“Somente a ele servirás” – A quem? Cristo ou Jeová? (Mateus 4:10)


latreuo

O verbo grego λατρεύω (se lê latreuo) ) usado no N.T e que ocorre 21 vezes, sempre se refere a adoração exclusiva do “Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo” (Ef. 1:17) e quando aplicado a ídolos ou outra coisa, é feito de modo condenatório. (Veja Winer’s Grammar, 593 (552)) Jamais verá tal verbo sendo usado com referência a Jesus. Nas 21 vezes que tal verbo ocorre  é aplicado em harmonia com  as palavras de Cristo a Satanás registradas em Mateus 4:10, onde lemos:

““Vai-te, Satanás! Pois está escrito: ‘É a Jeová, teu Deus, que tens de adorar e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado. (forma de λατρεύω ) ’”

Portanto, o próprio Jesus disse que o único que deve ser adorado é “Jeová”(Yhwh) aquele a quem ele chama de “meu Deus” 4 vezes em Apocalipse 3:12.

Quando Cristo disse em Mateus 4:10   que “está escrito” ele citava algo escrito em algum lugar. Que lugar é este? Jesus citava alí Deuteronômio 5:9 onde lemos que Jeová é um Deus “que exige devoção exclusiva”. Jesus provavelmente tinha em mente também Deut. 10:20 onde diz sobre Jeová que “é a ele que deves servir”. A palavra “servir” aqui é traduzida para o grego na versão Septuaginta(LXX) por λατρεύω. Observe um exemplo de  λατρεύω usado na LXX , uma versão do V.T para o idioma grego produzida 100 anos antes de Cristo:

worship

  Λατρεύω é  usado na LXX no texto da imagem acima bem como em Exôdo 3:12 onde  Jeová Deus mencionou que no monte Sinai ou Horebe, os Israelitas libertos da escravidão “serviriam” (forma de λατρεύω) ao Verdadeiro Deus, Jeová.

Realmente,  a TNM demonstrou a diferença entre λατρεύω ( Serviço sagrado exclusivo a Deus) e διακονέω (servir sem conotação de adoração) A tradução João Ferreira de Almeida em suas ultimas versões não demonstra a diferença e sutileza do texto grego e verte ambas palavras gregas como se tivessem o mesmo significado. Observem como a Almeida verteu o texto grego de Mateus 4:10,11

“Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás( latreuseisEntão o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam“ (diēkonoun) .

Observem a exatidão da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas:

“Jesus disse-lhe então: “Vai-te, Satanás! Pois está escrito: ‘É a Jeová, teu Deus, que tens de adorar e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado.’”11O Diabo deixou-o então, e eis que vieram anjos e começaram ministrar-lhe”. Mat. 4:10-11

Como vimos acima são duas palavras diferentes em grego vertidas como se fossem uma só na Almeida. Ignoram que há sim uma diferença entre elas. Uma é usada de modo exclusivo para Jeová Deus, o “Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo”. É evidente que os manuscritos originais do N.T continham o Nome de Deus nesta passagem. E não somente nesta, mas em cada passagem onde os apóstolos fizeram uma citação do chamado “Antigo Testamento”. Isto é confirmado na Nova Versão em Inglês a King James Version Nome Divino, como podemos ver abaixo:

http://www.dnkjb.net/1189chapters/NT40MAT04.htm

Matthew 4

 Then was Jesus led up of the Spirit into the wilderness to be tempted of the devil. 2 And when he had fasted forty days and forty nights, he was afterward an hungred. 3 And when the tempter came to him, he said, If thou be the Son of God, command that these stones be made bread. 4 But he answered and said, It is written, Man shall not live by bread alone, but by every word that proceedeth out of the mouth of God.( Jehovah Deu 8:3 ) 5 Then the devil taketh him up into the holy city, and setteth him on a pinnacle of the temple, 6 And saith unto him, If thou be the Son of God, cast thyself down: for it is written, He shall give his angels charge concerning thee: and in their hands they shall bear thee up, lest at any time thou dash thy foot against a stone. 7 Jesus said unto him, It is written again, Thou shalt not tempt the LORD,( Jehovah Deu 6:16 ) thy God. 8 Again, the devil taketh him up into an exceeding high mountain, and sheweth him all the kingdoms of the world, and the glory of them; 9 And saith unto him, All these things will I give thee, if thou wilt fall down and worship me. 10 Then saith Jesus unto him, Get thee hence, Satan: for it is written, Thou shalt worship the LORD,( Jehovah Deu 10:20 ) thy God, and him only shalt thou serve. 11 Then the devil leaveth him, and, behold, angels came and ministered unto him.

– See more at: http://www.dnkjb.net/1189chapters/NT40MAT04.htm#sthash.J65P8DZ9.dpuf

Cabe aqui uma pergunta clara e objetiva: Por que o verbo grego λατρεύω bem como διακονέω são vertidos na Almeida e em muitas outras versões como se fossem a mesmíssima coisa?

É evidente que isso ocorre visto que as Traduções da Bíblia produzidas e mantidas por escolas evangélicas são, em muitos casos, tendenciosas e promovem a doutrina enganosa de que Jesus e Deus são “o mesmo ser” e parte de uma trindade. Algo que não é apoiado quer gramaticalmente ou de outra forma na Bíblia Sagrada.

MAIS UMA DEMONSTRAÇÃO DA EXATIDÃO E SUPERIORIDADE DA TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO AO VERTER COM PRECISÃO CIRÚRGICA.

Wiki Lexicon and Concordance of the Greek New Testament

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • botafogo  On 13 ago 2013 at 9:34

    Seu conhecimento humano e científico é fraco perante a Revelação da Graça de Deus, a doutrina pregada pelo sistema que tu segues (não estou falando de pessoas mas sim da doutrina) é baseada na lei com suas ordenanças que escravizam e roubam a liberdade dos cristãos.
    O Velho Pacto não aguenta a força da graça do novo Pacto, Paulo disse aos colossenses que nós temos que conhecer com plena convicção o mistério de Deus Cristo, porque a manifestação de Jesus em carne, por vezes, ainda gera dúvidas no povo de Deus. Isto acontece porque alguns vêem a carne em lugar de ver o Pai que estava em Cristo.
    2 Coríntios 5:19 “… a saber que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo…”
    Jesus dizia:” Pai, tu sempre ouves a minha oração”. Isto parece mostrar que há duas pessoas distintas. Mas eram manifestações do Filho, em carne. Ninguém podia ver que o Deus Forte, o Pai da Eternidade estava nEle. Esta é uma das razões porque Ele mostrava sua submissão ao Pai e dizia: “Pai, tu sempre me ouves…” “Senhor porque me abandonaste?…” Houve uma total submissão de Deus ao seu próprio plano; Ele aceitou a cruz por nossa causa. Jesus não é o segundo Deus, Ele é o Todo-Poderoso.
    É por falta desse conhecimento de que toda a plenitude estava em Jesus Cristo, é que apareceram as “testemunhas de Jeová”, começando por dizer que Deus é Jeová, o Pai, e que Cristo como filho é menor e sem Deidade, sendo criatura e não Criador. Uma lógica totalmente errada e mesquinha, isso começou a mexer com a cabeça das pessoas, dizendo que Jesus é uma criação do Pai e, como sendo criação do pai, é manejado pela vontade do Pai que está no céu.
    No entanto, o que a Bíblia diz é que a PLENITUDE DA DIVINDADE SE ENCERROU EM JESUS CRISTO. A submissão dEle como Filho era para que todos vissem, nEle, como Deus quer nossa obediência. Cada cristão é uma testemunha de Jesus, porque cada um testemunha que Jesus Cristo é o Senhor.

    Isso é pão fresco vindo do céu nem eu sabia sobre isto é REVELAÇÃO.

    Curtir

  • Queruvim  On 13 ago 2013 at 15:25

    Não uso conhecimento humano, mas textos bíblicos claros a fim de fazer afirmações.O Sr nada comenta sobre o artigo acima e ainda inicia seu post com esta falta de respeito sem sequer provar seu ponto. Assim são muitos evangélicos! Excessivamente otimistas devido aos cultos de emoção que promovem e pouco estudo da Bíblia. O Sr sugere que as Testemunhas de Jeová estão na lei? Parece até que somos nós que guardamos o sábado! Esta é uma acusação que levanta outro tópico. Afirmas isso mas sequer aponta um exemplo de como isto acontece.Acha justo acusar alguém de algo sem mostrar nenhuma evidência disso? O SR está enganando a sí mesmo com afirmações sem sentido. Se fizer uma acusação, procure ao menos ter respaldo para aquilo que falas. Este é o motivo de eu deletar todos os seus posts que me envia. Nada fala sobre o que foi postado. Tu tens o hábito de atacar a pessoa e sequer menciona ou refuta a proposição do outro. Parte do princípio de que já está certo. Afirmas como verdade aquilo que ainda tem que provar. Eu apontei uma falta de exatidão na Almeida ao verter o verbo latreuo no artigo acima. Nada comentas sobre isso. Parte do pressuposto de que o que escrevo já está errado e nem ao menos dá um pio a respeito.

