Minissérie “A Bíblia” exibido pela rede Record de Televisão segue mesmo a Bíblia?

Em primeiro lugar temos que elogiar a Record por ter promovido uma história baseada na Bíblia a fim de cativar os sinceros que ainda não possuem conhecimento sobre Deus e a Bíblia. No meio deste mundo louco por sexo e bens materiais a importância de falar de valores espirituais se torna de valor inestimável para as famílias brasileiras.

Hoje foi a estréia do seriado “A Bíblia” na rede Record e temos que reconhecer que o uso da tecnologia é um aliado a mais a fim de conscientizar as pessoas de sua “necessidade espiritual”, ou seja, a necessidade inerente no ser humano de adorar seu Criador. (Mateus 5:3) A iniciativa é elogiável. Contudo, visto que esta página faz uma defesa da Bíblia como sendo a palavra de Deus, eu não poderia deixar de mencionar que muito embora, os produtores desta minissérie afirmem que recorreram ao texto da Bíblia, bem como a “eruditos” ou “teólogos”, uma comparação com o texto da Bíblia revela algo interessante. (Clique nos Textos biblicos em azul para ler na Bíblia)

Muito embora os produtores  Roma Downey and Mark Burnett  tenham, segundo eles, consultado “uma ampla gama de pastores e acadêmicos” bem como a Aliança Evangélica Mundial e até mesmo um cardeal Católico Romano, os desvios do texto da Bíblia são algo lamentável e recorrente. Típico dos clérigos ou líderes religiosos, do mundo. (João 17:16)  (Confira um exemplo da falta de argúcia destes pastores e outros religiosos envolvendo a questão se o Rei Faraó morreu ou não na travessia do Mar Vermelhothe-bible

A Bíblia não parece ser tão importante ou sagrada assim para os autores deste seriado. O relato de Gênesis no capítulo 19 por exemplo, nos conta que quando Ló recebeu a visita de anjos materializados, estes foram afrontados por “gays” que segundo eles  ´queriam ter relações sexuais` com os dois anjos que vieram até a casa de Ló. Isto ficou muito apagado no primeiro episódio,  que não demonstrou de modo evidente  o conceito de Deus sobre a prática homoafetiva. ( Veja 1 Cor. 6:9-11) Acredito que a arrecadação e audiência foi o que mais delineou a história  e não necessariamente a Bíblia. Também a  atitude de ser “politicamente correto” e agradar a todos, infelizmente ainda prevalece.

Observe que nas Escrituras Sagradas a arca de Noé tem um formato retangular,  em forma de caixa e não em forma de um barco como comumente representado nos filmes “da Bíblia”. (Gên. 6:15,16) No episódio de hoje a Record mostrou Abraão indo para o Monte Moriá sendo logo em seguida alcançado por sua esposa histérica. Algo totalmente fantasioso, visto que o relato de Gênesis (Cap 22) nos mostra que Abraão teve que viajar três dias com seus ajudantes e montados em animais de carga, especificamente o jumento, a fim de chegarem ao destino. Sua esposa não teria feito tal caminhada. De fato, são muitos detalhes que demonstram que os escritores deste “filme’ sequer tem respeito e apreciação pela Bíblia como sendo realmente SAGRADA. Talvez alguem ache que tais detalhes são “coisa pequena”. Mas como podemos dizer que “a Bíblia é a palavra de Deus” e ao mesmo tempo fazer mudanças em suas narrativas? Provérbios 30:6 nos adverte para não “acrescentar nem tirar nada dela” para que não venhamos a ser considerados “mentirosos”. Infelizmente em assuntos doutrinais sérios os líderes religiosos de nossos dias fazem a mesma coisa. Alteram o texto e descaracterizam ou distorcem a Bíblia todo tempo.

Acima de tudo, uma coisa que chama muito a atenção , principalmente dos amantes da palavra de Deus, é a omissão do Nome de Deus. Abraão não costumava chamar Deus de “senhor”,  mas usava o Nome que identifica o Senhor dentre todos os senhores que existeM. Em Gênesis 14:22  Abraão diz de acordo com o texto massorético hebraico de onde se traduz a Bíblia:

“Ergo deveras minha mão em juramento a JEOVÁ o Deus Altíssimo, produtor do céu e da terra…”Abraão

Em Gênesis 15:2 Abraão diz:

“Soberano Senhor Jeová, o que me darás, visto que me vou sem filhos…”

Enfim, são muitas as ocorrências do Nome de Deus na boca de Abraão,  que é mencionado no Cap 12 de Hebreus vers. 1, como sendo parte de uma grande “nuvem de Testemunhas” fiéis de Jeová. (confira cap 11 de Hebreus e compare com Isaías 43:10-12)

Fica o alerta a todos que assistirem a minissérie na Record, de fato, não estará vendo uma narrativa fiel dos acontecimentos registrados na Bíblia, muito menos uma representação correta sobre quem é Deus.

