Testemunhas de Jeová e abuso sexual


Há um ditado repetido no Ceará que diz…”quem é sujo não se suja”. De fato, muitos religiosos fazem questão de colocar a lupa nas Testemunhas de Jeová a fim de vasculhar algum caso grave e em seguida publicar de maneira barulhenta. É exatamente o que muitos tem feito quando o assunto é abuso sexual. Embora seja algo realmente raro entre as Testemunhas de Jeová, apóstatas, (ex adeptos expulsos por desrespeito a hierarquia da Igreja  bem como discordância de doutrinas bíblicas claras , apostasia) e outros religiosos tem aumentado números e inflado o assunto ao ponto de veicularem alguns poucos casos de abuso sexual entre as TJ a fim de darem a impressão de que a coisa é pandêmica e grave no meio delas. Uma consideração dos links abaixo irá mostrar o “outro lado”.

 

Declarações da Organização a respeito deste assunto

Por que as Testemunhas de Jeová não deveriam ser motivo de preocupação neste assunto?

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • tjcuriosoTJ Curioso  On 3 de julho de 2012 at 20:56

    Através desta postagem só posso concluir que o seu conhecimento deste assunto é no mínimo deficiente. Ao contrário do que afirma, a prática do abuso sexual entre as TJ é extremamente grave, ao contrário do que diz. (FONTE ?????????)

    Ao contrário do que se pensa, nem todos os abusadores sexuais são expulsos. Para o serem têm de admitir a prática. (acusação falsa)

    Acontece que muitos não o têm admitido e como a organização segue a regra insana das duas ou mais testemunhas para acusar alguém, simplesmente deixam nas mãos de Jeová a situação.

    Ora, como se deve imaginar, isto tem dado azo para que o abusador continue a praticar os seus atos sem qualquer restrição e principalmente, sem que os pais e as crianças da congregação tenham sequer a noção do potencial perigo entre eles(as).

    As evidências e provas documentais são tantas que caso queira, lhe posso enviar toda essa documentação bem como links de noticias e documentários na net que falam sobre este assunto.

    É vergonhoso que se trate um caso de abuso sexual infantil como se fosse um pecado! É mais do que isso! É um crime!!! (Acusação falsa novamente como se pode ver no artigo de A Sentinela abaixo)

    Curtir

  • queruvim  On 5 de julho de 2012 at 16:07

    A prática de abusos sexuais ou pedofilia entre as Testemunhas de Jeová(TJ) dedicadas e batizadas é algo muito raro. Andei o Brasil inteiro e jamais presenciei um caso sequer nas congregações.Você acha que meu conhecimento sobre este assunto é “deficiente” porque na verdade andou lendo páginas na internet onde se fala contra as TJ e se “garimpa” a fim de achar a todo custo, mesmo contando mentiras descaradas se possível. Não é de admirar que pense assim! Tanto é assim, que se digitar no google pedofilia e TJ, não encontrará quase nada!A não ser acusações e falsos “documentários” muitas vezes oriundos de fontes americanas. Diferente de muitos casos dos chamados “Pastores” e “Evangélicos” (temos muitíssimos casos beirando a centenas de links em português e perto de milhares em inglês acusando a pastores) pedofilia entre as TJ, por exemplo no Brasil, é raríssimo de se ver até mesmo com tal ferramenta poderosa de busca, ou seja o google. Isso só respalda o que te falei no começo em minha experiência pessoal e por observação. Sua afirmação de que abusadores sexuais “não são expulsos” seria correta se dissesse “suspeitas não confirmadas de abusos” não resultam em expulsão. Sugerir que as TJ não são razoáveis nem justas ou ainda que elas possuem uma política falha é intriga de oposição. Sei que alguma falha neste aspecto já ocorreu devido a complexidade do assunto e a dissimulação de pedófilos. Contudo, a organização tem um tratamento e resposta efetiva contra os que cometem tais crimes.Ademais, mesmo que não se tenha suficiente testemunhas, os Anciãos são orientados a avaliarem a verificabilidade das acusações. Conheço pessoas que fazem vídeos com o título: “As TJ NÃO promovem a pesquisa da Bíblia”.É tanta mentiraiada misturada com meias verdades, calúnias e difamação. E muitos, que já são predispostos a serem contra as Testemunhas de Jeová, acolhem prontamente estas falsidades, ainda mais se forem citadas com o apoio de alguns casos pescados ao desespero. Este tipo de acusação vazia e claramente enganosa, permeia a mente de muitos Anti TJ. Deve ficar lendo durante horas casos vazados e generaliza como sendo em todos lugar. Alguns, mal elementos chegam ao ponto de afirmar que “pedófilos vão de casa em casa” quando falam do GRUPO das TJ. Isso é uma declaração generalizante covarde, irresponsável e embusteira. Típico de ex TJ desassociados que nutriram e alimentaram ódio contra o povo religiosos mais limpo e organizado que existe. Sei que abusos existem em todos os lugares e até mesmo, embora raros, no meio do povo de Jeová. Pescar casos em que um Ancião de décadas atras deixou de reportar as autoridades ignora que está atitude não é DIRETRIZ nem procedimento padrão. Sei que isso infelizmente aconteceu em alguns casos, os quais colocas a lupa. Em primeiro lugar, os Anciãos devem avaliar cada caso, e muito embora a iniciativa de entregar a polícia seja da vítima, o artigo de A sentinela abaixo demonstra que os Anciãos não protegem estes criminosos, como alguns semelhantes a vc, preconcebido leitor, dá a entender de modo barulhento.