    Faço minha as palavras do fiel servo Jó que disse a seus falsos conselheiros:

    “Por outro lado, vós sois homens que besuntam com falsidade;

    Todos vós sois médicos sem valor algum.

    5Se tão-somente ficásseis absolutamente calados,

    Para que mostrasse ser sabedoria da vossa parte!”

    Jó 13:4

    Sobre sua afirmação baseando-se no verso onde Paulo fala sobre a “plenitude” em Cristo, observe alguns pontos:

    É óbvio que uma pessoa que recebe uma “plenitude de” ou está “cheia de” algo proveniente de Deus, não é o próprio DEUS de quem procede tais virtudes ou poderes. Da mesma forma que o Cristão “possui uma plenitude por meio” de Cristo, não é o próprio Jesus Cristo. Pois em harmonia com isso lemos em Co.2:10:

    “E assim possuís uma plenitude por meio dele, sendo ele a cabeça de todo governo e autoridade” Cristo recebe esta plenitude de Deus da mesma forma que nós a recebemos por meio dele.O texto diz que nós também recebemos esta plenitude. Concluiríamos com isso que nós tabém somos parte de uma trindade ? Somos Deus por isso? Essa é sua lógica forçada. O Sr não entende corretamente as palavras de Paulo e as deturpa. Colossenses 1:19 diz que “Deus achou bom que morasse nele [ isto é em Cristo] toda plenitude”. O Sr ignora isso.Lê mas não entende.
    Outro texto claro que ignoras é o de 1 Cor. 15:27

    “Pois [Deus] “lhe sujeitou todas as coisas debaixo dos pés”. Mas, quando diz que ‘todas as coisas foram sujeitas’, é evidente que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas”.

    Isto não parece tão “claro” ou “evidente” assim para os trinitários. Eles ignoram textos como o de Col. 1:19 que diz que é “ [Deus] achou bom que morasse nele toda a plenitude” ou seja, tal plenitude é uma dádiva de Deus, o Pai.
    Quando Cristo orava a Deu, o Sr entende que isto se dava porque ele estava na carne, e portanto, orando a sí mesmo! Acha que isto faz sentido? Acha que por ocasião da ressureição de Lázaro Jesus orava a ele mesmo?

    Os trinitários IGNORAM DESCARADAMENTE O QUE A BÍBLIA DIZ em textos tais como este de João capítulo 11:

    “Portanto, retiraram a pedra. Jesus levantou então os olhos para o céu e disse: “Pai, eu te agradeço que me ouviste. 42 Deveras, eu sabia que sempre me ouves; mas falei por causa da multidão parada aqui, a fim de que creiam que tu me enviaste.” 43 E, ao ter dito estas coisas, clamou com voz alta: “Lázaro, vem para fora!” 44 O [homem] que estivera morto saiu com os pés e as mãos amarrados com faixas, e o seu semblante enrolado num pano. Jesus disse-lhes: “Soltai-o e deixai-o ir.”

    Em sua teologia, em seu entendimento, o SR acredita que Jesus estava declarando algo que não era exatamente o que ele falava. Estava enganando as pessoas em sua volta. Ele estava agradecendo a ele mesmo e diziam que queria que as pessoas cressem que Deus o enviou mas ao mesmo tempo não queria que cressem nisso. Acha que tem lógica isso que os trinitário ensinam? Lei o texto novamente e verá que aquilo que pensas ser uma “revelação” na verdade é uma “deturpação”.

    Além disso, mas de 60 anos após a ascensão de Jesus, ele é visto na visão do idoso apóstolo João dizendo ”

    “‘Aquele que vencer — eu o farei coluna no templo do meu Deus, e ele, de modo algum, jamais sairá [dele], e escreverei sobre ele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu da parte do meu Deus, e aquele meu novo nome” Apoc 3:12.

    Entende as implicações deste texto? Seu argumento de que Jesus estava sujeito apenas enquanto na carne cai por terra. Até porque 1 cor 15:27 também foi escrito décadas depois de Cristo ter ido para o céus.

    O SR fala que “Paulo disse aos colossenses que nós temos que conhecer com plena convicção o mistério de Deus Cristo” Onde existe isso?
    Colossenses 2:2 na Almeida Revisada diz:

    “para que os seus corações sejam animados, estando unidos em amor, e enriquecidos da plenitude do entendimento para o pleno conhecimento do mistério de Deus-Cristo,”

    A Tradução do Novo Mundo por outro lado reza:

    “visando todas as riquezas da plena certeza do [seu] entendimento, visando um conhecimento exato do segredo sagrado de Deus, a saber, Cristo.”

    Porém a Nova Versão Internacional diz:

    “Esforço-me para que eles sejam fortalecidos em seus corações, estejam unidos em amor e alcancem toda a riqueza do pleno entendimento, a fim de conhecerem plenamente o mistério de Deus, a saber, Cristo.”

    A Sociedade Bíblica Britânica diz:

    “para que os seus corações sejam confortados, estando unidos em amor e para conseguir todas as riquezas da plena certeza do entendimento, para reconhecerem o mistério de Deus, Cristo,”

    a Versão Católica reza:

    “Tudo sofro para que os seus corações sejam reconfortados e que, estreitamente unidos pela caridade, sejam enriquecidos de uma plenitude de inteligência, para conhecerem o mistério de Deus, isto é, Cristo,”

    Uma das mais respeitas versões da Bíblia em Inglês verteu:

    “My goal is that they may be encouraged in heart and united in love, so that they may have the full riches of complete understanding, in order that they may know the mystery of God, namely, Christ, [a saber, Cristo]”

    Os mais respeitados mss apresentam uma pausa logo após a palavra grega THEOÛ. Tais como o WHT

    Ou seja a Bíblia que tu usas está deturpada e fazendo tu entender tudo errado devido a sutilezas de desvios. Por isso temos orientado as pessoas para que adquiram a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas. VEz após vez tenho mostrado que o entendimento das Igrejas Evangélicas a respeito da natureza de Deus é equivocado devido a Bíblia que usam ter sido produzida por pessoas que não tem respeito pelas Escrituras Sagradas. Vê se acorda e dá uma olhada novamente no MSS padrão WHT e vê que tem uma pausa logo após a palavra THEOÛ. O que inviabiliza esta tradução da Bíblia que usas. A maioria das variações textuais e do texto receptus transmitem a mesma idéia de que devemos conhecer o mistério de Deus “E DE CRISTO” dizem. Sendo a versão encontrada na TNM e as similares a mais confiável e em harmonia com o restante da Bíblia.

    Como disse acertadamente certo erudito: ““Você não pode produzir uma doutrina saudável com base em uma tradução ruim. A falta de exatidão de uma tradução iria invalidar qualquer doutrina erguida a partir dela. É por isso que eu digo que tradução precede interpretação”.

    Curtir

  • Saga  On 13 ago 2013 at 19:38

    “botafogo Em 13 de agosto de 2013 às 9:34

    Seu conhecimento humano e científico é fraco perante a Revelação da Graça de Deus”

    EIN?
    Que revelação ele fala? Onde? De qual versículo?
    Que relação isso tem com o tema da tradução das diferentes palavras para “servir” em Mt 4:10,11 ?

    “a doutrina pregada pelo sistema que tu segues […] é baseada na lei com suas ordenanças que escravizam e roubam a liberdade dos cristãos”

    Mas ein? Wht?
    Ele quis dizer que a organização internacional de Jeová é uma organização legalista que segue o Antigo Testamento. Não tem raízes no NT, mas se pauta pela Lei de Moíses.

    “O Velho Pacto não aguenta a força da graça do novo Pacto, Paulo disse aos colossenses que nós temos que conhecer com plena convicção o mistério de Deus Cristo”

    Notei uma paixão por este termo “Mistério”

    Vejamos, da própria Bíblia:
    (Colossenses 2:2) para que os seus corações sejam consolados, para que sejam harmoniosamente conjuntados em amor, e visando todas as riquezas da plena certeza do [seu] entendimento, visando um conhecimento exato do segredo sagrado de Deus, a saber, Cristo.

    Tem todo um contexto em cima disso

    (Colossenses 1:25-28)
    25 Tornei-me ministro desta [congregação] de acordo com a mordomia que me foi dada da parte de Deus, no vosso interesse, para pregar plenamente a palavra de Deus, 26 o segredo sagrado que estava escondido dos passados sistemas de coisas e das gerações passadas. Mas agora tem sido manifesto aos seus santos, 27 a quem Deus se agradou de dar a saber quais são as riquezas gloriosas deste segredo sagrado entre as nações. É Cristo em união convosco, a esperança da [sua] glória. 28 É a ele que estamos propalando, admoestando cada homem e ensinando a cada homem toda a sabedoria, a fim de que apresentemos cada homem completo em união com Cristo. 

    (Colossenses 4:2-4)
    2 Persisti em oração, permanecendo despertos nela com agradecimento, 3 orando ao mesmo tempo também por nós, para que Deus nos abra uma porta de pronunciação para falarmos o segredo sagrado acerca do Cristo, pelo qual, de fato, estou em cadeias; 4 para que eu o torne manifesto assim como devo falar.