  • Os filhos de Noé são representados como garotos na minissérie e não adultos  casados como diz a Bíblia (Genesis 7:13)
  • Na minissérie a arca é retratada como tendo muitas janelas. Na Bíblia, a arca tinha apenas uma janela (Genesis 6:16, 8:6) Sem falar no que mencionei acima quanto ao formato da arca.
  • A Bíblia descreve uma multidão de homens em frente da casa de Ló querendo ter relações sexuais com seus dois visitantes angelicais. A série ignora isso. (Gênesis 19:4-10 )
  • Na destruição de Sodoma , a série mostra erroneamente os anjos lutando corporalmente com alguns dos habitantes da cidade . Os críticos se referem a estes como “Ninja Angels” . Isso não está na Bíblia (Gênesis 19:1-17 ) .
  • A série mostra Abraão viajando com Isaque a uma distância muito curta para o lugar onde ele estava para sacrificar seu filho . Na Bíblia, é uma viagem de três dias e os dois são acompanhados por um jumento e dois ajudantes .  (Gênesis 22:1-4 )
  • A série mostra de forma equivocada Sara correndo atrás de Abraão, uma vez que ela percebe que ele está indo para sacrificar Isaque . Isso não está na Bíblia .  (Gênesis 22:1-19 )
  • Ao amarrar Isaque , a Bíblia  descreve um ovídeo preso pelos chifres em um matagal . A minissérie retrata um cordeirinho preso pela sua perna  (Gênesis 22:13)
  • Após o caso de Davi com Bate-Seba e a morte de Urias, o hitita , ele é confrontado por Natan. A série descreve Davi como resistente ou mesmo indignado , ao passo que na Bíblia Sagrada, Davi está arrependido de seu pecado , e admite sua culpa, levando-o a escrever o Salmo 51 onde implora o perdão de Deus  (2 Samuel 12:13 , Salmos 51 )
  • Quando os babilônios destruíram Jerusalém , Jeremias é descrito como escapando despercebido dos invasores . Na Bíblia Jeremias é capturado, acorrentado e liberado mais tarde  (Jeremias 39:11-40:6 )
  • A série retrata Daniel e seus três compatriotas sendo capturados durante o cerco , quando, na verdade, eles foram deportados uma década antes da  destruição de Jerusalem  ( Daniel cap 1;  2 Reis 24:10-16 )
  • Quando Sadraque, Mesaque e Abede-Nego se recusam a adorar a  estátua de ouro do rei Nabucodonosor , a minissérie retrata -os como sendo amarrados, com um fogo aceso debaixo deles. Na Bíblia Sagrada, o rei ordena que os três sejam jogados em uma fornalha que foi aquecida sete vezes mais do que o habitual . Na verdade , a Bíblia Sagrada descreve o forno como sendo tão quente, que alguns “soldados mais fortes ” de Nabucodonosor que os jogaram lá dentro foram mortos pelas chamas , ao fazê-lo.  ( Daniel 3:19-23 )
  • A minissérie retrata o profeta Isaías como um contemporâneo de Daniel , vivendo durante o tempo do exílio babilônico . Esta é uma grande incoerência inconsistente com a  Bíblia Sagrada uma vez que  Isaías profetizou que Ciro, o persa iria libertar os cativos depois de um período de tempo. Esta profecia ocorreu 150 anos antes de Ciro nascer , 180 anos antes de Ciro realizar qualquer uma destas façanhas , e 80 anos antes de os judeus serem levados para o exílio  o que significa que Daniel , Ciro e Isaías nunca poderia ter existido ao mesmo tempo . (Isaías 44:28 , 45:1 e 45:13 ) . (Parece até o livro de Mórmon!)
  • Na representação da Tentação de Cristo da minissérie , o Diabo levou Jesus a um alto monte , quando ele tentou Jesus para  que se jogasse para  baixo. Na Bíblia Sagrada, o Diabo tentou Jesus a fim de que se jogasse  do pináculo ( ou parapeito) do templo. A alta montanha era o lugar onde o diabo tentou Jesus para que o adorasse . ( Mateus 4:1-11 e Lucas 4:1-13 )

CONCLUSÃO e SUGESTÕES:

Em vista de tantos erros propositais ou não, fica claro que a minissérie não é exatamente uma representação do que a Bíblia diz. Além disso, os produtores desta minissérie e seus associados não comprendem o tema da Bíblia, que é o Reino de Deus. Este é o tema que permeia a Bíblia inteira.(Gênesis 3:15 Luc 4:43) Por meio deste Reino ou governo,  JEOVÁ Deus santificará o seu Nome que tem sido esquecido e difamado entre as nações. Ezequiel 38:32

Este foi o principal motivo da vinda de Cristo a terra. A Santificação do Nome de Jeová por meio de seu Reino, que fará isso! Em segundo lugar, Cristo veio para salvar todo aquele que nele deposita sua fé e age em harmonia com a vontade de Deus. (João 3:16) Isso não é compreendido nem em cultos evangélicos  ou filmes apresentados por clérigos da cristandade. Eu mesmo assistirei a minissérie e não critico visando trollar ou algo assim. Na verdade para os que consideram a Bíblia como sendo uma carta de Deus, o Ser Supremo, para a família humana, os inúmeros erros são consideráveis. O Autor da Bíblia foi detalhista em seu registro inspirado. Minha sugestão é que caso assistam,  comparem com seu exemplar da Bíblia Sagrada. Alguns concluiram que a minissérie é um exemplo de como a Bíblia não deve ser contada.

ONDE PODERÁ VER FILMES QUE REALMENTE narram a PALAVRA DE DEUS? AQUI NESTE LINK

Tire proveito dos seguintes artigos:

O uso e significado da palavra “Deus” (em hebraico ELOHIM) nas Escrituras Sagradas

Negam as TJ a divindade de Jesus?

 

O sangue – Salva Vidas ou Mata Pessoas? 

Acesse a BIBLIOTECA DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ ON LINE

QUERO RECEBER UMA VISITA GRATUITA EM MINHA RESIDENCIA A FIM DE ESTUDAR A BÍBLIA UMA VEZ POR SEMANA

DESCUBRA ONDE FICA O LOCAL DE REUNIÃO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ PERTO DE SUA RESIDÊNCIA!

RETORNE A PÁGINA PRINCIPAL DO AUTOR DESTE WEBBLOG

About these ads
Both comments and trackbacks are currently closed.

Comentários

  • Saga  On 17 de outubro de 2013 at 5:33

    Gostei da postagem Queruvim. Também não acompanhou Davi, Sansão, Ester e José para fazer comparação de invenções, falhas e omissões que notou? Eu achei que todas falharam por novelizar e enrolar muito e entre essas invenções acontecia de MUDAREM A PERCEPÇÃO da história bíblica. Um pequeno exemplo: veja como foi feita uma tentativa de tentar fazer o público simpatizar com Dalila, o background dado a mesmo tentou suavizar a vilania que a Bíblia lhe atribui, isso influi né….em outros filmes ela já é sem coração, vilã imoral e ardilosa….

    Curtir

    • Vinicius Monteiro  On 13 de dezembro de 2013 at 15:06

      Verdade, eles destruíram uns dos relatos que na minha concepção é uma das mais bonitas e mostra como Jeová trata a gente, quando se refere a Davi. Quando Natã exemplifica para ele com a ilustração dos cordeiros, que força a Davi mostrar o seu senso de justiça, ele cai em si imediatamente. Realmente, não houve nenhuma relação com a Bíblia está minissérie, e a parte dos “Ninja Angels” foi pra acaba.
      Vão lançar o filme de Noé ano que vem, mas, acho que vai ser tão bomba quanto está minissérie.

      Curtir

  • Saga  On 17 de outubro de 2013 at 5:43

    “A minissérie retrata o profeta Isaías como um contemporâneo de Daniel , vivendo durante o tempo do exílio babilônico . Esta é uma grande incoerência”

    É porque Queruvim, esse é o famoso DEUTEROIsaías, entende?
    Taí o que consultar esses “teólogos, eruditos e acadêmicos” católicos e evangélicos resultou.

    Sobre o Jesus. Eu lembro de ter visto na internet a cena final, onde o Jesus português com os furos nas mãos aparece a João dizendo “Eu sou o Alfa e o Omega”, primeiro que se lembro bem nessa cena se faz uma junção de diferentes passagens, segundo que o Jesus aparece em forma normal humana, enquanto que deveria ser como na descrição apocalíptica com “olhos de fogo”, certo?

