Exemplos de “PROSKUNEŌ” gr.: “prestar homenagem, curvar-se, adorar”, na literatura não bíblica.


Observe escritos gregos antigos e anteriores a Cristo, que usaram  a palavra grega PROSKINÉO com o sentido claro de “prestar homenagem” sem que isso implicasse adoração ou reverência religiosa. Curvar-se ou prostrar-se diante de alguém (em grego PROSKINÉO) era um costume que , normalmente nada tinha que ver com adoração conforme entendida atualmente. É este tipo de proskinéo que os anjos prestam a Jesus em Hebreus 1:6. (Para um estudo mais detalhado sobre a palavra grega PROSKINÉO clique aqui)

Heródoto (em grego, Ἡρόδοτος – Hēródotos) foi um geógrafo e historiador grego,  nascido no século V a.C. (485?–420 a.C.) em Halicarnasso (hoje Bodrum, na Turquia). Observe como ele usou a palavra grega proskinéo.

GREEK TEXT: “…Ἐντυγχάνοντες [1.] δ᾽ ἀλλήλοισι ἐν τῇσι ὁδοῖσι, τῷδε ἄν τις διαγνοίη εἰ ὅμοιοί εἰσὶ οἱ συντυγχάνοντες: ἀντὶ γὰρ τοῦ προσαγορεύειν ἀλλήλους φιλέουσι τοῖσι στόμασι: ἢν δὲ ᾖ οὕτερος ὑποδεέστερος ὀλίγῳ, τὰς παρειὰς φιλέονται: ἢν δὲ πολλῷ ᾖ οὕτερος ἀγεννέστερος, προσπίπτων προσκυνέει τὸν ἕτερον[2.] τιμῶσι δὲ ἐκ πάντων τοὺς ἄγχιστα ἑωυτῶν οἰκέοντας μετά γε ἑωυτούς, δευτέρα δὲ τοὺς δευτέρους: μετὰ δὲ κατὰ λόγον προβαίνοντες τιμῶσι: ἥκιστα δὲ τοὺς ἑωυτῶν ἑκαστάτω οἰκημένους ἐν τιμῇ ἄγονται, νομίζοντες ἑωυτοὺς εἶναι ἀνθρώπων μακρῷ τὰ πάντα ἀρίστους, τοὺς δὲ ἄλλους κατὰ λόγον τῆς ἀρετῆς ἀντέχεσθαι, τοὺς δὲ ἑκαστάτω οἰκέοντας ἀπὸ ἑωυτῶν κακίστους εἶναι. [3.] ἐπὶ δὲ Μήδων ἀρχὸν τῶν καὶ ἦρχε τὰ ἔθνεα ἀλλήλων, συναπάντων μὲν Μῆδοι καὶ τῶν ἄγχιστα οἰκεόντων σφίσι, οὗτοι δὲ καὶ τῶν ὁμούρων, οἳ δὲ μάλα τῶν ἐχομένων, κατὰ τὸν αὐτὸν δὴ λόγον καὶ οἱ Πέρσαι τιμῶσι: προέβαινε γὰρ δὴ τὸ ἔθνος ἄρχον τε καὶ ἐπιτροπεῦον…” – (Hdt. 1.134[.1-3], “Herodotus, with an English translation,” by A. D. Godley. Cambridge. Harvard University Press. 1920.)
Tradução 
Heródoto (circa. 484-425 A.E.C): “…Quando [1.] um homem encontra-se com outro na rua, é fácil perceber se os dois são iguais; pois se eles são, se beijam nos lábios sem falar nada; se a diferença no ranking é pequena, o rosto é beijado; se é grande, o mais humilde se curva e presta homenagem ao outro[2.] Eles honram a maioria daqueles que perto deles vivem, ou até mesmo junto daqueles que estão mais do que mais achegado, e assim sucessivamente empreendem esta regra de dar honra: aqueles que residem mais longe eles atribuem menas honra; pois imaginam a si mesmos como sendo, muito mais,  os melhores de todos os homens , e que o restante possuem somente uma exigência de mérito proporcional , ao passo que aqueles que moram bem mais longe tem um mérito menor que todos. [3.] Debaixo da regra dos  Medos, uma tribo até mesmo governaria outra; os medos dominavam a todos da mesma forma e, especialmente, sobre os que viviam mais próximo a eles, estes governaram seus vizinhos, e os vizinhos, por sua vez aqueles que vieram ao lado deles, no mesmo esquema pelo qual os persas atribuem honra, pois a nação continuou a avançar seu reino e domínio {1}…” – (Hdt. 1.134[.1-3], “Herodotus, with an English translation,” by A. D. Godley. Cambridge. Harvard University Press. 1920.)
