Evidências de que o Nome de Deus (IHVH) aparecia nos originais do Novo Testamento


Existe alguma evidência de que o Nome de Deus ,  “Jeová” (versão universalmente aceita para o tetragrama) aparecia nos textos dos cristãos no 1º século ou mesmo nos Evangelhos?

 

Para uma evidência de que o Nome de Deus deve constar em passagens do Novo Testamento considere este artigo

Antigos escritos judaicos indicam que os cristãos judeus usavam o nome divino em seus escritos. 

Visto que o nome de Deus ocorria  nos Mss mais antigos da  Septuaginta (LXX), é evidente que também ocorria nas primitivas cópias do chamado “Novo Testamento” — e obviamente nas citações da Septuaginta. De modo que o nome Jeová ocorre mais de 200 vezes no “Novo Testamento” da  Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas. Muitos não aceitam o uso do Nome Jeová no “Novo Testamento”. Argumentam que os Mss em grego não apresentam o Nome, mas sim a palavra “Senhor”  No entanto, existe sólido apoio para a Tradução do Novo Mundo numa fonte inesperada: o Talmude da Babilônia.

Na primeira parte desta obra, chamada de Shabbath (Sabá; Sábado) com inúmeras regras para o dia do sábado podemos encontrar informação adicional que lança luz sobre o assunto do uso do Nome de Deus nos textos dos Evangelhos.

A Tosefta hebraica, (Shabat 13:5), escrita no terceiro século E.C, citando o rabino Tarfon ou Tarphon, Heb., (רבי טרפון), a partir do Gk., (Τρύφων), um Cohen (Sacerdote), membro da terceira geração dos sábios Mishnah, que viveu no período entre a destruição do Segundo Templo (70 dC) e a queda de Betar (135 dC) reza:

SHABAT 13:05: “… Os Gilyon [im] (ie, livros evangélicos) e os livros de minim (isto é, hereges judeus) não são salvos [no sábado] do fogo, mas são deixados para  queimar juntamente com os nomes de Deus [Tetragrama] escrito sobre eles … “- (Página 99, Jacob Neusner judaísmo e do cristianismo na era de Constantino, 2008).

SHABAT 13:05: “… Os livros dos [Gilyohnim] Evangelistas e os livros da Minim não devem salvar de um incêndio [no sábado]. É permitido que se queimem onde  estão, eles e [ainda] as referências ao nome divino [Tetragrama]  que neles há … “- ( Página 14, Neusner Pérsia e Roma, no judaísmo clássico 2008)

SHABAT 13:05: “…Nós não salvamos os [Gilyohnim] Evangelhos ou os livros de Minim do fogo. Eles são queimados onde estão, juntamente com os seus tetragramas. O Rabino Yose Ha-Gelili diz: “Durante a semana deve-se tirar os tetragramas deles, escondê-los e queimar o resto”. O Rabino Tarfon disse: ‘Que eu enterre meus filhos! Se eu os tivesse em minhas mãos, eu os queimaria junto com todos os seus tetragramas … “- ( “Quem era judeu “, de Lawrence H. Schiffman, como citado na página 30-31, A Sentinela, 01 de novembro?. , 1993 ..)

SHABAT 13:05: “… Nós não salvamos de um incêndio (no sábado) os [Gilyohnim] Evangelhos e os livros do minim (” hereges “). Ao contrário, eles são queimados no seu lugar, eles e seus Tetragramas. O Rabino Yose Ha-Gelili diz: Durante a semana, deve-se recortar seus Tetragramas e escondê-los e queimar o restante. , Disse o rabino Tarfon: Que eu enterre meus filhos se (esses livros) viessem para a minha mão, eu os queimaria junto com seus Tetragramas … “- (Tradução alternativa de ” Quem era judeu “, de Lawrence H. Schiffman, como citado na página 30-31, De A Sentinela, 1 de novembro de 1993.)

SHABAT 13:05: “… Os [Gilyohnim] espaços em branco e os Livros do Minim, não pode salvá-los de um incêndio. R. José disse: Nos dias da semana é preciso recortar os [Tetragramas] Nomes Divinos que eles contêm, escondê-los, e queimar o resto. R. Tarfon disse: Posso enterrar o meu filho se eu não iria queimá-los juntamente com os seus [Tetragramas] Nomes Divinos se eles chegassem a minha mão … “- (Traduzido por Dr. H. Freedman, como citado na página 30-31 , A
Sentinela, 01 de novembro de 1993.)

