O NATAL E OS VERDADEIROS CRISTÃOS


Clique no link abaixo para ler o artigo!

 

O NATAL E OS VERDADEIROS CRISTÃOS

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Jorge  On 17 de dezembro de 2013 at 10:30

    Meu amigo e Irmão em Cristo, mais uma vez lhe agradeço por este excelente alimento espiritual, também queria expor minha posição sobre o natal. Na época em que os judeus apóstatas se envolveram na adoração dos deuses gadh e mení, deus da boa sorte e da fortuna. Eles punham diante delas uma mesa de alimentos e bebidas. Jeová disse a tais adoradores que Ele os destinaria a matança pela espada. (Isaias 65:11,12). O fato é que hoje se acontece o mesmo, comemorando numa data que não é bíblica e nem muito menos aprovada por Deus a data do nascimento de Jesus, e assim ainda continuam fazendo ceia com o proposito de reunir todos para ter um apoio divino numa festa pagã, continuam colocando uma mesa ao deus da boa sorte e da fortuna, e também estar sendo designado a espada ou seja ao decepamento eterno, porque ouviu e continuou a praticar o erro.

    Curtir

  • Paulo  On 17 de dezembro de 2013 at 15:45

    Vejam que interessante,

    a pesquisa descrita no link abaixo foi feita por um site evangélico, notem que a conclusão do autor da matéria aqui descrita é contundente em relação a comemoração ou não do natal por parte dos cristãos.

    Você evangélico que costuma postar ou pelo menos ler as postagens deste site.
    Vejam por si mesmos, analisem de forma imparcial; tenham em mente que o site descrito abaixo é um site evangélico que em um raro momento de lucides espiritual pesquisou a verdadeira origem desta comemoração pagã.

    http://www.montesiao.pro.br/estudos/festaspagas/pesquisa_natal.html

    Como a postagem com a pesquisa e conclusões deste pesquisador é muito grande de modo que só repetirei abaixo o resumo feito pelo mesmo ao final do texto:

    RESUMO

    PORQUE COMEMORAMOS O NATAL
    Por falta de crescimento espiritual; por causa do velho homem, o homem adâmico que existe em nós, e que ainda predomina; por causa da tradição cega, a que ainda nos prendemos. Enfim, enquanto cada um de nós ainda persiste em continuar como crente carnal, prevalece o mundanismo que nos prende ao engano.

    PORQUE NÃO DEVEMOS COMEMORAR O NATAL
    Sua origem e simbologias são pagãs e anti bíblicas.
    Houve toda uma trama nos séculos III e IV d.C. para envolver os cristãos nesta festa, tornando-os cúmplices. Mas sempre existiram aqueles que não participaram.
    É uma festa especialmente do mundo, onde suas concupiscência são satisfeitas.
    É uma festa hipócrita, porque, para justificá-la, foi usada a pessoa do Senhor Jesus em vão.
    É uma festa mentirosa, porque, o Senhor Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro – Este dia é a data de comemoração dos deuses pagãos: Osíris, Mitra, Baal, Apolo, etc.
    É uma festa de caráter oculto, mágico onde se encontra o chamado “espírito do Natal” .
    Portanto, se comemorarmos o Natal, estamos na verdade nos associando às obras infrutuosas das trevas (Efésios 5:11) , tornando-nos cúmplices da hipocrisia.
    Se justificarmos esta festa, estaremos aceitando a mentira de Satanás – “santificando” uma mentira – e negando a nossa posição de cristãos. Estaremos em fraqueza de fé, negando a autoridade que Cristo Jesus nos entregou, que é o fruto dessa fé.
    “Estaremos nos prendendo a um jugo desigual com os incrédulos; pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? ou que comunhão tem a luz com as trevas? Que harmonia há entre Cristo e Belial? ou que parte tem o crente com o incrédulo?” (II Coríntios 6:14-15) .

    As palavras são dele.
    Acorde!

    Curtir

  • alexandre silva  On 20 de dezembro de 2013 at 10:27

    Só acordar não é o suficiente,os evangelicos precisam tomar uma ação de sair de babilonia a grande se quiserem ter a aprovação de Deus(rev 18;4).e isto envolve coragem!

    Curtir

  • Saga  On 20 de dezembro de 2013 at 20:34

    O texto do amigo:

    “Aureliano (2127-275 d.C.), imperador de Roma, estabeleceu, no ano de 273 d.C. , o dia do nascimento do Sol em 25 de dezembro – “Natalis Solis Invicti” – que significa: “nascimento do Sol invencível” … Foi a partir desse ponto que todas as forças do paganismo se uniram para atacar frontalmente a igreja do Senhor Jesus, aliciando, enganando e infiltrando as doutrinas de iniciação aos mistérios para dentro da igreja. O catolicismo romano foi um dos resultados disso. Mas, para que o plano desse certo, apareceu Constantino (317-337 d.C.), imperador de Roma, com uma nova maneira de abordar os cristãos. Segundo uma lenda, antes da batalha contra Maxêncio, ele teve uma visão da cruz contra o sol, e uma mensagem que dizia, “com este sinal vencerás”. Constantino era adorador do Sol, mas não há provas que ele fosse membro do mitraísmo, em cujos rituais eram usados pães marcados com uma cruz (18). De qualquer maneira, este símbolo é evidentemente pagão. Conseguindo a vitória, Constantino, aparentemente, apoiou os cristãos e decretou o Édito de Milão em 313, dando liberdade de culto aos cristãos e trocando, dessa forma, a perseguição pela tolerância tão desejada”

    Note que citou que não apenas o natal, mas também a cruz é um símbolo pagão.

    “Na verdade, Constantino igualou o “cristianismo” com o paganismo. Realmente, foi uma boa estratégia. Os cristãos, antes cruelmente perseguidos, agora, receberam do imperador a liberdade de culto, e passaram a enfrentar um novo problema: a interferência do Estado na Igreja . Constantino comprou os sacerdotes romanos, conseguiu aliciar, e de fato, governou a igreja de Roma, e introduziu nela os ritos pagãos”

    Sim, agora incluía aí não apena a Cruz e o Natal, mas também a Trindade.