GREEK TEXT: “…Ταῦτα μὲν Ὑδάρνεα ἀμείψαντο. ἐνθεῦτεν δὲ ὡς ἀνέβησαν ἐς Σοῦσα καὶ βασιλέι ἐς ὄψιν ἦλθον, πρῶτα μὲν τῶν δορυφόρων κελευόντων καὶ ἀνάγκην σφι προσφερόντων προσκυνέειν βασιλέα προσπίπτοντας, οὐκ ἔφασαν ὠθεόμενοι ὑπ᾽ αὐτῶν ἐπὶ κεφαλὴν ποιήσειν ταῦτα οὐδαμά: οὔτε γὰρ σφίσι ἐν νόμῳ εἶναι ἄνθρωπον προσκυνέειν οὔτε κατὰ ταῦτα ἥκειν. ὡς δὲ ἀπεμαχέσαντο τοῦτο, δεύτερά σφι λέγουσι τάδε καὶ λόγου τοιοῦδε ἐχόμενα [2.] ‘ὦ βασιλεῦ Μήδων, ἔπεμψαν ἡμέας Λακεδαιμόνιοι ἀντὶ τῶν ἐν Σπάρτῃ ἀπολομένων κηρύκων ποινὴν ἐκείνων τίσοντας,’ λέγουσι δὲ αὐτοῖσι ταῦτα Ξέρξης ὑπὸ μεγαλοφροσύνης οὐκ ἔφη ὅμοιος ἔσεσθαι Λακεδαιμονίοισι: κείνους μὲν γὰρ συγχέαι τὰ πάντων ἀνθρώπων νόμιμα ἀποκτείναντας κήρυκας, αὐτὸς δὲ τὰ ἐκείνοισι ἐπιπλήσσει ταῦτα οὐ ποιήσειν, οὐδὲ ἀνταποκτείνας ἐκείνους ἀπολύσειν Λακεδαιμονίους τῆς αἰτίης…” – (Hdt. 7.136[.1-2], “Herodotus, with an English translation,” by A. D. Godley. Cambridge. Harvard University Press. 1920.)
Tradução
Heródoto (circa. 484-425 B.C.E.): “…Esta foi a resposta deles a Hydarnes. De lá eles foram a  SUSA, a presença do Rei, e quando os guardas ordenaram e os compeliram a prostrarem-se e curvarem-se diante do Rei, disseram que nunca fariam isso. Isto eles recusariam ainda que fossem colocados de cabeça para baixo, pois não era costume deles, disseram, curvarem-se diante do homem mortal , nem era o propósito da vinda deles.Tendo evitado isso, em seguida disseram, [2.] “Os Lacedamonios nos enviaram, Oh Rei dos Medos,em retribuição pelo assassinato de seus arautos em Esparta, para fazer expiação por sua morte “, e mais para este efeito. Para este Xerxes, com grande magnanimidade, respondeu que não iria imitar os lacedamonios. “Você”, disse ele, “assolava toda lei humana por arautos matando, mas eu não farei isso pelo qual eu te censuro, nem colocando-lhe em troca a morte porei os lacedamonios livres dessa culpa.
 – (Hdt. 7.136[.1-2], Herodotus, with an English translation by A. D. Godley. Cambridge. Harvard University Press. 1920.)
GREEK TEXT:
“…Ὀρέστης:
ποῦ ‘στιν οὗτος ὃς πέφευγεν ἐκ δόμων τοὐμὸν ξίφος;
Φρύξ:
προσκυνῶ σ᾽, ἄναξ, νόμοισι βαρβάροισι προσπίτνων.
Ὀρέστης:
οὐκ ἐν Ἰλίῳ τάδ᾽ ἐστίν, ἀλλ᾽ ἐν Ἀργείᾳ χθονί.
Φρύξ:
πανταχοῦ ζῆν ἡδὺ μᾶλλον ἢ θανεῖν τοῖς σώφροσιν…”
Tradução
EURIPIDES (circa. 480-406 B.C.E.): 
“…Orestes:
“Onde está aquele que fugiu do palácio para escapar da minha espada.
Frígio: Caindo aos pés de Orestes,”?. Diante de ti  eu me prostro, Senhor, e suplicai no meu caminho estranho.
Orestes:
“Nós não estamos em Ilium , mas na terra de Argos.