    Recentemente um site apóstata comentou sobre o que seria “o primeiro caso de pedofilia entre as TJ no Brasil” Se fosse pandêmico, como de fato é no meio evangélico, eu seria o primeiro a criticar fortemente. Por isso você cujo nome é inapropriado, (tjcurioso) não passa de um antagonista preconceituoso ANTI TJ! Já imaginou! Ora, os de mentalidade apóstatas, dão testemunho de que é algo raro. O que seria um “primeiro caso” de pedofilia entre as TJ no brasil, mesmo assim envolvia uma jovem e não uma “criança”. Pra que publicar o primeiro caso senão para tentar fazer barulho e extravasar o ódio evidente que existe contra este grupo protegido? Quem é sujo não se suja, é a verdade. Vc e muitos que pensam igual você, me lembram uma pessoa que chegou a mim e disso certa vez…”olha uma TJ, uma moça do meio de vocês fez sexo fora do casamento, é o que fiquei sabendo” Daí em resposta eu disse: ” Engraçado isso acontece toda hora na sua Igreja. Ele estava rindo e zombando do único caso ocorrido numa cidade do nordeste envolvendo as TJ! Tentar difamar as TJ plantando material caluniosos e cheio de exageros, ou ainda baseado em ódio dos que vazam informação confidencial lembra muito bem Satanás o Diabo. Aquele que “nos acusa noite e dia perante o nosso Deus” como lemos em Apocalipse 12. Os verdadeiros cristãos não estão ocupados com este tipo de covardia mentirosa e enganosa que visa simplesmente ridicularizar o grupo mais sério que conheço na terra.
    Eu publiquei uma pagina que mostra que as TJ não deveriam ser motivo de preocupação com respeito a este assunto em comparação com outros grupos religiosos. Usar a diferença religiosa ou ressentimentos por ter sido expulso por conduta não cristã como desculpa para atacar e ridicularizar as TJ demonstra que a motivação dos acusadores quase sempre é baseada em ódio e não em desejo de justiça.

    Procedimento no caso de alguma acusação

    Dois anciãos da congregação se reúnem a sós com o acusado e depois com o acusador para se contrastar suas versões do assunto. Se o acusado nega as acusações, fazem-se arranjos para falar com o acusado e o acusador juntos na presença de ambos os anciãos. Se o acusado continuar negando as acusações e não há mais testemunhas, os anciãos não podem tomar uma ação, pois a Bíblia Sagrada ( e não uma “regra insana”, explica que todo o assunto deve estabelecer-se com duas testemunhas (veja Deuteronômio 19:15, também Mateus 18:15-17).

