A Cristandade (Católicos, Evangélicos, Protestantes) – Por que acumulou um registro assim ?


Registro Que Desonra a Deus

Infelizmente muitas denominações professamente cristâs tem deixado um mal histórico que pesará contra eles na vinda de Cristo. Como assim ?

Quanto ao derramamento de sangue, o clero da cristandade é mais repreensível do que outros líderes religiosos. Por quê? Porque, além de se identificarem com o nome de Deus, seus membros identificaram-se também com o de Cristo. Deste modo, obrigaram a si mesmos a seguir os ensinos de Jesus. (João 15:10-14) Mas eles não têm seguido tais ensinos, trazendo assim grande vitupério tanto sobre Deus como sobre Cristo. A responsabilidade do clero pelo derramamento de sangue tem sido tanto direta, nas Cruzadas, em outras guerras religiosas, nas inquisições e perseguições, como indireta, por tolerar guerras em que membros das igrejas mataram seu próximo em outros países.

Como reconheceu Friedrich Heer, professor católico-romano de História na Universidade de Viena:

Nos frios fatos da história alemã, a Cruz e a suástica se aproximaram cada vez mais, até que a suástica proclamou a mensagem de vitória do alto das torres das catedrais alemãs, bandeiras suásticas apareceram ao redor dos altares e teólogos, pastores, clérigos e estadistas católicos e protestantes deram boa acolhida à aliança com Hitler.”

Por exemplo, entre os séculos 11 e 13, o clero da cristandade introduziu as Cruzadas. Estas resultaram em horrível derramamento de sangue e saques em nome de Deus e de Cristo. Centenas de milhares de pessoas foram mortas. As Cruzadas incluíram a absurda matança de milhares de crianças, que foram induzidas a participar na Cruzada das Crianças, do ano 1212. No século 13, a Igreja Católica Romana oficialmente sancionou outro horror que desonra a Deus — a Inquisição. Começou na Europa e estendeu-se às Américas, durando mais de seis séculos. Criada e apoiada pelo papado, era uma tentativa assassina de torturar e eliminar todos os que discordassem da igreja. Embora a igreja anteriormente perseguisse os não-católicos, o alcance da Inquisição era muito mais amplo.

Peter De Rosa, que diz ser “católico patriota”, afirma em seu livro recente Vigários de Cristo — O Lado Sombrio do Papado (em inglês):

A igreja foi responsável pela perseguição de judeus, pela inquisição, pela matança de milhares de hereges, pela reintrodução da tortura na Europa como parte do processo judicial. . . . Os papas nomeavam e depunham até mesmo imperadores, exigindo que impusessem o cristianismo a seus súditos sob ameaça de tortura e morte. . . . O custo para a mensagem do Evangelho foi horrendo.”

O único “crime” de alguns que foram assassinados era o de possuírem uma Bíblia. Sobre o papa Inocêncio III, do início do século 13, De Rosa afirma:

Estima-se que na última e mais selvagem perseguição sob o imperador [romano] Diocleciano [do terceiro século], cerca de dois mil cristãos pereceram, em todo o mundo. Na primeira feroz investida da Cruzada do Papa Inocêncio [contra “hereges” na França] um número dez vezes maior de pessoas foram mortas. . . . É um choque descobrir que, de um só golpe, um papa matou muito mais cristãos do que Diocleciano. . . . [Inocêncio] não tinha escrúpulos em usar o nome de Cristo para fazer tudo a que Cristo se opôs.” De Rosa diz que “em nome do papa, [os inquisidores] foram responsáveis pelo mais selvagem e sistemático ataque à decência humana na história da raça”.

Sobre o inquisidor dominicano Torquemada, na Espanha, ele diz:

Nomeado em 1483, ele dominou tiranicamente por quinze anos. Suas vítimas chegaram a mais de 114.000, das quais 10.220 foram queimadas na fogueira.” Esse escritor conclui: “O registro da Inquisição seria embaraçador para qualquer organização; para a igreja católica, é devastador. . . . O que a história mostra é que, por mais de seis séculos sem interrupção, o papado era o inimigo juramentado da justiça elementar.

De oitenta papas em sucessão a partir do século 13, sequer um deles desaprovou a teologia e o mecanismo da Inquisição. Ao contrário, um após outro acrescentou seu próprio toque cruel às operações dessa máquina mortífera. O mistério é: como podiam os papas prosseguir nessa heresia ativa geração após geração? Como podiam negar em tudo o Evangelho de Jesus?” Ele responde: “Os pontífices preferiam contradizer o Evangelho do que a um predecessor ‘infalível’, pois isso afundaria o próprio papado.