Frígio“.  Em toda parte, o sábio encontra a vida mais doce do que a morte ..
– (Eur. Orest. 1506-1507, Euripides. The Complete Greek Drama, edited by Whitney J. Oates and Eugene O’Neill, Jr. in two volumes. 2. Orestes, translated by E. P. Coleridge. New York. Random House. 1938.)
Estela de Salmanaser  exemplificando o costume  comum na antiguidade de  “adorar” ou “prestar homenagem a um Rei” – Museu britânico
TEXTO GREGO: “…Θουκυδίδης μὲν οὖν καὶ Χάρων ὁ Λαμψακηνὸς ἱστοροῦσι τεθνηκότος Ξέρξου πρὸς τὸν υἱὸν αὐτοῦ τῷ Θεμιστοκλεῖ γενέσθαι τὴν ἔντευξιν: Ἔφορος δὲ καὶ Δείνων καὶ Κλείταρχος καὶ Ἡρακλείδης, ἔτι δ᾽ ἄλλοι πλείονες, πρὸς αὐτὸν ἀφικέσθαι τὸν Ξέρξην. τοῖς δὲ χρονικοῖς δοκεῖ μᾶλλον ὁ Θουκυδίδης συμφέρεσθαι, καίπερ οὐδ᾽ αὐτοῖς ἀτρέμα συνταττομένοις. [2.] ὁ δ᾽ οὖν Θεμιστοκλῆς γενόμενος παρ᾽ αὐτὸ τὸ δεινὸν ἐντυγχάνει πρῶτον Ἀρταβάνῳ τῷ χιλιάρχῳ λέγων, Ἕλλην μὲν εἶναι, βούλεσθαι δ᾽ ἐντυχεῖν βασιλεῖ περὶ μεγίστων πραγμάτων καὶ πρὸς ἃ τυγχάνει μάλιστα σπουδάζων ἐκεῖνος. ὁ δέ φησιν: ‘ὦ ξένε, νόμοι διαφέρουσιν ἀνθρώπων: ἄλλα δ᾽ ἄλλοις καλά: καλὸν δὲ πᾶσι τὰ οἰκεῖα κοσμεῖν καὶ σώζειν.[3.] ὑμᾶς μὲν οὖν ἐλευθερίαν μάλιστα θαυμάζειν καὶ ἰσότητα λόγος: ἡμῖν δὲ πολλῶν νόμων καὶ καλῶν ὄντων κάλλιστος οὗτός ἐστι, τιμᾶν βασιλέα, καὶ προσκυνεῖν ὡς εἰκόνα θεοῦ τοῦ τὰ πάντα σώζοντος. εἰ μὲν οὖν ἐπαινῶν τὰ ἡμέτερα προσκυνήσεις, ἔστι σοι καὶ θεάσασθαι βασιλέα καὶ προσειπεῖν: εἰ δ᾽ ἄλλο τι φρονεῖς, ἀγγέλοις ἑτέροις χρήσῃ πρὸς αὐτόν. βασιλεῖ γὰρ οὐ πάτριον ἀνδρὸς ἀκροᾶσθαι μὴ προσκυνήσαντος.’ [4.] ταῦτα ὁ Θεμιστοκλῆς ἀκούσας λέγει πρὸς αὐτόν: ‘ἀλλ᾽ ἔγωγε τὴν βασιλέως, ὦ Ἀρτάβανε, φήμην καὶ δύναμιν αὐξήσων ἀφῖγμαι, καὶ αὐτός τε πείσομαι τοῖς ὑμετέροις νόμοις, ἐπεὶ θεῷ τῷ μεγαλύνοντι Πέρσας οὕτω δοκεῖ, καὶ δι᾽ ἐμὲ πλείονες τῶν νῦν βασιλέα προσκυνήσουσιν. ὥστε τοῦτο μηδὲν ἐμποδὼν ἔστω τοῖς λόγοις, οὓς βούλομαι πρὸς ἐκεῖνον εἰπεῖν.’ [5.] – (Plut. Them. 27[:1-5], Plutarch. Plutarch’s Lives. with an English Translation by. Bernadotte Perrin. Cambridge, MA. Harvard University Press. London. William Heinemann Ltd. 1914. 2.)
Tradução
PLUTARCO / LUCIUS MESTRIUS PLUTARCHUS (circa. 46-120 C.E.):“… Agora Tucídides {1} e Caronte de Lâmpsaco relatam que Xerxes estava morto, e que era seu filho Artaxerxes com quem Temístocles teve sua entrevista, mas Ephorus e Dinon e Clitarchus e Heracleides e ainda mais além de tê-lo de que era Xerxes, a quem ele veio. Com os dados cronológicos Tucídides parece-me mais de acordo, embora estes não são de forma solidamente estabelecida. [2.] Seja como for, Temístocles, portanto, no limiar da provação terrível, teve primeira audiência com Artabano o Quiliarca, ou grão-vizir, e disse que ele era um heleno, e que ele desejava ter uma audiência com o rei sobre assuntos que eram da maior importância e para o qual o monarca entreteu a preocupação mais animada. Então o Quiliarca replicou: “Ó estrangeiro, os COSTUMES DOS HOMENS diferem; diferentes pessoas HONRAM por meio de  PRÁTICAS diferentes, mas todos honram e exaltam  e mantem suas próprias maneiras peculiares. [. 