    “Como adorador do Sol, não resta dúvida a sua influência: ele fez do dia 25 de dezembro uma festa cristã (23), para que se celebrasse o nascimento de Cristo. Ele fez da festa de Mitra, Baal, Osíris, Apolo, e outros deuses abomináveis, a festa do nascimento de Cristo – Uma forma de sincretismo religioso…Mas há evidências de que sempre existiram verdadeiros cristãos que não comemoravam o Natal”

    As modernas Testemunhas de Jeová não seriam dos verdadeiros cristãos em questão? Quem em grupo hoje, não comemora o Natal na Cristandade? Os evangélicos, os ortodoxos, os protestantes, os adventistas ou os mórmons? Quem?
    “Talvez poucas, pois, a História (dos homens) jamais se preocuparia em registrar evidências que não sejam para agradar o mundo. Porém, sempre escapa algumas dessas provas: “a comemoração do Natal a 25 de dezembro não foi passivamente aceita por todas as igrejas cristãs”

    Hoje não sei mais, qual igreja que se opõe?

    “Não se sabe a data precisa do nascimento de Jesus. Os primeiros cristãos não celebravam Seu nascimento porque consideravam a comemoração de aniversário um costume pagão”

    E os modernos cristãos também.

    “A ÁRVORE DE NATAL Como os cultos pagãos estão ligados às estações do ano, conseqüentemente deram origem ao culto solar. Porém, as estações do ano estão ligadas também ao ciclo do florescimento da vegetação . Surgiu, assim, a adoração à plantas, particularmente à árvores. E para dar sentido à esta adoração, os pagãos associaram os seus deuses às respectivas árvores. No Egito, por exemplo, o deus Osíris “personificava o crescimento da vegetação e das forças criadoras do Nilo”, sendo representado, pelo cedro. Outros deuses de outros povos, tinham suas representações vegetais: Átis, o abeto (pinheiro), Júpiter , a azinheira, Apolo, o louro, e mais uma infinidade de outros deuses e suas árvores, que não vale a pena mencionar aqui. Contudo, a Bíblia registra sobre esta abominável modalidade de culto pagão, quando fala sobre a Ashera….Símbolo da fertilidade, para quem era praticada a prostituição cultual, pois tinha o seu equivalente: Asterot (ou Astoret) e Astarte – deusa semítica da vegetação…Era também representada por uma espécie de árvore, provavelmente trabalhada. Esta representação é citada em várias passagens bíblicas : I Reis 16:33; 18:19; II Reis 13:6; 17:16; 18:4; 21:3; etc,..Porém, quando Gideão destruiu o altar de Baal e cortou a Ashera, mostrou que se tratava de uma árvore…”Não plantarás nenhuma árvore como asera , ao pé do altar do Senhor teu Deus, que fizeres”. (Deuteronômio 16:21) Segundo Davis, a Ashera, cujo plural é Asherim, é o nome de algum tronco de árvore da qual eram tirados os ramos, e se tornava símbolo de uma deusa com este nome de Aserá .” Na Bíblia de tradução de João Ferreira de Almeida, na versão “Revista e Atualizada” é traduzido por “bosque”….uma coisa está bem claro: Esta deusa, representada, às vezes, por uma estatueta, era também representada por uma árvore considerada sagrada, ou o seu tronco, pois ela podia ser plantada. (Deuteronômio 16:21). Hoje, o enfeitado pinheiro de Natal tomou o lugar da Ashera . Ele é colocado até defronte dos púlpitos, como se o Senhor Jesus tivesse algo a ver com tão abominável símbolo.No passado, o pinheiro estava ligado aos povos bárbaros, e o culto à árvores sagradas era muito apreciado pelos romanos.Eles tinham, por exemplo, o carvalho sagrado de Diana, localizado num bosque também considerado sagrado – o “Santuário de Nemi”. Os bárbaros, particularmente os germanos e celtas, criam no chamado “espírito da árvore”, entidades que habitavam dentro das árvores, principalmente nos carvalhos mais velhos.Daí se originaram os druídas – sacerdotes oficiantes de uma série de magias e rituais…E entre suas atividades se incluiam sacrifícios humanos.Para os germanos, o carvalho era a árvore do deus Donar, chamado também de Thor, Odin, Wodan. E foi com eles que, o pinheiro de Natal teve o seu impulso inicial, dado provavelmente por missionários católicos”

    Muito interessante

    “Conta a lenda que Vilfrido , um desses missionários, quando pregava aos pagãos da Europa, teve problemas com o culto às árvores. Em frente à sua igreja havia um velho carvalho, e os bárbaros criam que ali dentro habitava um espírito”

    Vai ver era o espírito de Natal.

    “Na tentativa de convencê-los que suas crenças eram infundadas, ele resolveu derrubar a árvore. Coincidentemente, armou-se uma tempestade e no momento em que a árvore caiu, um raio despedaçou o seu tronco, espalhando-o por todos os lados. Havia, porém, um pinheirinho no local da queda que nada sofreu. Para os bárbaros, ficou óbvio que era a manifestação de Donar, acompanhado de sua comitiva : tempestade e relâmpagos. Portanto, não tinham nada a perder quando Vilfrido declarou que aquela manifestação era do Deus dos cristãos, e que o pinheirinho passara a ser do menino Jesus”

    Quando os missionários da cristandade não conseguem convencer, ou converter os pagãos (romanos, índios, africanos…etc) ao arrependimento, eles usam do sincretismo sempre, isso gera efeito terríveis depois. A Bahia sabe!

    “O PAPAI NOEL Dentre todos os símbolos, este é o que aparentemente não tem ligação com o paganismo das civilizações antigas. Provavelmente, o Papai Noel surgiu no século passado, quando Thomas Nast, pintor norte-americano, criou esta figura sorridente de barbas brancas. Muitas pessoas pensam que o Papai Noel seja o elemento principal que deu origem ao crescente consumismo das festas natalinas – o que não deixa de ser verdade. Porém, se analisarmos melhor veremos que, mais do que o consumismo, ele tem uma importância fundamental para realçar o Natal. Quando examinamos a origem pagã do Natal, buscamos as fontes no passado, quando os cultos à deuses estranhos eram de grande importância para os pagãos. O pretexto para manter aqueles cultos foi colocar o Senhor Jesus no meio de uma festa que não tem nada a ver com Ele. Atualmente, os rituais foram mantidos, mas os deuses foram esquecidos, e a pessoa do Senhor Jesus se torna dispensável, pois, para o mundo, não tem a menor importância se o Natal corresponde ou não ao nascimento de Jesus”

    Perfeita a frase final.

    “Somente para os crentes, que querem defender estas festividades pagãs, é que seria interessante manter esta grande mentira Para os católicos, seria também interessante manter a festa de Natal, como o nascimento de Cristo, mesmo sabendo que é uma grande mentira. Restou, portanto, para o mundo em geral, a necessidade de um ídolo que fosse mais conveniente para manter “o espírito do Natal” , visto que nem todo mundo poderia ser tão “religioso””

    Sim, então a figura simpática, mistica e até simbólica do Papai Noel seria o elemento que independe de religião, afinal no Japão que é majoritariamente xintoísta, budista e até ateu, o Natal faz sucesso com Papai Noel e tudo que é considerado não uma figura religiosa, mas uma figura mágica religiosamente neutra. O nascimento de Cristo é que les não comemoram.

