150 million Christians persecuted by Islam


Christian suffering at the hands of the Moslems is of biblical proportions, according to the Open Doors NGO.

Published: Friday, November 07

The number of persecuted Christians in the world is 150 million.” There are many other figures, terrifying and dramatic, in the pages of the “Black book of the plight of Christians in the world”, a unique initiative of French scholars and coordinated by journalist Samuel Lieven. Snapshots of a global and amorphous war.

In particular, there is a disconcerting statistic: “80 percent of the acts of religious persecution in the world are directed against Christians.” How many victims? The Center for the Study of Global Christianity brings the average of one hundred thousand Christians killed each year for their faith throughout the last decade. An average of five Christians every minute.

Yesterday, in Pakistan, two Christians, including a pregnant woman, were burnt alive in the brick kiln where they worked. It was a pogrom with the participation of four hundred Muslims.

Haim Korsia, Chief Rabbi of France, cries out his reaction in the face of the spread of hatred against Christians, and establishes a comparisonwith the destruction of Eastern Sephardic Jewry:

“Where are the Jewish communities once so rich of Aleppo, Beirut, Alexandria, Cairo or Tripoli? Where are the schools of Nehardea and Pumbedita in Iraq? And where is the flourishing of Judaism in Esfahan and Tehran? In our memory. Driven out, killed, decimated, persecuted and exiled, the Christians of the East are personally experiencing the same plight as the Jews with whom they have lived for so long and have seen leaving those places”.

The NGO Open Doors declared that the persecution in Iraq has reached “biblical proportions”. Tuesday, in Rome, the annual report of Aid to the Church in Need was also presented. It told that of the 20 countries in the world where religious freedom is virtually absent, 14 are Muslim, and the others military or communist dictatorships, such as North Korea.
We are facing what Habib Malik of Stanford University calls “the final phase of the regional decline of Christians.”


“I’ve got a family ofChristians who do not want to convert, what do we do?”.

Today Mosul appears to have been swallowed up, like Jonah in the belly of the whale.

“Between 2003 and 2009, nearly 800Christians were executed [there] in cold blood, not counting the fifty martyrs of the Syrian Catholic cathedral in Baghdad, including two priests, killed on October 31, 2010. To date, we have exceeded one thousand Christians killed, including a bishop and five priests. More than sixty churches were destroyed. ”

In the book, a jihadist from the Islamic State speaks on the phone with his terrorist leader: “I’ve got a family of Christians who do not want to convert, what do we do?”. A phrase that reminded me of the Seventh Day Adventist Tutsi pastors who, during the genocide in Rwanda, appealed to their pastor with a letter: “We wish to inform you that tomorrow we will be killed with our families.”
There are the Christians of Ma’aloula in Syria, such as Taalab Antoun and his two cousins​​, who received the ”aman”, the Islamic guarantee to be spared. Unarmed and trusting the word of the rebels, they were killed and then beheaded.

Five hundred thousand Christians have already left Syria.

And before them, there was the story of Jean-Pierre Schumacher, the last monk of Tibhirine, Algeria, where Islamists slaughtered the wonderful Trappist monks who shared meals with Muslims. He was saved because the jihadists counted wrong. Later, at the funeral of the monks, Brother Jean-Pierre asked to open the coffin to pay his last respects to his companions. He found that the crates contained no bodies, but only seven heads.

That massacre was the green light for future massacres.

Anúncios
Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Comentários

  • FOXHOUND  On 8 nov 2014 at 18:57

    chocante saber desta situação.eu acredito que o islamismo junto com o ateismo serão o estopim do inicio da grande tribulação.

    Curtir

  • Podersoti  On 9 nov 2014 at 9:13

    A alguns anos atrás eu tinha ouvido falar que a ONU tinha um plano arquivado sobre proscrever as religiões. Alguém já ouviu falar disso? ou era só um boato mesmo? alguém poderia me responder?

    Curtir

    • Queruvim  On 9 nov 2014 at 13:28

      Eu vi um plano aparentemente falsificado e bem montado que parecia ser da ONU e que se tornou viral nos Estados Unidos a 5 ou mais anos atras. Acredito que devido ao jargão usado pode até ter sido feito por alguém com influência e conhecimento do funcionamento da ONU, mas acredito que era “fake”.Ainda que seja algo verdadeiro, acredito que a motivação para o ataque contra o sistema babilônico virá como anseio da comunidade internacional movidos por grandes decepções no sistema religioso hipócrita. Jeová estará manobrando a situação que deverá ser repentina.

      Curtir

      • Sandro  On 9 nov 2014 at 21:12

        Deve ser o mesmo de que eu ouvi falar há alguns anos. Ouvi rumores de que se tratava de um plano originalmente idealizado pela antiga URSS. O comunismo nunca demonstrou afeição para com a religião mesmo (a China que o diga). O que sabemos é que as expressões inspiradas por demônios, semelhantes a rãs, que saem da boca, respectivamente, do dragão, da fera e do falso profeta (que sabemos muito bem quem são) estão embuídas na árdua tarefa de ajuntar os reis do mundo em torno de um objetivo comum, mas que os porá inadvertidamente em posição de confronto com nosso Deus, Jeová. A pressão sobre nós deverá ser realmente enorme! Tomar o lado de Jeová, como tem dito o escravo recentemente, parecerá uma posição suicida.

        Curtir

  • Podersoti  On 10 nov 2014 at 21:38

    Na verdade, a história que eu ouvi era um pouco diferente da de vcs. O que me disseram foi que um irmão estava pregando para uma pessoa, e ai ele falou sobre essa profecia, mas ele mal sabia que a pessoa era um agente ou alguém ligado a ONU, que quase prendeu ele, e ficou-o interrogando, perguntando como ele sabia disso ( do plano da ONU) e ele disse que não sabia, que era uma profecia. Daí foi liberado. Mas eu nunca acreditei nessa história. Pra mim vai ser como o queruvim falou acima. Vai ser algo repentino e espantoso!

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos. https://www.instagram.com/queruvimdefogo/

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s