    (Efésios 1:8-10)
    8 Esta ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e bom senso, 9 por nos fazer saber o segredo sagrado de sua vontade. É segundo o seu beneplácito, que ele se propôs em si mesmo, 10 para uma administração no pleno limite dos tempos designados, a saber, ajuntar novamente todas as coisas no Cristo, as coisas nos céus e as coisas na terra. [Sim,] nele.

    (Efésios 3:1-6)
    3 Por causa disso, eu, Paulo, o prisioneiro de Cristo Jesus em benefício de vós, as pessoas das nações — 2 se realmente ouvistes [falar] da mordomia da benignidade imerecida de Deus, que me foi dada, visando a vós, 3 de que o segredo sagrado me foi dado a conhecer à maneira duma revelação, assim como já vos escrevi resumidamente. 4 Em face disso, ao lerdes isso, podeis dar-vos conta da compreensão que eu tenho do segredo sagrado do Cristo. 5 Em outras gerações, este [segredo] não foi dado a conhecer aos filhos dos homens assim como agora tem sido revelado aos seus santos apóstolos e profetas, por espírito, 6 a saber, que os das nações haviam de ser co-herdeiros e membros associados do corpo, e co-participantes conosco da promessa, em união com Cristo Jesus, por intermédio das boas novas.

    (1 Coríntios 2:1-2) 2 E assim, quando fui ter convosco, irmãos, não fui com extravagância de linguagem ou de sabedoria, declarando-vos o segredo sagrado de Deus. 2 Pois decidi não saber coisa alguma entre vós, exceto Jesus Cristo

    Pelo que se lê nos escritos neotestamentários o segredo sagrado de Deus era a vinda do messias (Cristo) e a soteriologia, ou seja a forma de salvação que haveria em Cristo. Não se faz menção que o segredo sagrado era “o mistério da Trindade” ou da natureza e identidade de Deus e muito menos que era a “união hipostática de duas naturezas”. Se esse segredo fosse a Dupla Natureza e/ou a Trindade então continuaria sendo um segredo misterioso pois não foi revelado e explicado por Paulo e pelos outros apóstolos no NT.

    Estudo Pespicaz traz um artigo completo sobre este tema, lá diz:

    “ Segredo sagrado – Algo que se origina de Deus, que é retido até o Seu tempo devido e é revelado apenas àqueles a quem ele escolhe dá-lo a conhecer. […] os que são escolhidos para entender o segredo sagrado de Deus têm a obrigação, não de mantê-lo secreto, mas de dar-lhe a mais ampla proclamação e divulgação possíveis. Conforme já mencionado, isto é revelado pelo uso bíblico de termos tais como ‘pregado’, ‘tornado conhecido’, ‘tornado manifesto’, e também ‘declarar’, ‘falar’ a respeito do “segredo sagrado das boas novas”. Os verdadeiros cristãos fazem o maior empenho em proclamar estas boas novas, que contêm o entendimento do segredo sagrado, a “toda a criação debaixo do céu”. (1Co 2:1; Ef 6:19; Col 1:23; 4:3, 4) […] Gira em Torno de Cristo. Visto que “dar-se testemunho de Jesus é o que inspira o profetizar”, o “segredo sagrado de Deus” tem de girar em torno de Cristo. (Re 19:10; Col 2:2) Todos “os segredos sagrados” de Deus têm que ver com o seu Reino messiânico. (Mt 13:11) O apóstolo Paulo escreve a concristãos: “Cuidadosamente ocultos nele se acham todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento”, e “é nele que mora corporalmente toda a plenitude da qualidade divina”. — Col 2:2, 3, 9. Paulo diz que ele mesmo estava incumbido dos “segredos sagrados de Deus”. (1Co 4:1) Fala da compreensão que tinha “do segredo sagrado do Cristo”. (Ef 3:1-4) Explica que este segredo sagrado é sabedoria escondida, predeterminada por Deus antes dos sistemas de coisas. (1Co 2:7) A declaração do “segredo sagrado de Deus”, começou com a profecia do próprio Jeová em Gênesis 3:15. Durante séculos homens de fé aguardavam o “descendente” da promessa para libertar a humanidade do pecado e da morte, mas não se entendia claramente quem é que seria esta ‘semente’ e como é que esta ‘semente’ viria e traria libertação. Foi só quando Cristo veio e “lançou luz sobre a vida e a incorrupção por intermédio das boas novas” que isto foi esclarecido. (2Ti 1:10) Então começou a ser obtido o conhecimento do mistério da ‘semente da mulher’. O Reino messiânico. Paulo, nos seus escritos, fornece uma ampla visão da revelação do segredo sagrado do Cristo. Em Efésios 1:9-11, ele fala de Deus fazer saber “o segredo sagrado” da sua vontade, e diz: “É segundo o seu beneplácito, que ele se propôs em si mesmo, para uma administração no pleno limite dos tempos designados, a saber, ajuntar novamente todas as coisas no Cristo, as coisas nos céus e as coisas na terra. Sim, nele, em união com quem também somos designados herdeiros, visto que fomos predeterminados segundo o propósito daquele que opera todas as coisas segundo o modo aconselhado por sua vontade.” Este “segredo sagrado” envolve um governo, o Reino messiânico de Deus. […] Jesus salientou aos seus discípulos que o segredo sagrado tinha que ver com o Reino, quando lhes disse: “A vós tem sido dado o segredo sagrado do reino de Deus.” — Mr 4:11. Inclui a Congregação. Há muitos aspectos deste conhecimento do segredo sagrado. O apóstolo forneceu pormenores adicionais ao explicar que o segredo sagrado inclui a congregação, da qual Cristo é Cabeça. (Ef 5:32; Col 1:18; Re 1:20) Os membros dela são seus co-herdeiros, com os quais ele compartilha o Reino. (Lu 22:29, 30) São tirados tanto dentre os judeus como dentre os gentios. (Ro 11:25; Ef 3:3-6; Col 1:26, 27) Este aspecto do “segredo sagrado” só podia ser dado a conhecer com clareza quando Pedro foi mandado visitar o gentio Cornélio e viu os desta casa gentia receber os dons do espírito santo, em 36 EC. (At 10:34, 44-48) […] Numa visão na Revelação dada a João mostra-se que esta congregação é composta de 144.000 pessoas ‘compradas dentre a humanidade como primícias para Deus e para o Cordeiro’. Estão em pé junto com o Cordeiro, Jesus Cristo, no Monte Sião, o lugar onde fica a “cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial”. “A congregação do Deus vivente” tinha a verdade, e conhecia com exatidão o mistério, ou “o segredo sagrado”, da verdadeira devoção piedosa, e a congregação não só tinha a forma, mas também o poder desta devoção piedosa. (Contraste isso com 2Ti 3:5.) Por isso podia ser “coluna e amparo da verdade” no meio de um mundo de erro e de religião falsa, constituindo ‘mistérios’ sagrados para Satanás e para aqueles que ele cegou. (2Co 4:4) O próprio Jesus Cristo é Aquele cuja devoção piedosa foi predita e descrita nas inspiradas Escrituras Hebraicas. Durante séculos, desde que se lançou o desafio contra a soberania de Deus, pondo-se em dúvida a integridade do homem, era um mistério, ou “segredo sagrado”, se alguém sobre quem o Diabo pudesse exercer pressão podia manter plenamente uma devoção piedosa plena, inabalável e imaculada. Quem é que podia perseverar sob prova e sair-se plenamente puro, sem pecado e imaculado em devoção exclusiva a Jeová? Relacionado com isso havia a questão referente a quem seria ‘a semente da mulher’ que machucaria a cabeça da Serpente. Isto seria plenamente revelado quando Cristo fosse ‘manifestado em carne, fosse declarado justo em espírito, aparecesse a anjos, fosse pregado entre nações, fosse crido no mundo, fosse recebido acima em glória’. (1Ti 3:16; 6:16) Era admitidamente uma coisa grandiosa. A grande questão da devoção piedosa girava em torno de uma única pessoa, Jesus Cristo. Quão grandioso era o proceder de devoção piedosa de Cristo! Quanto beneficia a humanidade, e quanto vindica e enaltece o nome de Jeová! Chega ao Término. Na visão do apóstolo João, ele foi informado: “Nos dias do toque do sétimo anjo, quando estiver para tocar a sua trombeta, então, deveras, terá sido levado a término o segredo sagrado de Deus, segundo as boas novas que ele declarou aos seus próprios escravos, os profetas.” (Re 10:7) Este término do segredo sagrado está intimamente relacionado com o toque de trombeta pelo sétimo anjo, após o qual se faz o anúncio no céu: “O reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.” (Re 11:15) Concordemente, o segredo sagrado de Deus termina na época em que Jeová inicia seu Reino por meio de seu Messias, ou Cristo. “

    “ porque a manifestação de Jesus em carne, por vezes, ainda gera dúvidas no povo de Deus. Isto acontece porque alguns vêem a carne em lugar de ver o Pai que estava em Cristo. 2 Coríntios 5:19 “… a saber que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo…” “

    Este tema é ausente nas passagens em que a Bíblia fala sobre o[s] “segredo sagrado”/ “segredos sagrados”, não se fala que o segredo sagrado seja que o Pai era Jesus Cristo, nem que existiam “2 Jeovás”, nem que seja que em Cristo tinham duas pessoas em uma – homem e Deus- nem nada desse tipo;

    ” Esta é uma das razões porque Ele mostrava sua submissão ao Pai e dizia: “Pai, tu sempre me ouves…” “Senhor porque me abandonaste?…” Houve uma total submissão de Deus ao seu próprio plano; Ele aceitou a cruz por nossa causa”

    Deus se submetendo à Deus. Deus sendo abandonado por Deus.

