A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimos Dias e seu livro confuso


Para saber qual a opinião OFICIAL  das Testemunhas de Jeová a respeito dos Mórmons clique aqui: MORMONISMO- Restauração de todas as coisas?

Visto que a esta página defende a Bíblia Sagrada, tive por objetivo pesquisar mais detalhadamente o livro de Mórmon e a afirmação deles de que tal livro é uma revelação de Deus e consequentemente “inspirado por Deus”.

Para enfatizar isso, a liderança da Igreja Mórmon disse:

“Se Joseph Smith foi um impostor que tentou deliberadamente induzir o povo ao erro, ele deve ser desmascarado, refutadas as suas asseverações e provada a falsidade de suas doutrinas, pois é impossível fazer que as doutrinas de um impostor concordem em todos os pormenores com a verdade divina. Se suas afirmativas e declarações fossem baseada na fraude e na impostura, apareceriam muitos erros e contradições, fáceis de averiguar. As doutrinas dos falsos mestres não resistem à prova quando confrontadas com os padrões de medida comprovados, as Escrituras”. (Doutrinas de Salvação Vol. I, Joseph F. Smith, pág. 204)

Alguns tem mencionado sua descrença no livro de Mórmon. Podemos citar um exemplo claro do por que desta crescente descrença, o anacronismo dos relatos do livro de Mórmon. Um “anacronismo” é algo que não se encaixa no tempo para o qual é reivindicado. Por exemplo, um conto do Rei Henrique VIII assistindo televisão seria anacrônico (período de tempo errado).

Um exemplo é a citação no livro de Néfi onde se menciona o batismo sendo ensinado por Néfi cerca de 550 anos antes de Cristo. Algo que não se harmoniza com a Bíblia. De acordo com o “Novo Testamento” a primeira menção de “batismo” foi feita somente no tempo de João Batista. (Estudo Perspicaz das Escrituras Tópico Batismo)  O Livro de Mórmon diz que aqui nas América mais de 140  anos antes de Cristo todos que eram batizados passavam a pertencer a Igreja de Cristo: “[…]E aconteceu que todos os que eram batizados pelo poder e autoridade de Deus eram somados a sua Igreja.” (Mosiah 18:17)

Cavalos são mencionados 14 vezes no livro de Mórmon, e é mencionado como parte integral das culturas narradas no livro. ( Alma 18:9, Alma 18:12, Alma 20:6, 3 Nephi 3:22) Contudo, não há nenhuma evidência de que os cavalos existiam no continente americano durante os anos da história do Livro de Mórmon (2500 a.C-400 dC). Cavalos surgiram nas Américas somente quando os espanhóis os trouxeram da Europa. Eles foram levados para o Caribe por Cristóvão Colombo em 1493 e para o continente americano por Cortés em 1519. (FONTE)

Na tentativa de se defenderem destas incoerências, muitos estudiosos e membros da Igreja Mórmon recorreram ao argumento de que há evidências de “leões na palestina” muito embora críticos tenham argumentado durante muito tempo a ausência de prova de que existiram leões ali. Segundo eles, a Bíblia menciona que Sansão matou um leão naquele território, mas nem sempre se achou respaldo na ciência para se comprovar isso. De fato, recentemente em 1988 arqueólogos encontraram carcaças de leões na região conhecida hoje como “palestina”. O que estes apologistas mórmons não deviam fazer, é comparar a Bíblia com o livro de Mórmon, uma vez que a Bíblia sempre acaba derrubando as teorias dos críticos. O livro de Mórmon faz o oposto. Continua sem apresentar evidências de que é realmente autêntico em suas narrativas.

O Livro de Mórmon tem sido frequentemente acusado de conter numerosos anacronismos. As seis categorias são: (1) fauna (animais), (2) flora (plantas/vegetação) e têxtil (seda e linho), (3) guerra (4); metais; (5) o cristianismo pré-cristão, e (6) bússola, moedas e outros itens diversos. (Antonio Carlos Popinhaki em O LIVRO DE MÓRMON E A CAÇA AOS ELEFANTES – ANACRONISMOS)
A autenticidade do Livro de Mórmon é contestada pela quase totalidade dos arqueólogos, etnólogos, linguistas e historiadores. Não há evidências arqueológicas, tais como moedas nefitas, ossadas humanas, ossadas de cavalos, couraças, espadas, escudos, artefatos, etc.. também nenhuma prova arqueológica que comprovam a existência das grandes cidades citadas no Livro de Mórmon.