    Se queriam usar o mesmo ator que pusessem uma aparência espiritual nele. A cena tenta puxar a sardinha para a Trindade, já que quem diz “Eu sou o Alfa e o ômega” nos textos do Apocalipse é Jeová e não Jesus, os consultores da Cristandade não resistiram em aproveitar pra iludir o público leigo na marcante cena final da série.

    Curtir

    • Vinicius Monteiro  On 13 de dezembro de 2013 at 15:08

      Eles também fazem isso também para concordar com a afirmação de que Isaías não profetizou que Ciro destruiria a Babilônia, mas, que relatou o que aconteceu.

      Curtir

  • jocelyn  On 17 de outubro de 2013 at 11:22

    Por que perder tempo assistindo esse lixo? A audiência quantifica o share do horário e estimula a atração de pessoas que se forem sinceras, não serão as verdades da Bíblia e à personalidade do Deus Verdadeiro JEOVÁ. Vejo nestas séries o dedo do diabo.

    Curtir

    • foxhound  On 17 de outubro de 2013 at 19:19

      concordo contigo jocelyn, mas não critico quem opta por assistir. no caso desta mini série como no caso de qualquer filme ou desenho nunca vi uma intenção séria de mostrar a biblia da forma verdadeira .eu gostaria de poder ver alguns filmes produzidos pela sociedade, levando em conta os maravilhosos videos que ela publica.
      acredito que seria muito dispendioso para org. fazer filmes de personagens biblicos, levando em conta a obra mais importante e muito mais urgente, mas sem dúvida seria interessante não acha?

      Curtir

    • Saga  On 17 de outubro de 2013 at 21:17

      Eu assisto, sempre é interessante ver tentativas de recriar os eventos bíblicos, e o visual em som e imagem sempre ajuda a fixar a mente no que lemos. E em último caso, existe esse trabalho de consultoria, de separar o que é Bíblico ou não, é útil para falar por exemplo com estudantes e outros, é possível até dar testemunho informal com pessoas que tão comentando a série.

      O desejo de ficar comparando o que se assiste com a versão bíblica estimula o próprio estudo bíblico, assim como acontece em obras de ficção quando a pessoa que viu um filme decide ir para o livro original ou o história em quadrinhos para comparar ambas mídias.

      Curtir

  • Jeosadá  On 17 de outubro de 2013 at 14:51

    Eu não. Sei até onde vai a curiosidade de voces, mas ja devem ter estranhado o nome Jeosadá ne? (E o nome Pavéia tambem né?)

    Pois bem, esses nomes se parecem com o dos personagens biblicos Jeosafá e Jeosadaque. Parece mas não é…

    Eu criei esse personagem numa ficção chamada “O Livro de Jeosadá”.

    Quem quiser saber mais acesse:
    http://m.fanfiction.com.br/historia/398246/O_Livro_De_Jeosada/
    Ou pesquise no google “Fanfiction O livro de Jeosadá.

    Obviamente meu nome não é Jeosadá…

    Ass.: O homem que criou o nome Jeosadá.

    Curtir

    • O Protestante  On 18 de outubro de 2013 at 12:23

      Daora essa história que você escreveu. Por que você não expande ela, faz um livro e coloca direitos autorais?

      Curtir

      • Jeosadá (Jonas Cohttac)  On 19 de outubro de 2013 at 23:50

        Caramba Protestante, muito obrigado pelos elogios. Elogios são o combustível ‘mor’ da minha criatividade literária.

        Eu já tenho umas 10 histórias de ficção…

        Eu pensei em fazer isso que você sugeriu, mas eu não vi muito publico pra essa história!

        Esse SITE que eu postei a historia não foi muito adequado… Só coloquei lá por uma sugestão de uma amiga, mas o site só tem história de mangá…

        Leiam Também: Idéias Noturnas
        Escrito por Tchanjo Tosca

        Dentre em Breve vou colocar uma nova História: DIÁLOGOS DE ANAXIMENDES
        Escrito por Jonas Cohttac, o Filosofo Leigo.

        [Esses nomes (Jonas Cohttac e Tchanjo Tosca) são um Anagrama do meu nome de Verdade]…

        Ass.: Jonas Cohttac

        Curtir

    • Jeosadá  On 24 de outubro de 2013 at 13:30

      Queruvim, vc leu a história?
      q achou?

      Curtir

      • Queruvim  On 24 de outubro de 2013 at 13:40

        Ainda não, mas dei uma olhada. Vou ler e te falo o que achei.

        Curtir

  • foxhound  On 17 de outubro de 2013 at 19:24

    queruvim nunca pensou em montar um artigo sobre ( como dizem alguns ateus )
    Deus cruel do antigo testamento e Deus amoroso do novo testamento.Deus que matava crianças mulheres e animais no antigo, e Deus tolerante do novo?

