imerecida de Deus, provasse a morte por todos.

    Ou seja Tj, o Messias tem “toda plenitude da divindade” do Todo Poderoso.

    E não e divindade de criação, mas DIVINDADE gerada do PAI, e o seu sacrifício era mesmo um resgate, preço de redenção o melhor do PAI, a sua essência.

    Nota: Se o Messias fosse “um pouco menor do que os anjos”, que tipo de glória seria essa!

    Em que qual quer um seria maior que Ele, até satanás?

    Não tem sentido, Ele é Maior que todas coisas criadas por Ele mesmo, e como tal merece se ADORADO!

    Eu até entendo sua colocação sopre o termo “proskyneo” e que está baseado no léxicos bíblicos e dos dicionários e tbm dos evangélicos.

    Mas esta palavrinha existe, e sem estar escrito, ele está no sentido de ADORAÇÃO no versículo 13, vamos ver!

    Bom mas antes de mais nada, não estou acrescentando, mas sim dando minha Interpretação com base em que á bíblia não se pode entrar em contradição, blz.

    Vc disse: “Sobre Jesus ser adorado, é um” erro “usar Apocalipse 5:12. Os textos não “mencionam” a palavra adoração, evidenciando assim uma diferença entre prestar homenagem à alguém ou adora-lo.”

    Meu camarada, com base NISSO, me desculpa, mas mais uma vez te digo que parece que tem que esta escrito a palavra adoração para mostrar adoração!

    Bom mas é a sim, então se observar em seguida no versículo “13” de Ap, diz que o toda criatura no céu, na terra, em baixo, no mar, em fim dizia:

    “Ao que está assentado sobre O trono, e AO cordeiro”, note que os dois estão juntos, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o poder para todo o sempre.

    Mas será que isso foi elogio ou Adoração?, Bom, pois o PAI está junto com seu Filho, juntos no versículo, e aí qual vai ser a posição!

    Eu até faria um esforço que tal vez, Ele não fosse Digno de ser adorado no versículo 12, já que termina só com Ele recebendo as honrarias de “elogio”, certo!

    Mas no versículo 13, O PAI que SEMPRE é DIGNO de receber toda Honra, toda Gloria e toda ADORAÇÃO, recebeu a penas elogios junto com seu Filho?,

    Mesmo com as PALAVRAS de honra em ADORAÇÃO que no versículo 10 -11 de Ap que Ele recebeu em forma de ADORAÇÃO?!,

    Mas que agora está recebendo de novo junto com seu Filho as mesmas PALAVRAS só que não são de ADORAÇÃO pelo fato de não está escrito a palavra ADORAÇÃO.

    Fica um pouco estranho na acha!

    Já no versículo 14 de Ap 5, aparece finalmente a palavra ADORAÇÃO, mas fica evidente que se repetem as mesmas palavras de honra em ADORAÇÃO ao PAI.

    Mas que em nem um momento tirou o direito do Filho de ser ADORADO, nos versículos anteriores pelo fato de não estarem ESCRITO.

    Bom meu amigo TJ é totalmente incoerente, e de novo, não tem nem um sentido nisso!

    abrç.

    Curtido por 1 pessoa

  • Marcelo  On 14 set 2015 at 4:47

    Mário Silva, que pergunta que sua argumentação responde? Acredito que seja a de número 30.

    De qualquer maneira, obrigado pelo comentário feito de maneira respeitosa.

    Entendo seu ponto de vista. Afinal, procuro me colocar no ponto de vista para tentar entender e resolver contradições doutrinais, como vc mesmo disse.

    “Bom mas antes de mais nada, não estou acrescentando, mas sim dando minha Interpretação com base em que á bíblia não se pode entrar em contradição, blz”

    Pelo que entendo o problema está na palavra TODA, junto com HONRA e GLÓRIA.

    Ora, se TODA honra e glória é dada aos dois (“Ao que está assentado sobre O trono, e AO cordeiro”), então é óbvio que Jesus Cristo é o Deus todo poderoso!

    Bom, esta é uma maneira de pensar. Primeiro, lembre que o ES não está sendo citado aí. Se este texto prova alguma coisa, prova uma BINDADE apenas.

    Veja que quando se diz TODA, não significa TODA, absolutamente tudo. Por que não?

    Como você mesmo disse, a bíblia não pode entrar em contradição. Se nossa interpretação coloca a bíblia em contradição, é a nossa interpretaçao que deve ser ajustada, não concorda?

    Bom, se TODA for no sentido de absolutamente TODA, não restando uma gota para outros, então não poderemos honrar nossos pais, ou tomar a dianteira em honrar uns aos outros (Ef 6:2; Rom 12:10)

    Outro erro é que quando diz que TODA a honra deve ser dada a X e Y, portando X e Y são iguais.

    Se você decidir dar todo o amor para todos os membros de sua família, significa isto que você não vai amar pessoas de fora da família, ou pior, que você vai demonstrar o seu amor da mesma maneira ao seu filho e a sua esposa? Ora, se fizer isto, você vai preso.

    Imagine que um soldado volte da guerra, e ao chegar em casa beija ternamente sua esposa e seu filho. Ao imaginar esta cena, você não pensa que o soldado deu um beijo apaixonado na boca de seu filho, ou imagina?

    Pode ser que o soldado fez isto com a esposa, mas com certeza não fez com o filho. Pode ser também, que o beijo que ele deu na esposa, foi um beijo não apaixonado, na boca, mas no rosto de forma carinhosa, de maneira que poderia ter feito também no filho.

    Pode ser que a comparação seja meio “chula”, mas ela demonstra o ponto que quero fazer.

    Não significa que a honra dada ao Pai e ao Filho sejam a mesma. Mas pode ser também que seja a mesma, dentro deste contexto (assim como o soldado do exemplo, demonstrando carinho de maneira que é apropriada aos dois, embora a esposa “tenha direito a mais do que isto”).

    Agora, se o texto quer dizer que Jesus precisa ser adorado, daí meu amigo, temos uma contradição, pois em todo o resto das escrituras se fala que apenas Jeová (o Pai) deve ser adorado. Inclusive Jesus disse isto (Jo 4:23,24).

    Acho que você está tentando resolver contradições no lado errado.

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 14 set 2015 at 14:13

    Amigo Mário Silva, vou ter que repetir algumas coisas pois acho que você não entendeu o que eu quis dizer (é costume isso por parte dos trinitários) e temos que reexplicar várias vezes…

    Mário disse:” Mas querer igualar nossa natureza divina que iremos herdar na quele dia, de criaturas como é o nosso caso “um pouco menores do que os anjos”, mas que eles tbm na ocasião são “criaturas” é acho mínimo irrelevante no momento, e que em nada tem a ver…..Bom mas vc citou a passagem de Colossenses 2:9,10, Em que está escrito que “NEle habita corporalmente TODA a plenitude da divindade”….Mas fim não foi nesse sentido que me referi, mas sim em sua ESSÊNCIA e NATUREZA, e nisso, NUNCA ó seremos iguais!”

    Resposta: Deixemos que a bíblia responda então.

    Em Col 2:9 é mencionado que em Jesus habita corporalmente toda a plenitude da divindade (natureza divina). Mas vejamos a continuação no verso 10:

    “e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês RECEBERAM TODA A PLENITUDE.” (Col 2:10, NVI)

    Perceba Mário Silva que a plenitude da natureza divina de Jesus é dada aos servos fieis. ISSO É MUITO RELEVANTE, SIM!!!! Quem diz isso é a bíblia, não os TJs. Com isso, concordam as palavras de 2 Pedro 1:4:

    “Por intermédio destas ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas VOCÊS SE TORNASSEM PARTICIPANTES DA NATUREZA DIVINA…”

    Veja que o texto é claro…os servos que vão pro céu vão PARTICIPAR da mesma natureza que eles tem…não é uma natureza divina diferente, senão não seria participação….

    Com isso pergunto: o fato de alguém ter natureza divina torna ele Deus? A resposta segundo os trinitários, É SIM….mas ao mesmo eles se contradizem dizendo NÃO quando é mencionado homens recebendo essa natureza divina…..

    Conclusão: Jesus ter plenitude da divindade não prova nada, até porque homens vão receber a mesmissima natureza divina que Jesus, Jeová e os anjos tem….

    natureza divina quer dizer simplesmente um corpo espiritual, assim como natureza humana implica em ter corpo de carne e osso…..

    Além disso, Col 1:19 nos mostra que foi do agrado do Pai fazer em Cristo habitar toda a plenitude….e se o Pai não quisesse, como ficaria? Disto vocês trinitários não tem como fugir….

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 14 set 2015 at 14:33

    Mário Silva, sobre Apocalipse 5:12-14….novamente vou ter que reexplicar….

    Nos versos de 8-12 é mencionado honras e homenagens a Jesus….no verso 13 é mencionado honras e homenagens tanto ao Pai como a Jesus….

    Mas o verso 14 é diferente…ele cita uma pessoa como recebendo adoração…Quem é essa pessoa?

    A bíblia Almeida, Corrigida e Revisada Fiel responde: “E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram AO QUE VIVE PRA TODO SEMPRE.”

    No contexto imediato dos capítulos 4 e 5, essa pessoa é O Pai Jeová. Ele é chamado de “aquele que se senta no trono e que vive pra todo o sempre”.

    Veja na bíblia: “E, quando os animais davam glória, e honra, e ações de graças AO QUE ESTAVA SENTADO NO TRONO, AO QUE VIVE PRA TODO O SEMPRE, Os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante do que estava assentado sobre o trono, E ADORAVAM O QUE VIVE PRA TODO O SEMPRE; e lançavam as suas coroas diante do trono, dizendo: Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” (Apocalipse 4:9-11).

    Veja que a descrição é igual. Ao se mencionar o Pai no capítulo 5, “o que vive pra todo o sempre”, é mencionado adoração, mas nos outros versos que falam de Jesus não.

    Além disso, se as homenagens descritas nos versos 8-13 são adoração, pra que mencionar a palavra adoração no verso 14? Pra que essa distinção?

    Em toda a bíblia, só o Pai é adorado. Foi Jesus quem disse isso em Mateus 4:10 e João 4:22-24…..Além disso, Jesus adora seu Deus, seu Pai. (Apocalipse 3:12)

    Você vai seguir a ordem de Jesus de se adorar somente o Pai? (Mateus 4:10 e João 4:22-24)

    Vai imitar o belo exemplo de Jesus em se adorar somente o Pai? (Apocalipse 3:12)

    Ou você vai continuar indo contra Jesus, adorando ele mesmo (coisa que não vemos na bíblia e nunca Jesus ordenou fazer isso) desobedecendo as ordens de Jesus?

    Vai obedecer a Jesus ou vai continuar teimando, insistindo em defender essa doutrina vinda da tradição de homens e abusando aqui da boa vontade dos servos de Deus que estão lhe ajudando pq querem te salvar?

    Curtir

  • Gibe  On 14 set 2015 at 17:04

    Respondendo ao Mário Silva, acrescento mais um texto ao comentário do Marcelo. é o seguinte:

    Efésios 3:19 E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.
    (Almeida Corrigida e Revisada, Fiel)

    Será que os cristãos efésios por estarem “cheios de toda a plenitude de Deus” fazem parte da Santíssima Trindade?

    Espero que o Mário tenha uma resposta convincente a isto.

    Curtir

  • Saga  On 14 set 2015 at 17:39

    Mário Silva.`

    Você disse: “Ao que está assentado sobre O trono, e AO cordeiro”, note que os dois estão juntos, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o poder para todo o sempre. […] o PAI está junto com seu Filho, juntos no versículo, e aí qual vai ser a posição! […] Mas no versículo 13, O PAI que SEMPRE é DIGNO de receber toda Honra, toda Gloria e toda ADORAÇÃO, recebeu a penas elogios junto com seu Filho?”“

    1 Crônicas 29:20 – Então Davi disse a toda a comunidade: Bendizei ao SENHOR, vosso Deus! E toda a comunidade bendisse ao SENHOR, Deus de seus pais, e inclinaram-se e prostraram-se diante do SENHOR e diante do rei.

    O rei Davi foi adorado ou elogiado junto com Deus?

    Curtir

  • Paulo Silva  On 14 set 2015 at 18:01

    Oras, não foi dos discípulos que Jesus falou quando disse as palavras de João 17:22? – “Eu lhes dei a glória que tu me deste, a fim de que eles sejam um, assim como nós somos um.”

    Se Jesus recebeu do Pai a plenitude da divindade (a glória dele), não compartilhou depois dessa glória com seus co-herdeiros celestiais, seus discípulos ungidos? Isso os tornou iguais a Jeová Deus, o Todo-poderoso?
    Se fosse assim teríamos de adorar a todos eles de modo igual ao que adoramos o Pai. Mas é claro que não é isso o que acontece, pois receber a natureza divina é ser recriado como ser espiritual imortal, de forma alguma é se tornar igual ao Criador.

    Jesus foi ressuscitado em espirito imortal, e por isso recebeu a plenitude da divindade. Assim também acontecerá com aqueles que são seus co-herdeiros da vida celestial.

    Curtir

  • Queruvim  On 14 set 2015 at 18:20

    Mario Silva, VOCÊ APLICOU o texto de Hebreus 2:9 aos homens e não a Jesus, o Cristo. Correto? O próprio texto fala de “Jesus” um pouco menor que os anjos. Não percebeu? Toda obra de referência respeitada aplica a passagem acima a Jesus Cristo. Mas Você insiste em rejeitar o que o próprio Apóstolo inspirado por Deus escreveu! Você Mario afirmou:

    Se o Messias fosse “um pouco menor do que os anjos”, que tipo de glória seria essa!

    Leia novamente o que está escrito na Bíblia em Hebreus 2:9>>>

    “Vemos, todavia, aquele que por um pouco foi feito menor do que os anjos,

    Jesus

    , coroado de honra e glória por ter sofrido a morte, para que, pela graça de Deus, em favor de todos, experimentasse a morte.” (Hebreus 2:9)

    Ellicott's Commentary para leitores de língua Inglesa aplica tal passagem a Jesus. http://biblehub.com/commentaries/hebrews/2-9.htm

    Matthew Henry's Concise Commentary também aplica tal passagem a Jesus.

    Barnes' Notes on the Bible aplica tal passagem a Jesus.

    Jamieson-Fausset-Brown Bible Commentary > diz que tais palavras "não se referem aos homens", mas "a Jesus".

    Matthew Poole's Commentary aplica tal passagem a Jesus.

    Gill's Exposition of the Entire Bible aplica tal passagem a Jesus.

    Geneva Study Bible ...aplica a Jesus tal passagem.

    Bengel's Gnomen> aplica tal passagem a Jesus.

    Cambridge Bible for Schools and Colleges ...aplica tal passagem ao "Senhor encarnado".

    Meyer's NT Commentary...A plica tal passagem a "Cristo o Filho do Homem".

    PODERÁ confirmar isso neste link.

    Curtir

  • PG Almeida  On 14 set 2015 at 18:29

    1-Jeová é um Deus de ordem, não de desordem.
    2- Seus servos tem de pensar e raciocinar ordeiramente.
    3- Jesus Cristo falou que a casa de Satanás estaria dividida, uma verdadeira confusão.
    4- É de se esperar que a casa dos seus seguidores seria uma confusão.
    5- Imagino um encontro ecumênico pra que cada representante de sua Igreja trinitária explique em 30 minutos a Trindade com direito a réplicas e triplicar..
    Alguém consegue imaginar quanto tempo duraria esse encontro? .
    A Verdade é tão simples de se explicar e entender que quando dirigimos estudos com pessoas sem ranços dogmáticos, eles dizem assim ‘É só isso, mas como eu não tinha visto isto antes??
    É uma pena ter que tentar raciocinar com pessoas que estão com um permafroste embotado, temos que reeeeexplicar, reeeeexplicar, Reeexplicar, ufa chega, não dá.
    Só de imaginar o estudo de a sentinela de ontem, quando iremos pregar ‘Julgamento e não mais as Boas Novas’, muitos destes de mente embotadas vão dizer assim ‘vocês não tentaram me explicar essas Boas Novas, agora você não vai me dizer que eu estou sendo JULGADO?
    Mario Silva e demais trinitáristas, eu sugiro pra vocês o seguinte:
    Peguem estas 51 perguntas junto com Bíblia de vocês (nem precisa a TNM), façam uma oração sincera a Jeová Deus pedindo no nome de Jesus Cristo que lhes dêem uma pequena porção do seu Espírito Santo pra mostrar dentro da escrituras o que ele requer de vocês pra fazerem a vontade Dele.

    Curtir

  • Saga  On 14 set 2015 at 18:52

    Refrisando as duas perguntas:

    Gibe perguntou sobre o argumento da plenitude divina (Col 1:19 e 2:9,10) usando Efe 3:19:
    [1] ” Efésios 3:19 E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus. (Almeida Corrigida e Revisada, Fiel) Será que os cristãos efésios por estarem “cheios de toda a plenitude de Deus” fazem parte da Santíssima Trindade?”

    E Saga perguntou sobre o argumento a adoração conjunta:
    1 Crônicas 29:20 : “Então Davi disse a toda a comunidade: Bendizei ao SENHOR, vosso Deus! E toda a comunidade bendisse ao SENHOR, Deus de seus pais, e inclinaram-se e prostraram-se diante do SENHOR e diante do rei.”

    O rei Davi foi adorado ou elogiado junto com Deus?

    Curtir

  • Marcelo  On 15 set 2015 at 2:53

    Juizes 7:20 – Então os três grupos tocaram as buzinas e quebraram os jarros grandes. Seguraram as tochas com a mão esquerda, tocaram as buzinas que estavam segurando com a mão direita e gritaram: “A espada de Jeová e de Gideão!”

    Gideão também é igual a Deus. Foi citado na mesma frase.

    Curtir

  • Fabio  On 15 set 2015 at 3:15

    Caro Queruvim, na sua resposta ao Mario Silva você atribuiu erroneamente uma afirmação que o mesmo não fez. Pelo que entendi, ele, Mário Silva, claramente aplica ou interpreta os vs 5-8 como se referindo aos homens terrenos, e somente a partir do vs 9, a Jesus Cristo. Ou seja, na opinião dele Heb 2:9 refere-se ao Messias, mas o contexto que antecede não. Pelo visto este ponto de vista sobre o contexto passou despercebido, pois ninguém o refutou.
    Será que isto procede???