    “Este ídolo teria que servir tanto para o católico menos fervoroso, para o crente ecumênico, como também para um ateu. Pois, o importante é a imagem, os ritos mágicos, e o espírito do Natal”

    Sim.

    “No passado, houve cristãos fiéis que combateram estas festas, como já foi mencionado. Os puritanos, na Inglaterra, proibiram os festejos natalinos em 1644, tendo o mesmo ocorrido na Escócia. Esta proibição conseguiu atingir os territórios puritanos dos EUA, que só comemoraram o Natal cerca de 200 anos depois, em 1836”

    Mas a Cristandade está em crise não? Ela vai de mal a pior.

    “Tinha-se de manter, portanto, um meio de garantir a festa de Natal. Era necessário criar uma imagem que fosse bem aceita pelo público – uma imagem agradável – definitivamente associada à festa de Natal. E o Papai Noel foi criado especialmente para cativar as crianças – criando desse modo um laço de afetividade que dificilmente seria destruído, mesmo quando esta criança, se tornando adulta, soubesse que o Natal é uma grande mentira. E quem hoje, entre os cristãos, aceitaria combater esta festa que, na verdade, é uma abominação? Existe uma grande pressão, que infelizmente influencia o próprio meio evangélico. O Papai Noel, porém, não tinha somente esta finalidade….Se realmente o Senhor Jesus tivesse nascido no dia 25 de dezembro, sem dúvida seria o representante ideal, e não precisaria de uma outra figura. Porém, é o Papai Noel que está em destaque, e não o Senhor Jesus; é o Papai Noel quem move a festa, a quem se atribui a distribuição dos presentes – uma grande mentira – pois, até as crianças sabem de onde vem o dinheiro do presente. Mas, ele é tido como benfeitor e amigo de todos…A sua criação baseia-se nas lendas sobre Nicolau, um suposto santo do séc. III a IV da era cristã, da cidade de Mira, na Ásia Menor”

    É um santo católico, como os evangélicos suportam e toleram sua figura?

    “O Natal, na verdade, é um sincretismo religioso feito nos séculos III e IV d.C., para que pudesse ser passado à posteridade todos os rituais e abominações pagãs. É uma festa pagã, onde o nome do Senhor Jesus foi usado apenas como pretexto, fazendo-O de palhaço e espetáculo para o mundo. Se pensamos que toda aquela simbologia era válida apenas para a época em que os pagãos cultuavam seus deuses, estamos enganados. Se assim fosse , não haveria razão de mantê-las nesta festa”

    “Há uma dupla finalidade na existência do Natal: Além das mensagens inerentes, há um atrativo que chama todo mundo à participar do seu ritual . Assim como a Saturnália foi para os romanos, o Natal é para o mundo – tornando cada participante um cúmplice de sua magia. Foi uma forma que Satanás achou para oferecer a sua ilusória proposta de paz e harmonia, transformando assim o mundo na “Saturnia Tellus”. Por outro lado, suas simbologias, rituais, mensagens ocultas, destinadas aos praticantes dos rituais de ocultismo, bruxaria e feitiçaria são rituais pagãos que sobreviveram até os dias de hoje. As evidências desta verdade, além do que foi mostrado até agora nesse trabalho, são as crescentes publicações de magia, bruxaria, ocultismo, adivinhação, facilmente encontrados em qualquer banca de jornal ou livraria, onde estão também incluídas as simbologias de Natal”

    “Uma das grandes provas da ligação do Natal com rituais de magia, é o chamado “espírito do Natal”, onde o ambiente é modificado pelos enfeites – símbolos de significados ocultos. Juntamente com as músicas, é criado um clima de mistério, e esta sensação atinge qualquer pessoa de qualquer crença, católicos, espíritas, possivelmente budistas, muçulmanos, e até os ateus, criando uma espécie de confraternização. O estranho é que atinge incrédulos e crentes, o que evidencia que esta magia existe e tem grande poder de penetração no mundo”

    “Como o povo de Deus poderia participar desta festa, sabendo de sua ligação com o ocultismo, magia, e feitiçaria? Está evidente a finalidade do Natal como portador de mensagens – não bíblicas – mas mensagens destinadas aos que perecem. Nós é que procuramos cristianizar o Natal. Se o mundo age desta forma, não é de admirar, pois faz o que lhe é próprio. Mas os filhos de Deus que têm a função e a responsabilidade de ser luz do mundo e sal da terra, quando comemoram o natal – sabendo o que ele significa – se fazem pior do que o mundo, pois desvirtuam totalmente a sua função…Não somos iguais ao mundo – apesar de estarmos sujeitos às mesmas paixões e pecados – depois de sermos atingidos pela graça de Deus, na pessoa do Senhor Jesus, temos armas espirituais para não andarmos mais como escravos do pecado do mundo…Como servos de Deus, é necessário que o nosso testemunho seja completo”

    “Quando procuramos fazer a vontade de Deus, cumprindo o mandamento de sermos o sal da terra, a luz do mundo, é inevitável termos atitudes diferentes dos incrédulos . Quando fazemos isto, muitos nos acusam de fanáticos, radicais, extremistas, ou…de não termos amor para com os outros. Não sabendo eles que foi exatamente este o exemplo dado pelo próprio Senhor e pelos Seus discípulos, como Estêvão e Paulo (Marcos 11:15-18; João 2:13-16; Atos 7:2-51; 17:32-33)… não podemos, portanto, nos conformar com este mundo (Romanos 12:2) (IICoríntios 7:1), “visto que a amizade do mundo é inimizade contra Deus “(Tiago 4:4)”

    “A Bíblia nos exorta: “…não sejais participantes com eles; pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (pois o fruto da luz está em toda a bondade, e justiça e verdade), provando o que é agradável ao Senhor; e não vos associeis ás obras infrutuosas das trevas, antes, porém, condenai-as; ” (Efésios 5:7-11) . A mensagem está bem clara: Não devemos nos associar às obras infrutuosas das trevas, e sim condená-las”

    “Não se esconda atrás de desculpas com estas: “O nosso Natal é diferente”- Isto é mentira, pois, além de comemorarmos na mesma data, também adotamos os mesmos costumes dos incrédulos”

    “”Estamos comemorando o nascimento de Jesus”- Outra mentira, pois o Senhor Jesus não nasceu nesse dia, e, o fato de não ser mencionado na Bíblia a data do Seu nascimento, é justamente para evitar a Sua comemoração; Na verdade, quando comemoramos o Natal, estamos comemorando a Mitra, Baal, e outros deuses, que se encarnaram no Papai Noel”

    ” “Santificamos o Natal” – Santificaria o cristão uma mentira, uma farsa?”

    ” “O que vale é a intenção”- Com a intenção ninguém foi salvo. Com a intenção podemos cometer os mais abomináveis crimes.”

    ” “Jesus é o sol da justiça” – Uma das possíveis alegações, é que Deus permitiu que os povos pagãos adorassem os deuses como o deus Sol, porque quando o Senhor Jesus vier, Ele será adorado também como o “sol da justiça”. Não é possível que haja alguém, realmente cristão, com tão absurda desculpa. Prefiro acreditar que Satanás sabendo que Jesus é a luz do mundo, criou falsos deuses como luz e sol, para enganar a muitos, sendo que ele mesmo se faz passar por anjo de luz. (II Cor.11:14)”

    “O que faz com que o cristão participe dessa festa, na verdade, é a pressão, a provação que ele passa”

    “Como foi mencionado antes, o “espírito do Natal” realmente existe, e é uma espécie de magia criada para envolver, enlaçar, prender as pessoas à esta festa.O cristão, diante dos familiares, dos irmãos da igreja, no serviço e na sociedade em geral, onde é comemorado o Natal, sofre realmente uma pressão”

    O espírito do mundo

    “Mas é justamente aí que ele deve dar o verdadeiro testemunho. Quanto mais ele se negar a participar dessas festas pagãs e abomináveis, mais vai se distinguir do mundo, sendo luz e sal da terra, brilhando mais diante das trevas, e exalando o bom perfume de Cristo”

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 20 de dezembro de 2013 at 20:41

    A História do paganismo, da idolatria e do natal

    NATAL: A HISTORIA QUE NÃO FOI CONTADA!

    http://exegeseoriginal.blogspot.com.br/2011/02/historia-do-paganismo-da-idolatria-e-do.html

    Curtir

  • karla  On 21 de dezembro de 2013 at 0:22

    é mais infelizmente muitos acham que Deus recebe adoração de qualquer jeito e não querem aceitar o ensino salutar.
    observe o que Paulo falou a timóteo:
    (2timoteo 4:3 ao 5) Pois haverá um período de tempo em que não suportarão o ensino salutar, porém, de acordo com os seus próprios desejos, acumularão para si instrutores para lhes fazerem cócegas nos ouvidos; 4 e desviarão os seus ouvidos da verdade, ao passo que serão desviados para histórias falsas. 5 Tu, porém, mantém os teus sentidos em todas as coisas, sofre o mal, faze [a] obra dum evangelizador, efetua plenamente o teu ministério.

    jeová é o mesmo Deus ele não muda ele deseja que abandonemos as crenças que não é ensinada por ele..paganismo que não honram a Deus! que só se baseia em enganação…

    ….. para retirar-se dos sistemas eclesiásticos, injustos, chamados pelo Senhor de “babilônia”, e para ‘sair dela, para não se tornarem participantes nos seus pecados e receberem suas pragas’ (Revelação 18:4)

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 21 de dezembro de 2013 at 15:48

    Seja sábio — Busque “orientação perita”

    http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2012448

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 21 de dezembro de 2013 at 16:54

    A fé é uma muleta emocional?

    http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2012810

    Curtir

  • jocelyn  On 21 de dezembro de 2013 at 22:28

    Felizmente não é.

    Curtir

  • Vinicius Monteiro  On 27 de dezembro de 2013 at 8:21

    O papa novo vem questionando a forma como o Natal é apresentado, como diz a notícia: Papa questiona visão “adocicada” e de “conto de fadas” do Natal

    http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/papa-questiona-visao-adocicada-e-de-conto-de-fadas-do-natal,87993efaeaa23410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

    Curtir

  • EDNA CRISTINA DE JESUS  On 7 de fevereiro de 2014 at 11:07

    NENHUM PADRE DISSE PRA MIM QUE JESUS NASCEU EM DEZEMBRO,E TAMBÉM DISSE DAS FESTAS PAGÃS QUE ERAM COMEMORADAS PELOS MALDITOS PAGÃOS.MAS PARA COMBATER AS FESTAS COLOCARAM COMEMORAÇÕES CRISTÃS,POIS MUITOS RELUTARAM.E NÃO CONDENE A IGREJA CATÓLICA PORQUE ELA NUNCA APOIOU PAGANISMO NENHUM,DEUS SOL,TODAS ESSAS IDIOTICES JÁ ESTUDAMOS.E TODOS NÓS SABEMOS QUE CONSTANTINO SÓ SE CONVERTEU NO FIM DA VIDA.E NÃO FOI ELE QUE CRIOU O CATOLICISMO,MEU QUERIDO!A PALAVRA KATOS=CATÓLICO JÁ ERA USADA PELOS PRIMEIROS CRISTÃOS.LEIA A PATRISTICA E VERÁS QUE A IGREJA CATÓLICA É A MESMA IGREJA PRIMITIVA.ESTE SIMBOLO DA CRUZ QUE CONSTANTINO VIU PODE VISITAR AS CATACUMBAS ROMANAS ONDE OS CRISTÃOS SE ESCONDIAM QUE VC VERÁ NAS VELHAS PINTURAS TODOS ESTES SIMBOLOS:O PEIXE,A SANTACEIA,MARIA,OS APÓSTOLOS,ANJOS,INCLU- SIVE O SIMBOLO QUE ELE VIU,SÉCULOS 2,3 .ISTO DERRUBA TAL FALÁCIA,COMPARE AS DATAS CONSTANTINO NEM EXISTIA NA FACE DA TERRA.

    Curtir

  • EDNA CRISTINA DE JESUS  On 7 de fevereiro de 2014 at 11:49

    APOCALIPSE 17-18 VEJA EZEQUIEL 16:2,7,E 32″Filho do homem,MOSTRA a JERUSALÉM os seus CRIMES ABOMINÁVEIS,eu te fiz multiplicar como a erva dos prados.Creceste,ficaste moça.Teus seios se formaram.Veio te pêlo mas estavas nuas”Tens sido MULHER ADÚLTERA que acolhe os estranhos em lugar do esposo. APOCALIPSE 17-4:A MULHER,vestida de púrpura e escarlate:”ISAIAS 1PROFECIA A RESPEITO DE JERUSALÉM, 18-“Pois bem,Justifiquemos,diz o senhor.Se vossos pecados forem ESCARLATES,torna-se-ão brancos,se forem vermelhos como PÚRPURA,ficaram brancos.21- Como se PROSTITUI a CIDADE fiel,sião,cheia de retidão?a justiça habitava nela,agora os homicidas.APOCALIPSE 17-18 A CIDADE QUE REINA SOBRE REIS DA TERRA:VER LAMENTAÇÕES 1:”Como está abandonada a CIDADE tão povoada,a GRANDE ENTRE AS NAÇÕES.RAINHA das PROVINCIAS,3-JUDÁ partiu p/ o exilio em miseria e dura servidão HABITA ENTRE AS NAÇÕES,sem achar repouso.GRANDES REIS DA TERRA:JOSUÉ 12:7-9” ESTES SÃO OS REIS DA TERRA QUE JOSUÉ derrotou:Rei de jericó,Rei de jerusalém,Rei de jerimot,etc,etc,etc,JERUSALÉM era conhecida como a CIDADE que reina sobre reis da terra,pois,depois da divisão de jerusalém e israel ela ficou sendo o centro do povo.PORTANTO,NÃO É ROMA a quem o apocalipse se refere,nem o PAPA. livro de TOBIAS 14-7 A QUAIS OS CRENTES CHAMAM DE MACUMBA:”TODO O SEU PAÍS DESERTO SERÁ REPOVOADO E A CASA DE DEUS QUE ALI FOI QUEIMADA SERÁ RECONSTRUIDA.REIS DA TERRA SE ALEGRARÃO DE APRESENTAR SUAS HOMENAGENS AO REI DE ISRAEL.(PROFECIA SOBRE JERUSALÉM)

    Curtir

  • EDNA CRISTINA DE JESUS  On 7 de fevereiro de 2014 at 12:03

    CIDADE MANCHADA PELO SANGUE DOS PROFETAS E SANTOS:Ezequiel 33″a todas as PROSTITUTAS se dão presentes mas TU fiseste BRINDE as seus amantes procedeste com larguesa para que TODOS os lados viessem a PROSTITUIR-SE CONTIGO.VER MATEUS 23,32,35,36,37″jerusalém que matas PROFETAS e apedreja os que te são enviados(SANTOS)ver lucas 11,47,48,49,50,51. QUEM É ADORNADA DE PEDRAS PRECIOSAS? EZEQUIEL 16-17 Tomaste as esplêndidas JÓIAS feitas como meu OURO e minha PRATA,JÓIAS que eu te havia doado…………kkkkkkkkkkkk quantas MUTILAÇÕES FIZERAM DESDE A REFORMA………

    Curtir

  • Queruvim  On 7 de fevereiro de 2014 at 12:25

    Edna Cristina comentou com letras grandes:

    NENHUM PADRE DISSE PRA MIM QUE JESUS NASCEU EM DEZEMBRO

    De fato a Enciclopedia Católica em Inglês diz que “a data do nascimento de Cristo é desconhecida”. Além de não dizer que Jesus nasceu em Dezembro, os padres também não deviam cristianizar uma festividade claramente pagã.
    “O Natal não se encontrava entre as primitivas festas da Igreja.” — The Catholic Encyclopedia (Enciclopédia Católica).

    PARA COMBATER AS FESTAS COLOCARAM COMEMORAÇÕES CRISTÃS,POIS MUITOS RELUTARAM

    Combater? Será que você combate a magia negra acendendo velas pretas da mesma forma que eles? Será que combatemos movimento igual ao Black block por sair nas ruas vestidos iguais a eles e usando os mesmos apetrechos que eles? E, por promover tais mitos, como Papai Noel, infelizmente muitos promovem falsidades. Isso não honra a Jesus, que ensinou que Deus tem de ser adorado com verdade. (João 4:23, 24)

    Minha sugestão é que releia o artigo acima com citações de enciclopedistas, cuja profissão era estudar dia e noite estes assuntos e muitos deles sequer religiosos são…ou seja fontes neutras. Não as ignore como sendo “opinião de uma religião” pois devemos fazer uma avaliação com a mente e deixar o coração de lado, assim como diz Jeremias 17:9… “o coração é enganoso”

    Curtir

  • Vinicius Monteiro  On 7 de fevereiro de 2014 at 12:58

    Por isso que o nome da igreja é Igreja Católica Apostólica Romana, ela tem até nacionalidade.
    Incrível a semelhança do natal com as festas pagãs. A propósito a missa do galo é feita quando? E porque que tem esse nome?

    “MAS PARA COMBATER AS FESTAS COLOCARAM COMEMORAÇÕES CRISTÃS,POIS MUITOS RELUTARAM.”

    Quer dizer que para combater o paganismo, inventaram que Jesus nasceu dia 25 de dezembro? Deus sempre exigiu que seu povo fosse diferente, isso que combate o paganismo e não o contrário. Isso só faz ter uma mistura de ideias.

    E TODOS NÓS SABEMOS QUE CONSTANTINO SÓ SE CONVERTEU NO FIM DA VIDA

    Não, Constantino se converteu em 312 depois de ganhar uma guerra, apesar de que ele nunca foi genuinamente cristão, ele adorava tudo quanto é deus. Ele morreu em 337

    A PALAVRA KATOS=CATÓLICO JÁ ERA USADA PELOS PRIMEIROS CRISTÃOS.

    Não, alguns historiadores sugerem que era assim, o que não prova nada, pois é somente uma palavra.

    Você defende ferozmente a igreja católica, mas, ela possui muitas doutrinas antibíblicas, como por exemplo, que os padres podem perdoar os pecados, a trindade, orações através dos santos.

    Curtir

  • Saga  On 7 de fevereiro de 2014 at 18:24

    Edna

    “EDNA CRISTINA DE JESUS Em 7 de fevereiro de 2014 às 11:07
    E NÃO CONDENE A IGREJA CATÓLICA PORQUE ELA NUNCA APOIOU PAGANISMO NENHUM,”

    Só as doutrinas e costumem pagãos.

    “E NÃO FOI ELE QUE CRIOU O CATOLICISMO,MEU QUERIDO!”

    Nós TJs não falamos de Constantino aqui, foi feita uma citação de um link escrito por pessoas de outra religião, que eles sim citaram Constantino.

    De todo jeito, foi a partir de Constantino (imperador romano) que a igreja de Roma adquiriu seu prestigio e influência, também a partir dele que começa a ter das indumentárias e costumes que conhecemos, os feriados, dogmas, etc etc. Os itens que diferenciam a atual ICAR de outras denominações professamente cristãs tomam forma a partir de Constantino.

    “LEIA A PATRISTICA E VERÁS QUE A IGREJA CATÓLICA É A MESMA IGREJA PRIMITIVA”

    Leia a Patrística e verás que costumes e doutrinas da Igreja do segundo século não tinham a ver com a atual, Pergunta se Justino cria na Trindade. Se Irineu comemorava Natal, se Jerônimo aceitava os “deuterocanônicos”.

    Queruvim Em 7 de fevereiro de 2014 às 12:25
    De fato a Enciclopédia Católica em Inglês diz que “a data do nascimento de Cristo é desconhecida”. Além de não dizer que Jesus nasceu em Dezembro, os padres também não deviam cristianizar uma festividade claramente pagã.
    “O Natal não se encontrava entre as primitivas festas da Igreja.” — The Catholic Encyclopedia

    “EDNA CRISTINA DE JESUS Em 7 de fevereiro de 2014 às 11:49
    APOCALIPSE 17-18 VEJA EZEQUIEL 16:2,7,E 32″Filho do homem,MOSTRA a JERUSALÉM os seus CRIMES ABOMINÁVEIS,eu te fiz multiplicar como a erva dos prados.Creceste,ficaste moça.Teus seios se formaram.Veio te pêlo mas estavas nuas”Tens sido MULHER ADÚLTERA que acolhe os estranhos em lugar do esposo. APOCALIPSE 17-4:A MULHER,vestida de púrpura e escarlate:”ISAIAS 1PROFECIA A RESPEITO DE JERUSALÉM, 18-”Pois bem,Justifiquemos,diz o senhor.Se vossos pecados forem ESCARLATES,torna-se-ão brancos,se forem vermelhos como PÚRPURA,ficaram brancos.21- Como se PROSTITUI a CIDADE fiel,sião,cheia de retidão?a justiça habitava nela,agora os homicidas.APOCALIPSE 17-18 A CIDADE QUE REINA SOBRE REIS DA TERRA:VER LAMENTAÇÕES 1:”Como está abandonada a CIDADE tão povoada,a GRANDE ENTRE AS NAÇÕES.RAINHA das PROVINCIAS,3-JUDÁ partiu p/ o exilio em miseria e dura servidão HABITA ENTRE AS NAÇÕES,sem achar repouso.GRANDES REIS DA TERRA:JOSUÉ 12:7-9″ ESTES SÃO OS REIS DA TERRA QUE JOSUÉ derrotou:Rei de jericó,Rei de jerusalém,Rei de jerimot,etc,etc,etc,JERUSALÉM era conhecida como a CIDADE que reina sobre reis da terra,pois,depois da divisão de jerusalém e israel ela ficou sendo o centro do povo.PORTANTO,NÃO É ROMA a quem o apocalipse se refere,nem o PAPA. livro de TOBIAS 14-7 A QUAIS OS CRENTES CHAMAM DE MACUMBA:”TODO O SEU PAÍS DESERTO SERÁ REPOVOADO E A CASA DE DEUS QUE ALI FOI QUEIMADA SERÁ RECONSTRUIDA.REIS DA TERRA SE ALEGRARÃO DE APRESENTAR SUAS HOMENAGENS AO REI DE ISRAEL.(PROFECIA SOBRE JERUSALÉM) […] CIDADE MANCHADA PELO SANGUE DOS PROFETAS E SANTOS:Ezequiel 33″a todas as PROSTITUTAS se dão presentes mas TU fiseste BRINDE as seus amantes procedeste com larguesa para que TODOS os lados viessem a PROSTITUIR-SE CONTIGO.VER MATEUS 23,32,35,36,37″jerusalém que matas PROFETAS e apedreja os que te são enviados(SANTOS)ver lucas 11,47,48,49,50,51. QUEM É ADORNADA DE PEDRAS PRECIOSAS? EZEQUIEL 16-17 Tomaste as esplêndidas JÓIAS feitas como meu OURO e minha PRATA,JÓIAS que eu te havia doado…………kkkkkkkkkkkk quantas MUTILAÇÕES FIZERAM DESDE A REFORMA”

    Alguém entendeu qual a desse monte de textos? Ela não explicou, de toda forma a Jerusalém infiel é uma ótimo modelo para usar para representar a Cristandade infiel, e até mesmo os próprios teólogos católicos apoiariam tomar Jerusalém no Antigo Testamento como simbolo da Igreja.

    Curtir

  • Saga  On 8 de fevereiro de 2014 at 1:38

    Sobre Edna Cristina,

    Falou falou e não disse nada. um resumo :
    – Minha Igreja é mais antiga, isso a torna a verdadeira [?]
    – O termo católico é usado a muito tempo, então o catolicismo é verdadeiro [?]
    – Leiam as obras patrísticas que verão que a Igreja Católica nunca mudou
    – Constantino não fundou a ICAR
    – Os protestantes mutilam a Bíblia [?] para falar mal dos católicos
    – A Bíblia identifica Jerusalém em tons negativos, então Jerusalém seria a Grande Babilônia do livro de Apocalipse, assim ficando provando que a Igreja Papal Romana é aprovada por Deus [?]
    – A Igreja fez certo ao trocar os nomes dos feriados pagãos para feriados católicos
    – Apesar disso não existe relação nenhuma da Igreja de Roma com o paganismo (por mais que use os mesmos termos, mesmos rituais. mesmos símbolos, mesmas práticas, mesmas festividades, mesmo estilo de adoração, mesmas superstições, mesma filosofia e tenham doutrinas em comum.)

    Acho que seria isso, mas vejam que são mais autopropaganda do que comprovações do que se diz, é dito: “Minha religião é única verdadeira por causa que eu estou dizendo com certeza de que ela é a única verdadeira e ela se diz verdadeira e sempre se disse verdadeira no passado desde a antiguidade conforme se pode ver acompanhando a tradição que minha religião diz que é a verdadeira”`. que não apenas são falácias, mas argumento CIRCULAR, onde a premissa já tem a conclusão e vice-versa e assim nunca se sai do lugar.

    Em síntese ela disse que o Natal é legitimamente cristão, porque a Igreja dela disse que é e ponto final.

    Aí no fim disse que o texto apocalíptico da Babilônia a grande e as palavras duras dos antigos profetas contra a infiel Jerusalém, não podem ser aplicados a Igreja Romana, porque não! Ela não quer que seja :”isso é calunia dos malditos protestantes!”

    Curtir

  • Jeosadá  On 8 de fevereiro de 2014 at 5:32

    Olá!
    Bem, se nota neste comentário é que “EDNA” afirma que a ‘Meretriz’ de Apocalipse “NÃO É ROMA” e “NEM O PAPA”, e sim “Jerusalém”[1].
    Então façamos algumas considerações [2]:
    Antes de tudo, é preciso deixar claro que a Bíblia é a autoridade máxima neste assunto. (2 Timóteo 3:16)
    E é necessário que fique claro a harmonia Bíblica como um todo [3]. Se uma doutrina se base na bíblia, ela deve estar em harmonia com ‘toda a escritura’.
    Se você fizer uma análise mais detalhada de Apocalipse 17-18 e comparar com o livro de Jeremias, irá perceber que (Mesmo que “Babilônia” em Apocalipse fosse uma nação literal) a antiga nação BABILONICA se encaixa meticulosamente as descrições feitas ali (isto é, em Apocalipse).

    COMPARE:
    Apocalipse 16:12: “E o sexto derramou a sua tigela sobre o grande rio Eufrates, e a sua água se secou, para que se preparasse o caminho para os reis do nascente do sol.”
    COM
    Jeremias 50:38: “Há uma devastação sobre as suas águas e elas terão de secar-se. Pois é uma terra de imagens entalhadas, e por causa das [suas] visões aterradoras continuam a agir como doidos.”
    Jeremias 51:36, 37: “Portanto, assim disse Jeová: “Eis que pleiteio a tua causa e certamente tomarei vingança por ti. E vou drenar-lhe o mar e vou secar-lhe os poços.  E Babilônia terá de tornar-se em montões de pedras, guarida de chacais, um assombro e objeto de assobio, sem habitante.”
    —————————————————
    Apocalipse 18:4: “ E ouvi outra voz saída do céu dizer: “Saí dela, povo meu…”
    COM
    Jeremias 51:6-13: “Fugi do meio de Babilônia e ponde cada um a sua própria alma a salvo.”
    —————————————————-
    Apocalipse 17:4: “(…) e tinha na sua mão um copo de ouro cheio de coisas repugnantes e das coisas impuras da sua fornicação.”
    COM
    Jeremias 51:7: “Babilônia tem sido um copo de ouro na mão de Jeová, embriagando toda a terra. As nações beberam do seu vinho.”
    ————————————————————–
    Apocalipse 18:5: “ Pois os pecados dela acumularam-se até o céu, e Deus se lembrou dos atos injustos dela.”
    COM
    Jeremias 51:9: “Porque o julgamento dela atingiu até os céus e foi elevado até o céu nublado.”
    ———————————————
    Apocalipse 12:14: “Todo um estoque de ouro, e de prata, e de pedra preciosa, e de pérolas, e de linho fino, e de púrpura, e de seda, e de escarlate; e tudo em [matéria de] madeira fragrante, e toda sorte de objeto de marfim, e toda sorte de objeto feito da madeira mais preciosa, e de cobre, e de ferro, e de mármore;  também canela, e especiaria indiana, e incenso, e óleo perfumado, e olíbano, e vinho, e azeite de oliveira, e flor de farinha, e trigo, e gado, e ovelhas, e cavalos, e carros, e escravos, e almas humanas.  Sim, o fruto excelente que a tua alma desejou afastou-se de ti, e todas as coisas delicadas e as coisas suntuosas pereceram de ti, e nunca mais as acharão.”
    COMPARE
    Jeremias 51:13
    “Ó mulher que resides sobre águas abundantes, abundante em tesouros, chegou o teu fim, a medida de produzires o teu lucro.”
    —————————————————–
    Apocalipse 17:18
    “E a mulher que viste significa a grande cidade que tem um reino sobre os reis da terra.”
    COMPARE:
    Isaias 47:5: “Senta-te silenciosa e entra na escuridão, ó filha dos caldeus; pois não mais terás a experiência de pessoas te chamarem de Senhora de Reinos.”
    —————————————
    Não faz sentido afirmar que a “Babilonia” de Apocalipse se refere a literal “Jerusalém” descrita em Ezequiel, Jeremias e Isaias.
    O livro de Apocalipse é altamente simbolico. (Apocalipse 1:1 ‘apresentou por intermédio dele em sinais’). Mas mesmo que haja uma aplicação literal, tal argumento ainda assim é falho.
    Apocalipse 14:1:”E eu vi, e eis o Cordeiro em pé no monte Sião…” (O monte Sião fica em Jerusalém. O Cordeiro não ficaria de pé na Meretriz…)

    É certo que, dado ao envolvimento de Jerusalém com praticas demoniacas, ela havia se prostituido. E como Jerusalém tinha origem Cananéia ela tinha uma origem prostituida. (Ezequiel 16:3,8)
    Porém, note que essa condição prostituida de Jerusalém descrita em Ezequiel 16:15-34 foi um desvio de sua condição espiritualmente sadia.
    Antes, ela devia fazer um RETORNO a sua anterior condição aprovada porDeus.

    * E note que Israel seria HUMILHADO, e não DESTRUIDO.
    Veja que Deus disse que iria estabelecer um novo pacto com Israel (Não houve condicionante. Tal pacto iria ocorrer independente do comportamento de Israel).

    * Ao passo que ‘Jerusalém’ seria envergonhada, desolada e após ser humilhada seria restabelecida (Ezequiel 16:41-43), “Babilonia a Grande” será lançada para baixo, e ela nunca mais será achada.(Apoc. 18:21)
    * Ao passo que em Isaias 1:18 se diz: “Vinde, pois, e resolvamos as questões entre nós” com relação a Jerusalém, é dito que se ‘Saia’ de “Babilonia, a grande” de Apocalipse 18:4 diz: ““Saí dela, povo meu.”
    * Se Jerusalém era esplendida com Joias foi porque Deus fez assim. (Ezequiel 16:8-14). Diferente de “Babilônia, a Grande”, enriquecida pelos comerciantes viajantes (Apoc. 18:11).

    Se formos fazer um resumo de Ezequiel 16 veremos que jamais poderemos identificar ‘Jerusalém’ com “Babilônia, a grande”.
    VEJA:
    Ezequiel 16:59-62
    Porém, a condenação relatada em Isaias 47 contra ‘Babilônia’ se encaixa perfeitamente com a “Babilônia, a Grande” descrita em Apocalipse 17,18.
    _______________________________________
    Porém, as profecias com relação a Babilônia se cumpriram: “e nunca mais se morará nela, nem residirá ela de geração em geração.” (Jeremias 50:39)

    E as palavras de condenação de Jesus contra Jerusalém foram cumpridas no ano 70, quando os romanos a destruíram: “Eis que a vossa casa vos fica abandonada.” (Mateus 23:38) Veja Lucas 19:43,44.
    Por isso, fica claro que “Babilônia, a Grande” NÃO é Jerusalém.

    Então o que é?
    Alguns identificaram esta meretriz simbólica com a antiga Roma. Mas, Roma era uma potência política. Esta meretriz comete fornicação com os reis da Terra, evidentemente incluindo os reis de Roma. Além disso, depois da destruição dela, “os reis da terra” são mencionados como lamentando o desaparecimento dela. Portanto, ela não pode ser uma potência política. (Revelação 18:9, 10) Além disso, visto que também é lamentada pelos comerciantes do mundo, ela não pode representar o alto comércio. (Revelação 18:15, 16) Lemos, porém, que ‘todas as nações foram desencaminhadas pelas práticas espíritas dela’. (Revelação 18:23) Isto torna claro que a grande meretriz deve ser uma entidade religiosa, mundial.
    Sim, o Babilônia é o Império Mundial da Religião Falsa. Nela se inclui todas as religiões que tem praticas e ensinos Babilônicos como “IMORTALIDADE DA ALMA”- (Eze. 18:4), “TRINDADE” – (Deut. 6:4), INFERNO (Rom. 6:20)

    Indicando a origem não-cristã de muitas das doutrinas, das cerimônias e das práticas da cristandade apóstata, o cardeal católico romano John
    Henry Newman, do século 19, escreveu no seu Essay on the Development of Christian Doctrine (Ensaio sobre o Desenvolvimento da Doutrina Cristã):
    “O emprego de templos, e estes dedicados a certos santos, e enfeitados em ocasiões com ramos de árvores; incenso, lâmpadas e velas; ofertas votivas ao restabelecer-se de doenças; água benta; asilos; dias santos e estações, uso de calendários, procissões, bênçãos dos campos, vestimentas sacerdotais, a tonsura, a aliança nos casamentos, o virar-se para o Oriente, imagens numa data ulterior, talvez o cantochão e o Kyrie Eleison [o canto “Senhor, Tende Piedade”], são todos de origem pagã e Santificados pela sua adoção na Igreja.” “Jeová, o Todo-poderoso”, em vez de santificar tal idolatria, admoesta os cristãos: “Saí do meio deles e separai-vos, . . . e cessai de tocar em coisa impura.” — 2 Coríntios 6:14-18.

    PORTANTO, SE SUA RELIGIÃO PRATICA TAIS COISAS CONDENADAS, SIGA O CONSELHO DE APOCALIPSE 18:4: “Saí dela, povo meu.”

    “livro de TOBIAS 14-7”
    O livro de Tobias não faz parte do Canon Bíblico.[4] Isso é confirmado até mesmo por Jerônimo, um proeminente tradutor bíblico católico. Os motivos de não fazer parte do Canon bíblico (além dos já citados) se deve a presença de superstição [5] e do erro encontrados na narrativa.
    Entre as inexatidões encontradas nela está a seguinte: O relato diz que Tobias, na sua juventude, viu a revolta das tribos setentrionais, que ocorreu em 997 AEC, após a morte de Salomão (Tobias 1:4, 5, BJ), também, que ele foi posteriormente deportado para Nínive, junto com a tribo de Naftali, em 740 AEC. (Tobias 1:11-13, CBC, So) Isto significaria que ele viveu por mais de 257 anos. No entanto, Tobias 14:1-3 (CBC) diz que ele tinha 102 anos de idade quando morreu.

    “quantas MUTILAÇÕES FIZERAM DESDE A REFORMA…”
    É verdade, muitas coisas que Lutero, o pai da reforma, condenava na Igreja Católica se tornou pratica comum nos vários ramos do protestantismo. A Teologia da Prosperidade, o abuso e mal uso do dinheiro, a estorção de dinheiro por parte de pastores evangélicos, o uso da política como uma meio de promoção dos interesses, o abuso de poder da parte dos lideres evangélicos contra os fiéis, o apoio e participação de guerras e odio etnico[A] incluido a crescente onda de pedofilia no meio evangélico. Tal pratica tem se contrastado com as condenações feitas por Lutero. Realmente, a reforma protestante não trouxe muitos resultados duradouros. [x]
    Porém tenha em mente que as Testemunhas de Jeová NÃO SÃO PROTESTANTES E NEM EVANGÉLICOS. Elas não migraram de um grupo Católico e nem de um ramo Protestante. O que ocorreu foi que no final do século 19 um grupo de estudantes da bíblia começaram um estudo meticuloso da Bíblia[y] e apartir dai formaram uma Doutrina. Eles passaram a se reunir regularmente e divulgar ensinos bíblicos a outros. Esse método é seguido até hoje.
    Não somos nenhuma seita da ‘cristandade’. Antes, somos a RESTAURAÇÃO do Cristianismo primitivo [z].
    ———————————————————

    NOTAS:
    [1]: {Não foi explicitado qual ‘Jerusalém’, sé a atual ou a antiga. Como a condenação feita contra Jerusalém descrita em Jeremias e Ezequial foi cumprida em 607 A.C., e a condenação feita por Jesus em Lucas 21:20-24 foi cumprida no ano 70 e Apocalipse foi escrito aproximadamente no ano 98, temos um caso de Anacronismo.}
    [2]: {Edna, se você for responder este comentario, procure deixar mais claros os seus argumentos e tente organizar melhor seu comentario. Dê o espaço necessario às frases e tente resumir os textos. Vai ficar melhor de ler e entender…}
    [3]: {Note a frase “Toda escritura” em 2 Timotéo 3:16.}
    [4]: {O cardeal dominicano Cajetan, o mais destacado teólogo católico do seu tempo (1469-1534 EC) e chamado por Clemente VII de “lâmpada da Igreja”, também discriminou os livros do verdadeiro cânon hebraico das obras apócrifas, apelando para os escritos de Jerônimo como autoridade.}
    [5]: {Veja: 1 Timóteo 4:7}
    [A]: {Como ocorrido na Alemanha Nazista e em Ruanda.}
    [x]: {Porém, o maior bem realizado pela Reforma foi, sem dúvida, que ela colocou a Bíblia ao alcance do povo na sua própria língua. Pela primeira vez, as pessoas tinham diante de si a inteira Palavra de Deus para ler, podendo assim ser nutridas espiritualmente.}
    [y]: {Existia um metódo de estudo biblico. A biblia era estudada por temas tais como trindade, alma e inferno. Eles deixavam que a biblia interpretassem a própria Biblia.}
    [z]: {Isso fica claro ao se comparar Doutrina TJ com a Biblia.}

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s