    “Deus é Jeová, o Pai, e que Cristo como filho é menor”
    Que Deus é Jeová e que Deus é o Pai, está na Bíblia.
    Que Cristo como Filho é menor que o Pai está na Bíblia.

    “sendo criatura e não Criador”
    Que o Pai é o Criador e que o Filho não é, está na Bíblia. Se Cristo fosse o próprio Pai, ele não poderia ser o mediador, intermediário ou agente da Criação, significaria que Deus criou o mundo por intermédio de si mesmo, o que sem sentido, o intermediário é uma pessoa a parte.

    “Uma lógica totalmente errada e mesquinha”

    Lógica errada de João, Paulo, etc não é? Já que são eles que usam os termos que significam não Autoria ou Fonte mas sim Mediação, Intermediação…..

    Amiguinhos, peguem sua Almeida Fiel lá e abre em (Efésios 3:9) que fala que “Deus, que criou todas as coisas por meio de Jesus Cristo”. Ora, Deus criou sozinho, Jesus criou sozinho, ou Deus Pai criou por meio de seu Filho Jesus Cristo?

    Tem também (Hebreus 1:2) “Filho…por meio de quem [Deus] fez o universo”. Ora para que o Pai pudesse criar usando Jesus Cristo, o Filho, teriam de ser duas pessoas….senão não faz menor sentido, antes da chamada encarnação
    já se fala em Filho.

    Curtir

  • botafogo  On 13 ago 2013 at 20:29

    Sou eu que acuso: suas palavras “É evidente que isso ocorre visto que as Traduções da Bíblia produzidas e mantidas por escolas evangélicas são, em muitos casos, tendenciosas e promovem a doutrina enganosa…”

    lhe responderei em breve a esse texto.

    Curtir

  • Saga  On 13 ago 2013 at 20:49

    Queruvim.

    Poderia ter um tópico quanto as seguintes questões

    – As TJ são legalistas?
    – As TJ é um grupo que segue apenas o AT?
    – As TJ dão precedência do AT sobre o NT?
    – As TJ negam a “graça”? A doutrina de Paulo sobre a “graça”, em vez disso frisando a “salvação pelas obras da lei” ?
    – O fato das TJ usarem “o nome de Deus no Antigo Testamento”, negarem a doutrina da Trindade (mantendo uma perspectiva judaica de Deus), ensinarem o primitivo conceito judeu do Seol, a descrição semita arcaica da alma (nefesh), insistirem que a real fé deve ser acompanhada de obras, manterem a proibição de consumir sangue e manterem uma esperança terrestre os faz serem uma “seita pseudocristã baseada no AT”?
    – As TJ citam o AT mais do que o NT? Suas crenças principais tem amparo no NT?

    Qual a diferença das TJ para judeu messiânicos, cristãos legalistas e sabatistas, etc etc? Eu destaco como pontos interessantes: tem evangélicos e outros [mórmons por ex] guardando dízimo, tem católico mantendo altares e um arranjo de sacerdócios e até de sacrifícios (missas), teve quem praticou a poligamia, tem gente guardando um sábado semanal, tem crente prestando culto a [réplicas da] Arca da Aliança, tem católico sincretista com religiões afro brasileiras sacrificando animais, tem professo cristão baseando seu conceito sobre serviço militar nas guerras do AT, tem protestante que mantem que Israel ainda é o povo eleito até hoje, tem suposto cristão fazendo questão de seguir as leis dietéticas do AT…tem inclusive gente dita cristã que segue o costume judeu de substituir o nome de Deus por Senhor [Adonay], alias tem até quem escrevas “D-us” e quem insiste em pronunciar os nomes bíblicos em hebraico [como Yehoshuah ou Yahashuah] ….

    Parecem ter muitas perguntas óbvias, mas é engraçado que teimem em reaparecer questões desse tipo.

    Curtir

  • Saga  On 13 ago 2013 at 21:17

    “Queruvim Em 13 de agosto de 2013 às 15:25 […] O Sr nada comenta sobre o artigo acima e ainda inicia seu post com esta falta de respeito sem sequer provar seu ponto”

    É comum que se comece falando de algo que nada tem a ver com o artigo. O artigo falou sobre “latria”, sobre uma questão de tradução, sobre palavras gregas e vem uma pessoa reclamando sem nada falar sobre o assunto em pauta.

    ” Assim são muitos evangélicos! Excessivamente otimistas devido aos cultos de emoção que promovem e pouco estudo da Bíblia”

    Ele é fascinado pelo termo “mistério” e parece insistir que tem um mistério complexo e superior a lógica no NT, algo que não possa ser demonstrado pela razão ou estudo, mas simplesmente crido de forma mistica. (Um mistério que envolva incompreensíveis questões trinitárias/cristológicas quanto a Pessoa de Deus e a Natureza “Homem-Deus” do Cristo)

    E como é um “mistério” e tem de ser conhecido por “revelação” aí ele parece fazer pouco caso do estudo, da crítica textual, das analises linguísticas.

    “O Sr sugere que as Testemunhas de Jeová estão na lei?”

    Nossa visão de Jeová e do Messias seria a do AT. No NT, Paulo teria trazido um novo conceito misterioso de Deus, numa revelação divina dada exclusivamente à Paulo, que os próprios apóstolos como Pedro ainda ignoravam, por ainda se apegarem demasiadamente ao Testamento Antigo.

    “Nada fala sobre o que foi postado. Tu tens o hábito de atacar a pessoa e sequer menciona ou refuta a proposição do outro”

    O artigo falava de tradução. O diatribe dele nos comentários do artigo nada fala sobre o tema do artigo!

    “Parte do princípio de que já está certo. Afirmas como verdade aquilo que ainda tem que provar”

    É por aí.

    “Eu apontei uma falta de exatidão na Almeida ao verter o verbo latreuo no artigo acima. Nada comentas sobre isso”

    É o que já falei outras vezes, foge do assunto.

    “Parte do pressuposto de que o que escrevo já está errado e nem ao menos dá um pio a respeito.”

    Queruvim é TJ, então já se supõe que esteja errado por antecipação, não importa o que escreva, sobre o que escreva e que argumentos use.

    “O Sr não entende corretamente as palavras de Paulo e as deturpa”

    Mas pra que o estudo né? A Bíblia é um mistério que deve ser simplesmente interpretada pela revelação de uma fé mística e emocional.

    “Quando Cristo orava a Deu, o Sr entende que isto se dava porque ele estava na carne, e portanto, orando a sí mesmo! Acha que isto faz sentido?”

    Ele acha, pois acusa as TJ de usar uma “Uma lógica totalmente errada e mesquinha”, entende, as TJ são mesquinhas e usam lógica errada, a “lógica” correta é a dele que fala num mistério místico.

    “Em sua teologia, em seu entendimento, o SR acredita que Jesus estava […] enganando as pessoas em sua volta. Ele estava agradecendo a ele mesmo e diziam que queria que as pessoas cressem que Deus o enviou mas ao mesmo tempo não queria que cressem nisso”

    Pois é, mistério em cima de mistério, onde Jesus diz o contrário do que queria dizer.

    “Lei o texto novamente e verá que aquilo que pensas ser uma “revelação” na verdade é uma “deturpação””

    É fácil ler um texto e inventar uma interpretação ilógica baseada em um mistério incompreensível, com este método não importa o que o texto queira dizer, esse leitor deturpador conseguirá encaixa-lo no que quer crer na mera base do “PORQUE SIM” .

    ” botafogo Em 13 de agosto de 2013 às 20:29 Sou eu que acuso: suas palavras “É evidente que isso ocorre visto que as Traduções da Bíblia produzidas e mantidas por escolas evangélicas são, em muitos casos, tendenciosas e promovem a doutrina enganosa…” lhe responderei em breve a esse texto. “

    Ou seja, Queruvim falou falou falou, aí o Botafogo deu uma de Jurandir ignorou tudo e veio com pedras na mão acusando a TNM de ser a tendenciosa que promove o engano.

    Curtir

  • Queruvim  On 13 ago 2013 at 23:31

    Sugiro que escreva…eu postarei…estarei escrevendo sobre o ID, o que acha?

    Curtir

  • Immanuel  On 14 ago 2013 at 10:54

    botafogo disse em 13 de agosto às 9:34 :”Seu conhecimento humano e científico é fraco perante a Revelação da Graça de Deus…”.Posso entender que o botafogo pensa que o papel do espírito santo é SUBSTITUIR o estudo das escrituras em vez de ser em ADIÇÂO ao estudo dela?Qual é o conceito que ele tem de “… Revelação da Graça de Deus..”?Pois os trinitaristas alegam tanto que possui tal “revelação” mas no final dizem que os conceitos trinitários são “mistério”.Outra coisa que compreendem mal é a palavra grega mysterion que não tem o significado que eles usam nas línguas modernas mas sim de “segredo sagrado” que para os servos de Deus é algo que finalmente é conhecido e inteligível e portanto são capazes de explicar com lógica.Como o botafogo pode nos acusar de usar uma”Uma lógica totalmente errada e mesquinha”? A doutrina da trindade segue regras do pensamento lógico,como por exemplo o princípio da não contradição,ou tenta explicar as contradições com a alegação especial de que ela é um mistério para justificar a irracionalidade?