3] Quanto a vós  helenos é dito a vós para admirar a liberdade e a igualdade acima de todas as coisas, mas em nossos olhos, no meio de muitos COSTUMES corretos , este é o mais belo de todos, para a glória do rei, prestamos homenagem a eles como a imagem de Deus que é  Aquele que  preserva todas as coisas. Se, então, tu aprovas nossa prática e prestas homenagem  está no teu poder de observar e abordar o REI, mas se tu és de mentalidade diferente , será necessário para ti empregar mensageiros para ele em teu lugar, pois é NÃO É COSTUME DESTE PÁIS  QUE O REI de ouvidos a um homem que não lhe preste homenagem. “Quando Temístocles ouviu isso, disse-lhe [4].:” Não, mas eu vim, Artabano, para aumentar a fama e poder do Rei, e eu não somente observarei  SEUS COSTUMES, uma vez que tal é o prazer de Deus, que exalta os persas, e isto induzirá mais homens a PRESTAR HOMENAGEM  ao rei.
 – (Plut. Them. 27[:1-5], Plutarch. Plutarch’s Lives. with an English Translation by. Bernadotte Perrin. Cambridge, MA. Harvard University Press. London. William Heinemann Ltd. 1914. 2.)
[FOOTNOTE 1]: 1 Thuc. 1.137.
TEXTO GREGO: “…ἔπειτα ὅτε Ξέρξης ὕστερον ἀγείρας τὴν ἀναρίθμητον στρατιὰν ἦλθεν ἐπὶ τὴν Ἑλλάδα, καὶ τότε ἐνίκων οἱ ἡμέτεροι πρόγονοι τοὺς τούτων προγόνους καὶ κατὰ γῆν καὶ κατὰ θάλατταν. ὧν ἔστι μὲν τεκμήρια ὁρᾶν τὰ τρόπαια, μέγιστον δὲ μαρτύριον ἡ ἐλευθερία τῶν πόλεων ἐν αἷς ὑμεῖς ἐγένεσθε καὶ ἐτράφητε: οὐδένα γὰρ ἄνθρωπον δεσπότην ἀλλὰ τοὺς θεοὺς προσκυνεῖτε…”
 – (Xen. Anab. 3.2.13, Xenophon. Xenophontis opera omnia, vol. 3. Oxford, Clarendon Press. 1904, Reprint 1961.)
Tradução
XENOFON (circa. 430-354 B.C.E.):
“… Mais uma vez, quando Xerxes em um momento posterior, que reuniu inúmeros {1} anfitriões e veio contra a Grécia, em seguida, também os nossos antepassados ​​foram vitoriosos, tanto por terra como por mar, {2} sobre os antepassados ​​de nossos inimigos. Como símbolos dessas vitórias podemos, de fato, ainda contemplar os troféus, mas o mais forte testemunho para eles é a liberdade dos estados em que nasceram e foram criados, pois para nenhuma criatura humana prestais homenagem como mestre, mas somente para os deuses … “-  [ Ou seja o costume dos semitas (Xerxes) era diferente e não era costumo na grécia]
(Xen. Anab. 3.2.13, Xenophon. Xenophon in Seven Volumes, 3. Carleton L. Brownson. Harvard University Press, Cambridge, MA; William Heinemann, Ltd., London. 1922.)
[nota ao pé da página 1]: Herodotus (Hdt. 7.185) coloque o pleno montante de lutadores no armamento de Xerxes 2,641,610.
[nota ao pé da página 2]: Pelo mar em  Salamis (480 B.C.) e por terra em  Plataea (479 B.C.).

É óbvio, portanto, que a palavra proskynéo, vertida “adoração” em algumas traduções da Bíblia, não se refere exclusivamente ao tipo de adoração que se deve apenas a Jeová. Pode referir-se também ao respeito e honra demonstrados a outra pessoa. Tentando evitar equívocos, algumas traduções da Bíblia vertem a palavra proskynéo em Hebreus 1:6 como “prostrem-se diante dele” (Tradução Ecumênica), “honrem-no” (The Complete Bible in Modern English), “curvem-se diante dele” (Twentieth Century New Testament), ou “lhe prestem homenagem” (Tradução do Novo Mundo).Jesus é digno dessa homenagem? Sem dúvida que sim! Na sua carta aos hebreus, o apóstolo Paulo explica que, como “herdeiro de todas as coisas”, Jesus “assentou-se à direita da Majestade nas alturas”. (Hebreus 1:2-4) Portanto, “no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai”. — Filipenses 2:10, 11.

LEIA O ARTIGO
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Jocthan  On 21 de março de 2013 at 3:30

    Queruvim, meu irmão, me tire uma duvida que me incomoda um pouco….
    Porque foi inserido na TNM João7:53-8:11 (Pericope Adulterae) e Marcos 16:9-20 (conclusão longa e curta) se e reconhecido que tais passagens são espurias (tendo em vista que o próprio Perspicaz admite que são adulterados tais textos)?
    Obs.: Eu sei que estão muito bem sinalizada tais passagens, porém não há um texto lá em 1 João 5:7,8 que também é espurio (aparece na ALA) so que na TNM foi excluida? Se só sinalizar resolve, então porque tal passagem tambem não apareceu sinalizada?

    Grato desde já pela atenção, Seu Irmão na fé, Jocthan Costa.

    Curtir

  • queruvim  On 21 de março de 2013 at 4:06

    Esta foi uma decisão da CTTNM (Comissão de Tradução da Tradução do Novo Mundo) e não me lembro de ter ouvido uma resposta deles a esta pergunta. Eu também já me indaguei a este respeito. Acredito que eles seguiram princípios a fim de tomarem esta decisão. Até porque o impacto de se remover todo o PA seria muito mais considerável do que um texto como o de 1 João 5:7. Isto se deve a alguns fatores. A certeza absoluta da natureza expúria do PA só ficou mais evidente recentemente quando foram descobertos MSS que não contém tal passagem. Inclusive mais recentemente certas descobertas feitas na Albânia serviram para firmar a natureza expúria do PA. Este é bem mais antigo que o Comma Johanneum também chamado “Parêntese Joanino” ou “Cláusula Joanina”. Apesar de aceitar o dogma da Santíssima Trindade, a Igreja Católica não reconhece o “Parêntese Joanino” como canônico e autêntico, e por esse motivo não o aceita.O mesmo não acontece com o PA. Eu particularmente acho que a remoção do PA agora seria aceito com mais naturalidade. Ao passo que se isto fosse feito a 50 anos teria causado muitos problemas em relação a crítica que já não é pouca. Mas estou confiante de que deve haver algo mais neste assunto que não sabemos e que certamente foi levado em consideração pela CTTNM.

    É seguro dizer que nenhum dos chamados “Pais da igreja” nem no concílio ou em suas obras nem quaisquer manuscritos antigos de todas as versões (siríaca, copta, armênia, etíope, eslavo, e árabe) continha esta COMMA que é um texto adicionado posteriormente na Primeira Carta ou Epístola de João. Sua natureza expúria era flagrante desde o início. sobre o Pericope a algum tempo a maioria da cristandade acreditava como sendo parte dos escritos inspirados e canônicos, algo que tem mudado ultimamente

    Curtir

  • Jocthan  On 21 de março de 2013 at 10:30

    Bem, eu vejo que, de longe, a PA pode ate ser um pouco coerente, avaliando só o texto em si. Mas a conclusão longa de Marcos é inaceitável! Dizer que o sinal dos que seguem a cristo é pegar em cobras e beber veneno é justamente o contrario do que era o verdadeiro sinal: o amor.
    Mas tambem há a conclusão curta…
    De qualquer modo, com um tradução tão boa nas minhas mãos, não ha motivos pra ficar preoupado. Deve ter havido bons motivos pra isso.
    Muito obrigado pela resposta.
    Que Jeová te abençoe meu irmão.

    Curtir

  • Saga  On 21 de março de 2013 at 16:47

    A comparação é indevida;
    O acréscimo em 1 Jo 5:7 é em palavras, mas o verso mesmo ainda fica lá, Primeira Carta de João capítulo 5, versículo 7, sai a frase espúria e mantem-se o versículo.

    Pensemos em Marcos 16, 9-20 são vários versículos! Em João o caso é ainda mais avassalador, imagine que se suma com esses versículos, o capítulo 8 ficará sem inicio. e começará do verso 12!!! Muitos versos sumindo, com o leitor desavisado simplesmente notando um vão ali, vão pensar -como já pensam- que a Tradução está excluindo passagens da Bíblia Sagrada a seu bel prazer.

    A TNM tem alguns versos faltantes, mas não se compara versos com uma dúzia inteira de versículos…..

    O final de Marcos – A conclusão longa de Marcos foi feita por algum escriba que achava o final original muito seco então achou por bem completa-lo, ele copiou seus dados dos outros Evangelhos, ele traz um dado interessante (seja lá qual for a data dele) que é uma antiga crença cristã de que o ressusecto Jesus aparecia em outras formas,
    pois bem, ele
    segue copiando expressões dos outros evangelhos mexendo um pouco na fraseologia das palavras (Ide pregai o evangelho a toda criatura = Ide fazei discípulos de todas nações)
    E mesmo seus polêmicos versos que falam nos dons milagrosos também são baseados em outras passagens que falam que os apóstolos receberam dons milagrosos, inclusive aqui outro indício da redação mais tardia deste trecho, afinal, ainda não tinha sido feita menção do dom de línguas que iria surgir pela primeira vez no Pentecostes

    Não acho o final de Marcos problemático doutrinalmente, até mesmo seus infelizes versos 17 e 18 podem ser contextualizados, afinal tem de ser conformar com o resto da Escritura e não contradize-la, os cristãos da era apostólica realmente carregavam inúmeros dons milagrosos e isto lhes serviu de sinal de que o Senhor estava com eles, isoladamente e sem o contexto do resto do Novo Testamento esses versos não servem para provar toda a audácia das Igrejas Pentecostais que se autoafirmam como as cumpridoras dessas palavras, pois não precisam forçosamente significarem uma profecia até o fim dos tempos sobre os crentes, mas apenas uma descrição do Senhor sobre os sinais que marcariam a Era Apostólica do Primeiro Século.

    De toda forma os versos não são autênticos e nem canônicos, elas expressão as visões religiosas do desconhecido autor na época em que o escreveu, achando que estava fazendo bem em completar a obra de Marcos.

    Curtir

  • Marco Antonio Felicio  On 31 de julho de 2015 at 21:38

    Como fica absolutamente claro a partir dos versículos abaixo, PROSKUNEO significa reverenciar uma autoridade! Vejamos:

    Dan. 2:46 – “Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e “ADOROU” (proskuneo) A DANIEL, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves.”

    Gén. 44:14 – “E veio Judá com os seus irmãos à casa de José, porque ele ainda estava ali; e prostraram-se (proskuneo) diante dele em terra.”

    2 Reis 2:15 – “Vendo-o, pois, os filhos dos profetas que estavam defronte em Jericó, disseram: O espírito de Elias repousa sobre Eliseu. E vieram-lhe ao encontro, e SE PROSTRARAM DIANTE DELE (PROSKUNEO) em terra.”

    2 Crónicas 24:17 – “Porém, depois da morte de Joiada vieram os príncipes de Judá e PROSTRARAM-SE (PROSKUNEO) PERANTE O REI; e o rei os ouviu.”