    Curtir

  • Mario Silva.  On 15 set 2015 at 3:35

    TJs meus amigos, eu li cada comentário de vcs, eu fico muito feliz em ver que vcs leem, estudam pesquisam e se unem em prol de acreditão, serio é lindo!

    Mas…é incrível que ainda não vem e nem conseguem entender, o que tanto estudam!

    Bom, Marcelo, quando eu disse que a bíblia não se em contradição, eu errei!

    O que não se entra contradição, são as ESCRITURAS contidas nessa bíblia humana adulterada.

    Como eu já disse em outras letras, eu defendo um poder que se dividem em três, e Eles, como já mencionei também, não fazem parte de uma criação como eu e vc.

    E Eles estão separados de tudo que existi feito, criado por Eles mesmo.

    Já nós, como todo o universo e toda criaturas DIVINA no céu, foram Eles quem fizeram no Messias.

    (Colossenses 1:15) Em que eu interpretei esse versículo, com Ele tendo preeminência do primogênito sobre todas as coisas em que Ele criou.

    E que Ele tbm sustenta a posição mais exaltada no universo, na preeminência sobre todos e cabeça de todas as coisas.

    Mas eu entendo e sei que existe um só Deus, (1Cor. 8:6), O Pai, e nisso estamos juntos não é verdade!

    Mas que os três são da mesma essência e natureza.

    , O Pai, que é Espírito Eterno, Santo, Onipotente, Onisciente, Onipresente, e que só Ele deve ser Adorado.

    Mas vc citou (Jo 4:23-24)

    23 Mas a hora vem, (((“e agora é”))) , (meu amigo está claro como dia, a hora já chegou, no FILHO que estava na frente da quela samaritana,)

    em que os verdadeiros adoradores, adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

    24 Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.

    Mas como vou Adora-lo?

    No filho meu amigos, e só no Filho poderemos adora-lo, Mas seria isso um absurdo, loucura, idolatria?

    Mas como se está escrito: (João 5:23)

    23 Para que todos honrem o Filho, (“COMO”) – QUESTÃO DE IGUALDADE, honram o Pai. Quem (“NÃO”) honra o Filho,(“NÃO”) honra o (“PAI”) que o enviou.

    Então como vou Adora-lo sem ter o CAMINHO, para Adora-lo!(Jo.14:6)

    E nesse sentido ninguém vai ao Pai, seja lá como for, com homenagem,
    elogio, oração ou Adoração.

    E honrar,é honrar á quem por direito, se vou honrar meus pais, eu os honro como criaturas que são, com meu carinho e amor.

    Mas se vou honrar ao PAI, eu o HONRO com louvor e ADORAÇÃO.

    E sendo á sim.

    Eu HONRO (ADORANDO) o Filho, como HONRANDO (em ADORAÇÃO), ao

    PAI que o gerou de si próprio, vcs são tão inteligentes,mas não tem um pingo de sabedoria.

    Não esqueci de vc Gibe, seu comentário e irrelevante á frente que eu já escrevi, mas vamos lá, eu disse:

    Que não tinha sido na quele sentido que eu me referi, de me explicar a sua divindade, mas sim a sua ESSÊNCIA e NATUREZA, e que nisso, eu disse que NUNCA ó seremos iguais! por isso que eu tinha dito “se é que vcs podem explicar”

    Então em relação a Efésios 3:19

    Vc disse: Será que os cristãos efésios por estarem “cheios de toda a plenitude de Deus” fazem parte da Santíssima Trindade?

    (Espero que o Mário tenha uma resposta convincente a isto.)

    Baseando no que esta escrevi meu amigo Gibe, NÃO!

    E vc Sega, citou 1 Crônicas 29:20, disse: O rei Davi foi adorado ou elogiado junto com Deus?

    Sega,rsrs, vc ou vcs esquecem o que vcs mesmo ensinam. lembra da palavrinha em que VCs me disseram:

    ” E sim a palavra “prokyneo” ora tem sentido de homenagem, ora sentido de adoração. Que diz não as TJs, e sim dicionários e léxicos bíblicos feitos até por trinitários.

    lembra!

    E mais: Pra saber se a palavra significa “adoração ou homenagem” devemos levar em consideração o contexto e pra quem se dirige as palavras. E como Cristo não e Deus, então não é adorado, MAS SIM HOMENAGEADO ASSIM COMO QUANDO É USADO PALAVRAS PRA RIS, MAGISTRADO ETC.

    Bom com base nisso, Sega o Messias não é rei carnal e nem magistrado carnal, sim um DEUS, e Ele na quele momento junto com o Pai,em Ap:5-13, foram  SIM ADORADO!
    

    Abrç.

    Curtir

  • Mario Silva.  On 15 set 2015 at 7:31

    Oi, eu estava relendo o que escrevi, errei algumas palavras,or favor me desculpem, na hora de digitar passa meio que despercebido.

    E já por duas vez ocorre um erro em que as palavras saem do quadrinho de comentário, e não sei explicar porque, mas por favor façam um esforço para ler, obrigado.

    Curtir

  • A Serviço do Reino  On 15 set 2015 at 10:22

    Sr Mário Silva, ontem eu deixei uma mensagem pra você, espero que tenha lido (comentei como Daniel Oliveira)

    Rapaz, é notável seu zelo em defender a Trindade. Parabéns pelo seu zelo! Mas não posso elogiar esse dogma que defendes. Você disse que nós não conseguimos enxergar a Trindade na bíblia. E é claro que não vamos enxergar, pq somos estudantes sinceros que buscam respostas lógicas.

    O unitarismo não tem contradições Mário, diferente da Trindade que é cheia de contradições. Você mesmo se contradiz o tempo todo, contradiz a bíblia também. Vou citar apenas algumas contradições suas:

    1 – “Como eu já disse em outras letras, eu defendo um poder que se dividem em três”

    Amigo, isso está mais pra unicismo do que pra trindade. É o unicismo que defende a ideia de apenas uma pessoa que se manifesta de 3 formas diferentes.

    2 – “Mas eu entendo e sei que existe um só Deus, (1Cor. 8:6), O Pai”

    Se entende que apenas Deus é a pessoa do Pai, porque defende exaustivamente que o Filho e o espírito santo é tão Deus como o Pai também? Me parece que você diz apenas da boca pra fora que somente Deus é o Pai.

    3 – “O Pai, que é Espírito Eterno, Santo, Onipotente, Onisciente, Onipresente, e que só Ele deve ser Adorado”

    Parabéns! Isso é o que nós ensinamos…..que somente o Pai, só Ele deve ser adorado.

    Então porque você fala essa verdade e depois ao mesmo tempo se contradiz dizendo que devemos adorar o Filho e o espírito santo? Deve-se adorar somente uma pessoa ou 3? Uma hora você fala que é uma, outra hora 3…se decida amigo…

    4 – “Mas como vou Adora-lo? No filho meu amigos”

    Não Mário. Isso não está na bíblia. A bíblia chama Jesus de nosso Sumo Sacerdote (Hebreus 4:15,16) Você sabe como funcionava a função de sumo sacerdote no Israel antigo né?

    O sumo sacerdote era o representante de Deus ao povo. Era o sumo sacerdote que oferecia os animais em sacrifício pra expiar os pecados do povo. Dessa forma, o povo adorava a Jeová através do sumo sacerdote ( seu representante visível aqui na terra, como Moisés e Arão e outros, por exemplo).

    Mas o povo não adorava o sumo sacerdote. Ele era apenas o “meio”, o mediador entre Deus e o povo. Da mesma forma é com Jesus, ele é nosso sumo sacerdote. Mas não devemos adora-lo. Isso seria idolatria. Jesus não é eterno, não é onipotente, portanto não é Deus.

    Deus não é sumo sacerdote de ninguém, mas alguém é sumo sacerdote de Deus, no caso Jesus. Pense nisso.

    5 – “Para que todos honrem o Filho, (“COMO”) – QUESTÃO DE IGUALDADE, honram o Pai. Quem (“NÃO”) honra o Filho,(“NÃO”) honra o (“PAI”) que o enviou.”

    E desde quando honra é adoração? Ao honrar seus pais, você os adora? Já disse várias vezes aqui, honra é uma coisa, adoração é outra.

    6 – “ao PAI que o gerou de si próprio, vcs são tão inteligentes,mas não tem um pingo de sabedoria.”

    Se o filho foi gerado (teve um início de existência) não é eterno. Portanto, não é Deus. Quem é que não tem sabedoria? Nós ou você?

    Curtir

  • Queruvim  On 15 set 2015 at 14:32

    Quando houver erros Mario, copia o post , arruma ele e envia novamente dizendo que é para substituir que eu o faço.

    Curtir

  • Queruvim  On 15 set 2015 at 14:34

    Fabio, Ele negou-se a atribuir a expressão “menor que os anjos” a Cristo.

    Curtir

  • Gibe  On 15 set 2015 at 15:16

    Mário Silva, vc disse: “Mas como vou Adora-lo?

    No filho meu amigos, e só no Filho poderemos adora-lo, Mas seria isso um absurdo, loucura, idolatria?”

    RESPONDO A TI DE MODO BEM DIRETO: SE O QUE VOCÊ DISSE ESTÁ CERTO ENTÃO CONCLUO QUE NENHUM SERVO DE DEUS DO PERÍODO PRÉ CRISTÃO ADORAVA A DEUS? JÁ QUE ‘SÓ NO FILHO PODERIAM ADORÁ-LO?’ SEU ARGUMENTO CAI POR TERRA

    REFAÇO A PERGUNTA DO ‘A SERVIÇO DO REINO’ : Quem é que não tem sabedoria? Nós ou você?

    Curtir

  • Saga  On 15 set 2015 at 17:10

    Mário Silva.

    "E vc Sega, citou 1 Crônicas 29:20, disse: O rei Davi foi adorado ou elogiado junto com Deus?"

    Sim, Foi adorado ou não foi adorado? Você desconversou…

    "Sega,rsrs, vc ou vcs esquecem o que vcs mesmo ensinam. lembra da palavrinha em que VCs me disseram: ” E sim a palavra “prokyneo” ora tem sentido de homenagem, ora sentido de adoração."

    É verdade.
    Vamos ver o uso de proskyneo nessa passagem:
    και ειπεν δαυιδ παση τη εκκλησια ευλογησατε κυριον τον θεον υμων και ευλογησεν πασα η εκκλησια κυριον τον θεον των πατερων αυτων και καμψαντες τα γονατα προσεκυνησαν τω κυριω και τω βασιλει

    Aqui:
    και κάμψαντες τα γόνατα προσεκύνησαν τω κυρίω και τω βασιλεί
    E dobraram os joelhos homenageando ao SENHOR e ao rei.

    προσεκύνησαν = proskuneo = prestar homenagem (a um rei, governante ou autoridade) ou adorar (a um deus, ídolo ou demônio).

    A ENGLISH LXX de Brenton´s verteu assim:
    “they bowed the knee and worshipped the Lord, and [did obeisance] to the king”.
    Eles dobraram os joelhos e adoraram o Senhor e [prestaram homenagem] ao rei.

    A Apostolic Bible Polyglot pós como:
    ” to do obeisance to the LORD, and to the king.
    prestaram homenagem ao SENHOR, e ao rei.

    Ambas versões do texto grego tiveram preocupação em não dizer que Davi foi “worshipped” (adorado) e por isso escolheram usar “obeisance” (homenagem), para evitar o problema do povo de Deus adorando um rei humano.

    Eu NÂO ESQUECI NADA, eu escolhi o texto de proposito por ter a mesma situação de Apocalipse 5:13,14 onde os seres celestiais bendizem a Jeová e ao Cordeiro, o argumento que você estava usado é que o Cordeiro foi adorado pois estava mencionado junto com Deus, se Deus foi adorado no 14, o Cordeiro também foi por associação, é onde você quer chegar, uma adoração conjunta nos 13 e 14, que o mesmo ato de abençoar (louvar), honrar glorificar e adorar que está sendo prestado a Deus, também está sendo prestado ao Cordeiro por consequência de estarem juntos. Pelo mesmo critério a mesma adoração que Jeová está tendo em 1 Crônicas 29:20 está também sendo prestada a Davi por consequência de estarem em conjunto?

    A Escritura não pode ser anulada! (João 10:35)

    Será que Davi, o ungido Rei e Senhor de Israel era o próprio Deus por ter sido recebido “adoração real”, inclusive junto ao próprio Jeová? Lembrando que Jesus é o sucessor de Davi, sendo o herdeiro de suas prerrogativas.

    "E mais: Pra saber se a palavra significa “adoração ou homenagem” devemos levar em consideração o contexto e pra quem se dirige as palavras"

    Sendo assim, fica fácil ver que quando fala do Pai ele é adorado por ser o nosso Deus Todo Poderoso que criou todas as coisas (Ap 4:8-11) e que quando fala do Filho ele é louvado por ser o Cordeiro de Deus que se sacrificou (Ap 5:8-10). O contexto dos elogios ao Pai em 4:8-11 é diferente do contexto dos elogios ao Filho em 5:8-10.

    Será que eles poderiam ter dito “Santo, Santo, Santo é o Senhor Jesus Cristo, o Todo Poderoso, Aquele Que É, que Era e Que Vem. Digno és, Senhor Jesus, o nosso Deus, de receber glória…porque criaste todas as coisas….” ?
    E depois … ” “Digno és, nosso Pai Jeová de tomar o rolo e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste pessoas para o Senhor Jesus, dentre toda tribo, e língua, e povo, e nação, e fizeste deles um reino e sacerdotes para o nosso Deus Jesus Cristo, e hão de reinar sobre a terra. ”?

    Não disseram, por que não disseram?
    Porque o Pai não é o Cordeiro e não pode ser louvado por ser Cordeiro de Deus e aquele que foi morto, e no mesmo raciocínio, dentro da mesma lógica, porque o Filho não é o Deus e não pode ser louvado por ser Deus – Aquele que criou todas as coisas. Cada um é digno de louvor por aquilo que é, e que fez: Deus Jeová por ser Criador e seu Filho Cordeiro por ter morrido, não existe nenhum registro de co-igualdade ou de co-divindade neste contexto de Apocalipse 4:1 – 5:14 e muito menos de tri-unidade, vemos dois personagens separados com atributos diferenciados e identidades distinguidas.

    "Ele na quele momento junto com o Pai,em Ap:5-13, foram SIM ADORADO!"

    No texto de 1 Crônicas 29:20, a palavra proskyneo foi usada sim para Davi, pois diretamente diz que prestaram “proskyneo” a Jeová e a Davi. No texto de Apocalipse 5:14 por outro lado o termo proskyneo não é usado para o Filho, a fraseologia desde o capitulo 4 se recusa a usar “proskyneo” para o Cordeiro e de fato assim o fará até o final do Apocalipse. Então é mais fácil dizer que Davi foi adorado em 1 Crô 29:20 do que que Jesus foi adorado em Ap 5:14.

    Por isso Apocalipse 5:14 na Almeida Corrigida Fiel diz simplesmente: “E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre.”
    Não diz que adoraram dois, mas apenas ao que já estavam adorando antes dentro do CONTEXTO anterior (4:10) e que continuam adorando no CONTEXTO posterior (7:11; 11:1,16 ; 14:7 ; 15:4 ; 19:4)

    E de contexto, a análise que você fez passou longe, ao contrário tenta usar a passagem como pretexto para o que já cria antes. Isso se vê na análise que fez da passagem comparada com 1 Crônicas 29:20, segundo Mário Silva, no caso de Davi em 1 Cr 29:20 a passagem não significa adoração pois ele não é Deus, no caso de a passagem indica a adoração de Jesus pois ele é Deus. Simples assim!

    Mário: "Sega o Messias não é rei carnal e nem magistrado carnal, sim um DEUS"
    Davi é um magistrado e rei carnal, por isso Mário diz que ele não é Deus e não pode ser adorado, já Jesus como é Deus e não um magistrado ou rei humano, tem de ser adorado sim e assim o foi em Apo 5:14 …entenderam o raciocinio? Pois é.

    Afinal, onde nosso leitor trinitarista quer chegar, que Jesus é Deus porque foi adorado ou que Jesus foi adorado porque é Deus? Isso é um argumentação totalmente circular. Como que ele quer provar que Jesus é Deus com Apo 5:14, se o motivo dele interpretar que Apo 5:14 fala da “adoração de Jesus” é a sua crença que “ele é Deus”? Isso se chama eisegese.

    Eisegese é quando o interprete lê algo no texto bíblico e injeta nesse texto o seu ponto de vista pessoal a fim de defender uma doutrina. Trata-se de uma maneira de contrabandear para o texto das Escrituras as crenças e práticas particulares do intérprete.

    Amigos, leitores, em vez de eisegeses pessoais insisto que todos leiam o contexto anterior (4:10,11) e posterior (11:16, 14:7,15:4,19:4) ao versículo em questão (5:14). Também é útil além de verem o o contexto do uso da palavra “adorar”…Verem no contexto do livro quem é chamado de “Deus” (1:1,2,6,8,9…2:18, 3:2,12,14…4:8,11…5:9,10…7:3, 10-12, 15, 17…11:17…12:5,6, 10, 17…14:4…15:3…19:13,15…20:4,6…22:1,3) e de “Todo Poderoso” (Apo 1:8, 4:8, 11:17, 15:3, 16:7, 19:6,15 e 21:22).

    Curtir

  • Paulo Silva  On 15 set 2015 at 17:47

    Por Jeová Deus que vive! Gibe você tocou no ponto “neuvráugico” agora!

    É verdade, então ninguém adorava a Deus nos tempos pré-cristão!!! Que absurdo!

    Sr. Mário, como vai sair dessa? Qual será sua ‘justificativa’ agora?

    Curtir

  • Mario Silva.  On 16 set 2015 at 2:32

    A Serviço do Reino, não recebi, onde vc enviou, no meu email?

    Bom a “Serviço do Reino” eu não defendo o unitarismo, unicismo, trindade,
    já disse isso!