    Curtir

  • Immanuel  On 14 ago 2013 at 11:07

    Outra coisa botafogo procure refutar a argumentação do Queruvim sobre o uso e a correta tradução da palavra grega latreúo e defender a tradução que as versões de Almeida fez dessa palavra nivelando o significado com outra palavra grega, no caso foi diakonéo,porque a sensação que eu tive com essa de “Revelação da Graça de Deus” é que você está tergiversando,ou seja, fugindo da discussão com apelação do misterioso e sobrenatural.Se você faz um ataque é tarefa sua demonstrar onde está o erro.

    Curtir

  • givanilson rocha  On 15 ago 2013 at 9:25

    Botafogo declara: Isto parece mostrar que há duas pessoas distintas. Mas eram manifestações do Filho, em carne.Ora mas não é isso que apregoa os trinitaristas? que são DUAS PESSOAS distintas mas UM SÒ DEUS?
    Isto acontece porque alguns vêem a carne em lugar de ver o Pai que estava em Cristo…..Vê carne? que declaração sem nexo..Ora que que o pai estava em cristo isso é evidente pois o pai sempre esteve apoiando e dando ajuda a seu filho..nada de trindade ai.O pai estava em seu filho,pois o filho era um reflexo do seu pai,agiu como o próprio pai agiria..afinal ele foi um bom aluno não?

    Curtir

  • botafogo  On 19 ago 2013 at 11:02

    QUERUVIN foi mal pelas palavras pesadas é que você também perde o controle algumas vezes e usa de palavras rudes também.

    PALAVRAS DO SAGA: Pelo que se lê nos escritos neotestamentários o segredo sagrado de Deus era a vinda do messias (Cristo) e a soteriologia, ou seja a forma de salvação que haveria em Cristo. Não se faz menção que o segredo sagrado era “o mistério da Trindade” ou da natureza e identidade de Deus e muito menos que era a “união hipostática de duas naturezas”.Se esse segredo fosse a Dupla Natureza e/ou a Trindade então continuaria sendo um segredo misterioso pois não foi revelado e explicado por Paulo e pelos outros apóstolos no NT.?
    RESPOSTAS : A Sabedoria Predeterminada está contida e explicada em todos as seus detalhes no Evangelho da Graça de Deus, revelado ao Apóstolo Paulo pela boca do justo – Jesus Cristo. Nas suas catorze Epístolas. Romanos 16: 25-26 “ Ora, àquele que é poderoso para vos confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus Cristo, conforme a revelação do mistério(segredo) guardado em silêncio nos tempos eternos…”
    “Segundo o meu evangelho”, disse Paulo. O Evangelho da Graça nada tinha haver com o evangelho pregado pelos outros Apóstolos, pois eles pregavam a lei mosaica e sobre o Cristo da carne. 1 Coríntios 2:6-7 “ Entretanto, expomos sabedoria entre os experimentados…falamos a sabedoria de Deus em mistério( segredo) outrora oculta,…” Através desta sabedoria que Deus dá a conhecer os Seus desígnios, coisa que homem do presente século, que não tem o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, sequer pode imaginar “1 Coríntios 2:8-9 sabedoria essa que nenhum dos poderosos deste século conheceu; porque se tivessem conhecido, jamais teriam crucificado o Senhor da glória;…”
    Deus nos revela através do seu Espírito o que tem preparado para os seus. 1 Coríntios 2:10-11 “Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas prescuta…” Quem tem a revelação do Espírito Santo conhece os Mistérios (segredos) de Deus. 1 Coríntios 2:12 “…temos o Espírito que vem de Deus para que conheçamos…” Os Mistérios estão contido no Evangelho da Graça de Deus. 1 Coríntios 2:13-16 “…não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito…”
    Quantos “líderes”, investidos de mera capacidade e autoridade humana, não possuem, de Deus, a Revelação da verdade. A Palavra pregada através do Apóstolo Paulo foi expressivamente demonstrada em sua Epistola aos Colossenses 1:24-27 “…preencho o que resta das aflições de Cristo, na minha carne… para dar pleno cumprimento à palavra de Deus: o mistério(segredo)que estivera oculto(se estava oculto é porque os outros Apóstolos não pregaram) agora todavia se manifestou…a qual seja a riqueza da glória deste mistério(segredo)… Aprouve a Deus revelar esta maravilhosa Graça ao Apóstolo Paulo, para que por meio dele, ela corresse o mundo para alcançar o povo de Deus. Tito 1:1 “…para promover a fé que é dos escolhidos de Deus e o conhecimento da verdade segundo a piedade,”. “Piedade” também quer dizer “Graça de Deus” Tito 1: 2-4 “…mediante a pregação que me foi confiada por mandato de Deus nosso Salvador…da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus nosso Salvador.”
    Assim como o Apóstolo Pedro, os outros Apóstolos Tiago e João, que andaram com Jesus não possuíam ainda a Revelação da Graça de Deus. Houve um momento que o Apóstolo Paulo resistiu Pedro face a face Galatas 2:11 “Quando porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face…” “Gálatas 2:14-17 “quando porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho, disse a Cefas,…” Os Apóstolos Tiago, João e Pedro reconheceram a Palavra da Graça a compreenderam que o Ministério de Paulo era para os gentios. A Sabedoria Predeterminada não é segundo homens. Gálatas 1:11-14 “…não recebi, nem o aprendi de homem algum, mas mediante revelação de Jesus Cristo.” “Gálatas 1:15-17 “…ao que ma separou antes de eu nascer…nem subi a Jerusalém para os que já eram apóstolos antes de mim,…”Quando o Apóstolo Paulo foi chamado para levar a Palavra aos gentios, não consultou ninguém, simplesmente obedeceu à Vontade de Deus. Tudo o que a Bíblia diz, deve passar pelas Epistolas do Apóstolo Paulo, que são o filtro da Bíblia, caso contrário, esbarramos em mandamentos para os judeus.
    A doutrina revelada a Paulo é chamada de Sã Doutrina Efésios 1:3 “… nos tem abençoado com toda sorte de benção…” No Antigo Testamento, Moisés dizia: “Jeová te abençoe! Que o Senhor Jeová te prospere! Que o Senhor seja misericordioso..” Agora, no Novo Pacto, na Dispensação da Graça de Deus, já somos abençoados, e estas bênçãos ninguém pode nos tirar ou anula-las. Pelo seu sangue, Jesus Cristo nos aperfeiçoou para sempre. Hebreus 10:14 “…com uma única oferta aperfeiçoou para sempre…”
    Os Mistérios são arcanos ou segredos religiosos que razão não pode explicar ou compreender, o mistério só é compreendido por revelação e fé dadas pelo próprio Senhor. Uma vez conhecido por Revelação Divina deixa de ser Mistério. O Apóstolo fala disto Efésios 3:1-4 “…pois segundo uma Revelação, me foi dado conhecer o Mistério…quando ledes, podeis compreender o meu discernimento do mistério de Cristo,”. Aqui, ele diz ter apresentado resumidamente, nos capítulos anteriores da Epístola aos Efésios, os Mistérios de Deus.
    Antes que o Senhor enviasse o Apóstolo Paulo aos gentios, Deus, que é Único e verdadeiro, era conhecido somente pelo povo de Israel. Mas Deus não é limitado ás fronteiras judaicas. Romanos 10:20 “…revelei-me aos que não perguntavam por mim.”O Apóstolo Paulo recebeu a palavra do próprio Senhor, que a ele se revelou mostrando a verdade do Mistério da Piedade- Cristo é Deus.
    Mateus 16:15-17 “…Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo.” Pedro o via a sim os demais Apóstolo também o viam dessa forma. Só o Apóstolo Paulo compreendeu, por revelação, que O que era chamado filho de Deus era o próprio Deus. O Apóstolo Paulo ouviu a voz de Deus com esta revelação 2ª Coríntios 5: 16 “ Assim que nós, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, se antes conhecemos a Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo”. O Cristo da carne foi o Cristo judeu, o Cristo ressuscitado, é o Cristo para todos nós: É Deus sobre todos. Romanos 9:5 “deles são os patriarcas e também deles descende o Cristo, segundo a carne, o qual ó sobre todos, Deus bendito para todo sempre. Amém”. O Cristo segundo a carne, é descendente dos Patriarcas, mas o ressuscitado é o Deus sobre todos. Esta revelação é o conhecimento de que Cristo não quer ser conhecido segundo a carne.
    A revelação de Paulo aos hebreus,Hebreus 10:19,20 é que o Cristo segundo a carne era o véu, o véu foi rasgado de auto a baixo e então vimos a glória de Deus,Mateus 27:51 “Eis que o véu do santuário se rasgou em duas partes, de alto a baixo: tremeu a terra, fenderan-se as rohas”.O véu tipificava a carne de Cristo. Ele encobria a presença de Deus dentro do tabernáculo . Quem rasgou o véu foi o próprio Deus. O Único e Soberano Senhor Judas 4 “…nosso único soberano e Senhor, Jesus Cristo”. Em mais de 150 anos evangelho no Brasil, nunca ninguém entendeu as alianças e separou o Cristo da carne do Cristo ressuscitado. 1ª Timóteo 3;16 “…grande é o mistério da piedade: Aquele que foi manifestado na carne…contemplado por anjos, pregado entre os gentios(não entre os judeus pois os judeus sabiam que ele era o Messias, que mistério a nisso, pois desde o Antigo Testamento se falava do messias), crido no mundo, recebido na glória. Jesus é o Senhor da Glória e isto é diferente quando vocês dizem que todos recebem glória.
    O mistério da piedade. É o mistério da Graça, e é o conhecimento de Jesus. O véu era a carne, mas por trás dele estava o Deus verdadeiro e vivo. Jesus foi recebido na glória, porque ele tinha vindo de lá. Vejamos em 1 Coríntios 1:25 “ Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens”. Nós temos que definitivamente, abandonar o “marido que morreu”, o Cristo nos dias de sua carne. A fraqueza de Deus referida na citação significa o Cristo na carne, quando ele sofreu, ele foi cuspido, chicoteado, humilhado e chorou. É por isso que ele não quer ser visto na carne, porque essa foi a fraqueza dele. Ele despiu-se da sua glória e se fez homem, essa foi a fraqueza de Deus. Quem tem os olhos iluminados vê Jesus em autoridade, reinando sobre todos. . 2 Coríntios 11:2 “Porque zelo por vós com zelo de Deus; visto que tenho preparado para vos apresentar como virgem pura a um só esposo, que é Cristo.” De acordo com o que foi evidenciado pelas citações bíblicas nós percebemos que fomos chamados a pertencer a um só esposo que é o Cristo ressuscitado, o Deus sobre todos.
    Romanos 7:4 “Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente á lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, e deste modo frutifiquemos para Deus”. A Bíblia relata analogia de um casamento de uma mulher casada mas que fica viúva. Vejamos a citação bíblica: Romanos 7:1-4 “Porventura ignorais, irmão, pois falo aos que conhecem a lei, que a lei tem domínio sobre o homem toda a sua vida? Ora, a mulher casada está ligada pela lei ao marido, enquanto ele vive; mas, se o mesmo morrer, desobrigada ficará da lei conjugal. De sorte que será considerada adúltera se, vivendo ainda o marido, unir-se com outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei, e não será adúltera se contrair novas núpcias. Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes A OUTRO, A SABER, AQUELE QUE RESSUSCITOU dentre os mortos, e deste modo frutifiquemos para Deus”. A mulher é a igreja, o homem é o Cristo da carne. Esse marido morreu e a mulher ficou livre e casou-se com o Cristo que ressuscitou e que está vivo. Uma vez casada com o Cristo que está vivo, se ela se ligar ao Cristo que está morto estará em adultério espiritual. Ela está em adultério, porque segue o Cristo histórico, o Cristo de Nazaré, no cumprimento da lei, mas sabe que foi salva pelo que ressuscitou e que está vivo, serve ao ressuscitado e adora ao que morreu, com a sua cruz, com sua lei, cerimônias, etc.