SHABAT 13:05: “… Os ” Gilyon [im] ‘ e os livros [bíblicos]da herança judaico-cristã [Minim] não são salvos [no sábado] do fogo, mas são deixados para queimar junto com os [ Tetragramas.] nomes de Deus escritos neles  “R. Jose Galileu diz: ” Durante os dias da semana os [Tetragramas] nomes de Deus são recortados e escondido enquanto o restante é queimado “R. Tarphon diz:”. Juro pela vida de meus filhos que, se cair em minhas mãos vou queimá-los juntamente com os [Tetragramas] nomes de Deus neles “R. Ismael diz:” Se Deus disse: ‘Meu nome que foi escrito em santidade [ ou seja, no “rolo do  ciúme” mencionado em Números. v 21 e segs.] deve ser exterminados em  água, a fim de fazer a paz entre marido e mulher ‘, então quanto mais deve ser os livros da herança judaico-cristã, que causa inimizade, inveja e a discórdia entre Israel e sua Pai celestial. […] Como eles não são salvos do fogo, então eles não são salvos quando  estão em perigo de decomposição, ou quando eles caíram na água, ou quando qualquer outro incidente se abateu sobre eles … “- (Página 29 , Edição de Zuckermandel, “GILYONIM  =” Evangelhos “, literalmente.,” rolos “,  Enciclopédia Judaica ONLINE). Leia este link da Encyclopedia 
[Nota]:. Tosef, Shab. xiii. 5 []; comp. Shab. 116; Yer. Shab. 15c, 52; Sifre, Num.. 16.

Um exemplo interessante é (POxy 656), um Codex feito de Papiro de Gênesis atribuído ao (circa. 2º ou 3º século ), no qual  Colin H. Roberts diz “… espaços em branco …”, onde se esperava o  Tetragrama em hebraico., (יהוה ). Inglês, “... Jeová ...” , mas ao invés era preenchido – (por uma mão tempos depois) -. com uma forma grega não abreviada, (ΚΎΡΙΟΣ ou κύριος) “… Senhor …”

POxy 656

A revista a Sentinela abordando  o significado de das declarações da Tosefta argumenta:

“No Talmude da Babilônia.

A primeira parte desta obra religiosa judaica é intitulada Shabbath (Sabá; Sábado) e contém um imenso conjunto de regras que governam a conduta no sábado. Numa seção, considera-se se no sábado é próprio salvar do fogo manuscritos bíblicos, e depois consta a seguinte passagem:

“Declarou-se no texto: Os espaços em branco [gil·yoh·ním] e os Livros dos Minim, não podemos salvar do fogo. R. Jose disse: Nos dias da semana, é preciso cortar fora os Nomes Divinos que eles contêm, escondê-los e queimar o resto. R. Tarfon disse: Enterre eu meu filho, se eu não os queimar junto com seus Nomes Divinos, se vierem às minhas mãos.” — Da tradução para o inglês do Dr. H. Freedman.

Quem eram os mi·ním? A palavra significa “sectários” e poderá referir-se aos saduceus ou aos samaritanos. Mas, segundo o Dr. Freedman, nesta passagem é mais provável que se refira aos cristãos judeus.

Portanto, o que eram os gil·yoh·ním, traduzido “espaços em branco” segundo o Dr. Freedman?

Há dois sentidos possíveis. Poderiam ser as margens em branco dum rolo ou mesmo rolos em branco. Ou — numa aplicação irônica da palavra — poderiam ser os escritos dos mi·ním, como que dizendo que esses escritos eram tão inúteis como rolos em branco. Em dicionários, esse segundo sentido é dado como “Evangelhos”. Em harmonia com isso, a sentença que consta no Talmude antes da parte acima citada reza:

“Os Livros dos Minim são como espaços em branco [gil·yoh·ním].”
Portanto, no livro Who Was a Jew? (Quem Era Judeu?), de Lawrence H. Schiffman, a acima citada parte do Talmude é traduzida como segue:

“Não salvamos do fogo (no sábado) os Evangelhos e os livros dos minim (‘hereges’). Antes, são queimados no seu lugar, eles e seus Tetragramas. O Rabino Yose Ha-Gelili diz: Durante a semana, devem-se recortar seus Tetragramas e ocultá-los, e queimar o restante. Disse o Rabino Tarfon: Enterre eu meus filhos! Se (estes livros) viessem à minha mão, eu os queimaria junto com seus Tetragramas.” O Dr. Schiffman passa a argumentar que os mi·ním mencionados aqui eram cristãos judeus.