Também ‘contra a lei’ foi a participação do clero na violenta instituição da escravidão. As nações da cristandade raptaram muitos milhares de africanos, levaram-nos para longe de suas próprias terras e, por séculos, brutalizaram-nos de forma física e mental como escravos. Relativamente poucos da classe clerical se opuseram ativamente. Alguns deles até mesmo afirmavam ser essa a vontade de Deus. — Veja Mateus 7:12.

Culpa de Sangue

O clero tem apoiado guerras que tiraram dezenas de milhões de vidas, as piores guerras em toda a história. Apoiou ambos os lados nas duas guerras mundiais, nas quais pessoas da mesma religião, “irmãos”, mataram uns aos outros. Por exemplo, na Segunda Guerra Mundial, católicos franceses e americanos mataram católicos alemães e italianos; protestantes britânicos e americanos mataram protestantes alemães. Em certos casos, mataram outros que não só eram da mesma religião como também da mesma origem nacional. As duas guerras mundiais irromperam no coração da cristandade, e teriam sido inviáveis se o clero tivesse obedecido o mandamento de amar e ensinado seus seguidores a fazer o mesmo.

O jornal The New York Times afirmou:

No passado, as hierarquias católicas locais quase sempre apoiaram as guerras de sua nação, abençoando tropas e fazendo orações pela vitória, ao passo que outro grupo de bispos no outro lado orava publicamente em favor do resultado oposto. . . . A contradição entre o espírito cristão e a conduta de guerra . . . parece cada vez mais clara a muitos, à medida que as armas se tornam mais brutais.”

E a revista U.S.News & World Report observou:

O prestígio do cristianismo no mundo tem sido gravemente prejudicado pela freqüência com que as chamadas nações cristãs têm usado a violência.”

Também, embora não exista hoje uma Inquisição oficial, membros do clero têm usado o braço do Estado para perseguir “profetas” e “santos” que divergem deles. Têm pressionado líderes políticos a ‘maquinar o mal sob a cobertura da lei. Assim, têm causado ou aprovado o banimento, a prisão, o espancamento, a tortura e até mesmo a morte de pessoas tementes a Deus em nosso século. — Revelação 17:6; Salmo 94:20, The New English Bible.

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • ANTONIO MUNIZ  On 22 de outubro de 2013 at 9:37

    MUITO BOM! ESTA MATERIA! QUERUVIM, EU TENHO UMA PERGUNTA: OS CRISTADELFIANOS SAO DISSIDENTES DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ?

    Curtir

  • Queruvim  On 22 de outubro de 2013 at 11:51

    De forma alguma. A pesquisa da Bíblia por parte deles é bem melhor do que a maioria das igrejas da cristandade. Foram surgindo na Inglaterra e no século XIX nos Estados Unidos. Não possuem uma direção centralizada e dedicada a supervisionar a obra mundial, visto que não há obra organizada e mundial. Eles sofreram divisões no final do século XIX. Isso é compreensível visto que é uma das religiões que mais se aproximam da Bíblia sagrada.Então satanás tenta fragmentar ao máximo, e os responsáveis pela igreja não possuem mecanismos de desassociação nem corpo centralizado, ou seja, caos.

    Curtir

  • ANTONIO MUNIZ  On 22 de outubro de 2013 at 14:41

    OBRIGADO MEU IRMAO PELA ÓTIMA RESPOSTA! QUE JEOVÁ CONTINUE TE ABENÇOANDO.

    Curtir

Comments in english allowed! Não serão permitidos comentários de opositores ou pessoas que querem debates sem fim. EVITE FUGIR DO TEMA DA PÁGINA OU FAZER flooding de informações. Isso é coisa de gente desonesta e que quer confundir. Discordar não é problema, mas fazer oposição com zombaria desrespeito e trollagem não são aceitos nesta página. Ao postar nesta página você estará concordando com isso! Não é permitido a participação de APÓSTATAS nos comentários desta página. Em outras palavras, críticas e discordâncias são aceitas e até mesmo postadas, mas não “espírito de oposição”. Isto se dá em vista do claro mandamento bíblico para que “os eviteis” Romanos 16:17. Outra coisa...tenho recebido comentários feitos com erros graves em quase toda linha e frase. NÃO POSTAREI. Tenha respeito por assuntos bíblicos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s