Se o problema do livro se limitasse apenas aos casos evidentes de anacronismos , mas a lista de incoerências não para. Gostaria de saber como é que os Mórmons lidam com isso. Nos ultimos 4 anos fui visitado por eles umas 4 vezes. Sempre andando aos pares, tive a oportunidade de fazer algumas perguntas. Em dois casos, houve uma irritação evidente por parte dos que lideravam a dupla, se é que existe isso, e lembro-me de ver dois deles me perguntando sobre minhas motivações ao fazer as indagações. Todavia, não deram respostas as indagações. Lamento muito que nunca mais voltaram para considerar os assuntos e a problematica colocada  diante deles. Eis algumas delas:

Anjos possuem “carne e  ossos” ? 

São inúmeras as afirmações do Livro de Mórmon que contradizem a Bíblia sagrada. Por exemplo na lista de verbetes, no final do livro, no subtópico “anjos” (pág. 18) “Há anjos com corpo de carne e ossos”. Como pode ser , se na Bíblia Paulo escreveu sob inspiração que “carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus”? (1 cor. 15:50)

O Éden era nos Estados Unidos? 

No final do livro de Mórmon na Lista de verbetes na página 63 dos verbetes , vá em Éden e observe a afirmação que se faz ali. Lemos ali que o Éden “se localizava onde agora é o continente americano”. Como pode ser assim se em Gênesis o Éden é mencionado como estando perto do Rio Tigre e Eufrates na Mesopotâmia? Gênesis 2:10-14.

Declarações equivocadas no livro de Mórmon

O 4º livro de Néfi 1:18 diz que 110 anos após Cristo “não havia contendas em toda a Terra”. uma informação que entra em conflito com as palavras do historiador Judeu Flávio Josefo que nos conta que no ano 70  “cerca de 1.100.000 judeus foram mortos e 100 mil foram levados cativos” (Gerras Judaicas de Flávio Josefo) De fato, foram várias as revoltas e em nítido contraste com as declarações do Livro de Mórmon, que diz em 4º Néfi que “não havia nem disputas nem tumultos…em toda a terra” (veja  4º Néfi cap 1:15,16 e 18 )

E D&C 132:27 diz que o pecado contra o espírito santo é o assassinato. Isto contradiz a Bíblia que diz que Paulo, Davi, Moisés cometeram assassinato mas foram perdoados por Deus por terem se arrependido sinceramente. 

Doutrinas & Conventos 130:22 diz que “O Pai tem um corpo de carne e ossos tão tangível como o do homem”  

A Bíblia Sagrada diz que “Carne e Sangue não podem herdar o Reino de Deus” (1 Cor 15:50) diz também que “Deus é espírito” (João 4:24) Ademais em Lucas 24:39 lemos que “um espírito não tem carne e ossos

Porém Néfí, que de acordo com o livro de Mórmon viveu em Jerusalém cerca de 600 aC, quando os Judeus vivem sobre a lei,  já menciona a existência de uma igreja (esse termo “igreja”, apenas foi conhecido pelos Judeus e gentios durante o ministério de Cristo) Observe o que se diz : “E supondo ele que eu me referisse aos irmãos da igreja e que eu verdadeiramente fosse Labão, a quem eu havia matado, seguiu-me.” (1 Néfi 4:26)

A igreja Mórmon diz que aproximadamente 76 aC. (antes de Cristo), os povos aqui na América segundo o Livro de Mórmon, já eram chamados de Cristãos sem sequer Cristo ter nascido:  “…todos aqueles que eram verdadeiros crentes em Cristo tomaram sobre eles, de bom grado, o nome de Cristo, ou cristãos, como eram chamados, por causa de sua fé em Cristo que haveria de vir.”(Alma 46:15) Foi somente muitos anos depois da ascensão de Cristo que o termo “Cristãos” passou a ser usado. Lemos em Atos 11:26:

” e, depois de o achar, trouxe-o a Antioquia. Aconteceu assim que por um ano inteiro se ajuntaram com eles na congregação e ensinaram uma considerável multidão, e foi primeiro em Antioquia que os discípulos, por providência divina, foram chamados cristãos.”

 

  • O Livro de Mórmon fala de vastos povoamentos no continente norte-americano. Helamã 3:8 escreve: “E sucedeu que se multiplicaram e se espalharam de forma tal que começou a ser povoada toda a face da terra.” De acordo com Mórmon 1:7, a terra “se achava coberta com edifícios”. Questiona-se, então, onde estão os vestígios dessas civilizações florescentes, tais como os artefatos dos nefitas, suas moedas de ouro, espadas, escudos e armaduras. — Alma 11:4; 43:18-20. A Bíblia por exemplo, nos dá os locais exatos dos fatos relatadostanto nas Escrituras hebraicas como também nas Escrituras Gregas ou o chamado “Novo Testamento” e podemos encontrar provas arqueológicas evidentes.