    E sabe porque?
    São palavras que dão pano pra manga, eu não olho para elas como se estivesse literalmente escrita na escrituras, ao em vez disso, eu aceito como o não estão escritas!

    O fato de uma palavra não existir, e de me indicar um acontecimento nas escrituras, não me exime de não percebe-la nas escrituras, não precisa está escrito , eu sei que está lá, e são Eles seres extraordinários, diferente de tudo existe.

    E Eles são o que vcs já sabem, Pai – Filho – e Espírito Santo!

    Quando eu digo que só á um só Deus e Pai, e isso mesmo, e deve ser Adorado!
    pois é o Todo Poderoso,o mentor de toda a salvação.

    E quando eu digo que á um só Filho,e isso mesmo,um só Filho, pois Ele o Unigênito e Primogênito do Pai, em que nele está a natureza do Pai, Então eu o honro exatamente “COMO” honro o Pai, em Adoração ao Pai.

    E finalmente quando digo que á um só Espírito, e isso mesmo, não existe outro Espírito, pois este Espírito e Santo e dEle, do Pai, o único que vai as profundezas do Pai, e que portanto também tem á sua natureza, e como tal deve ser Adorado, como sendo o espírito do Pai, sendo este o sobro de vida nas minhas narinas.

    Então vc pode me perguntar agora, mas esses três são uma ÚNICA pessoa, um único ser, o mesmo Deus?

                                                     NÃO!
    

    Eles estão separado distintamente, cada um sendo um SER.

    Mas o X da questão em que vcs não aceitam, E que o Pai que é ÚNICO está na natureza do Filho e está tbm na natureza do seu Espírito.

    Mas o Pai que é ÚNICO, deixou de ser ÚNICO, por causa disso?

    Claro que NÃO!

                              ELE é ÚNICO, o Mentor de dotas as coisas.   
    

    Mas que Ele pode ser ADORADO, perfeitamente na ESSÊNCIA de seu Filho, e na ESSÊNCIA do seu Espírito, pois Eles são UM em ESSÊNCIA.

    Outro assunto:

    Vc disse Gibe: No filho meu amigos, e só no Filho poderemos adora-lo, Mas seria isso um absurdo, loucura, idolatria?”

    “RESPONDO A TI DE MODO BEM DIRETO: SE O QUE VOCÊ DISSE ESTÁ CERTO ENTÃO CONCLUO QUE NENHUM SERVO DE DEUS DO PERÍODO PRÉ CRISTÃO ADORAVA A DEUS? JÁ QUE ‘SÓ NO FILHO PODERIAM ADORÁ-LO?’ SEU ARGUMENTO CAI POR TERRA

    “REFAÇO A PERGUNTA DO ‘A SERVIÇO DO REINO’ : Quem é que não tem sabedoria? Nós ou você?”

    Mas será mesmo Gibe!

    Olha bem, presta bem atenção o disse seu colega, “A Serviço do Reino ” :

    “O sumo sacerdote era o representante de Deus ao povo. Era o sumo sacerdote que oferecia os animais em sacrifício pra expiar os pecados do povo. Dessa forma, o povo adorava a Jeová através do sumo sacerdote ( seu representante visível aqui na terra, como Moisés e Arão e outros,”

    Mas agora te digo que hoje o verdadeiro sacerdote Perpetuo é o Messias,

    Que é honrado na sua perfeição, não como homens,(criaturas), e que agora honramos á Ele “COMO” honramos ao Pai em Adoração.blz”

    Quem caiu por terra agora!

    Já vc disse Paulo Silva:

    Por Jeová Deus que vive! Gibe você tocou no ponto “neuvráugico” agora!

    É verdade, então ninguém adorava a Deus nos tempos pré-cristão!!! “Que absurdo!”

    Sr. Mário, como vai sair dessa? Qual será sua ‘justificativa’ agora?

    preciso dizer mais alguma coisa? Paulo Silva!

    Bom,

    Sedei á entender que era Ap: 5:14, não foi essa minha intenção, eu me referi ao 13, em que Eles foram honrado palavras de Adorados, já no 14 e claro que se refere ao Pai, mas que tbm foi honrado com as mesmas palavras de Adoração.

    No tocante de novo a 1 Crônicas 29:20,

    Davi é um magistrado e rei carnal, por isso eu disse que ele não é Deus e não pode ser adorado, já o Messias como é Deus, e não um magistrado ou rei humano, pode ser ser adorado sim com foi em Apo 5:14.

    Dai vc disse: Pois é.Afinal, onde nosso leitor trinitarista (nota: não sou triniterista) quer chegar, que Jesus é Deus porque foi adorado ou que Jesus foi adorado porque é Deus?

    Mas como vc se precipitou, no versículo 13 Ap 5, o Messias e Adorado por ser a essência do Pai, o primogênito (gerado) não criado antes de toda criação.

    E vc disse que Isso é um argumentação totalmente circular. Como que ele quer provar que Jesus é Deus com Apo 5:14, O Messias e Deus na sua essência separado, e Ele não esta mesmo em Ap 5:14, Lá só mente esta o Pai.

    se o motivo dele interpretar que Apo 5:14 fala da “adoração de Jesus” é a sua crença que “ele é Deus”? Isso se chama eisegese.

    Não mas sim uma interpretação!

    Abrç.

    Curtir

  • Mario Silva.  On 16 set 2015 at 3:01

    Quero agradecer sempre a oportunidade de poder comentar minhas interpretações,
    E é sempre um prazer poder defender meus ponto de vista com pessoas inteligentes e interessadas no assunto, não sou maior nem melhor que vcs, tenho visitas todos os sábados de um ancião em minha casa e conversamos por horas e horas sobre vários assuntos das escrituras, e é sempre um prazer em recebe-lo em minha residência, nos nós respeitamos muito e se não chegamos á um denominador comum, ficamos tranquilo pois quem nos ensina e capacita e o Poder do Espírito Santo que habita em nos, no Poder de JEOVÁ. muito obrigado e vamos lá.

    Curtir

  • A Serviço do Reino  On 16 set 2015 at 9:02

    Mário Silva, eu sou o Daniel Oliveira (as vezes comento ora como “A Serviço do Reino”, ora com meu nome)

    Sr Mário, você diz que não é trinitarista (mas o que você defende é justamente esse dogma) e as vezes parece defender o unicismo (que contradiz a trindade), mesmo dizendo que não liga pra esses termos..

    Você se contradiz toda hora meu amigo…..por favor, nos responda claramente sem rodeios pra entendermos no que vc acredita:

    1 – Quantas pessoas devem ser adoradas como sendo o Deus Todo – Poderoso? Uma pessoa ou três?

    2 – Você disse: “Então vc pode me perguntar agora, mas esses três são uma ÚNICA pessoa, um único ser, o mesmo Deus? NÃO!

    Pergunta: Se não são o mesmo Deus, são 3 Deuses diferentes? Que explicação você dá pra isso?

    3 – Você disse: “Mas o X da questão em que vcs não aceitam, E que o Pai que é ÚNICO está na natureza do Filho e está tbm na natureza do seu Espírito.”

    O que você não entende Mário Silva é que essa afirmação sua é errada. Não é somente os 3 que tem a mesma natureza divina. Vou recolar o que já colei no outro comentário (que vc não leu):

    “Em Col 2:9 é mencionado que em Jesus habita corporalmente toda a plenitude da divindade (natureza divina). Mas vejamos a continuação no verso 10:

    “e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês RECEBERAM TODA A PLENITUDE.” (Col 2:10, NVI)

    Perceba Mário Silva que a plenitude da natureza divina de Jesus é dada aos servos fieis. ISSO É MUITO RELEVANTE, SIM!!!! Quem diz isso é a bíblia, não os TJs. Com isso, concordam as palavras de 2 Pedro 1:4:

    “Por intermédio destas ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas VOCÊS SE TORNASSEM PARTICIPANTES DA NATUREZA DIVINA…”

    Veja que o texto é claro…os servos que vão pro céu vão PARTICIPAR da mesma natureza que eles tem…não é uma natureza divina diferente, senão não seria participação….

    Conclusão: Jesus ter plenitude da divindade não prova nada, até porque homens vão receber a mesmissima natureza divina que Jesus, Jeová e os anjos tem….

    Natureza divina quer dizer simplesmente um corpo espiritual, assim como natureza humana implica em ter corpo de carne e osso…..

    Além disso, Col 1:19 nos mostra que foi do agrado do Pai fazer em Cristo habitar toda a plenitude….e se o Pai não quisesse, como ficaria? Disto vocês trinitários não tem como fugir”….

    Aqui termina o que argumentei…..

    Além disso Mário Silva, nós sabemos como o povo adorava Jeová no Velho Testamento. Foi vc que nos induziu a perguntar como seria isso quando disse:

    “e só no Filho poderemos adora-lo”..

    Então perguntamos: Se somente através do filho podemos adorar a Jeová (como vc afirmou), então como adoravam os servos do passado Deus?

    Vc repetiu o que nós já sabemos, que era através do sumo sacerdote….mas o que vc não respondeu é o fato da bíblia chamar Jesus de sumo sacerdote….ora, será que Deus (Jesus) pode ser sumo sacerdote de Deus (Jeová)?

    Ou será o contrário: Deus não é sumo sacerdote de ninguém, mas alguém é sumo sacerdote de Deus, no caso Jesus (que não é Deus)?

    Também perguntei e você não respondeu….

    “E desde quando honra é adoração? Ao honrar seus pais, você os adora? Já disse várias vezes aqui, honra é uma coisa, adoração é outra. Ou você acha que honra é adoração Mário Silva?”

    Também argumentei e você não tocou:

    “Se o filho foi gerado (teve um início de existência) não é eterno. Portanto, não é Deus.”

    Você Mário Silva foi gerado de seus pais. Lhe pergunto: Você é eterno? Não né….gerado quer dizer que você teve um começo, um início de existência….

    Da mesma forma é com Jesus…ele foi gerado, ou nasceu….portanto não é eterno e consequentemente não é Deus. Concordas?

    Curtir

  • Saga  On 16 set 2015 at 13:32

    Ó, lembrar a todos o seguinte, eu estou replicando e respondendo os questionamentos do Mário Silva sobre o texto de Apocalipse 5:14, sobre adoração, proskyneo e tudo mais, outros estão revidando o que ele estava argumentando em cima da “plenitude”…

    …Mas…

    As respostas dos trinitários as 51 perguntas, não tão acontecendo, o próprio Mário em vez de responde-las está tentando criar novas perguntas para tentar pegar a gente com alguma questão bombástica que nos faça tropeçar…

    Só para constar que nossos rivais ideológicos de doutrina continuam fracassando o desafio de explicar biblicamente os seus pontos doutrinários…já essas pegadinhas que querem nos lançar, não só estão sendo respondidos, mas já tinham sido respondidas anteriormente inúmeras vezes aqui mesmo neste blog e/ou em nossa literatura.

    Curtir

  • A Serviço do Reino  On 16 set 2015 at 14:32

    Mário Silva, também queria considerar com você sobre a “preeminência” de Jesus.

    Jesus é preeminente sobre as outras criaturas. Até aqui nós concordamos. Mas o âmago da questão é: PORQUE Jesus é preeminente?

    Os trinitarios e você (que diz que não é trinitario, mas defende esse ensino) dizem que Jesus é preeminente porque ele é Deus, portanto, é preeminente sobre sua criação por ser Deus.

    Nós TJs e demais unitários dizemos que Jesus é preeminente porque ele é o filho primogênito (primeiro filho) do Pai Jeová. O primeiro filho sempre gozou de privilégios especiais.

    Quem está certo? O que a bíblia diz em sua simplicidade?

    O texto de Col 1:15-16 diz que Jesus é preeminente porque ele é o primogênito de toda a criação. O que significa a palavra “primogênito”?

    Será que ela significa Deus? ou ela significa primeiro filho? Tem ela outro significado além de primeiro filho?

    Vou analisar na próxima resposta.

    Curtir

  • A Serviço do Reino  On 16 set 2015 at 14:43

    Mário Silva,

    A palavra ”primogênito” vem do grego “protótokos” (protos = “o primeiro a nascer”, “o principal”, “o mais importante”, e tokos = “dado à luz”, “nascido”, “descendência”, “prole” – do verbo tikto = “nascer”, “dar à luz”).

    Assim, protótokos significa tanto “primeiro/primogênito”, como também “mais importante/preeminente”.

    Primogênito, tendo o sentido de primeiro filho nascido é o que mais se encontra nas escrituras.

    A palavra “primogênito” é raras vezes usada na Bíblia de modo conotativo (um belo exemplo citado pelos trinitários é o Salmos 89, onde Davi não é o primeiro filho mas é chamado de primogênito, embora ele realmente seja o primeiro rei da linhagem de Jesus).

    Mas então, em que sentido ela se aplica a Jesus? Nos dois casos. Vejamos porque.

    Em Colossenses 1:18 nos diz que Cristo é “princípio, o primogênito entre os mortos”. Somente esta palavra princípio (que tem sempre o sentido de primeiro) reforça o sentido da palavra seguinte: primogênito. Aplicando a mesma regra, o mesmo sentido se mantêm, ou seja, primogênito significa primeiro.

    Em que sentido Jesus é o “primogênito dos mortos? Vejamos esse texto: “Pois da mesma forma como em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados. Mas cada um por sua vez: Cristo, o primeiro; depois, quando ele vier, os que lhe pertencem.” (1 Coríntios 15:22-23)

    Sim, Jesus foi o primeiro a ser ressuscitado pra vida imortal celestial nos céus, daí a sua preeminência. Antes dele, ninguém ganhou uma ressurreição celestial. Jesus literalmente falando foi o primeiro, e de todos aqueles que são ressuscitados, Jesus é o principal, o mais elevado. Então amado, Colossenses 1:18 se aplica nos dois sentidos a Jesus.

    Voltemos a Colossenses 1:15… Vamos dizer que o sentido de primogênito neste verso seja somente de primazia ou supremacia….lhe faço uma pergunta: em relação a quê Jesus seria o mais supremo?

    O mesmo verso responde: Jesus é o primogênito DA CRIAÇÃO, ou seja, mesmo que o sentido seja somente de supremacia, quer dizer que Jesus é o mais supremo entre o seres criados da qual ele faz parte, ou seja da criação. Concordo inteiramente.

    Mas esse não é único significado do texto. Assim como no verso 18 temos os dois sentidos, aqui neste verso o sentido de primogênito também é literal, concordando assim com O CONTEXTO DO VERSO 18. Vamos usar a mesma regra.

    Se Jesus não fosse o primeiro ser criado amado, porque o Pai e o espírito santo também não são chamados de primogênitos da criação? Somente Jesus é chamado assim, porque somente de fato ele é criado, como também somente Jesus é chamado de “O Amém” e de “princípio” da criação de Deus em Apocalipse 3:14.

    E veja amado mais um problema em se dizer que primogênito não tem o sentido literal de primeiro filho. Quando a palavra “primogênito” não se aplica ao primeiro, isto se deve ao fato de que o primeiro perdeu seu direito à primogenitura, e outro da mesma família assumiu o seu lugar.

    Portanto amado, seguindo esta regra bíblica, se Jesus não fosse o primogênito no sentido de ser o primeiro filho ou o primeiro nascido de Deus, isto significaria que Deus criou outro antes de Jesus, e que este outro perdeu seu direito à primogenitura, sendo necessário Jesus ter assumido o seu lugar. Assim amado, imagine as implicações de se negar que Jesus é a primeira criação de Deus!

    Conclusão: Jesus é chamado de primogênito porque realmente ele é o primeiro filho gerado (nascido, primeira criação) de Jeová. Daí ele ser o preeminente. Ele é o filho unigênito, o único criado pelo próprio Jeová. O mais velho e mais importante de todos os filhos de Jeová Deus.

    Curtir

  • Paulo Silva  On 16 set 2015 at 18:02

    preciso dizer mais alguma coisa? Paulo Silva!

    Caro Mário,

    Você precisa meditar mais antes de escrever coisas tais como: “Então como vou Adora-lo sem ter o CAMINHO, para Adora-lo!(Jo.14:6)”
    “E nesse sentido ninguém vai ao Pai, seja lá como for, com homenagem,
    elogio, oração ou Adoração’

    O caminho ou meio para se adorar a Deus de modo aceitável sempre existiu, apenas mudou o sacerdócio e o reinado.

    Você precisa explicar como os sacerdotes humanos do passado adoravam a Deus sem a necessidade de Jesus. Você primeiramente declara que só através de Jesus as pessoas podem adorar a Deus, mas depois se apega as declarações do A Serviço do Reino para justificar sua declaração infeliz. O caro A Serviço do Reino explicou muito bem que nós não adoramos o Sumo Sacerdote e antigamente nenhum sacerdote era adorado pelos israelitas.

    É óbvio para nós que ninguém adorava o Sumo Sacerdote antigamente e ninguém acredita que o Sumo Sacerdote adorava a si mesmo para se achegar a Deus. Assim também é nossa relação com Jesus, ele é nosso Sumo Sacerdote, nós o amamos, ele é nosso único meio de nos aproximarmos de Jeová Deus em adoração. Apesar disso nós não adoramos nosso Sumo Sacerdote, nós e Jesus adoramos ao Pai Jeová. A “latria” prestamos unicamente ao Deus e Pai do nosso Sumo Sacerdote Jesus.

    Você tentou jogar o problema que criou para cima de nós, não respondeu a pergunta e ainda insiste em que o Sumo Sacerdote seja adorado.

    Curtir

  • Gibe  On 16 set 2015 at 19:48

    Infelizmente percebo que continuar a responder ao Mario Silva é perda de tempo. Ele lança seus argumentos e depois que percebe o equívoco que cometeu vem com evasivas. Não somos pessoas limitadas em entender, é você Mário que é limitado em apresentar argumentos convincentes. Mas aqueles que lerem este blog saberão separar o trigo do joio. O que caiu por terra foi teu argumento e não minha réplica.

    Curtir

  • Mario Silva.  On 16 set 2015 at 22:11

    Daniel Oliveira, estarei em off por esses dias, mas fica registrado que li seus argumentos, e as dos demais, e por favor “NÃO” entenda que estou saindo de nossa conversa, mas que preciso por enquanto por motivos pessoais blz, abraço e até breve.