    Curtir

  • Queruvim  On 19 ago 2013 at 12:37

    O que seria abusar da verbosidade ou do bulverismo, definições obscuras e distorções de fatos, argumento não relevante ou pertinente ao tema? Este tipo de imprecisão em forma de texto não ajuda muito. Eu apreciaria que fosse objetivo e claro.

    Curtir

  • Saga  On 19 ago 2013 at 15:35

    Botafogo,
    Vou dividir em duas postagens ….
    1————[A Morte de Deus e a Ressurreição de Deus?]
    Se Cristo é Deus ele nunca morreu, pois Deus é Deus de Eternidade a Eternidade e não pode morrer, e ninguém nunca foi salvo, pois uma falsa morte onde uma entidade imortal simplesmente “fecha os olhos” fingindo que morreu não pode salvar ninguém.

    É bonito dizer que “Meu Deus morreu por mim”, soa tocante e apela a emoção, mas isso é totalmente impossível, Deus não morre, nunca morreu e nunca morrerá, ele é o que é por toda existência. O “Jesus” que vocês pintam funciona como se fossemos nós sentados no sofá jogando um videogame; imaginem que elá estaria esse “Deus” em seu trono celestial com um controle na mão apertando botões e controlando na Terra o seu bonequinho de carne em osso chamado “Jesus” em um RPG de interpretação, aí quando seu personagem morreu, ele apertou CONTINUE e usou outra vida….percebam que em nenhum momento Ele morre de verdade, apenas o personagem do joguinho, a vida do Jogador em nenhum momento é atingida. Sendo assim, não existe verdadeira morte neste caso. Se não existe morte, também não existe ressurreição, pois uma pessoa que não morreu não pode ressuscitar.

    Curtir

  • Saga  On 19 ago 2013 at 15:44

    2—-[Existe dois Cristos? Um que está vivo e outro que morreu? ]

    Botafogo: “A Bíblia relata analogia de um casamento de uma mulher
    casada mas que fica viúva […] A mulher é a igreja, o homem é o Cristo da carne. Esse marido morreu e a mulher ficou livre e casou-se com o Cristo que ressuscitou e que está vivo. Uma vez casada com o Cristo que está vivo, se ela se ligar ao Cristo que está morto estará em adultério”

    Não fez nenhum sentido esse negócio de “o marido que está morto” e “o marido que ressuscitou”, você quer separa-los, mas ora….eles são o mesmo. O que ressuscitou, ora se “ressuscitou” é porque morreu! A única divisão que faria algum sentido seria você falar que “o humano carnal morreu” mas “o divino espiritual” está vivo, pois seria imortal e nunca teria morrido. Ao chamar o divino de “ressuscitado” você entra em contradição; Quem precisa de ressurreição é mortal, o imortal não carece disso.

    Alguns pequenos esclarecimentos: A “Igreja” não existia antes da morte de Cristo, então ela não poderia ficar “viúva” dele se ele ainda nem tinha nascido. (A “Igreja” citada no NT não é casada, mas é noiva, e seu casamento está marcado para o futuro)

    Paulo diz que “nós morremos”, ao dizer isso ele diz que com essa morte, a pessoa não deve mais FIDELIDADE A LEI, pois a morte quebra esse vinculo, no caso dessa ilustração dele, O “MARIDO” NÃO ERA O CRISTO, era a Lei, com a morte, o laço é quebrado e aí sim se está livre para contrair um novo “matrimônio”, ESTE SIM, COM CRISTO. Essa Lei EXISTIA MUITO ANTES DE JESUS NASCER, de forma que esse vinculo anterior precedia a vinda de Cristo, eles não podiam casar com um `Jesus carnal` que nem existia.

    “o homem é o Cristo da carne. Esse marido morreu e a mulher ficou livre”
    A Lei passou a valer com Moisés em 1500 a.C, eles não tinham como casar com o Jesus “da carne”, cerca de 1500 ANOS ANTES DELE NASCER. Muito menos poderia existir um `casamento com a Igreja`, já que a Igreja nasceu em 33 d.C.

    Antes o povo de Deus estava pactuado com a Lei de Moisés, antigo pacto este feito lá em 1500 d.C, depois passaram a ficar pactuados com Cristo, novo pacto este feito em 33 d.C, quando nasceu a chamada “Igreja”. (Rom 7:6 liga esse pacto antigo ao código escrito, isto é aos Mandamentos)

    Curtir

  • botafogo  On 19 ago 2013 at 22:44

    É o assunto era referente aos segredos que você diz ser Cristo o Messias, mas li o texto acima e lhe responderei sobre o plano de Salvação.

    Curtir

  • Freitas  On 20 ago 2013 at 12:40

    Botafogo,bom dia.

    Não foi o Saga quem disse que o segredo sagrado é Jesus,É A BÍBLIA QUEM DIZ ISTO,,o sr deve ler os textos citados por ele.
    No entanto,o sr também está certo quando relaciona o mistério à graça de Deus,pois este é um aspecto desse mesmíssimo sagrado segredo.Outro aspecto desse “mistério” que se encerra em Jesus é o “reino” de Deus,mas acho que aqui o saga pegou pesado pois o sr não entenderia nada a respeito.
    Assim como eu não entendi quando vc diz agora para o saga o seguinte:-“O ASSUNTO ERA REFERENTE AOS SEGREDOS QUE VC DIZ SER O CRISTO”

    O assunto,me parece,era outro bem diferente,não concorda? Poderia ,por gentileza, nos explicar melhor de um modo compreensível o que tem haver
    a graça de Deus com Jesus ser O DEUS?

    Todo segredo revelado dever ser explicado de modo simples,por mais complexo que seja,se ele foi revelado pra quê complicar?

    A não ser que o sr não esteja mais pensando no assunto original,neste caso
    creio que o dilema está encerrado,pois nós, testemunhas de Jeová e de Jesus,
    concordamos com o sr de que a graça faz parte do segredo sagrado.
    Não desvie ainda para mais longe o assunto falando sobre quem é o marido morto/vivo.

