Protesto violento contra as Testemunhas de Jeová em Ra´anana, Israel


Aglomeração contra as Testemunhas de Jeová Allison foto

Cenário do lado de fora da Assembléia realizada pelas Testemunhas de Jeová

Apesar dos apelos dos líderes religiosos judaicos para impedirem uma Assembléia  das Testemunhas de Jeová em Ra´anana, Centro de Israel, a Corte Distrital anulou a decisão Municipal que proibia o evento. Insatisfeitos com a decisão, cerca de 1000 judeus( alguns falam em 5000) ultra-ortodoxos liderados pelo Rabino Yitzhak Peretz se organizaram em protestos  no sábado dia 02 de Maio de 2015. (Fonte** ) O resultado foi uma multidão de judeus que pouco antes haviam participado da oração na parte da manhã, se aglomerando contra as pacíficas Testemunhas de Jeová. Com a polícia entre os dois grupos a situação ficou tensa, uma vez que os judeus começaram a avançar de modo agressivo. Apesar dos apelos da polícia, estes não recuaram e alguns dentre eles foram atacados com sprays de pimenta e tiveram que ser imobilizados.

protestos contra as Testemunhas de Jeová

Judeu participando de protesto contra Assembléia das Testemunhas de Jeová é imobilizado pela polícia. (02/05/2015; Fotos de Allison Kaplan Sommer)

O protesto surgiu da parte de um movimento anti missionário conhecido em Israel como Yad L’achim. A polícia manteve o grupo que protestava distante,  por armar uma barricada, o que não foi suficiente para impedir agressões da parte dos judeus instigados por líderes religiosos. Estes gritavam : “Qualquer judeu que abandona o judaísmo se torna assassino de judeus!” Segundo os organizadores do protesto, as Testemunhas de Jeová ao batizarem muitos judeus “feriam os sentimentos do povo” o que segundo eles, seria motivo suficiente para reprimirem as Testemunhas de Jeová.
O Rabino chefe havia espalhado na cidade nos últimos dois dias panfletos exigindo um “clamor e protestos” contra a realização da reunião e dizendo que era uma “incumbência de todos” protestarem contra as Testemunhas de Jeová. Dois dos participantes do protesto foram algemados e com o uso da força conduzidos à delegacia regional.  Isto só fez aumentar o numero de pessoas no protesto. Eles exigiam a libertação dos presos e o cancelamento da Assembléia das Testemunhas de Jeová. Assim que alguns dos membros de Testemunhas de Jeová chegaram ao local, foram atacados por um grupo de judeus e foram feridos.  É bom ressaltar que boa parte da multidão de judeus  apenas protestava orando silenciosamente e se restringiam em suas ações.

ranana-635x357

Vista aérea de Ra´anana, região central de Israel no norte de Tel Aviv (photo credit: Flash 90/Moshe Shai)

A anulação da decisão anterior da Corte Municipal se deu, segundo eles, porque “infringia os direitos de liberdade de religião e de culto“.
 
Afirmaram que “uma leitura entre as linhas demonstra que a mudança de posição do Município se deve a um protesto realizado por grupos tendenciosos“.

O Município permitiu que tais grupos os fizessem vacilar no seu julgamento enquanto infringiam direitos e excediam os limites da razão. Violaram os direitos de religião e associação dos peticionários, bem como de dignidade, liberdade e igualdade.”
 
Não ficou provado a existência de circunstâncias incomuns ou extremas que poderiam revogar os direitos constitucionais dos peticionários.”

Após o ocorrido certo observador comentou:

“Que vergonha que no Israel majoritariamente tolerante uma minoria demonstra tal intolerância. Bem, uma coisa é certa, as Testemunhas de Jeová não criam estes tipos de protestos nem retaliam”.

O Município de Ra´anana afirmou que levará o assunto à Suprema Corte de Israel. fonte##

políciaisrael

Tenho lido a muitos anos o noticiário dos Judeus, mas poucas vezes percebi uma febre anti religiosa tão grande! Infelizmente, para piorar, tudo o que os grupos evangélicos hipócritas fazem, tais como enriquecimento ilícito, o apoio ao Nazismo, o namoro destes com o anti semitismo  é usado para acusar as Testemunhas de Jeová, que nada tem que ver com isso!

 

judeus anti Testemunhas de Jeová

5,000 Attend Raanana Anti-Missionary Protest

Corte Decide favoravelmente à Batismo realizado pelas Testemunhas de Jeová  em Ra´anana.

Ainda é a nação escolhida de Deus?

 

Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • Queruvim  On 3 de maio de 2015 at 22:59

    Não é a primeira vez que atacam e perturbam as pacíficas Testemunhas de Jeová em Israel. Observem este vídeo e vejam se não é realmente assim:

    Curtir

  • Felipels  On 3 de maio de 2015 at 23:49

    2000 anos depois e “alguns” em Israel manifestam o mesmo espírito que foi manifestado no passado:

    “Jerusalém, Jerusalém, que mata os profetas e apedreja os que lhe são enviados . . . Quantas vezes eu quis ajuntar seus filhos, assim como a galinha ajunta seus pintinhos debaixo das asas! Mas vocês não quiseram. Agora a sua casa ficará abandonada.” – (Mateus 23:37,38).

    “Nós lhes demos ordens expressas para que não ensinassem nesse nome, mas, vejam só! Vocês encheram Jerusalém com os seus ensinamentos, e estão decididos a trazer o sangue desse homem sobre nós.” Pedro e os outros apóstolos responderam: “Temos de obedecer a Deus como governante em vez de a homens…. Quando ouviram isso [Líderes do Sinédrio – incluindo o Sumo Sacerdote Judeu], ficaram furiosos e quiseram matá-los.” (Atos 5:27, 29 e 33).

    Felizmente Jeová sempre ajudará seu povo em Israel e em toda a terra. Como ele prometeu:

    “Nenhuma arma fabricada contra você será bem-sucedida, E você condenará toda língua que acusar você num julgamento. Essa é a herança dos servos de Jeová, E a justiça deles procede de mim”, diz Jeová.” – (Isaías 54:17).

    Curtir

  • Queruvim  On 4 de maio de 2015 at 11:58

    Perceberam o que aconteceu no Texas ontem? Apresentaram um concurso para ver que fazia o melhor desenho de Maomé. O concurso foi organizado por Pamella Geller. Estava presente Geert Wilders e defendiam o direito de todos de liberdade de expressão. Interessante que eles colocaram um grupo da SWAT do lado de fora, para proteger as 300 pessoas presentes. Pagaram 30 mil reais por isso. E no final aconteceu exatamente o que se esperava dos muçulmanos que REALMENTE seguem o exemplo de Maomé. Os selvagens chegaram atirando. Foram dois homens em um carro. Mas o que eles não esperavam era a reação mortal da equipe da SWAT que os mandou para o cemitério.

    O que mais me impressionou foi a maneira como Pamella Geller fechou a boca da reporter no link abaixo. A reporter ainda queria culpar as vítimas! Acabou se dando muito mal, quando Pamella Geller salientou que a 1º emenda da Constituição Americana concede a liberdade de expressão. O Vencedor do eventou foi um ex muçulmano. Os desenhos eram simples representações de Maomé sem nenhuma provocação neles. “O que está em jogo é o direito de se expressar livremente sem ser atacado por estes selvagens” disse Pamella.

    http://edition.cnn.com/2015/05/04/us/texas-shooting-who-is-pamela-geller/index.html#

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 4 de maio de 2015 at 16:42

    Ah se fossem as TJS que fizessem isso. Sairia estampado em todos os jornais do mundo. Mas fazer o quê né?

    Se mataram o próprio Filho de Jeová não iriam perseguir seus discípulos hoje? Se mataram os apóstolos, não iriam nos matar hoje? Sábado ouvi um discurso dizendo pra se alegrarmos com isso, pois nossa recompensa é grande aos olhos de Jeová e Cristo.

    Curtir

  • Anônimo  On 5 de maio de 2015 at 22:35

    Lamentavel

    Curtir

  • Anônimo  On 7 de maio de 2015 at 14:28

    bakana

    Curtir

  • Acosta  On 11 de maio de 2015 at 13:48

    How can I get these articles in English. Thank you

    Curtir

  • luiz c simoes  On 11 de maio de 2015 at 16:54

    Isso é pra ver que a paz não depende só dos homens,pois muitos à querem é poucos fazem questão de tela.A guerra ou conflitos que hoje existe é so porque uma pequena minoria quer ,e por conta disso muitos pagam por tal egoismo brutal e mortal. As testemunhas de Jeová não fazem nada de errado, pois como foi relatado, Judeus decidirão mudar de religião por terem aprendido algo melhor, segundo o que a Bíblia ensina,nada mais. Somente esse povo consegue unir pessoas de qualquer outro tipo de raça ,cor …..somente eles ensinam conceitos ,sobre viver em paz com outros,por serem bondosos,p/ com todos.É isso o que Jeová ensina, e quer que aprendemos e agimos segundo a sua palavra. Infelizmente essas coisas tem acontecido contra tais pessoas bondosa e amorosas . É realmente lamentável o que aconteceu,mas isso prova mais uma vez o que Jesus disse ;que ,perseguiram ele ,também perseguiriam seus discípulos. Mas sabemos que tudo isso acontecerá porque estaríamos bem no fim deste sistema .Agora é só aguardar esse cumprimento dessa profecia.

    Curtir

  • anonimo  On 11 de maio de 2015 at 22:24

    Engraçado durante o regime nazista os judeus foram mortos maltratados impedidos de expressar suas crenças, sofreram terríveis perseguição . pessoas em todo o mundo se juntou em ser solidaria aos judeus. as autoridades de varios paises foram contra ao que ocorriam com os judeus e se juntaram pra libertarem dos nazistas. 70 anos se passaram e ainda ficamos chocados horrorizados com o que ocorreu com os judeus,

    No entanto não deveria os judeus ser contra a violência? não deveria os judeus deixar as pessoas expressarem suas crenças? uma vez que eles mesmos foram impedidos por Hitler?

    porque é então que alguns judeus promove a violência? sera que esqueceu que eles mesmo sofreram com isso?

    Curtir

  • Erwin Stepien  On 13 de maio de 2015 at 9:28

    Jesus era Israelita (Judeu). Pregou mensagem das Boas Novas do Reino de Deus. Por acaso não foram os Sacerdotes e Fariseus também judeus que o
    acusavam e procuravam a sua morte? Finalmente exigiram de Pilatos que
    fosse entregue para ser morto cruelmente? – Ev. Mat. 27:1-2. O ódio e precon-
    ceito religioso ainda é o espirito dominante deste mundo. Dizem que amam e adoram a Deus a quem não podem ver e odeiam em [nome de Deus] a QUEM
    vêem. Assim também se fazia durante a Inquisição, torturavam e matavam as
    pessoas só porque liam a Bíblia. – Carta de 1 João 4:20.

    Curtir

  • Anônimo  On 13 de maio de 2015 at 12:13

    O VIDEO NO YOUTUBE ESTA CONSTANDO A POSTAGEM EM 2010.

    Curtir

  • Anônimo  On 13 de maio de 2015 at 13:29

    Falta nessas pessoas é o verdadeiro amor ao próximo e aplicar isso começando em não fazer o mau em não pegar em armas de fogo seja lá oque for não praticar a violência , o verdadeiro povo de Deus não faz essas coisas , mas eles estão cegos estão cheios de ódio praticando coisas mas aos olhos de Deus…

    Curtir

  • Queruvim  On 13 de maio de 2015 at 13:47

    O vídeo é de outro evento. Eu mesmo acompanhei na época.Não aludi a este como o ocorrido no artigo.

    Curtir

  • Queruvim  On 13 de maio de 2015 at 13:49

    PROCUREM(todos) COMENTAR COM DISCRIÇÃO visto que o Yad Lachim já acessou esta página.

    Curtir

  • Queruvim  On 13 de maio de 2015 at 13:52

    I believe google can do it some way. But I am not aware of now, sorry. But an easy research certainly will give you the info you need.

    Curtir

  • Sebastião Caetano Maiato dos Santos Santos  On 14 de maio de 2015 at 16:22

    E bem verdade, que existem muitas religiões, e cada religião tem os seus próprios ensinamentos mesmo tendo a Bíblia como fonte. raro é ver uma religião ser protestada pelos seus ensinamentos. Mas as Testemunhas de Jeová aonde quer q comece há sempre protesto pelo seu surgimento. Mas, não obstante a perseguição ser uma coisa já esperada por elas, é necessário que as outras religiões pratiquem os ensinamentos de Jesus e sejam mais tolerantes com as outras religiões mesmo que não concordem com os seus ensinamentos. È nisso que reside a Tolerância.

    Curtir

  • Fábio Soares  On 17 de maio de 2015 at 7:46

    Interessante q eles deveriam está guardando o sábado segundo mosaica

    Curtir

  • josé  On 20 de maio de 2015 at 12:23

    olá eu não sou testemunha de jeová estudei um pouco mais parei por motivos como dúvidas e falta de respostas , tenho unha pergunta , na brochura [ quem está fazendo a vontade de jeová hoje? ] na página 23 está explicando como as publicações são escritas e traduzidas, e estar explicado que quem realmente escreve as publicações são redatores comuns que não fazem parte do corpo governante, ou seja quem escreve literalmente , o alimento espiritual são pessoas que não fazem parte do escravo fiel e discreto o que lemos os ensinos os raciocínios os pensamentos escritos saíram das mentes de pessoas que não são os ungidos não sou eu que está dizendo isso é o que estar escrito aqui na brochura , depois tem um departamento de redação que supervisiona estes que por sua vez são supervisionados pelo corpo governante eu pensava que era o próprio escravo fiel e discreto que escrevia de seu próprio punho os seu pensamentos e entendimento das escrituras sagradas não consigo entender como isso é possível já que é ensinado que eles fornecem alimento espiritual e que são o único canal usado por jeová para orientar as pessoas poderia mim esclarecer como isso é possível?

    Curtir

  • josé  On 28 de maio de 2015 at 9:49

    toda vez que acesso este site aparece o escudo cinza na parte superior direita do meu pc indicando que este site nao é devidamente seguro pois estar tentando acessar minhas informações confidenciais como senhas por exemplo o autor do site deveria dar uma olhada nesse problema e corrigir

    Curtir

  • Anônimo  On 29 de maio de 2015 at 14:40

    Olá, gostaria de responder a pergunta acima. Os redatores são Testemunhas de Jeová, a brochura deixou bem claro, por que servem nas filiais. O corpo governante elabora os assuntos que vão ser apresentados de acordo com as necessidades dos irmãos, e membros do corpo que fazem parte desta comissão(de redação), supervisionam. Então realmente são eles que preparam o alimento, se não eles não teriam que aprovar ou reprovar a matéria.
    Pesquise sobre isso em mais publicações que entenderá melhor.

    Curtir

  • Queruvim  On 29 de maio de 2015 at 23:17

    O que percebo é que muitos SPAMS são automáticamente enviados para a caixa de SPAMS do site. Mas como este site poderia ser prejudicial eu sinceramente terei que averiguar.

    Curtir

  • josé  On 31 de maio de 2015 at 14:31

    oi anônimo você não intendeu minha pergunta eu sei que os redatores são testemunhas de Jeová mais o que eu estou dizendo é que eles não são ungidos entendeu agora até o senhor queruvim deste site que tem um bom conhecimento da bíblia poderia ser um destes redatores intendeu? logo se ele escrevesse duas ou três páginas da revista sentinela mesmo que alguem do corpo governante tivesse que dar uma olhada para ver se ficou bom ou se precisa corrigir algunha coisa na minha maneira de pensar não mudaria a origem do autor da matéria

    Curtir

  • Queruvim  On 31 de maio de 2015 at 20:15

    Os da dianteira da obra supervisionam o que foi escrito. Cada foto que é tirada, cada entrevista real que é concedida. Desculpe mas acho que o Sr não está entendendo. Supervisionar significa “controlar”, “inspecionar”, “dirigir”. A elaboração segue princípios bíblicos e não ideologias humanas.

    Curtir

  • bruno  On 8 de junho de 2015 at 1:34

    Olá , Queruvim, querido irmão, gostaria que pudesse me ajudar no entendimento de um assunto, não achei nem um topico aq no blog q fale sobre ele, e visto q n encontrei um email especifico no qual poderia abordar esse assunto , estou escrevendo nesse topico msm o meu pedido por tal ajuda ou esclarecimento o qual não tem a ver com os temas acima, só que não gostaria de escrever sobre oque é aqui de imediato, por acaso tem algum email que posso mandar essa pergunta? Ai depois c preferir pode bublicar sem problemas no seu blog, , visto q n sei c pode ter um efeito nao edificante, embora imagino que n será o caso, mas de qualquer forma..a principio n gostaria de comenta-lo aq..
    Desde ja agradeço a atenção , e por ajudar os que precisam espiritualmente, apoiando por ações a ideia expressa em(Gal 6:10) “Façamos o que é bom para com todos, mas especialmente para com os aparentados conosco na fé.” Um grande abraço, que Jeova continue a abençoa-lo em defender o seu nome e sua orqanização..

    Curtir

  • Queruvim  On 8 de junho de 2015 at 17:50

    Tentei entrar em contato contigo mas seu e-mail foi digitado errado. Me contate por:

    oraculodejeova@hotmail.com

    Curtir

  • Quinn  On 11 de junho de 2015 at 14:44

    Os senhores deve notar que essa postura foi realizada por um grupo que possuí um nome e um líder.

    Considero totalmente injusto o fato de alguns membros da Jehovah Witness (ou simpatizantes) no Brasil e que aqui postaram nos comentários tentando utilizar de Generalizações para afirmar “que os judeus“ são isso ou aquilo.

    Se os senhores estudassem um pouco mais saberiam que o povo judeu (religioso) é dividido por vários segmentos. O grupo israelense citado seguem a ultra ortodoxia composta de judeus extremamente zelosos das Leis e tradições judaicas.

    Assim como as Jehovah Witness tem o direito de realizar suas Assembleias esse mesmo grupo também tem o direito de protestar contra qualquer entidade que alegam pertencer ao Cristianismo e que tenta realizar proselitismo no estado de Israel (é isso foi feito com medidas judiciais).

    Os movimentos chamados de anti-missionários são necessários, pois combatem com veemência os grupos anti-judaícos cristão que nos atacam espalhando mentiras e antissemitismo como a que foi postada aqui nos comentários “mas eles (os judeus) estão cegos estão cheios de ódio praticando coisas más aos olhos de Deus”. Acusando todo o povo judeu como assassinos por supostamente terem matado o Cristo dos cristãos dentre outras calúnias, evidentemente com o aval dos escritos da bíblia grega cristã.

    Não estou afirmando que esse comportamento é o mais correto por parte dos ultra ortodoxos, entretanto utilizar desse fato para promover os clichês dos demais movimentos cristãos que geram o ódio e mentiras a respeito dos judeus (religiosos ou não) usando-se de generalizações também não é correto.

    Curtir

  • brunobfs  On 12 de junho de 2015 at 4:48

    Gostaria de agradecer oficialmente a vc Queruvim, pela ajuda ao intendimento de um assunto espiritual, foi mt proveitoso p mim, a explicação,e teve efeito produtivo no final como imaginei que seria..Que Jeova nosso Deus , te de a fé em dobro q tems ajudado a contruir,..
    Ganhou m respeito, …e se posso dizer assim um amigo tbm….
    Um grande abraço.

    Curtir

  • Jeosadá  On 8 de julho de 2015 at 10:21

    http://www.jw.org/pt/noticias/casos-juridicos/por-regiao/israel/raanana-supremo-tribunal-caso/

    Supremo Tribunal de Israel decide em favor das Testemunhas de Jeová.

    “Por causa da ordem judicial, líderes religiosos da região organizaram uma sessão de “oração coletiva” com umas 1.500 pessoas. Entre elas estavam o rabino-chefe da cidade e membros de uma organização ultraortodoxa conhecida por suas táticas agressivas. O grupo se ajuntou em frente ao centro esportivo enquanto umas 600 Testemunhas de Jeová chegavam para assistir à assembleia. A “oração coletiva” logo se transformou num protesto em massa. Alguns dos manifestantes atacaram as Testemunhas de Jeová — incluindo mulheres e crianças. Eles insultavam as Testemunhas de Jeová, cuspiam nelas, gritavam, faziam gestos obscenos e danificavam os carros delas. A polícia agiu rapidamente para conter os manifestantes. Graças à ação da polícia, as Testemunhas de Jeová puderam realizar sua assembleia e retornar em segurança para suas casas no fim do dia.”

    Se deu mal ein Yad L’achim.

    Pois é né Sr. Quinn. Nós aqui odiamos JUDEUS. Tanto é que fomos nós que ajudamos e pegamos na mão de hitler pra matar judeus né?? Aquele grupo anti-missionário judeu apenas moveu ‘processos’ né???
    Que mal tem nisso??
    Cuspir, chingar, bater, mentir e difamar… nada de errado. É apenas uma ferramenta democratica.
    Alem do mais, não somos nós que temos congregações em Israel onde se reunem em paz JUDEUS E PALESTINOS! Nossas publicações vivem condenando os Judeus né? Olha quanto odio…
    Nós os maltratamos e geramos preconceito quando abrimos a Biblia e mostramos que CRISTO É O FIM DA LEI (Rom. 10:4) e que agora o que existe é o ISRAEL ESPIRITUAL (Gal. 6:16; Mat. 23:38), COMPOSTO DE HOMENS DE TODA LINGUA, POVOS E TRIBOS (Apo. 5:9,10).
    Mas um certo grupo pra se defender ‘justamente’, ameaça o prefeito, cospe em nós, bate, joga pedra, chinga e AI das Testemunhas de Jeová se moverem um processo.
    Só posso dizer que isso é uma inversão total do senso de justiça. Lamento que o Sr. Quinn tenha feito esforço para defender um absurdo com comparações tão fracas como:
    “Acusando todo o povo judeu como assassinos por supostamente terem matado o Cristo dos cristãos dentre outras calúnias, evidentemente com o aval dos escritos da bíblia grega cristã.”

    “Assim como as Jehovah Witness tem o direito de realizar suas Assembleias esse mesmo grupo também tem o direito de protestar contra qualquer entidade que alegam pertencer ao Cristianismo e que tenta realizar proselitismo no estado de Israel (é isso foi feito com medidas judiciais).”

    Medidas Judiciais??
    É pra rir Sr. Quinn?
    Olha a medida Judicial feita por grupos anti Yad L’achim:

    https://m.youtube.com/watch?v=kgtD3iQcrCc
    “No Hall de entrada foram lançadas projetéis no Hill Street em Holon, Distrito de Kiryat onde se realizou um evento das “Testemunhas de Jeová”. Lançaram pedras no auditório, quebraram janelas do carro e tentaram invadir o local. À noite, COQUETEIS MOLOTOV foram lançados no local.”

    Gente POR FAVOR, da uma olhada no ODIO EXTREMO que esses grupos anti-missionarios tem por nós: http://m.ynet.co.il/Articles/3883193

    “Um dos seguranças presentes no momento do incidente disse à Ynet: “Um dos ultra-ortodoxos me chutaram na parte de trás, enquanto outros gritavam:”Morte aos sionistas” Sorte que a polícia estava aqui desde o princípio”.

    “No meio de meu discurso, ouvimos as janelas quebram, e muito grandes pedras que acertaram o hall do local, cairam ao lado dos deficientes em cadeiras de rodas, que mantinham um lugar especial. Felizmente ninguém ficou ferido, mas tivemos que desativar o sensor de alarme.”

    “”Almas judias caçam dinheiro e fazem extorção”
    Sob o título “Atenção – Missionários em Holon !!!” Avisos escrito foram espalhados ao redor do bairro: “Aqui eles tem pessoas más e sangrentas que vieram para matar as almas de Israel, como nos tempos da Inquisição…”

    Agora vai o tanto de CALUNIA que o Yad L’achim move contra nós no site deles. Um monte de acusação de colaborar com hitler com aquela velha historia que todos nós ja vimos sobre a carta de Rutherford dirigida a Hitler. É engraçado e curioso que o prorprio Ritherford tenha dito
    em 2 de outubro de 1938. Ele proferiu o discurso “Fascismo ou Liberdade”, em que denunciou Hitler em termos nada incertos.
    “Na Alemanha, o povo em geral ama a paz”, disse Rutherford. “O Diabo colocou seu representante, Hitler, no controle, um homem demente, cruel, maligno e implacável . . . Ele persegue cruelmente OS JUDEUS porque eles eram outrora o povo pactuado de Jeová e levavam o nome de Jeová, e porque Cristo Jesus era judeu.”

    A Carta:
    https://sites.google.com/site/tjdefendidasapologia/assuntos-diversos/a-carta

    Só lamento por sua extrema parcilidade e desonestidade Sr. Quinn.

    Curtir

  • Quinn  On 9 de julho de 2015 at 18:37

    Perdoe-me senhor, não queria, em verdade, causar-lhe conflito acerca do meu comentário.

    O senhor deveria ter notado que em momento algum afirmei que a instituição Jehovah Witness promove ódio contra nós, eu afirmei que “alguns membros” têm essa posição e isso pautando no contexto dos comentários aqui inseridos, pois conheço a ATUAL posição dessa organização em demonstrar neutralidade quanto a essa questão. (Leia o meu comentário novamente)

    Quando eu afirmo que existiu medias judiciais, isso confere com a verdade. Houve uma decisão, um recurso legal instaurado judicialmente nas cortes locais, decisão essa que foi rejeitada posteriormente. Caso tenha dúvidas releia os noticiários.

    Afirmei também que essa atitude não era “correta” por parte dos chaverim ultra-ortodoxos, além de dizer claramente que “essa postura foi realizada por um grupo que possuí um NOME um LÍDER”. Não cabendo aqui nenhum tipo de GENERALIZAÇÃO. (Leia o meu comentário novamente)

    O senhor deve considerar também que não fui parcial e nem desonesto. Em verdade o senhor que está sendo parcial e desonesto. Desonesto com o bom-senso e comigo, pois está tentando perverter o que eu disse, e parcial considerando apenas as ideologias apresentadas pela Watchtower e pela sua bíblia grega.

    A veracidade da Tora e dos Escritos e dos Profetas é o maior aval do povo judeu, não precisamos de comentários de lideranças quando a própria Escritura Judaica nos dá um testemunho favorável sobre nós.

