João 17:3 “absorvam conhecimento” ou “que te conheçam” ?


A palavra grega traduzida aqui por ‘absorver conhecimento’ ou “conhecer” é uma forma do verbo gi•nó•sko. E o modo como a Tradução do Novo Mundo verte esta palavra visa destacar ao máximo o seu significado. O sentido básico de gi•nó•sko é “conhecer”, mas essa palavra grega tem várias nuanças de sentido. Observe as seguintes definições:
“GINŌSKŌ (γινώσκω) significa estar assimilando conhecimento, chegar a conhecer, reconhecer, entender ou entender completamente.” (Expository Dictionary of New Testament Words, de W. E. Vine) Portanto, traduzir gi•nó•sko por ‘absorver conhecimento’ não é ‘mudar a Bíblia’, segundo dizem os que criticam a Tradução do Novo Mundo. Num estudo sobre as várias nuanças de sentido dessa palavra, o renomado lexicógrafo James Hope Moulton declara: “O presente simples, γινώσκειν, é contínuo, ou seja, ‘estar absorvendo conhecimento’.” — A Grammar of New Testament Greek.

João 17:3

John 17:3 Grego  (Apostolic / Interlinear)

αὕτη δὲ ἐστιν αἰώνιος ζωὴ ἵνα γινώσκωσιν σε τὸν μόνον ἀληθινὸν θεὸν καὶ ὃν ἀπέστειλας Ἰησοῦν Χριστόν.

A obra Análise Gramatical do Novo Testamento Grego (em inglês) explica que gi•nó•sko, conforme aparece em João 17:3, “subentende um processo contínuo”. Há outro comentário sobre essa palavra grega em Estudos de Palavras do Novo Testamento, de Marvin R. Vincent (em inglês). Ele diz: “A vida eterna consiste em conhecimento, ou melhor, na busca de conhecimento, visto que o tempo presente marca uma continuação, uma percepção progressiva.” (O grifo é dele.) A obra de A. T. Robertson, Figuras de Linguagem no Novo Testamento (em inglês) sugere que se traduza essa palavra por “deve prosseguir em conhecer”.
Portanto, as palavras de Jesus, em João 17:3, no grego original, dão a entender um esforço contínuo para se chegar a conhecer o verdadeiro Deus e seu Filho, Jesus Cristo, e isto é bem expresso na Tradução do Novo Mundo. Adquirimos esse conhecimento estudando com diligência a Palavra de Deus e harmonizando obedientemente a nossa vida com as suas normas. (Compare com Oséias 4:1, 2; 8:2; 2 Timóteo 3:16, 17.)

A Tradução da Bíblia de R.F.Weymouth, (The New Testament in Modern Speech) faz uma observação no pé da página e diz :

“Que te conheçam ou como o tempo verbal implica, um conhecimento sempre crescente de” Portanto, este tradutor não seria desnecessariamente crítico da Tradução do Novo Mundo neste versículo de João 17:3! Daniel Wallace em sua gramática falando sobre o tempo presente INTRODUÇÃO, O Significado Básico, ASPECTO, declara:

“O emprego do tempo presente de um evento focaliza-se no desenvolvimento ou progresso e vê a ocorrência com relação a sua composição interna, sem um princípio ou fim em vista“(1) É as vezes chamado progressivo: Basicamente representa uma atividade como estando em processo (ou em progresso)”(1.quoting Fanning, Verbal Aspect in the New Testament Greek, 103 and 2. Mckay “Time and Aspect,” 225. italics theirs). Wallace na p.519 cita exemplos deste “Presente progressivo” tal como em Atos 2:8

Atos 2:8 Grego ( Interlinear)

καὶ πῶς ἡμεῖς ἀκούομεν ἕκαστος τῇ ἰδίᾳ διαλέκτῳ ἡμῶν ἐν ἐγεννήθημεν;

“Como é isto visto que estamos ouvindo, (AKOUOMEN) cada um de nós o seu próprio dialeto ?”