Fala esta parte do Talmude realmente sobre os primeiros cristãos judeus? Em caso afirmativo, então há forte evidência de que os cristãos de fato incluíam o nome de Deus, o Tetragrama, nos seus Evangelhos e escritos. E é muitíssimo provável que o Talmude aqui se refira mesmo aos cristãos judeus. Há apoio erudito para tal opinião, e o contexto no Talmude parece dar-lhe apoio adicional. A seção que segue à acima citada de Shabbath conta uma história que envolve Gamaliel e um juiz cristão, na qual se alude a partes do Sermão do Monte.

Foi somente mais tarde, quando o cristianismo apóstata se desviou dos ensinos simples de Jesus que o nome de Deus deixou de ser usado pelos professos cristãos e até foi tirado de cópias da Septuaginta, bem como dos Evangelhos e de outros livros bíblicos”. A Sentinela 01 de Novembro de 1993

Comentaristas modernos ao lerem os textos citados do  Talmude da Babilônia passaram a argumentar que o Nome de Deus não aparece nos textos em grego do Novo Testamento e que portanto os GILYONIM não devem ser interpretados como sendo os “Evangelhos”, opinião esta, nada conclusiva visto que os manuscritos que possuímos hoje são cópias dos originais. Os originais eram perecíveis e se decomporam. Alguns argumentam fortemente contra o uso do Nome de Deus influenciados pela religião e como sabemos sempre foi moda entre estes, desdenhar do uso do Nome de Deus. Ignoram que a base de suas argumentações não são os autógrafos ou originais, mas cópias posteriores destes. A frustração de muitos não foi pequena quando surgiu evidência de que os mais antigos Mss da LXX continham o Nome, diferente das versões posteriores da LXX onde o Nome havia sido substituído por NOMINA SACRA. (KYRIOS e THEOS). (clique aqui para considerações adicionais)

A certeza de que Gylionim se refere aos Evangelhos fica evidente ao observarmos vários detalhes. Por exemplo , Gelyon é a forma coincidente de pronúncia grega onde Evangelho é pronunciado Euangellion,  sendo Gelyonim o plural de Gelyon. Observe que Gelyonim não pode se referir a outros escritos cristãos visto que este é contrastado destes na seguinte declaração:

“Não salvamos do fogo (no sábado) os Evangelhos e os livros dos minim (‘hereges’)…” O destaque é meu.

As citações talmúdicas de Evangelhos comprova adicionalmente que  se refere aos evangelhos e que os que contendem com este entendimento estão lutando contra o obvio.
O Evangelho é duas vezes citado em um episódio, aparentemente da Babilônia, preservados em Shab. 116b (início):.. “O patriarca Gamaliel II [ 100E.C ] e sua irmã, a esposa de R. Eliezer, que viviam perto de um filósofo que tinha a reputação de rejeitar subornos. Desejando lançar o ridículo sobre ele, a mulher tomou um candelabro de ouro para ele e disse: ‘eu desejo ser um co-herdeira “. Ele respondeu: “Dividir”. Então ela disse: “Está escrito na Torá,” A filha não herdará onde há um filho. “Ele respondeu:” Desde que você tenha sido exilada de seu país a Torá de Moisés foi revogada, e em seu lugar o Evangelho [ literalmente Evan Gelyon] foi promulgado, no qual está escrito: “Filho e filha herdam juntos.” “no dia seguinte Gamaliel trouxe um jumento líbio para ele, após o que o filósofo disse: ” Observe o princípio do Evangelho, onde está escrito: “Eu não vim para tirar alguma coisa  do ensinamento de Moisés, mas para acrescentar”, e está escrito na Torá, “. Onde há um filho, a filha não herda” ‘a mulher lhe disse : “assim resplandeça a vossa luz como a uma vela.”

Debate on line a respeito do Nome de Deus ocorrer no N.T

O Nome de Deus no Novo Testamento em várias traduções da palavra de Deus!

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s