    “Mas você, ó Israel, é meu servo; Você, ó Jacó, descendente do meu amigo Abraão, É você quem eu escolhi, Você é quem eu trouxe dos confins da terra, Você é quem chamei das partes mais distantes. Eu lhe disse: ‘Você é o meu servo; Eu o escolhi; não o rejeitei.” (Yeshayahu (Isaías) 41:08-09)

    Am Yisrael chai.

    Curtir

  • Queruvim  On 9 de julho de 2015 at 23:27

    Cuspir, chingar, bater, mentir e difamar… nada de errado. É apenas uma ferramenta democratica.

    O Sr Quinn perdeu noção do princípio da tsedék. Já imaginou se fossem as Testemunhas de Jeová que tivessem agredido aos membros do Yad L´achim?
    Seu comentário tentou minimizar erros grosseiros deste grupo religioso.Todos os que aderem a uma forma de adoração tradicional e que a apoiam, tendo esta matado profetas e desempenhado o papel central em matar o Cristo, passa a ter responsabilidade comunal. Foram judeus que escreveram o texto da Beshorah a respeito do Messias. Afirmar que são escritos gregos é tentar minimizar o valor deste documento tão valioso.

    Curtir

  • Queruvim  On 9 de julho de 2015 at 23:28

    Apreciei muito este artigo:


    “Embora Jesus tivesse credenciais de sobra para provar que ele era o Messias, a vasta maioria dos judeus no primeiro século não o aceitou como tal. Por quê? Porque eles tinham idéias preconcebidas sobre o Messias, incluindo a de que ele seria um messias político que os libertaria da opressão romana. (Leia João 12:34.) Assim, eles não podiam aceitar o Messias que cumpriu as profecias de que ele seria desprezado e evitado pelos homens, marcado para sofrer dores e doenças e que por fim seria morto. (Isa. 53:3, 5) Até mesmo alguns discípulos leais de Jesus ficaram desapontados por ele não trazer libertação política. Mas permaneceram leais e, com o tempo, foi-lhes dado o entendimento correto. — Luc. 24:21.

    Outra razão pela qual as pessoas rejeitaram Jesus como prometido Messias foram os seus ensinos, que muitos acharam difícil de aceitar. Entrar no Reino exigiria ‘repudiar a si mesmo’, ‘comer’ a carne e o sangue de Jesus, ‘nascer de novo’ e ‘não fazer parte do mundo’. (Mar. 8:34; João 3:3; 6:53; 17:14, 16) Os orgulhosos, os ricos e os hipócritas encaravam esses requisitos como difíceis demais. No entanto, judeus humildes aceitaram o fato de Jesus ser o Messias, como também fizeram alguns samaritanos, que disseram: “Este homem certamente é o salvador do mundo.” — João 4:25, 26, 41, 42; 7:31.

    Jesus predisse que seria condenado pelos principais sacerdotes e pregado na estaca por gentios, mas que, no terceiro dia, seria ressuscitado. (Mat. 20:17-19) A sua afirmação no Sinédrio, de que era “o Cristo, o Filho de Deus”, foi considerada blasfêmia. (Mat. 26:63-66) Pilatos não encontrou nele ‘nada que merecesse a morte’, mas, visto que os judeus também o acusavam de sedição, Pilatos “entregou Jesus à vontade deles”. (Luc. 23:13-15, 25) Desse modo eles ‘repudiaram’ e conseguiram matar “o Agente Principal da vida”, apesar das provas esmagadoras de que ele havia sido enviado por Deus. (Atos 3:13-15) Como predito, o Messias foi “decepado”, sendo pregado numa estaca na Páscoa de 33 EC. (Dan. 9:26, 27; Atos 2:22, 23) Essa morte cruel foi o ferimento no “calcanhar” predito em Gênesis 3:15.

    Por que o Messias tinha de morrer

    Jeová permitiu que Jesus sofresse a morte por dois motivos vitais. Primeiro, a fidelidade de Jesus até a morte resolveu um importante aspecto do “segredo sagrado”. Ele provou, sem a menor sombra de dúvida, que um homem perfeito pode manter a “devoção piedosa” e apoiar a soberania de Deus mesmo sob os mais severos testes impostos por Satanás. (1 Tim. 3:16) Segundo, como disse Jesus, ‘o Filho do homem veio para dar a sua alma como resgate em troca de muitos’. (Mat. 20:28) Esse “resgate correspondente” pagou a penalidade pelo pecado herdado pela descendência de Adão e tornou possível a vida eterna para todos os que aceitam Jesus como o meio divino de salvação. — 1 Tim. 2:5, 6.

    Depois de três dias no túmulo, Cristo foi ressuscitado e, por 40 dias, apareceu a seus discípulos para provar que estava vivo e lhes dar novas instruções. (Atos 1:3-5) Daí, ele subiu ao céu para apresentar a Jeová o valor de seu precioso sacrifício e esperar o tempo designado para iniciar a sua presença como Rei messiânico. Enquanto isso, ele tinha muito a fazer.

    A realização plena de seu papel como Messias

    Ao longo dos séculos desde a sua ressurreição, Jesus tem supervisionado fielmente as atividades da congregação cristã sobre a qual tem governado como Rei. (Col. 1:13) No tempo designado, ele passaria a exercer seu poder como Rei do Reino de Deus. As profecias bíblicas e os eventos mundiais confirmam que a sua presença como Rei começou em 1914. Iniciou-se também a “terminação do sistema” mundial. (Mat. 24:3; Rev. 11:15) Pouco depois, ele liderou os santos anjos numa batalha em que Satanás e seus demônios foram expulsos do céu. — Rev. 12:7-10.
    A obra de pregação e ensino iniciada por Jesus em 29 EC aproxima-se de seu grandioso clímax. Em breve ele julgará todos os humanos. Daí, ele dirá aos comparáveis a ovelhas que o aceitam como meio de salvação de Jeová: “Herdai o reino preparado para vós desde a fundação do mundo.” (Mat. 25:31-34, 41) Os que rejeitam Jesus como Rei serão destruídos quando ele liderar os exércitos celestiais contra toda a perversidade. Em seguida, Jesus amarrará Satanás e o lançará junto com seus demônios “no abismo”. — Rev. 19:11-14; 20:1-3.
    Durante seu Reinado Milenar, Jesus viverá plenamente à altura de todos os seus títulos, tais como “Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz”. (Isa. 9:6, 7) O seu Reino erguerá os humanos à perfeição, incluindo os ressuscitados da morte. (João 5:26-29) Os humanos receptivos serão guiados pelo Messias para “fontes de águas da vida”, de modo que a humanidade obediente possa usufruir uma relação pacífica com Jeová. (Leia Revelação 7:16, 17.) Depois da prova final, todos os rebeldes, incluindo Satanás e seus demônios, serão ‘lançados no lago de fogo’, o esmagador golpe mortal na cabeça da “serpente”. — Rev. 20:10.

    Jesus cumpre seu papel como Messias de um modo maravilhoso e impecável! Humanos redimidos ocuparão uma Terra paradísica onde viverão para sempre com perfeita saúde e felicidade. O nome sagrado de Jeová terá sido limpado de todo o vitupério e a legitimidade de Sua soberania universal plenamente vindicada. Que grandiosa recompensa é iminente para todos os que obedecem ao Ungido de Deus!

    Curtir

  • Davi  On 10 de julho de 2015 at 9:17

    Sr. Quinn,

    Você afirmou aqui:Os movimentos chamados de anti-missionários são necessários, pois combatem com veemência os grupos anti-judaícos cristão que nos atacam espalhando mentiras e antissemitismo como a que foi postada aqui nos comentários “mas eles (os judeus) estão cegos estão cheios de ódio praticando coisas más aos olhos de Deus”.

    Acredito que [……] quem foi Antissemitista se chamava Adolf Hitler, e que durante a segunda guerra mundal a revista Despertai! mostrou a crueldade nos campos de concentração.
    Isso ajudou porque o mundo pode ver a crueldade Nazista e que nós por termos uma posição neutra com relação a politica, nós fomos enviados a campos de concentração junto com vocês!(Identificado com o Triangulo Roxo).

    E sabe porque tomamos essa posição?
    Jesus ensinou as pessoas a amar e adorar a Deus: Ele disse: ‘Jeová, nosso Deus, é um só Jeová, e tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de toda a tua mente e de toda a tua força.’ (Marcos 12:29, 30) Ele também disse: “É a Jeová, teu Deus, que tens de adorar e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado.” — Lucas 4:8.

    Então entendemos que quando um alemão dizia: “Heil Hitler” que significa a “salvação pertence a Hitler”, nós recusamos a fazer isso, porque isso era uma mandamento do Próprio Jeová e de Jesus, e muitos de nossos irmão perderam o emprego por conta disso e fomos a campos de concetração.

    Eu tenho a certeza que outras religiões que se dizem ser Cristãs não tomaram essa posição “como a cartólica ou os batistas por exemplo”.

    Sei que existe varias denominações de Judeus como você mesmo disse, mas há somente uma denominação de nós que é “Testemunhas de Jeova” e não há outra.

    Acho que o minimos que vocês deveriam ter é respeito por nós, e tem um detalhe, nós poderiamos sair do campo, desde de que renuciasse nossa fé em Jeová, isso nós não fizemos e acabamos morrendo em campos de concentração.

    Agora, isso que está acontecendo em Israel você acha correto?

    COMENTÁRIO MODERADO

    Curtir

  • Quinn  On 10 de julho de 2015 at 13:31

    Não Queruvim, não tentei minimizar absolutamente nada. Os senhores estão deturpando meu comentário. Nem sequer entrei na questão religiosa, eu apenas afirmei minha repulsa por comentários generalistas a respeito do povo judeu.

    A postura do Yad L´achim não pode ser entendida como uma postura aplicável para TODOS os judeus religiosos. Os judeus, em verdade, presam pela paz.

    Se um grupo radical tem uma atitude violenta, isso se aplica a todos os judeus? Isso implica que todos os judeus são violentos? Não! Foi apenas isso que quis expressar. Nada mais nada menos. Algum problema nisso?

    Não estou entendendo como que o meu comentário gerou essa revolta desnecessária.

    A questão do nazareno não ser o messias, a questão dos escritos gregos serem deturpados e adulterados, nem seque foi corroborado por mim aqui em nenhum momento.

    Perdoa-me se meu comentário não foi bem vindo, se não for permitido tecer mais opiniões nesse blog, avise-me.

    Shalom,

    Curtir

  • Quinn  On 10 de julho de 2015 at 14:39

    Queruvim, não queria entrar na discussão religiosa, eu entendo que estudiosos afirmam que a Besorah foi escrita por judeus, se isso estiver correto o Nazareno foi um judeu que viveu dentro da comunidade judaica de Israel, praticando o Judaísmo, correto?

    Se isso for verdade, em seus dias, o Beit Hamikdash em Yerushalayim estava de pé com todos os kohanim estavam oferecendo os korbanot diários estabelecidos pelo Eterno ao povo.

    Se isso for correto como um Yehudi autêntico, enquanto era criança, subia com seus pais todos os anos para as festividades anuais que todo judeu está obrigado a santificar em Yerushalayim, a saber, Pésach, Shavuot e Sucot.

    Se isso for verdade ele seguia a Torah dada a Moshe, e convivia com os juízes de Israel, os mestres e as diferentes escolas de pensamento hebraico de seus dias, como por exemplo, os pruschim os zadoquitas.

    Isso é o que está escrito na sua bíblia cristã, e corroborada por maioria de estudiosos denominacionalistas e alguns outros.

    O que não entendo onde se enquadra o seu cristianismo. Onde está nessa história os “verdadeiros cristãos”?

    As denominações ditas cristãs se desenvolveram fora das fronteiras de Israel, na comunidade dos goyim, dentre as nações pagãs, e claramente NÃO dentro do judaísmo. Isso inclui os Jehovah Witness, uma de muitas religiões inventadas nos Estados Unidos da América sobre a premissa do messias.

    Mesmo que ele fosse o nosso mashiach prometido a nós judeus o que, de fato, a religião cristã faz/fizeram? Adulteram a verdade judaica e inventam um “cristo”, segundo a luz da filosofia helenista e do paganismo e não à luz do Judaísmo, para ganhar os pagãos para a sua nova fé e a ela agregando ditos e ensinamentos escritos sobre o nazareno, que era judeu, segundo sua bíblia, e com qual objetivo? Evidentemente apenas para fazer proselitismo.

    O que os senhores fazem hoje? Os cristãos em verdade realizam uma completa distorção da verdadeira mensagem judaica dada pelo Eterno.

    “Ai de vocês, escribas e fariseus, hipócritas! Porque percorrem o mar e a terra para fazer um prosélito e, quando conseguem, fazem dele merecedor da Geena duas vezes mais do que vocês”. (TNM, Mateus 23:15)

    Se espiritualizássemos esse texto assim como o senhor Jeosadá fez com Gálatas. 6:16, acredito essa espiritualização do texto se aplicasse aos cristão hoje.

    Curtir

  • Anônimo  On 11 de julho de 2015 at 19:31

    Voçes perderam uma grande oportunidade de falar bem das testemunhas de jeova.o que tem haver protesto contra as tj com evangelicos hipocritas.evangelicos que enriquecem(nao duvido nada se vçs nao queriam ta no lugar deles) evangelicos que apoio o nazismo.essa mania de perseguiçao das tj.nos esquece sou evangelico nunca apoiei o nazismo trabalho duro pra sustentar minha familia assim com nuitos tj e nen tao pouco sou hiprocrita.se for pra falar bem das tj fala bem nao coloca os evangelicos no meio do testo que o assunto e outro posso ver odio de voçes quando falar de nos.mais uma vez nos esquece.

