Sheik Muçulmano cínica e impunemente promove jihad e o ISIS dentro do Estado de Israel


Uma autoridade religiosa do Islã,o  Sheik muçulmano Muhammad Abed (“Abu Abdallah”) fez uma pregação jihadista a favor do chamado “Estado Islâmico” ou ISIS. Afirmando que o ISIS está “cercando a América apesar de seu arsenal nuclear” o Sheik faz votos e ora a Allah para que o Iran possa o quanto antes fabricar a bomba nuclear para poderem “pisar nos Estados Unidos e destruir Israel”. (vídeo abaixo)

Interessante, que este líder religioso do Islã não somente chama a democracia de “enganosa e grande mentira” ao mesmo tempo em que ele discursa dentro do Monte do Templo no que é atualmente uma área democraticamente concedida por Israel aos praticantes do Islã. Há mais de 2900 anos Israel vive nestas terras e permitem este tipo de gente falar o que pensam e externar todo o seu ódio. O líder religioso falou em “libertar a Mesquita de Al-Aqsa da sujeira daqueles que a avilta”, se referindo aos judeus. Incentivando o Irã contra os Estados Unidos e promovendo o ódio entre estes dois países, o Sheik diz que “A América será pisada pelos cascos dos cavalos do Califado islâmico”, numa clara apologia ao ISIS.

A pergunta que surge é: Será que os muçulmanos do mundo, seja daqui do ocidente ou mesmo de outras partes do mundo, irão condenar as declarações deste Sheik sedento de sangue? Claro que não! O que farão as autoridades em Israel contra aqueles que promovem jihad em seu próprio território? A Biblia Sagrada prediz um tempo no futuro próximo, em que os Governos humanos irão devastar pastores evangélicos e Sheiks do Islã. Um tempo em que Papa e bispos bem como todo o império mundial da religião falsa será humilhado.

 

 

Anúncios