Negros são amaldiçoados?

Segundo o Livro de Mórmon os negros diferentes dos brancos que são “agradáveis e formosos e atraentes” são “amaldiçoados” (2 Néfi 5:21) 

A Bíblia,  por outro lado revela que a 2000 anos atras Pedro sob inspiração disse que “Deus não é parcial, [em grego: literalmente “não toma faces” ] mas em cada nação aquele que o teme e pratica a justiça lhe é aceitável” (Atos10:34) 

 

Assista o vídeo que demonstra a verdade CLARA A RESPEITO DOS MÓRMONS

Este artigo será ampliado em breve!

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Nilson Rocha  On 10 out 2013 at 16:43

    Tai,a muito tempo eu queria uma matéria sobre esse assunto..mas queria uma com uma analise e refutação dos argumentos mórmons( O que talvez não seja tão dificil rs rs rs)
    Faça ai Queruvim para nós!

    Curtir

    • Saga  On 10 out 2013 at 17:33

      Não sei se é tão fácil, já que estamos falando de pessoas que seguem uma logicá própria e se guiam pela emoção, não pela razão. O pensamento é tão centrado em sua própria cosmovisão que é diferente de ser conciliado com raciocínios de pessoas de fora.

      O que eu acho interessante no caso mórmon é que as doutrinas fogem do próprio livro de Mórmon que deveria ser a base de sua doutrina: eles não acreditam na Trindade, certo? Mas o livro de Mórmon fala em Trindade, eles distinguem o Pai do Filho? Mas em várias passagens o livro identifica Jesus com o Pai.

      Eles creem que Deus é um ser de carne? Mas o livro não ensina assim.

      Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 10 out 2013 at 17:49

    A Bíblia vs. o Livro de Mórmon

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 10 out 2013 at 18:27

    O LIVRO DE MÓRMON X JOSEPH SMITH JR. E A DOUTRINA MÓRMON

    http://sobreomormonismo.blogspot.com.br/2013/09/o-livro-de-mormon-x-joseph-smith-jr-e.html

    Curtir

  • Jeosadá  On 10 out 2013 at 23:27

    Pessoal, é só ler Galatas 1:8 pra os mormons que essa estorinha de Livro dos mormons dada por anjos a Joseph Smith vai por agua a baixo. Eles tem de escolher: ou a biblia ou o livro dos mormons.

    E como os catolicos que acreditam que a biblia por si só não é suficiente para entender o cristianismo. Tem que estudar todos os santos padres da igreja para ter conhecimento de Deus.

    Curtir

  • Maria  On 11 out 2013 at 6:11

    Realmente, é triste ver que há algumas pessoas na congregação mórmon que desconhecem a organização que integram. Tenho uma colega com curso universitário que é mórmon (batizada) mas ela diz que não o é porque a igreja dela chama-se Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. E que a igreja mórmon é aquela que seguiu o filho de Joseph Smith após a morte deste. Como se não houvesse uma série de igrejas mórmons dissidentes!

    Curtir

  • nander  On 11 out 2013 at 15:14

    posso ser sincero, eu tenho e ja li o livro de mormon e sobre animais como elefantes ou leao ,na america ja foram encontrados fosseis de mastodontes e leões, num grande pixe ,na verdade muitos animais ja houveram aki, eu so nao aceito o livro de mormon por ter uma TEOLOGIA diferente do da biblia como por exemplo afirmar claramente que toda alma é imortal em quanto a biblia ensina que uma alma morre, questão de Sexo no céu, a identidade de Elohim etc ..

    Eu penso ate sim que o Eden poderia ser nos EUA ou na EUROPA quaquer canto afinal , depois teve um diluviuo e as possiçoes de tudos os continentes mudaram, ate quando noe desceu ele nao desceu no mesmo lugar que estava ele parou numa montanha e dali seus descendentes passaram a dar nomes aos lugares

    Não li nada defendendo tal livro e nem tenho essa intenção mas digo o que penso ,tem um documentario chamado o Livro de mormon x a biblia

    foi feito por EX-menbros da igreja considerados como apostatas por eles que fala abertamente sobre as diferenças da biblia e do livro de mormon abraço

    Curtir

  • Jonatan Almeida  On 12 out 2013 at 0:46

    Além disso acreditam eles que Adão é o próprio arcanjo miguel.

    “Miguel, o arcanjo, é Adão”. (Doutrinas e Convênios 107.54; LM, lista de verbetes, p. 10).

    Sendo que Adão não se tornou um anjo celestial, pelo contrário, ele se tornou pó da terra.(Gen 3:19) Esta é apenas uma das várias contradições.

    Curtir

  • O Protestante  On 12 out 2013 at 9:42

    É como disse o Marco lá na sala de bate papo: É tudo “ficção científica”

    Curtir

  • Maria  On 12 out 2013 at 10:32

    Eu também já li pedaços do livro de Mórmon há quase trinta anos atrás mas o Jesus que lá aparece é um Deus terrível muito amigo de lançar calamidades aos incrédulos, nada a ver com o Jesus bíblico. E Doutrina & Convénios dá um estatuto superior a Joseph Smith como se ele já tivesse sido endeusado.

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 15 out 2013 at 16:24

    É o relato da primeira visão de Joseph Smith confiável?

    http://bereianos.blogspot.com.br/2013/10/e-o-relato-da-primeira-visao-de-joseph.html

    Curtir

  • O Protestante  On 15 out 2013 at 20:51

    Falando nisso, vocês viram que a igreja seita SUD vai “corrigir” as “revelações” do “profeta” Joseph Smith?? Esse povo me faz rir!

    Curtir

  • Queruvim  On 24 out 2013 at 18:47

    Acabei de postar UM VÍDEO SOBRE OS MÓRMONS NO ARTIGO…BOA PESQUISA A TODOS!
    OS VÍDEOS ABAIXO ESTÃO EEM INGLÊS
    In ENGLISH

    Os Arqueólogos NADA SABEM SOBRE AS CIDADES MENCIONADAS NO “LIVRO DE MÓRMOM”

    all these ideos in ONE Todos os vídeos JUNTOS

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 4 fev 2014 at 2:33

    Conheça os Mórmons – Entenda as Crenças e Cultos dos Mórmons

    Curtir

  • Bastos  On 19 jul 2015 at 23:17

    Certo irmão ouviu falar que os mórmons vão para de “pregar”, pensam que não dá resultado, vão investir no site. Mas não é definitivo. Eu só não entendo como as pessoas preferem ouvir citações que professam ser inspiradas e não na Bíblia. Creio que seja por ajuda financeira…

    Curtir

  • PG Almeida  On 20 jul 2015 at 8:14

    Essa informação saiu no mês passado em um site gospel.
    Pelo que já li eles irão é investir em aparelhos eletrônicos para seus jovens que fazem o serviço “missionário”.
    Fizeram um teste e o resultado do ponto de vista deles foi positivo.
    É o mesmo que muitos de nossos irmãos estão fazendo atualmente no mundo inteiro onde consegue-se usar aparelhos eletrônicos (tablets, ipads, smart….)
    O trabalho dos SUD do meu ponto de vista não passa de uma reunião social nos finais de semana.
    E quanto ao site, quem hoje não investiu ou não investir na Internet vai desaparecer..

    Curtir

  • Saga  On 20 jul 2015 at 14:29

    PG Almeida, não entendi como será isso e como foi o teste, é mostrar videos em tabletes e smart?

    Curtir

  • Por Almeida  On 20 jul 2015 at 15:14

    Isso mesmo SAGA, eles na verdade nos copiaram. Só que eles irão disponízar os aparelhos eletrônicos para os “missionários”. Eles estavam meio perdido, pois o sistema deles de clube social está ultrapassado. Eles estão se reinventando.Eles tem menos de 100.000 missionários no mundo. Achava que eles tinham muito mais que isso. Interessante que o corpo governante diminuiu o requisito de horas a cerca de 5 anos e isso aumentou consideravelmente o número de irmãos no tempo integral, e eles vão diminuir agora idade dos jovens pra ingressarem no serviço missionário. Muita coincidência. Rsrsrs

    Curtir

  • Saga  On 20 jul 2015 at 16:50

    Almeida, as TJs, toda TJ é um missionário, de qualquer idade, ja na SUD apenas coloca-se para pregar os jovens de certa faixa etária por um período determinado de tempo, então é natural que mesmo sendo uma igreja mais rica e com número maior de membros tenham menos pregadores.

    A SUD prega por certo tempo, com jovens pregadores de certa idade em certos locais predeterminados. As TJ pregam todo o tempo, com pregadores de todas faixas etárias em todos os locais.

    Ouvi dizer que a SUD se gabava de ser igreja que mais cresce no mundo, mas isso não seria verdade consultando-se fontes independentes, na verdade a igreja estaria em queda e um número considerável de membros embora continuem se identificando como mórmons estejam estacionando naquela situação de não-praticantes que vemos na maioria dos nosso Católicos BR e que atinge muitos “cristãos” dos EUA, aquela pessoa que é cristã apenas “culturalmente”, assim como ocorre também com judeus no mundo inteiro.

    Quanto a nós, realmente, mantivemos a pregação de visita as lares e todo o mais, mas com o últimos dias apertando de fato a tendência é que a efetividade dos métodos tradicionais caiam mais e mais, em vista do esfriamento da fé das pessoas em geral que é sinal do tempo do fim, nisso crescerá a importância e a eficácia dos métodos que envolvam que as próprias pessoas interessadas venham até nós. Isso é importantíssimo diante do aumento das hostilidades contra o proselitismo, assim em casos como o do carrinho de publicações, podemos escapar da acusação de proselitismo, pois são as próprias pessoas que estão vindo até nós.

    Curtir

  • Bastos  On 20 jul 2015 at 19:23

    Almeida; Você tem o link do site na qual você viu?

    ” eles na verdade nos copiaram.”
    -Parece que não é só eles, uma irmã zelosa disse recentemente que viu num jornal de tv livre, que os batistas estão planejando agir como nós, no que diz respeito a construções. Pretendem com os recursos arrecadados dos fieis e ter voluntários e contratar apenas os chefes de obra para fazerem igrejas em todo o mundo…

    Curtir

  • PG Almeida  On 21 jul 2015 at 8:00

    Bastos On 20 de julho de 2015 at 19:23
    Saga On 20 de julho de 2015 at 16:50

    Trata-se de uma opinião minha ” eles na verdade nos copiaram.”
    O SAGA expressou a pura realidade que vivenciamos.
    Acredito que a pregação de casa em casa continuará sendo o diferencial.
    Moro numa metrópole, meu território é pequeno, menos de 100 quadras(cruzo ele a pé em 30 minutos), só 35% tem casas, o restante são +- 700 lojas comerciais, 5 prédios de escritórios e +- 300 prédios residenciais.
    Nesta semana vários irmãos relataram (inclusive eu) que falaram com pessoas no território que nunca tinham lido as revistas Sentinela e Despertai (a pessoa que falei vi sinceridade).
    A Internet é o futuro, só que “ainda” quando colocamos “Testemunha de Jeová” no Google aparece na primeira tela 12 links pra consulta, 8 são nossos os demais são de opositores.
    Por mais que a pessoa sincera nos encontre pela internet, a visita pra uma pesquisa pessoal (estudo bíblico) é fundamental.

    Muitos de nós temos experiências de membros da cristandade dizer que faz um trabalho semelhante ao nosso (já ouvi dezenas de vezes isso).
    Só que eu pergunto na hora, “porque nenhum membro da sua igreja bateu na minha casa” .
    Na verdade tive duas visitas (anos noventa uns católicos me convidando pra participar num evento na paroquia do bairro, e outro foram os mormons).

    Curtir

  • Daniel Oliveira  On 21 jul 2015 at 16:17

    De fato PG Almeida, é muito raro algum membro da Cristandade pregar em nossa porta.

    Em todos os meus 30 anos de vida (olha que ou novo), me lembro de apenas 04 vezes estes passarem em minha porta (sendo apenas 2 que falaram comigo).

    Uma vez, um senhor católico, contando a experiência de vida dele antes e depois de conhecer à Cristo. (isso uns 10 anos atrás)

    E mais recentemente, uns 4 anos atrás, um adventista bateu em minha porta pra me oferecer livros dietéticos sobre a saúde. (nem pregação bíblica era)

    Depois, mais dois casos em minha porta (mas não foi comigo). Esses chinesinhos da igreja de Deus da Mãe Celestial (falaram com minha esposa) e os mórmons que falaram com uma irmã que mora numa casa de fundo em minha residência.

    Bom, a média é que a cada 7,5 anos alguém bate em minha porta (e isso pra falar da vida particular e livros dietéticos, Joseph Smith e Mãe Celestial).

    Enquanto que nós Tjs batemos de porta em porta pelo menos aos sábados e domingos (tô nem contando a pregação no meio da semana, carrinhos de publicações etc….) pra falar sobre o Reino de Deus, como única solução pros problemas da humanidade.

    Qual tipo de serviço vocês acham que se assemelha mais aos feitos por Paulo, Barnabé, Jesus e os apóstolos deles se tratando de pregação pública e a sua mensagem? Meditem nisto.