    Curtir

  • Davi  On 13 de julho de 2015 at 9:37

    Anômimo,

    Você afirmou aqui:

    Voçes perderam uma grande oportunidade de falar bem das testemunhas de jeova.o que tem haver protesto contra as tj com evangelicos hipocritas.evangelicos que enriquecem(nao duvido nada se vçs nao queriam ta no lugar deles) evangelicos que apoio o nazismo.

    Gostaria de saber que base que você está afirmando isso, porque nossa organização não faz dizimos como muitas igrejas por ai, e sim donativos voluntários, e isso significa o que?
    Que nossa obra é aceita qualquer valor desde de que seja de coração.
    E porque fazendo isso, por três motivos:

    Fazemos contribuições voluntárias porque amamos a Jeová e queremos fazer “as coisas que são agradáveis aos seus olhos”. (1 João 3:22) Jeová fica realmente feliz com um adorador que dá de coração.
    Veja o que diz: 2 Coríntios 9:7 Faça cada um conforme resolveu no coração, não a contragosto* nem por obrigação,pois Deus ama quem dá com alegria.
    Um cristão não contribui de modo relutante ou forçado. Em vez disso, ele contribui porque está “resolvido no seu coração”.* Ou seja, ele dá depois de pensar numa necessidade e em como ajudar. Jeová valoriza alguém assim, pois “Deus ama o dador animado”. Outras traduções dizem: “Deus ama quem dá com alegria.”

    Você afirmou:evangelicos que apoio o nazismo.essa mania de perseguiçao das tj.nos esquece sou evangelico nunca apoiei o nazismo trabalho duro pra sustentar minha familia assim com nuitos tj e nen tao pouco sou hiprocrita.se for pra falar bem das tj fala bem nao coloca os evangelicos no meio do testo que o assunto e outro posso ver odio de voçes quando falar de nos.mais uma vez nos esquece.

    Sim, ouve denominações, ou seja, Instituições evangelicas que apoiou o Nazismo, um exemplo disso foi a Igreja Batista teve um Culto Pedindo perdão por ter apoiado Hitler.
    A igreja Cartolica Apoiou Hitler com a idéia de expandir suas igrejas por toda a Europa, assim como aconteceu com o Reinado de Carlos Magno (Imperio Sacro-Romano Germânico)

    Que Mania que temos de Perseguição???? O que Aconteceu nos campos de Concentração está na História Secular, procure sobre os Triangulos Roxos e tem até um documentario sobre isso.
    Se você Assitiu o Filme “A lista de schindler” Verá que no documentario que está junto com o Filme verá que eles mencionam as Testemunhas de Jeová.
    Resumindo são FATOS, e não mania de perseguição.

    Aqui não foi mencionado que os envangelicos em geral, ou seja, as pessoas que frequentam as igrejas hoje apoiou Hitler de forma alguma!!
    E claro, há muitos evagelicos que são trabalhadores e honestos também, Assim como você, e isso não discutimos.

    Não temos ódio de Ninguém, mas por fazermos nossa obra de pregação, e não Seguirmos o que a maioria das igrejas fazem, ou ensinam as denominações ficam fazendo acusações sem fundamento, e temos todo direito de se defender, somente isso.

    Curtir

  • PG Almeida  On 13 de julho de 2015 at 13:39

    Quinn On 10 de julho de 2015 at 14:39

    Não nutrimos “ódio’ por ninguém, acontece que você levantou uma questão crucial que é a perseguição contra os verdadeiros seguidores do Cristo e seu Pai Jeová.
    Não temos o hábito de ficar nos vangloriando na mídia.
    Os fatos mostram que em todos os continentes nós somos perseguidos de alguma forma.

    A pouco tempo que a “Jehovah Witness” começou a veicular matéria da perseguição que nossos irmãos estão sofrendo em países asiáticos e africanos.

    Se você acessar o site jw.org. no link “imprensa”, no verbete “Casos Jurídicos por Região” irá verificar os casos de alguns países em que somos perseguidos. (tem outros países que a Associação não divulga, pois nossa obra é PROSCRITA, acredito que tenha “judeus” no Irã, Arabia, etc… só que eles tem que tomar o máximo de cuidado pra não se expor, pois podem ser mortos),
    `NUNCA’ tivemos envolvimento em política, guerra, etc.. (desde
    Se compararmos com outros grupos religiosos, verá que esses estão de alguma forma envolvida direta ou indiretamente na política ou em guerra, guerrilhas, etc:
    Cristianismo (católicos, protestantes, etc… (aprox. 2,2 bilhões de adeptos);
    Islamismo (aprox. 1,6 bilhões de adeptos);
    Hinduísmo (aprox. 900 milhões de adeptos);
    Religião tradicional chinesa (aprox. 400 milhões de adeptos);
    Budismo (aprox. 376 milhões de adeptos);
    Sikhismo (aprox. 20 milhões de adeptos);
    Espiritismo (aprox. 13 milhões de adeptos);
    Testemunhas de Jeová (aprox. 8 milhões de adeptos).

    Então Sr Quinn sugiro que faça uma pesquisa pessoal sem preconceito religioso, e irá ver que estamos vendo claramente o cumprimento das profecias bíblicas. Isaias 2:2-4 e Miquéias.
    Não vou citar os evangelhos, pois acredito que o senhor já deve ter lido elas.

    Curtir

  • Erick  On 13 de julho de 2015 at 13:59

    amigo Davi…vc fala do dízimo como de fosse uma máfia dentro da igreja cristã…não é certo não…visto que é bíblico…(malaquias 3:8-11) os pastores tem de ser remunerados mesmo! diferente dos pastor de vcs que não são remunerado para se dedicar somente à Palavra, mas quando é remunerado como os leviatas do AT. a fim de que se envolvE exclusivamente ao evangelho…1 Coríntios 9:13-14 “NÃO SABEIS VÓS QUE OS QUE PRESTAM SERVIÇOS SAGRADOS DO PRÓPRIO TEMPLO SE ALIMENTAM? E QUEM SERVE AO ALTAR DO ALTAR TIRA O SEU SUSTENTO? ASSIM ORDENOU TAMBÉM O SENHOR AOS QUE PREGAM O EVANGELHO QUE VIVAM DO EVANGELHO.” oRE A Deus pedindo perdão em nome de Jesus…pelo que falou..Paz do senhor!

    Curtir

  • Bastos  On 13 de julho de 2015 at 21:10

    Quinn, desejo-lhe paz.
    Não sei de qual caminho você é, os protestantes tem vários caminhos também.
    Não tenho também interesse em discussões religiosas, mas quero entender o que se fala. O senhor perguntou “Onde está nessa história os “verdadeiros cristãos”?”
    Está na composição integral das Escrituras Sagradas, das quais nós prezamos. As Escrituras gregas escritas pelos seguidores do Cristo fazem visivelmente referencias a hebraica, citam à fervorosamente. De fato, muitos conheciam-na muito bem e ensinavam com base nelas. Por isso os “verdadeiros cristãos” se baseiam na bíblia por inteiro. Na nossa adoração, não incluímos costumes e ensinos pagãos, como o inferno de fogo, imortalidade da alma(Eclesiastes 9:5)…e outras coisas, como também em determinado tempo foi acolhido por alguns da comunidade judaica.
    E sim, agora os que são chamados, são todos que quiserem circuncidar seu coração, não só Israel. De fato se tornam realmente Israel. Se o Altíssimo fez de um homem todo o mundo, ele não negará sua criação. Pois está escrito:
    “E terá de acontecer que TODO aquele que invocar o nome de Jeová salvar-se-á…”
    Então há uma grande número de dispostos de servir ao Soberano.
    -“Os cristãos em verdade realizam uma completa distorção da verdadeira mensagem judaica dada pelo Eterno.” Eu não entendo está sua afirmativa, não vejo está distorção. Mas vejo amplamente a palavra do Soberano Pai.
    Quanto ao texto de Mateus 23:15, leia o verso 13 e entenderá por que Jesus dirigia isto a estes hipócritas.
    Que o Soberano Senhor Jeová lhe abençoe.

    Curtir

  • Davi  On 13 de julho de 2015 at 22:32

    Caro Erick,

    O dizimo não faz mais parte de uma obrigação Cristã e vou explicar o por que:

    Leis Mosaicas Referentes ao Dízimo. Jeová deu a Israel leis referentes ao dízimo para fins específicos, aparentemente envolvendo o uso de dois décimos da sua renda anual, exceto durante os anos sabáticos, quando não se pagava dízimo, visto que não se previa renda. (Le 25:1-12) Todavia, alguns peritos crêem que existia apenas um dízimo. Esses dízimos eram adicionais às primícias que obrigatoriamente se ofereciam a Jeová. — Êx 23:19; 34:26.

    O primeiro dízimo, que consistia em um décimo dos produtos da terra e das árvores frutíferas, e (evidentemente do aumento) das manadas e dos rebanhos, era levado ao santuário e entregue aos levitas, visto que estes não tinham herança naquela terra, mas eram devotados ao serviço do santuário. (Le 27:30-32; Núm 18:21, 24) Os levitas, por sua vez, davam um décimo do que recebiam ao sacerdócio arônico, para o sustento deste. — Núm 18:25-29.

    Parece que havia um dízimo adicional, um segundo décimo, reservado cada ano para outras finalidades, sem ser em apoio direto ao sacerdócio levítico, embora os levitas se beneficiassem dele. Normalmente era usado e usufruído em grande parte pela família israelita quando ela comparecia às festividades nacionais.

    Essas leis do dízimo que recaíam sobre Israel não eram excessivas. Nem deve ser despercebido que Deus prometeu prosperar Israel por abrir “as comportas dos céus”, se suas leis do dízimo fossem obedecidas conforme você disse em Malaquias 3:10,11.

    Realmente o dízimo era para os sacerdotes e Levitas conforme consta no antigo testamento (ou escrituras Hebraicas), visto que não tinham uma herança da terra prometida.

    Mas os cristãos Não Sujeitos a Pagar Dízimos. Em nenhuma ocasião se ordenou aos cristãos do primeiro século pagar dízimos. O objetivo primário do arranjo de dízimos, sob a Lei, era sustentar o templo e o sacerdócio de Israel; conseqüentemente, a obrigação de pagar dízimos cessaria quando aquele pacto da Lei mosaica chegasse ao fim, por estar cumprido, por meio da morte de Cristo na estaca de tortura.

    Ef 2:15 diz:15 Por meio de sua carne, ele aboliu a inimizade, a Lei de mandamentos em forma de decretos, para fazer dos dois grupos, que estão em união com ele, um novo homem,+ e fazer paz.

    Col 2:13,14 diz: 13 Além disso, embora vocês estivessem mortos por causa das suas falhas e do estado incircunciso da sua carne, Deus lhes deu vida junto com ele.+ Ele nos perdoou bondosamente todas as nossas falhas+ 14 e apagou* o documento manuscrito+ que consistia em decretos+ e estava em oposição a nós.+ Ele o removeu, pregando-o na estaca.

    De acordo com esses texto, os cristãos hoje não estão sob a lei Moisés que consistia em sacrificar animais e incluído o DIZIMO.

    É verdade que os sacerdotes levitas continuaram a servir no templo em Jerusalém até que este foi destruído em 70 DC, mas os cristãos, a partir de 33 DC, tornaram-se parte de um novo sacerdócio espiritual que não era sustentado por dízimos. — Ro 6:14; He 7:12; 1Pe 2:9.

    Em vez de darem quantias fixas, especificadas, para custear as despesas congregacionais, deviam contribuir “segundo o que a pessoa tem”, dando “conforme tem resolvido no seu coração, não de modo ressentido, nem sob compulsão, pois Deus ama o dador animado”. (2Co 8:12; 9:7) Foram incentivados a seguir o princípio: “Os anciãos, que presidem de modo excelente, sejam contados dignos de dupla honra, especialmente os que trabalham arduamente no falar e no ensinar. Porque a escritura diz: ‘Não deves açaimar o touro quando debulha o grão’; também: ‘O trabalhador é digno do seu salário.’” (1Ti 5:17, 18) Contudo, o apóstolo Paulo deu exemplo, procurando não acarretar à congregação uma carga financeira indevida.

    Esse texto que você colocou 1 Coríntios 9:13-14 “NÃO SABEIS VÓS QUE OS QUE PRESTAM SERVIÇOS SAGRADOS DO PRÓPRIO TEMPLO SE ALIMENTAM? E QUEM SERVE AO ALTAR DO ALTAR TIRA O SEU SUSTENTO? ASSIM ORDENOU TAMBÉM O SENHOR AOS QUE PREGAM O EVANGELHO QUE VIVAM DO EVANGELHO. observe que não vem dizendo que devemos dar o dizimo.

    Aqui vem falando que o que era oferecido ao Altar, ou seja, o Local do Sacrifício de ANIMAIS era também dado aos Sacerdotes e Levitas (o que Sobrava depois do Sacrifícios), e por fim o apostolo Paulo Falou que devemos pregar as Boas Novas do Reino vivam disso, não disse para viver de Dizimo.

    Concluindo, sim realmente existe uma mafia disso entre muitas Denominações que se “Dizem Cristãs” para se enriquecer de forma errada aproveitam de pessoas que não tem instrução e para ganhar dinheiro.