    Curtir

  • Saga  On 17 set 2015 at 15:29

    Os argumentos trinitaristas necessitam de tradução, filosofia e interpretação (no caso eisegese), nossos argumentos não precisam disso, são simples e diretos.

    Nosso Deus, cujo nome é Jeová é apenas um – Dt 6:4, Mc 12:29
    Jesus é o Filho deste Deus, primogênito. – Mt 16:13-16 , Cl 1:15
    Jeová é o Criador, seu Filho é o intermediário e o principio de Sua Criação – Is 40:28, Mt 19:4, Cl 1:16, Pv 8:22, Ap 3:14 e 4:11.
    Jesus fala de Deus, mas como outra pessoa e não como de si mesmo – Jo 14:1
    Segundo o próprio Jesus apenas Jeová deve ser adorado – Mt 4:10
    Jesus é uma pessoa separada de Jeová – (Sl 110:1/Mt 22:44.Is 61:1/Lc 4:18)
    A palavra grega “proskyneo” nem sempre tem sentido de “adoração” (Mt 18:26), e em relação a Jesus, temos exemplos que era usada como a reverência prestada a um rei (Mt 2:2, Mc 16:18 e 19). Já o uso de “proskyneo” no sentido de adoração religiosa a um deus (em um local sagrado tal como um templo) é restringida ao seu Pai pelo próprio Jesus. (Jo 4:21-23 e Mt 4:10)
    Jesus ensina que Deus, o único e verdadeiro Deus é o nosso Pai – (Mt 6:8,9;Jo 17:1,3)
    O próprio Jesus considerava o Pai como o seu Deus (Jo 20:17), o adorava nas sinagogas (Lc 4:16), fazia orações a Ele (Lc 6:12), O obedecia (Lc 22:42), se submetia (Jo 5:19) e o considerava superior a si mesmo (Jo 14:28).
    Jesus era o representante de Deus (Jo 7:29, 17:8)
    Jesus é o mediador entre Deus e os homens e o caminho para ele – (1 Tm 2:5 e Jo 14:6)
    Jesus é o Sumo Sacerdote e o Cordeiro de Deus – (Hb 3:1, Jo 1:29 e Ap 7:10)
    Jesus recebeu seus poderes e autoridade de Deus, não de si mesmo – (Mt 28:18, Jo 3:35 e 1 Cor 15:27)
    Jesus não sabe todas as coisas, mas depende de revelações do Pai – (Mt 24:36 e Ap 1:1)
    Deus enviou a Jesus e Jesus enviou o espírito santo. – (Jo 4:34, 20:21 e 15:26)
    O espírito santo é o espírito do Pai (Mt 10:20), que de dentro dele procede (Jo 15:26), é conhecido como dedo de Deus (Lc 11:20 com Mt 12:28) e sopro de sua boca (Sl 33:6).

    .

    Agora vejam os argumentos trinitaristas:
    – Um não quer dizer “um”, no caso de Deus um quer dizer triuno.
    – Elohim é uma palavra plural que quer dizer Deuses mas não significa deuses e sim pessoas.
    – Jesus no Antigo Testamento era o Anjo de Deus que não era anjo e nem arcanjo e sim o próprio Deus.
    – Jesus ser chamado de Filho de Deus quer dizer que ele é o próprio Deus
    – Jesus é chamado de unigênito, mas no caso dele quer dizer que ele é igual a Deus,
    – Jesus é chamado de primogênito, mas não quer dizer que ele é o seu primeiro filho como o são todos os outros filhos primogênitos e sim que ele é o maior de todos.
    – Jesus é chamado de Principio da criação de Deus, mas no caso dele principio não quer dizer principio e sim o principal.
    – “Plenitude” no caso de Jesus quer dizer uma coisa, já no caso dos discípulos dele quer dizer outra coisa, no caso de Jesus quer dizer que ele é totalmente Deus, no caso dos seus discípulos significa qualquer outra coisa.
    – Natureza Divina no caso de Jesus quer dizer uma coisa, no caso dos cristãos eleitos quer dizer outra coisa.
    – A palavra “FORMA” quer dizer a aparência de algo, exteriormente, menos no casos de Jesus. O mesmo com os termos “imagem” e “reflexo”.
    – Deus é chamado de Senhor, Jesus também é. Quando Jesus é chamado de Senhor quer dizer que ele é o próprio Deus
    – Jesus era adorado, no caso dele proskyneo quer dizer adoração.
    – Jesus disse que ele e o Pai eram um, o que quer dizer que ele era Deus, embora quando ele disse que os discípulos deveriam ser um, não estivesse falando neste mesmo sentido.
    – Deus é chamado de Eu Sou na Almeida, e em Jo 8:58 Jesus usa a palavra eu sou, o que mostra que o nome dele é eu sou, embora ele não tenha usado este termo como um nome próprio nesta passagem, o sentido tem de ser que “eu sou Deus”!!!
    – Mt 28:19 e outros textos que citam Jesus junto com Deus prova que ele é Deus.
    – Jesus nunca é chamado de Criador e nunca é diretamente dito que ele criou o mundo, mas apesar de ser dito que “Deus criou as cousas por MEIO dele”, mesmo assim eu o chamo de criador assim mesmo pois ele é o criador! Tanto fa
    – Jo 1:1 poderia dizer que ele é o Deus ou um deus, mas neste caso quer dizer que ele é o Deus, pois é o que a Almeida dá a entender.
    – Rm 9:5, Hb 1:8, Ti 2:13 e outros textos na Almeida rezam diferente da TNM, que é uma bíblia errada.
    – 1 Cor 8:6 está citando de Dt 6:4 quando diz que Jesus é um só Senhor, citação da Shemá que diz que o SENHOR, nosso Deus é um só SENHOR.
    – Jesus é o salvador, e apenas Deus pode salvar, portando Jesus é Deus!
    – Jesus está sendo adorado como Deus em Ap 5:14, embora o texto não o mencione como tendo sido adorado.
    – Se Jesus não fosse Deus, sua morte não poderia nos salvar!!!

    Os argumentos trinitaristas são mancos.

    Curtir

  • Queruvim  On 17 set 2015 at 17:29

    Perfeito comentário, merece ser transformado em artigo! De fato, os trinitários estão mutilando as Escrituras para proveito próprio e consequentemente adulterando o real sentido da Palavra de Deus.
    Certo pesquisado escreveu: “Eisegese – Enquanto a Exegese consiste em extrair de um texto qualquer, mediante legítimos métodos de interpretação; a eisegese consiste em injetar em um texto, alguma coisa que o interprete quer que esteja ali, mas que na verdade não faz parte do mesmo. Em última instância, quem usa a Eisegese força o texto mediante várias manipulações, fazendo com que uma passagem diga o que na verdade não se acha lá.

    Em outras palavras, Eisegese é quando o interprete lê algo no texto bíblico e injeta nesse texto o seu ponto de vista pessoal a fim de defender um ponto de vista ou uma suposta doutrina.

    A pergunta que fica aberta a todos nós que lidamos com a interpretação da Palavra de Deus para pregação, ensino, postagem no blog ou mesmo edificação pessoal é:
    “Eu tenho sido um exegeta fiel ou um eisegeta com fins pessoais”? “

    Curtir

  • NOÉ  On 17 set 2015 at 17:59

    É, prezado SAGA… Analisando seu comentário, podemos resumir o seguinte:
    OS DEFENSORES DA TRINDADE FAZEM O MESMO ESFORÇO GIGANTE PARA DEFENDEREM QUE JESUS É JEOVÁ; DA MESMA FORMA QUE OS JUDEUS FARISAICOS FAZEM UM ESFORÇO TREMENDO PARA NEGAREM QUE JESUS É O PROMETIDO MESSIAS !

    Pelo resumão do Saga, fica fácil de ver que a verdade e a lógica das escrituras são totalmente ignoradas, espremidas e distorcidas pelos “trindaístas” com o único objetivo de fazerem com que a tradição deste dogma seja aceita pelos fiéis que seguem estes líderes que ensinam estas coisas, nem que para isso eles tenham que se encaixar na condenação que Jesus deu aos fariseus quando disse que por causa da tradição eles acabavam invalidando as verdades das escrituras.

    E os judeus de hoje fazem o mesmo. Eles são obrigados a desconsiderar todas as profecias que se cumpriram em Jesus para negarem que ele seja o Messias. No vídeo que eu postei em outro tópico fica claro isso, quando o entrevistador judeu pergunta para um outro judeu ortodoxo o motivo de as características do prometido messias não poderem se encaixar em Jesus. Como fica sem resposta, o judeu ortodoxo simplesmente diz: ” Lo Meshiahh!” ( em hebraico ), quer dizer, ” Jesus não é o messias, e pronto!” Portanto, por mais que alguém mostre os argumentos para um trinitarista ou um judeu farisaico, não importa pra eles! Eles nunca vão aceitar desistir de uma tradição para abraçarem a verdade. Eles não amam a verdade. Só isso…

    Curtir

  • NOÉ  On 17 set 2015 at 18:18

    E para variar, esqueci novamente de colocar o link do vídeo ao qual fiz referência. O link é https://www.youtube.com/watch?v=UCUxTFt8pB0.
    Veja nos 4:19 do vídeo.
    O entrevistador pergunta:
    “MAS POR QUAIS RAZÕES ELE NÃO PODE SER O MESSIAS ? O QUE PRECISA ACONTECER PARA ELE SER O MESSIAS ?”

    JUDEU ORTODOXO: ” ELE NÃO É O MESSIAS! ”

    EM SEGUIDA TANTO O ENTREVISTADOR QUANTO O ENTREVISTADO FICAM LISTANDO ALGUNS FATOS PELOS QUAIS OS CRISTÃOS ACEITAM JESUS COMO SENDO O MESSIAS. E LOGO EM SEGUIDA O ORTODOXO DIZ, “MAS PARA O JUDAÍSMO ESTE NÃO É O MESSIAS” ( apesar de ter todas as características do messias ) !!!

    ENTÃO SAGA, O “TRINDAÍSTA” TAMBÉM VAI PEGAR TODO O SEU ARGUMENTO BASEADO NA VERDADE DA PALAVRA DE DEUS, DOBRAR, JOGAR FORA E DIZER:
    “JESUS É DEUS; E DEUS É JESUS; E JEOVÁ É O MESMO JESUS, QUE TAMBÉM É O MESMO JEOVÁ E TAMBÉM SÃO O ESPÍRITO SANTO, EMBORA CADA UM SEJA UM DEUS DIFERENTE PORÉM FORMAM UM ÚNICO DEUS QUANDO SE JUNTAM, EMBORA NÃO SEJAM 3 DEUSES DIFERENTES, MAS APENAS UM “!

    ENTENDEU?!
    NÃO!

    “AH! NÃO IMPORTA! A TRADIÇÃO É ESTA E PONTO FINAL. NÃO VÃO SER VOCÊS TJs QUE VÃO MUDAR A TRADIÇÃO QUE MEUS PAIS E OS PAIS DE MEUS PAIS ME TRANSMITIRAM!!!” VERDADE…..O QUE É VERDADE?! JÁ DIZIA PILATUS “Disse-lhe Pilatos: O que é a verdade? E tendo dito isto, saiu outra vez para os judeus, e lhes disse: Eu não acho nele nenhum delito” (João 18:38)

    Curtir

  • Saga  On 17 set 2015 at 23:32

    Noé, existem alguns motivos que separam certos religiosos da verdade.

    No caso dos judeus modernos, entre os impedimentos para aceitarem o Messias estão:

    O antissemitismo antigo e moderno, o qual colocam nas costas de Jesus e de seus seguidores a culpa, sentem que já sofreram e penaram muito historicamente desde os tempos que o Cristianismo prosperou.

    Tem as tradições antibíblicas que se desenvolveram no Judaísmo moderno, que os impedem de analisar as escrituras hebraicas de maneira realmente bíblica, tudo tem de passar pelo crivo das tradições rabínicas e até esotéricas, entre as tradições estão a recusa de chamar a Deus por nome, e vale citar a imortalidade da alma, as vezes indo ao ponto da reencarnação.

    A Trindade, sim, já era difícil aceitar Yehoshua como o Mashiah, mas aceita-lo como o próprio D-us já é demais. Pluralizar seu D-us em uma multiplicidade de seres é inaceitável, idolatrar um homem é blasfemo e cheira aos semideuses do paganismo.

    E outro item, é o orgulho, o orgulho pessoal de serem descendentes de Abraão, de uma linhagem sacerdotal, o orgulho das Escrituras terem sido reveladas em hebraico, a vaidade em terem a Torá, em serem circuncidados, da sua cidade santa em Jerusalém. Seu apego a Lei, a Moisés, impede-os de aceitarem a existência de algo melhor ou de uma substituição de aliança, imaginam que deixariam de serem especiais se Deus abrisse suas bençãos de maneira igualitária a todas as nações e raças em Cristo Jesus.

    Destaquei quatro itens que impedem a verdade cristã de criar frutos no coração dos religiosos judeus modernos.

    No caso dos adeptos do trinitarismo nas igrejas da Cristandade, já perderam tanto tempo xingando e praguejando as TJs e adorando fervorosamente a Jesus em sessões de intenso louvor, além de experimentarem tantos “dons poderosos” do espírito santo, que não podem admitir que estavam em erro a tanto tempo, e dar o braço a torcer para aquela pequena seita maldita por quem tem tanto preconceito. O preconceito contra as TJ é tão variado que mesmo entre os que abandonam o trinitarismo, não quer dizer que se tornem TJs, eles continuam congregando nas mesmas denominações de antes, ou preferem ficar “desigrejados” mesmo.

    Curtir

  • Ramiro Antunes  On 18 set 2015 at 10:28

    Explicação e argumentação magistral, irmão Daniel Oliveira. Parabéns!

    Curtir

  • Bastos  On 18 set 2015 at 13:03

    “Todo aquele que vai além do ensino de Cristo e NÃO permanece nele, NÃO tem a Deus; quem permanece neste ensino, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.”(2 João 9[ Almeida impressa])
    MARIO-, tem aplicado este principio? Os irmãos estão fazendo esforços para lhe mostrar passagens bíblicas para você se aperceber, será que a trindade é um ensino que Cristo Jesus ensinou quando na terra?
    Pense nisso, será que ele deixaria oculto um ensinamento que para os judeus era desconhecido?
    Seja sincero e analise com carinho as informações passadas, dá pra ver seu zelo na sua fé, mas “examinem-se para ver se vocês está na fé” verdadeira, em algo real (2 Coríntios 13:5).
    Abraços Mario.

    Curtir

  • Felipels  On 18 set 2015 at 14:49

    Eu já falei com um Judeu Religioso, ele era muito estudioso.. Ele confirmou tudo que o Saga disse. Ele falou que sem os instrutores judaicos não se pode entender as escrituras e que somente os Judeus tem a Lei Oral de Deus. Algumas ideias Judaicas (Modernas) me lembraram o espiritismo. Ele disse que era impossível Jesus ser o Messias pois o Messias traria paz e prosperidade global e Jesus não trouxe.

    Eu disse a Ele: Se o Messias aparece-se no primeiro século, ele não poderia reinar a terra e trazer a paz.

    Ele disse: Claro que poderia. Se Jesus fosse o Messias ele teria feito isso.

    Eu falei: Quando Jesus esteve na Terra ele estava no tempo das pernas de ferro da profética estátua de Daniel e ainda teria de vir os pés de ferro e argila. (Eles entendem que as pernas são o império Romano). Ao mesmo tempo citei a profecia de Daniel das 70 Semanas. Em que o Messias apareceria antes da destruição do 2° Templo. Sem falar que o Messias seria “Decepado”.

    Ele me disse que tem um livro que explica a profecia de Daniel sobre o Messias e que eu saberia a verdade nele. Eu passei para ele o link do Download da brochura preparada para judeus no Jw.org – e não sei o que aconteceu depois…

    Ele não falava nem a palavra (Deus) – era sempre D’us – Até os títulos não se mencionam. Nas nossas conversas dava para perceber que existe um pré-conceito sobre Jesus por causa da Cristandade. O Holocausto com o apoio católico e a Crença da Trindade os fazem ver os Cristãos de forma muito ruim.

    Curtir

  • A Serviço do Reino  On 18 set 2015 at 14:53

    Bom, vamos esperar agora o Sr Mário Silva resolver seus problemas pessoais e vê se tem sinceridade em seu coração e entendimento em se dispor a estudar mais a bíblia e aceitar o que ela diz em sua simplicidade sobre este ensino.

    Nós aqui não estamos medindo esforços em ajuda-lo. Até agora ele se manteve disposto a nos escutar, mas não aceitar a argumentação. Estamos o refutando e mostrando a incoerência do ensino da Trindade com a bíblia e eu espero que ele consiga deixar de ser enganado pelo diabo e enxergue a verdade pura e simples da palavra de Deus.

    Sua atitude após estas minhas últimas réplicas, aliadas com a do Saga, Gibe e outros é que vão determinar se eu continuarei no debate sadio ou não. Não vou perder meu tempo com quem não quer aprender. Mas se ele aceitar a argumentação e se mostrar razoável, posso sim dar de meu tempo e conhecimentos (mesmo não sendo tanto como eu queria) pra ele, assim como faço com meus estudantes.

    Curtir

  • Caique  On 18 set 2015 at 17:42

    Muito bem explanado Saga, o que acreditamos, baseado nas verdades simples da Bíblia, em comparação com os argumentos sem lógica dos trinitaristas.Mas não importa quão bom sejam nossos argumentos, se a pessoa não estiver disposta a abrir os olhos, não vai adiantar.

    Lendo sua explanação sobre o que cremos, nos dois últimos pontos você colocou que “Deus enviou Jesus e Jesus enviou o espírito santo, e que o espírito santo é o espírito do Pai, que procede dele.”

    Daí, eu já imaginei um trinitarista argumentando: “Se Jesus envia o espírito santo e se o espírito santo procede do Pai, então Jesus é Deus como o Pai.” A questão é que eles sempre vão achar pontos para questionar enquanto não quiserem aceitar a verdade. O importante é que estamos fazendo nossa parte, divulgando a verdade, e se alguns não querem aceitá-la, infelicidade deles.

    Curtir

  • Mário Silva.  On 20 set 2015 at 22:49

    Olá Daniel!

    Como prometi estou de volta respondendo suas perguntas e questionamento, que me fez na nossa ultima conversa, não que vim preparado contra vc, mas tão só mente vou responder a luz das escritura, claro que com minhas interpretações, dai vc tira suas conclusões sobre tudo o que vou dizer, e vamos seguir nossa vida.

    E pelo visto meu amigo essa será mesmo nossa ultima conversa, pois entendo claramente que temos profundas diferenças, e como vc mesmo disse o tempo está sendo perdido, “nosso” tempo está sendo perdido.

    Bom mas vamos ver, vc me fez a primeira pergunta:

    1 – “Quantas pessoas devem ser adoradas como sendo o Deus Todo – Poderoso? Uma pessoa ou três?”

    Amigo Daniel rsrs, vc me pergunta quantas são as pessoas em que eu Adoro, posso até disser a sim mesmo Daniel, pois trago para mim mesmo essa responsabilidade.

    RESPOSTA = Pois bem, Adoro o a “JEOVÁ” Daniel, O único DEUS Todo – Poderoso, e que não á outro DEUS, e á lias, não é esse um de seus nomes, JEOVÁ ?

    É, e já sei que vou mexer no vespeiro de novo, não é? pois sei que para vocês a palavra JEOVÁ é exclusivamente e unicamente o nome dEle, visto que foi vertidas do Tetragrama não é, Bom, mas porque tbm não pode ser, Javé, Yahweh, Adonai, Elohim, Shaddai, bom eu o chamo também de DEUS, PAI, ABBA PAI e até o “EU SOU”, e claro JEOVÁ!

    Então não vejo nenhum proplema com JEOVÀ, visto que é o mais próximo do nosso português, mas, não me venha disser que o nome dEle é únicamente, exclusivamente JEOVÁ, pois sabemos que YHWH não tem tradução certo!
    Bom mas esse fica pra um outro papo, um outro assunto, e claro, não vamos misturar as coisas.

    Bom mas Jeová é o único que Adoro Daniel, mas o que eu posso fazer se Ele está no Filho e no seu Espírito, quem diz isso são as escritura Daniel, e a firmo que os três são poderes distintos, mas com a mesma ESSÊNCIA.

    Sendo assim, vc tbm me força a te perguntar por mais uma VEZ Daniel, e não me “ENROLA”tbm, pois tbm já te perguntei, por duas vezes, se é que se pode disser a assim, pois na verdade eu te pedi que se “PUDESSE” me explicasse, e vc não me respondeu até agora praticamente nada!

    De como pode esse SER (Jeová) ter mais DUAS ESSÊNCIA de sua NATUREZA (que é de ser DEUS), Daniel entenda BEM, por duas vezes eu te dei as seguintes palavras “ESSÊNCIA” e…não divindade, divindade eu usei como forma de disser que vcs TJs querem tirar o direito do Messias ser Adorado!

    Mas que essa palavra ESSÊNCIA se da claramente a entender que se trata de uma inigualável “NATUREZA” do “PAI”, em que não se compara á criaturas, SERES em três poderes que regem todo o universo, e que sendo assim, o Pai – Filho – Espírito Santo são UM em ESSÊNCIA.

    Ele (JEOVÁ) e um SER que sempre EXISTIU antes de toda a eternidade, pois bem, Ele (Jeová) por acaso É uma criatura?, claro que não, não é, sendo assim então suas duas ESSÊNCIAS tbm não são, simples assim, de outra forma se vc não concorda Daniel eu peso de NOVO,

    ME EXPLIQUE ESSA ESSÊNCIA SEM “RODEIO” QUE EU TALVEZ CONSIGO RESPONDER A SUA SEGUNDA PERGUNTA!

    3 – vc disse: “O que você não entende Mário Silva é que essa afirmação sua é errada. Não é somente os 3 que tem a mesma natureza divina. Vou recolar o que já colei no outro comentário (que vc não leu):

    “Em Col 2:9 é mencionado que em Jesus habita corporalmente toda a plenitude da divindade (natureza divina). Mas vejamos a continuação no verso 10:”

    “e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês RECEBERAM TODA A PLENITUDE. (Col 2:10, NVI)”

    Daniel, essa PLENITUDE que Paulo está se referindo no seu contexto, que deveria começar no versículo 2 até o 10, está se referindo o que já recebemos, essa plenitude, aqui no presente, conforme no começo versículo 10 que diz:

    10-“e, por estarem nele” (…), (ou seja agora… já sou divino, certo!).

    Mais uma vez Daniel, dá nomes aos bois, que plenitude é essa?

    Lembra de nosso outro papo, lá no estudo de, – Hebreus 1:6 e a Tradução do Novo Mundo.
    “As TJ CONSIDERAM JESUS UMA DIVINDADE.”

    Diga se de passagem que eu até concordo com que vc, quando vc diz em suas introduções:

    “é claro que as Igrejas Evangélicas estão distorcendo as Escrituras Sagradas. Isto explica tanta maracutaia e corrupção no meio evangélico.”

    Nisso eu concordo, só que isso já era de se esperar nos dias de hoje, e em nada tem a ver com sua Santidade.

    Lá, em nossa conversa vc citou sobre Colossenses 2:9,10 entre outros, em que vc me enquadrou quando eu igualei o Messias ao Pai em sua “ESSÊNCIA”, e me disse:

    “É nisto que acredita? Que ter natureza divina é ser Jeová? Se acredita nisto, terá que admitir que anjos e os humanos salvos também são Jeová.”

    E qual foi minha resposta, já agora aqui nessa pagina!

    Que mesmo recebendo essa divindade, Não me tornaria jamais em um ser como Ele em sua “ESSÊNCIA”.

    veja no versículo 2-4, do mesmo capitulo 2 de col. diz:

    “2 Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo,

    3 Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.

    4 E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas.”

    E vc diz que está em concordância com 2 Pedro 4, mas pega a partir do versículo 3 em diante.

    “3-Visto como o seu “DIVINO” poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude;

    “4-Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da “natureza divina”,(vc não acrescentou o final do versículo) “havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no “mundo”

    Bom Daniel, Paulo e Pedro estão nos orientando claramente que e só com o conhecimento da plenitude do Messias que já nos deu (seus ensinamentos e mandamentos e consequentemente o batismo) e que conseguiremos vencer ao “mundo”.

    E como eu tbm já disse em outras letras,” não é com essa “plenitude” quero ser igual a Jeová,” mesmo por que nunca seremos, e pelo que entendi vcs até concordam comigo!

    Bom, mas vamos á outro assunto, vc disse:

    1,….mas o que vc não respondeu é o fato da bíblia chamar Jesus de sumo sacerdote….ora, será que Deus (Jesus) pode ser sumo sacerdote de Deus (Jeová)?

    Mas claro sim Daniel e por não?, rsrs, está nas escrituras meu amigo, Ele foi tipificado no sacerdócio humano, mas que eram sombra das coisas futuras, vc se deu a reposta, e eu só confirmei isso, hoje Ele é o sacerdote Eterno, nosso único mediador, sendo Ele Deus de Deus, pois Ele é a sua ESSÊNCIA!

    2, vc disse: “E desde quando honra é adoração? Ao honrar seus pais, você os adora? Já disse várias vezes aqui, honra é uma coisa, adoração é outra. Ou você acha que honra é adoração Mário Silva?”O que é Honra:

    Bom Daniel eu achei isso e colei aqui tá, não que vc não saiba mas é só pra dar a minha introdução blz:

    ” Honra é um princípio de comportamento do “SER” humano que age baseado em valores bondosos, como a honestidade, dignidade, valentia e “outras” características que são consideradas socialmente”

    Bom Daniel e JEOVÁ, como fica nessa?, Ele é um SER!, é age baseado com seus valores de um ser TODO-PODEROSO! logo Ele merece HONRA de que? ADORAÇÃO!! por ser o CRIADOR, mas,

    SÓ mais esse exemplo Daniel:

    (honra)
    substantivo feminino
    1.princípio que leva alguém a ter uma conduta proba, virtuosa, corajosa, e que lhe permite gozar de bom conceito junto à sociedade.

    2.consideração devida a uma pessoa que se distingue por seus dotes intelectuais, artísticos, morais; privilégio
    
    3"grandeza, esplendor, glória".
    

    Bom em fim Daniel, como isso acho que explico o que é HONRA, mas eu não disse que honrar É Adoração!, Mas eu disse SIM, que dou HONRA a quem por “DIREITO”,

    Então eu coloquei assim:

    “E honrar, é honrar á quem por “DIREITO”, se vou honrar meus PAIS, eu os HONRO como CRIATURAS que são, com meu carinho e amor.”

    Agora se eu vou ADORAR ao PAI, ai sim as coisas mudam de lugar.

    Então conclui dizendo:

    “Eu HONRO (ADORANDO) o Filho, como HONRANDO (em ADORAÇÃO), ao
    PAI.

    Bem, Daniel, mas o negócio vai mesmo pegar é agora não é!, no nosso próximo assunto:

    3 – Bem mas vamos lá, vc disse:

    você Mário Silva foi gerado de seus pais. Lhe pergunto: Você é eterno? Não né….gerado quer dizer que você teve um começo, um início de existência….

    Da mesma forma é com Jesus…ele foi gerado, ou nasceu….portanto não é eterno e consequentemente não é Deus. Concordas?

    Huuum!, NÃO!!

    Bom mas vamos lá, amigo Daniel esse assunto já deu tanto pano pra maga, que eu levo como já disse em consideração, o que NÃO está escrito, mas que pele graça do Espírito Santo eu vejo claramente.

    Se nos vamos entrar numa luta de cabo de guerra, tentando provar, hora Ele foi Criado hora Sempre Existiu, Olha, ai sim meu amigo creio nós vamos perder realmente um bom tempo, e não só nessa pagina, como tbm de nossas vidas, mesmo por que ninguém sabe bem ao certo o verdadeiro grau de estudo sobre esse tal de monogenes, e tal vez outras explicações.

    Mas eu considero nas escrituras mesmo um versículo muito forte em relação á tudo isso se dizem e falam, que diz:

    João 1

    1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

    (ou “um” DEUS como vcs preferirem).

    Isso não tem nem uma importância, pelo menos pra mim, porque Ele é mesmo um Deus, pois está na ESSÊNCIA do PAI.

    2 Ele estava no princípio com Deus.

    3 “Todas as coisas foram feitas por ele”, e sem ele nada do que foi feito se fez.

    Daniel meu amigo esse trecho do versículo que marquei está em Concordância com de Col1:15-16 que diz:

    15-O qual é imagem do Deus invisível, o “primogênito de toda a criação”;

    (Paulo nessa carta ao povo colossenses, está dizendo á eles que o Messias é o CRIADOR de todas as coisas no universo, “E que Ele era O “primogênito” prometido para os salvarem do pecado”.

    Como se lé em seguida no versículo 20 de col 1,:

    E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, (madeiro, eu aceito essa tradução) por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.

    Bom, Mas quem é esse primogênito?

    E só ler em Lucas 2:7, que nos mostra claramente quem é esse primogênito, que diz:

    E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

    Se referindo claramente ao MESSIAS, mas vamos continuar.

    “16-foram criadas todas as coisas” que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades;

    Tudo foi criado por ele e para ele.”

    Sendo assim Ele é preeminente sobre TUDO mesmo, e NÃO concordo que Ele é preeminente sobre as “outras” coisas, mas sobre todas as coisas.

    Olha Daniel, a única vez que vejo realmente Ele sendo gerado nas escrituras, igual á eu e vc, nascendo “literalmente”, foi quando Ele foi GERADO no ventre de uma virgem, a ai sim Ele nasceu, e depois disso Ele se fez “carne” e habitou entre nós.

    E fora isso, na forma que está escrito nas letras sagradas, nos mínimos detalhes, Ele sempre EXISTIU, e como tal, merece ser Adorado, Ele e seu Espírito que habita em nós, sendo o próprio PAI.

    Agora como eu posso ter tanta certeza disso!

    simples, lento e interpreto tão somente as escrituras, nessa bíblia.

    E que nelas sim, nas escrituras, não se pode entrar em contradição.

    Um abraço meu amigo Daniel Oliveira, e ao Bastos pelas suas palavras e ao de mais.
    No mais seu Espírito nos orientará, amem.

    Curtir

  • Queruvim  On 21 set 2015 at 0:55

    Mario Silva, leia os artigos sobre os assuntos que falaste. Estude, medite, pesquise. Ao ler os artigos verá que REALMENTE SUAS COLOCAÇÕES estão erradas. Você afirmou:

    Adoro o a “JEOVÁ” Daniel, O único DEUS Todo – Poderoso, e que não á outro DEUS, e á lias, não é esse um de seus nomes, JEOVÁ ?

    Moisés perguntou a Deus “Qual é o seu nome ? O que hei de dizer-lhes ?”

    Observe que neste texto de Êxodo Moisés não pergunta quais são os nomes, no plural, mas antes “Qual é o seu nome” no singular!

    זֶה-שְּׁמִי לְעֹלָם

    Zeh Shemí (Este é o nome meu) observou “meu nome” tanto o artigo quanto o substantivo no singular.

    Portanto Deus se revelou como tendo um nome e não vários nomes. Aqui neste verso 15 do capítulo 3 de Êxodo não aparece a palavra “Senhor” e não deve aparecer em Português visto que Moisés ouviu o nome de Deus e não um substituto para tal nome. Já falamos sobre este erro de achar que Deus tem vários nomes neste artigo.

    Mario Silva prossegue dizendo:

    porque tbm não pode ser, Javé, Yahweh, Adonai, Elohim, Shaddai, bom eu o chamo também de DEUS, PAI, ABBA PAI e até o “EU SOU”, e claro JEOVÁ!

    Isso já foi respondido aqui:

    https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2012/09/10/jeova-ou-jave-qual-a-forma-realmente-equivocada-de-se-pronunciar-o-nome-de-deus/

    e aqui:

    https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2010/11/09/sobre-a-pronuncia-do-nome-de-deus-jeova-ou-jave/

    Curtir

  • Saga  On 21 set 2015 at 1:12

    “RESPOSTA = Pois bem, Adoro o a “JEOVÁ” Daniel, O único DEUS Todo – Poderoso, e que não á outro DEUS, e á lias, não é esse um de seus nomes, JEOVÁ ?”

    Ele usou aspas. E ele disse um dos seus nomes entre vários nomes.

    “Javé, Yahweh, Adonai, Elohim, Shaddai, bom eu o chamo também de DEUS, PAI, ABBA PAI e até o “EU SOU””

    Colocou Elohim, Adonay, Shaday, Eu Sou e Abba como outros nomes de Deus, ou seja, Deus para ele não tem um nome, é um ser com vários títulos de ocasião.

    “não me venha disser que o nome dEle é únicamente, exclusivamente JEOVÁ, pois….”

    Tudo irrelevante, tá fugindo da pergunta.

    “Bom mas Jeová é o único que Adoro Daniel, mas o que eu posso fazer se Ele está no Filho e no seu Espírito”

    Jeová é o Pai que está nos dois, ou os três são igualmente Jeová? Ele não se explicou direito.

    “Daniel entenda BEM, por duas vezes eu te dei as seguintes palavras “ESSÊNCIA” e…não divindade”

    Daniel sabe que este tipo de vocabulário filosófico é não bíblico. A palavra usada nos textos é divindade, qualidade divina, além de imagem, forma, etc. De todo jeito, os discursos dos trinitários usam essência e natureza como sinônimos.

    “TJs querem tirar o direito do Messias ser Adorado!”
    Primeiro, a Bíblia precisa prescrever adoração dele igual prescreve a de seu Pai.
    Não tem de depender de nosso querer, ou do querer dos outros, mas dos regulamentos bíblicos.

    “Mas que essa palavra ESSÊNCIA se da claramente a entender que…”
    Que não aparece na Bíblia esse tipo de discurso.

    “SERES em três poderes que regem todo o universo”
    Ele fala que existem três seres e três poderes, enquanto que outros trinitários falam de Três Pessoas que formam Um Ser, com um único poder. É confuso.

    “então suas duas ESSÊNCIAS tbm não são, simples assim […] ME EXPLIQUE ESSA ESSÊNCIA”

    Que essência que você vai explicar Daniel? Qual texto bíblico ele está usando?

    “Mas claro sim Daniel e por não?, rsrs, está nas escrituras”
    Por que o sumo sacerdote é aquele que ajuda as pessoas a adorar a um Deus. Sua função não é ser adorado, mas mediar a adoração das pessoas ao Deus.

    “Ele é o sacerdote Eterno, nosso único mediador”
    Ele media as pessoas consigo mesmo?

    “Bom Daniel e JEOVÁ, como fica nessa?, Ele é um SER”
    Ele é Um Ser ou é Três Seres? Tem um poder ou três poderes?
    O termo três poderes também não é bíblico.

    “Eu HONRO (ADORANDO) o Filho, como HONRANDO (em ADORAÇÃO), ao
    PAI”

    O sentido do termo “como” não indica igualdade de tratamento e sim adição, quer dizer que quem honra o Filho, também honra ao Pai, e não que tem de honrar o Filho no mesmo nível que honra o Pai. Poderiam ser acrescentados mais personagens ao verso, pedindo a todos eles também serem honrados, que isso não indicaria a igualdade com Deus. Temos o exemplo da frase: “Teme a Deus e ao rei”, indica que deve temer ambos, a Deus e TAMBÉM ao rei, não que o rei deve ser temido no mesmo nível que o próprio Deus. Tem outros textos onde Deus diz que é santo e que temos de ser santos e onde Jesus diz que temos de ser perfeitos como o nosso Pai no céu é perfeito. Nenhuma dessas comparações devem ser entendidas no sentido de co-igualdade e muito menor de co-identidade.

    “eu levo como já disse em consideração, o que NÃO está escrito, mas que […] eu vejo claramente.”

    Eu vi que você vê o que não está escrito.

    “O qual é imagem do Deus invisível, o “primogênito de toda a criação”; (Paulo nessa carta ao povo colossenses, está dizendo á eles que o Messias é o CRIADOR”

    Ah tá, veja como ele leva em consideração o que não está escrito.

    “E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos”
    Estes textos são diferentes, aqui ele é o primogênito entre os filhos de Maria, dentre os filhos de maria ele era o mais velho. No outro ele é o primogênito entre a criação, na criação ele é o mais velho. A primeira referência é ao Jesus nos dias da sua carne enquanto humano gerado da virgem Maria, a outra referência é a sua existência pré-humana no céu.

    “E fora isso, na forma que está escrito nas letras sagradas, nos mínimos detalhes, Ele sempre EXISTIU, e como tal, merece ser Adorado, Ele e seu Espírito que habita em nós, sendo o próprio PAI”

    Mário é um crente no Trinicismo. Notem a linguagem dele, acho que ele crê na existência de três pessoas em uma.

    Ele continua confuso, de toda forma, não respondeu ainda nenhuma das 51 perguntas do tópico.

    Curtir

  • Queruvim  On 21 set 2015 at 1:15

    Palavras como “trindade”, “essência”, “substância” e outras com aplicações totalmente estranhas às Escrituras Sagradas. São termos filosóficos emprestados de fontes gregas desde o tempo de Platão.

    Curtir

  • Queruvim  On 21 set 2015 at 1:26

    Mario Silva, a palavra Elohim não é um Nome, mas um substantivo de uso comum. Como poderia ser “um dos nomes de Deus?”.

    Curtir

  • NOÉ  On 21 set 2015 at 2:27

    Aaaah ! Agora entendi! Entendi como funciona a cabeça de uma pessoa que acredita em ensinos anti-bíblicos. Só uma palavra: CONFUSÃO!
    E só mais uma palavra: TEIMOSIA!
    Confusão, porque de todo o argumento do Mário, eu pude ver idéias que nós TJ concordamos, misturadas com argumentos que nada tem a ver com o assunto, mas que para o Mário são o alicerce que seguram esta “casa” que é a teologia que ele aprendeu a defender.
    Teimosia, porque fica claro o que foi dito por alguém aqui no blog, que para os defensores de certas idéias contraditórias não basta a força da palavara de Deus. Se eles acham que possuem o dom de revelações da parte de Deus, para pessoas assim não adianta mostrar nada na bíblia, pois elas acham que ELAS são a bíblia. Foi dito que os adventistas creem que eles possuem o dom de profetizar e de revelações. Da mesma forma os da Congregação Cristã no Brasil não baseiam as suas crenças APENAS no que foi revelado na Bíblia. Eles também acham que Deus revela as coisas para eles, seja em sonhos, seja em abrir a Bíblia em qualquer texto e interpretar o que vier na cabeça…Os mórmons possuem até uma segunda bíblia, na qual eles alicerçam as crenças deles! Claro! Só a bíblia não seria o suficiente. É por isso que o SAGA disse que os adventistas deveriam criar uma bíblia só pra eles, pois só assim eles poderiam ficar tranquilos em defender seus argumentos. Ah ! Espera aí! Eles já fizeram isso, né ? Eles possuem os escritos da Ellen ! É mesmo!
    E por fim os muçulmanos possuem o Alcorão, uma salada de ensinos demoníacos misturados com partes das escrituras judaicas e das escrituras cristãs. E olha aí o estrago que este livro está fazendo no mundo…!

    Por isso concluo que o Mário,se quiser REALMENTE ser libertado pela Gloriosa verdade sobre Jeová e sobre Jesus, comece a dar uma organizada na mente. E comece a atribuir PESO SOMENTE às Escrituras Hebraicas e Cristãs.
    Jogue fora estes conceitos filosóficos inúteis que só atrapalham o entendimento da verdade. Ficar filosofando sobre ESSÊNCIA, ORIGEM DE DEUS, MONOGENESE ETC, NÃO AJUDA EM NADA E NEM DEVERIAM SER GUIAS NO ENTENDIMENTO DA BÍBLIA.

    No dia em que os “Mários” do mundo aceitarem como verdade apenas o que as palavras da bíblia querem dizer, aí sim verão a luz! Enquanto não, vão ficar parecendo o cachorro que fica correndo atrás do próprio rabo.

    Curtir

  • Caique  On 21 set 2015 at 9:02

    Caro Mário Silva, ainda estou terminando de ler seu comentário, mas, pelo que li até aqui, percebo que sua ‘lógica’ sobre o assunto é totalmente ilógica. Por favor Mário, pare e pense com mente aberta. Seus argumentos não fazem nenhum sentido, até uma criança percebe. Você conseguiria explicar a uma criança ou ao seu filho, caso tenha, de maneira simples e clara a verdade sobre Deus? Ele poderia compreender? Pois, segundo a Bíblia, até mesmo pequenas crianças podem conhecer a Deus e entendê-lo. A verdade é simples, então não vamos complicar as coisas. O Deus todo-poderoso é apenas um em essência. Ele é uma única pessoa e Jesus é o Filho dele, pois foi criado por Jeová como sua primeira criação. Por favor Mário, deixe a Bíblia conversar com você, mas não tente convencer a Bíblia a aceitar crenças que ela jamais ensinou.

    Curtir

  • Hernan Cardoso  On 21 set 2015 at 11:29

    Sinceramente…
    Mario Silva não respondeu em nada o irmão Daniel, rodeou e fez perguntas e/ou afirmações que parece uma ofensa ao intelecto acreditar…

    Parei de ler aqui…”sendo Ele Deus de Deus, pois Ele é a sua ESSÊNCIA!”…
    vi que não tiraria proveito nenhum em continuar lendo tais argumentos.

    Conversar com gente que renuncia a lógica é como dar remédio a um morto.

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 21 set 2015 at 12:05

    Mário Silva,

    Obrigado pela resposta (embora não somente eu, mas outros irmãos meus tenham achado sua resposta confusa e insuficiente).

    Você disse que adora somente Jeová, então devia saber que esse nome é referente ao Pai, não ao Filho que se chama Jesus e nem a suposta 3º pessoa da Trindade.

    Se você adora somente Jeová, deveria ter respondido que adora somente UMA PESSOA, O Pai. Mas sua resposta foi inconclusiva, pois você disse:

    “Bom mas Jeová é o único que Adoro Daniel, mas o que eu posso fazer se Ele está no Filho e no seu Espírito”.

    E com isso você deu a entender que o nome “Jeová” não se refere somente ao Pai, mas também é o nome de Jesus e do espírito santo.

    Você Mário Silva, adora a pessoa do Pai, Jeová? Sim…. (uma pessoa)

    Você Mário Silva, adora a pessoa do Filho, que tem a mesma “essência” ou natureza do Pai? Sim… (duas pessoas)

    Você Mário Silva, adora a pessoa do espírito santo, que tem a mesma “essência” ou natureza do Pai? Sim… (três pessoas)

    Então você deveria ter dito que adora 3 pessoas, e qual é o problema em assumir isso? É tão fácil responder assim diretamente. Mas acaba sendo difícil vc dizer isso, é porque isso é politeísmo. Então é por isso que você tem que dizer que adora somente adora “um” Deus, mesmo que esse Deus seja formado por 3 pessoas a qual são adoradas individualmente.

    Continuo na próxima resposta.

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 21 set 2015 at 12:22

    Mário Silva,

    Sobre a questão da “essência”. Não conheço esse termo na bíblia, por isso não o uso. Conheço “natureza”, “divindade” e por isso os uso.

    Você afirma que a natureza de Jeová, a qual você usa o termo “essência”, é somente Dele, do Pai. No entanto, diz também que não é somente Dele, mas também é compartilhada com o Filho e o espírito santo.

    (Isso é contradição Mário: é somente 1 pessoa que tem essa “essência” ou 3 pessoas?) Segundo você, é 3.

    Mas já lhe expliquei e você disse que não expliquei. A natureza humana implica ter corpo de carne e osso. Essa é nossa natureza.

    A natureza divina implica ter corpo espiritual, ou ser um espírito. Todos os seres que habitam no céu, tem essa natureza.

    Jeová, o Pai é espírito. (João 4:24)

    Jesus, o Filho, é espírito. (1 Pedro 3:18)

    Os anjos são espíritos ( Hebreus 1:7)

    E em 2 Pedro 1:4 e 1 Cor 15:50-54 (e outros textos também), afirma que os humanos que irão pro céu vão ter a mesma natureza que Jesus ou serão semelhantes à ele.

    Portanto, a bíblia diz uma coisa, você diz outra. Segundo você, ninguém pode ter a mesma natureza que o Pai. Mas a bíblia diz que sim. Em quem devemos crer, Mário? Eu fico com a bíblia.

    Aliás, toda hora vc usa frases como: “eu levo como já disse em consideração, o que NÃO está escrito”

    Eu sou diferente Mário, eu sigo a orientação da bíblia, que diz: “não ir além do que está escrito” (1 Coríntios 4:6)

    Continuo minha réplica no próximo comentário pra não cansar muito os leitores.

    Curtir

  • SemQI - 17  On 21 set 2015 at 12:57

    Mario disse em resposta:

    “”RESPOSTA = Pois bem, Adoro o a “JEOVÁ” Daniel, O único DEUS Todo – Poderoso, e que não á outro DEUS, e á lias, não é esse um de seus nomes, JEOVÁ ?””

    –até aqui tudo bem, beleza… ele merece aplausos… porém, ele continua com a filosofia:

    “”Bom mas Jeová é o único que Adoro Daniel, mas o que eu posso fazer se Ele está no Filho e no seu Espírito, quem diz isso são as escritura Daniel, e a firmo que os três são poderes distintos, mas com a mesma ESSÊNCIA.””

    — JEOVÁ É O UNICO ?? ISTO É: UMA UNICA PESSOAL EXCLUSIVAMENTE!!!!! MAS, PRA VOCÊ ELE É UNICO QUE SE AUTO-SUBSTANCIOU COM O FILHO E O E.S… A NÃO SER SE VOCE INTERPRETA “unico” DE UMA FORMA QUE FAZ ELE NÃO SER O UNICO .. AI BUGAAA

    MARIO DISSE:

    “”e a firmo que os três são poderes distintos, mas com a mesma ESSÊNCIA.””

    “”De como pode esse SER (Jeová) ter mais DUAS ESSÊNCIA de sua NATUREZA (que é de ser DEUS)””

    “”Mas que essa palavra ESSÊNCIA se da claramente a entender que se trata de uma inigualável “NATUREZA” do “PAI”, em que não se compara á criaturas, SERES em três poderes que regem todo o universo, e que sendo assim, o Pai – Filho – Espírito Santo são UM em ESSÊNCIA.””

    “”Ele (JEOVÁ) e um SER que sempre EXISTIU antes de toda a eternidade, pois bem, Ele (Jeová) por acaso É uma criatura?, claro que não, não é, sendo assim então suas duas ESSÊNCIAS tbm não são,””

    — QUEM VAI ENTENDER ISSO AQUI?? UMA HORA É “uma essencia, singular.. outra hora é essencias no plural..”” É UMA ESSENCIA COMPOSTA DE 3 PESSOAS OU 3 DISTINTAS ESSENCIAS IGUAIS??
    AJUDINHAAAAA: SE FOR 3 ESSENCIAS, ENTÃO A UNIÃO ACABARIA… JA DESTINGUIU “poderes” AGORA NÃO PODE DESTINGUIR ESSENCIA COLOCANDO NO PLURAL, SENDO QUE VOCÊ OS UNIU PELA ESSENCIA…

    VOCê CONTINUA DIZENDO:
    “ME EXPLIQUE ESSA ESSÊNCIA SEM “RODEIO” QUE EU TALVEZ CONSIGO RESPONDER A SUA SEGUNDA PERGUNTA!”

    –COMO ALGUÉM VAI EXPLICAR ALGO QUE NEM VOCÊ MESMO SOUBE EXPLICAR!!!

    MARIO:
    ““Eu HONRO (ADORANDO) o Filho, como HONRANDO (em ADORAÇÃO), ao
    PAI.””

    — VOCÊ PERCEBEU MUITO BEM QUE HONRA NÃO É ADORAÇÃO!! PORÉM, NA SUA LINHA DE RACIOCINIO, VOCÊ SE SENTE NO DIREITO DE HONRAR JESUS POR ADORAÇÃO… MAS, QUAL BASE FOI APRESENTADA PARA ISSO? PORQUE, O TEXTO VOCÊ ENTENDEU, MAS, AO DIZER O MOTIVO PELO QUAL INTERPRETA O TEXTO, VOCE USOU DO RECURSO “extra texto..o contexto” … MAS, O CONTEXTO NÃO NOS INDUZ A ADORA-LO, ENTÃO NÃO HONRRAMOS A JESUS COM ADORAÇÃO… SIMPLES.. CADE AS BASES PELA QUAL O HONRA COM ADORAÇÃO?? HAAAAA, VAI DIZER QUE O PAI TA NO FILHO.. SEMPRE TEVE?? SE SIM, COMO SABE QUE É O PAI NO FILHO OU O FILHO NO PAI? RSRSRS

    MARIO:
    “a única vez que vejo realmente Ele sendo gerado nas escrituras, igual á eu e vc, nascendo “literalmente”, foi quando Ele foi GERADO no ventre de uma virgem, a ai sim Ele nasceu, e depois disso Ele se fez “carne” e habitou entre nós.”

    –NEGATIVO!!
    “FILHO UNIGÊTIDO DE DEUS”- JOÂO3:16

    ESSA EXPRESSÃO SIGNIFICA “filho gerado” e se faz menção de FILHO GERADO DE DEUS,ENTÃO AQUI NÃO FALA DE SUA VIDA COMO HOMEN, MAS SIM, COMO SUA VIDA TODA.. TEVE UM INICIO..

    TEM MAIS!
    MIQUÉIAS 5:2 “Mas tu, Belém-Efrata, embora sejas pequena entre os clãs de Judá, de ti virá para mim aquele que será o governante sobre Israel. Suas origens estão no passado distante, em tempos antigos.”(NVI)

    OU SEJA, A ORIGEM DE JESUS É DE TEMPOS DISTANTES, ELE TEVE UMA ORIGEM, INICIOOOO….

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 21 set 2015 at 13:12

    Mário Silva,

    Sobre a questão da Honra. Que bom que entende que honra não é adoração. Se entende isso, não fica difícil perceber seu equívoco ao usar esse texto pra dizer que devemos adorar Jesus. Nós TJs, honramos Jesus e Jeová. Mas adoramos somente Jeová.

    Sobre Jesus ter feito a criação. Você está certo ao citar João 1:1-3 e Col 1:16 pra defender que Jesus fez tudo. Mas devemos analisar a bíblia por um todo e harmonizar todos os versos.

    Em Provérbios 8:22-29, nos é dito que Jesus é a primeira criação de Jeová, o “feito ou obra mais antiga Dele”. Mas no verso 30, é dito que Jesus é o “Mestre de obras” de Jeová. Então fica claro que apesar de ser a primeira criação, depois que foi criado Jeová usou Jesus pra fazer o resto.

    É por isso que Jesus é chamado de Filho “Unigênito”, ou seja ele é único. Em que sentido? Jesus é o único criado diretamente pelo próprio Jeová. As demais criações são feitas através por Jeová através de Jesus.

    A bíblia é clara em em Col 1:15 que Jesus é o “primogênito” da criação, ou primeira criação e por isso é preeminente. Já lhe expliquei muito bem isso.

    Ela também diz em Apocalipse 3:14 que Jesus é o “princípio da criação de Deus”. Sendo assim, estes textos citados por mim em nada contradiz João 1:1-3 ou Col 1:16, mas antes os complementam.

    A bíblia é clara: Jesus foi criado, mas tudo o que foi feito após ele mesmo ser criado teve a participação dele. Viu como a bíblia é clara e simples?

    Continuo no próximo.

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 21 set 2015 at 13:31

    Mário Silva,

    pra concluir, você disse: “E que nelas sim, nas escrituras, não se pode entrar em contradição.”

    Concordo com isso. Mas vejamos o que eu disse nesse “debate” com você e o que você disse.

    AFIRMAÇÕES DE MÁRIO SILVA

    1 – Que apenas Jeová deve ser adorado, mas que Jesus é o espírito santo também deve ser adorado.

    2 – Que somente Jeová tem uma natureza ou “essência” única, só Dele, mas Jesus e o espírito santo também tem essa natureza.

    3 – Você admite que pra “entender” a Trindade tem que usar daquilo que NÃO está escrito na bíblia.

    4 – Que os servos de Deus que vão pro céu também vão ter natureza divina, mas não é a mesma natureza divina do Pai (aliás do Pai, do filho e do espírito santo). Aí você me pergunta: “são duas naturezas divinas que existem?” Não sou eu que ensino isso, mas sim você.

    5 – Você disse que Deus é sumo sacerdote de Deus, no caso Jesus ser sumo sacerdote do Pai. Onde na bíblia ensina que Deus é sumo sacerdote? Onde na bíblia ensina que sumo sacerdote é adorado? Livro, capítulo e versículo por favor?

    6 – Você disse que primogênito significa preeminente no caso de Jesus por ele ser Deus sobre sua criação. E afirma que ele é criado somente como humano.
    AFIRMAÇÕES DE DANIEL

    1 – Somente Jeová deve se adorado e é o único Deus Todo – Poderoso.

    2 – Jesus é o Filho de Jeová, de mesma natureza, mas não deve ser adorado, embora deva ser muito honrado.

    3 – Afirmo somente usar de argumentação que está escrita na bíblia.

    4 – Que existe uma natureza divina (corpo espiritual) comum a todos os seres que moram no céu e uma natureza humana (corpo de carne e osso) comum a todos os seres que habitam na terra.

    5 – Que Deus não é sumo sacerdote, mas sim que alguém inferior a Deus pode ter a função de sumo sacerdote de Deus.

    6 – Primogênito significa “primeiro filho” e que por isso tem preeminência ou que alguém assumiu os direitos do primeiro filho, se tornando assim preeminente no lugar dele. Sendo assim, ou Jesus é preeminente por ser o “primeiro filho” de Jeová ou que ele é preeminente por ter assumido o lugar de outro.

    O QUE OS LEITORES DESSE DEBATE ACHAM MAIS LÓGICO, COERENTE E QUE ESTÁ DE ACORDO COM AS ESCRITURAS?

    QUE OS LEITORES DECIDAM QUEM ESTÁ MAIS CORRETO, MÁRIO SILVA.

    Obrigado.

    Curtir

  • Saga  On 21 set 2015 at 23:09

    Porque Mário acha que o Filho é o próprio Jeová em essência:

    1- Mário acha que ele é criador
    2- Mário foca no termo todas, em todas as coisas, sendo um termo absoluto, sem exceções.
    3- Por isso Mário relativiza o termo Primogênito.
    4- Sendo o Criador da criação é Eterno e Preeminente acima de tudo que criou.
    5- O Filho e o Espírito são eternos, então são mais duas essências em Deus.

    Ele poderia ter enunciado isto com menos linhas ao invés de ter feito um comentário tão extenso.

    Agora o primeiro argumento do Mário que me lembro é referente a uma suposta “adoração” que o Filho teria tido no capítulo 5 de Apocalipse, este não vingou, pois bem, digo o que eu já disse, neste capítulo existem dois seres, Jeová Deus e Jesus Cristo, eles recebem aclamação de criaturas celestes, mas qual os motivos de louvores a um e os motivos de louvores a outro? Qual dos dois é louvado por ser o Divino Criador? São ambos?

    Então de maneira estritamente bíblica, nós do povo de Jeová ignoramos a filosofia e nos prendemos as Escrituras, evitando fugir do que diz Revelação 4:11. Não nos atrevemos a contradizer as palavras das Escrituras que dizem que O CRIADOR É JEOVÁ DEUS e não Cristo Jesus!

    Não devemos arrumar subterfúgios para tentar esquivar do que a Bíblia diz, isto é o que Cristandade faz, o Salmo 83:18 diz que apenas JEOVÁ É O ALTÍSSIMO, e Jesus foi dito como o Filho do Altíssimo (Lc 1:32, 8:28, Mc 6:7 => o que significa que o personagem de Sl 83:18 não pode ser ele próprio, e sim o seu Pai), e o espírito é relacionado ao poder do Altíssimo (Lc 1:35), mas o que a cristandade faz? Dá voltas e voltas para tentar dizer que o Filho e o Espírito Santo também são Altíssimo, contradizendo as passagens citadas.

    A crença preconcebida na co-igualdade e consubstancialidade, os faz pensar que todos termos bíblicos descritivos usados ao Pai possam ser antibiblicamente atribuídos tanto ao Filho quanto ao espírito, isto não é Palavra de Deus, é palavra de homem. A sua crença pessoal está sendo introjetada nos textos bíblicos e não o contrário.

    Resumindo de novo:
    1 – Compare Apocalipse 4:11 com 5:9,10 e 3:14 e ainda com 10:1,2 e 6.
    2 – Compare Sl 83:18 com Lucas 1:32,35;6:35 e 8:28 e ainda Marcos 6:7
    3- Agora compare o que a Bíblia REALMENTE diz acima com o que dizem os triniteístas.

    Curtir

  • Saga  On 22 set 2015 at 12:24

    Complementando meus raciocínios anteriores em cima de versos como Apocalipse 4:11 e Salmo 83:18….

    Os irmãos sabem que nós como TJs, cremos que as Escrituras Sagradas são uma obra prima do espírito de Jeová e que nada que nelas foi registrado, está lá da forma como está, em vão.

    Rom 15:4 – Pois todas as coisas escritas anteriormente foram escritas para a nossa instrução ; 2 Tim 3:16 – Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa
    ; 1 Cor 10:11 – Essas coisas lhes aconteceram como exemplos e foram escritas como aviso para nós, para quem já chegou o fim dos sistemas de coisas.

    Por cremos por exemplo, que os aniversários de nascimento trágicos de Faraó e de Herodes não foram selecionados em vão ou por acaso de maneira aleatória, mas de forma a colocar este costume pagão em má luz. Também cremos que a escolha que as Escrituras fazem de relatar os problemas de casamentos polígamos são propositais, para assim reforçar a tais como algo negativo. E também cremos que não é por coincidência que os evangelhos dão as datas e cronologia exata da morte de Jesus Cristo, mas não dão do dia de seu nascimento.

    Então, para concluir é por isso que não é sem propósito, que o espírito de Deus por trás dos escritores sacros os move a separar expressões como Altíssimo, Todo Poderoso e Criador para apenas uma pessoa, nem é sem objetivo que as escrituras relacionem tanto o número UM com a identidade de Jeová Deus, mas nunca o número TRÊS, tudo isto é feito para nossa instrução, como exemplos proveitosos, afim de que sejamos homens de Deus plenamente competentes e completamente equipados para ensinar (a verdade) e corrigir (desvios).

    Curtido por 1 pessoa

  • Leonardo William  On 23 maio 2016 at 21:17

    EU PRECISO DE UMA AJUDA DOS IRMAOS TJS, COLOQUEI ESTAS PERGUNTAS NO MEU FACE BOOK E ME RESPONDERAM ASSIM

    “5. Porque é que Deus disse ao seu povo para não ter nada a ver com as nações pagãs, se essas mesmas nações já tinham o conceito de deuses trinos ou trindades divinas enquanto que o Povo que recebeu a própria revelação dos céus tinha um conceito de unidade estrita e abominava e até hoje abomina a ideia de pluralidade de personalidades em YHWH ?”
    A hipótese de trindades em mitologias é, me desculpe pela brincadeira, mitológica.
    A revelação de Deus é progressiva, Deus é uma trindade e uma unidade, portanto, ele revelou primeiro sua unidade para depois, por seu Espírito Santo, que nos conduz a plena verdade, revelar sua trindade. Assim o fez pois o povo não estava preparado e provavelmente confundiria a trindade com as crenças politeístas.
    Curtir · Responder · 3 h
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot 47. Porque é Jesus apresentado como “o único mediador entre Deus e o homem”? Visto que por definição um mediador é alguém separado daqueles que precisam de mediação, seria uma contradição ele ser uma entidade com que uma das partes estava tentando ser reconciliada. Ilustração: Quando patrões e sindicatos estão negociando, um mediador do Estado é convidado pra mediar a duas partes. Ele é imparcial. Ele não seria justo como mediador, se ele fosse o patrão ou um dos empregados? Da mesma forma, Jesus é um mediador entre Deus e os homens. Ele não é nem Deus nem homem. Quando se está negociando com uma das partes não se está negociando através de um mediador. Como Gálatas 3:20 declara: “Ora, não há mediador onde apenas uma pessoa está envolvida, mas Deus é apenas um”.
    A explicação de que Jesus não é nem Deus nem homem nega, além da divindade de Nosso Senhor, sua encarnação, verdadeiramente, um abismo chama outro abismo.
    Jesus é o mediador entre a divindade e a humanidade justamente por ser perfeito Deus e perfeito Homem.
    Dizia São João, em sua primeira epístola, “Todo espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas esse é o espírito do anticristo”. Heresia das heresias, negar a humanidade de Cristo, pois negando isso negamos também nossa redenção.
    Curtir · Responder · 3 h · Editado
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot “46. Como se pode usar João 8:58: “Antes de Abraão existir, EU SOU” e ligar à declaração de Jeová em Êxodo 3:14 ” EU SOU enviou-me a vós”? Fazendo isso faria da declaração de Jesus “EU SOU” um título, um nome, fazendo desta frase um frase incorreta, um…Ver mais
    Curtir · Responder · 3 h · Editado
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot “45. Através das escrituras Jesus é apresentado como sendo inferior ao Pai, em várias situações, como em João 14:28 (“O Pai é maior do que eu”). Visto que estas escrituras são explicadas por dizer que só era assim porque o Filho estava limitado pela su…Ver mais
    Curtir · Responder · 3 h · Editado
    Prjunior de Oliveira
    Prjunior de Oliveira 9- Jesus o Filho, orava ao Pai.
    Curtir · Responder · 3 h
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot “40. Mateus 26:39 diz: “E, indo um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto [em terra], orando e dizendo: “Pai meu, se for possível, deixa que este copo se afaste de mim. Contudo, não como eu quero, mas como tu queres.” Se o Pai e o Filho eram de ap…Ver mais
    Curtir · Responder · 3 h
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot Devo dizer, que um estudo da definição da trindade, não falo de avançar em complexidades teológicas, falo da definição básica ensinada para as crianças nas aulas de catequese, responde pelo menos a metade das dúvidas levantadas.
    Curtir · Responder · 3 h · Editado
    Prjunior de Oliveira
    Prjunior de Oliveira 2. Justino Martir (100-165 aD): Justino afirmava que muitas vezes se referiam a Jesus como um anjo, mas isto se devia ao fato de de Cristo ser Deus, e muitas vezes assumir a aparência de um anjo. Justino também afirmava que “o Pai tem um Filho, e Ele, …Ver mais
    Curtir · Responder · 1 · 3 h
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot “Este teve doze discípulos, os quais, após sua ascensão aos céus, percorreram as províncias do Império e ensinaram a grandeza de Cristo, de modo que um deles percorreu aqui mesmo, pregando a doutrina da verdade, pois conhecem o Deus criador e artífice …Ver mais
    Curtir · Responder · 2 h · Editado
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot “36. O que é um filho? Se Jesus era o próprio Deus, porque ele é chamado de Filho de Deus, cerca de 85 vezes no Novo Testamento? Está a Bíblia fazendo uma declaração inexata em cada caso? Porque descrevê-lo como Filho de Deus, e confundir-nos, se ele e…Ver mais
    Curtir · Responder · 2 h · Editado
    Chiram Telat Mechasot
    Chiram Telat Mechasot “44. Porque é que Jesus não é o único Deus a quem os cristãos têm de adorar? 1 Coríntios 8:5, 6 diz: “Pois, embora haja os que se chamem “deuses”, quer no céu, quer na terra, assim como há muitos “deuses” e muitos “senhores”, para nós há realmente um só Deus, o Pai, de quem procedem todas as coisas, e nós para ele; e há um só Senhor, Jesus Cristo, por intermédio de quem são todas as coisas, e nós por intermédio dele”. Este texto apresenta o Pai como o “único Deus” dos cristãos e como estando numa classe distinta de Jesus Cristo.” Ora, o Shemá diz de Deus que ele é o único Senhor, e aqui Jesus é chamado Senhor e ainda, segundo sua interpretação, é negado o senhorio do Pai, pois bem, se o Pai ser o único Deus excluí o Filho, então o Filho ser o único Senhor excluí o Pai, o que é uma blasfêmia e uma violação do maior dos mandamentos. Se assim for, nossas Escrituras são blasfemas e nossa fé inválida, mas a ortodoxia não crê assim, não creem assim os fiéis da fé verdadeira: O Deus que é o Pai, o mesmo Deus é o Filho, e o Pai é Senhor junto com o Filho, participando ambos do mesmo senhorio e havendo ainda assim somente um Senhor. (pois Ele e o Pai são Um).
    Curtir · Responder · 2 h · Editado

    PODEM ME AJUDAR?

    Curtir

  • Marcelo  On 25 maio 2016 at 5:19

    Tá bem difícil de entender, Leonardo. Poderia organizar este texto?

    Curtir

  • Fabiano  On 15 jun 2016 at 20:50

    Parabéns aos irmãos testemunhas de Jeová, vcs defendem muito bem a BIBLIA,eu queria ser igual vcs,o ensino de Jeová DeuS O DEUS todo poderoso é simples de entender, e Jesus Cristo seguia o exemplo de seu Deus e PAI,ele falava palavras simples e usava a BIBLIA sagrada como autoridade,e ele refutou esses ensinos lá naquele tempo,ele falou que ele Não era O Deus todo poderoso,mas sim o filho de Deus,ele falou que o espírito santo( que é a força ativa de Deus JEOVÁ) os guiaria e realmente os guiou,os fez lembrar de coisas passadas,sobre as profecias bíblicas que se cumpriram,os inspirou a fazer as cartas apostólicas e todo o novo testamento e isso os orientou e nos orienta hoje,e disse também que toda a escritura é proveitosa para ensinar repreeende,disciplinar em justiça… E falou para não ir além do que está escrito,e vemos também que eles receberam muitos avisos sobre essas doutrinas humanas,que não tem base bíblica,quer dizer,que elas com certeza viriam com o tempo,e vieram cedo,no primeiro século já havia alguns desvios,mas os apóstolos que serviam como restrição, conseguiam manter a pureza expondo esses ensinos falsos, mas infelizmente como vemos nas cartas de primeira a terceira João, já havia muitos enganadores e já estava no fim a era apostólica,pelo que dá pa entender,só estava o apóstolo João vivo,mas a orientação e os avisos foram dados,e com certeza quem realmente amava a verdade,detectou os desvios e se manteve fiel.

    Curtir

  • Mário Henrique  On 3 jul 2016 at 21:49

    Textos que acaba com a Trindade

    Jesus criado
    Miq.5:2 – NVI, KJ, AM, BC
    Col. 1:15
    Apo. 3:14
    Prov. 8:22
    João 3:16
    Deus sempre existiu (Sal. 90:2; 93:2)

    Jesus unigênito (Gerado)
    João 1:14,18; 3:16,18;
    1 João 4:9
    Hebreus 11:17 (Isaque unigênito)

    Deus não pode ser visto (Jesus foi visto)
    João 1:18

    Jesus nosso mediador de Deus (não o próprio Deus)
    1 Tim. 2:5 – Jesus é aquele que nos reconcilia com Deus. Isso seria incoerente se ele fosse o próprio Deus.

    Jesus inferior no céu
    1 Cor. 15:27,28 (Sujeito no céu)
    1 Cor. 11:3 (Deus cabeca)
    Apoc. 1:1 (Deus revela)
    1 Pedro 3:22(a direita do pai)
    Atos 7:55 (Estêvão viu ac direita de Deus)

    Jesus tem um Deus
    Apo.1:5,6 BLH
    Apo. 3:12
    1 Pedro 1:3
    ROM. 15:6
    2 cor. 1:3
    João 20:17
    Efe. 1:17
    EFE. 1:3
    Mat. 27:46

    Jesus é chamado de deus(elo-hím), outros também;
    João 1:1 – Jesus
    Exo. 4:16; 7:1 – Moisés
    2 cor. 4:4 – Satanás
    Salmos 82:1,6 – Homens
    Fim.3:19 – O ventre
    1 cor. 8:5 – existe vários deuses
    1 cor. 8:6 – Mas só um é verdadeiro
    1 Tim. 2:5 – Um só Deus verdadeiro
    João 17:3 – Pai é o Deus verdadeiro
    Deu. 10:17 – Jeová, Deus dos deuses. (Único Deus acima de todos)

    Jesus um com Deus, dicipulos tambem um com Cristo e Deus
    Joao 10:30
    Joao 14:20
    Joao 17:11,20-23
    ROM. 12:5
    1 João 3:24

    Deus não pode ser tentado
    Tia. 1:13 (Deus não pode ser tentado)
    Mateus 4:1 ( Jesus foi tentado)
    Que teste de lealdade seria esse se Jesus fosse Deus? Poderia Deus rebelar-se contra ele mesmo?

    Pai é maior
    João 14:28

    Bom é Deus ( não ele)
    Marcos 10:18

    Jesus era servo
    Atos 3:13
    Atos 4:27,30

    Jesus Não falava de própria iniciativa
    João 8:28
    João 5:19,30
    João 6:38
    João 12:49
    Mateus 26:39

    Deus revela a Jesus as coisas
    Apoc. 1:1

    Jesus não queria sua vontade
    Mateus 26:39
    João 6:38
    João 5:30

    Tudo eh de Deus,nada foi dado a ele
    Jo:41:11

    Jesus distinto do pai
    João 8:17,18 (2 testemunhas)
    1 Tim. 5:21 – diante de Deus , de Jesus e dos anjos.

    Jesus é um apóstolo
    Hebreus 3:1

    Jesus não sabia o dia, somente Deus
    Marcos 13:32

    Jesus não tem autoridade de dar lugar no céu
    Mateus 20:20-23

    Jesus ressuscitado por Deus
    Atos 4:10

    Pecado contra espírito santo blasfêmia
    Mateus 12:31,32

    Estêvão não ver espírito santo
    Atos 7:55,56

    Espírito santo personificado
    João 14:16,17,26; 15:26;16:13

    Outras coisas também personificada
    ROM. 6:12 – pecado reina
    1 João 5:7,8 – água e sangue dá testemunho
    Lucas 7:35 – sabedoria dá filhos
    ROM. 5:14,21- morte reina

    Cheias de espírito santo
    Lucas 1:41
    Atos 7:55

    Espírito santo derramado
    Atos 2:3,4

    Batizadas com espírito santo
    Mateus 3:11
    Marcos 1:8

    Jesus foi ungido com espírito
    Marcos 1:10,11
    João 1:32-34
    Isaías 42:1
    Atos 10:37,38
    (Pare e pense: nesse relato mostra o pai ungindo o filho com espírito santo. Se os 3 são os mesmos, então Deus ungiu ele mesmo com ele mesmo. Faz sentido?)

    Se o Pai é Deus, Jesus é Deus e o espírito santo é Deus, sendo eles pessoas distintas, lembrando que distinção significa “separação”, pessoas diferentes. Então temos aí 3 Deuses, visto que são 3 pessoas distintas que são Deuses. Mas a bíblia diz que existe um só Deus verdadeiro,o pai, assim como o próprio Jesus disse. (João 17:3)

    Curtir

  • Queruvim  On 3 jul 2016 at 23:47

    Excelente resumo!

    Curtir

  • Marcelo  On 4 jul 2016 at 4:43

    Verdade, ótimo resumo! Fui copiar nas minhas anotćões e encontrei esta outra pérola:

    The trinity teaches that God asked himself to go to the earth to save mankind.
    Then he agreed with himself and volunteered himself to himself to offer himself.
    Then God impregnated a woman as himself, with himself.
    God prayed to himself and glorified himself repeatedly.
    God strengthened himself and talked to himself.
    Finally, God forsook himself and sacrificed himself to prove his loyalty to himself.
    While dead, he resurrected himself so he could exalt himself above himself.
    Then he sat as his own right hand and waited until he placed his enemies as his footstool.
    Finally, with Satan’s forces defeated, God would turn his kingdom over to himself so that he would be all things to everyone.