    Suas palavras caem por terra ao avaliarmos o que REALMENTE A ORGANIZAÇÃO DE JEOVÁ fala sobre este assunto.

    No artigo de A Sentinela de 01 de Janeiro de 1997 lemos de baixo do tema ABOMINEMOS O QUE É INÍQUO:

    “Que dizer do molestador de criança?
    O que se dá quando um cristão adulto, batizado, molesta uma criança? É este pecador tão iníquo que Jeová nunca lhe perdoará? Não necessariamente. Jesus disse que “blasfemar contra o espírito santo” é imperdoável. E Paulo disse que não há mais nenhum sacrifício pelos pecados para aquele que pratica o pecado deliberadamente, apesar de conhecer a verdade. (Lucas 12:10; Hebreus 10:26, 27) Mas a Bíblia em parte alguma diz que o cristão adulto que abusa sexualmente duma criança — quer incestuosamente quer de outra forma — não possa ser perdoado. De fato, seus pecados podem ser apagados se ele se arrepender sinceramente, de coração, e mudar de comportamento. No entanto, ele talvez ainda tenha de lutar com os impulsos carnais, errados, que havia cultivado. (Efésios 1:7) E pode haver conseqüências que não possa evitar.
    Dependendo das leis do país em que ele vive, é bem possível que o molestador sofra pena de prisão ou outras sanções impostas pelo Estado. A congregação não o protegerá disso.”

    O mesmo artigo pouco antes diz:

    Conseqüências inevitáveis

    Por exemplo, o homem que leva uma vida de devassa imoralidade e contrai Aids pode aceitar a verdade e mudar de vida, a ponto de se dedicar e ser batizado. Ele é então um cristão espiritualmente limpo, tendo uma relação com Deus e uma maravilhosa esperança do futuro; mas ainda tem Aids. Pode no fim morrer da doença, uma conseqüência lamentável, mas inescapável, da sua conduta anterior. No caso de alguns cristãos, os efeitos da anterior crassa imoralidade podem persistir de outra maneira. Durante anos após o seu batismo, talvez pelo resto da sua vida neste sistema de coisas, eles talvez tenham de combater os impulsos da carne, que querem fazê-los retornar ao seu anterior estilo de vida imoral. Muitos conseguem resistir a isso, com a ajuda do espírito de Jeová. Mas precisam travar uma luta constante. — Gálatas 5:16, 17.
    Esses não pecam enquanto controlam seus impulsos. Mas, se forem homens, pode ser sábio não ‘procurar alcançar’ responsabilidades na congregação enquanto ainda têm de lutar com fortes impulsos carnais. (1 Timóteo 3:1) Por quê? Porque sabem que a congregação tem confiança nos anciãos. (Isaías 32:1; Hebreus 13:17) Dão-se conta de que os anciãos são consultados sobre muitos assuntos íntimos e têm de lidar com situações delicadas. Não seria nem amoroso, nem sábio ou razoável que alguém que trava uma luta constante contra desejos carnais, impuros, procure alcançar tal posição de responsabilidade. — Provérbios 14:16; João 15:12, 13; Romanos 12:1.
    Para o homem que antes de ser batizado era molestador de crianças pode haver outra conseqüência. Quando aprende a verdade, ele se arrepende e muda, não introduzindo este pecado cruel na congregação. Talvez faça depois um bom progresso, vencendo totalmente seus impulsos errados, e até mesmo se incline para ‘procurar alcançar’ um cargo de responsabilidade na congregação. O que se dá, porém, se a comunidade ainda o conhece como ex-molestador de crianças? Seria ele “irrepreensível, . . . [tendo] testemunho excelente de pessoas de fora, . . . estando [livre] de acusação”? (1 Timóteo 3:1-7, 10; Tito 1:7) Não, não seria. Por isso, não estaria habilitado para ter privilégios na congregação.”