    Curtir

    • Queruvim  On 17 de outubro de 2013 at 21:04

      Realmente, boa idéia.

      Curtir

    • Saga  On 17 de outubro de 2013 at 21:23

      Eu sempre digo que o “Deus do NT” comete as mesmas mortes e o “Deus do AT” demonstra o mesmo amor, então isso de “Deus novo” e “Deus velho” é bobagem, ou não se diz que o “Deus novo” também mandou diluvio, tirou povo de Egito e etc?

      Curtir

    • Marcelo  On 20 de outubro de 2013 at 12:59

      Boa mesmo. Eu enfrentei umas pedreiras com meus antigos chefes que são ateus.

      Curtir

    • Vinicius Monteiro  On 13 de dezembro de 2013 at 15:10

      A organização já escreveu um artigo, se desejar está no link abaixo
      http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102000406?q=Jeov%C3%A1+velho+testamento&p=par

      Curtir

  • O Protestante  On 17 de outubro de 2013 at 21:13

    Era de se esperar para uma adaptação dramatúrgica. Séries ditas Bíblicas tendem a fugir um pouco da narrativa literal. Mas se tem coisa que eles pegaram pesado, teve. Por exemplo, a cena dos “anjos ninjas” que você citou aí: A cena até que ficou legal, mas não tinha nada a ver com a narrativa Bíblica, nem tinha muito sentido. Também quando a esposa de Abraão foi até o monte: ficou esquisito também.

    Também, ás vezes fico irritado quando mostram Deus como se fosse um Deus sem nome. Mas, se eles botarem os personagens aí para falarem Javé ou Jeová, ninguém vai assistir e eles vão simplesmente perder todo o investimento milionário deles!

    E também, um simples comentário sobre a fornalha: Acho que eles devem ter feito isso por causa da dificuldade em reproduzir uma fornalha de execução como se fosse na época, ou por que dramaturgicamente não ficaria legal…

    Curtir

    • Saga  On 17 de outubro de 2013 at 23:33

      “Também, ás vezes fico irritado quando mostram Deus como se fosse um Deus sem nome. Mas, se eles botarem os personagens aí para falarem Javé ou Jeová, ninguém vai assistir e eles vão simplesmente perder todo o investimento milionário deles!”

      Se passarem a usar “Jeová” dirão que os produtores estão mancomunados com as TJs e veremos certo boicote da parte de protestantes que tem aversão a essa palavra. A obras de arte ou de cinema evitam deixar a tradição de citar “O SENHOR” para não terem rejeição da parte das igrejas.

      Por que os teólogos consultores da série não orientaram os produtores a usarem o nome de Deus? Por que será….

      Curtir

      • O Protestante  On 18 de outubro de 2013 at 11:41

        Pelo o que eu disse: Audiência! Tenho certeza que esses teólogos consideram que ‘Yahweh’ seja o nome de Deus! Por que eles não recomendaram? Por que até mesmo os teólogos que não sabem nada de dramaturgia nem de artes cênicas, eles sabem que, se os personagens falarem Javé/Jeová se direcionando a Deus, leigos vão simplesmente pensar: “oxe, eles tão dando nome pra Deus???”, e vão parar de assistir. Assim, todo os milhões que eles investiram na produção dessa série vão simplesmente ir para o ralo.

        Curtir

  • DREJAH  On 22 de outubro de 2013 at 22:53

    É ordem do dono da Record, pois ele ensina que Deus não tem nome seguindo a linha dos judeus (Adonai/ Senhor) Até a Bíblia deles (IURD) não contém o NOME em nenhum lugar.

    Curtir

    • Saga  On 24 de outubro de 2013 at 17:21

      Drejah até até parece que foi a Record [do senhor Edir Macedo] quem fez a série bíblica, é uma obra estrangeira.

      Curtir

      • DREJAH  On 25 de outubro de 2013 at 15:09

        Foi você que Traduziu para o português? Continuo dizendo o mesmo. Tem o dedo dele ou do pai dele. (o Diabo) Que dá no mesmo !

        Curtir

  • foxhound  On 24 de outubro de 2013 at 19:40

    vou ser sincero tentei assistir a mini série mas não deu.
    foge muito da realidade da biblia. desisti e fui dormir.

    Curtir

  • Saga  On 2 de novembro de 2013 at 5:38

    A Igreja da Record http://www.criacionismo.com.br/2013/11/iurd-fara-oracao-pela-alma-dos-mortos.html

    Curtir

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 213 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: