CREDENCIAIS DOS TRADUTORES DA Tradução do Novo Mundo


  

CREDENCIAIS DOS TRADUTORES DA TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DAS ESCRITURAS SAGRADAS

 

Se fosse realmente verdade que a Comissão de Tradução da Tradução do Novo Mundo “não era composta de estudiosos competentes de hebraico e Grego” como afirmam alguns, então deveria ser relativamente fácil para os opositores apontarem centenas de erros infelizes de tradução em áreas que não são consideradas doutrinariamente controversas.

Na prática, entretanto, tais críticas são poucas ou inexistentes.

A maioria dos ataques contra a TNM se foca em certos versículos controversos, considerados importantes por causa da relevância para a formulada doutrina trinitária .

Isto em si é um forte argumento contra a afirmação de que os tradutores não sabiam realmente o hebraico e grego.

Opositores das Testemunhas de Jeová freqüentemente criticam a Tradução do Novo Mundo a partir das credenciais dos tradutores. Naturalmente, os tradutores eram anônimos, por isso não se sabe , se for o caso, os diplomas que tinham. Os tradutores não buscavam proeminência para si, mas apenas dar honra ao Autor Divino das Escrituras Sagradas. Em qualquer caso, a falta de títulos, não seria necessariamente algo que desqualificaria uma pessoa de ser um tradutor talentoso e capaz. Há mais maneiras de aprender línguas bíblicas e habilidades de tradução do que somente através de estudos universitários tradicionais.

Um simples cozinheiro ?


É interessante que um dos tradutores mencionados pelos opositores da TNM, como sendo parte da Comissão de Tradução era ninguém menos que o irmão George Gangas que nasceu na região da Nova Éfeso. Tem sido mencionado pelos que zombam das Testemunhas de Jeová, como sendo “apenas um cozinheiro” e “despreparado para fazer uma tradução”. Ele vivia na Grécia. George Gangas foi designado membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová em 15 de Outubro de 1971. Em 1985, realizou-se na Grécia um dos Congressos Internacionais daquele ano. E ele discursava em grego para os Congressistas! Faleceu com 98 anos sendo que 66 desses como dedicado exclusivamente a pregação da palavra de Deus.

Acho uma pretensão da parte de muitos religiosos evangélicos, sei que nem todos, sugerirem que a Comissão de Tradução da TNM “não possuía ninguém competente” em grego ou hebraico ao sabermos destes detalhes. Até por que, não se pode afirmar com absoluta certeza quem eram os integrantes da Comissão da TNM.

Tanto é assim que a WATCHTOWER é citada como sendo um dos TITÃS no ramo de tradução simultãnea.   De fato, o site Oficial das Testemunhas de Jeová até a escrita deste artigo, era o que estava no topo em todo o planeta, como o mais traduzido em diversos idiomas. (Confire aqui! )

Vários sites Anti Testemunha de Jeová escritos e supervisionados por Igrejas Evangélicas ou Católicas ou ainda outros, tem revelado um desrespeito muito grande ao direito de permanência no anonimato exigidos pelos da Comissão de Tradução da TNM. Se fosse proibido o anonimato a lei é quem diria e não religiosos desprovidos de ética como é o caso de muitas cúpulas religiosas.


Proverbios 20:19 diz que “quem anda como caluniador está revelando palestra confidencial”


Ora, como sabemos, os Apóstolos de Jesus Cristo, por exemplo, eram homens simples e de escolaridade nada invejável, contudo, foram usados por Deus para escreverem a bíblia e supervisionarem a obra de pregação mundial no primeiro século. O próprio Jesus foi citado por oponentes religiosos como sendo alguém “que não estudou em escolas” rabínicas de instrução. Na verdade Jesus estudava a palavra com seus apóstolos em reuniões e em particular. As Testemunhas de Jeová possuem reuniões de estudo como parte de seu programa de alimento espiritual toda semana em seus locais de reuniões. Com recapitulação semestral.
 