A Comissão de Tradução da Tradução do Novo Mundo não está sozinha neste assunto de verter João 17:3 da maneira que o fez. Claro que alguns talvez prefiram verter o verbo grego usado alí por simplesmente “te conheçam”. O verbo  GINOWSKOSI que literalmente significa “que estejam conhecendo” pode ser vertido de ambas as formas. E sempre haverá opiniões a favor de uma maneira ou outra de se verter esta oração ou sentença. Wallace, em sua  Gramática Grega além do Básico na página  520 discute seu uso  “costumeiro(habitual ou de modo geral) do presente” e dá “claros exemplos.” Como um exemplo de  “estado progressivo” ele então traduz o grego de João 14:17: “ele permanece continuamente convosco e estará convosco.” (negrito dele.)Isto implica que alguns tradutores podem muito bem lançar mão de uma versão que procura respaldar de modo mais pleno o significado intencionado no uso dos verbos gregos e suas nuanças. É exatamente o que a Comissão de tradução da TNM faz em  João 17:3. Ao passo que alguns discordam da escolha feita pela TNM aqui,isto está longe de significar que a TNM “traduziu errado” do Grego assim como tampouco Daniel Wallace o fez com sua versão de João 14:17 assim como também a NIV, a versãoNASB, a NAB, a NRSV também o fizeram

Em harmonia com tudo o que foi dito até aqui , J.B.Rotherham declarou no apêndice de sua , The Emphasised New Testament, debaixo da palavra ‘Conhecer’, pagina 270:

“Importantes nuanças de significados são; “chegar a conhecer(João. xvii.3,7,8,25), “entender”(1Jn.ii.3, 13; iv 16; v.20)e “aprovar,” “reconhecer,”(Ps.i.6; Mt.vii.23; Ro.vii.29; 2 Tim.ii.19)

No comentário de  Marvin R. Vincent a  respeito de João 17:3 ele diz:

“É notório que a vida eterna consiste em conhecimento, ou antes a busca do conhecimento, visto que o tempo presente marca uma continuação, uma percepção progressiva de Deus em Cristo. A fim de que aprendam a conhecer.” Word Studies in the New Testament, 2 Vol. set by McDonald Publishing Company, Mc Lean, Virginia, página 495.-destaque é meu.

The Interpreters Bible diz a respeito deste mesmo verso:

“vida eterna (vs.3), a summum bonum neste evangelho, assim como o Reino de Deus é nos sinópticos, consiste no conhecimento de Deus-contudo não o conhecimento estatico dos gnósticos, mas um conhecimento progressivo, “aprendendo a te conhecer“(observem a força do tempo presente, [a fim de que estejais te conhecendo].”

A obra  International Critical Commentary, St John, vol II, J. H. Bernard, Edinburgh, T & T Clark, 1928, p.561 diz:

“…o tempo presente (GINWSKWSIN) destaca este crescimento contínuo no conhecimento de Deus que é característica da vida espiritual, assim como o crescimento fisico é característica da vida corporal.”- italico é nosso

Word Pictures of the New Testament  de Robertson declara:

“que conheçam (ginwskwsin). Presente ativo do subjuntivo com ina (clausula do sujeito), “que continuem conhecendo.” -italico é nosso.

Podemos citar muito mais:

Raymond Brown escreveu:

“[John 17]3…que te conheçam. Embora algumas testemunhas tenham um indicativo do futuro, as melhores testemunhas tem um presente do subjuntivo; isso implica que o conhecimento é uma ação contínua.”-The Gospel According to John, The Anchor Bible, Vol.29A.-italics, bold ours.

E o Professor Tasker em The Gospel of John, An Introduction and Commentary, Tydale NT Commentaries, p.191 em  “Notas adicionais” destaca:

“[John 17:]3. Que te conheçam. Em grego o verbo está no subjuntivo do presente indicando que o conhecimento é uma experiência crescente.”

Portanto se alguém se deparar com qualquer crítica feita a Tradução do Novo Mundo referente a João 17:3 devido a maneira como a Comissão de Tradução verteu  GINWSKW aqui, perceberão que os críticos não fizeram sua “lição de casa” ou pior não informam aos interessados a respeito do que o grego realmente diz ou o que dizem todos os Eruditos e linguistas que apoiam tal tradução.

Os que criticam avidamente a TNM e os motivos de terem vertido João 17:3 por “absorvam conhecimento” estão condenando todos estes pesquisadores sérios que citei aqui.

Será que as Testemunhas de Jeová distorceram a tradução grega de João 17:3 apenas para enfatizarem a “mera busca de um conhecimento intelectual” como afirmam alguns críticos da TNM ?

