40 Pastores Evangélicos morrem com Ebola e igrejas locais passam por crise de fé


O artigo no link abaixo apresenta um problema nas igrejas evangélicas intituladas “cristãs”, que pregam curas e bençãos “agora” e “imediatas”-  a frustração dos crentes. Muitos foram contaminados pelo Ebola e morreram devido a doutrina de curas evangélicas. (curas essas que são criticadas por Paulo 2 Tess. 2:9 e Cristo Jesus Mat. 7:21-23) Isso acontece por não entenderem a mensagem de Cristo, de que somente o Reino (ou o Governo) de Deus é a solução. Abandonaram a esperança do Reino e tratam com desdem a promessa de intervenção divina. Se misturam com o mundo político de Satanás e rejeitam a pregação das Boas novas feita pelos verdadeiros cristãos. Leia os links no final  para entender que ser “evangélico” pode ser sinônimo de aceitar a desinformação e a escuridão. Antes veja o artigo do The New York Times.

Compare com este artigo: 

‘Curas milagrosas’ hoje são da parte de Deus?

Anúncios