Os apóstolos de Jesus Cristo “eram homens indoutos e comuns”. (Atos 4:13) Explicando a razão disso, Paulo escreveu:

“Observais a vossa chamada da parte dele, irmãos, que não foram chamados muitos sábios em sentido carnal, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre estirpe; mas Deus escolheu as coisas tolas do mundo, para envergonhar os sábios.” (1 Coríntios 1:26, 27)

A humildade habilitou os discípulos “indoutos e comuns” de Jesus a compreender e a aplicar as verdades espirituais não entendidas pelos ‘sábios e intelectuais’. (Atos 4:13; Lucas 10:21)

Até Mesmo Jesus Foi Desafiado

O próprio Senhor Jesus Cristo se viu desafiado e confrontado com a relutância de seu próprio povo em aceitá-lo como ministro autorizado de Deus. Por exemplo, lemos:

“Estando a festividade [dos tabernáculos] já pelo meio, Jesus subiu ao templo e começou a ensinar. Portanto, os judeus ficaram admirados, dizendo: ‘Como é que este homem tem conhecimento de letras, sendo que não estudou nas escolas?’ Jesus, por sua vez, respondeu-lhes e disse: ‘O que eu ensino não é meu, mas pertence aquele que me enviou. Se alguém desejar fazer a Sua vontade, saberá a respeito do ensino se é de Deus ou se falo de minha própria iniciativa. Quem fala de sua própria iniciativa está buscando a sua própria glória; mas, quem busca a glória daquele que o enviou, este é verdadeiro, e não há nele injustiça.’” — João 7:14-18.

Os líderes religiosos do judaísmo encaravam Jesus Cristo como mero galileu. Naturalmente, não achavam que ele não soubesse ler por não ter cursado uma escola, especialmente não uma assim como um seminário teológico. Afinal, Jesus já tinha demonstrado que sabia ler o texto das Escrituras Hebraicas. (Lucas 4:16-21) O que era inaceitável para esses judeus da Judeia e de Jerusalém era que este ex-carpinteiro não era teólogo e não podia ser classificado entre os escribas, fariseus e saduceus de sua nação. Então, por que devia ele presumir publicamente conhecer o sentido das Escrituras Hebraicas e como se aplicavam, falando com tanta autoridade? Foi isto o que tornou esses judeus espiritualmente surdos demais para distinguir o tom da verdade divina. Eram orgulhosos demais para aceitar algo procedente dum homem que não se formara numa escola de teologia.

Não é de admirar que os nazarenos dissessem a respeito de Jesus : “Onde obteve este homem tal sabedoria e tais obras poderosas?” — Mateus 13:54.

A admiração nem sempre ocorre no caso dos opositores religiosos, e sim a zombaria e a tentativa de ridicularizar os servos de Deus por meio de ataques.

A profundidade da didática bíblica das Testemunhas de Jeová não encontra paralelo em muitos dos templos religiosos da Cristandade que são locais barulhentos e dedicados a emoção e não a pesquisa séria das escrituras.

 
 

A Tradução do Novo Mundo é notável na tradução exata do tempo presente do grego. Para ilustrar isso, podemos citar o exemplo de Efésios 5:25 que a Tradução do Novo Mundo verte: “Maridos, continuai a amar as vossas esposas”, em vez de dizer apenas: “Maridos, amai as vossas mulheres.” (Tradução Matos Soares) Observem o que disse o Erudito e crítico bíblico britânico Alexander Thomson :

Nenhuma outra versão parece ter demonstrado esta particularidade notável com tal plenitude e frequência. (…) A tradução é evidentemente obra de eruditos peritos e talentosos, que procuraram ressaltar o verdadeiro sentido do texto grego tanto quanto a língua inglesa seja capaz de expressar.”

Problemas com a Tradução do Novo Mundo ???

ou

Evidência de Erudição

Muitos religiosos movidos por um antagonismo contra a Tradução do Novo Mundo, pelo fato desta ter sido produzida pelas Testemunhas de Jeová tem afirmado ou pior ainda, repetido na internet e outras fontes nada imparciais o que consideram “erros” da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas.

Veja uma das afirmações equivocadas e que são repetidas com o ar enganoso de Erudição, quando na verdade não tem nada de erudito. Observem esta acusação contra a TNM:

“ Ex. 31:17 – a palavra hebraica “ohlam” (sempre) mal traduzida como “tempo indefinido”.

Os melhores léxicos (Não me refiro a dicionários de fundo de quintal, mas a dicionários hebraicos –Inglês de Eruditos acadêmicos) definem Óhlam como “um período de tempo indefinido , de longa duração que pode ser perpetuo ,mas não necessariamente”.

Como sabemos o Templo de Salomão foi posteriormente destruído pelos Babilônios e novamente pelos Romanos no ano 70. Agora leia o texto de 1 Reis 8:13 na Tradução Almeida e compare com a TNM. (Tradução do Novo Mundo)

“Certamente te edifiquei uma casa para morada, assento para a tua eterna habitação.” 1 Reis 813 na Almeida Revisada e Fiel.

“Construí para ti com bom êxito uma casa de morada excelsa, um lugar estabelecido para nele morares por tempo indefinido. (Hebraico Ohlam ) ” TNM

Em Numeros 25 :13 fala-se do Sacerdócio na descendência de Arão como um sacerdócio “perpétuo” Almeida. A TNM verteu neste texto a palavra hebraica Ohlam por “tempo indefinido. De acordo com Hebreus 7:12 este Sacerdócio terminou.

De fato a palavra hebraica ´Ohlam significa basicamente “um período de tempo indefinido ou escondido da vista, de longa duração. Pode significar para sempre, mas não necessariamente.

Em Exodo 31:16 a palavra Ohlam é aplicada ao sábado e lemos alí que “os filhos de Israel tem de guardar o sábado…é um pacto por tempo indefinido” TNM (Hebraico` Ohlam ). Como muitos reconhecem o sábado não mais vigora sob a nova aliança ou Novo Pacto.

Portanto, quando a TNM verte ´ohlam por “tempo indefinido” e não perpétuo ou para sempre como o fazem muitas versões da Bíblia inclusive a Almeida, isso reflete EXATAMENTE O SENTIDO ORIGINAL desta palavra Hebraica . A Tradução do Novo Mundo Revisada optou por empregar a frase “para sempre” em muitos casos, mas sabemos que esta nova versão não é uma tradução muito literal. E em muitos casos aponta em sua nota ao pé da página a tradução literal de diversas expressões nos idiomas originais no texto hebraico ou grego.

Mesmo que uma versão opte por traduzir ´OLAM por “para sempre” este nem sempre é o significado original e a nova Tradução do Novo Mundo revisada de 2013 avisa o sentido literal em suas notas ao pé da página. 

Olha o que admite certo site Anti TJ :

“O termo “para sempre” (“tempo indefinido”, na TNM) e que se usa com relação à terra em Eclesiastes 1:4, vem do hebraico ohlam e não significa necessariamente “eterno”. Usa-se em aspectos relacionados à lei Mosaica e ao sacerdócio Arônico – coisas que foram de longa duração, mas não eternas – como se pode ver quando usamos uma concordância.”

Em vista do que expus aqui, fica claro que o que se fala para desacreditar a TNM é baseado não em pesquisa Erudita, mas em antagonismo que se sente e que é mais forte do que interesse na VERDADE, no que se refere a verdade do significado de palavras dos idiomas originais das Escrituras Sagradas

Não há por que acusar a Tradução do Novo Mundo de ser uma paráfrase.

Por que ? Um exemplo que apoia tal conclusão citado no artigo principal seria o seguinte:

PARÁFRASE ?

וַיִּכְתֹּב עַל-הַלֻּחֹת כַּמִּכְתָּב הָרִאשׁוֹן, אֵת עֲשֶׂרֶת הַדְּבָרִים

Se vertermos esta passagem de Deuteronômio 10:4, palavra por palavra, o resultado em Português seria:

E ele escreveu nas tábuas como a escrita a primeira, as dez palavras…

A King James Version, uma das mais vendidas e amplamente usada nos Estados Unidos , verteu: “E ele escreveu nas tábua, segundo a primeira escrita, os dez mandamentos, que o Senhor vos falou no monte…” Observe ainda outras como foi que outras traduções verteram esta porção das Escrituras :

“E ele escreveu nas tábuas, como a primeira escrita, os dez mandamentos que o Senhor vos falou no monte ” Revised Standard Version

“Então escreveu nas tábuas, conforme à primeira escritura, os dez mandamentos, que o SENHOR vos falara no dia da assembléia, no monte…” João Ferreira de Almeida

“Então escreveu nas tábuas, conforme à primeira escritura, os dez mandamentos, que o Senhor vos falara no dia da congregação, no monte…” João Ferreira de Almeida Revista e Corrigida.(Edição de 1995)

“Escreveu nas tábuas, conforme a primeira escritura, os dez mandamentos, que Jeová vos falou no monte…” Sociedade Bíblica Britânica

A Tradução do Novo Mundo porém foi mais literal do que todas estas ao verter de modo exato da seguinte forma: “Ele escreveu então nas tábuas a mesma escrita como nas primeiras, as Dez Palavras, que Jeová vos havia falado no monte…” Este versículo é um exemplo de exatidão e precisão da Tradução do Novo Mundo. Isso evidencia que a TNM é a melhor versão para aqueles que procuram o sentido exato no original. A nova TNM revisada já não é tão literal assim, mas uma versão mais fácil de entender. O ponto que fica claro é a evidente erudição dos tradutores da TNM em sua versão anterior, que foi bastante literal e ideal para os que se aprofundam na exatidão textual.

FREDERICK WILLIAM FRANZ sabia hebraico? Era erudito?

Vídeo sobre a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas

 

QUEM VAI PARA O CÉU E PORQUE?

Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Nilton Marchiolli  On 7 de março de 2012 at 17:52

    Vocês estão loucos!
    A TNM é cheia de traduções errôenas!
    Essa tradução ou adulteração só serve para tapar o sol das Tjs com a peneira!

    Curtido por 1 pessoa

  • queruvim  On 7 de março de 2012 at 18:16

    Apresente um erro então. Apenas um. Não venha com um caminhão de textos e acusações. E veremos se consegue provar o ponto. Se não provar, quem será que está realmente louco?

    Curtir

  • queruvim  On 30 de março de 2012 at 1:32

    Nilton Marchiolli não apresentou um erro sequer. Eu já esperava isso.

    Curtir

  • Fábio Almeida  On 2 de dezembro de 2012 at 2:20

    Há certo um certo preconceito por parte das pessoas religiosas e muitos opositores sobre a Tradução do Novo Mundo (TNM), mas quando se faz uma analise séria da mesma comparando-a com os textos hebraicos e gregos e outras traduções, vemos a superioridade da TNM. Não sou ‘expert’ em hebraico e grego, mas uso de modo comparativo, programas de Bíblia para PC como por exemplo o Sitema de Biblioteca Digital Libronix e Bíblia Online Módulo Avançado 3.00 – BOL MA, Publicações da Watchtower, inclusive a Watchtower Library, bem como traduções interlineares, dicionários e léxicos nos ajudam a mostrar a tradução literal da TNM.
    Este blog do irmão é muito edificante e nos mostra logo no começo a ‘Exatidão na Tradução’ (TNM). Parabéns Queruvim pela iniciativa!
    Quem quiser ver o que é erudição acessem também:
    http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2011/10/as-traducoes-da-cristandade-parte-1-e.html
    E quem quer aprender a verdade e conhecer mais sobre a TNM contate uma Testemunha de Jeová no Salão do Reino mais próximo ou entre no site http://www.jw.org/pt/ e peça um estudo bíblico.

    Curtir

  • ANTONIO MUNIZ  On 21 de outubro de 2013 at 21:58

    REALMENTE, ESSES OPOSITORES DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ SÓ SABEM ACUSAR!. PROVAR QUE É BOM NADA!

    Curtir

  • Queruvim  On 21 de outubro de 2013 at 22:00

    Dá uma olhada no post que escrevi para um opositor tentando ridicularizar os tradutores da Organização.

    https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2013/04/18/os-dez-mandamentos-foram-abolidos-um-exame-de-2-corintios-36-14/#comment-4863

    Curtir

  • NEUZA MADEIRA  On 28 de fevereiro de 2014 at 19:55

    CADE A PROVA QUE O QUERUVIM PEDIU, NILTON MARCHIOLLI?

    Curtir

  • Queruvim  On 28 de fevereiro de 2014 at 21:22

    Já se passou um ano e ninguém ousou apresentar um erro sequer. A TNM é muito boa, para achar um erro tem que usar uma lupa e ficar meses procurando. Muitas versões da Bíblia são o oposto disso e são exatamente o que diz o acusador lá encima, “cheias de erros”. A TNM contém algumas raras inexatidões que nem mesmo eruditos percebem. Por exemplo em João 4:24 no grego a melhor forma e mais EXATA é : “Deus é um espírito”, e não “Deus é Espírito”. Colocar letras maiúsculas é uma forçada gramaticalmente desastrosa que não se ampara nem em sintaxe nem em gramática, mas sim teologia. Além disso a palavra πνεῦμα> pneuma aparece como um substantivo neutro anartro e assume um caráter indefinido na frase. Felizmente a Tradução do Novo Mundo Revisada optou por uma tradução aprimorada deste verso que terá agora a seguinte leitura: “Deus é um espírito…”

    Curtido por 1 pessoa

  • Jeosadá  On 28 de fevereiro de 2014 at 23:43

    Queruvim meu irmão, agora fiquei IMPRESSIONADO!

    Nada passou despercebido…

    Curtir

  • Marcelo  On 1 de março de 2014 at 12:41

    Talvez até tenham percebido, mas esta maneira de traduzir favorece a crença em que o “Espirito” é uma pessoa. Neste caso é melhor para eles ficarem quietos.

    Curtir