    1 Sam. 24:8 – “Depois também Davi se levantou, e saiu da caverna, e gritou por detrás de Saul, dizendo: Rei, meu senhor! E, olhando Saul para trás, Davi se inclinou com o rosto em terra, E SE PROSTROU (PROSKUNEO).”

    1 Sam. 25:23 – “Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, e desceu do jumento, e PROSTROU-SE (PROSKUNEO) SOBRE O SEU ROSTO DIANTE DE DAVI, E SE INCLINOU À TERRA.”

    1 Sam. 28:14 – “E lhe disse: Como é a sua figura? E disse ela: Vem subindo um homem ancião, e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, E SE PROSTROU (PROSKUNEO).”

    2 Sam. 9:6 – “E Mefibosete, filho de Jônatas, o filho de Saul, veio a Davi, E SE PROSTROU (PROSKUNEO) com o rosto por terra e inclinou-se; e disse Davi: Mefibosete! E ele disse: Eis aqui teu servo.”

    2 Sam. 14:4 – “E a mulher tecoíta falou ao rei, e, deitando-se com o rosto em terra, SE PROSTROU (PROSKUNEO) e disse: Salva-me, ó rei.”

    2 Sam. 14:22 – “Então Joabe SE PROSTROU (PROSKUNEO) sobre o seu rosto em terra, e se inclinou, e agradeceu ao rei; e disse Joabe: Hoje conhece o teu servo que achei graça aos teus olhos, ó rei meu senhor, porque o rei fez segundo a palavra do teu servo.”

    1 Reis 1:16 – “E Bate-Seba inclinou a cabeça, e SE PROSTROU (PROSKUNEO) perante o rei; e disse o rei: Que tens?”

    1 Reis 1:23 – “E o fizeram saber ao rei, dizendo: Eis aí está o profeta Natã. E entrou à presença do rei, e PROSTROU-SE (PROSKUNEO) DIANTE DELE com o rosto em terra.”

    1 Reis 1:31 – “Então Bate-Seba se inclinou com o rosto em terra e SE PROSTROU (PROSKUNEO) DIANTE DO REI, e disse: Viva o rei Davi meu senhor para sempre.”

    1 Reis 1:53 – “E mandou o rei Salomão, e o fizeram descer do altar; e veio, E PROSTROU-SE (PROSKUNEO) PERANTE O REI SALOMÃO, e Salomão lhe disse: Vai para tua casa.”

    1 Crónicas 21:21 – “E Davi veio a Ornã; e olhou Ornã, e viu a Davi, e saiu da eira, e SE PROSTROU (PROSKUNEO) PERANTE DAVI com o rosto em terra.”

    Estes versículos citados só demonstram novamente a tendência híbrida dos tradutores trinitários que traduzem PROSKUNEO como bem lhes apetece ou convém.

    Existe uma dualidade de critérios no uso dessa palavra, e essa dualidade é aplicada consoante o interesse dos tradutores. Se porventura está diante de pessoas, usam a palavra “prostrar”. Mas se querem forçar ou impor a sua doutrina, deturpam a Palavra de YHWH, usando a palavra adorar como referência à pessoa de Yeshua, para a mesma palavra PROSKUNEO que foi diversas vezes aplicada a reis e autoridades humanas.

    Em vez de manterem a mesma fidelidade e imparcialidade, traduzindo esta palavra no seu sentido correcto, o de reverenciar, que se aplica perfeitamente a reis humanos, ao Messias-Ungido-Mediador Yeshua, e a qualquer outra autoridade.

    Destacamos no entanto, que Yeshua foi colocado numa posição que lhe confere o poder sobre todas as coisas visíveis e invisíveis, pois a Ele foi dado todo o Poder no Céu e na Terra, no entanto, essa condição foi-lhe dada por Aquele que é Sobre Todas as coisas, inclusive sobre Yeshua. Yeshua é o Nosso Sumo-Sacerdote. Mas mesmo os Sumo-Sacerdotes tinham um Deus. YHWH, o Todo-Poderoso, Somente esse deve ser Alvo de Culto e de Adoração. Yeshua é sim o Nosso Rei, a quem devemos honrar e submetermo-nos à sua administração, pois ele é o escolhido pelo Pai Celestial para governar sobre nós, e administrar o Reino do Seu Pai durante o Milénio.

    Fonte: http://emunah-fe-dos-santos.weebly.com/yeshua-foi-adorado.html

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s