    ATT. Freitas

    Curtir

  • Saga  On 20 ago 2013 at 13:47

    É, preparem-se para verborragia….

    “Freitas Em 20 de agosto de 2013 às 12:40 Botafogo,bom dia. Não foi o Saga quem disse que o segredo sagrado é Jesus,É A BÍBLIA QUEM DIZ ISTO,,o sr deve ler os textos citados por ele”

    Entre as coisas que poderiam ser chamadas de s”egredo sagrado”, temos o Messias, o Reino do Messias, a forma como o Messias iria redimir as pessoas, que são coisas que o AT não respondia diretamente de forma clara e especifica. Mas são temas que não tem que ver com Trindade, Unicismo, com a União Hipóstatica ou Comunicatio Idiomatum, não é tocado na questão da Unidade de Deus aqui.

    “Assim como eu não entendi quando vc diz agora […] o que tem haver
    a graça de Deus com Jesus ser O DEUS?” Nada. A Lei ou as obras não influem em Deus ser 1, 2, 3 ou 4. Se Deus é trinitário, unicista ou unitário nada disso tem a ver a “Doutrina da Graça”.

    Mas de toda forma, faz parte do pacote do Novo Pacto que o Cordeiro morra e temos aqui um fator que iria impedir o resgate de ocorrer.

    Curtir

  • Saga  On 20 ago 2013 at 14:01

    Replay

    Vou frisar ponto importantes que passagem totalmente ignorados:

    [1] “Este tema é ausente nas passagens em que a Bíblia fala sobre o[s] “segredo sagrado”/ “segredos sagrados”, não se fala que o segredo sagrado seja que o Pai era Jesus Cristo, nem que existiam “2 Jeovás”, nem que seja que em Cristo tinham duas pessoas em uma – homem e Deus- nem nada desse tipo”

    [2] “Que o Pai é o Criador e que o Filho não é, está na Bíblia. Se Cristo fosse o próprio Pai, ele não poderia ser o mediador, intermediário ou agente da Criação, significaria que Deus criou o mundo por intermédio de si mesmo, o que é sem sentido, o intermediário é uma pessoa a parte […] Ora, Deus criou sozinho, Jesus criou sozinho, ou Deus Pai criou por meio de seu Filho Jesus Cristo? […]
    (Hebreus 1:2) “Filho…por meio de quem [Deus] fez o universo”. Ora para que o Pai pudesse criar usando Jesus Cristo, o Filho, teriam de ser duas pessoas….senão não faz menor sentido, antes da chamada encarnação
    já se fala em Filho.”

    [3] “Se Cristo é Deus ele nunca morreu, pois Deus é Deus de Eternidade a Eternidade e não pode morrer, e ninguém nunca foi salvo, pois uma falsa morte onde uma entidade imortal simplesmente “fecha os olhos” fingindo que morreu não pode salvar ninguém. […] O “Jesus” que vocês pintam funciona como se fossemos nós sentados no sofá jogando um videogame; […] “Deus” em seu trono celestial com um controle na mão apertando botões e controlando na Terra o seu bonequinho de carne em osso chamado “Jesus” em um RPG de interpretação, aí quando seu personagem morreu, ele apertou CONTINUE e usou outra vida….percebam que em nenhum momento Ele morre de verdade, apenas o personagem do joguinho, a vida do Jogador em nenhum momento é atingida. Sendo assim, não existe verdadeira morte […] também não existe ressurreição”

    [4] “Não fez nenhum sentido esse negócio de “o marido que está morto” e “o marido que ressuscitou”, você quer separa-los, mas ora….eles são o mesmo. O que ressuscitou, ora se “ressuscitou” é porque morreu! […] Ao chamar o divino de “ressuscitado” você entra em contradição; Quem precisa de ressurreição é mortal, o imortal não carece […] A “Igreja” não existia antes da morte de Cristo, então ela não poderia ficar “viúva” dele se ele ainda nem tinha nascido. […] Essa Lei EXISTIA MUITO ANTES DE JESUS NASCER […] A Lei passou a valer com Moisés em 1500 a.C, eles não tinham como casar com o Jesus “da carne”, cerca de 1500 ANOS ANTES DELE NASCER. Muito menos poderia existir um `casamento com a Igreja`, já que a Igreja nasceu em 33 d.C.”

    Curtir

  • botafogo  On 20 ago 2013 at 16:28

    Boa tarde Freitas.

    Não foi o Saga quem disse que o segredo sagrado é Jesus,É A BÍBLIA QUEM DIZ ISTO,,o sr deve ler os textos citados por ele.
    No entanto,o sr também está certo quando relaciona o mistério à graça de Deus,pois este é um aspecto desse mesmíssimo sagrado segredo.Outro aspecto desse “mistério” que se encerra em Jesus é o “reino” de Deus,mas acho que aqui o saga pegou pesado pois o sr não entenderia nada a respeito.

    “acho que aqui o saga pegou pesado pois o sr não entenderia nada a respeito.”

    Freitas não precisa ser nenhum especialista em Grego para debater de forma tranquila com vocês a respeito da Biblia isso nás aprendemos no dia-dia.

    PALAVRAS DE SAGA:

    Este aspecto do “segredo sagrado” só podia ser dado a conhecer com clareza quando Pedro foi mandado visitar o gentio Cornélio e viu os desta casa gentia receber os dons do espírito santo, em 36 EC.

    O Apóstolo Pedro recebeu o ministério da circuncisão por isso ele jamais poderia pregar sabre o “segredo sagrado”(ou mistérios). Gálatas 2:7-9 ele era um pregador da lei. O ministério de Paulo era da incircuncisão ou seja contra os preceitos da lei.

    Os Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João no original não são evangelhos mas sim livros, pois só a um único Evangelho que é o da Graça de Deus Atos 20:32 este pregado por Paulo e é através dele que nós conhecemos os segredos, os mistérios, as revelações é sabedoria escondida, predeterminada ou seja predestinada 1 Coríntios 2:6-8 e também da Deidade de Cristo e outros temas.

    RESPOSTAS: O Apóstolo Pedro foi o primeiro entre os apóstolos de Cristo a receber a revelação de que o Evangelho deveria ser pregado aos gentios. ATOS 10:1a 5; 9 a 17; 22,27,28; 44,45, mas quem foi separado por Deus para levar o Evangelho da Graça(os segredos, os mistérios, as revelações) aos gentios foi o Apóstolo Paulo Gálatas 1:15 a 17 ; Efésios 3:1 a 7; Atos 9:15; Atos 13:47-48; Atos 22:21.
    Gálatas 2:1-6 “Catorze anos depois, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também a Tito. Subi em obediência a uma revelação; e lhes expus o “evangelho que prego” ( não o evangelho pregado por João, Pedro,Lucas e outros)entre os gentios’’. Apóstolo Paulo repreendeu diretamente ao Apóstolo Pedro, que tinha andado com Jesus, mas não tinha revelação do evangelho da Graça de Deus. O Apóstolo Pedro só entendeu a Graça de Deus depois que o Apóstolo Paulo mostrou o erro que ele estava cometendo, misturando os mandamentos de Moisés com a Ressurreição de Cristo. Ele tornou-se um defensor da Graça de Deus. 2 Pedro 3:15-18 ‘’…e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu…”.
    Os outros Apóstolos pregavam um outro evangelho com os costumes judaicos e o Jesus segundo a carne, enquanto o Apóstolo Paulo pregava Jesus Cristo Ressuscitado e Glorificado. Os outros Apóstolo não sabiam disto. O Verdadeiro Evangelho de Cristo, a Graça de Deus, é o pregado pelo Apóstolo Paulo. .Quando os Apóstolos Tiago, Pedro e João ouviram sobre a Graça de Deus, compreenderam também, por revelação do Espírito de Deus, que Paulo era um Apóstolo para os gentios, diferente deles que pregavam aos judeus. Gálatas 2:6-9 “E, quanto àqueles que pareciam ser de maior influência ( quais tenham sido, outrora, não me interessa; Deus não aceita a aparência do homem)…” . Infelizmente alguns pregam erroneamente por falta de conhecimento (não conscientemente). Vê o caso de Apolo, um homem bom e fiel, mas que, por ignorância espiritual, não pregava a Graça de Deus, até que recebeu o conhecimento. Atos 18: 26-28 “… com mais exatidão lhe expuseram o caminho de Deus.” Para nossa vida espiritual, o que importa é Jesus Cristo Ressuscitado. O Apóstolo Paulo, por revelação do próprio Senhor, prega o Evangelho da Graça, cujo fundamento é Jesus Cristo Ressuscitado. Esta é a manifestação definitiva de Deus no Novo Testamento. Efésios 2:6”…e juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus;”

    ATT. BOTAFOGO

    Curtir

  • botafogo  On 20 ago 2013 at 19:36

    Boa noite Saga . Lhe responderei aos poucos

    Palavras do saga:
    Numa visão na Revelação dada a João mostra-se que esta congregação é composta de 144.000 pessoas ‘compradas dentre a humanidade como primícias para Deus e para o Cordeiro’. Estão em pé junto com o Cordeiro, Jesus Cristo, no Monte Sião, o lugar onde fica a “cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial”. “A congregação do Deus vivente” tinha a verdade, e conhecia com exatidão o mistério, ou “o segredo sagrado”, da verdadeira devoção piedosa, e a congregação não só tinha a forma, mas também o poder desta devoção piedosa.

