Um exemplo claro de exatidão na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas


Lembro-me de uma ocasião a mais de 20 anos atrás, quando eu estava pregando no centro de São Paulo e certo religioso, crítico da tradução da Bíblia usada pelas Testemunhas de Jeová, se dirigiu a minha pessoa e disse: 

“Como pode, a Bíblia Novo Mundo de vocês, diz que a mão beija!”… “Isto é um absurdo!” disse ele. Em seguida ele me fez abrir a Bíblia em Jó 31:27 onde lemos na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas: 

 

27  E meu coração começou a ser engodado às escondidas,+E minha mão passou a beijar a minha boca,*

 

Em um comentário na nota ao pé da página na Tradução do Novo Mundo com referências lemos a respeito deste verso:

 

Pelo visto, é uma alusão a se lançar um beijo com a mão, numa prática idólatra. Beijar ídolos é mencionado em 1Rs 19:18; Os 13:2.

Compare agora com as versões da Bíblia comumente usadas pela Cristandade.

 

  Versão: João Ferreira de Almeida Atualizada
 

Jó 31:27 e o meu coração se deixou enganar em oculto, e a minha boca beijou a minha mão

   Versão: João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel
 

Jó 31:27 E o meu coração se deixou enganar em oculto, e a minha boca beijou a minha mão,

 

   Versão: Inglês: King James Version
 

Jó 31:27 And my heart hath been secretly enticed, or my mouth hath kissed my hand (minha boca beijou minha mão)

O texto hebraico que serviu de base para todas estas traduções reza:

jo31vers.27

 

O comentário da Bíblia de Jamieson-Fausset-Brown diz :

“Na adoração costumavam beijar e lançar beijos, por assim dizer, com a mão ao adorar. 1 Reis 19:18, Oséias 13:2”

O comentário Barnes’ Notes on the Bible diz : ” …em hebraico lemos”minha mão beijou a minha boca” ”

Não são poucas as obras de referência que explicam o ato como se referindo ao momento em que a mão toca os lábios e lança beijos ao objeto de adoração. Temos neste texto uma figura de linguagem do tipo metáfora especial. Algumas versões preferem traduzir literalmente ( ou seja , palavra por palavra)  como vemos na TNM. Porém a nova revisão da TNM em Inglês (2013) optou por uma versão não tão literal. Verteu por “…e minha boca beijou a minha mão em adoração a eles”. O objetivo de tais versões é transmitir a ideia em português de maneira mais fácil de entender. Esta é uma nova tendencia da Versão da TNM 2013.  O que fica claro é que nem uma destas versões deve ser criticada por escolher, quer uma tradução hiper-literal, quer outra. Mas fica claramente evidente, que os tradutores da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, desde os anos 50 fizeram um trabalho de exame versículo por versículo e não “copiaram” versões tradicionais na hora de traduzirem o texto hebraico padrão, como dizem alguns opositores. Podemos então afirmar que a TNM em suas edições anteriores possui maior literalidade e o “gostinho do original”. Tornando-se por sua vez mais intrigante para o pesquisador. Ele saberá exata e literalmente o que foi dito. Ao passo que a nova versão da TNM facilita o entendimento. Não seria errado dizer que a versão anterior da TNM é ideal para o estudante que se aprofunda em detalhes palavra por palavra. Ideal também para o estudioso de versões interlineares. Ao passo que a Nova TNM é de fácil compreensão ao passo que toca profundamente os corações dos sinceros em busca das palavras procedente da boca de Jeová Deus, o Autor da Bíblia Sagrada. 2 Samuel 23:2

 

Anúncios