    Curtir

  • Marcus Vallerius  On 22 maio 2016 at 20:48

    Não há confusão no Livro de Mórmon, a não ser diferenças geográficas e temporais. Críticas veladas tentam depreciá-lo por saberem da importância e e relação cabível no tempo e espaço, sendo um livro, portanto, comparável á Bíblia justo pela harmonização e testamentos igualitários, exceto geograficamente. Um segundo problema que críticos apontam (geralmente mal informados e com más intenções) é quanto à contradição. Vejamos o que isso quer dizer: Na lógica clássica, uma contradição representa uma incompatibilidade lógica entre duas ou mais proposições, que ocorre quando as proposições, tomadas em conjunto, geram conclusões que formam inversões lógicas, geralmente opostas uma da outra. Como ilustração, na lógica aplicada, a lei de Aristóteles da não-contradição afirma que “Não se pode dizer de algo que é e que não é no mesmo sentido e, ao mesmo tempo. Nesse ponto, se duas proposições distanciam-se no tempo e espaço, não sendo anacrônicas mas complementares, então não há contradição! Se tomarmos a Bíblia, seus 40 autores, com diferentes épocas e livros, estes terão certamente, contradições não só de tradução, mas de coerência. Onde estão os livros de Jeú, filho de Hanani e outros profetas do VT, e por que a frase de Jesus “ATIRE A PRIMEIRA PEDRA” não existia num exemplar da Bíblia do séc. IV? (http://noticias.gospelmais.com.br/biblia-nao-possui-fala-jesus-atirar-pedra-74520.html). Ninguém cria mais contradições que o homem, especialmente quando pensa que seu poder é comprometido, por isso muitos evangélicos se incomodam e caluniam os mórmons, religião esta mais organizada, industriosa e coerente que todo o protestantismo em suas diversas legendas empresariais (http://ceticismo.net/religiao/a-maior-farsa-de-todos-os-tempos/as-contradicoes-evangelicas/), afinal, o direito de livre interpretação é dado desde a Reforma, e o capitalismo ajudou na distorção da Bíblia, pois ela é mais uma ferramenta para ser adaptada aos crentes comerciais e políticos, exceto para os mórmons que usam-na como “escritura comparável e adequada”, quando deveria ser uma pedra fundamental sagrada para evangélicos: nenhum líder evangélico crê na Bíblia, pois o “diabo pode citar as escrituras quando isso lhe convém” (Shakespeare). Senão, para onde destinam riquezas, doações e dízimos, se não se vê melhorias sociais significativas? Acaso algum pastor adota crianças ou livra animais da morte em centros de recolhimento municipal? Convidam pessoas doentes, com peste e à margem da sociedade para jantar entre familiares no melhor lugar da mesa (Lc 14:12)? Os mórmons fazem isso no mundo inteiro, sabia? Sem publicidade ou jactância. Ao invés de praticarem caridade (http://portalcorreio.uol.com.br/noticias/policia/crime/2016/02/17/NWS,273537,8,153,NOTICIAS,2190-PASTOR-EVANGELICO-PRESO-SUSPEITO-RECEPTACAO-CARROS-ROUBADOS-JOAO-PESSOA.aspx), muitos evangélicos escolhem atropelar versos da Bíblia para se manterem no poder ou com status, sem contar que seu passado histórico é tão letal para a humanidade quanto a Inquisição, pois Lutero mandou matar milhares de anabatistas, protestantes e construíram máquinas de tortura como católicos modernos no Novo Mundo, como citado em: “Dezembro de 1527, Felix Manz, Jacob Falk, e Henry Reiman foram condenados a morte por afogamento. O conselho decretou: “Qui mersus fuerit mergatur”, ou “os que submergem, que sejam submergidos”. O líder protestante Gastins escreveu: ‘Se eles são a favor da submersão, então que sejam submergidos’. (De Anabaptiami, 8. Basite, 1544, citado por Christian). Os Batistas foram entregues ao executor, que amarrou as suas mãos, os colocou em um barco e os lançou na água. Alguns Protestantes, debochadamente, chamaram isto de terceiro batismo”(http://www.discernimentobiblico.net/As%20Persegui%E7%F5es%20Protestantes.html). Há casos de pedofilia entre evangélicos e católicos e perseguições a minorias em todo Ocidente impetradas por evangélicos.(http://www.programafalandodefe.com.br/2010/perguntas-a-que-nenhum-evangelico-consegue-responder). O Livro de Mórmon é um livro comparável à Bíblia também por ser o mesmo testamento (ou outro no sentido de ser designado para povos de além do Oriente Médio e Israel antes e depois do séc. I). São conjuntos escriturísticos inspirados e jamais contraditórios, pois o apóstolo Pedro diz que “nenhuma profecia foi proferida pela vontade dos homens”, a não ser se a tradução pouco precavida em algum deles assim o permitir. Não se diz, p.ex., em Apocalypse (1:3) que quem lê a Bíblia é bem aventurado pois não existia a Bíblia na época em que João escreveu o livro de Revelações em Patmos. A Bíblia é uma invenção medieval dividida desde 1227, possivelmente sendo distorcida tanto antes dessa data quanto depois, até que muito de seu conteúdo se perdera ou esconderam-no. Foi realmente traduzida com grandes erros de tradução e vocábulos não adequados ao original. Não se poderia ter, também, três pessoas em uma só, pois seria anomalia, ao passo que críticos incautos interpretam erroneamente Isaías 44:6.8, I Cor.8:6. Por fim, o Livro de Mórmon não é anátema devido a este ser o MESMO testamento apregoado a outros povos, apenas geográfica e cronologicamente afastados. Assim, não há contradições entre os livros Bíblia, D&C, PGV e o Livro de Mórmon, pois todos eles são passíveis de diferenças históricas, linguísticas e de tradução, como a Bíblia que possui mais de 63 contradições, como entre Lev 19:15: “Você tem que julgar o próximo com justiça, e Mat 7:1 “Não julgue ninguém para não ser julgado. http://www.tediado.com.br/10/63-contradicoes-da-biblia/ Não basta apenas criticar ou ensinar sobre qualquer assunto, é preciso seriedade, responsabilidade e comprometimento! Freud já dizia que as pessoas temem a responsabilidade…por isso é fácil falar do que não sabem e não entendem!

    Curtir

    • Queruvim  On 22 maio 2016 at 22:41

      Marcus afirmou:

      “Não há confusão no Livro de Mórmon, a não ser diferenças geográficas e temporais.”

      Diferenças geográficas e temporais são uma confusão. A Bíblia diz que o Éden era no oriente médio, os o livro de Mórmom afirma em seu subtópico debaixo de “Éden” que o local era no Mississípi nos Estados Unidos! Se isso não é uma confusão então o que é? Na história arqueológica das Américas do Norte, Central e Sul, nada encontramos referente ao idioma citado pelo livro de mórmon, que segundo Smith, seria o Egípcio Reformado. Nada existe que comprove essa afirmação. O Livro de Mórmon não possui provas arqueológicas que comprovam sua veracidade. Já imaginou se o Brasil ficasse, suponhamos, desabitado e depois de 1500 anos ou mais arqueólogos não encontrasse NADA EM PORTUGUÊS! Acha que isso tem sentido Marcus?

      O livro de Mórmon afirma que existiram grandes civilizações na América, textos como: Mórmon 1:7, Jarom 1:8, II Nefi 5:15, Éter 9:17-19.Contudo a arqueologia não encontrou nenhum vestígio de tais civilizações que comprovem a veracidade do Livro de Mórmon tais como: locais citados no referido livro,evidência das civilizações ou moedas citadas. Em nítido contraste, Joseph Smith declarou que o Livro de Mórmon era “o mais correto de todos os livros da terra e a pedra fundamental de nossa religião, e um homem poderia chegar mais perto de Deus seguindo os seus preceitos, mais do que por qualquer outro livro” (Ensinos do Profeta Joseph Smith, p. 194 e História da Igreja, 4-461).

      O livro de Alma no capítulo 7 versos 9 e 10, fala claramente que Jesus nasceria em Jerusalém.
      A Bíblia por outro lado afirma que seu nascimento aconteceria em Belém para que se cumprisse a profecia. compare Miquéias 5:2 com Mat. 2:1. Em minha leitura pessoal encontrei dezenas de erros e também de contradições no livro de Mórmom. Muitas outras contradições surgem ao comparar o livro com o que pregam os chamdos “Profetas”

      O Livro de Mórmon nunca diz que Deus tem um corpo de carne e ossos Em mais de uma ocasião ele ensina que Deus é espírito (Alma 18:2-5; 24; 22:9-11) Isto é ensinado em Doutrinas e Convênios 130:28. Veja também Parley P. Pratt, Chave para a Ciência da Teologia, 1978, p. 23) .

      A poligamia nunca é mencionada de maneira positiva no Livro de Mórmon. É sempre descrita como uma prática abominável. Entretanto, o profeta Joseph L. Smith ensinava que a poligamia era essencial para a exaltação. (Jornal dos Discursos 20:28) .