    Erick meu caro, diante disso não vou pedir desculpas algo que hoje os Cristãos não são obrigados.

    Curtir

  • Saga  On 14 de julho de 2015 at 1:35

    "Mesmo que ele fosse o nosso mashiach prometido a nós judeus o que, de fato, a religião cristã faz/fizeram? Adulteram a verdade judaica e inventam um “cristo”, segundo a luz da filosofia helenista e do paganismo e não à luz do Judaísmo, para ganhar os pagãos para a sua nova fé"

    Nos tempos em questão tínhamos aqueles entre os próprios judeus que já estavam adulterando a verdade com invenções segundo a luz da filosofia helenista e do paganismo e não a luz do Judaísmo Escriturístico. Ideias como a imortalidade da alma sem dúvida não brotaram de Moisés, mas é obviamente uma ideia pagã surgida do contato com o helenismo.

    "o que, de fato, a religião cristã faz [...] ? [...] inventam um “cristo”, segundo a luz da filosofia helenista e do paganismo [...] O que os senhores fazem hoje? Os cristãos em verdade realizam uma completa distorção da verdadeira mensagem judaica dada pelo Eterno. [...] Se espiritualizássemos esse texto [...] acredito essa espiritualização do texto se aplicasse aos cristão hoje"

    Se vê uma mistura entre Cristandade e verdadeiros cristãos acima, Católicos, Ortodoxos, Evangélicos e JW estão tomados como uma só e a mesma coisa, com a coisa sobrando até pros próprios autores da Bíblia.

    O “Cristo” segundo o paganismo e o helenismo só pode ser a segunda hipóstase da Trinitas que atua como homoousios Logos eternamente gerada em Deus e que tem duas ousias em sua pessoa, tem como simbolo a marca da cruz como Tamuz, ressuscitou na festa de Astarte deixando o Dia do Sol como seu memorial após passar três dias na mitológico inferno de fogo e nasceu em 25 de dezembro de uma mãe que foi ao mesmo tempo filha, mãe e esposa de Deus (que lhe visitou e a cobriu a engravidou na forma da terceira hipóstase processada) e que terminou empossada como a rainha dos céus, ambos, mãe e filho sendo cultuados com o uso de imagens de escultura…..e que assim nada tem a ver com o personagem histórico crido pelas JW.

    Este "Anônimo On 11 de julho de 2015 at 19:31" tem um sério problema para escrever, é difícil demais entender o que ele quer dizer, é um trabalho de tradução praticamente….

    "que tem haver protesto contra as tj com evangelicos hipocritas.evangelicos que enriquecem(nao duvido nada se vçs nao queriam ta no lugar deles) evangelicos que apoio o nazismo.essa mania de perseguiçao das tj.nos esquece"

    Se eu quisesse ser um evangélico que enriquece, juntava minhas coisinhas, abria uma igreja aproveitando da minha oratória, do conhecimento e das habilidades de pregação que adquiri enquanto JW e seria Pastor, poderia tanto tentar abrir a minha própria, quanto ser pastor assistente de um já consolidado, inclusive seria uma vantagem como ex-JW seria respeitado entre os crentes e tomado como um tipo de autoridade moral [?] para falar mal delas! Aí é caprichar no choro, nos rodopios e nos gritos para induzir as pessoas a ofertarem e dizimarem com promessas de prosperidade e ameaças de maldição por roubarem de Deus!

    Se formar nesses cursinhos de “teologia” não seria nada difícil, e vemos que gente semianalfabeta se envereda pela profissão de pastor e consegue exitar neste negócio.

    Ou seja, usar a facilidade de pregar e o conhecimento da Bíblia para ganhar dinheiro é fácil, não fazemos isso por nojo de tal tipo de coisa.

    Quanto aos consentimento, apoio ou covardia no caso do nazismo, é uma mancha que não pode ser apagada, a história das igrejas protestantes é esta, e ensinos tradicionais que propiciaram essa situação na Alemanha como o envolvimento político e o apoio as guerras perpetradas pela sua pátria continuam firmes e fortes nas igrejas até hoje, se tiver uma guerra amanhã cada evangélico vai lutar por seu país com justificativas nacionalistas contra o evangélico do outro país que terá os mesmos pretextos.

    Mania de perseguição é ótimo, acho que não somos perseguidos não, é só mania!

    "sou evangelico nunca apoiei o nazismo trabalho duro pra sustentar minha familia"

    Quando você diz que é “evangélico” está se identificando com aqueles que apoiaram o nazismo. Você está se coletivizando, quando for falar do caso da Alemanha diga assim: “NÓS evangélicos infelizmente viemos a apoiar ou consentir com o regime de Hitler na Alemanha”. Você enquanto individuo não teve nada a ver com isso, mas enquanto parte do coletivo, isso te atinge sim. É justamente por isso que nós, JW não nos valemos dos termos “evangélicos”, “protestantes” e similares, por que? Porque senão teremos de responder pelos erros e crimes antigos, modernos e futuros destes tais por nos incluirmos junto deles! Como JW responderemos ao quer for referente as JW e de mais nenhuma outra igreja, como acontece de evangélicos incluírem os católicos junto com eles como parte de um grupo misto que chamam de “cristãos”, acabam tendo de responder a críticas contra atos como a Inquisição, pois estão se colocando coletivamente no mesmo grupo daqueles que praticaram a Inquisição!!

    Você diz que não tem a ver com as igrejas aliadas de Hitler naquela época, mas se ofende quando isso é lembrado, ou seja, isso te atinge, pois você se inclui dentro deste coletivo.

    “Erick On 13 de julho de 2015 at 13:59 amigo Davi…vc fala do dízimo como de fosse uma máfia dentro da igreja cristã…não é certo não…visto que é bíblico…(malaquias 3:8-11)”

    A circuncisão também é bíblica, a guarda do sábado, a dieta vegetariana, a lua nova, o uso de incenso, a festa do Purim, a serrapilheira, você faz algumas dessas coisas? Não faz?

    " os pastores tem de ser remunerados mesmo! diferente dos pastor de vcs que não são remunerado para se dedicar somente à Palavra, mas quando é remunerado como os leviatas"

    Os leviatãs? Cargos remunerados, ainda mais sendo super remunerados abrem o espaço para pessoas que exerçam o ministério religioso pelo DINHEIRO, tomem o ministério como uma profissão e sua igreja como um negócio, e os fieis como consumidores, é um convite aos pilantras, você está tornando o estado de ser pastor, bispo, “apóstolo”, “missionário” em algo confortável e lucrativo, ou seja, alguém sem fé nenhuma pode tentar se tornar pregador buscando ganho pessoais e não a adoração de Deus. Acontece algo similar com os cantores gospeis, existem muitos casos descobertos de estrelas da música evangélico que nem acreditar em Cristo acreditam (são ateus), como podem fazer tantos shows de louvor ao Senhor então?? POR DINHEIRO é claro!!!

    Os levitas recebiam uma porcentagem de produtos agrícolas para que não passassem fome, não dinheiro vivo para acumularem riqueza e bens. E quem são os levitas? Descendentes da tribo de Levi, na Bíblia Sagrada vemos que é um delito grave querer ser sacerdote, levita ou profeta sem ser! Oferecer um sacrifício sem autorização divina para isso era um delito grave, mesmo se você fosse o rei de Israel! Fazer o culto em outro templo que não o de Jerusalém, receber o dízimo sem ser levita é ilegal, Jeová tinha regras especificas de como deveria ser adorado e seu culto tinha de ser estritamente seguido, não tinha essa de inventar ou ficar fazendo reinterpretações da liturgia não!

    O que as igrejas protestantes fazem cobrando dízimos em cima de salários brutos e lucros líquidos não é bíblico:

    Nm 18:28 – Deste modo vós mesmos também fareis uma contribuição a Jeová, de todas as vossas décimas partes que recebereis dos filhos de Israel, e delas tereis de dar a Arão, o sacerdote, a contribuição a Jeová.

    É para dar o dízimo ao sacerdote arônico. Hoje é feito isso? Não.

    Dt 12:11 – E terá de suceder que, ao lugar que Jeová, vosso Deus, escolher para ali fazer residir seu nome, trareis tudo o que vos ordeno: vossas ofertas queimadas e vossos sacrifícios, vossas décimas partes e a contribuição da vossa mão, e todo o seleto das vossas ofertas votivas que votareis a Jeová.

    Lugar que Jeová escolheu para residir seu nome é o templo na cidade de Jerusalem. Hoje esses crentes trazem os dizimos para Jerusalém? Não.

    Ml 3:10 – Trazei todas as décimas partes à casa do depósito para que venha a haver alimento na minha casa; e experimentai-me, por favor, neste respeito”, disse Jeová dos exércitos

    Onde fica essa “casa do depósito” e “minha casa”? É o templo de Jeová em Jerusalém.

    Se vê que as igrejas fingem seguir a Bíblia com respeito ao dízimo. Era para dar o dízimo de que? Do salário?

    Dt 12:17 – Não se te permitirá comer dentro dos teus portões a décima parte dos teus CEREAIS, nem do teu VINHO novo, nem do teu AZEITE, nem os primogênitos da tua MANADA e do teu REBANHO

    Veja a enfase na palavra comer, o dízimo se comia. Então, as igrejas podem cobrar dízimos a vontade e os membros delas podem dar a vontade, mas não podem dizer que é a Bíblia que os manda dar 10% do dinheiro de seus salários e lucros empresariais e bens materiais e imobiliários aos clérigos. De “bíblico” no dízimo que se pratica hoje está apenas a porcentagem de um décimo,,,,

    "1 Coríntios 9:13-14“
    Não se fala em dízimo ali, mas o Apóstolo Paulo faz referência ao que Jesus tinha dito que seus discípulos seriam alimentados nas casas que visitassem em suas andanças (LEIAM Lucas 10:4), tem mais a ver com o que os Superintendentes viajantes fazem hoje entre as Testemunhas de Jeová, cada semana visitante uma congregação e se alimentando numa casa diferente. A mensagem é que aqueles que se dedicarão em tempo integral a obra de Jeová terão as necessidades atendidas (NOTEM Mt 6:33. 1 Tm 6:8). Sem dúvida que assim fica-se impossibilitado de acumular riqueza e muitos bens materiais, como os levitas também não acumulavam.

    Curtir

  • PG Almeida  On 14 de julho de 2015 at 8:48

    Ola Erick,

    Você falou corretamente, no Israel antigo, os levitas tinham uma ajuda, pois a sua tribo não lhe foram divididas terras pra cultivarem, por isso eles eram “remunerados”. Tinham a responsabilidade dos ofícios no templo.
    Os ofícios com sacrifícios de animais eram grande, tinha que ter muita gente envolvida.
    Só que o Apostolo Paulo nos deixou o melhor exemplo, pois ele se sustentava (fabricante de tendas).
    Na atual situação que vive o mundo sobre a carência de bilhões de pessoas (cumprimento de profecias), o exemplo de receber altos salários pelo pastorado é ultrajante.
    Vou contar 2 Experiências que eu vivi:

    1- Um TJ de uma congregação que servi a alguns anos foi tentado várias vezes por causa da sua eloquência a ir pra uma igreja evangélica, lhe disseram; vc vai pra uma cidade pequena, abre uma igreja, depois de alguns anos você terá outras igrejas sua e receberá uma porcentagem por elas. A pessoa disse que os possíveis ganhos eram cerca de 20 salários minímos.

    2- Um ex-colega de trabalho que é evangélico foi embora para um outro estado, perdemos o contato, fui visitar a cidade dele no ano de 2.006, como fiquei na cidade 15 dias, fui numa igreja evangélica e citei o nome dele e disse que ele era musico, na hora me passaram o telefone, voltei para o hotel e liguei, uma hora depois ele estava no hall do hotel comigo.
    Perguntei sobre trabalho e ele disse que estava um pouco difícil, mas estava “negociando” para ser o professor de musica da igreja – salário na época $ 3.500,00.

    Sou TJ a mais de 20 anos e nunca ouvi alguém reclamar do trabalho de pastorear as ovelhas de Jeová, temos nosso trabalho secular e nos sustentamos sem nos tornar um fardo para a Organização.

    Por isso meu caro colega, hoje trata-se de uma luta enorme por $$$$, a maioria dos evangélicos que estão com programas de rádio e tv, são dissidentes de alguma igreja e por causa dos ganhos fundaram a sua própria “placa”.
    É só jogar no Google “pastor remuneração salário” e você verá os valores, a ganância de certos lideres por $$$$.

    Você citou CORRETAMENTE 1 Coríntios 9:13-14, você leu o contesto??
    Digo mais você leu os versículos 15 à 18?
    – Mas eu não tenho feito uso de nem uma única dessas coisas.+ De fato, não escrevi para que se fizesse isso no meu caso, pois seria melhor morrer do que . . . Ninguém vai tirar o meu motivo de orgulho!+ 16 Ora, se eu estou declarando as boas novas, isso não é motivo para me orgulhar, pois me é imposta a necessidade. Realmente, ai de mim se eu não declarar as boas novas!+ 17 Se eu faço isso espontaneamente, tenho uma recompensa; mas, mesmo se o fizer contra a minha vontade, ainda assim estou incumbido de uma responsabilidade.+ 18 Então, qual é a minha recompensa? É que, quando eu declarar as boas novas, eu ofereça as boas novas sem custo, para não abusar da minha autoridade no que se refere às boas novas.

    Veja no site JW.ORG no link sobre remuneração:
    http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/clerigos-nao-remunerados/
    http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/obra-financiada/
    http://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/w20030801/graca-recebestes-graca-dai/

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 14 de julho de 2015 at 11:25

    Caro Erick, a tribo de Levi foi separada para o sacerdócio em Israel, sendo assim, eles não podiam trabalhar pra se sustentar, já que estavam 100% dedicados ao serviço de Deus. As outras tribos então contribuam com 10% de tudo o que tinham pra sustentar essa tribo. (Números 18:21-24)

    Só que esse arranjo findou com a morte de Cristo. A nação de Israel e seu respectivo templo deixaram de ser o centro da adoração a Deus, sendo assim, a salvação estendida a todas as pessoas de todas as nações. Não temos mais uma tribo pra sustentar e nem dízimo pra pagar.

    “Mais e a igreja e os pastores pra se sustentar precisa de dinheiro”, dizem os dizimistas. Sim, mas a bíblia no NT não exige o dízimo, mas sim ofertas voluntárias dadas de coração pra se sustentar a igreja.

    “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria”. (2 Coríntios 9:7)

    “Porque, se há prontidão, a contribuição é aceitável de acordo com aquilo que alguém tem, e não de acordo com o que não tem.” (2 Coríntios 8:12)

    E os pastores que trabalhem pra viver. Paulo fazia isso, pq os pastores de hoje não podem fazer o mesmo? Paulo trabalhava na profissão de fabricar tendas, embora desse prioridade ao ministério. (Atos 18:1-4)

    Em Atos 20:34 Paulo diz que as mãos deles é que sustentavam ele, ou seja, ele trabalhava também.

    O texto que vc citou de 1 Cor 9:13,14 é correto, só que você deixou de citar o resto do texto onde Paulo diz no verso 15: “Mas, eu não tenho feito uso de nem uma única destas provisões”.

    É óbvio que se alguém se dedica 100% da vida à obra de pregação e não tem como trabalhar deve receber uma ajuda da congregação. Mas essa ajuda não é o dízimo dos fiéis, e sim apenas uma ajuda de custo pra pessoa sobreviver e é assim que nós fazemos com os missionários viajantes de nossa religião.

    Curtir

  • Eric  On 14 de julho de 2015 at 18:38

    amigos…testemunhas, gosto mto de vcs, tenho inclusive alguns conhecidos que são amigo meu mesmo do peito que são também testemunha, admiro de + vcs andando no sol, na chuva e levando a Palavra do nosso DEUS Vivo! onipotente onipresente e oniciente; não sei porque a nossa Igreja não faz também,mas enfim… já estudei inteiro sozinho o livro de vcs ”Realmente a bíblia ensina” gostei de alguns artigos nesse site também, mas, não é correto incluir TODAS as igrejas não, realmente sou obrigado a reconhecer que algumas aí não são compromissadas para com Jesus, mas não é o caso da minha que é muito correta nesse quesito…sou da Igreja Adventista do Sétimo Dia, e isso também responde que eu guardo o Sábado e incluindo os Dez Mandamentos sim, e além de uma alimentação correta e bem balanceada; mas, quanto ao dízimo, eu dou com coração aberto ao DEUS Vivo por que eu quero dar, e pertence à Ele, não por obrigação que eu do não…só para ter uma idéia é dividido para todos os pastores nossos iqualitariamente, nem um recebe mais ou menos (Guia de Estudos Bíblicos Ouvindo a Voz de Deus, Art.20; fase 1) não é máfia não, nossos pastores não são ricaços como alguns irmãos nosso da assembléia são não; até me tornaria um testemunha também, pois concordo com vcs TOTALMENTE do sangue de se guardar que vcs guardam, a imortalidade da alma, e o tormento eterno no inferno que vcs não acredita igual nós Adventistas, mas infelizmente vcs pregam muito “terra” e eu vou pro céu então não bate mto, que não guardam o sábado queeu creio também, e dentre outras coisas que não compreendo mto que não é bíblica de vcs…mas enfim…a Paz do Senhor! a todos vós irmãos…

    Curtir

  • Davi  On 15 de julho de 2015 at 15:37

    Caro Amigo Erick,

    Percebi que você é uma pessoa educada, assim como os Adventistas são, e gostaria de elogiar por isso.
    Mas como consideramos na biblia sobre o Dizimo não é uma obrigação dos Cristãos, ai é a Doutrina de sua Igreja que vocês dão ou não o Dizimo.
    Quanto nós vivermos na terra o Salmos 37:11, 29 diz:
    11 Mas os mansos possuirão a terra
    E terão grande alegria na abundância de paz.
    29 Os justos possuirão a terra+
    E viverão nela para sempre.+

    Veja também o texto de Isaias 48:18:
    18 Pois assim diz Jeová,O Criador dos céus,o verdadeiro Deus,Aquele que formou a terra e que a fez, aquele que a estabeleceu firmemente,
    Que não a criou simplesmente para nada,* mas a formou para ser habitada:
    “Eu sou Jeová, e não há outro.

    Desde o começo da humanidade Jeová Criou a terra para ser habitada pelos homens, foi quando ele criou Adão e Eva, ele colocou eles em um Jardim aonde?Na terra, esse era o proposito de Jeová, ele quer novamente que vivemos para sempre na terra.

    Quanto guardar o sábado, novamente os cristãos não são obrigados, e vou explicar o porquê:

    A palavra portuguesa sábado vem de uma palavra hebraica que significa “descansar, cessar, desistir”. Embora se mencione no relato de Gênesis que no sétimo dia Jeová Deus descansou de suas obras criativas, foi só no tempo de Moisés que o povo de Deus recebeu a instrução de guardar um dia de 24 horas de descanso, ou sábado. (Gênesis 2:2) Depois de os israelitas terem saído do Egito em 1513 AEC, Jeová milagrosamente proveu-lhes maná no deserto. Eles receberam a seguinte instrução sobre a coleta do maná: “Seis dias haveis de apanhá-lo, mas o sétimo dia é um sábado. Não se formará nele.” (Êxodo 16:26) Depois lemos que “o povo passou a observar o sábado no sétimo dia”, desde o pôr do sol de sexta-feira até o pôr do sol de sábado. — Êxodo 16:30.

    Pouco tempo depois de essas instruções terem sido dadas, Jeová forneceu uma lei sobre guardar o sábado, incluindo-a nos Dez Mandamentos dados a Moisés. (Êxodo 19:1) O quarto desses mandamentos dizia em parte: “Lembrando o dia de sábado para o manteres sagrado, deves prestar serviço e tens de fazer toda a tua obra por seis dias. Mas o sétimo dia é um sábado para Jeová, teu Deus.” (Êxodo 20:8-10) Assim, guardar o sábado passou a ser um aspecto fundamental da vida dos israelitas. — Deuteronômio 5:12.

    Jesus guardava o sábado semanal?

    Sim, Jesus guardava o sábado. A seu respeito, lemos: “Quando chegou o pleno limite do tempo, Deus enviou o seu Filho, que veio a proceder duma mulher e que veio a estar debaixo de lei.” (Gálatas 4:4) Jesus nasceu como israelita e por isso estava debaixo da Lei, o que incluía a lei do sábado. Foi só depois da sua morte que o pacto da Lei foi abolido.

    Visto que Cristo cumpriu a Lei, será que os cristãos são obrigados a guardar o sábado semanal? Sob inspiração, o apóstolo Paulo disse: “Portanto, nenhum homem vos julgue pelo comer ou pelo beber, ou com respeito a uma festividade ou à observância da lua nova ou dum sábado; pois estas coisas são sombra das coisas vindouras, mas a realidade pertence ao Cristo.” — Colossenses 2:16, 17.

    Essas palavras inspiradas sugerem uma grande mudança nos requisitos de Deus para seus servos. Por que essa mudança? Porque os cristãos estão debaixo de uma nova lei: “A lei do Cristo.” (Gálatas 6:2) O antigo pacto da Lei, por meio de Moisés, chegou ao fim quando Jesus, ao morrer, o cumpriu. (Romanos 10:4; Efésios 2:15) Será que o mandamento de guardar o sábado também chegou ao fim? Sim. Depois de dizer que “fomos exonerados da Lei”, Paulo se referiu a um dos Dez Mandamentos. (Romanos 7:6, 7) Assim, os Dez Mandamentos — incluindo a lei do sábado — fazem parte da Lei que foi abolida. Portanto, os adoradores de Deus não têm mais a obrigação de guardar um sábado semanal.

    É por isso com base bíblica que não guardamos o sábado, quanto a questões que não são biblicas… poderia falar para que posamos explicar, um Abraço.

    Curtir

  • Ronaldo  On 16 de julho de 2015 at 8:08

    Assisti o vídeo e fico feliz em dizer que isto em nada afeta a postura das Testemunhas de Jeová, salvo alguns que se sentem feridos (sentimento totalmente normal) quanto a maldade demonstrada por parte de alguns judeus que demonstraram intolerância quanto a manifestação do direito das Testemunhas de Jeová, também israelenses, que optaram por seguir um modelo diferente de fé religiosa! No entanto, isto só demonstra o despreparo de lideres religiosos judeus em conduzir o seu rebanho, uma vez que a atitude daquele q não possui um argumento convincente é o demonstrar sua força pela violência! Assim como as Testemunhas de Jeová, os judeus sabem muito bem quem é Jeová e como Ele encara a atitude violenta de uma pessoa! Ele pede ao agredido q em hipótese alguma revide, pois Ele próprio tomará as ações necessária para corrigir o agressor! Assim, não é para menos que aqueles que sofrem as mãos de opressores evitam retribuir mal pelo mal. Pois confiam a Justiça as mãos daquele que realmente pode fazer justiça plena, a saber, Jeová Deus, o Supremo Juiz do Universo!

    Curtir

  • Quinn  On 17 de julho de 2015 at 10:12

    Ronaldo,

    Seu comentário demonstra equilíbrio ao afirmar que “alguns judeus que demonstraram intolerância quanto a manifestação do direito das Testemunhas de Jeová, também israelenses, que optaram por seguir um modelo diferente de fé religiosa”.

    Essa intolerância de fato existe, contudo, nem todos os judeus são intolerantes.

    Quando eu fiz meu comentário sobre essa notícia, estava querendo afirmar que não concordava com as generalizações, pois estavam tentando afirmar que TODO o povo judeu era intolerante, violento, et cetera. Era isso apenas.

    É notório, entretanto, que a sua organização religiosa não é a única, digamos, vitima, de atitudes violentas e talvez racistas por parte da comunidade ultra ortodoxa principalmente em Ysrael.

    Existe um grupo denominado de Lehava. Assim como o Yad L’achim eles são extremamente zelosos da Torah. Há na Torah uma interdição, registrada e Devarim 7:3, é um preceito negativo, ou seja, uma proibição, que impede os Yehudim que se casasse com goym (gentios), ou seja, casar-se com alguém que não pertence ao povo judeu.

    Recentemente, esse grupo lançou uma linha telefônica para que judeus denunciassem casos de casais mistos, a saber, entre judias e árabes. Um membro da liderança afirma cabalmente que se utilizaria de todas as formas possíveis para impedir que isso ocorra em eretz Yisrael (terra de Israel).

    Por exemplo, um dos atos que foram promovidos outrora, além do disque denúncia, foi uma campanha nacional para que os empresários israelenses não empregassem árabes e também ocorreram vários linchamentos, promovidos pelo grupo, contra esses mesmos cidadãos de origem árabe.

    Evidentemente houve uma indignação com essas posturas. Fora aberta inclusive uma medida judicial junto à procuradoria da justiça para impedir aquilo que a legislação tenta impedir por lei, a saber, a propagação de ódio étnico ou racial.

    A justiça israelense classifica nesses casos que os agredidos são vitimas de terrorismo por motivação étnica. Há um fundo do parlamento destinado para judeus que são vitimas de terrorismo em ações decorrente de palestinos, como por exemplo, em ataques terroristas e agressões diversas.

    Depois das ações do Lehava o governo decidiu estender esse fundo também para cidadãos árabes que sofreram violência por causa, digamos, da sua raça e pelos casamentos mistos.

    Isso evidência que as JW’s não são as únicas vitimas de atos violentos em Ysrael.

    Talvez essa tenha sido a intenção postada pelo usuário Anônimo quando afirma que as JW têm “mania de perseguição”. (não estou corroborando, estou citando).

    No holocausto, apesar do povo judeu ter sido o real objetivo da matança, houveram diversas áreas da sociedade europeia que também foram vitimadas, a saber, homossexuais, gêmeos, doentes mentais, deficientes, padres poloneses, dissidentes políticos e religiosos, opositores da campanha nazista em geral.

    Se analisássemos, sem preconceitos, qual o povo que mais sofre perseguição por motivo étnico e religioso em toda a história da humanidade, obviamente chegará a uma conclusão clara, pois onde estão os assírios? onde estão os babilônios? onde estão os povos medos-persas hoje em dia?

    Ami yisrael chai (o povo de Ysrael vive).