    Em vista de tanto material com base bíblica e que foi considerado nas reuniões das Testemunhas de Jeová lendo-se texto por texto e com comentários dos presentes, não se pode afirmar que a diretriz e as orientações da organização são ruins ou falhas. São as pessoas que podem porventura falhar, mas as diretrizes estão em plena harmonia com a palavra de Deus a Bíblia. Em vista desta explicação e dos fatos apresentados, por exemplo, onde cito que NUNCA VI UM CASO SEQUER DE PEDOFILIA NO BRASIL NO UNIVERSO DE PESSOAS QUE CONHEÇO, peço que não poste mais lixo aqui nesta página. Seus comentários aqui não são bem vindos. Enquanto pessoas iguais a você, desocupados virtuais e trolls anti TJ, estão falando mal contra o povo de Jeová, observemos então o que elas estão fazendo além de pregar “as boas novas do Reino” conforme Jesus ordenou…

    Curtir

  • Matias  On 7 de julho de 2012 at 17:03

    Meu querido, já falei e vou falar outra vez, não se pode julgar todo um povo por causa de alguns corruptos ou depravados. Acredito que o senhor tem muitas mágoas do povo evangélico, por não aceita as heresias propagadas pelas Tjs,infelizmente, preciso dizer que dentro do salão das tj tem sim pedofilia.Embora sabendo que nem tudo que é veiculado na internet seja verdadeiro. Mas sabemos que uma notícias posta por um jornal, fica um pouco mais evidente os fatos ali colocado. Devido a própria família relatar o ocorrido.

    Outra coisa você menti quando diz que, em uma pesquisa no google não encontraremos notícias de pedofilia no meio das tj, lendo do engano. Poderia colocar vários com noticiário até mesmo em jornais de muita expressão.

    Você defende Religião, você precisa defender Cristo; se é que acredita nele.

    Curtir

  • queruvim  On 8 de julho de 2012 at 3:51

    preciso dizer que dentro do salão das tj tem sim pedofilia.

    O Sr não leu o que escreví? Ou está com algum problema na vista?

    “A prática de abusos sexuais ou pedofilia entre as Testemunhas de Jeová(TJ) dedicadas e batizadas é algo muito raro.Sei que abusos existem em todos os lugares e até mesmo, embora raros, no meio do povo de Jeová“.

    Outra coisa você menti quando diz que, em uma pesquisa no google não encontraremos notícias de pedofilia no meio das tj, lendo do engano.

    Olha o que escreví acima…mais uma vez eu te pergunto, o Sr não leu o que eu escrevi, ou está com algum problema na vista?

    “se digitar no google pedofilia e TJ, não encontrará

    quase

    nada!A não ser acusações e falsos “documentários” muitas vezes oriundos de fontes americanas”.

    Curtir

  • Sra. Nancy  On 10 de julho de 2012 at 23:01

    Creio firmemente, a julgar pelos acontecimentos, que O FIM ESTÁ MAIS DO QUE PRÓXIMO e CHEGARÁ COMO LADRÃO. Apesar de saber da idoneidade das TJs, na maioria dos casos, sabemos que o julgamento virá do Soberano Senhor Jeová. Quem somos nós para apontarmos isso ou aquilo nos outros? Ao ser recomendado para ancião, uma das perguntas feitas é se houve ou há envolvimento com pedofilia. Existe sim ESSA PREOCUPAÇÃO. Mas, no tocante ao julgamento, cada um irá prestar contas diante Daquele que é (e sempre será) Juiz sobre o céu e a Terra, Jeová Deus.

    Curtir

  • Saga Oliveira  On 13 de julho de 2012 at 5:05

    Queruvim disse :

    “Vc e muitos que pensam igual você, me lembram uma pessoa que chegou a mim e disso certa vez…”olha uma TJ, uma moça do meio de vocês fez sexo fora do casamento, é o que fiquei sabendo” Daí em resposta eu disse: ” Engraçado isso acontece toda hora na sua Igreja. Ele estava rindo e zombando do único caso ocorrido numa cidade do nordeste envolvendo as TJ!”