      Curtir

    • Queruvim  On 22 maio 2016 at 22:56

      “Não basta apenas criticar ou ensinar sobre qualquer assunto, é preciso seriedade, responsabilidade e comprometimento! “

      Não vejo “responsabilidade” em suas críticas relacionadas com a Bíblia. Não passa de distorções e opinião pessoal. Os fatos são estes:

      Precisamos ter em mente que uma das fontes principais das Bíblias atuais é o manuscrito do quarto século conhecido como Vaticano 1209. Se nossa Bíblia contivesse mudanças feitas no quarto século, então essas mudanças apareceriam nesse manuscrito. Felizmente, outro manuscrito que contém a maior parte de Lucas e João, conhecido como Bodmer 14, 15 (P75), data de 175 EC a 225 EC. Segundo os especialistas, o seu texto se aproxima muito do texto do Vaticano 1209. Em outras palavras, não foram feitas alterações significativas nos Evangelhos da Bíblia, e temos o Vaticano 1209 para provar isso.Isso ocorre o mesmo com o livro de apocalipse.

      Não há evidências, documentais ou outras, que provem que o texto de João — ou dos outros Evangelhos — tenha sido alterado… Depois de examinar uma coletânea de fragmentos de manuscritos encontrados em Oxirrinco, Egito, o Dr. Peter M. Head, da Universidade de Cambridge, escreveu:

      “Em termos gerais, esses manuscritos confirmam o texto dos grandes unciais [manuscritos escritos em letras maiúsculas, do quarto século em diante], que são a base das edições críticas modernas. Não encontramos nada aqui que requeira um entendimento drasticamente diferente do texto primitivo do NT [Novo Testamento].”

      Os quatro Evangelhos canônicos — Mateus, Marcos, Lucas e João — eram bem aceitos entre os cristãos pelo menos já em meados do segundo século. Diatessaron (palavra grega que significa “por meio [dos] quatro”), uma obra de Taciano muito usada e que foi compilada entre 160 e 175 EC, se baseou apenas nos quatro Evangelhos canônicos.

      Também é interessante o comentário de Irineu, um dos Pais da Igreja, que viveu na última metade do segundo século EC. Ele afirmou que com certeza são quatro os Evangelhos, assim como são quatro os cantos do globo e quatro os ventos cardeais. Embora suas comparações possam ser questionáveis, seu argumento apoia a ideia de que, na época, existiam apenas quatro Evangelhos canônicos.

      O que todos esses fatos mostram? Que as Escrituras Gregas Cristãs como as temos hoje permaneceram praticamente inalteradas do segundo século em diante. Não há nenhum motivo válido para acreditar que tenha havido uma conspiração com o objetivo de alterar ou ocultar qualquer parte das Escrituras inspiradas por Deus. Pelo contrário, o erudito bíblico Bruce Metzger escreveu: “No fim do segundo século, . . . conseguiu-se uma forte unanimidade com respeito à maior parte do Novo Testamento entre as muitas congregações de crentes, espalhadas não apenas por todo o mundo mediterrânico, mas também por uma região que se estendia da Grã-Bretanha à Mesopotâmia.”

      Os apóstolos Paulo e Pedro eram defensores da verdade da Palavra de Deus. Os dois deram fortes alertas aos seus companheiros cristãos sobre aceitar ou acreditar em qualquer coisa diferente do que tinham sido ensinados. Por exemplo, Paulo disse a Timóteo: “Ó Timóteo, guarda o que te foi confiado, desviando-te dos falatórios vãos, que violam o que é santo, e das contradições do falsamente chamado ‘conhecimento’. Por ostentarem tal conhecimento, alguns se desviaram da fé.” Pedro disse: “Não, não foi por seguirmos histórias falsas, engenhosamente inventadas, que vos familiarizamos com o poder e a presença de nosso Senhor Jesus Cristo, mas foi por nos termos tornado testemunhas oculares da sua magnificência.” — 1 Timóteo 6:20, 21; 2 Pedro 1:16.

      Séculos atrás, o profeta Isaías foi inspirado a dizer: “Secou-se a erva verde, murchou a flor; mas, quanto à palavra de nosso Deus, ela durará por tempo indefinido.” (Isaías 40:8) Podemos ter a mesma certeza de que Aquele que inspirou as Escrituras Sagradas também as preservou ao longo das eras para que “toda sorte de homens sejam salvos e venham a ter um conhecimento exato da verdade”. — 1 Timóteo 2:4.

      Curtir

  • Rfl  On 27 jul 2016 at 11:54

    Matéria excelente,mano.. Só não vejo muita “autoridade” nas palavras de Antonio Carlos Popinhaki, ex mórmon, aliás, pessoa com destaque na sua época de igreja, pois exercia autoridade de Bispo, se não me engano..rsrs.. Ele é, para os Mórmons, como os apóstatas da organização de Jeová e, normalmente, opiniões de apóstatas e opositores são duvidosas, como é no nosso caso.. Se bem que o que está citado aí está embasado, né.

    🙂

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos. https://www.instagram.com/queruvimdefogo/

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s