    Tradućao livre:

    A trindade ensina que Deus pediu a ele mesmo para ir pra terra e salvar a humanidade
    Então ele concordou com ele mesmo e voluntariou-se a ele mesmo pra oferecer-se a ele mesmo
    Deus engravidou uma mulher com ele mesmo (jesus) através dele mesmo (ES)
    Deus orou a ele mesmo e glorificou a ele mesmo repetidamente
    Deus encorajou a ele mesmo e falou com ele mesmo
    Finalmente, Deus negou ele mesmo e sacrificou ele mesmo pra provar sua lealdade a ele mesmo
    Enquanto morto, ressuscitou a si mesmo pra que pudesse se auto exaltar acima dele mesmo
    Então, sentou a sua própria direita e esperou atá que ele colocasse os seus inimigos como escabelo para seus pés
    Finalmente, com as forças Satânicas derrotadas, Deus vai entregar o seu reino a ele mesmo para que ele possa ser todas as coisas para todos

    Curtir

  • Mário Henrique  On 9 jul 2016 at 22:35

    Gosto de guardar essas anotações, eh sempre útil ter esses texto, já guardei as perguntas do artigo considerado nessa pagina. É triste ver como as pessoas preferem se apegar em tradições passadas a elas cegamente, do que ver de modo sincero o que a bíblia realmente diz. E quando ver na bíblia certos textos preferem fingir que não viram e continuar seguindo na mentira.Criam um preconceito em seus corações com as Testemunhas de Jeová, não querendo acreditar que elas estão certas, pode ser qualquer uma, menos elas, porque elas são “seita”. E esquece o que é mais importante, o que a Bíblia diz. Nós Testemunhas de Jeová não falamos de nossa própria iniciativa, assim como Jesus fez, deixamos que a palavra de Deus diz por nós. Dêem uma chance a elas quando baterem em sua porta, e vera como o povo de Jeová realmente é, um povo pacifico e que realmente demonstra o amor!

    Curtir

  • L  On 6 maio 2017 at 21:08

    Olá Queruvim

    Há algum estudo aqui no site sobre 1 Coríntios 15:24-28?

    Grato

    Curtir

  • Felex Rafael  On 4 jul 2017 at 11:07

    Eu admiro o zelo de que os trinitaristas defendem a sua crença. Não sou bom na Bíblia, mas noto que na vossa defesa de um Deus triuno contradizem-se…. Como poderá um Deus único subdividivir-se em três individualidades e continuar único? Na verdade eu não encontro lógica suficiente para acreditar na trindade. Parece que alguém escreveu que para entender este ensino precisamos ter mente infinita, mas como pode explicar algo tão contraditório e misterioso?. Por expliquem com bases bíblicas.

    Curtir

  • Pragal TNM  On 5 jul 2017 at 9:04

    A lista de perguntas tem aumentado……

    52) Os verdadeiros adoradores adorariam ao Pai. Em que parte da bíblia o espírito santo é chamado de pai? João 4:23

    53) “Eu e o Pai somos um”, se este texto prova a Trindade, onde está a terceira pessoa nesta frase? Além do mais, quem disse que Jesus era Deus: os judeus ou o próprio Jesus? O que Jesus revelou a eles pelo espírito: que era Deus ou o Filho dele? João 10:30-36

    54) João 1:1 é usado normalmente para apoiar a trindade. Mas que detalhe os atuais escritores da bíblia ausentam deste texto? Palavra por palavra, como está escrito no grego?

    55) Pode alguém está com uma pessoa e ser ele mesmo? João 1:1

    56) Alguns dizem que Jesus é Jeová, pois alguns termos que se refere a Jeová são usados com referência a Jesus. Mas que termos se referem a Jesus mas nunca se referiram a Jeová? Ex.: Sacerdote, Filho, Primogênito…

    57) Se Jesus fosse o Deus Todo-Poderoso, por que o próprio Jesus diria que depende do Pai para viver ou ter vida em si mesmo? João 6:57;5:26

    58) Segundo a bíblia, quem ganhará a vida eterna e aprovação de Deus: os que creem que Jesus é o filho de Deus ou os que creem que ele é o próprio Deus Todo-Poderoso? 1 João 4:15; 5:5; João 20:31

    59) Se a bíblia fala que Deus não é Deus de confusão por que Ele inspiraria uma crença tão confusa como a da trindade para explicar a si mesmo? Poderia o Pai ser Deus, Jesus ser Deus e o espírito santo ser Deus, mas, ao mesmo tempo, não existirem três deuses mas apenas um só Deus? 1 Coríntios 14:33

    60) Deus pode ser tentado? Mateus 4:1; Tiago 1:13

    61) Como poderia uma parte de uma todo-poderosa Divindade — o Pai, o Filho ou o espírito santo — alguma vez ser menor do que anjos? Hebreu 2:9

    62) É possível uma pessoa ser filho e ao mesmo tempo ter a mesma idade de seu pai? João 1:14

    63) Se na trindade ninguém é maior do que ninguém por que Jesus disse: “O Pai é maior do que eu.”? — João 14:28, Se era por que ele estava na terra em que momento ele passou a ser igual ao Pai de novo?

    64) Se a palavra espírito é neutra por que alguns tradutores usam pronomes pessoais quando a maioria dos manuscritos gregos empregam pronome neutro? Está correto isso? Por exemplo, “espírito da verdade” em João 14:17 está como “O” Espírito da verdade (inicial maiúscula).

    65) Por que o espírito santo apareceu em forma de pomba, noutra ocasião, em forma de línguas de fogo — mas nunca em forma de pessoa? Mateus 3:16

    66) Como é possível alguém igual ao Deus Todo poderoso dizer que, “por si mesmo, nada pode fazer”? João 5:19

    67) Por que todos os escritores bíblicos inspirados por Deus falariam Dele como sendo uma pessoa única se ele fosse realmente três pessoas? Isaías 45:5; 42:8 A que objetivo isso serviria, senão desencaminhar as pessoas? 1 Coríntios 8:5,6

    68) O espírito santo pode ser dividido/distribuído ( Números 11:17-25; 2 Reis 2:9), se pode batizar com ele (submergir) como no caso do batismo em água (Atos 1:5), pode ser bebido (1 Coríntios 12:13), escrito como “tinta” em nossos corações (2 Coríntios 3:3), somos “ungidos” com espírito como em óleo (Atos 10:38), somos “selados” como em cera derretida (Efésios 1:13), pode ser “derramado” sobre nós (Atos 10:45), é “medido” como se tivesse volume ( 2 Reis 2:9; João 3:34). Nós somos “cheios” com isso ( Atos 2:4; Efésios 5:18). É comparado a rios de água viva (João 7:38,39), pode ser “retirado” duma pessoa (Salmo 51:11) Poderiam tais características serem de uma pessoa?
    69) O espírito do homem leva a mesma relação com o homem como o espírito de Deus leva com Deus. Significa isso que o espírito do homem é outra pessoa distinta dele próprio? 1 Coríntios 2:11

    70) Se o “Espírito Santo” é co-igual com o Pai como pode ele estar debaixo da autoridade de Deus? Lucas 11:13
    71) Por que somente o espírito santo NÃO tem um assento no trono final? Apocalipse 22:1
    72. Porque ele não é chamado de ” o primogênito de toda a criação”? (Col. 1:15. Apoc. 3:13)

    Porque ele disse: não vim de minha própria iniciativa, não, mas ele me enviou? (João 8:42, 1 João 4:9)
    Porque Jesus disse que não sabia o dia e a hora da grande tribulação, mas somente Deus? (Mat. 24:36)
    Diante de quem Jesus entrou no próprio céu, para agora comparecer perante a pessoa de Deus por nós? (Heb. 9:24)
    Porque Jesus disse: Meu Pai e maior do que eu? (João 14:28)
    Quem falou no batismo de Jesus: Este é meu Filho? (Mat. 3:17)
    Como Jesus poderia ser levantado a uma posição mais elevada? (Fil. 2:9,10)
    Como poderia ser um mediador entre Deus é os homens? (1tim.2:5)
    Porque Paulo disse: Que Deus é o cabeça de Cristo? (1 cor. 11:3)
    Porque Paulo disse que quando ele entregar o Reino ao seu Deus: ele o próprio Filho se sujeitará Aquele que lhe sujeitou todas as coisas? (1 cor. 15:24,28)
    Quem se destina a dizer… Para meu Deus é Vosso Deus? (João 20:17)
    Como iria sentar-se a destra de Deus? (Sal. 109:1, heb. 10:12,13)
    Porquê João disse: ninguém jamais viu a Deus? (João 1:18)
    Porque as pessoas não morreram, quando viram Jesus? (Êxodo 33:20)
    Como Jesus poderia estar morto e vivo ao mesmo tempo? (Atos 2:24)
    Porque precisava de alguém que pudesse salvá-lo? (Heb. 5:7)
    Sobre quem se fala em Provérbios 8:22-31 profeticamente?
    Porque Jesus disse: Todo o poder me foi dado no céu e na Terra? (Mat. 28:18; Dan. 7:13,14)
    Como poderia aprender a obediência e ser aperfeiçoado? A quem ele seria obediente? (Heb. 5:8,9)
    Porque precisou que um anjo lhe fortalecesse, e que outros anjos o ministrassem? (Luc. 22:43; Mat. 4:11)
    Porque satanás tentou seduzir-lhe, se reconhecia Jesus como sendo Deus? Mat. 4:1-11)
    Porque nutria temor de Deus? (Heb. 5:7)
    Quando Jesus foi enviado a terra, foi feito um pouco menos do que os anjos Hebreus 2:7, como poderia qualquer parte de Deus ser menor que os anjos?
    Se Jesus era Deus, então contra quem, Satanás o tentou a rebelar-se? Deus pode ser tentado a rebelar-se contra si mesmo? (Mat. 4:1)
    Antes do final de sua vida terrena, Jesus clamou: Meu Deus, Meu Deus, porque me abandonaste? (Mat. 27:46). Pode o próprio Deus ser abandonado ou esquecido?

    Curtir

  • Raimundo  On 5 jul 2017 at 16:40

    .
    Mateus 16: 13 Quando chegou à região de Cesareia de Filipe, Jesus perguntou aos seus discípulos: “Quem os homens dizem que o Filho do Homem é?”+ 14 Responderam: “Alguns dizem João Batista;+ outros, Elias;+ e ainda outros, Jeremias ou um dos profetas.” 15 Ele lhes perguntou: “E vocês, quem dizem que eu sou?” 16 Simão Pedro respondeu: “O senhor é o Cristo,+ o Filho do Deus vivente.”+ 17 Jesus lhe disse então: “Feliz é você, Simão, filho de Jonas, porque isso não lhe foi revelado por homens,* mas pelo meu Pai, que está nos céus.
    Fica a pergunta. Se Jesus é Deus quem estaria mentido aqui? Jesus ou Deus, pois o mesmo disse que ele era o filho de Deus. Por que Deus iria revelar para os discípulos de Cristo que ele era o filho se ele fosse Deus. Qual a logica desse texto.

    Curtir

  • NOÉ  On 5 jul 2017 at 23:42

    Caro Raimundo, a lógica desse texto é simples e clara como o próprio texto: a Trindade é um erro de entendimento da Bíblia! Esse texto por si só já é capaz de fazer um fanático defensor da trindade abrir os olhos espirituais para ver a simplicidade e clareza da verdade sobre Deus e Jesus. Mas esse texto que você destacou também é útil para algo muito sério: fazer a pessoa trazer julgamento sobre si mesma, porque se alguém lê essa passagem e ainda assim defende a trindade e as igrejas que a ensinam…então é porque o coração dela está seriamente danificado e fechado para receber as “gloriosas boas novas a respeito do Cristo”.

    “Porque, se o evangelho que anunciamos está escondido, está escondido somente para os que estão se perdendo. 4 Eles não podem crer, pois o deus deste mundo conservou a mente deles na escuridão. Ele não os deixa ver a luz que brilha sobre eles, a luz que vem da boa notícia a respeito da glória de Cristo, o qual nos mostra como Deus realmente é.” 2 Coríntios 4:3,4

    Curtir

  • Vaine Carolina dePaula Silva  On 6 jul 2017 at 9:12

    Muitos bem irmãos e amigos continuem com seu excelente trabalho defendendo Àquele a quem pertence todas as coisas! Amei e vou utilizar.

    Curtir

  • Clayton Torquato Maurício  On 20 ago 2017 at 8:28

    Resposta à pergunta 45:
    45. Através das escrituras Jesus é apresentado como sendo inferior ao Pai, em várias situações, como em João 14:28 (“O Pai é maior do que eu”). Visto que estas escrituras são explicadas por dizer que só era assim porque o Filho estava limitado pela sua condição humana enquanto na terra, quer dizer que durante 33 anos não houve trindade? Significa que por 33 anos o Filho não foi coigual, coexistente e coeterno com o seu Pai?

    Resposta: A trindade sempre existiu mas não no conceito que o cristianismo ensina. De fato são 3 pessoas divinas, mas logicamente só o Pai é coeterno no sentido de não ter princípio de dias. E Jesus o Filho de Jeová, tendo o mesmo nível de sabedoria que o Pai, já conhecendo o futuro e claro, sabendo da queda do homem, esvaziou-se de sua NATUREZA E ESSÊNCIA DIVINAS, tornando-se o Arcanjo Miguel antes da sua vinda carnal à Terra, ou seja, foi 1 regressão por etapas, mesmo sendo Filho GERADO, NÃO CRIADO PELO PAI, abriu mão do seu poder e da sua glória divinas. Resumindo, a trindade sempre existiu, mas nunca no conceito que o cristianismo tradicionalmente ensina, ou seja, nem o Filho e o Espírito Santo são deuses por si mesmos, mas sim por outorgação do Pai, pois o Pai deu ao Filho 1 nome que é sobre todo o nome, ou seja, divindade representativa ou constituída.

    Curtir

  • Queruvim  On 20 ago 2017 at 17:10

    “sendo Filho GERADO, NÃO CRIADO PELO PAI”

    A palavra grega “gerado” proveniente de “gínomai” tem como sua primeira definição no Thayer’s Greek Lexicon, como sendo “vir a existência”, “nascer”, “tornar-se”. Portanto dizer que Jesus é gerado mas “não criado” é uma contradição. Jesus é chamado de o “princípio DA CRIAÇÃO DE DEUS” Apoc. 3:14. Portanto, ele foi criado, ele é “da criação”. A terminologia empregada pelos trinitários, palavras tais como “essência” ou “natureza” são termos filosóficos gregos de origem platônica e não bíblicas. Jesus não se esvaziou ou assumiu forma humana por sua própria autonomia, ele mesmo disse “desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou”. Ou seja, Jesus foi enviado. Não enviou a si mesmo conforme ensina a deturpada teologia posterior da trindade católica, emprestada de fontes gregas e pagãs. Vocês ao removerem o Nome de Deus de suas traduções da palavra de Deus, só contribuíram para esta doutrina confusa que sequer os membros das Igrejas católicas e evangélicas sabem o que é. Se soubessem não arregariam na frente das Testemunhas de Jeová com um recurso desesperado de “não sabemos ao certo, é um mistério”.

    Quando lemos o capítulo 11 verso 41 de João e visualizamos o relato onde Jesus faz a oração agradecendo por ter sido ouvido, e as palavras dele citadas ali, fica claríssimo que seu ensino que adotaste é uma mentira.

    “Portanto, retiraram a pedra. Jesus levantou então os olhos para o céu+ e disse: “Pai, eu te agradeço porque me ouviste. 42 Na verdade, eu sei que sempre me ouves, mas falei por causa da multidão que está ao meu redor, para que acreditem que tu me enviaste.” 43 Depois de dizer isso, ele gritou bem alto: “Lázaro, venha para fora!”

    Jesus é claramente mencionado como OUTRA PESSOA distinta de Jeová, (a pessoa que vcs não conhecem por terem removido seu nome de suas conversas, orações e traduções adulteradas da palavra de Deus). Leia o capítulo 11 de João com oração e meditação e observará que está ensinando um engano. Jesus afirmou em João 4:22 “Vocês adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos.” Percebeu, eles, os judeus, INCLUSIVE JESUS. ESTÁ DIZENDO AQUI QUE ADORA, aquilo que já conhecem. Não haveria uma suposta trindade a ser revelada. Você está ignorando este texto, entre outros.

    Curtir

  • Pragal tnm  On 21 ago 2017 at 15:15

    Se Clayton.
    O que o senhor redigiu no seu comentário é o que centenas e/ou milhares de pessoas que dizem ser cristãos nos dizem.

    Eu te pergunto: Quantas pessoas na sua igreja consegue explicar isso em poucas palavras? Quantos jovens tem esse mesmo entendimento? Se vc chegar no seu próximo encontro religioso e pedir pra um adolescente, Uma criança seria pedir muito, mas um adolescente discorrer sobre a Trindade, ele irá usar todo esse malabarismo que vc usou?

    A Bíblia é tão simples pra se entender, dia mesmo nos responde dibrr o propósito de Deus, é só ver as referências cruzadas.

    O senhor demorou qt tempo pra elaborar este texto?

    Veja que temos mais de 80 perguntas, escolhe outra, porque que essa sua resposta não tem base bíblica.

    Se Jesus disse que ELE e os judeus adoravam o que conhecia, e neste conhecimento judeu não tem e nunca jamais TEVE esse ensino pagão da Trindade.

    Curtir

  • Louvado seja YehowaH!  On 21 ago 2017 at 22:07

    Você cai em contradição ao dizer primeiro que ele é GERADO, NÃO CRIADO. Depois alega que a Trindade “SEMPRE existiu”.

    Oras, se Cristo foi GERADO, logo ele não estava sempre com a Trindade(bindade até então). Pois gerado significa “vir a ser”. Jesus é Temporal mas o Pai é Atemporal.

    Curtir