    O povo judeu no decorrer da história foi expulso de sua terra e espalhado entre as nações, mas se mantem coeso se mantem firme nas tradições, a história essencial do povo permanece a mesma, assim como a cultura, a língua, as escrituras, digamos também, a religião (tendo em vista que para um judeu observante da Torah o judaísmo não é considerado uma religião) e que ainda depois de vários séculos após a sua galut, por divina providencia, o Eterno cumpre uma promessa (Isaías 66:8), na mesma eretz (terra), dos nossos antepassados, apesar do estado de Ysrael atualmente não ser uma teocracia, AINDA.

    Curtir

  • Saga  On 17 de julho de 2015 at 14:05

    Quinn, tu ainda tá aí? Diga-nos, afinal, o que é que você quer? O que você tinha para dizer já disse, e já gastou a cota de hostilidade que tinha contra nós aqui.

    “Essa intolerância de fato existe, contudo, nem todos os judeus são intolerantes”

    “É notório, entretanto, que a sua organização religiosa não é a única, digamos, vitima, de atitudes violentas”
    Tá.

    “Recentemente, esse grupo lançou uma linha telefônica para que judeus denunciassem casos de casais mistos, a saber, entre judias e árabes. Um membro da liderança afirma cabalmente que se utilizaria de todas as formas possíveis para impedir que isso ocorra em eretz Yisrael (terra de Israel).
    Por exemplo, um dos atos que foram promovidos outrora, além do disque denúncia, foi uma campanha nacional para que os empresários israelenses não empregassem árabes e também ocorreram vários linchamentos, promovidos pelo grupo, contra esses mesmos cidadãos de origem árabe…Fora aberta inclusive uma medida judicial junto à procuradoria da justiça para impedir aquilo que a legislação tenta impedir por lei, a saber, a propagação de ódio étnico ou racial”
    Que terrível.

    “Talvez essa tenha sido a intenção postada pelo usuário Anônimo quando afirma que as JW têm “mania de perseguição”
    As TJ foram perseguidas em todos continentes, por todo tipo de regime e por gente de toda espécie de classificação religiosa.

    Por regimes de direita e de esquerda, por ditaduras e “democracias”, na áfrica, na ásia na europa e nas américas, por católicos e protestantes, por judeus e por muçulmanos. Por negros, por brancos. Por ex membros, por professores, por jornalistas, a lista é longa.

    “houveram diversas áreas da sociedade europeia que também foram vitimadas, a saber, homossexuais, gêmeos, doentes mentais, deficientes, padres poloneses, dissidentes políticos e religiosos, opositores da campanha nazista em geral.”

    E daí? O caso dos triângulos roxos é diferente de outros mencionados, pois as TJ não eram meramente vítimas do Holocausto, eram mártires, existia a opção de que saíssem dali, não precisavam passar por tudo aquilo, é por isso que haviam muitos poucos de outras igrejas ali, porque a Cristandade em geral, sejam católicos ou protestantes, mórmons ou adventistas, preferiram abdicar do cristianismo diante do Nazismo, as igrejas podiam ficar com certa medida de liberdade desde que não ensinassem nada contra a ideologia do partido, se ele não lançou uma perseguição aberta contra outras denominações espécies foi porque estas arregaram de manter uma posição oficial que estivesse desalinhada ao governo do Reich.

    Ainda tem o caso de que, o nazismo é contra as TJ, os judeus, os comunistas, os gays, os ciganos? Ora, e as igrejas alemãs gostavam destes por acaso? Então é fácil achar gente que achou que aquilo convinha, o governo cuidaria de eliminar inimigos delas….

    Você entra nos campos de concentração e vê TJs lá? Mas ora, elas são cidadãos alemães, não estavam ali por motivos étnicos e sim por fidelidade religiosa. Não iriam dizer que a salvação vem de Hitler como endossa a saudação nazista, mas bispos e pastores nas igrejas faziam tal saudação sem problema.

    O tempo passou e as TJ continuam sendo mal vistas de todos os lados. (Outros melhoraram suas imagens, como os comunistas, ciganos e gays, mas as TJ continuam na mesma…)

    “apesar do estado de Ysrael atualmente não ser uma teocracia, AINDA”
    E nem será, é totalmente inviável teocracias no moderno mundo globalizado, os países islâmicos implementam teocracias que aplicam a Sharia, a Torah tem elementos similares a Shariah, tais como penas capitais por lapidação, o estado moderno de Israel é secular e se vê que é uma minoria de israelenses que é religiosa, hoje em dia ser judeu é mais algo étnico do que uma identidade religiosa, parece mais uma identidade nacional. Não poucos judeus são ateus.

    Curtir

  • Davi  On 17 de julho de 2015 at 16:53

    Boa tarde Sr. Quinn,

    Você diz:Quando eu fiz meu comentário sobre essa notícia, estava querendo afirmar que não concordava com as generalizações, pois estavam tentando afirmar que TODO o povo judeu era intolerante, violento, et cetera. Era isso apenas.

    Concordo, não acho que TODOS todos Judeus são violentos.

    Você disse: Isso evidência que as JW’s não são as únicas vitimas de atos violentos em Ysrael.

    Talvez essa tenha sido a intenção postada pelo usuário Anônimo quando afirma que as JW têm “mania de perseguição”. (não estou corroborando, estou citando).

    A Intenção do Anônimo era na realidade refutar o que eu postei sobre o Apoio ao Nazismo dizendo:Eu tenho a certeza que outras religiões que se dizem ser Cristãs não tomaram essa posição “como a cartólica ou os batistas por exemplo”.

    Você disse:No holocausto, apesar do povo judeu ter sido o real objetivo da matança, houveram diversas áreas da sociedade europeia que também foram vitimadas, a saber, homossexuais, gêmeos, doentes mentais, deficientes, padres poloneses, dissidentes políticos e religiosos, opositores da campanha nazista em geral.

    Você está certo, mas alguns deles tinha a opção de sair do campo de concentração se quissesse, se assinasse um termo em que repudiava sua fé e seguisse o nazismo?

    Nenhum que você citou, eles não tinham opção, taí a diferença, eu afirmo que qualquer um denominação que você citou tivesse essa oportunidade assinaria, mas como não tiveram morreram.

    Curtir

  • Saga  On 23 de julho de 2015 at 13:48

    http://www.jw.org/pt/noticias/casos-juridicos/por-regiao/ucrania/tj-perseguidas-leste-ucrania/

    Veja essa sugestão, um apanhado de exemplos da perseguição recente contra as JWs pelo mundo, a Ucrânia inclusive vem de antes da guerra atual. Afinal segundo nossos opositores desalmados nós “temos mania de perseguição” [sic].

    (Embora o Brasil seja um país dito como livre, aqui também sofremos nossa cota de perseguição na base de calúnias, difamação e boatos maldosos. Quanto a uma oposição direta do poder político, cabe notar que aqui os religiosos tem influência política muito mais limitada, países com forte domínio ortodoxo, islâmico, protestante ou católico resultavam em injustiças contra nossa minoria religiosa. Dito isso, a mídia e os lideres religiosos podem mentir, acusar e desinformar, mas por enquanto nossa posição dos pontos de vista legal e político tem direitos garantidos). .

    Curtir

  • PG Almeida  On 24 de julho de 2015 at 9:09

    Saga On 23 de julho de 2015 at 13:48

    Recebo diariamente pelo JW podcast as atualizações do site.
    Neste mês está tendo atualização quase que diariamente.
    E a maioria são das perseguições no Leste Europeu e região da antiga URSS.
    http://www.jw.org/pt/noticias/casos-juridicos/por-regiao/ucrania/
    http://www.jw.org/pt/noticias/casos-juridicos/por-regiao/coreia-do-sul/
    http://www.jw.org/pt/noticias/casos-juridicos/por-regiao/azerbaijao/azerbaijao-prorroga-prisao-20150714/
    Ficamos tristes por ver essa maldade contra nossos irmãos.
    Continuemos a orar pra que Jeová alivie a dor desses irmãos e suas famílias.

    Curtir

  • Vini  On 24 de julho de 2015 at 19:19

    Eu tenho quase certeza de que vi naquele programa de perguntas e respostas dos adventistas, o professor falando que eles creem que vão morar na terra após reinarem o milênio no céu com cristo.
    Alguem me corrija se eu estiver errado. ^^

    Curtir

  • Quinn  On 27 de julho de 2015 at 14:09

    Vini,

    De fato noticias como essas saem todos os dias, praticamente.

    Anteriormente saiu várias a respeito do Rav Yitzhak Kaduri agora do Rav Chaim Kanievsky. Esse tipo de noticiário e extremamente comum.

    Curtir

  • Davi  On 27 de julho de 2015 at 17:09

    Sr. Quinn,

    Aqui nós não afirmamos que APENAS nós somos perseguidos, pode procurar nos comentários que você não irá encontrar.

    Durante a segunda guerra mundial sim, houve outras denominações como Ciganos, Poloneses, ou os antinazistas eram presos, e conforme eu disse e o saga, eles não tinham opção de sair do campo de concentração.

    A grande questão é que está havendo em Israel conforme noticiado aqui e nas paginas de jornais, um protesto violento contra as Testemunhas de Jeová, que são pessoas pacificas e que não temos distinção entre um judeu ou palestino, entre um católico ou protestante para nós todos são pessoas que merece o seu devido respeito.

    Não estamos fechando os olhos para com que está acontecendo no mundo, até porque a própria bíblia predisse isso.

    Curtir

  • PG Almeida  On 27 de julho de 2015 at 18:52

    A Associação postou hoje no site.

    Lastimável.

    Russia Bans Official Website of Jehovah’s Witnesses

    http://www.jw.org/en/news/legal/by-region/russia/bans-jw-org-website-blocked/

    Quinn On 27 de julho de 2015 at 13:5

    Senhor Quinn nunca negamos esses ataques a outros grupos religiosos.

    A maioria desses grupos que o senhor citou se não todos tem algum envolvimenro direto ou indireto com:
    1- candidatura de seus membros ou apoio a partidos políticos;
    2-Perseguição no passadoa grupos opositores;
    3- conflitos armados;
    4- guerrilhas;
    5- falcatruas de seus membros com políticos;
    6- Intolerância com membros de outras etnias;
    isto só para citar alguns..

    Faça uma pesquisa cabal desde o inicio do seculo XX até hoje e nos mostre algo que nós Testemunhas de Jeová nos evolvemos em um dos assuntos acima.

    Então, podemos dizer sim, que somos perseguidos mesmo por causa da nossa NEUTRALIDADE EM TODA ESSA PODRIDÃO que se faz em nome de um grupo religioso sem merecer tal perseguição

    A matéria acima sobre a PROSCRIÇÃO na Russia postado hoje no site oficial nos EUA iniciou quando foi confiscado uma de nossas publicações numa cidade russa: ‘MEU LIRO DE HISTORIA BÍBLICAS’,
    Esse livro com vária ilustrações os pais usam com seus filhos pequenos até os 4 ou 5 anos de idade pra ensinar sobre personagens biblicos.

    Sugiro que você de uma olhada nele gratuitamente em desses links abaixo:

    http://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/Hist%C3%B3rias-B%C3%ADblicas/

    http://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/?contentLanguageFilter=pt&pubFilter=my&sortBy=1

    Curtir

  • Bastos  On 27 de julho de 2015 at 20:37

    Sr.Quinn;
    Você acredita que o Messias irá surgir?
    Se puder por favor responder, tenho essa dúvida.
    e se vai, como?

    Curtir

  • Quinn  On 28 de julho de 2015 at 11:40

    Senhor Bastos,

    Todo judeu religioso professa “Eu acredito com plena fé na vinda de Mashiach, e ainda que possa tardar, mesmo assim espero a cada dia pela sua vinda.”

    Esse é um dos pilares fundamentais do judaísmo. Em alguns livros históricos e dito que os judeus cantavam a canção “Ani Maamin” – Creio na vinda do Mashiach – antes de entrarem nas câmaras de gás no holocausto.

    O fato e que O Eterno de Ysrael, o elohim de Avraham, Yitzhak, Yaakov, fizera a promessa de um Mashiach (messias), que se aplica exclusivamente ao povo Judeu essa é uma promessa puramente judaica.

    O Eterno não fez alianças com as nações com respeito a sua Lei (Torah) e nem mesmo com respeito ao messias. Essa verdade está expressa nos nossos livros sagrados.

    “Ele declara sua palavra a Jacó, Seus decretos e seus julgamentos a Israel. Não fez isso com nenhuma outra nação; Elas não sabem nada sobre os seus julgamentos. Louvem a Jah!” (versão TNM Tehilim (Salmos) 147:19-20).

    A nenhuma outra nação foi prometido um Rei Mashiach a não ser ao povo de Israel. Correto?

    “O cetro não se afastará de Judá, nem o bastão de governante de entre os seus pés, até que venha Siló e a ele pertencerá à obediência dos povos.” (Bereshit – Gênesis 49:10)

    Nem mesmo o famigerado Novo Pacto seria feito com as nações, mas sim, com a casa de Ysrael e com a casa de Judá.

    “Vejam! Estão chegando os dias”, diz Jeová, “em que farei com a casa de Israel e com a casa de Judá um novo pacto. Não será como o pacto que fiz com os seus antepassados no dia em que os peguei pela mão para tirá-los da terra do Egito, ‘pacto meu que eles violaram, embora eu fosse o verdadeiro dono deles’, diz Jeová”. (versão TNM de Yirmeyahu – Jeremias 31:31-32)

    Interessante notar que na benção proferida por Yaakov ao seu filho Yehuda e entendida como uma profecia com referência direta ao messias e afirma cabalmente que governo do rei messias é feito com a tribo de Judá.