    Texo
    Apocalipse 7:4 “Então, ouvi o número dos que foram selados, que era cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel… Eu ouvi os número dos que foram selados que eram de cento e quarenta e quatro mil… chamados filhos de Israel, aqui, se referem não apenas a Israel hebraico, mas a Israel espiritual.
    A Israel espiritual compreende quem? Todos os descendentes dos Patriarcas e todos os descendentes dos doze Apóstolos, ou seja, a Igreja de Todos os Tempos. Quem são os cento e quarenta e quatro mil que João ouviu? São Israel de Deus e a Igreja de Todos os Tempos.
    O Israel espiritual inclui tanto os gentios quanto os judeus. Gálatas 6:16 “E, a todos quantos andarem de conformidade com esta regra, paz e misericórdia sejam sobre eles e sobre o Israel de Deus.”
    Quer dizer que existe um Israel lá na Palestina, em Jerusalém. Mas existe um Israel de Deus, que é a Igreja do Senhor, que é composta de Judeus e de Gentios. Vamos ver isto em Romanos 2:28-29 “Porque não é judeu quem o é apenas exteriormente, nem é circuncisão a que é somente na carne. Porém judeu é aquele que o é interiormente, e circuncisão, a que é do coração, no espírito, não segundo a letra, e cujo louvor não procede dos homens, mas de Deus.” O Ap. Paulo está explicando aos romanos que judeu não é apenas o judeu que é circuncidado no prepúcio, mas judeu é aquele que é circuncidado no coração, que pode ser gentio, ou pode ser hebreu. Tu deves entender que fazes parte de um enxerto. Vamos ver isto em Romanos 11:17 “Se, porém, alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo oliveira brava, foste enxertado em meio deles e te tornaste participante da raiz e da seiva da oliveira, Os ramos que foram quebrados são os judeus, e a oliveira brava são os gentios…. (19) “Dirás, pois: Alguns ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado.” Lê também Romanos 9:24-26. AGORA, NÓS SOMOS CHAMADOS FILHOS DO DEUS VIVO.
    Voltando à explicação dos 144 mil, o que significa na Bíblia o número doze? O doze significa o testemunho e a autoridade. Se tu juntares o testemunho e a autoridade das Doze Tribos e multiplicares pelo testemunho e a autoridade dos descendentes dos Doze Apóstolos, multiplicados ao longo dos tempos, que, biblicamente, é representado por MIL (O número mil significa o tempo de Deus. Um dia são como mil anos e mil anos como um dia), chegarás aos 144 mil. Lê Apocalipse 7:9. Agora, tu precisas entender algumas coisas que são segredos de Deus.
    Diz a Palavra em Isaías 26:1-2 “Naquele dia, se entoará este cântico na terra de Judá: Temos uma cidade forte; Deus lhe põe a salvação por muros e baluartes. Abri vós as portas, para que entre a nação justa, que guarda a fidelidade.” A cidade forte é a Igreja, e Deus põe a salvação na Igreja. A Bíblia diz que há um povo que Ele chama de nação justa, que são seus servos amados e eleitos e fazem parte de Israel de Deus, que serão salvas, que são aqueles que guardam a fidelidade. Estes são os chamados justos. Depois diz em Isaías 26:10 “Ainda que se mostre favor ao perverso, nem por isso aprende a justiça; até na terra da retidão ele comete a iniqüidade e não atenta para a majestade do SENHOR.” Deus tinha dito que há um justo, mas agora diz que existe uma semente chamada perversa. Se tu pegares um perverso e lhe mostrar o favor, a Graça, nem por isso aprende a justiça. O justo, sim; o justo vai à Igreja, o Senhor o leva, e ele se torna fiel. Mas o perverso, não. Ele não aprende. Até na terra da retidão, se ele for à Igreja, ele comete iniqüidade e não atenta para a Majestade do Senhor.

    Curtir

  • Queruvim  On 20 ago 2013 at 20:01

    Bota fogo, pelo amor de Deus, QUANDO FOR CITAR O QUE ALGUÉM DISSE: Abre Aspas ” ………….” e FECHA ASPAS. SENÃO COMO VAMOS ENTENDER???????? Nós podemos até entender mas o os que porventura lerem? Uma outra coisa, qual é o tema mesmo desta discussão??????

    Curtir

  • Saga  On 21 ago 2013 at 2:08

    O Sr Botafogo ia nos explicar o mistério do Deus Filho de Deus que é Filho de si mesmo, que criou todas as coisas por meio de si mesmo, que traz a salvação por intermédio de si mesmo, que morreu sem morrer e que é Deus e ao mesmo tempo o mediador de Deus com os homens, o Cordeiro que pegou o livro das mãos de si mesmo e que se fica a direita de si mesmo….

    Em vez disso ele veio novamente menosprezar Pedro e começou uma explicação desinteressante sobre a identidade dos 144.000 a qual eu tenho convicção de que ninguém aqui está interessado.

    Curtir

  • Freitas  On 21 ago 2013 at 6:03

    Isso que você escreveu nós já sabemos e ensinamos todos os dias quando levamos o evangelho da graça às pessoas em suas casas e estudos bíblicos.Concordamos contigo,de forma que não precisa repetir o que concordamos.
    Mas o que tem que ver isto com Jesus ser O Deus?

    Me parece que a resposta está nos seus lábios mas você não quer pronunciar,veja:

    “Efésios 2:6..e juntamente COM ELE ,NOS RESSUSCITOU, e nos fez assentar nos lugares celestiais”

    Quem ressuscitou?
    Quem foi ressuscitado?

    “Mas DEUS,que é riquíssimo em misericórdia,pelo seu muito amor com que nos amou,estando nós ainda mortos em nossas ofensas,nos vivificou juntamente com cristo,pela graça sois salvos”-Efésios 2:4,5

    ..e não se esqueça das “aspas”,please.

    Curtir

  • Freitas  On 21 ago 2013 at 6:25

    Um dia desses um evangélico me deu um “manifesto” de umas 10 páginas,verso e reverso,onde em suma dizia que as tjs só pregavam sobre Jeová e não Jesus e o evangelho da graça.Reuni várias capas de revistas que falava exclusivamente de jesus,tirei xerox,e entreguei a ele 50 páginas.só coloquei um único comentário: Veja sua total falta de informação.

    Creio que é isto o que o Botafogo quer nos dizer também(rs)
    Sr botafogo,não caia no mesmo erro desse senhor,nós somos testemunhas de Jesus também.

    Fica com Deus.

    Curtir

  • botafogo  On 21 ago 2013 at 7:50

    Queruvim

    Valeu é verdade vou prestar mais atenção nisso. Hiiiii rapaz já misturou vários rsrs, já chega, então vou parar nesse.

    Curtir

  • Queruvim  On 21 ago 2013 at 14:37

    Bota Fogo, se for continuar postando aqui, então faça o seguinte. Seja direto e evite desviar-se desnecessariamente do tema em consideração. Apesar de tudo, quero agradecer o tempo que gastou em partilhar o que entende. Sugiro que faça uma reavaliação de tudo a fim de certificar sem sombra de dúvidas de que o que acredita está certo e em plena harmonia com a Bíblia Sagrada. Nós o amamos e desejamos o bem para tí. Desejamos sinceramente sua felicidade e que continue aumentando em conhecimento exato a fim de poder partilhar as palavras corretas da verdade. Sugerimos que adquira o hábito de ler a Bíblia Sagrada também na versão TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DAS ESCRITURAS SAGRADAS por ser considerada “a mais exata das versões produzidas” FONTE: clique aqui.

    “Alguns especialistas em lingüística têm examinado certas Bíblias modernas — incluindo a Tradução do Novo Mundo — em busca de exemplos de tradução inexata e tendenciosa. Um desses eruditos é Jason David BeDuhn, professor-associado de estudos religiosos da Universidade do Norte do Arizona, EUA. Em 2003, ele publicou um estudo de 200 páginas sobre nove das “Bíblias mais usadas nos países de língua inglesa”. Seu estudo examinou vários trechos polêmicos, pois é onde “a tradução tem maior probabilidade de ser tendenciosa”. Na análise de cada trecho, ele comparou o texto em grego com as traduções de cada versão em inglês em busca de tentativas tendenciosas de mudar o sentido do texto. Qual foi sua avaliação? BeDuhn destaca que o público em geral e muitos eruditos bíblicos acreditam que as diferenças na Tradução do Novo Mundo (NM) se devem aos conceitos religiosos dos tradutores. No entanto, ele relata:

    “A maioria das diferenças são por causa da maior exatidão da NM como uma tradução literal, conservadora.” Ele diz que essa versão “é a mais exata de todas as traduções comparadas”. Ele a chama de uma tradução “notavelmente boa”.

    ENCERRADOS OS COMMENTS PARA ESTA PÁGINA.

    Curtir