Se fosse assim por que então nas reuniões delas a qual eu freqüento os temas mais predominantes são a prática do conhecimento e a busca de qualidades Cristãs ?

Uma simples olhada na página oficial das Testemunhas de Jeová revela claramente que tais acusações de que as TJ procuram “meramente um conhecimento intelectual” não é verdade!
Por exemplo observe o que diz certa matéria da página oficial das Testemunhas de Jeová :

Permanecer puro aos olhos de Deus requer verdadeiro esforço. Também temos de lutar contra as nossas próprias tendências de fazer o que é errado. Mas não devemos desistir…. Jeová deseja que seus adoradores se comportem em todas as ocasiões como verdadeiros cristãos. (1 Pedro 2:12) Ele vê tudo o que fazemos, mesmo quando feito em secreto. (Hebreus 4:13) Devemos evitar a imoralidade sexual e outras práticas impuras deste mundo… Agora você já aprendeu da Bíblia muitas coisas boas. Este conhecimento deve induzi-lo a cultivar a personalidade cristã. (Efésios 4:22-24)… Lembre-se de que as pessoas muitas vezes prestam mais atenção à conduta de alguém do que ao que diz. Portanto, a sua boa conduta pode induzir outros a escutar a mensagem que lhes transmite. — Mateus 5:16; 1 Pedro 3:1, 2, 16.”

http://www.watchtower.org/t/rq/index.htm

Portanto, em vista do exposto acima , muitos falam em ad-hominem em franca oposição e tendência religiosa. Se as TJ procuram apenas conhecimento intelectual como afirmam alguns opositores, por que então estiveram dispostas a morrer do que apoiar regimes comunistas e o Nazismo o que resultou em serem “contrárias à política belicista de Adolf Hitler, e mais de 2.450 Testemunhas de Jeová perderam a vida”?

Referindo-se aos cerca de trinta processos envolvendo Testemunhas de Jeová que foram tratados pela Suprema Corte dos EUA no período de cinco anos, entre 1938 e 1943, um artigo no jornal USA Today, exortou:
“Antes de fechar a porta às Testemunhas de Jeová, pare para pensar na vergonhosa perseguição que sofreram não muito tempo atrás, bem como na enorme contribuição que fizeram para as liberdades da Primeira Emenda que todos usufruímos. As Testemunhas questionaram tão frequentemente aspectos básicos da Primeira Emenda, que o juiz Harlan Fiske Stone escreveu: ‘As Testemunhas de Jeová deviam receber uma verba pela ajuda que dão em solucionar problemas legais relacionados com as liberdades civis.’ […] Todas as religiões devem agradecer às Testemunhas de Jeová pela expansão da liberdade religiosa.”

Toda Testemunha de Jeová a fim de ir pregar, precisa antes ser avaliada como tendo conduta apropriada a fim de ser aceito quer como um pregador aprovado ou como Testemunha de Jeová batizada. Não é por se levantar a mão que se faz uma conversão, como vemos em muitas Igrejas chamadas Cristâs. As Testemunhas de Jeová não toleram mentirosos e praticantes de pecado em seu meio.A própria pregação exige o espírito de Deus, e quem vive uma vida sem verdadeiro compromisso com Deus não tem força para continuar pregando em sua comunidade.
Observe um exemplo. Certo tempo atrás, um líder religioso no Brasil foi pego praticando o furto, em resultado disso, sua postura como religioso foi manchada e sua moral bastante maculada.
Sair pregando em sua comunidade não é algo normal. Exige muito mais do que simples conhecimento. As afirmações difamatórias de muitos da Cristandade contra as Testemunhas de Jeová é algo pelo que prstarão contas a Deus. Eu avaliei este assunto com muita atenção e persebí um esforço singular em se verter João 17:3 de maneira a transmitir exatamente o que diz o Grego koine e a intenção do escritor inspirado.

Volto a repetir que os chamados “APOLOGISTAS”  evangélicos são em sua maioria, pessoas que demonstram uma ignorancia abismal do grego principalmente quando falam nas Testemunhas de Jeová. Muitos deles, claro que nem todos, tentam satanizar tudo o que uma Testemunha de Jeová diz ou faz. Isso é algo pelo qual prestarão contas a Deus.

Anúncios
Both comments and trackbacks are currently closed.