    “Na minha santidade, jurei de uma vez para sempre; Não vou mentir a Davi. Sua descendência permanecerá para sempre; Seu trono durará como o sol diante de mim. Assim como a lua, será firmemente estabelecido para sempre. Como fiel testemunha nos céus.” (Selá) (versão TNM Tehilim 89:35-37)

    Mais interessante ainda e perceber que o reino messiânico estende também aos povos das nações, ou seja, é um Reino prometido a Davi e que também alcançará os demais povos. O Eterno não mentiria.

    “Naquele tempo chamarão Jerusalém de trono de Jeová; e todas as nações serão ajuntadas em Jerusalém para louvar o nome de Jeová; não teimarão mais em seguir seu próprio coração mau.” (versão TNM de Jeremias 3:17)

    Pode-se perceber também que de Yerushalayim será a sede do governo desse reino.

    “Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi de todas as tribos de Israel, porei o meu nome para sempre; E não mais farei mover o pé de Israel desta terra que tenho dado a seus pais; contanto que somente tenham cuidado de fazer conforme tudo o que lhes tenho ordenado, e conforme toda a lei que Moisés, meu servo, lhes ordenou.” (versão Almeida de Melakim Bet, II Reis 21:7-8)

    Importante notar que existe nesse texto uma condicional. O povo de Ysrael deve ter o “cuidado de fazer conforme tudo o que lhes tenho ordenado”, ou seja, deve ser comportar de acordo com os regulamentos do Eterno para que se cumpra todas as promessas (incluindo a do messias).

    Bastos, o rei messias poderá vir, segundo a nossa literatura, de duas formas alegóricas, a saber, virá nas nuvens, caso contrário, ele virá montado em um jumentinho.

    Ressalto que essa concepção e entendida da seguinte forma: Se o povo de Ysrael tiver méritos perante o Eterno o Messias virá RAPIDAMENTE como que “vindo nas nuvens”, se o povo não estiver cumprindo as ordenanças, ele virá LENTAMENTE como que “montado em um jumentinho”. Compreende?

    O messias somente virá quando se cumprir as palavras dadas a Moshe:

    “Quando todas essas palavras vierem sobre você — a bênção e a maldição que pus diante de você —, e você se lembrar delas em todas as nações entre as quais Jeová, seu Deus, o tiver espalhado, e você voltar para Jeová, seu Deus, e escutar a sua voz, conforme tudo o que hoje lhe ordeno, você e seus filhos, de todo o seu coração e de toda a sua alma, então Jeová, seu Deus, o trará de volta do cativeiro; ele terá misericórdia de você e o reunirá novamente dentre todos os povos em que Jeová, seu Deus, o tiver espalhado. Mesmo que seu povo esteja espalhado até os confins da terra, de lá Jeová, seu Deus, o reunirá e o trará de volta”. (versão TNM de Devarim 30:01)

    Isso está previsto para o “final dos dias”, segundo a Tanakh, mas poderia ser abreviado se o povo se comportasse de acordo com a Lei do Eterno atualmente.

    Bastos, esse assunto e vasto. Nos judaísmos existem diversas opiniões (sem sempre concordes) sobre esse tema. Sobre esse assunto tentei lhe mostrar uma visão, digamos majoritária no meio judaico, mas há ressalvas.

    Curtir

  • Quinn  On 28 de julho de 2015 at 11:43

    Bastos, a minha resposta foi postada pela moderação ?

    Curtir

  • Queruvim  On 28 de julho de 2015 at 12:40

    Sim foi e sua resposta foi removida por incorporar um espírito de oposição. Quanto a pessoa começa a postar um espírito de oposição à verdade, não permito que esta página se transforme em um local para este tipo de material. Romanos 16:17 foi escrito sob inspiração divina e nos orienta neste sentido.Pode não ter nenhuma valor para os que acham que a Bíblia não é inspirada por Deus. Portanto, críticas e discordâncias, sim, mas quando a pessoa não tem noção da verdade e da mentira, do certo e do errado, do bem e o mal, e prefere defender aquilo que ele gosta, aquilo que ele prefere ou acha ser o correto, e o faz em tom de zombaria, sarcasmo imitando HA SATAN ….então não tenho por que permitir este tipo de comentário. O problema é a atitude de se opor de modo empedernido e teimoso. Observe com atenção a seguinte declaração escrita por um judeus inspirado por IHVH:

    “Quanto ao homem que promove uma seita, rejeita-o depois da primeira e da segunda admoestação…” Tito 3:10

    Há muitas pessoas que postam nesta página e que não concordam com o que as Testemunhas de Jeová pregam. Não bloqueio tais comentários. Bloqueio os comentários daqueles que indiferentes aos fatos e evidências argumentativas referenciadas com o apoio da Bíblia, prosseguem em um proceder de “oposição” ou “contra”. Um “adversário” da verdade que tem como objetivo seu ventre, seu umbigo e não o princípio da justiça e da verdade da palavra de Deus. Quer postar este tipo de coisa, um espírito de preconceito e críticas ou até mesmo calúnias, como é o caso de algumas pessoas, não o seu especificamente, que procurem outra página para isso. Dependendo da postura da pessoa ela terá seus comentários aprovados, mesmo depois de postar oposição. Espero que entenda e lamento por estar nesta condição. Para maior interação/compreensão com o que quero dizer , leia este artigo>
    https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2014/08/12/como-tratar-um-apostata/

    Curtir

  • PG Almeida  On 29 de julho de 2015 at 8:02

    Quinn On 28 de julho de 2015 at 11:40

    O Senhor tem certeza que escreveu corretamente a frase abaixo??

    “Nem mesmo o famigerado Novo Pacto seria feito com as nações, mas sim, com a casa de Ysrael e com a casa de Judá.”

    Sinto vergonha pela sua falta de respeito por escritos sagrados, ainda mais o PROFETA JEREMIAS.
    Ainda bem que temos um moderador aqui, pois nem quero imaginar as palavras que foram moderadas..
    Como respondi num post anterior ao senhor, ‘Faça uma pesquisa cabal desde o inicio do século XX até hoje e nos mostre algo que nós Testemunhas de Jeová nos envolvemos em um dos assuntos acima.’

    Curtir

  • Davi  On 29 de julho de 2015 at 14:24

    Caro Sr. Quinn,

    Conforme você citou abaixo:

    “Vejam! Estão chegando os dias”, diz Jeová, “em que farei com a casa de Israel e com a casa de Judá um novo pacto. Não será como o pacto que fiz com os seus antepassados no dia em que os peguei pela mão para tirá-los da terra do Egito, ‘pacto meu que eles violaram, embora eu fosse o verdadeiro dono deles’, diz Jeová”. (versão TNM de Yirmeyahu – Jeremias 31:31-32)

    Veja o que o profeta Jeremias disse que Jeová faria um novo pacto, então entendemos que isso é futuro, correto?
    Qual é o Antigo Pacto? a Lei de Moisés, pois ele substituiria o pacto que tinha sido feito com Israel após o Êxodo, tendo Moisés como mediador.
    Quando Jesus esteve na Terra ele instituiu a Refeição Noturna do Senhor que instituiu o novo pacto.
    O apóstolo Paulo se referiu a esse pacto quando escreveu aos hebreus. Ele citou a profecia de Jeremias e destacou a importância do novo pacto.

    Heb 8:7-9 7 – Se aquele primeiro pacto não tivesse defeito, não teria havido necessidade de um segundo.+ 8 Porque ele vê defeito no povo quando diz: “‘Vejam! Estão chegando os dias’, diz Jeová,* ‘em que farei com a casa de Israel e com a casa de Judá um novo pacto. 9 Não será como o pacto que fiz com os seus antepassados no dia em que os peguei pela mão para tirá-los da terra do Egito,+ porque eles não permaneceram no meu pacto, e por isso parei de me importar com eles’, diz Jeová.”

    “Na minha santidade, jurei de uma vez para sempre; Não vou mentir a Davi. Sua descendência permanecerá para sempre; Seu trono durará como o sol diante de mim. Assim como a lua, será firmemente estabelecido para sempre. Como fiel testemunha nos céus.” (Selá) (versão TNM Tehilim 89:35-37)

    Nós sabemos que o Messias viria da Descendência de Davi, confirme diz:

    Miqueias 5:2 – E você, ó Belém Efrata,
    Pequena demais para estar entre os milhares* de Judá,
    De você me sairá aquele que será governante em Israel,
    Cuja origem vem dos tempos antigos, dos dias da antiguidade.

    Conforme a historia comprovada, durante um ataque dos romanos a Jerusalém em 70 E.C todos os arquivos e arvores genealógicas foram destruídas.
    Agora, se surgir alguém que se diz o messias como irão comprovar sua descendência?

    E se ele vir terá que ser eliminado conforme o Livro de Daniel 9:26 que diz: “Depois das 62 semanas o Messias será eliminado, sem nada para si.
    “E o povo de um líder que virá destruirá a cidade e o lugar santo. E o seu fim será pela inundação. Até o fim haverá guerra; o que foi determinado são desolações.

    Agora vamos analisar os FATOS:

    “Depois das 62 semanas o Messias será eliminado”

    De acordo com o texto, depois das 62 semanas quem eliminará o messias?

    “E o povo de um líder que virá destruirá a cidade e o lugar santo”

    A destruição de Jerusalém foi junto com Templo no Ano de 70 E.C.
    Hoje não Existe um lugar santo hoje tem somente o muro de Lamentação que fica exatamente onde foi destruído o Templo.

    Agora nos dias atuais como o lugar santo Será destruído?

    Curtir

  • Bastos  On 30 de julho de 2015 at 0:35

    Sr.Quinn; Obrigado pela sua resposta, realmente eu queria saber se ainda os judeus esperam o Messias ou não. Mas de acordo com que o senhor falou, já passou pela sua cabeça que o Messias possa ter vindo?
    Por exemplo, Jesus, o Cristo passou por isso que o senhor comentou:
    “ele virá montado em um jumentinho.” Como disse o profeta Zacarias.
    Não só isso, mas ele era descendente de Davi e Judá. Não era os discípulos de Jesus judeus também?
    Não sei ao certo o que os lideres judaicos professam das escrituras sagradas quanto a época da vinda do messias e acontecimentos posteriores, mas o que dizer das perguntas da pessoa de Davi?

    Jeremias 31:33 diz . “Vou pôr a minha lei no seu íntimo e a escreverei no seu coração…” Será que o Pacto escrito por intermédio de Moisés era assim? Não é por nada que o nosso mediador seja o próprio Cristo, pois tinha que morrer para ser Sacerdote “a maneira de Melquisedeque” e isso para sempre. E assim depois de sua ressurreição, dando como que vida a este famoso Novo Pacto.
    Sr.Quinn, este Pacto não tem laços com raça – pois Deus não é parcial – mas com os verdadeiros adoradores, como Abraão que por meio de fé obteve favor e a promessa.
    Então quando se cumpri o antigo pacto para estabelecer o novo, não se torna necessário o antigo. Para ilustrar, imagine uma divida que você adquiriu, você talvez precise pagar todo mês, quando você paga tudo, não existe mais divida.
    Pense, será que o Messias não veio e os antigos judeus não fizeram caso?
    Conforme a pessoa do Queruvim, já postou anteriormente num comentário acima sobre o Messias, ele precisava cumprir seu papel. Recomendo que o senhor leia, gostei do seu comentário, obrigado pela atenção.

    Curtir

  • Li  On 12 de maio de 2016 at 0:44

    Me sinto profundamente triste quando vejo estes tipos de notícias. Penso todos os dias nos nossos irmãos que enfrentam as muitas desanimadoras situações deste sistema, e oro para que Jeová cuide de seus corações pois seus caminhos são superiores a estes, para que indiferentemente das perseguiçoes e oposiçoes que lhes sobreveiam, eles possam alegremente continuar a obra que nos foi incubida. Oro também por nós que ainda não presenciamos pessoalmente de forma tão agressiva esse tipo de situação, para que quando isso ocorra, possamos demonstrar a mesma coragem, humildade e amor que muitos dos seguidores de Cristo do primeiro século e dos tempos modernos demonstraram, de modo a não abandonarmos o caminho de nosso Pai Criador e de nosso resgatador.

    Curtir

  • Vitor  On 20 de maio de 2016 at 14:03

    Em breve nossa mensagem será de julgamento. Se já nos perseguem com a mensagem das boas novas, imaginem depois. O interessante é que estamos apenas exercendo o direito de escolher o nosso próprio governante. Nesse caso, escolhemos Jesus. No tempo certo, ele lutará pelos que o pertence. “Ficai parados e vede a salvação da parte de Jeová”.
    Enquanto esse momento tão aguardado não chega, continuemos a orar pelos nossos irmão espalhados ao redor do mundo, que são tão mansos, mas mesmo assim sofrem perseguição, abusos de autoridade, são presos, espancados…
    A oração do justo tem poder…

    Curtir

  • Juliano David  On 7 de janeiro de 2017 at 0:30

    Missionários em Israel? Querem convencer os judeus a aceitarem um mito criado no terceiro século? A nação de Israel é trabalho do Eterno e só ele revelará Yeshua em seu determinado tempo. Param com isso.

    Curtir

  • Queruvim  On 7 de janeiro de 2017 at 0:38

    Juliano, a que mito se refere?

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s