    Interessante sua replica, foi do tipo : “Então essa moça era uma das nossas e fornicou? Curioso que a fornicação acontece toda hora na sua igreja não é? Por que você não a deixou por isso então? ”

    Casos de pecado sexual existem em todas denominações religiosas, sendo de nosso amplo conhecimento incontáveis casos dentro das igrejas católica e evangélica. Então citar que tenha acontecido algum em um grupo que rival, em si, não serve de argumento para provar que a forma de adoração de tal é falsa, senão, pelo mesmo critério, todos estas outras igrejas também seriam, em vista de pecados individuais cometidos por membros.

    Em vista disso, a frequência, repetência e amplitude dos casos são importantes para definirmos quais das comunidades religiosas citadas obtem mais sucesso em seus esforços de combater a imoralidade e de manter seu rebanho o mais casto possível apesar dos milhares e até milhões de membros imperfeitos que adquirem.

    Curtir

  • Lord Saga  On 17 de agosto de 2012 at 21:24

    Desde que li dei esse comentário já vieram mais duas pessoas me contar experiencia parecida onde temos evangélicos que vivem em fornicação vociferando criticas a TJs. A replica foi do tipo “E você? quando vai se casar com essa pessoa que você mora?”

    Curtir

  • Lord Saga  On 17 de agosto de 2012 at 21:27

    Pastores evangelicos continuam escandalizando os descrentes com frequencia:

    http://www.genizahvirtual.com/2012/07/jovem-em-retiro-acorda-apavorado-com.html

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/08/reino-unido-quer-barrar-visita-de-pastor-que-cura-com-chutes-e-socos.html

    Olha esse “ Pastor diz que o ‘Espírito Santo’ o orienta a bater nos seguidores“

    Curtir

  • jessica sousa  On 1 de novembro de 2012 at 1:44

    Gostaria de agradeçer ao senhor queruvim que me ajudou a entender que todas as acusaçoes caluniosas contra as tjs são pura mentira e gostaria de dizer que quase cai nessa armadilha mas JEOVÁ me ajudou depois que eu lhe fiz uma oração. Jeová nunca nos abandona e sempre mostra a verdade aos humildes .nao tenho palavras que possam descrever o quanto eu sou grata a vc e ao senhor Jeová pela ajuda e cada dia que passa tenho cada vez mas certeza de que ser tj vale a pena e que é a religiao verdadeira .sempre vamos ser persseguidos com essas acusaçoes, mas Jeová nos mostrara a verdade, eu AMO SER UMA TESTEMUNHA DE JEOVÁ e nunca mais vou deixar que acusaçoes de apostatas corompam minha espiritualidade nunca mais

    Curtir

  • O Sentinela em Vigia  On 16 de abril de 2013 at 17:30

    Queruvim, dá uma olhada neste link, ele é bem informativo e refuta muitas acusações lançadas contra as TJ sobre este assunto, vale a pena conferir:

    http://thirdwitness.com/childabuse/default.html

    Abraços

    Curtir

  • somosandroids  On 29 de agosto de 2016 at 16:19

    Incrível esssa matéria, O Sentinela. Tem a resposta para todas as perguntas que alguém SINCERO faça, sobre como as Testemunhas agem em caso de abuso de menores. Se o Queruvim pudesse traduzir algumas partes seria excelente.

    Curtir

  • Alexei  On 30 de agosto de 2016 at 14:58

    Ôxe!!!! A fornicação não só aprovada como também incentivada no meio evangélico. “Se houver amor..” – dizem eles. Não tem como mensurar os casos ao nosso redor do que se tornou uma prática tão comum que já não se fala mais sobre isso.
    Quando se deparam com os elevados princípios sobre moralidade observados pelas Testemunhas se apressam em apontá-las como “certinhas” demais.
    Tem um caso interessante aqui na localidade. Certa moça que deixou de estudar a Bíblia com as TJ disse: “Não sei porque comecei a estudar a Bíblia, agora toda vez que faço alguma coisa errada minha consciência fica me acusando!!!!”
    Tem diferença irmãos????

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s