Corte do Egito bane atividades da Irmandade Muçulmana


A Justiça do Egito baniu neste mês de Setembro  todas as atividades desempenhadas pela Irmandade Muçulmana. Esta organização islamita foi  fundada em 1928.   A autorização para o funcionamento desta instituição foi agora retirada . A decisão, anunciada pelo juiz Mohammed al-Sayed, também inclui o confisco de todos os bens da entidade. Esta organização era apoiadora de Adolf Hitler na segunda guerra mundial. Para muitos a Irmadade estava passando por uma metamorfose que a transforma vez por outra em perigo para secularistas e políticos de mentalidade democrática, bem como uma ameaça para a liberdade de expressão e direitos humanos.

A crescente insatisfação popular, no entanto, motivou diversas manifestações contrárias ao governo islamita, culminando no golpe de Estado no egito no dia 3 de julho. A partir da decisão da Justiça, autoridades egípcias poderão rastrear e desmontar as operações da Irmandade Muçulmana. Nesta semana o sistema religioso do Islam tem trazido atenção no mundo todo, visto que apenas nos ultimos dois dias centenas de pessoas foram mortas por motivos religiosos. Por exemplo no Kenya uma ataque terrorista financiado por islamistas deixou mais de 60 mortos. Simplesmente invadiram o Shopping atirando! Perguntavam quem era do Islam a fim de executarem somente os que não são muçulmanos.

O vídeo abaixo mostra uma cena feita dentro do Shopping no momento do ataque. É algo aterrador. Não é filme de hollywood, então seja prudente em decidir se verá ou não os vídeos abaixo.

Testemunhas contam que os terroristas do Islam no ataque no Kenya formavam filas e perguntavam o nome da mãe de Maomé (ou Mohhamed), os que não sabiam pagavam com a vida. Na mesma hora as agencias internacionais relatam que mais de  80 pessoas dentro de uma igreja protestante no Paquistão morreram após muçulmanos atirarem explosivos em direção da igreja enquanto esta estava lotada de pessoas inclusive muitas crianças. (Cerca de 400 segundo alguns)

O Islam tem sido o instrumento usado para justificar até mesmo atos como os do vídeo abaixo onde mulheres e crianças são queimadas vivas somente por serem “cristãos”.

No Iraque incidentes entre muçulmanos xiitas e sunitas deixavam dezenas de mortos somente nas ultimas poucas horas.  Ao observarmos as imagens podemos notar que não seria mais correto usar termos como “radicais” ao se referir a muitos praticantes destes crimes. Na verdade não são “radicais islamicos”, antes, o Islam é que já é radical. Em lugares onde passam de 5% da população já se torna evidente seus protestos violentos e a medida que a porcentagem deles aumenta, os direitos civis começam a ser afetados adversamente. A medida que os defensores do Islam defendem a Lei Sharia, uma forma rígida de lei, os direitos da mulher, direitos de liberdade de expressão e adoração da parte de outros é fortemente atacado por eles. O resultado é que o Islam tem mostrado ser uma forte ameaça contra as instituições chamadas “democráticas” no mundo inteiro.

A ação do Governo do Egito é um indício da insatisfação da sociedade moderna contra esta forma de religião.  O Islam tem sido usado para banir os cristãos e evitar a pregação em muitos países de maioria islâmica. Alguns países da Europa já estão punindo com prisão e multas as mulheres que usam a burca.

Há conflitos entre muçulmanos e Budistas que já registram centenas de mortes em Myanmar. Por incitarem a violência os budistas reagiram e milhares de islamistas estão sendo mortos.

Recentemente a França enviou um exercito para Mali na Africa a fim de auxiliar no combate a um grupo islâmico que queria simplesmente dominar o país. Poderá ver imagens reais no vídeo abaixo que resultou na morte de centenas de seguidores do Islam que foram desbaratados e ainda continuam praticando ataques contra a polícia  naquele país.

A Nigéria enfrentando o mesmo problema onde Boko Haram, um grupo islâmico já havia tomado ou atacado diversas regiões do país. No norte da Nigéria , ataques contra igrejas é algo corriqueiro. O mesmo ocorreu recentemente no Egito onde mais de 100 igrejas evangélicas e cristãs coptas foram destruídas por muçulmanos ligados a irmandade muçulmana.

Em Israel a situação não é diferente. Os defensores do Islam costumam incitar o ódio contra  Israel. Atiram mísseis todo tempo contra Israel provenientes da faixa de Gaza. Em certo fim de semana eu estava observando, somente no sábado e domingo foram mais de 400 mísseis lançados contra áreas de populações civis! Interessante que nem a globo nem canal de notícias  algum aqui no Brazil destacava isso! Somente depois de Israel agir  com “força” e pulverizar os locais de lançamentos é que o notíciário internacional começou a dar atenção. Acho notável como os defensores do Islam neste caso atiravam de dentro de escolas e até mesmo residências, transformando civis em escudos humanos.

Mas observe a reação do Israel com seu sistema de defesa que intercepta os mísseis no ar. O sistema usado em Israel é chamado IRON DOME.

Realmente ataques contra inocentes estão sendo perpetuados diariamente por pessoas que professam adorar a Deus. Sabemos que Deus não se agrada do vitupério que estão lançando contra seu Nome. É por isso que em breve Deus agirá contra os que usam a religião falsa a fim de promoverem atrocidades. Revelação 17:17 diz que Deus colocará nos “corações” dos governantes humanos (A fera) a necessidade de destruir o sistema religioso hipócrita. Isto será uma execução “do pensamento de Deus” (Rev. 17:17)

As modernas religiões têm perpetuado muitas das doutrinas da antiga Babilônia. Por isso, o império mundial da religião falsa é apropriadamente chamado de Babilônia, a Grande. (Revelação 17:5) Até mesmo os professos cristãos , a saber, a cristandade vem perdendo considerável influência em muitos países em que antes era forte.

 É interessante que a profecia de Revelação a respeito da destruição de Babilônia, a Grande, nos faz lembrar as palavras proféticas em Isaías 47:8, 9. Como a antiga Babilônia, a atual Babilônia, a Grande, diz: “Estou sentada como rainha, e não sou viúva, e nunca verei pranto.” Mas “as pragas dela virão num só dia, morte, e pranto, e fome, e ela será completamente queimada em fogo, porque Jeová Deus, quem a julga, é forte”. Assim, as palavras proféticas no capítulo 47 de Isaías constituem um aviso para os que ainda se afiliam à religião falsa. Para não serem destruídos junto com ela, devem acatar a ordem inspirada: “Saí dela”! — Revelação 18:4, 7, 8.

Anúncios